Ir para conteúdo

Alexandre Gomes de Almeida

Membro
  • Total de itens

    132
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Octávio Amaral em 2019 - Histórico do nível do Rio Negro em Barcelos   
    Não é por nada não, mas Barcelos em junho com 2,86m é impossível !! Muito provavelmente esteja com os quase 9,00 m  mencionado Dudu Chagas!!
    Pelo portal (http://www.snirh.gov.br/hidrotelemetria/serieHistorica.aspx)) para o dia 02/06/2020 esta 8,75 m
    abraço
  2. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Edson C. Martins em Rio Negro - Temporada 2020 ???   
    Pois é Mestre Kid...
    Infelizmente estamos em uma sinuca de bico!!!
    Sinceramente não tenho qualquer receio com relação a operação que contratei, no que tange a logística ou qualquer coisa que compete a eles para fazer a pescaria acontecer ( traslado aéreo, barco hotel, alimentação e  pescaria em si)  !! 
    Meu único e principal receio é com relação ao controle do vírus na região ( Manaus e Barcelos).
    Meu raciocínio é bem simples : Se até novembro conseguirem encontrar um remédio eficaz e ou uma vacina para esta doença, tomarei os cuidados de praxe e irei pescar.... Caso contrario, infelizmente abortarei a missão e  ficarei em casa !
     
    uma grande abraço
  3. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Edson C. Martins em Rio Negro - Temporada 2020 ???   
    Partindo do princípio que nossos pacotes foram ou serão contratados junto a empresas/operações sérias que nos darão todo o suporte inclusive no quesito de locomoção Manaus/Barcelos/Manaus ( no meu caso), me resta como principal preocupação a questão sanitária!
    Pelo que estamos vendo em Manaus, a pandemia esta totalmente descontrolada e sem perspectiva de melhora no curto/medio prazo. Os hospitais lotados, gente morrendo .... caos total !!!!
    Mas a pergunta é .... Se hoje em nossos lares, estamos nos cuidado e respeitando a quarentena, o distanciamento social, nós privando do contato com entes queridos....será que é conveniente ou até inteligente  irmos para uma região que esta impregnada por uma doença de certa forma letal ou com alta taxa de letalidade, para fazer uma pescaria ??? Imagina se um piloteiro, membro da tripulação ou um turista do seu grupo da um espirro do seu lado ? Acabou a pescaria .................
    Sei lá..... estou com 7 temporadas ininterruptas em Barcelos e com minha próxima já marcada para novembro/20, mas sinceramente meu sentimento não é dos melhores para este ano... Até que ponto vale o risco ....
     
    abraço a todos
  4. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Kid M em Rio Negro - Temporada 2020 ???   
    Alexandre,
    Acredito que uma boa parte dos Grupos vai adotar algo desse tipo de atitude que descreveu,
    Assim como você, estarei na expectativa de haver uma solução do vírus, mas não acredito que possa ser implementada á tempo.
    Sucesso na sua pescaria (quando esta acontecer).
  5. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Kid M em Rio Negro - Temporada 2020 ???   
    Alexandre,
    Acredito que seu posicionamento está mais que coerente.
    O "problema" nem sempre é a operação, mas seu entorno.
    Que fique claro meu respeito e admiração aos empresários operadores do Rio Negro ( e de toda a Amazônia) 
    A situação de descontrole ao combate da pandemia na região amazônica é muito preocupante e sem prazo visível de encerramento.
    Por mais que tentemos encontrar um caminho seguro para chegar ao meio do rio, os riscos serão inevitáveis... 
  6. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Vanderlei Alves em Duo realis 110 para Amazônia e pequena?   
    Acho que vai bem na vmc ou owner 1/0 com argola borboleta 07mm neh?
  7. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Tammer Mendes em Diferença entre pescar na Amazônia em Outubro ou Janeiro.   
    Show de bola dr. Obrigado pela contribuição!!! E é como vc citou.... só de estar na Amazônia ja vale a viagem... e quando sai o troféu intaum... nem se fala. Valeu mesmo. Abraço. 
  8. Thanks
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Tammer Mendes em Diferença entre pescar na Amazônia em Outubro ou Janeiro.   
    Bom dia !!
     
    Eu procuro agendar minhas pescarias tentando minimizar ao máximo os riscos que são mais previsíveis.
    Na Amazônia temos 3 fatores importantes que poderão estragar nossa pescaria, quais sejam: cheia, seca e repiquete. 
    A cheia e a seca temos como minimizar os riscos evitando inicio e fim de temporada. Isto não quer dizer que não se faça excelentes pescarias nestes períodos..... A ideia é apenas minimizar os riscos .....
    Com relação aos repiquetes, ai a conversa muda. Não temos como prever, pois pode acontecer a qualquer momentos!! Por isso que o melhor dos mundos, muito embora seja praticamente impossível, seria fecharmos a viagem na semana da pescaria!!
    Particularmente, sempre procuro ir para Barcelos entre a ultima semana de outubro e a primeira semana de novembro, pois neste período as chances de acertarmos pelo menos um nível de agua satisfatório são maiores, ficando a mercê apenas do tão temido repiquete!! Assim,  hipoteticamente, elimino as possibilidades de cheia e de seca!!!
    Como muitos dizem, é mais fácil vc errar do que acertar uma boa pescaria na Amazônia! Em compensação quanto vc acerta compensa todas as outras pescarias que não foram tão boas, né !!!
    Eu mesmo passei por isso .... De 5 anos ( semanas ) de pesca em Barcelos, 4 foram razoáveis e 1 foi sensacional ( ano passado) !!!
    De qualquer forma, o importante para mim, é ir para lá, esfriar a cabeça, bater papo, tomar cerveja e arremessar muita isca na agua!!! Mesmo ruim de peixe mas com muita persistência pegará vários bons exemplares !!! Meu maior tucunaré até hoje foi em 2016 no rio Aracá em pleno repiquete !!!!  Começamos a sentir os efeitos do repiquete na tarde do 4 dias de pesca.... Na manhã do 5 dia, tivemos uma captura apenas de tucunaré, só que ele pesou 9 kg !!!kkkkk
     
    um braço e uma ótima pescaria para vc !!! 
     
  9. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Beto Caranha em Qual isca nova ou que vc não conhecia é sua nova aposta para a Amazônia?   
    Para mim, não seria bem uma aposta porque testei ela em 2018 em Barcelos, mas a Destroyer da Yara tem seu lugar cativo na minha caixa de pesca !!!
    No ano passado,  no  penúltimo dia de pescaria, já com o braço moído, arrisquei  uns arremessos despretensiosos com esta isca, sendo que ela era a única estreante da minha caixa que ainda não havia ido para agua  ...
    Resultado : em não mais que uma hora, embarquei 5 tucunas entre 6 e 7 kg praticamente no mesmo ponto de pesca!!!!
    Bom, para este ano já garanti 3 destroyers pois  a minha pegadeira do ano passado ficou na boca de um monstro no ultimo dia de pesca KKKKK
     
    PS: troque as argolas pelas CCM 130 e as Garateias por VMC 6X nº 2 ( a flutuabilidade fica quase 0 e até levemente  Sinking dependendo da linha e snap) 
     
    E ta chegando a hora novamente !!
     
    abraço
  10. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Leonardo Barbosa Jacomini em Barcos Hotel - Amazônia - Barcelos/Santa Izabel do Rio Negro.   
    Bom dia Leonardo !!
     
    Minha experiência com operações em Barcelos foram todas excelentes e cada uma com suas particularidades !! ( Amazon Lord 1x, Tucuna Amazon boat 2x e SuperAçu 2x)
    Algumas considerações que acho importantes:
    1- Procure uma operação com experiência na Região e com bons guias de pesca. No próprio fórum vc terá um boa ideia com relação as melhores empresas.
    2- Sei que é meio relativo, mas vc prefere pescas nos afluentes ou no próprio Rio Negro? Esta resposta irá influenciar no tamanho da embarcação da operadora que irá contratar. Particularmente eu prefiro Barcos menores que possibilite subir até a cabeceira dos  afluentes.  Minha primeira vez em Barcelos foi com o Amazon Lord. Barco extremamente luxuoso e confortável. Foi muito bom, pegamos muitos peixes, mas limitou a pescaria apenas no Rio Negro em função do tamanho do Barco hotel ( 20 pescadores ). Nas minhas outras pescarias, optei por barcos menores ( calado baixo) para até 8 pescadores, o que possibilitou eu pescar nos afluentes Arirarra, Cuiuni, Aracá e Demeni !!!
    Se nunca foi para lá, atente apenas que por ser uma região inóspita, não há margem para erros!!! Então pesquise bem sobre onde passará os 7 dias mais legais da sua vida !!!!
    Um grande abraço
     
    Alexandre
  11. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Octávio Amaral em Voos para Manaus-Remarcados   
    Exatamente!
    O meu retorno (Manaus > São Paulo) é GOL as 14:55, até o momento, nenhuma alteração.
    Só espero que, se for alterado, seja com antecedência...
  12. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Marcelo Senninha em #tbt de Barcelos à espera da próxima temporada   
    Fizemos pescarias parecidas. Foi a minha melhor em Barcelos. Também tive uma T20 indo embora com um jumento que bateu. Novembro estarei por lá de novo. Pelo que se diz, 2019 vai ser ainda melhor... e a gente fica como? na ansiedade
  13. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Marcelo Senninha em #tbt de Barcelos à espera da próxima temporada   
    Marcelo Senninha !!!
    Este será meu quinto ano em Barcelos e o segundo consecutivo com o operação Superaçu .....Contando os dias KKKKK
    2018 para mim foi o melhor ano de todos !!! Também fui no inicio de novembro ( irei na mesma data este ano ) e arrebentamos de pegar peixe !!!
    Particularmente eu tive a sorte de pegar nesta semana pelo menos uns 8 tucunas acima de 13 lb e um cavalo de 78 cm e 18 lb !!!!  Entre 3 e 5 kg foram vários !!!!Chegou o cumulo de desprezarmos cardumes de paquinhas de 2 e 3 kg após 10 capturas KKKK .... Trocávamos de ponto a procura dos gigantes!!
    Tive linhas estouradas e garateias abertas, enfim, sucesso total em 2018!!!!
    Será que dá para ficar melhor que 2018 ?? kkkkk
    Um grande abraço
  14. Thanks
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Octávio Amaral em #tbt de Barcelos à espera da próxima temporada   
    Então estaremos no mesmo "barco".
    Dia 31/10 chego em Manaus, 01/11 cedo estou em Barcelos...
    Quem sabe não tomamos uma no Dedé...
    Tenho certeza que será naquela Bonnie de cor magica que te passei...
  15. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Carlos Dini em Carlos Dini- Viagem épica atras dos famosos Xaréus GTs na Índia   
    Amigos, agora no fim de fevereiro fui atras de um dos peixes mais emblemáticos da pesca esportiva o Xaréu GT (Giant Trevally). Tudo começou há um ano atras, assistindo videos pelo youtube e vendo os pescadores utilizando varas enormes de baitcasting e com gdes poppers pegando aqueles monstros. Comecei a procurar pela internet e acabai achando uma operação na Índia feita por um Belga, o Capt Guy, iniciamos a troca de emails e em alguns dias estávamos de passagem compradas para que em 12 meses encontrássemos o famosos GTs.
    O GT é o maior representante de sua família, podendo chegar aos 80kgs, frequentam principalmente regiões de recifes nos mares quentes dos oceano Indico e oceano Pacifico Oriental. Come qualquer coisa que caiba na sua boca, até gaivotas que ficarem de bobeira. 
    Nossa opção foi ir aos confins da Índia, no mar de Andaman, na ilha de Havelock, uma ilha entre a Índia e a Tailândia. Em suas águas abundam os GTs, mas também uma infinidade de outros peixes como Groupers, BlueTrevally, atuns Yellowfin, Wahoo, Barracudas, Dogtouth tuna, Olho de boi, tubarões, peixes de bico, e mais uma quantidade incontável e especies.
    A ilha fica entre a India e a costa da Tailandia


     
    Só para juntar o material de pesca foi uma saga, são poucas informações, mas alguns amigos que já haviam ido me ajudaram, basicamente é igual pescar o tucunaré, só que usando uma vara e um molinete para pirarara, e poppers de 20-30cm e 100-200g...rsrsrs

    Dia da Viagem, no aeroporto de Guarulhos, fui ao encontro dos outros dois doidos que aceitaram entrar nesta o mestre Olimpico e o Claudio(famoso Crazy Dantas)

    Pensa num lugar longe, foram 48 horas para ir e mais 48 para voltar. Primeiro trecho foi até Paris, 10 horas de voo, pegar um pouco do inverno.
    Durante o voo, para embalar o sono

    Neste dia um fato interessante, lá depois de umas garrafas de vinho, começou me dar uma baita duma zonzeira, pensei "vou vomitar", culpa da empadinha..rsrsrs, fui no banheiro lavei o rosto, e pensei "o melhor seria deitar no chão, q logo passa", olhei para o chão do banheiro, não tive duvida, deitei lá e coloquei os pés em cima do assento sanitário, fechei os olhos e falei "daqui 15  minutos levanto". Caraca, acordei 2 horas depois, dormindo lá no chão, voltei e contei a historia e foi só risada. Bêbado é uma merda...
    Chegando ao inverno de Paris

    Conexão muito rápida, em 1 hora já estávamos de novo no avião.
    De lá embarcamos para a cidade de Chennay na costa sul da India oriental, mais 10 horas de voo...
    Primeiro contato com a culinária da Índia

    Chegando em Chennay, o contraste com o mundo ocidental é impressionante


    Salgadinho, mais tipico na Índia, a Samossa, feita de batata e recheada com pedaços de batata

    A índia é um pais extremamente militarizado, devido suas fronteiras, para entrar no aeroporto só com bilhete de embarque e vc na hora já é fiscalizado um guarda do exercito de fuzil na mão.
    Em Chennay, esperamos mais algumas horas para pegar uma conexão domestica, para a Ilha de Port Blair, que fica entre a India e a Tailandia, mais 2 horas de voo.

    Chegando em Port Blair, ai começa a sentir o choque cultural, legal que é igualzinho na TV, as pessoas vestidas de trajes típicos, vacas andando no meio da rua, transito caótico. Port Blair, como quase tudo na região foi colonia britânica, hoje é um polo turístico de europeus e indianos de castas mais altas, pois tem praias paradisíacas. Ficamos pouco nesta ilha, pois tínhamos que rapidamente ir ao porto pegar um balsa que nos levaria a uma ilha um pouco mais afastada, a ilha de Havelock.
    Transito em Port Blair


    São mais 2 horas de navegação, a ilha de Havelock, é uma ilha famosa, por quilômetros de praias e recifes desertos, muito procurada por que gosta de mergulho. Na Índia tudo é uma bagunça, lá esquece fila, entra quem vai passando na frente, mas com o Claudio falou "o caos se resolve sozinho", as malas são tiradas da balsa e vão sendo colocadas no meio de uma multidão, não sei como mas no final da tudo certo.
    A balsa


    a Ilha de Havelock

    Só a imagem do porto já paradisíaca

    a simples e bagunçada Havelock


    Nosso transfer

    https://photos.google.com/album/AF1QipO5yRYv9bDpfjks4B0lGxFMjLGSK-EiDAGnxDhV/photo/AF1QipPhGk98RDEOcNF9XIyJKvk_z3nOoSZjlE5NxrrS
    Nosso hotel RhadaChrishnaResort

    Para tornar a chegada mais agradavel

    A janta era algo a parte, achamos um restaturante muito bom, lagosta a 15 dolares

    Duro é acostumar com o sistema americano de pescaria, Full day -8 horas de pesca, e é 8 horas mesmo, não adianta chorar, começa as 8 da manha e termina pontualmente as 16 horas.
    No primeiro dia fomos em direção ao norte do arquipélago, já nos primeiros arremessos embarcamos os primeiros GTs, peixe muito forte, mas briga limpo. Perdemos muito peixe, pois cada arremesso são em torno de 100mts e ele bate normalmente nessa distancia, sua boca é muito dura, e nessa hora tem que sentar o sarrafo, perdemos muito peixes em toda pescaria, por falta de experiencia. Engana-se quem acha que é muita ação, como o guia falava "cast, cast, cast", tem que jogar muito e acreditar para conseguir um "bite".
    primeiro cafe da manha, ansiedade a mil


    A briga é bruta




    o stick, praticamente uma firestick


    cada noite um prato novo-Jack frito

    No segundo dia fomos em direção ao sul até uma outra gde ilha de nome Neil Island(conhecida por diversos resorts), foi nosso dia mais fraco, poucas ações de superficie e no jig o Claudio tirou uma bela Barracuda.
    Comercio local

    Nossa "crew", o guia Rawi(onico que fala ingles", o deckhand Waklo e o capitão Tiger , estes dois só falam Hindi e um dialeto local das ilhas, mas algumas palavara em ingles "cats to the reef- cast both sides- there, GT- thank you- last cast "





    o porto

    Rua principal


    passear de TukTuk


    jantar


    No terceiro dia fizemos, o que eles chamam de "Long Range Trip", saímos as 4 da manha navegamos por 3 horas até uma ilha afastada, de nome Barren Island, onde se encontra o único vulcão ativo da Índia. É simplesmente surreal, você arremessando na ilha e ele jogando cinzas, elas ficavam caindo no barco igual chuva. Lá é o paraíso dos atuns, é um atras do outro, com peso médio de 20-30kgs, com uma hora de pescaria tínhamos pego quase 10, com uma vara quebrada e enjoado deles, pedimos ao guia "no more tunas, just GTs" Dia muito fera, muitas ações de Gts, inclusive, no fim da pescaria, fiz um arremesso, bateu um GT pequeno, que se soltou, logo apareceu por baixo um casal de monstros, um deles acompanhou a isca até o barco, parecia um golfinho de tão gde, o guia estimou em mais de 50kgs. Para terminar fomos atras de outro peixe famoso o DogTouth Tuna, uma mistura de atum com Sororoca, peixe que só existe no oceano Indico e que pode chegar próximo dos 100kgs, pegamos alguns mas só de pequeno porte.
    o Vulcão em atividade, não tem palavras


    Blue Trevally


    Briga com os Tunas



     


    Vara quebrada pela força dos atuns




    O dog Touth Tuna

    Nosso almoço no barco

    A religião em todos os cantos

    jantar-camarão

    No quarto dia circundamos toda ilha principal, novamente muitas ações muitos peixes escapados.


    Trout Group






     
    jantar-carangueijo

    com direito a festa de aniversario

    No quinto dia, fomos a alguns recifes semi submersos mais afastados, dia tb de muita ação e até este momento focávamos principalmente nos gde poppers, ai que o Claudio começa jogar um stick de 21cm e trabalhar com pequenas paradas, fez muita diferença, muitas ações na linha dele.
    a divisão de castas na India é muito interessante, elas não se misturam


    Cafe da manha tipico da India, uma especie de pastel sem recheio, um cuscuz e curry

    Nosso barco






    Os pontos de pesca eram sempre assim de tirar o folego


    jantar-lula

    No sexto dia fomos tb novamente a recifes afastados da ilha, só que desta vez usamos muito mais sticks do que popper, logo no começo da manha embarco meu troféu, um monstro de 30kgs, briga muito violenta, quase arrasta vc para aguá, Este dia foi o mais ativo, fisguei e perdi mais de 10 GTs, ainda não peguei o tempo da ferrada.

    Coral Group





     
    Parada do almoço



     




    Para fechar com chave de ouro no ultimo spot, o Claudio jogava seu stick e gritava"vai Corinthians", particularmente se fosse no Brasil, perigo era de prender o parceiro, pois girto de presidiario,rsrsrs. Mas entre um grito e outro vem a explosão e mais um big GT embarcado. 

    Duro é a hora de cortar o snap

    Pescaria sem precedentes, Phodis é voltar 48hs novamente.


    a balsa na volta


    o BurgerKing mais triste do mundo

    a ultima na India

    Ultima escala, antes do Brasil, lá extraviaram toda minha bagagem, mas dois dias depois chegou, ufa... só de Stella..

    Para quiser conhecer vou deixar o contato do operador:
    Em termos de custos, gastamos 2000,00 euros cada um, 8mil reais, praticamente o custo de uma ida ao Rio Negro. e de vo comorando antecipado fica na casa dos 5mil reais.
    https://www.facebook.com/Andamangamefishing/
    https://www.andaman-gamefishing.com/?fbclid=IwAR3H7EcOpR94nt3X7LoKgs9J1pNsMkknfvMpCFbXz5FjEGDwDQVW7dHY6hQ
    info@andaman-gamefishing.com
     
     
    Equipamento utilizados:


    Carretilhas Stella 14000 modelos PG(para vertical) e XG(para popping)
    Varas Temple Reef e Carpenter de 2,5mts para linha PE6-8
    linhas PE 6 100lbs Ocea Shimano
    Leader 150lbs de monofilamento p Popping e 80lbs de fluorcarbono para jigging
    Metal jigs de 150 a 250g
    Popper e sticks de 100-200g/de 20-30cm
    Garateias 4/0 de gap largo
    Assist hook 7 a 9/0
     
    Quando voltei não via a hora de comer carne...

     
    Agradeço a Deus por esta vida maravilhosa
    Abs
    Boa semana e pescaria a todos
     
    Carlos Dini
     
    Para quem quiser acompanhar minhas pescarias:
    facebook https://www.facebook.com/dini.dini.90260
    Instagram  @pescadini
    #pesca_dini
     
     
  16. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Mario Gonda em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Bacana, Alexandre!
    O Alisson gostou muito dessa operaçao também!
  17. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Paulo Girão em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Pescaria com muitos peixes é sensacional, parabéns!
  18. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a João_Medeiros em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Parabéns Alexandre! Arrebentaram com força... Lindos peixes, imagino as porradas, show! 
    Sobre a Yara Destroyer, também comprei uma para emprestar para meu pai na Amazônia, pois ele não sabe trabalhar superficie e acho que teria dificuldade com jig... E não deu outra, ele arrebentou na Destroyer, todos os maiores dele foram nela, isquinha boa mesmo!
    Valeu!
  19. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Fabrício Biguá em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Show, Alexandre....E puts, pegar aquela porrada de peixe grande numa tarde, fantástico mesmo...
    Obrigado por compartilhar sua aventura conosco...
  20. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a TiagoAsa em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Top de pescaria. show d+.
    E queria deixar o agradecimento pelo favor que fizeram ao meu grupo de levar um tubo de pesca com mais de 2m que a MAP se negou a levar de manaus para barcelos.
    Abraços e fico feliz de ver que todos os grupos da semana fizeram ótimas pescarias
  21. Upvote
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Fabrício Biguá em Pescaria em Barcelos/AM - Barco Super Açu   
    Olá pescadores !!!
    Venho aqui fazer um breve relato da minha pescaria em Barcelos ocorrida na semana do dia 03/11 a 09/11!
    Nosso grupo era composto por 3 paulistas ( eu, Bruno e Daniel), 2 catarinenses (Paulo e Eduardo) , 1 mato-grossense ( mestre do fly Alisson Trindade) e 1 carioca/sergipano ( mestre do stick Capt. Thiago) . Ainda contamos com a presença dos proprietários da Operação Super Açu, Alex e Marcelo.
    Já no dia 01/11, praticamente todos se encontravam presentes em Manaus, sendo que nosso ponto de encontro inicial para as devidas apresentações foi a Cachaçaria do Dede. Não poderia deixar de falar do almoço do dia seguinte - restaurante Amazônico.... Fantástico
    E o dia tão esperado chegou... No dia 3, com uma ansiedade que já nos consumia, partimos para Barcelos....
    Chegando lá, as noticias eram excelentes, com muitos peixes grandes capturados na semana anterior.
    Em uma breve reunião realizada pelo comandante Eurico, resolvemos inicialmente subir o rio Cuiuni. Pescamos lá no primeiro meio dia  e no outro dia inteiro, porém pelo volume de barcos no local e pela noticia de uma cabeça d'agua na cabeceira, resolvemos ir para o rio Arirarrá.
    Confesso que inicialmente fiquei um pouco chateado com aquela escolha pois nunca havia pescado no Cuiuni ( apenas no Negro e no Aracá), e tinha convicção que este seria o meu ano de pescar naquelas águas....
    De todo modo foi uma excelente escolha, pois além de termos pego muitos peixes, todo os integrantes do grupo tiveram a oportunidade de conhecer e pescar no Rio Arirarrá!!
    Quanto a pescaria propriamente dita, foi espetacular !!! Muitos cardumes, muitos peixes grandes estourando na superfície e vários peixes acima de 5 kg capturados diariamente por todas as duplas.
    Particularmente tive garateias abertas, linhas estouradas, inúmeros gigantes que bateram na isca e por uma obra do acaso, acabaram escapando !!!!
    Cardumes de Borboletas e paquinhas eram inúmeros..... Por incrível que pareça, chegávamos em certos momentos a mudar de ponto para procurar os grandes tucunas, pois os peixes menores não davam chances para os gigantes chegarem!!!!  Teve uma dupla que pegou mais de 160 peixes em um dia de pesca !!!
    Para vcs terem um ideia de como esta pescaria foi incrível, em um pouco mais de 2 horas de pesca em uma tarde chuvosa na parte de baixa do rio Arirarrá, entramos em uma grande ressaca.... Meu irmão Bruno, já nos primeiros arremessos com uma Corisco 110 osso, capturou um belo exemplar de aproximadamente 6 kg....Eu, resolvi abrir mão da minha companheira  T20 e fiz uso de uma yara destroyer 110 ( ultima isca comprada para esta pescaria na Sucuri em Manaus - Sempre compra uma ultima isca da "sorte" em Manaus Rsrs  ).... Em suma....trabalhando lentamente , praticamente arrastando a isca no fundo do lago, embarquei 1 de 6 kg, 2 de 7 kg e 2 de 8 kg !!!!! Depois disso, parei de pescar e só fiquei na cerveja KKKK Mágico !!!
    O saldo da pescaria foi realmente diferenciado, pois nas minhas 3 viagens anteriores, devido as condições dos rios, não tive nem 1/3 das capturas e ataques cinematográficos ocorridos nesta pescaria! Pela primeira vez na minha vida, teve a oportunidade de pescar de verdade com helice com eficiência de capturas. Nos outros anos, devido as dificuldades ( agua alta e repiquetes), após alguns arremesso já desanimava e voltava para minha amiga inseparável T20 Osso!!
    Depois de tudo isso que descrevi e com muita cara de pau, vou ter a coragem de fazer um único "se não" com relação ao comportamento dos tucunas ....Os peixes grandes estavam manhosos..... kkkkk  Isto porque os grandes só davam uma chance de captura, mesmo sem sentir a Garateia!!! Por várias vezes, aquele gigante de 20 lbs atacava a isca sem existo  ou mesmo rebojava sob ela e não voltava mais!!! Batíamos vários minutos varrendo o local com tudo quanto é tipo de isca, e nada do bendito voltar !!!! Fazer o que né KKKKK
    Do resto tudo foi perfeito!!! Operação Super Açu, Guias, comida, cervejas de ótima qualidade, clima, etc....
    A turma foi fantástica também... Não poderia ser melhor !!! O Paulo e Eduardo ... figuraças --- eles x  Botos kkk!!! Bruno, meu irmão e parceiro de pesca e de vida .... Daniel, debutante de tucunarés, iniciou sua trajetória em grande estilo !! Alisson Trindade,  dono de uma das melhores operações de pesca de Dourados no MT (Rancho do Mano Alissson no rio Manso), professor em fly,  tem um coração, simpatia  e paciência do tamanho dele kkk.... Capt Thiago Moraes, operador da Sergipesportfishing com foco em grandes robalos, tarpons e afins, deu um show com seus sticks e seu carisma cariocasergipano!!!!! Alex e Marcelo, sócios-proprietários da operação  Super Açu são empresários com uma visão ímpar do turismo de pesca, além é claro de serem pescadores de primeira linha e defensores ferrenhos da preservação dos tucunarés ( quem tiver a oportunidade de pescar com o Marcelo, não deixe de perguntar da historia do galo kkkk ) 
    ISCAS QUE MAIS UTILIZEI: high Roller fire tiger 5,25 ( pegadeira d+... nesta pescaria foi melhor que halloween), tucuna turbo 110 ( muito boa também )   t20 osso, Rover 128 arari, Sara sara 120 osso com dorso laranja, destroyer 110 osso e Rapala subwalk 09 osso!!
    Segue algumas que tenho aqui comigo:
    F
    Perfeição de isca confeccionada pelo Alisson






     



     
     
     



    Abraço 




  22. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Marcos Ide em Histórico do nível do Rio Negro em Barcelos   
    Acabei de ver no site que o Marcos informou .........2,40 m de vazão  em 22 dias .....  25/09 estava 6,24 pela ANA e agora 3,84 pela CPRM
    sei não .... Será que está certo?
    Baixou muito rápido !!!
    Imaginava este nível apenas em novembro ...........
    Vamos aguardar algum relato de quem esteve por lá na semana passada........
    abraço
     
  23. Like
    Alexandre Gomes de Almeida deu reputação a Mauricio Rossetim em Relatos AM Temporada 2018/2019   
    Tenho pesca marcada para chegar em Manaus 14/11, nesta data passaremos no  Dedé.
    Também tenho como certo comer um tambaqui na GARAGEM DO TAMBAQUI, simples mas muito bom.
    Já estou arrumando "materialame", varas customizadas e hélices com anzóis. Este será diferencial deste ano.
    Nas idas aos açudes, que aqui em Prudentópolis(CAPITAL DAS CACHOEIRAS GIGANTES), Paraná chamamos de tanque, tenho  deixado as árvores do entorno do tanque parecendo um pinheirinho de natal, cheia de iscas.
    Ansiedade em níveis estratosféricos! 
    Se seguir este padrão, em 03/11, data que também estarei pescando em Barcelos,  teremos um nível  ente 3,45 a 4,00 aproximadamente (tomara).
    A melhor temporadas nos últimos anos foi a de 2015 e o nível variou entre 2,50 a 4,00 m.
    Deus te ouça Alexandre Gomes.
  24. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de VitorMorais em Relatos AM Temporada 2018/2019   
    Pela cotação ANA, de 10/08 a 10/09 ( data da ultima informação ) o rio negro em Barcelos vazou 2,24 m.....
    Se seguir este padrão, em 03/11, data que também estarei pescando em Barcelos,  teremos um nível  ente 3,45 a 4,00 aproximadamente (tomara).
    A melhor temporadas nos últimos anos foi a de 2015 e o nível variou entre 2,50 a 4,00 m.
    Acho que  a partir dos 4,50m estável ( sem pegar agua nova- repiquete) já temos como vislumbrar o possibilidade de uma ótima pescaria  !!!
    Aos que vão agora, conversei no sábado passado com um dos piloteiros da operação que irei este ano. Ele falou que o Negro e seus afluentes em Barcelos ainda estão um pouco altos, mas já começou a sair algumas jacas de 6 e 7 kg !!! Pacas pequenos saindo bem ......
    De todo modo, melhor lá pescando com rio cheio do que aqui trabalhando, né !!! kkkk
    abraço
  25. Like
    Alexandre Gomes de Almeida recebeu reputação de Kayro em Relatos AM Temporada 2018/2019   
    Pela cotação ANA, de 10/08 a 10/09 ( data da ultima informação ) o rio negro em Barcelos vazou 2,24 m.....
    Se seguir este padrão, em 03/11, data que também estarei pescando em Barcelos,  teremos um nível  ente 3,45 a 4,00 aproximadamente (tomara).
    A melhor temporadas nos últimos anos foi a de 2015 e o nível variou entre 2,50 a 4,00 m.
    Acho que  a partir dos 4,50m estável ( sem pegar agua nova- repiquete) já temos como vislumbrar o possibilidade de uma ótima pescaria  !!!
    Aos que vão agora, conversei no sábado passado com um dos piloteiros da operação que irei este ano. Ele falou que o Negro e seus afluentes em Barcelos ainda estão um pouco altos, mas já começou a sair algumas jacas de 6 e 7 kg !!! Pacas pequenos saindo bem ......
    De todo modo, melhor lá pescando com rio cheio do que aqui trabalhando, né !!! kkkk
    abraço
×
×
  • Criar Novo...