Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Xandego

Moderador
  • Total de itens

    7.532
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Histórico de Reputação

  1. Like
    Xandego deu reputação a Cuca Pesca em Colômbia - Bahia Solano - Turma Cuca Pesca Jan   
    Rooster, Caranha e mais... 
    Colômbia - Bahia Solano

     
    Tivemos o prazer de receber um dos maiores pescadores do Brasil: Capitão Thiago Moraes da operação Sport Fishing Sergipe. Acompanhado do grande Oswaldo, Marcos Cheque e Seno Damke Jr. O trio chegou na Bahia Solano - Colômbia dia 15/01/18 em voo fretado. Se hospedaram em nosso posto avançado na região de Punta Ardita (60milhas N) e pescaram 4 completos e intensos dias de pesca. // Tenho um post falando sobre o posto avançado neste link aqui
     
    A maré corria o padrão para a região e enchia pela manhã e final da tarde. Nesta semana, peixes esportivos como caranhas, roosters e xareus atacavam iscas de superfície (poppers, stickbait e pencil) na subida da maré.
    Os robalões deram as caras na forte vazante próximo as ressacas das praias e seus rochedos. Inclusive um belo Pacific Black Snook (robalo negro do pacífico) foi garantido utilizando uma técnica nova para os locais e antiga para o Cap Thiago Moraes: jig head com camarões artificiais.
    As caranhas como sempre manhosas e mais lentas. Porém com ataque assustador! Foi isso que relataram os amigos da expedição. Elas apareceram no popper e estouraram algumas linhas nas pedras.
    Os exemplares abaixo, inclusive foram capturados a poucos metros do barco. O popper Sea Fish Hunter de cor azul e cor verde foram fundamentais na pescaria desta turma. Inclusive, destacamos em todas nossas expedições pelo pacífico, que iscas de tom verde são excelentes para caranhas e roostersfish. 
    Falando em Rooster, o Thiago garantiu também um MONSTRO desta espécie incrível. Tal animal que veio seguindo com as nadadeiras dorsais toda de fora e atacando de um vez o popper verde! E como é comum, o rooster está quase sempre encardumado e foram dois ou três atacando e brincando na flor-dágua sem parar! "Que cena incrível" relatou o experiente Cap Thiago Moraes.
     
    A turma seguiu a recomendação nos materiais para roosterfish, xaréus, red snapper. A vara ideal de numeração PE #4 à #6 com tamanho entre 7’6” e 8’ (pés) para iscas até 90g. O molinete deste conjunto será um 5.000 (Daiwa) ou 10.000 (Shimano) que comporte 300 metros de linha multifilamento PE #5 ou +70lb com leader fluorcarbon de 80 à 100lb de 2 metros de comprimento. Arremessos longos fazem a diferença, principalmente quando a água está clara e flat (tranquila).
    A região também surpreende pela variedade. A turma não explorou muito o light e slow jigging, mas sentiram que a categoria traz bons resultados com a variedade enorme de peixes. Muitos vermelhos, xareus e pelágicos atacam nesta área. Cardumes de atuns de pequeno porte também fizeram a alegria com muitos ataques na superfície.
     
    Logo os grandes Bravos (olho-de-boi no espanhol local) também deram as caras. No Brasil, chamadas de pitangolas, são violentas, brigam mais que outras variações da espécie, correm muito para a pedra e exigem ao máximo do equipamento. 
     
    A turma teve ação na superfície, mas foi no jumping jigging que bons exemplares saíram.
     
    Não interfere muito a maré enchente ou vazante, desde que não esteja parada! Assim os Bravos estarão rodando os parcéis e pedras atacando em emboscada cardumes de peixes menores e logo, subirão em nossos poppers ou comerão os jumping jigs de média 150g. A pesca local é na maior parte em profundidade média à 30 ou 40 metros. Shockleader de 80lb com molinetes abastecidos de linha PE #5 japonesa segurarão os monstros de olho-de-boi.
    Pescar no oceano pacífico, nesta região específica de Bahia Solano é algo incrível e inspirador. Dias mais duros de pesca e outros mais fáceis. Porém lá temos a chance de bater nosso record em diversas categorias e modalidades de pesca.
     
    Agradecemos a preferência e confiança da turma em nossa operação exclusiva no Brasil: FishColombia 
    colombia bahia solano  pesca na colômbia  olho-de-boi roosterfish caranha cubera



     







     

      
     
     
  2. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Edson C. Martins (CAPITÃO) em Amazônia 2018 – Barco ExplorerXX - A fascinação da pescaria do Tucunaré Açú   
    Excelente relato Rogério!!

    Boas fotos, e pelo contado turma boa!!

    Parabéns!! E parabéns ao barco pelo serviço prestado!!
     

  3. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Ricardo Nagatomo em Turma do GC - Pescaria em Barcelos / 2018   
    Show Japa!!!
    Essa turma aí é top demais!

    Nanico sempre dando show nas carnes!!
    Sensacional!!

  4. Upvote
    Xandego deu reputação a Fabrício Biguá em [Torresmo Açu] 26.5lbs, 24lbs, 22.5lbs, 22lbs e outros...   
    SIRN - Out17 - Torresmo Açu Team - 
    Barco: Angatu Açu
    Turma: Fabrício Biguá, Xandego, Marquinhos Biguá, Castelano, Caio Pinelli, Alberto Megda, Thiago Theroure, Douglas Iber, Rodrigo Durante, Ricardo Nagatomo, Denis Nagatomo, Paulo Emi, Eduardo Camargo, João Poiani, Paulo Lamatia e Tio Du.
    Condições de Pesca: Péssimas. Água do Rio Negro e dos afluentes ainda altas, pior, todos subindo.
    Pescaria é isca na água e "desencanamento". 
    A Torresmo Açu Team surgiu há alguns anos atrás, quando um dos pescadores do grupo levou um balde cheio de torresmo de porco pra pescaria. Sabe aquele torresmo monstro q vem com carne junto!??! Esse é muito melhor...rsrsr. No ano seguinte, durante os preparativos para a próxima pescaria que teria como base a mesma turma de pescadores, o nosso amigo Eduardo Camargo resolveu criar uma camisa pra turma...Ao pedir sugestões para o nome da turma, bastou a lembrança do torresmo enorme...rsrs... Açu vem do tupi-guarani e significa GRANDE/MAIOR, nome perfeito para a turma de cachaceiros comedores de torresmos gigantes...kkkk

    E assim este grupo se mantém unido até hoje.
    Eu, que chegava e pescar com 04 turmas diferentes por ano em SIRN, passei a adotar esta turma como a minha titular. E sabe porque?!?! Pq estes estão lá para se divertirem, para descansarem das chateações diárias, para fugirem dos problemas, para comer e beber bem, e ainda, PARA FERRAREM OS ENORMES TUCUNARÉS AÇUS.
    Todos pescam muito, mas muito bem. Todos sabem que encontrar os enormes tucunas depende de vários fatores. Se formos descobrindo como chegar nos brutos, eles vão pular em cima da isca. E foi assim que marcamos mais esta pescaria para o ano de 2017.
     Abaixo algumas fotos da turma já reunida no Restaurante Amazônico (top, top, top)....e na direita o segundo tempo na Cachaçaria do Dedé (pra variar e para fazer as comprinhas de última hora, né?!?! hehe.
    Nosso amigo Caio Pinelli ainda saiu de lá com 09 bonés, 3 varas, 5 rolos de linha e umas 20 iscas...kkkkk...
      +  
    As 6h da manhã partimos de Manaus rumo a SIRN. Voo tranquilo, mas bastou entrarmos no barco para a chuva cair em cima...rsrs..
    Abaixo uma foto que sempre desanima os que estão chegando - a ausência de praias no Negrão. Na direita o nosso transfer até a beira do rio. 
      +  
    As notícias não eram as melhores. Ao perguntarmos para nossos guias como estavam os afluentes, a resposta veio como um machado em nossas cabeças.... "Fabrício, a água subiu 1m, 1 metro e pouco, desde a primeira semana de setembro (semana do Alexandre Dick)". Se o nível estava mais alto que no começo de setembro, sabíamos que teríamos q "remar" muito pra acertar os peixes.
    Pra ajudar, a pesca esportiva em SIRN está uma zona. O prefeito criou um decreto ilegal (q não regulamenta lei alguma), mas para evitar um mal maior e desgosto nos pescadores q só querem se divertir, os operadores cumprem um rodízio maldito que vem sendo feito por lá. Hoje, apenas um único barco por rio, pode subir os 05 afluentes de SIRN, além da região do Atauí. 
    O IBAMA, sob fortíssimas suspeitas de estar sendo bancado por empresas estrangeiras (sejam operadores, sejam ONGs), estava lá sob a desculpa de ordenar a pesca esportiva. Fato é q eles fecharam 02 rios bem no começo da temporada sem comunicarem os operados que estariam por lá. Mas isso fica pra depois, pois eles já foram denunciados e uma hora a porrada come. Não irei estragar o nosso relato falando desta cambada de espertalhões q, juntamente com estes políticos q temos, ajudam a lascar o País.
    Mas, pelo fato de eu estar participando das discussões do COTA - que é a associação dos operadores de pesca de SIRN - consegui me ajustar com os outros operadores de SIRN. Agora a estratégia estava feita. Tínhamos 03 dias para testarmos, se não desse certo, partiríamos para o Plano "B".
    Quanto mais subíamos o afluente, mais a água dava sinais de que não iria ceder rapidamente. A cada 24h o nível subia cerca de 4cm ou 5cm. Bom mesmo foi apenas a semana ensolarada. De chuva mesmo, apenas 30 minutos durante toda a semana. Mas o rio não tinha uma praia sequer em seu leito. Geralmente não se pega nada com este nível de água...mas não tínhamos outra opção a não ser a de pescar.
    Nos 2 primeiros dias eu e o parceiro Xande embarcamos dezenas de tucunarés de pequeno e médio porte. Usando Bonnie 128 ou Jummping Minow, chegamos a embarcar mais de 50 peixes durante 1 único dia. Mas peixe grande, NADA....sequer um ataque, NADA. 
    A pescaria foi essa pra todo o restante do grupo. Muita ação de peixe médio/pequeno. Apenas um ou outro que já foram agraciados com belos exemplares.
     + 


      +  

      +    +  

     
     
    A expectativa não era boa. Dava pra perceber que alguns da turma estavam perdendo as esperanças, mesmo sabendo que na base da insistência uma hora ele aparece.
    E assim fomos nós...garimpando daqui e dali. Acertando um monstrinho vez ou outra...

      =  

    Caio (acima) acertou este belíssimo exemplar logo nos primeiros dias. 
     
     
    Acima nosso amigo Ricardo (vulgo Garú), acertou este monstrinho tb. 
    Abaixo (esq) o novato Denys (irmão do Garú). Pensem num cara figura?!?! Ele é muito mais. Basta ele chegar pro inferno se instalar...kkkk...O "mau" se instala e uma super sacanagem estará sendo bolada...kkkkk...Top demais...
      

       +    

    Esta turma é fudida demais...rsr..Basta que uma canoa se junte a outra para as outras 06 venham também...kkkkk...Música alta e muito mel na parada (a lata de fanta estava cheia de pinga....kkkk.. 

     +  
    Carpincho (vulgo Douglas), Beto Megda. Carpincho de novo, Durante, e, ao fundo, o guia Loro.
     
    Abaixo o Maurão, com sua hélice 24h, acertou um bom peixe.

     
     
     


       =   
     

     

    E enquanto isto o Marquinhos tentava encontrar a cabeça de porco (a da macumba) q enterraram pra ele...
     
    Foto com datador, Sr. Poiani?!?! Aí num dá, né?!?! 

     

    Num dia lá, logo cedo, eu e o Xande entramos na boca de um lago. Logo atrás outra voadeira, nesta, nossos amigos Denys e seu pai, o Doutor Miagui, ops, Sr. Paulo Emi (olha o respeito, rapá)...Depois de não ter sucesso na Bonnie, resolvi colocar uma hélice e arremessar para o centro do canal. Bastaram 10 arremessos pra este monstrinho aí acertar a isca já pertinho do barco (foto acima)...Ô porrada bem dada...rsrs. Peixe dominado, fotografado e solto. O Paulo Emi ainda chegou a fazer um vídeo do bicho sendo embarcado.
     
    Abaixo o também novato, apenas no grupo, mas um novo amigo q se mostrou titular logo no primeiro jogo, João Poiani. O cara não veio pra brincar. Dupla do Marquinhos, acertou este monstrão...
       
     
    Mas foi no terceiro dia a coisa ficou meio feia para alguns. Como peixe grande não saiu para todos, os pescadores com "menos fé"...rsrsr...cogitavam a ideia de descermos para o Negro. Eu sabia que a situação estava feia, mas a ideia de descer para o Negrão e disputar lagos com outra dezena de operadores não estava me agradando. Além disto, eu sabia q o Negrão estava subindo.
    Apesar desta turma buscar sempre qualidade, eu sabia que lá no Negro as chances PODERIAM ser ainda piores.
    Bom mesmo era que a turma estava muito preocupada em pegar peixe...rsrsr
      =              
    Pedi um pouco de paciência pra todos. Como nosso barco hotel já estava parado no ponto final que escolhemos (bem onde achávamos que a água nova se encontrava com a mais quente), pedi para q todos se empenhassem mais no dia seguinte. Lagos melhores batidos e utilização das técnicas que estavam dando certo. O nosso grupo não tem frescura. O q está dando certo é rapidamente repassado aos demais...
    E lá foi a turma para o quarto dia de pesca. 
    Eu e o Xande continuamos de parceiro...Entramos num lago onde os amigos já tinham pescador no dia anterior (e nós já havíamos passado direto por ele horas antes)...Mas resolvemos voltar e tentar a sorte mais uma vez, agora focados em tirar os bichos do mato. E não é que deu resultado?!?!
    Joguei uma Bonnie 128 lá no final do lago e dei umas fortes sticadas...E foi aí q vi o bicho passar rapidamente por baixo da isca, quando resolvi acelerar o trabalho dela fugindo...Não deu outra, o bicho veio por baixo, coisa de 2cm abaixo da isca, fazendo aquela marola por baixo dela, quando resolveu acerta-la a 1m do barco...POOOWWW...e tome-lhe linha nas costas...rsr.. Peixe dominado, fotografado e solto...e lá vamos nós rodar o lago novamente.
    Agora foi a vez do Xande, com uma Perversa pintada com as cores dos Fluminense (presente dos Mocorongos), acertar outro bruto que encharutou-na com vontade.
       =      +    
     
    Os félas Durante e Caio acertaram este belíssimo dublê. Este da direita mediu 86cm e pesou 24lbs. 

       
    Nossa situação era deprimente...Olha só...rrsrs
    A noite o pau quebrava.
    Nosso mestre culinário Thiaguinho levou essas preciosidades lá pra cima.
      = 
     

    Para quem não sabe o nosso amigo Thiaguinho está acompanhando grupos de pesca (ou não) que apreciam um churrasco "gourmet" hehe...e comida top, top, top. O cara tá arrebentando demais...aff...
    No dia seguinte eu e o Xande ainda conseguimos fisgar 2 bons peixes antes de irmos para o barco hotel. Lá, o nosso amigo Thiaguinho estava preparando uma costela de wagiu. 
          
     

    Turma animada em se divertir (sempre) quando chegaram os dois últimos pescadores do dia, já na boca da noite, Caio e Rodrigo. Os caras estavam em êxtase. Quando perguntamos o que era, o Caio já voou de cima da voadeira para a água....rsrsr...Ele como sempre, pouco exagerado, né!??! kkkk
    Mas em meio aquela confusão toda conseguimos compreender que eles haviam acertado um monstro. Peso?!?! Um monstro com 26.5lbs de peso. 
     
    Rodrigo havia acertado o peixe "de uma vida".
       +    

        =   
        
    Isca?!! Uma Inna da MS.
    Detalhe, pelo menos umas 5 voadeiras do grupo haviam passado por duas ou três vezes no mesmíssimo lugar naquele dia....rsrs. Ao ser explicado o local exato da captura, pelo menos 10 pescadores haviam pinchado exatamente naquele EXATO ponto.      Mas, como o Caio sempre diz, "quando o peixe tem q ser seu, será!". 
    Parabéns Durante...tu merece muito este peixe meu amigo...
    E foi nesta noite que quase afundamos o barco hotel...kkkk...Foram garrafas e mais garrafas de destilados, engradados de cerveja, sabe aquelas caixinhas de som JBL Extreme?!?! Acabamos com a bateria de umas 5 caixas daquela...kkkkk...A costela?!?! A melhor q o Thiaguinho já fez na vida (ou seria o excesso de mel?!?! )....Nada, e nem ninguém, atrapalharia a alegria dessa turma de pescadores. Até a turma mais experiente moeu na cachaça...rsr..
        +   
      
     
    TODOS se sentiram agraciados pela captura do amigo Rodrigo, afinal, este grupo é verdadeiramente um grupo. Todos se preocupavam com todos. Todos repassavam dicas e informações verdadeiras e úteis de suas capturas (ou quase capturas). Vez ou outra estávamos em 5 ou 6 voadeiras nos mesmos lagos...tudo, sem o menor estresse. 
    Bom mesmo foi q estes monstros deram um outro "gás" na turma. Agora qualquer arremesso poderia acertar um bruto destes. E lá se foram todos atrás dos brutos. E não é que eles deram as caras?!?!
    Betão tb estava endemoniado nesta pescaria...Todos os dias ele pegou um bom peixe.


     

     

        

     
    Thiaguinho (acima) vai lá e acerta este monsssssttttrrrrooooo. Este foi o seu recorde, peixe com 22.5lbs, capturado depois de muitas, muitas pescarias lá pra cima. Puts, q peixe lindo da porra...





     
    E os brutos explodindo na hélice....

     
    E abaixo um exemplo de foto bem batida pelo Tio Du...

      
    E assim seguimos com nossa pescaria. Já no Negrão, ainda conseguimos capturar bons exemplares também. 
    Este Negro é duca, né?!?!...ô rio bonito do caramba...
       


     
    Último dia de pescaria e o cansaço já tomava conta de boa parte do grupo. Além disso, Negrão subindo...
    Neste dia, saí com o Marquinhos (ainda com a cabeça de bode enterrada). O parceiro estava desanimado, abatido. E não era por menos....faziam 3 anos que a macumba que jogaram em cima dele ainda estava funcionando. O cara não acertava um peixe grande.
    Mas tínhamos algumas horas para quebrar a maldição...kkkkk...e lá fomos nós.
    Período da manhã com mais 04 canoas no Jaradi (região acima de SIRN q faz divisa com a TI Médio Rio Negro II), região show de bola...Como disse lá pra cima, todos estavam pescando próximo...Dois pescadores batiam de um lado do paranã, e dois do outro lado. Tomamos algumas pancadas de peixes menores, mas nada de grande.
    Ao fundo, víamos que o nosso amigo Betão estava com peixe engatado na linha. O cara pegou um monstro logo após a passagem de 04 barcos pelo mesmo lugar, confirmando a teoria de que o peixe dentro do mato, escuta a isca a água e vem ver o que é. O problema é q o pescador já bateu naquele lugar e está longe do peixe...
    Foto do guia Bolo com o peixe do Betão. Linda foto, hein, Betão?!?! Câmera suja, sol nas costas... kkkk...o contrário da perfeição...kkkk, féla...

    Paramos na praia da saída do Jaradi para almoçar. Lá, os nossos amigos do Baquara Team. Trocamos algumas informações, e lá fomos nós novamente. Na saída da canoa encontramos com a dupla Thiaguinho e Caio...Os caras estavam no Lago do Mamá e nos falaram q tinha peixe grande mas não queriam entrar na isca.
    Eu e o Boto resolvemos tentar assim mesmo...afinal, difícil é encontrar o peixe...Se já encontraram, agora é fazer ele comer...economizando muito no tempo de pesca.
    Entramos no lago e começamos a bater. Ao passarmos exatamente pelo mesmo lugar onde o nosso amigo @Márcio Biguá havia pego um belo peixe no ano passado, um bruto veio atrás da hélice do Marquinhos e cacimbou-a ao lado da barco. E lá se vai linha da carretilha...rsrs...
    Peixe agarrado nas pauleiras quando o nosso guia pula na água atrás dele. Vcs acreditam que o guia veio com peixe agarrado pela boca e pelo rabo?!?! hehee...Sim, ele não usava as mãos para nadar. O cara foi uma foca ninja...rsrsr.
    Melhor foi ver a alegria do amigo...O feitiço estava desfeito...
     
     
    Soltamos o peixe e voltamos a pescar....E com mais 10 arremessos outro bruto caceta a minha hélice. Esta foi a terceira vez que um bom peixe acerta a minha isca na borda do barco..rsrs.. Bom demais.

    Peixe solto...e a certeza do dever cumprido.
    Durante uma semana tive a oportunidade de conviver com pessoas incríveis. Os mais experientes, Tio Du 1, Tio Du 2 e Paulo Emi foram de uma fineza ímpar. A tranquilidade dos caras "contamina" os mais novos.
    Na turma mais nova, a certeza de que mais uma vez o peixe foi apenas um dos detalhes da viagem.
    A tripulação do Angatu o nosso muito obrigado. Principalmente ao nosso garçom Ney, um doce de pessoa. 
    E no dia seguinte lá vamos nós, de volta aos nossos lares com a certeza do dever cumprido.
    Corpo moído mas mente renovada...E assim foi a pescaria 2017 da Torresmo Açu.
    Vlw cambada....


     
    E assim encerramos mais uma belíssima pescaria. Agradeço aos 15 amigos pela oportunidade conviver com eles por esta semana incrível.
    Se fosse descrever as qualidades de todos aqui, certamente não seria justo. Todos fizeram com que a pescaria fosse única.
    Ao pessoal do barco o nosso muito obrigado. Palavras do grupo: comida melhorou ainda mais este ano, guias fantásticos, colchões top de linha, e o melhor de tudo, um garçom q fez curso nos melhores restaurantes de Paris.
    Abs...e até o ano q vem!!!
     
    Aos que ainda estão lendo o relato, gosto de postar algumas situações engraçadas que surgem com o grupo. E esse ano tivemos duas situações q merecem ser compartilhadas...kkkkk...
    Historinha 1:
    Eu e o Xande pescando neste dia. Xande na frente e eu no meio do bote. Canalzinho estreito, e os dois arremessando do lado esquerdo da vegetação, quando o guia pede ao Xande para arremessar do outro lado, pois estava com mais chances de pegar o peixe.
    O Xande arremessa na direita e nada.
    Eu, no primeiro arremesso (ainda na esquerda) acerto um tucuna de 14lbs q era um demônio....kkkkkk
    O peixe não tinha pra onde correr e resolveu pular nas árvores...kkkkk...Um cena q nunca mais esquecerei (a cena do peixe e a cara do Xande)... ...pois o peixe saltava no meio do igapó...kkkkk
    Depois disso o Xande só arremessava ao contrário do q o guia recomendava...kkkkkk
     
    Historinha 2:
    Rio subindo 5cm por dia.
    Durante um almoço com a turma toda reunida na praia, o Marquinhos, ao descer da canoa, faz uma marcação do nível do rio na areia da praia (colocou um toquinho na linha da água).
    O Betão, muito FDP, viu ele fazer a marcação e ficou caladinho.
    Assim q o Marquinhos deu bobeira, o Betão foi lá e enfiou o toquinho pro fundo do rio...kkkkk (q FDP...kkk)
    Meia hora depois ele pergunta pra turma se alguém fez alguma marcação para saber como estava o nível...
    O Marquinhos saiu todo inocente e serelepe lá do meio do mato bradando...."eu fiz, eu fiz, eu fiz"...e foi em direção ao toquinho submergido. 
    Colocou as mãos na cabeça e disse: "fudeu, fudeu...vamos embora daqui desta merda. É por isso q essa água tá fria e eu não pego nada. Tá explicado, tá explicado. Essa porr@ até subindo igual o Tietê em dia de enchente. Cara, eu nunca vi isso!!!"....
    E pior, a turma ficou caladinha...kkkkk. Todos desconversaram, e o almoço seguiu com o Marquinhos reclamando do repiquete....kkk
    Assim q o Marquinhos deu bobeira novamente, o Betão foi lá e retornou com o toquinho pra linha da água e ficou quietinho novamente...kkkk
    Meia hora depois o Marquinhos volta e se depara com o nível "antigo"....Coça a cabeça sem entender nada...E diz ao grupo q o nível estava muito estranho, pois havia secado o mesmo tanto. 
    O Betão disse a ele que a razão da queda da água poderia ser atribuída ao fato da turma q estava dentro da água tomando banho, agora estar fora da água...kkkk
    E o Marquinhos ainda chegou a responder: "rapaz, isso aqui é um rio, num é um lago não"....kkkkk
    Ai a turma não aguentou...
    Até hoje todos riem da situação do amigo...kkkk..
  5. Upvote
    Xandego deu reputação a Ricardo Nagatomo em [Torresmo Açu] 26.5lbs, 24lbs, 22.5lbs, 22lbs e outros...   
    Mais uma pescaria pra entrar pra história.
    Fazer parte dessa turma a 3 anos é um privilégio sem tamanho.
    Cada ano que passa percebemos a união desse grupo, e a festa pós monstro capturado pelo Rodrigo Durante, provou mais uma vez que essa turma é diferente "pipoco do trovão".
    Esse ano foi ainda mais especial, poder levar meu pai e meu irmão pra conhecer essa turma foi top demais! 
    As risadas, histórias, cachaça ficarão gravadas pra sempre na memória.
    Independente de onde for, só tenho uma certeza, ano que vem estarei mais um ano junto com essa turma top!!!!
    nois TORRESMAÇU!!!!
    Parabéns pelo relato capitão!!!
  6. Like
    Xandego recebeu reputação de André Martins em Pescaria de Mero Bruto na Flórida!!! Maior peixe da minha vida   
    Chique demais!!!!!!
  7. Upvote
    Xandego deu reputação a Fabrício Biguá em OPERAÇÕES DAS "GRINGAS"   
    Estamos aí pra dar trabalho...rsrrs
    E sempre contribuindo.
    Quanto a parte da IN, vc disse muito, mas Portarias, Pareceres e Resoluções são diferentes de IN (acho eu). Mas nada melhor q uma judicialição pra colocar ordem na casa, daí paramos de bater cabeça à tôa...rarsrs. Vamos ver se as IN da Funai valem foram de TI?!?!
    Quanto ao sezto item, se cumprissem a Constituição a risca, 90% destas operações q estamos falando ñ existiriam...🤣
    E tamo junto...;)
  8. Upvote
    Xandego deu reputação a JCKruel em OPERAÇÕES DAS "GRINGAS"   
    Na "arquibancada" onde estou alojado é muito mais divertido! kkkkk
    Mas por enquanto vou resistir a tentação e continuar calado...
    Só uma pimentinha: embora atualmente os indígenas não mais precisem do aval da FUNAI para celebrar acordos, por razões que não vou explicitar (estaria a FUNAI em extinção fruto da CPI em andamento?) vocês sabiam que a FUNAI tem direito a 10% dos acordos firmados entre os operadores do turismo de pesca e os índios? Se cobram (e recebem) eu não sei, mas há previsão legal para isso, inclusive no que se refere ao direito minerário... 
    Creio que quem sabe mais do que eu poderia explicar melhor como funcionam tais acordos já que isto não tem previsão constitucional e nem está previsto no Estatuto do índio... (A não ser que eles deixaram de ser índios o que é provável). Aliás, já existem índios com um português impecável e dicção idem. Se alguém topar esclarecer vai dar um livro!
    abração
    Kruel
  9. Upvote
    Xandego deu reputação a Fabrício Biguá em [DJI] Spark. O compacto de bolso.   
    @Eder Nascimento...eu tb sou fã do Phantom 4. Ele é mais rápido e aguenta o tranco sob forte ventania. 
    Desta vez usei meu Mavic no Tocantins e gostei muito mesmo da imagem. Mas a grande pegada do Mavic é a portabilidade...Dá uma olhada agora na minha mochila de equipamentos.

     
    Olha o tamanho do drone ali no canto esquerdo...rsrs..Antes tinha q levar uma bolsa deste tamanho (maior na verdade) só para o Phantom.
    E para de choradeira...Divide esse trem aí e pronto...em 3 dias o drone estará na tua mão...rsrsr 
  10. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Canali em Tucunarés Colombianos do Rio Tomo - Parte 1   
    Show Canali!

    Pescaria bacana, estrutura muito agradável!

    Tá na lista já hehehehehehe
  11. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Marcelo Pupim em Rio Negro - 18 a 26/11   
    Hehehehehe

    Valeu Marcelão!!
    Então cara, pra mim peixe acima de 4Kg é grande, mas termina que como vamos tralhados pros gigantes (varas 25lb), grande mesmo termina sendo peixe de 7 pra cima heheheheeh
    Mas me divirto com tudo também!!

    Garnde abraço
  12. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Fabrício Biguá em Rio Negro - 18 a 26/11   
    Rio Negro - NOV 18 a 26/11
    Barco Paumari
    Afluentes Aracá e Demeni
    Retornando mais uma semana pra tentar os açus, as notícias gerais eram as mesmas, repiquetes e repiquetes.
    Sabíamos que o nível do Negrão não estava tão ruim, próximo até do ideal e baixando lentamente, contudo muita água caindo esparramada e os afluentes com níveis muito instáveis.

    Dr. Hugo Cunha e o Cuca (guiando)
     
    Ao chegarmos em Barcelos, uma grata surpresa, umas duas turmas bem animadas com quantidade de peixe, nos informando que o rio estava abaixando e que nos últimos 3 dias o peixe estava comendo com força. As indicações eram de boas pescarias na Arirarrá e tínhamos também a informação que o Aracá secava forte. Optamos pelo Aracá e na primeira noite constatamos que a informação procedia, rio abaixando 15cm por dia e cerca de 1m acima do ideal. 

    Nosso Capitão Miguel

    Lambari

    Muita ação de peixe, cardumes de peixes pequenos e pacas saindo forte do mato, muito ação mesmo, na média de 40 pra mais peixes por dia em cada barco. Mas na grande maioria pequenos (pra quem está buscando o açuzão é claro). Ainda assim saíram bastante peixes entre 8 e 10lb, muitos mesmo. Os grandes deram a cara, mas sempre em ataques muito marotos, ataques de proteção e poucos foram tirados da água, histórias de "peixe da vida" perdidos foram boas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Piaba (irmão de Lambari)
    Pescaria divertida demais, grupo muito entrosado, muita risada mesmo. Mas como nem tudo são flores (hehehehe...), no terceiro dia o mundo começou a cair em água. Muita água mesmo, tempestade atrás de tempestade e na marcação da praia, a nossa expectativa de pegar o nível da água no ideal mais ao fim da semana se perdeu... Aracá passou a subir 15cm/dia. Descemos rápido para tentar algo na boca do Demeni e ainda deu certo, últimos dias continuamos com muita ação, todo mundo tirou peixinho bom, troféus mesmo foram poucos, mas foi uma baita pescaria de peixe médio.
     

     
    Agradeço mais uma vez a Deus por poder disfrutar deste local incrível, de mais uma turma sensacional e de novos cumpadres de pescaria.

    Agradeço também ao Cuca e Barco Paumari, foram sensacionais!! 

    E bora marcar a próxima!!!! hehehehe
     

    Meu parceiro Dr. Hugo perguntou nessa hora se ia chover, kkkkkkkkkkkk, será que estávamos meio bebos?? kkkkkkkkkkkkk
     



     
     


     
     
     
     
     

  13. Upvote
    Xandego recebeu reputação de João Neto em Rio Negro - 18 a 26/11   
    Rio Negro - NOV 18 a 26/11
    Barco Paumari
    Afluentes Aracá e Demeni
    Retornando mais uma semana pra tentar os açus, as notícias gerais eram as mesmas, repiquetes e repiquetes.
    Sabíamos que o nível do Negrão não estava tão ruim, próximo até do ideal e baixando lentamente, contudo muita água caindo esparramada e os afluentes com níveis muito instáveis.

    Dr. Hugo Cunha e o Cuca (guiando)
     
    Ao chegarmos em Barcelos, uma grata surpresa, umas duas turmas bem animadas com quantidade de peixe, nos informando que o rio estava abaixando e que nos últimos 3 dias o peixe estava comendo com força. As indicações eram de boas pescarias na Arirarrá e tínhamos também a informação que o Aracá secava forte. Optamos pelo Aracá e na primeira noite constatamos que a informação procedia, rio abaixando 15cm por dia e cerca de 1m acima do ideal. 

    Nosso Capitão Miguel

    Lambari

    Muita ação de peixe, cardumes de peixes pequenos e pacas saindo forte do mato, muito ação mesmo, na média de 40 pra mais peixes por dia em cada barco. Mas na grande maioria pequenos (pra quem está buscando o açuzão é claro). Ainda assim saíram bastante peixes entre 8 e 10lb, muitos mesmo. Os grandes deram a cara, mas sempre em ataques muito marotos, ataques de proteção e poucos foram tirados da água, histórias de "peixe da vida" perdidos foram boas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


    Piaba (irmão de Lambari)
    Pescaria divertida demais, grupo muito entrosado, muita risada mesmo. Mas como nem tudo são flores (hehehehe...), no terceiro dia o mundo começou a cair em água. Muita água mesmo, tempestade atrás de tempestade e na marcação da praia, a nossa expectativa de pegar o nível da água no ideal mais ao fim da semana se perdeu... Aracá passou a subir 15cm/dia. Descemos rápido para tentar algo na boca do Demeni e ainda deu certo, últimos dias continuamos com muita ação, todo mundo tirou peixinho bom, troféus mesmo foram poucos, mas foi uma baita pescaria de peixe médio.
     

     
    Agradeço mais uma vez a Deus por poder disfrutar deste local incrível, de mais uma turma sensacional e de novos cumpadres de pescaria.

    Agradeço também ao Cuca e Barco Paumari, foram sensacionais!! 

    E bora marcar a próxima!!!! hehehehe
     

    Meu parceiro Dr. Hugo perguntou nessa hora se ia chover, kkkkkkkkkkkk, será que estávamos meio bebos?? kkkkkkkkkkkkk
     



     
     


     
     
     
     
     

  14. Upvote
    Xandego recebeu reputação de André Martins em Tucunaré no Rio Igapó Açú - AM   
    Muito top mesmo as imagens e edição!!!!

  15. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Fabio Giovanoni em Rio Araguaia / Cristalino 2016   
    Rio Araguaia / Cristalino - 2016
    Pousada Asa Branca 1

     

     

     
    Primeiro peço desculpas pela pequena participação por estes dias nos relatos. Família aumentando, bem como as contas e todas essas mazelas do nosso país que todos temos passado, ou seja, muito pouco para escrever, apesar de gostar de compartilhar as pescadas com os amigos daqui.
     
    Pois então, desta vez me interessei por falar não de uma só pescaria, mas falar e Rio Araguaia, primeiro por seu nosso quintal, falo como Goiano do Pé Rachado, apesar de ter sangue puramente pernambucano, hehehehe...

     


     
    Segundo por ter sido levantado a pouco tempo um assunto em postagens recentes sobre a produtividade das pescarias no Araguaia e por fim pela atípica e talvez triste variação de nível das águas dessa bacia no ano de 2016.

     
    Fizemos, eu e diversos amigos 3 incursões para o Rio Aragauaia neste ano (até o momento rssss), em momentos diferentes de nível da água entre abril e julho, em toda elas o nível do rio muito mais baixo do que o nível “normal” para época. Em todas felizmente, por sorte e principalmente pela equipe e estrutura a nosso favor alcançamos os objetivos, como bom pescador é claro que achamos que mais um pouquinho de peixe não faz mal a ninguém... rsssss

    Mas sinceramente, todas excelentes pescarias. No final de abril tive o prazer de descer com o amigo Leo Arona para tentar umas piraíbas, no caso eu estava muito mais pra fazer fotos do que para pescar, e os peixes saíram aos montes para o barco das piraíbas, mas não eram os peixes pretendidos, mesmo não parando em nenhum ponto de pirarara, foram entre 15 e 20 peixes em 3 dias. Enquanto a turma dos couros corria atrás da piraíba, eu batia nos inúmeros e gigantes cardumes de apapás que se aproveitavam do frenesi de patacas e lambaris saindo dos lagos...
     

     

     


    Nessa de pinchar e ver porradões consegui tirar umas horinhas do amigo Léo Arona pra poppar também, e o menino fissurou, fiz sem dúvidas a melhor pescaria de apapás da minha vida, até brincamos que aquilo ali era LaZona do Cerrado, muito, muito, muito peixe... Em 10 minutos eram umas 20 ações, uns 5 peixes fisgados e um embarcado, coisa de louco mesmo, bem fácil de fotografar inclusive.

     
     
     

     
     
     
    Graças à habilidades na escrita do amigo Leo ainda emplacou mais uma boa matéria na Revista Pesca Esportiva e deixamos já engatada a próxima pescaria só de apapás para 2017 hehehehe. Nesta mesma semana tínhamos amigos pescando em pontos distantes do nosso, alguns rio acima, e outros rio abaixo, até onde tenho notícias foi a semana mais ativa desta temporada no Araguaia, pirararas foram lixo... pra todo lado.

     

     

     
    Um mês depois retornei mais uma vez à Pousada Asa Branca 1, desta vez para tucunarés e quem sabe um peixinho de couro nos finais de tarde. Acompanhado de grandes amigos, amigos de infância e muito mais bebedores que pescadores acertamos os tucunarés saindo do mato, bem ativos, mas com uma atividade forte apenas até 10AM, quando começavam os ventos forte e tchau... só mais tarde reapareciam, neste intervalo era hora de muito mel, hora de peixe assado, hora de banho no Cristalino.

     
     
    Em duas tardes tentamos os peixes de couro, mais do que satisfatório foi engatar uma bela e gorda piraíba com meu amigo Jivago, no dia do seu aniversário e depois secar todos os scotchs que achamos pela frente, e olha que a turma estava entretida demais na cachaça e na conversa, pois senão poderíamos ter gasto mais tempo ou mesmo poderíamos ter tirado da água mais 3 outros grandes peixes que fisgaram e brigaram rio acima, fortalecendo a incompetência dos pescadores hehehehehehe


     
    Pescaria de muita risada, muito peixe pequeno e muito, mas muito mel.
     


    Por fim retornei em julho, rio seco absurdos, nível do Cristalino que estou acostumado a pegar no final de setembro. Desta vez com os amigos Biguá, Kid & Mocorongos. Mais uma vez os tucunas bem ativos em horários de calmaria, o vento começava e tucunas paravam por um longo período. Pouco pesquei desta vez, acho que três  períodos apenas.

     
    Gastamos muito tempo com o o brinquedo Drone do Fabrício, e pqp!!! Que brinquedo bacana, conseguimos fazer algumas imagens bem bacanas do Cristalino, imagens que já havíamos combinado em fazer desde a pescaria do ano passado nesta mesma época. Na turma dos Mocorongos ainda saíram pirararas, piraíba, pirarucu e mais outro punhado de tucuninhas, mas este relato deixo pro mestre Kid que está elaborando sem pressa e com muito rigor.
    Aqui o vídeo feito com a ajuda do drone.
                          
    Pois então, este foi um resuminho das chegadas rápidas e sempre prazeros ao Araguaia, sempre bem recebido na Asa Branca, lugar que me sinto em casa e que tenho maior prazer em passar pra tomar uns mels. Pra 2017 a meta é beber menos e pescar mais por lá, pra esse ano também era, mas as más influências foram muitas. Kkkkkkkkkkkkk
    No mais, tal qual o Rio de Janeiro, o Araguaia continua lindo heheheheh...


     

     
     


     
     

     

     
     

  16. Upvote
    Xandego deu reputação a João_Medeiros em Rio Araguaia / Cristalino 2016   
    Show Xande, belos peixes, show de pescarias. Parabéns parceiro
  17. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Ricardo de A S N Marques em Araguaia - ruim de peixe   
    Estará bem assessorado demaaaais Guto. Tetéu manja absurdos de peixe grande!! Dá erro não!!
    Rio tá baixo mesmo, mas essa turma aí é forte demais no couro 
  18. Upvote
    Xandego recebeu reputação de Ricardo A. em RELATO - Familia + Amazonia = realização de um sonho   
    Shoooowwww Ricardo!!!!!

    A cara boa do teu moleque valeu tudo!!! Showww Showww 

    Lindos peixes 
×
×
  • Criar Novo...