Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Marquinhos

O que você gravaria? (só vale com relato)

Posts Recomendados

Turma,

Eu iria colocar esse post no Boteco, porém, por se tratar de assunto de pesca também, to colocando aqui.

Cientistas japoneses conseguiram reproduzir em vídeo, lendo do cérebro o que uma pessoa está vendo no momento, e o próximo passo será capturar o que ela está pensando e os sonhos.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dimenstein/cbn/capital_151208.shtml

Sinistro né???!!! Coisa que nunca imaginamos, os olhos puxados conseguiram...

Daí vai minha pergunta!!!!

Todos nós temos imagens de nossas pescarias que sempre falamos "Eu tenho essa imagem gravada na minha cabeça!!!". Aquele ataque do peixe que saiu fora dágua, isca voando à 7 metros do barco, etc.

Se você tivesse a oportunidade de gravar alguma lembrança de PESCARIA (Relacionado a Peixe), o que você queria gravar?

Vamos manter o nível do tópico!!! wink

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu primeiro açu. Depois de 3 dias sem pegar nada já estava me conformando em voltar sapateiro. Na noite anterior o piloteiro tinha feito uma regulagem no freio centrífugo da GTO e fiz o primeiro arremesso apenas preucupado com a cabeleira. Vim recolhendo a hélice olhando para a carreta qdo ele falou "vai entrar" achei que fosse na vara do parceiro, até ver o estouro na minha isca. Já fazem uns 15 dias, ainda fecho os olhos e vejo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu tenho duas cenas fantásticas q gostaria de ter gravado.

arrow:: A primeira foi um lindíssimo ataque de bocudo (em 2005). Longe de ser o maior q já peguei...mas sem dúvida foi o mais violento.

Eu estava em um lago do rio Cuiuni (afluente do Rio Negro)...e arremessei minha isca em um drop q estava provavelmente (não se via o degrau)...mas ele estava há uns 2 metros de profundidade...Foi um arremesso muito longo, pois queria esticar a linha da minha carretilha q estava muito torcida.

Estava usando uma Woodchopper (da grande) cor Firetiger...e arremessei longe a pesada isca...Assim q puxei 3 vezes um tucunaré alucinado acertou minha isca q voou uns 3 ou 4 metros para minha direita....e assim q eu começei a puxar a isca novamente, com toda aquela "barriga" da linha....o mesmo peixe acertou a minha isca q voou ainda mais para a esquerda...Foi incrível. A quantidade de água movida e "explodida" foi enorme....

Eu comecei a enrolar rapidamente para a linha esticar...e com 5 puxadas o cavalão veio por trás da isca...pulou em cima dela, e deu um paulada em suas costas q eu fiquei impressionado.

O dia estava maravilhoso...eram umas 11h da manhã....o lago era belíssimo...tudo foi muito show...O peixe tomou tanta linha (ele estava no meio do lago)...e consegui embarcar o bruto...

Foi demais....

arrow:: A segunda melhor cena foi durante aquela pescaria fantástica q fiz no ano passado...Eu e o Lance pegamos em 30 minutos 1 peixe de 8Kg, 1 de 8,5Kg e 2 de 9Kg...hehee...(ou algo por aí)...mas o melhor foi ter visto belíssimos ataques...e assim q soltei um bruto de 8Kg..fiz um único arremesso...Um borboleta pequeno pegou a isca e saiu correndo para a minha esquerda....Como eu sabia q ele era pequeno...arranquei o queixo dele...kkkkk..e para se soltar ele saltou em velocidade e arremessou minha isca uns 5 metros de distância....hehhee....Até aí tudo bem....mas assim q a isca bateu na água....com a linha totalmente frouxa....veio um monstrão e pulou em cima dela..kkkk..Foi água pra todo lado....Eu esperei o peixe esticar a linha para dar a fisgada....kkkkk....foi demais.

A verdade é uma só...Gostaria de poder gravar todos os ataques q já presenciei na superfície...hehee....Esse tal de tucunaré é demmaisss...

viola::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A cena que nunca saiu da minha cabeça é a de um Baby tarpon que após pegar a minha isca, saiu tomando linha como um louco e saltando sem parar, era peixe pra uns 15 kilos. Fiquei extasiado com a cena, as pernas tremiam sem parar e por fim o danado cuspiu minha isca longe e se sumiu, foi demais.

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tô precisando "DA PESCARIA" pra isso ainda!!!

Mas com certeza ela virá!!! Falta uma daquelas de Tucunas!!!

Agora...

Revendo minhas lembranças... tem uma pescaria que sempre vou lembrar!!!

em 1991 no rio São Francisco!!! Tinha tanto lambari na beirada que com um anzolzinho sem chumbada era covardia!!!

Melhor ainda era quando iscavamos um e arremessavamos!!! Os douradinhos entre 1 e 2kg!!! Muitos e muitos... pescaria noturna que começou às 21:00 e acabou às 05:00h... Valeu a noite em claro!!! mestre:: mestre:: mestre::

Lembrar é muito bom!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na primeira vez que fui ao Xingú, na última manhã, eu e meu irmão barrancando por uma pedreira, até então só tinhamos pego trairõezinhos, nenhum realmente gigante.

Arremesso uma Spook Jr. venho trabalhando na rasura das pedras, quando a cerca de 10m ou 12m vejo uma marola e de repente, um rebojo enorme, leeeeeeeeento, com 1m de diâmetro, a água abaixou uns 10cm de um lado e levantou 10cm em outro.

Achei que o rio fosse abrir no meio, era um deslocamento de água tão forte e tão lento, quase inacreditável...

quaaando...

POOOOOOOOOOOOOOOOOWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWW!!!!!

Uma explosão surge do meio daquele maremoto slow-motion... uma força e um som comparável a uma pessoa caindo chapada na água. ::excl::

O bicho veio arrastado sem muita briga, a cerca de 5m de mim abriu aquela boca monstruosa a spookinha tava igual um palito de dente lá dentro, foram umas 5 chacolhadas com meio corpo fora da água, sem saltos... só chacoalhadas... e tcháááááau... oloko::

Cabo de aço 80lb partido, e o trairão da minha vida voltando lento pras pedras... medo::

Certamente o monstrengo acima dos 15Kg que me atormenta os sonhos até hoje... love:: mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Putz como esquecer pescaria de Tucunaré com isca de superficie...tb tenho varias cenas de diferentes lugares, mas uma que nunca esqueço foi a primeira vez que estive na Serra da Mesa, num local maravilhoso...onde depois de pegar uns 3 tucunas no meu Jumpminoy todos cavalos, em apenas um unico lugar pensei vai ser dificil ver algo como isso...apos uns 30 minutos em outro ponto, logo q arremessei a isca na água, ela bem mal caiu já tomei uma porrada q jogou ela pra cima, recolhendo rapidamente no primeiro trabalho de zara ainda com as pernas bambas, o mesmo monstrinho deu outra cabeçada pra cima e logo depois outra mais forte perto já do barco, confesso q não peguei aquele peixe, mas sem duvida nenhuma foi uma das cenas mais marcantes que precenciei...

E uma muito recente foi agora no Rio Xingu na cia do meu amigo Edisinho, onde nós 2 vimos uma pedra num ponto maravilhoso, e comentamos um com o outro " ali tem um gigante" como minha meta era de pegar um tucuna acima de 4 kg e ainda não tinha achado e ele já...gentilmente ele disse: Capricha lori..que teu trófeu ta ali memo....arremessei em direção a pedra a Spok branca, passando um pouco dela, na terceira zarada a porrada Powww, mas o peixe errou e passou reto, acelerei o trabalho e numa fração de segundo ele porrou de novo a isca vindo do outro lado e saindo inteirinho de lado pra fora dagua....peixe pego e frição cantando...depois de uma bela briga o trófeu tava fotografado...são momentos como esses que jamais esqueceremos e levaremos conosco até o fim de nossas vidas....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem como todos a cima eu também tive meu momento!

Estava eu arremessando e recolhendo pelo terceiro dia no Xingu, não perguntem a hora nem qual lado o peixe pulou, mais te garanto que ainda estava de dedos atolados, e pés descascando de tanto tempo dentro da agua, escolho um ponto onde tinha umas pedras que formavam remansos perto de uma ilha onde aportamos para barrancar (não e barroar) ou como definimos que era cabritar (era tanto sobe e desce em pedras), ai arremesso uma grande isca na corredeira após o remanso, venho trabalhando descoordenadamente aquela isca (não lembro o nome, já falo porque) uma grande zara vagabunda, destas que se compra pra ter mais na caixa, quando não mais espero o ataque a 5 ou 15 m sai um torpedo da água (não sei descrever o son) mais quem já assistiu um filme antigo de guerra com submarino soltando torpedo vai lembrar do som.

Cara fiquei como loripesca (faltou pernas, tremia tudo), e o peixe errou a maldita isca, arremessei novamente e venho trabalhando e novamente aquele torpedo bicuda sai com tanta força e acerta a isca pela frente, resultado, vejo a maldita isca boiando sem linha presa a ela, e três amigos pescadores correndo desesperados e arremessando freneticamente no ponto do ataque, neste momento so tive uma frase para meu amigo xande, esta realizada a minha pescara no xingu, o que vier e lucro. E olha que continuava com dedusatolados, mais este torpedo me realizou a pescaria..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nooooossa, são vários... mas vamos resumir em dois.

Nesse ano eu estava na Serra da Mesa e pescando com água pela cintura, isso afastado do pessoal que estava comigo, quando já não tinha mais esperança de fisgar nada pois o sol já estava se pondo e na minha frente eu só via o "mar-de-água" e ao seu fundo o alaranjado forte do pôr-do-sol. Minha visão focava o horizonte mas entre nós dois tinha uma Jumping Minnow cor de osso sacudindo na água, quando do nada entra uma bicuda e começa a saltar. Foi espetacular porque ela não parava de saltar, e em minha mente ficou registrado a silhueta da danada saltando num pôr-do-sol espetacular e único. Quando eu a soltei já estava escuro, o sol já tinha ido, como se dá-se adeus para um espetáculo que até ele presenciou. wink

Outra foi também na Serra da Mesa. Estava andando na margem quando avistei uns tucunas azuis num lugar bem raso, eles estava caçando em uma forma de triângulo. Como se eles tivessem um líder que ia na frente ordenando o que fazer. O lugar era muito raso, água cristalina e cheio de umas plantas secas de árvores que estavam mortas, da espessura de um lápis, todas muito secas. Arremessei na frente do "líder", mas o meu arremesso foi aonde eu não queria (nervosismo), caindo num lugar onde não dava um palmo de profundidade. Mas tucunaré quando quer atacar não tem nada que o segure. Ele foi pra cima da isca com o dorso todo do lado de fora da água, bocou a isca e foi para um lugar onde a água era profunda ao ponto de cobrir o seu corpo. Daí pra frente foi uma batalha, um tucuna louco nadando para o meu lado e eu escutando o barulho da fricção da carretilha juntamente com os estalos das galhas quebrando na hora que a multifilamento passava por elas, e atrás dele os seus "capangas" querendo tirar a isca de sua boca. O resultado foi um tucuna no alicate marcando os 4 kg.

Esses dois relatos e mais um monte foram filmadas com as lentes dos meus olhos, mas guardadas no HD do meu coração, lugar este que nunca pode ser deletado. mestre::

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa Turma!!! To babando com as lembranças de vcs!! babei:: babei:: babei:: babei::

SHOWWW!! mestre:: mestre:: mestre:: mestre::

Eu tive várias situações fantásticas, mas duas em especial gostaria de gravar, para compartilhar com todos!!

A primeira foi na serra da mesa, ano passado (2007).

Eu estava pescando sozinho juntamente com o piloteiro, dai ele ferrou um azul, e me segurou o danado, pois, tinha outro do lado!! Ele gritou, joga Marcos, tem outro em baixo.....!!! Eu estava com uma tontinha(ou espertinha) da KV, e joguei em cima, antes que a isca tocasse na água, o tucuna saltou fora e pegou praticamente no ar!!! Foi um dos peixes mais brutos que pequei na serra, ele não passada de 2,5 kg, mas era muito animal a brutalidade do garoto!!!!!

A segunda, esse ano na AM...em outubro!!

Foi o maior tucunaré da minha vida.... e foi a coisa mais fantástica!! Estava o Ícaro e eu, atrás do monstro que vimos fazendo onda na minha isca enquanto eu a esticava no meio do lago....!!

Nós estavamos batendo as hélices na loucura de atrair o danado, dai um primeiro rebojo, arremessei mais duas vezes e nada, então foi pegar a minha segunda vara, para jogar no rebojo atrás, foi quando uma sequencia de PORRADA na isca do Ícaro, a fez ser arremessada para o outro lado da canoa. Nesse momento, o sol batendo na água, nós vimos o gigante verde e amarelo, com "Cara de Mal", procurando a isca, parado ali ao pé do barco, quando joguei a isca, vi a arrancada dele, o trajeto completo e a forma que ele pegou a isca.....Nossa!!!!! Fantástico!!!!

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha experiencia tbm foi em SM, queria ter gravado, mas ficou apenas em fotos !

Ultimo dia d pescaria, 5 hrs da tarde ... eu e meu pai pescando com a famosa firestick, e lá vem a danada da isca stick stickstickstickstick, estavamos explorando uma ilha, qnd menos esperavamos, vem um bruto de um tucuna q nem se deu o glamour de dar uma explosao daquelas e sim sujar a isca pra sua boca. Foi uma briga sensacional, até o piloteiro se espantou com o tamanho do peixe fisgado, fato raro ! Bom, mas dps da valente briga o bixao pranchou ... e estava lá o resultado, um tucuna BRUTO 5kg e pouquinho, em uma cor magnífica nunca vista por mim !

BOM ESSE FOI MEU RELATO, ESPERO Q TENHAM GOSTADO ! SE ALGUEM QUISER ENVIO AS FOTOS !!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O lance que eu observei em uma pescaria que gostaria que se transformasse em imagem não foi peixe pego nem fisgado, e sim uma cena que só pode ser realizada pela natureza em si.

Estava pescando no Rio Paranã no Estado do Tocantins, em cima de uma grande formação de pedras, foi quando vi uma onde gigante indo em direção da raseira. Era um Tucunaré correndo atrás de um lambari. Foi aí que o Lambari nadou até um parte bem rasa que ficava atrás de uma pedra, o Tucunaré não o perseguiu porque estava muito raso. O lambari ficou lá um 10 segundos, nesse meio tempo o tucunaré simplesmente deu ré, e nadou para o outro lado da Pedra. Acho que o Tucunaré sabia que o lambari ia dar volta, pois ele ficou lá paradinho. E não é que o lambari começou a nadar para voltar para o rio, e quando ele entrou no campo de visão do Tucuanaré. POWWWW.

ERA UMA VEZ UM LAMBARI.

Nessa hora não tive nem vontade de arremessar a isca, fiquei apenas como observador!

E foi um Baita SHOW. viola:: viola:: viola::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xingu, julho de 2008, mais ou menos 10 horas da manhã.....o primeiro trairão a gente nunca esquece...

Barco poitado num corredor do rio, quase na boca do Rio aprazível, ao lado de uma pedreira na margem que formava um remanso, imagina uma ferradura de pedras.. o pesqueiro era mais ou menos assim...Mandei uma zara da rapala evrde limão (skitter walk) e quando a isca atingiu a divisória do remanso e da água rápida um trairão se joga sobre a isca.... já viram bote de traírinha caipira que pula e cai de boca na isca, quase que pegando de fora pra dentro d'água??? pois é foi assim, só que era um traírao de uns 6 kgs, saiu com o copro todo fora dágua com uma delicadeza danada........ ferrou só na ultima garateia e brigou na corredeira, vara 17 lb e uma cronarch 50 mg... lembro do bote até hj... não foi o maior, mas meu primeiro trairão ....inesquecível.... mestre:: mestre::

Lance engraçado da captura: Thiaguinho tentano por o bogga na boca do bicho, teve que tentar umas tres vezes e o term ferrado só numa garáteia... Ai quase matou o véio....

oloko:: oloko::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

mestre:: BOA MARQUINHO mestre::

SÃO DUAS AS IMAGENS GRAVADAS EM MEU CEREBRO COM COPIA DE SEGURANÇA EM MEU CORAÇÃO ::excl::

A PRIMEIRA DATA DOS IDOS DOS ANOS 60, QUANDO MEU PAI love:: ME LEVAVA PESCAR LAMBARI NO CORREGO PERTO DO SITIO - NÓS DOIS NO BARRANCO COM VARINHA DE BAMBU, ANZOL MOSQUITO COM UM PEDACICO DE MINHOCA E UM PEQUENO CHUMBINHO NA LINHA - A TARDE SE PASSAVA.....E, A CERTEZA DE ESTAR SENDO AMADO E PROTEGIDO AUMENTAVA!

viola:: COM CERTEZA O PRIMEIRO PEIXE PESCADO A GENTE NUNCA ESQUECE!!!! viola::

A SEGUNDA DATA DOS ANOS 80 - É A FIGURA DE MEU TIO NELSON - DO QUAL JÁ FIZ RELATO AQUI - NO CORREGO - APOS A CHUVA COM A AGUA BARRENTA NO SITIO DE JOANOPOLIS - PEGANDO BAGRE CHORÃO, COM VARINHA DE BAMBU E SOLTANDO EM SEGUIDA! - SAUDADES...

DOS DOIS GRANDES love:: PESCADORES DE EMOÇÕES EM MEU VIVER!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

::excl:: Contribuindo com o tópico mestre:: mestre::

Xinguzão quase meio dia, paramos em uma ilha para fazermos uns arremessos e aproveitarmos um pouco da natureza exuberante do local. Eu, Xande e o Geraldo, cada um toma um rumo se espalhando na pedreira, eu vou para um local um pouco mais abaixo, todo mundo pinxando, no meu terceiro arremesso com uma stick nakamura, quando a isca estava quase no raso a um palmo de profundidade um torpedo parte da pequena corredeira que se formava no local e ataca a minha isca saindo saltando no raso como uma louca oloko:: oloko::

Eu naquela adrenalina recolhendo a linha a 1000 rpm rsrsrrsrsr pra não bambear gorfei:: e quando eu vejo a bruta deu mais uma seção de saltos bemmmmmmm acima da onde eu estava... ela tinha passado por um galho e subiu a correnteza isso tudo em 5 segundos rsrsrsrsrsrsr viola:: gorfei::

Essa eu não esqueço mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

::excl:: Contribuindo com o tópico mestre:: mestre::

Xinguzão quase meio dia, paramos em uma ilha para fazermos uns arremessos e aproveitarmos um pouco da natureza exuberante do local. Eu, Xande e o Geraldo, cada um toma um rumo se espalhando na pedreira, eu vou para um local um pouco mais abaixo, todo mundo pinxando, no meu terceiro arremesso com uma stick nakamura, quando a isca estava quase no raso a um palmo de profundidade um torpedo parte da pequena corredeira que se formava no local e ataca a minha isca saindo saltando no raso como uma louca oloko:: oloko::

Eu naquela adrenalina recolhendo a linha a 1000 rpm rsrsrrsrsr pra não bambear gorfei:: e quando eu vejo a bruta deu mais uma seção de saltos bemmmmmmm acima da onde eu estava... ela tinha passado por um galho e subiu a correnteza isso tudo em 5 segundos rsrsrsrsrsrsr viola:: gorfei::

Essa eu não esqueço mestre::

Esqueceu de citar os méritos do piloterio que falou: BRUCA, ESTA É A PEDREIRA DOS TROFÉUS, PEGA O TEU ALI! hehehehehe

Quem será este piloteiro?? hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

BOM COMO MÁQUINA FOTOGRÁFICA NÃO FAZIA PARTE DE MINHA TRALHA DE PESCA EU SÓ POSSO RELATAR O QUE ACONTECEU COMIGO EM UMA PESCARIA DE DOURADO.

ESTAVA EU PESCANDO DOURADO NO RIO PARAÍBA DO SUL NA DIVISA DE MINAS COM RIO DE JANEIRO, QUANDO EU ARREMESSEI MINHA ISCA UMA TURVIRA DE + OU - UNS 20CM NO MEIO DO CANAL, DEIXEI A ISCA IR DESCENDO O CANAL VARRENDO TODOS OS PONTOS ONDDE POSSÍVELMENTE O DOURADO ESTARIA ESPERANDO A ISCA E NADA , COMECEI A RECOLHER JÁ PENSANDO EM UM NOVO ARREMEÇO QUANDO UM ENOREME

DOURADO SAIU MEIO CORPO PRA FORA D'ÁGUA TENTANDO ABOCANHAR A ISCA, LEVEI UM BAITA SUSTO MÁS INFELIZMENTE O DORADO ERROU O BOTE E NÃO DEU MAIS AS CARAS. FIQUEI INDIGNADO POIS SERIA O PEIXE DA MINHA VIDA.

UM FORTE ABRAÇO A TODOS.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

::excl:: Contribuindo com o tópico mestre:: mestre::

Xinguzão quase meio dia, paramos em uma ilha para fazermos uns arremessos e aproveitarmos um pouco da natureza exuberante do local. Eu, Xande e o Geraldo, cada um toma um rumo se espalhando na pedreira, eu vou para um local um pouco mais abaixo, todo mundo pinxando, no meu terceiro arremesso com uma stick nakamura, quando a isca estava quase no raso a um palmo de profundidade um torpedo parte da pequena corredeira que se formava no local e ataca a minha isca saindo saltando no raso como uma louca oloko:: oloko::

Eu naquela adrenalina recolhendo a linha a 1000 rpm rsrsrrsrsr pra não bambear gorfei:: e quando eu vejo a bruta deu mais uma seção de saltos bemmmmmmm acima da onde eu estava... ela tinha passado por um galho e subiu a correnteza isso tudo em 5 segundos rsrsrsrsrsrsr viola:: gorfei::

Essa eu não esqueço mestre::

Esqueceu de citar os méritos do piloterio que falou: BRUCA, ESTA É A PEDREIRA DOS TROFÉUS, PEGA O TEU ALI! hehehehehe

Quem será este piloteiro?? hehe

Exatamente!! Piloteiro bão fez a diferença rsrsrsrsrsr! gorfei::

valeu Xande!!! mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×