Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Marcelo Longo

Rio São Francisco no Fly - Novembro de 2009

Posts Recomendados

Rio São Francisco no Fly – Novembro 2009

Neste final de semana resolvemos ir atrás dos Dourados no Rio São Francisco. O time foi formado por mim, Juarez Juvenal e o Márcio. Utilizamos dois barcos, revezando sempre a dupla e um pescador solitário. Pescamos exclusivamente com equipamentos de fly.

Amanhecendo próxima a ponte da BR-040

Imagem Postada

O trecho escolhido fica entre a cidade de Três Marias e Pirapora. O rio nessa região possui águas cristalinas, profundidade média de uns três metros, fundo rochoso e corredeiras bravas.

Imagem Postada

O local é perfeito para a prática da pesca com mosca ou com iscas artificiais.

Imagem Postada

Imagem Postada

Infelizmente o rio continua sendo muito judiado por redes, tarrafas, espinhéis, arpão e matança subaquática. Então, para não nos estressarmos com essa palhaçada toda escolhemos esta data para irmos, pois tivemos informação que a partir de novembro só seria permitido o pesque e solte por parte dos amadores. Valeu muito, pois quase não tinha ninguém no rio. Mesmo assim ainda vimos uns sacanas tarrafeando próximas as comportas.

Saída de água das máquinas

Imagem Postada

A pescaria:

As matrinxãs estavam demais. Nunca vi tantas como dessa vez. Sempre que arremessávamos abaixo das árvores vinha pelo menos uma para dar as caras.

Imagem Postada

Por se tratar de matrinxã, podemos dizer que foram capturados exemplares de muito bom porte.

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

Apesar de termos algumas ações de grandes dourados, por motivos diversos, só conseguimos tirar peixes modestos:

Imagem Postada

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/PB060186-1.jpg

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/PB040165-1.jpg

A briga

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/SANY7794-1.jpg

Já utilizamos serviços de alguns piloteiros na região. Este aí é o Marquinho que tem nos atendido ultimamente com qualidade e ótimo conhecimento do rio.

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/p6200098-1.jpg

Aves:

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/p8080107-3.jpg

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/SANY1169-1.jpg

Foto de mais alguns peixes:

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/PB060181-1.jpg

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/SANY7786-1.jpg

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/SANY7788-1.jpg

http://i242.photobucket.com/albums/ff273/Mlongofly/SANY7803-1.jpg

Enfim a pescaria foi boa, com ação de alguns grandes dourados que, como disse anteriormente, não quiseram pousar para as fotos.

As matrinxãs este ano estão em grande quantidade, fazendo a alegria do pescador.

Para quem quiser ir, ainda dá tempo, pois, pelo visto a água deverá ficar ainda com uma cor boa (sem sujar) até possivelmente meados de dezembro.

Material utilizado:

Como estávamos atrás dos grandes dourados, utilizamos o tempo todo linha de tiro sinking com afundamento extra rápido. Conjunto #8 e moscas entre 13 e 17 cm trabalhando em profundidades que variavam entre 1 a 4 metros.

Abraços,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal a pescaria de Dourados e Matrinchãs no Velho Xico!!!

Fazia tempo que não via Matrinchãs tão grandes iguais essas das fotos!!!

Parabéns pela pescaria Marcelo!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal, quando estive por estas bandas (Manga) fisguei algumas dessa especie. mas gostaria de saber por que chamam na região, de matrinxãs essa especie, sendo que que são piracanjuba pois as matrinxãs são da bacia AM

Nome Popular

Piraputanga

Nome Científico

Brycon microleps; Brycon hilarii

Família

Characidae

Distribuição Geográfica

Bacias do Prata (B. microleps) e São Francisco (B. hilarii)

Descrição

Peixes de escamas; corpo alongado e um pouco comprimido. Logo após retirados da água a cor é amarelada, a nadadeira caudal é vermelha, com uma faixa preta que começa no pedúnculo caudal e chega até os raios centrais da nadadeira caudal. As demais nadadeiras são alaranjadas. As escamas do dorso são claras no centro, com as bordas escuras. Apresentam uma mancha umeral escura e arredondada. Alcançam cerca de 50cm de comprimento total e 2,5kg; indivíduos acima desse peso são raros. Tradicionalmente, a piraputanga da bacia do Prata tem sido identificada como Brycon hilarii, mas esse nome aplica-se apenas à espécie do rio São Francisco

Imagem Postada

Nome Popular

Matrinxã

Nome Científico

Brycon sp.

Família

Characidae

Distribuição Geográfica

Bacias amazônica e Araguaia-Tocantins.

Descrição

Peixe de escamas; corpo alongado, um pouco alto e comprimido. A coloração é prateada, com as nadadeiras alaranjadas, sendo a nadadeira caudal escura. Apresenta uma mancha arredondada escura na região umeral. Os dentes são multicuspidados dispostos em várias fileiras na maxila superior. Pode alcançar 80cm

Imagem Postada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

caraca, na boa marcelo, tem umas matrinxas ai que estão entre as maiores que já vi no sao chico.

dia 20 é minha vez. fiquei animadao

linda pescada

José Castellões,

Pode ir sossegado que a coisa lá tá legal. Certeza que irá topar com grandes dourados, pricipalmente se utilizar iscas de fundo na divisa da água suja entre o Chico e o Abaeté.

Abraços,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Marco

Esse peixe sempre foi chamado de Matrinchã no Rio São Francisco, não é coisa de agora nem peixe exótico, sempre existiu e sempre foi chamado de Matrinchã.

Então, mesmo que para os cientistas esta seja outra espécie, lá no Velho Chico isso é que é matrinchã, lá não existe Piraputanga ( este nome). São aquelas variações regionais....no Sul de Minas chamam de Piaba a Piapara, no Norte de Minas chamam o Lambari de Piaba e em outros lugares chamam qualquer peixinho miudo de Piaba.....coisas da região.

Independente do nome, são belos exemplares e peixes super esportivos pegos pelo Marcelo....parabéns.

Abraços

Beto

Muito legal, quando estive por estas bandas (Manga) fisguei algumas dessa especie. mas gostaria de saber por que chamam na região, de matrinxãs essa especie, sendo que que são piracanjuba pois as matrinxãs são da bacia AM

Nome Popular

Piraputanga

Nome Científico

Brycon microleps; Brycon hilarii

Família

Characidae

Distribuição Geográfica

Bacias do Prata (B. microleps) e São Francisco (B. hilarii)

Descrição

Peixes de escamas; corpo alongado e um pouco comprimido. Logo após retirados da água a cor é amarelada, a nadadeira caudal é vermelha, com uma faixa preta que começa no pedúnculo caudal e chega até os raios centrais da nadadeira caudal. As demais nadadeiras são alaranjadas. As escamas do dorso são claras no centro, com as bordas escuras. Apresentam uma mancha umeral escura e arredondada. Alcançam cerca de 50cm de comprimento total e 2,5kg; indivíduos acima desse peso são raros. Tradicionalmente, a piraputanga da bacia do Prata tem sido identificada como Brycon hilarii, mas esse nome aplica-se apenas à espécie do rio São Francisco

Imagem Postada

Nome Popular

Matrinxã

Nome Científico

Brycon sp.

Família

Characidae

Distribuição Geográfica

Bacias amazônica e Araguaia-Tocantins.

Descrição

Peixe de escamas; corpo alongado, um pouco alto e comprimido. A coloração é prateada, com as nadadeiras alaranjadas, sendo a nadadeira caudal escura. Apresenta uma mancha arredondada escura na região umeral. Os dentes são multicuspidados dispostos em várias fileiras na maxila superior. Pode alcançar 80cm

Imagem Postada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal, quando estive por estas bandas (Manga) fisguei algumas dessa especie. mas gostaria de saber por que chamam na região, de matrinxãs essa especie, sendo que que são piracanjuba pois as matrinxãs são da bacia AM.

Marco,

Já pesquei Piracanjuba. Ela é diferente da matrinxã do Chico. Acho que essa é matrinxã mesmo, endêmica e diferente daquela da Bacia Amazônica.

A Matrinxã do Chico também não é Piracanjuba.

Abraços,

Marcelo Longo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carai Marcelo, show de Matrinxãs, e o dourado já foi toooooooooop!!! ::tudo::

Qual equipos? #8???

Xandego,

Vara #8 extra fast.

Abraços,

9' mesmo? ou maior?

que linha WF ou S

To te bombardeando de pergunta porque tô me programando pra tentar uns dourados no fly em 2010, Rio Manso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bela pescaria marcelo, parabens!!

Realmente ´´e chamada de matrinxã esta ai, mas nao é a da AM

Apesar de na bacia do chico ter tambem aquela amazonica, já peguei a comum, do rabo preto, e esta que parece mais a piracanjuba...é so questao de nome regional mesmo!

Parabens! xow de peixes

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carai Marcelo, show de Matrinxãs, e o dourado já foi toooooooooop!!! ::tudo::

Qual equipos? #8???

Xandego,

Vara #8 extra fast.

Abraços,

9' mesmo? ou maior?

que linha WF ou S

To te bombardeando de pergunta porque tô me programando pra tentar uns dourados no fly em 2010, Rio Manso.

Vara 9 pés, maior não gosto

A linha é esta:

http://www.cabelas.com/cabelas/en/templ ... hasJS=true

A amnésia é esta:

http://www.cabelas.com/cabelas/en/templ ... ISO-8859-1

Abraços,

Marcelo Longo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Grande Marco

Esse peixe sempre foi chamado de Matrinchã no Rio São Francisco, não é coisa de agora nem peixe exótico, sempre existiu e sempre foi chamado de Matrinchã.

Então, mesmo que para os cientistas esta seja outra espécie, lá no Velho Chico isso é que é matrinchã, lá não existe Piraputanga ( este nome). São aquelas variações regionais....no Sul de Minas chamam de Piaba a Piapara, no Norte de Minas chamam o Lambari de Piaba e em outros lugares chamam qualquer peixinho miudo de Piaba.....coisas da região.

Independente do nome, são belos exemplares e peixes super esportivos pegos pelo Marcelo....parabéns.

Abraços

Beto

Valeu Betão , realmente são lindos!!! era só uma velha duvida que voltou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito legal, quando estive por estas bandas (Manga) fisguei algumas dessa especie. mas gostaria de saber por que chamam na região, de matrinxãs essa especie, sendo que que são piracanjuba pois as matrinxãs são da bacia AM.

Marco,

Já pesquei Piracanjuba. Ela é diferente da matrinxã do Chico. Acho que essa é matrinxã mesmo, endêmica e diferente daquela da Bacia Amazônica.

A Matrinxã do Chico também não é Piracanjuba.

Abraços,

Marcelo Longo

Tá valendo Marcelo,e matrinxã ou piraputanga não vem ao caso, é um Sr peixe esportivo e de dificil captura, Parabens!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...