Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Paulo Roberto

Quais são as realmente matadoras??

Posts Recomendados

Aproveitando o tópico do querido e competente diegorudeck, quero agora que me postem suas experiências das iscas realmente matadoras, só prá não ter que encher a caixa , ou a bolsa, de iscas semelhantes.

arrow:: Quais são as matadoras?

arrow:: Quais são as iscas realmente imprecindíveis??

Vai ser muito legal pros iniciantes, pois os velhos sei que são muito teimosos... diabo:: rindo3:: rindo3:: rindo3::

Leiam o texto abaixo, que postei no tópico do diego, e me respondam:

Quais são, realmente as imprecindíveis matadoras, e discriminando o peixe alvo, senão não tem graça...

Se é para dar "pitáco", tá na minha hora :

Me explicando melhor, numa pescaria, usa-se "umas dez iscas" ( das consideradas "matadeiras" ) e que tenham produzido resultado na região ! O grande problema ( inicial ) é chegar a essas dez unidades...

Difícil querer convencer a um pescador que passou um longo tempo se preparando ( e certamente comprando tralha ) para a pescaria, de deixar para trás, algumas dessas coisas ! Isso é impraticável !

A limitação imposta é mesmo a questão do peso estipulado nas viagens aéreas, mas mesmo assim, conmheço muita gente que já sai com excesso...

Não sou diferente, pois tenho minhas alternativas e/ou opções a serem levadas, PORÉM, aprendi ( nesse tempo de pescarias ), que não devemos ter muita coisa a bordo do bote !

Finalmente uma opinião sensata sobre iscas, e sobre tralha!

Eu durante muitos anos só usei umas 3 ou quatro diferentes, mas que eu sabia realmente que eram as matadoras, e não havia erro.

Sempre que testava outras, era só prá usar no 1º dia, e em menos de 1 hora de pesca, desistir, pois os peixes estavam alí e eu não podia perder a oportunidade...

Há bem poucas iscas realmente diferentes.

Todas, genéricamente são boas, e vc, realmente vai pegar peixe com elas.

Mas depois de tantos anos de estudo tecnológico de todos estes fabricantes, ( agora até garateia imitando sangue tão fazendo ), será que há muita diferença entre as matadoras??

Lembrem-se, quem vai tentar comê-las, são os peixes, não voces!

E estes são muito miopes, e nunca foram a um oftalmologista aquático...

Quem entre voces, pode me garantir que a stick do Nakamura é muito superior a uma stick mirrolure?

Quem pode me garantir em absoluto que a Maria The First, ( já vi anúncio de R$ 100,00, cada ) é muito superior a uma INNA?

Ou a um papa black? ( aliás, tenho visto e ouvido de tudo aqui, e vou até arriscar uma dica a todos os especialistas em bocudos - opinião de quem já pescou em quase todos os rios mato-grossenses, e semanalmente e durante muitos anos ):

Se usarem uma meia água, testem a cor FIRE TIGER, ( não lembro bem, mas acho que é a nº 13 ).

Não lembro bem, mas de qualquer marca que usarem, testem a Fire Tiger.

Creio sinceramente, que não vão mais usar outra cor....

Olha!, o tempo perdido em trocar uma isca, mesmo com snap, no meio de um pincho na corredeira, ou naquelas baías cheis de cardumes de tucunares, nunca mais será recuperado...

Sei o que to falando, tanto que levava 2 ou 3 varas já montadas, reguladas e iscadas, prá não ter que abrir caixa, abrir snap, e escolher outra opção.

Se fizesse isto o ponto já tinha passado, e os tucunas e matrinchas, estariam rindo e abanando prá mim.

Não precisa muito, só aprender as totalmente imprecindíveis, senão voce se torna um colecionador de iscas e caras.

A caixa que mencionei acima, possui 4 gavetas, todas com estojos, mas sei muito bem que não vou usar todos.

Vou selecionar, de acôrdo com a experiências de todos que estão me postando, 3 ou 4 absolutamente imprescindíveis, e...

atenção robalinhos, tô chegando...

Vou aqui deixar registrado mais uma ousadia minha!

As grandes e selvagens matrinchãs, são 10 vezes mais difíceis de se pescar que um robalo, e 100 vezes mais difíceis que um tucunaré.

Com elas, voce terá que usar o máximo de técnica, concentração, precisão de arremessos, e conhecimento de seus habitos e artimanhas, e mesmo assim, nunca terás a certeza de que conseguirás embarcá-la.

( Tô falando da selvagem, daquela que se voce subir o rio, só com o barulho do motor subindo, fará com que ela desapareça por uns 3 dias... )

Experimentem a cor Fire Tiger, vão esquecer das outras...

Forte abraço a todos..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Paulo,

Em paralelo, terminei de postar um tópico sobre parte das considerações que fez acima...

Pode ser de utilidade dar uma olhada nele...

viewtopic.php?f=2&t=6655

Por outro lado, alguns comentários sobre o que mencionou :

Eu durante muitos anos só usei umas 3 ou quatro diferentes, mas que eu sabia realmente que eram as matadoras, e não havia erro.

Sempre que testava outras, era só prá usar no 1º dia, e em menos de 1 hora de pesca, desistir, pois os peixes estavam alí e eu não podia perder a oportunidade...

Essa é uma tendência que temos com nossas "Preferidas", acreditando tanto nelas, que as "demais" perdem a oportunidade de demonstrarem sua eficiência...

Há bem poucas iscas realmente diferentes.

Todas, genéricamente são boas, e vc, realmente vai pegar peixe com elas.

Mas depois de tantos anos de estudo tecnológico de todos estes fabricantes, ( agora até garateia imitando sangue tão fazendo ), será que há muita diferença entre as matadoras??

Discordo um pouco de sua afirmação ! O aperfeiçoamento das iscas tem se tornado crescente e a variedade de alternativas de trabalho delas faz diferença sim ! Basta ver a recém lançada Sub Walk da Rapala, que faz o trabalho de uma zara, só que na sub superfície... Como elas, outras também trazem seu grau de inovação, sejam nas hélices, formas de trabalho e por aí vai...

Basicamente as iscas têm funções assemelhadas, mas há diferença ( e muitas ) entre elas...

Lembrem-se, quem vai tentar comê-las, são os peixes, não voces!

E estes são muito miopes, e nunca foram a um oftalmologista aquático...

O grande lance das empresas é tornar pescadores colecionadores, até para justificarem a venda de milhões de unidades anualmente...

Quem entre voces, pode me garantir que a stick do Nakamura é muito superior a uma stick mirrolure?

Não posso garantir, pois não são iscas do meu agrado...

Quem pode me garantir em absoluto que a Maria The First, ( já vi anúncio de R$ 100,00, cada ) é muito superior a uma INNA?

Em pescaria, não há "verdades absolutas", mas o exemplo que citou é inteiramente válido, pois numa determinada pescaria, exatamente essa situação aconteceu comigo, e a isca mais atacada era a The First ! Coincidência ? Não acredito nisso... Cores iguais, e tamanhos similares, e a incidência na The First era absurdamente superior a que acontecia ( também pegava ) nas Inna !

Ou a um papa black? ( aliás, tenho visto e ouvido de tudo aqui, e vou até arriscar uma dica a todos os especialistas em bocudos - opinião de quem já pescou em quase todos os rios mato-grossenses, e semanalmente e durante muitos anos ):

Se usarem uma meia água, testem a cor FIRE TIGER, ( não lembro bem, mas acho que é a nº 13 ).

Não lembro bem, mas de qualquer marca que usarem, testem a Fire Tiger.

Creio sinceramente, que não vão mais usar outra cor....

Sem qualquer dúvida trata-se de uma excelente opção, MAS o mesmo poderia lhe dizer com relação às iscas de cabeça vermelha ! São verdadeiras assassinas...

Olha!, o tempo perdido em trocar uma isca, mesmo com snap, no meio de um pincho na corredeira, ou naquelas baías cheis de cardumes de tucunares, nunca mais será recuperado...

Sei o que to falando, tanto que levava 2 ou 3 varas já montadas, reguladas e iscadas, prá não ter que abrir caixa, abrir snap, e escolher outra opção.

Se fizesse isto o ponto já tinha passado, e os tucunas e matrinchas, estariam rindo e abanando prá mim.

Mas Paulo, há muito que já pescamos com dois ( ou três ) conjuntos prontos no fundo do bote, já iscados inclusive, com diferentes alternativas, exatamente para isso ! Não saio no rio Negro sem 3 conjuntos absolutamente prontos ! É uma questão de "religião" e "hábito"...

Quem ainda não pratica isso, deve se converter o mais rapidamente possível !

Não precisa muito, só aprender as totalmente imprecindíveis, senão voce se torna um colecionador de iscas e caras.

A caixa que mencionei acima, possui 4 gavetas, todas com estojos, mas sei muito bem que não vou usar todos.

Vou selecionar, de acôrdo com a experiências de todos que estão me postando, 3 ou 4 absolutamente imprescindíveis, e...

atenção robalinhos, tô chegando...

É isso mesmo ! Da seleção maior, tira-se aquilo que pode ( e vai ) dar certo, deixando as "demais" no aguardo de uma oportunidade !

Vou aqui deixar registrado mais uma ousadia minha!

As grandes e selvagens matrinchãs, são 10 vezes mais difíceis de se pescar que um robalo, e 100 vezes mais difíceis que um tucunaré.

Com elas, voce terá que usar o máximo de técnica, concentração, precisão de arremessos, e conhecimento de seus habitos e artimanhas, e mesmo assim, nunca terás a certeza de que conseguirás embarcá-la.

( Tô falando da selvagem, daquela que se voce subir o rio, só com o barulho do motor subindo, fará com que ela desapareça por uns 3 dias... )

Experimentem a cor Fire Tiger, vão esquecer das outras...

Forte abraço a todos..

Não questiono a eficácia da Fire tiger, mas uma colher ( Johnson ) ou mesmo um spinner prata, bem que fazem o seu "estrago" !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não me expressei bem no último parágrafo, pois a cor fire tiger, é só pro Tucunaré.

Agora, as matrinchãs que falei, tem que ser a colher Jonhson, cor Gold, e com 3/4 de oç.

A papa black cor nº 1, sem o popper, é também covardia.

As INNAS ( sempre 115, e sempre cor Fire tiger, estão em 3º lugar ); porem com arremeços absolutamente precisos, e vou contar mais uma coisa que aqui nunca ninguém postou.

Se voce for bom de arremesso, ela nem deixa a isca cair na água.

É isto mesmo, ( a gente costuma falar no barco: FDP, jogou dentro da boca dela!!! )

Ela é de uma agilidade, uma velocidade, uma força, uma destreza, que é impressionante.

Pula tão alto ( e no ar parece uma flâmula furiosa ) e sempre em tua direção que se você não for muito esperto em manter a linha esticada enquanto ela está no ar, ao voltar ela já tá sem a isca na boca...

Certa vez, uma matrinchã, com uns 4 kg, cuspiu a isca com tanta força que esta atravessou o barco, passou no meio das pernas do Paulinho, meu filho, e grudou na perna do Dorival, meu piloteiro, que tava na proa. ( Eu na popa e o paulinho no meio ). E isto uma colher com 21 gramas, e prá quem conhece tem um anzol equivalente a um 7/0 de tamanho!

Agora todo o resto que tu falaste, só confirma o que falei.

O QUE? TÁ DE BIRRA COMIGO??

Tô ( só por garantia, comprando umas The First, usadas, no ML, mas se com as innas eu pegar uns 5 robalos de 3 kg, e com as Maria eu pegar uns 6 de 3,5 kg, acho que não vai valer a pena o investimento ).

Pois quem arremessa como eu arremesso, ( aproveito muito bem as iscas ), mas arrisco tanto que perco muitas nas galhadas, talvez agora seja diferente, mas as matrinchãs com sua valentia e destreza, me davam muito prejuizo em termos de isca. Pô.

Vou abrir um tópico novo.

"Alguém aí já pescou matrinchãs selvagens de 3 a 5 kg?

Nossa que peixe...

E faça um barulhinho sequer no barco, uma tossidinha, ou abrir uma latinha...vê se ela entra..rsrsrsrsrsrsr rindo2::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já pesquei matrinchã rodando com artificiais no teles pires ( nova canaã do norte ) e no rio claro ( sjr claro ), sempre arremessando antes dos galhos na flor da água.

É exatamente do jeito que vc falou, se bater um alicate no barco...uma isca quando for arremessar....se a isca bater num tronco antes de cair na água, já era.

É com certeza dos peixes mais ariscos, rápidos, astutos e brutos que conheço.

Se pros tarpons dizem 1 embarcado pra 10 fisgados, pra matrinchã deve ser mais ou menos 1 embarque pra 10 batidas.

Paulo, vi no seu avatar motor elétrico, sempre que pesquei elas não usávamos por precaução, somente um dos pescados com o remo de madeira mais ou menos 1 metro dentro dágua mantia o barco paralelo a margem a cerca de 30 metros do barranco.

Será que o elétrico não assusta mais elas?

Já pensou em fazer só no remo pra comparar a produtividade?

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já pesquei matrinchã rodando com artificiais no teles pires ( nova canaã do norte ) e no rio claro ( sjr claro ), sempre arremessando antes dos galhos na flor da água.

É exatamente do jeito que vc falou, se bater um alicate no barco...uma isca quando for arremessar....se a isca bater num tronco antes de cair na água, já era.

É com certeza dos peixes mais ariscos, rápidos, astutos e brutos que conheço.

Se pros tarpons dizem 1 embarcado pra 10 fisgados, pra matrinchã deve ser mais ou menos 1 embarque pra 10 batidas.

Paulo, vi no seu avatar motor elétrico, sempre que pesquei elas não usávamos por precaução, somente um dos pescados com o remo de madeira mais ou menos 1 metro dentro dágua mantia o barco paralelo a margem a cerca de 30 metros do barranco.

Será que o elétrico não assusta mais elas?

Já pensou em fazer só no remo pra comparar a produtividade?

Abraço

Só conheço o elétrico da minnkota, pode usar sem susto, já usei remador, mas o barulho é maior...

O Teles Pires foi minha casa, inclusive tive um bloco inteiro do Globo Reporter, pescando matrinchã, justamente neste rio maravilhoso. ( Se bem que tá muito batido, e por isto mesmo tem que ter muita técnica ). Agora sem elétrico é bem difícil. O elétrico não cansa, não solta o remo no alúminio fazendo barulho, não bebe cerveja, não te cobra diária, não almoça, algumas vezes sobe até corredeira, e o pricipal, substitue, em eficiencia 2 remadores juntos...

E pelo menos os da minnkota, nunca vi fazerem barulho nenhum...

E olhe, não pesquei no rio claro, mas pesquei em quase todos os rios do Matogrosso, alguns com apenas uns 30 metros de largura, e o motor elétrico sempre foi impressindível...

OBS: Eu não ia pro matogrosso pescar, eu morava lá.

O Teles Pires ficava há 7 km da minha casa...

Eu pescava, sem exeção todas as 4ª feiras de manhã e todos os sábados, o dia inteiro.

Agora, jamais leve mais que um parceiro prá pescaria, dois é o máximo por barco, se quiseres produtividade.

Forte abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já pesquei matrinchã rodando com artificiais no teles pires ( nova canaã do norte ) e no rio claro ( sjr claro ), sempre arremessando antes dos galhos na flor da água.

É exatamente do jeito que vc falou, se bater um alicate no barco...uma isca quando for arremessar....se a isca bater num tronco antes de cair na água, já era.

É com certeza dos peixes mais ariscos, rápidos, astutos e brutos que conheço.

Se pros tarpons dizem 1 embarcado pra 10 fisgados, pra matrinchã deve ser mais ou menos 1 embarque pra 10 batidas.

Paulo, vi no seu avatar motor elétrico, sempre que pesquei elas não usávamos por precaução, somente um dos pescados com o remo de madeira mais ou menos 1 metro dentro dágua mantia o barco paralelo a margem a cerca de 30 metros do barranco.

Será que o elétrico não assusta mais elas?

Já pensou em fazer só no remo pra comparar a produtividade?

Abraço

Só conheço o elétrico da minnkota, pode usar sem susto, já usei remador, mas o barulho é maior...

O Teles Pires foi minha casa, inclusive tive um bloco inteiro do Globo Reporter, pescando matrinchã, justamente neste rio maravilhoso. ( Se bem que tá muito batido, e por isto mesmo tem que ter muita técnica ). Agora sem elétrico é bem difícil. O elétrico não cansa, não solta o remo no alúminio fazendo barulho, não bebe cerveja, não te cobra diária, não almoça, algumas vezes sobe até corredeira, e o pricipal, substitue, em eficiencia 2 remadores juntos...

E pelo menos os da minnkota, nunca vi fazerem barulho nenhum...

E olhe, não pesquei no rio claro, mas pesquei em quase todos os rios do Matogrosso, alguns com apenas uns 30 metros de largura, e o motor elétrico sempre foi impressindível...

OBS: Eu não ia pro matogrosso pescar, eu morava lá.

O Teles Pires ficava há 7 km da minha casa...

Eu pescava, sem exeção todas as 4ª feiras de manhã e todos os sábados, o dia inteiro.

Agora, jamais leve mais que um parceiro prá pescaria, dois é o máximo por barco, se quiseres produtividade.

Forte abraço

Que inveja!!! rindo3:: rindo3:: rindo3:: rindo3::

Quartas e sabados o dia inteiro!!! Isso sim que é vida!! rindo3:: rindo3::

ainda mais onde vc morava!!

Estamos tentando armar uma dessas a um bom tempo, mas a parceragem de pesca por aqui ta dificil qndo vc fala em gastar um pouco.

Os que podem gastar não tem tanta disponibilidade de tempo e os que tem tempo ou querem ir grudados em vc igual vampiro no pescoço ou quer que empreste dinheiro ou materiais de pesca rindo3:: rindo3::

ae dói na alma!!

Quem não tem ciumes das suas tralhas???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Poxa, com todas estas afirmações, e tão vasto conhecimento, e inumeráveis horas de pescarias, em rios de tão grande diversidade de peixe.

Tenho que me curvar diante de tantas afirmações, e me calar por ainda não ter conhecido esta cor de isca, e olhe que tenho umas 10 iscas.

Será que uma colher de outra marca é tão inferior?

Será que uma novidade como a da Jennerlure do sistema antifadiga do eixo da hélice, e uma isca quilhada que não torce a linha, não merece uma pescadinha para ver se é boa?

Só para saber, você com esta vasta experiência já utilizou uma isca de hélice, uma poper ou um jig etc e tal ? Se não, você não acha que vale a pena experimentar.

Quero te afirmar com toda certeza, que quase todo pescador se identifica melhor com uma determinada isca, e o fato e por ter conseguido um melhor trabalho com ela, faz dela ser a melhor, na sua opinião.

Eu me sinto perdido se não tiver na caixa pelo menos 3 açus azul da barriga prata da aicas ! Ela é o meu coringa, e se não estiver pegando, com 15' de colocada na água, te garanto levantar um peixe. Mas nem por isso peço que me garantam que com a "isca francesa" se com ela eu não pegar mais peixe, é porque não presta...

Pescaria é muito relativa, depende da hora, cor da água, pressão barométrica, vento, chuva, nível da água, piloteiro, conhecimento da região e sem falar do posicionamento do barco.

Outro porém no qual discordo de você :

arrow:: Barco com 3 pescadores, muitas vezes rende muito mais que com 2, já que são 3 iscas levantando peixe. E de modo algum haverá confusão se os três estiverem em sintonia e souberem pescar para um não atrapalhar o outro.

A impressão que tive ao ler me levou a refletir se realmente você queria que colocássemos uma opinião ou aceitássemos a sua.

Pensei muito se deveria postar aqui a minha opinião, pois sei que não deve ter agradado

Desculpe mais isso foi o que pensei sobre sua analogia do que é bom.

Ha, tenho umas matrinchan iradas que consegui domesticar para poder pescar, mas elas não pulam mais fora d'água, e só entram em isca de hélice "para encharutar", se a isca tiver mais de 20 cm. surtei::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa! Jamais eu poderia imaginar que iria conviver com ícones tão grandes da pesca esportiva. To me sentindo um menino muito feio e bobo, por ter postado as opiniões acima. Eu jamais pensei que um pescador poderia um dia ter a capacidade de, numa corredeira, se equilibrando em pé, manejando o motor elétrico pro barco não bater nas pedras que afloram, ainda conseguir, trabalhar calmamente uma isca com hélice (rrp,rrrp,rrrp), um gig, (com 2 toques secos e um mais longo pro peixe pegar na caída), um popper, um stick, (com seu nado errático, e fingindo estar ferido, com paradinhas prá respirar...); e ainda assim, lutar com uma jatuarana, até embarcá-la numa corredeira...

Tenho muito o que aprender...

ÃNH!, EIN!, Ah! estamos falando de peixes diferentes, e estratégias diferentes de como pescá-los? AH, bão. Então tá... É só lagoa?, É só lagoa?, é só tucunaré de lagoa?, o piloteiro já apontou o melhor pesqueiro? A Bão, tem uma poltrona na plataforma? Vc tá sentado? Tem umas 18 gavetas na caixa, com 84 divisórias... A bão. É só ir trocando? no snap? Ah, bão tendi... São pescas diferentes, peixes diferentes, locais diferentes, sabedorias diferentes, opiniões diferentes... e educações diferentes...

AH! BÃO, tendi...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa! Jamais eu poderia imaginar que iria conviver com ícones tão grandes da pesca esportiva. To me sentindo um menino muito feio e bobo, por ter postado as opiniões acima. Eu jamais pensei que um pescador poderia um dia ter a capacidade de, numa corredeira, se equilibrando em pé, manejando o motor elétrico pro barco não bater nas pedras que afloram, ainda conseguir, trabalhar calmamente uma isca com hélice (rrp,rrrp,rrrp), um gig, (com 2 toques secos e um mais longo pro peixe pegar na caída), um popper, um stick, (com seu nado errático, e fingindo estar ferido, com paradinhas prá respirar...); e ainda assim, lutar com uma jatuarana, até embarcá-la numa corredeira...

Tenho muito o que aprender...

ÃNH!, EIN!, Ah! estamos falando de peixes diferentes, e estratégias diferentes de como pescá-los? AH, bão. Então tá... É só lagoa?, É só lagoa?, é só tucunaré de lagoa?, o piloteiro já apontou o melhor pesqueiro? A Bão, tem uma poltrona na plataforma? Vc tá sentado? Tem umas 18 gavetas na caixa, com 84 divisórias... A bão. É só ir trocando? no snap? Ah, bão tendi... São pescas diferentes, peixes diferentes, locais diferentes, sabedorias diferentes, opiniões diferentes... e educações diferentes...

AH! BÃO, tendi...

Paulo,

Me desculpe, mas tive a mesma impressão do Adhemar nos textos acima.

Não pretendo falar da minha experiência, até mesmo porque não considero tão vasta assim, mas sinceramente não gosto da cor firetiger, já até peguei peixes com isca desta cor, mas daí pra falar a ser "o coringa das cores". Assim como a colher Johnson que já foi citada em outro post como "a isca". Também não me apetece, pelo contrário, não gosto de meia águas.

Como você mesmo disse são peixes diversos, locais diversos, condições diversas, e modos de se trabalhar as iscas diversos.

Eu particularmente não utilizo iscas de meia água, a não ser que seja pra atender a algum amigo que pede para aumentar a eficiência de uma determinada pescaria que o peixe está muito enjoado, para garantir fotos e imagens que ele precise. Eu também não utilizo fisgas em nenhum tipo de anzol e/ou garatéias, a não ser numa circustância de trabalho, quando é solicitado por amigo também, ainda assim, acabou o trabalho volto imediatamente a por garatéias sem fisgas.

Nem por isso vou falar que "quem nunca o fez, não sabe", "quem nunca usou TEM que usar", "quem...", "quem...", ....

O mesmo eu digo quanto ao número de pessoas no bote, já fiz pescaria na Serra da Mesa com 2 flyzeros e um terceiro pescador de bait no mesmo bote com alta produtividade, assim como já fiz aquela pescaria com o barco ideal, 2 pescadores só, no dia certo, tempo limpo, tudo certinho... e não ser espetacular. Então são as situações que variam.

Já peguei também umas 2 ou 3 matrinchãs por aí, inclusive nas medidas que o amigo citou, mas do fundo do coração, não acho que uma matrinxã seja nem de perto tão difícil de se embarcar como uma bicuda gigante, e muito menos do que uma bela apapá (este, na minha humilde opinião é indomável). Nem por isso falo que a apapá é O PEIXE, não sei, tem tanto peixe que nunca peguei, posso estar falando bobagem, por exemplo em relação a um tarpon (nunca peguei).

No mais meu amigo, já percebi por este e outros posts que realmente tú tem vasta experiência, e esta experiência é muito importante para o conteúdo do nosso fórum, mas se o colega quer "impor" seu gosto tem que estar preparado para aceitar que outros não concordem contigo.

Não quero gerar polêmica Paulo, só quero que esta conversa não descambe para brigas ou bate-bocas desnecessários por diferenças de pensamentos. Quero que seu conhecimento seja construtivo para nós e não polêmico e antipático. Veja só, basta dizer que as suas perguntas não foram respondidas, tamanha distorção que seus comentários geraram.

E para voltar ao foco:

10 IMPRESCIDÍVEIS (para mim, aquelas que acredito que pegue de tucunaré a xaréu):

Firestick (Intergreen)

Lambari (Intergreen)

Spook Jr (KV ou Hedon)

Jumpin Minnow (KV ou Hedon)

Magic Stick (Nakamura)

Bicuda 110 (Deconto)

Sticknina (Deconto)

Skiterwalk (Rapala)

Mini Mectão (Aicas)

Spook Jr Hélice (KV)

Um abraço, Xande joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

As que eu mais utilizo são:

1. Firestick - Osso (Intergreen)

2. Firestick - Lombo Rosa (Intergreen)

3. Firestick - Glow (Intergreen)

4. Firestick - ??(Intergreen)

5. Firestick -?? (Intergreen)

6. Spook Jr (KV ou Hedon)

7. Jumpin Minnow (Rebel)

8. Magic Stick (Nakamura)

9. Robalo bait Turbo (Deconto)

10. Fish Nose - 107 (Jennerlure)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

AS 10 IMPRESCIDÍVEIS:

arrow:: Firestick (Intergreen)

arrow:: Spook Jr (Hedon)

arrow:: Jumpin Minnow (Rebel)

arrow:: Magic Stick (Nakamura)

arrow:: Bicuda 110 (Deconto)

arrow:: Z-90 (Deconto)

arrow:: Skiterwalk (Rapala)

arrow:: Macetao Jr (Aicas)

arrow:: X-Rap ( Rapala )

arrow:: Inna Pro Tunned ( MS )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

]

Paulo,

Me desculpe, mas tive a mesma impressão do Adhemar nos textos acima.

Não pretendo falar da minha experiência, até mesmo porque não considero tão vasta assim, mas sinceramente não gosto da cor firetiger, já até peguei peixes com isca desta cor, mas daí pra falar a ser "o coringa das cores". Assim como a colher Johnson que já foi citada em outro post como "a isca". Também não me apetece, pelo contrário, não gosto de meia águas.

Como você mesmo disse são peixes diversos, locais diversos, condições diversas, e modos de se trabalhar as iscas diversos.

E para voltar ao foco:

10 IMPRESCIDÍVEIS (para mim, aquelas que acredito que pegue de tucunaré a xaréu):

Firestick (Intergreen)

Lambari (Intergreen)

Spook Jr (KV ou Hedon)

Jumpin Minnow (KV ou Hedon)

Magic Stick (Nakamura)

Bicuda 110 (Deconto)

Sticknina (Deconto)

Skiterwalk (Rapala)

Mini Mectão (Aicas)

Spook Jr Hélice (KV)

Um abraço, Xande joia:::

Querido amigo, arquiteto da pesca. Fico muito grato vc voltar o tópico ao seu objetivo principal.

Não é atoa que tu és moderador. Grato, pois to querendo ouvir a opinião de todos, sobre as quais eles consideram as matadoras.

Quanto ao "que sobrou", nas aretas do assunto, na trigonometria da vida, vou criar um tópico novo, hj a noite em Boteco do Pescador". Pelo menos todos poderemos dar ótimas risadas e nos confratenizar. O objetivo deste tópico é realmente conhecer as opiniões, desta turma fantástica. ( Viu, meu caro Brad Pitt da TDB... rindo3:: )

Forte abraço... e muito grato...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...