Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''tucunarés''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 11 registros

  1. Olá amigos do Fórum. Após responder a centenas de e-mails de amigos pescadores, interessados em descobrir formas de ter sucesso nas suas pescarias de tucunaré na Amazônia, resolvi criar esse conjunto de dicas. Inicialmente, gostaria de dizer que essas dicas são fruto da minha observação, experiência, e pesquisa, e que elas estão sendo disponibilizadas no intuíto único de auxiliar qualquer pescador que vá se aventurar em capturar os tucunarés gigantes, e tenha paciência de ler tanta informação ( é muita informação ). Que fique claro que quando digo "gigante", quero dizer peixes com mais de 10kg de peso. Cabe lembrar que cada pescaria é diferente da outra. Cada dia é diferente do outro, e cada momento é único. A versatilidade do ser humano é a maior de todas as armas para a captura, ou melhor, para a caçada de um grande tucunaré. Portanto, esteja pronto a ouvir a tudo e a todos na região onde estiver pescando, e tenha certeza que apenas uma coisa é certa e exata, que é : "ninguém sabe tudo de tudo"... Estamos aprendendo a cada segundo ! Talvez, daqui a cinco anos, todas essas dicas poderão não valer mais nada. Repito, só quero ajudar com aquilo que aprendi, seja por experiência própria, observação e tempo de pesca... Antes de entrarmos na parte das dicas propriamente ditas, ressalto que é muito complicado ( pra mim ). "ousar", ou me "atrever" a postar essas observações aqui, já que possivelmente muitos dos leitores têm ótimas experiências e vivências nesta "difícil arte" de enfrentar os "brutos" ! Gostaria de dizer que não é fácil capturar os gigantes. Dedicação, esforço, perseverança, sorte, e várias outras questões serão sempre exigidas dos aventureiros, em grau máximo. Estar no "paraíso dos grandes" não quer dizer que você terá sucesso ! Os casos de grupos que não pegam grandes peixes é muito maior que os grupos / pescadores que pegam os gigantes. Com esse conjunto de "dicas" espero responder a várias questões que se passam na cabeça daqueles menos afortunados, como eu, que buscam o sucesso e o prazer de se pescar o maior de todos os peixes esportivos de água doce. Estar nos confins da Amazônia com um gigante na ponta da sua linha é uma sensação tão intensa, mas tão intensa, que não me atreveria a tentar jogar no "papel" ! Só quem já passou por isso sabe do que estou falando ! Deixando de blá-blá-blá... aqui vai o meu conjunto de dicas de como se deve fazer para capturar os grandes tucunarés amazônicos. Basta clicar em cima de cada um desses links abaixo para ter acesso as informações. Dica 1 = Onde pescar os maiores tucunarés do mundo - CLIQUE AQUI - Dica 2 = Qual a melhor data para fisgá-los? - CLIQUE AQUI - Dica 3 = A tralha recomendada - CLIQUE AQUI. Dica 4 = Observação. Uma grande aliada! - CLIQUE AQUI - Dica 5 = Como fisgar o peixe - CLIQUE AQUI - Dica 6 = Saiba como manter a calma - CLIQUE AQUI - Quero que se lembrem que esse é um material em constante atualização, e aos poucos, com base nas informações e/ou contribuições que forem sendo dadas, irei ajustando essas "dicas". Espero ter ajudado aos interessados, e qualquer dúvida pode ser questionada a qualquer momento ! Respondendo diretamente no tópico, para que todos possam interagir, ou através de MP's, se assim lhe convir. Falar de pescaria para mim, é sempre um prazer . Bom proveito !
  2. Amigos, bom dia, não deixei de ser um viciado em tucunares açus. Mas queria variar um pouco do grandioso medio Rio Negro. Um pouco dahistoria da pescaria dos açus no Brasil, há 30 anos elas ocorriam no Rio Uatuma, no Rio Negro na região da pedra do Gavião e nos alagados da região de Autazes( Juma, Madeirinha, tracaja, Achinin, lago tucunare, Tupana, IgapoAçu, Pantaleão). Foto de satelite da região Há 20 anos fiz minhas primeiras pescarias de açus na região do Madeirinha no barco MissBebel, na época, até hj lembro, de eles terem feito uma pescaria antológica em um rio de nome Mutuca. Chegou ser capa da antiga Revista Trofeu Pesca. Fotos da epoca da revista: Depois destas viagens, comecei pescar no Rio Juma. Mas infelizmente a proximidade de Manaus e o abuso do homem, diminuram muitos os estoques pesqueiros da região. Então como muitos, na ultima decada migrei para o Medio Rio Negro. Mas, ventos bons traziam noticias, de peixes de bom porte na região de Autazes. Regras de proibição de abate dos tucunares. Como a imagem do Rio Mutuca não saia da cabeça, em conversa com o Jorge da Sucuri Pesca ele me sugeriu o amigo Thiago Leria dono Rancho Mutuca, entramos em contato e marcamos uma pescaria para inicio de setembro. A melhor parte é a ansiedade da chegada Chegar no Eduardão é sempre emocionante o dono da Pousada Rancho Mutuca, gde sujeito, extremamente atencioso, Thiago Leria O aceso é muito facil, cruza se o Rio Negro na região do Porto do Ceasa até a outra margem no municipio de Careiro do Varzea. Porto do Ceasa e suas peixarias. Atravessando o Rio até o Municipio de Careiro do varzea, tantas lembranças. Porto da Cidade de Careiro do Varzea-AM De lá são mais 100km de estrada, chegando ao Ramal do Rio Mutuca. No caminho, gelar a goela. chegada ao Ramal do Rio Mutuca, como ainda tem agua... O rio Mutuca, como os demais locais nesta região, na verdade não são rios, são alagados então a agua é totalmente parada, sua seca depende da seca do Rio Amazonas, e tem padrão continuo, começa em julho e vai até novembro, qdo começa encher novamente. Não existe repiquete. Mas tem janela de pesca bem curta. E devido a agua parada quase não existem peixes de couro. La habitam o Tucunare açu e o Popoca e tb aruanas. Interessante como na regão, assim como no Juma, muito dificil pegar na cor açu, sempre na forma paca. Qdo cheguei conversei com os gdes pescadores Massa e Kabashima, relatando uma pescaria dificil devido o nivel das aguas. Realmente ainda tinha muito igapo, acredito que 2mts para ficar na caixa. Mas como sempre digo ai, que separa os homens dos meninos. A agua secava em media 15cm ao dias e cada dia que passou pegava mais peixes. Comecei inicialmente com zaras e helices, com resultados pouco animadores, qdo mudei para os jis melhorou. Mas nos ultimos 3 dias arrebentei, pois comecei investir nas twicth baits, em especifico a Brava 110, ai acertei na veia, era uma media de 30 tucunas por dia e o tamanho tb começou a melhorar. Foram dias fabulosos, realmente compensa muito voltar a pescar nesta região, a quantidade de peixes estourando no igapo é impressionante, se com 2mts de igapo, arrebentei, imagina na caixa. Vamos as fotos da pescaria Estruturas tipicas da região da bacia de Autazes noites agradaveis na pousada O dono do bar ia tirar o bebado do bar. Cerveja para todos os gostos e melhor a -3C ainda muita chuva Aperitivo de traira Tive o Prazer de conhecer pessoalmente a apresentadora Isabela Trindade, a BelaPesca, gde pescadora, e de gde simplicidade, só de aguentar eu o Kleber enchendo o saco dela, já merece um premio... comunidade do Rio Mutuca Tentando baixar as aguas do rio. O peixe da panema Churrasco do fim do dia 16lbs 80cm isca Brava 110 10lbs isca Brava 110 Peixe da prima 12lbs Só os fortes entedem... A pousada é show, quartos confortaveis, ar condicionado, chuveiro quente, cozinha fantastica, cerveja de diversas marcas. o Thiago ão economizou nos detalhes. OBS-Fica claro que não preciso e não recebo nenhuma gratificação para falar da pousada, falo bem porque realmente gostei. Contatos: Thiago Leria - Rancho Mutuca 92-991831306 https://www.facebook.com/profile.php?id=100011374759491 instagram: @rancho_mutuca Material utilizado: A-Varas -SC III 5''7"20lbs by Waka Custom -SC III 5'7"17lbs by Waka Custom B-Carretilhas -Scorpion 1501 HG -Curado 201 serie K C-Linha Multi PP 50lbs D-Leader -Line system 50lns F-Snap Capella G Amazonas G-Iscas mais utlizadas- Brava 110, T20 cor osso, jig 6/0 15g. Agradeço a Deus e a minha amada esposa e filhos pela vida maravilhosa. Família acima de tudo!!! Boa semana e pescaria a todos Carlos Dini Para quem quiser acompanhar minhas pescarias: facebook https://www.facebook.com/dini.dini.90260 Instagram @pescadini #pesca_dini
  3. Depois de dois anos consecutivos gerenciando grupos nas operações de pesca da Vilanova Amazon, no rio Sucunduri, região sul do Amazonas, resolvi tirar férias e o local escolhido foi Barcelos, localizada no médio Rio Negro. Localizada no médio Rio Negro, Barcelos se destaca dos demais municípios do Amazonas que recebem pescadores esportivos do mundo todo por ter uma ampla estrutura e comércio voltados para esse segmento, possui também inúmeros afluentes do Rio Negro, lagos centrais, ressacas que mesmo existindo centenas de barcos hotéis operando na região, você pode passar uma semana lá sem encontrar um barco sequer. Subi para Barcelos de Barco Regional na penúltima semana do ano de 2017, pois além de estar bem seco, poucos operações de pesca estariam ativas nessa reta final de ano. Em conversa com o guia optamos por subir o rio escolhido de voadeira mesmo, um 25hp Sea Pro da Mercury que além de andar bem, consome pouco. Isso nos possibilitaria chegar mais rápido e com um custo bem menos de combustível, além de possibilitar um leque bem maior de opções aumentando nossas chances de capturar exemplares na casa de dois dígitos. Mesmo assim para se ter sucesso é necessário conhecimento e ter uma estratégia bem montada por guias experientes. Escolhi levar rede ao invés de barraca e conforme íamos subindo o rio e pescando poderíamos poder escolher uma paragem para montarmos nosso acampamento. Saí de Manaus na sexta às 17:00 e cheguei em Barcelos no sábado às 21:40. No domingo pela manhã fomos fazer as compras de rancho, bebidas e gelo e pela tarde abastecemos com combustível e deixamos tudo preparado para a nossa saída na segunda. Inicialmente iríamos em três pessoas, mas o segundo guia que nos acompanharia desistiu da viagem, o que atrasou nossa partida e nos deixou preocupado, pois a intenção era pescar em lagos centrais e a decisão de irmos em três era justamente para facilitar o arrasto do bote nas varações. Chegamos no primeiro local de pesca (segunda-feira) às 15:00 e partimos logo para a pescaria. Eu pescava de fly fishing e o meu amigo e guia de pesca Enízio pescava de baitcasting e capturamos vários tucunarés na faixa de 48 e 60 cm... Chegando o fim do dia fomos até ao local escolhido para montarmos nosso acampamento e preparar nosso assado do jantar. Na terça-feira pela manhã fomos varar uma lago, que apesar o rio estar bem seco, ainda não havia perdido toda a sua ligação por água e depois de 01:20 puxando o bote conseguimos entrar no lago. Foram inúmeras as capturas realizadas, muito peixe grande, perdi vários e cansei os braços de tanto puxar peixe... Muitos na faixa de 70, 80 cm mas tive a infelicidade de ter duas linhas de fly arrebentadas nas galhadas por tucunarés imensos que estavam presos dentro do lago. Várias iscas de fly foram detonadas também... Fazia muito tempo que não me divertia tanto!!! Saímos do lago, infelizmente, no melhor horário de pescaria porque a volta seria longa também e onde iríamos acampar (boca do lago) era passagem de onças e preferimos não arriscar... Na quarta -feira a nossa programação era pescar tucunarés pela manhã e peixes de couro pela tarde. Muita chuva, o que acabou prejudicando a nossa pescaria e o tempo ficou assim até o meu retorno de barco para Manaus. Sairam muitos popocas e borboletas e os grandes assim como os peixes de couro não quiseram dar as caras.. Na quinta-feira optamos voltar para Barcelos mais cedo, pois a chuva não dava trégua e o meu retorno para Manaus seria na sexta às 15:00. Apesar das adversidades voltei muito satisfeito e com a certeza de que voltarei em 2018, mais preparado para reencontrar aqueles gigantes que não quiseram posar para as fotos. Falando em fotos, seguem algumas abaixo. Espero que tenham gostado!!!! Equipamentos utilizados: Vara Tiro Certo, 9´número 9 com linha Jungle Clear Tip, Sinking Fly Line da Scientific Anglers; Vara Orvis Trident, 9´número 10 com linha Tropical OutBound Short da Rio Products Link para quem quiser assistir um pequeno registro dessa pescaria:
  4. Segue vídeo do resumo da nossa pescaria na região do lago Maçarico. Peixes pouco ativos e manhosos, porém só de estar naquela lugar vale muito. abraços!
  5. Possivelmente o mais controverso de todos os temas. Por mais equipado que você esteja, ainda continuará pensando. "Será que estou pronto ?" Esse pensamento é mais comum do que se imagina. O grande investimento feito no pacote e, a certeza de estar no paraíso dos grandes bocudos, fará com que compre compulsivamente tralhas e mais tralhas. Tentarei expôr aqui uma relação de materiais mais "enxuta" possível. Tralha essa que seja próxima da ideal, mas que não acabe ficando sem uso ou te deixando na mão... Vamos lá ! Qual a tralha recomendada para se capturar os grandes bocudos amazônicos ? Antes de entrar no cerne da questão vale lembrar que os vôos realizados entre Manaus/Barcelos/Santa Izabel do Rio Negro disponibilizam muito pouca bagagem aos seus passageiros. Geralmente 13kg ou 15kg para Bandeirantes fretados, e uns 18kg para os vôos comerciais da Trip, portanto, leve apenas o necessário. Pese tudo em casa, pois cada quilograma de excesso irá lhe custar por volta de R$ 30,00, além de muita chateação, pois a sua tralha poderá ficar pra trás! Muitos pescadores especulam sobre equipamentos mais leves, iscas pequenas, varas de baixa libragem, etc... e até mesmo de que o pescador deve dar chance de fuga ao peixe, "que isso, que aquilo". A verdade é uma só. O tucunaré é um peixe que despeja toda a sua força nos primeiros 30 segundos de briga, portanto não o subestime. Imagine um peixe de 10Kg soltando toda a sua força na primeira tomada de linha ? Pois é, este é o peixe que você estará tentando embarcar. Na década de 70 e 80 vários pescadores brasileiros ganharam projeção no cenário internacional por quebrarem recordes e mais recordes de tucunarés ( na faixa de 9kg e 10Kg ) utilizando linhas de 10lb, 12lb, etc... Mas naquela época os grandes peixes eram facilmente encontrados. Perder um ou outro peixe não era grande coisa. A distância percorrida para se pegar um grandão era relativamente pequena, e a "especulação" pesqueira não era tão grande como nos dias de hoje. Não aconselho ninguém a pescar nessa região, depois de desembolsar boa quantia em dinheiro, a dar chance para o peixe. Chegar lá é muito difícil para a maioria dos pescadores brasileiros, então, esteja pronto em cada arremesso realizado. Ficar com peso na consciência por ter visto um gigante saltando com a sua isca na cara, lá no meio do lago, depois de ter estourado a sua linha é uma frustração. Não queira passar por isso...hehee.. ( experiência própria ! ) Separando por ítens a fim de facilitar o entendimento : Varas: - Devem ser de 25lb, e pronto. Certa feita um tucunaré-paca de 9kg engatou uma "terceira marcha" na ponta da minha linha q eu senti o blank estalando na mão. Acabou que eu tive q dar ponta de vara pro peixe. Caso contrário ele teria estourado a minha vara/linha/isca. Claro q vc pode dar a sorte do peixe correr para o limpo, ou de não estar "com o diabo no corpo" e vc conseguir embarca-lo com uma vara de 14lbs, mas não estamos lá para contarmos com a sorte. - O tamanho da vara está condicionado a várias variantes. Já pesquei com varas de 6.3, 6' e, atualmente, só uso 5.7' ou 6´ pés. Como trabalho apenas com a ponta da vara pra baixo e em canoas de alumínio, varas com mais de 5.6' podem ficar tocando na água, borda do barco, e acabam atrapalhando o trabalho de isca, principalmente iscas q exigem um trabalho de ponta de vara pra baixo. Encontre o tamanho que mais lhe agrade e seja feliz. - Cheque o estado geral da vara antes da sua partida. Todos os passadores devem estar bem presos, o cabo da vara deve ser do tamanho que mais lhe agrada ( ou lhe dê conforto ), e a ponteira deve estar bem fixada. - Não vejo a necessidade de se levar mais de 3 ou 4 varas ( no máximo ), desde que de boa qualidade, para a pesca dos grandes tucunarés. - Se vai pescar de fundo, leve apenas uma boa vara maciça para mais de 50lb. Carretilhas/Molinetes - Devem ser de boa qualidade sim ! Titan 6000 e outras carretilhas / molinetes mais baratos, são bons ? Sim, são ótimos, mas podem não aguentar 600 arremessos diários (ou mais) arremessando iscas pesadas (35g pra cima). Com 2 ou 3 dias estes equipamentos estarão fazendo barulhos internos, travando, ou algo semelhante. Tente levar 2 ou 3 carretilhas de boa marca, como Shimano, Daiwa, Quantum, Abu e etc. - As carretilhas / molinetes devem ter capacidade para 80m ou mais de linha. Não que o peixe irá levar isso tudo de uma vez, mas porque você estará constantemente cortando pedaços de linha desgastados, e isso comprometerá a sua pescaria lá para o meio da semana. Linhas e Snaps: - Use linhas entre 65lb e 80lb multifilamento. A bitola delas gira em torno de 0.38mm, 0.41mm. Eu já vi 03 pancadas seguidas em cima de uma linha 80lb da Power Pró e a linha estourar.. Comigo nunca aconteceu, mas para agradar a "Gregos e Troianos"... uso apenas 65lb. - Alguns usam líder de fluorcabono ou de monofilamento 0.50mm, e por aí vai. Respeito a opinião de todos, mas lá não há pedras nos lagos, então, pode usar apenas a linha amarrada diretamente no pitão q eu garanto (claro q uma linha 65lbs ou mais). A "serra" da boca do peixe dificilmente consegue cortar uma linha 4 fios de 65lbs. Agora, de uma forma geral, faça o que você estiver acostumado. - A principal vantagem de se usar linhas mais grossas ( 65lb, por exemplo ) é q elas são relativamentes finas ( 0.40 mm ) e se acomodam muito bem no carretel. Em arremessos mais longos e em ferradas de peixes já na borda do barco, elas não "encavalam", consequentemente, não perdem resistência com trancos e não estouram. - Se as suas carretilhas estiverem cheias de linha, linhas essas novas, vc não precisará levar mais q 01 carretel de linha sobressalente (300m)...normalmente um carretel de linha aguenta bem o trabalho de 1 semana de pesca. - Uso apenas snaps de 100lb da Berkley, isso, quando uso. O problema é q começaram a falsificar estes snap. A partir de 2010 comecei a usar os snaps canadenses da Strengease. O de 120lbs é muito pequeno. Iscas / Garatéias / Argolas: - A primeira coisa a se fazer é deixar todas as suas iscas pequenas em casa. Elas apenas ocuparão espaço extra nessa viagem. Pode acreditar. Lá você usará 10 iscas no MÁXIMO. - Isca grande atrai peixe grande ?! Pergunta / resposta que você ouvirá o tempo todo. Não é novidade que o tucunaré ataca qualquer tamanho de isca, então, isca grande não atrapalha. A maior vantagem que vejo na utilização de iscas grandes é que elas aceitam grandes garatéias. - Um "erro fatal" que grande parte dos pescadores comete é o de trocar argolas e garatéias por outras superdimensionadas. Reforçar garatéias e argolas é uma necessidade mas CUIDADO PARA NÃO EXAGERAR e fazer com que suas iscas não trabalhem direito. - Garatéias 6x são absurdamente pesadas e possuem "volta do anzol" ( GAP ) com um ângulo muito pequeno, o que dificulta o engate do peixe. Tente usar boas garatéias, como Gamakatsu, Owner, VMC ( Sure Set ), que são 3x ou 4x, dão conta do recado (quando não forçadas pelo pescador) e não atrapalham o trabalho das iscas. Fato é que garatéias pequenas fazem cócegas na cara dos grandes bocudos. Se ele encharutar, ótimo, caso contrário, irá destruir suas garatéias. - As cores das iscas devem ser vibrantes e opacas. Cor de osso, barriga amarela, barriga vermelha, alaranjado, são as cores que mais dei / dou sorte. - Nunca fiz boas pescarias usando iscas metalizadas, como cromadas e douradas...e também nunca vi os guias comentarem bem delas. Zaras/Sticks: - São excelentes. Funcionam otimamente quando o peixe está mais manhoso. - Devem ser arremessadas mais próximo as margens, estruturas, filhoteiros, e etc. Geralmente o peixe a ataca logo quando cai na água ou nas primeiros 3 ou 5 vezes com que são trabalhadas. - Jumpping Minnow da Rebel e Bonnie 115 da Jackall são as duas iscas de superfície mais matadeiras que existem. Coloquem uma garateia tamanho 1 na traseira e outra menor (mas reforçada) na barriga e tenha a certeza que elas pegam mesmo. Claro q existem várias outras iscas show de bola no mercado, como Dr. Spock da KV, SuperSpock da Heddon, as grandes Pencil da Daiwa, , e várias outras q vc está acostumado a usar, são as mais indicadas. Poppers - Boas em qualquer ocasião. O barulho do popper, quando bem feito, só atrai peixão. Infelizmente eu não sei trabalha-los corretamente... ( também não tenho paciência... ) - Tb deve ser arremessada o mais próximo das margens, estruturas e filhoteiros. - Pop Queen da Maria (tamanho 105 ou 130), Knuckle Head da Cheek Chub, Chug Bug da Storm, são super matadeiras. Hélices - São as minhas preferidas. Apesar de serem menos atacadas, quando o ataque acontece é inesquecível. Exige bom preparo físico do pescador. - Chama os peixões que estão "estacionados" no fundo de lagos de média profundidade e podem ser atacadas a qualquer momento. Inclusive lá no meio do lago. - Incrivelmente as hélices que fazem aquele barulhinho metalizado ( de metal contra metal ) são mais efetivas que aquelas que só fazem barulho de arrasto na água. - Rip Roller da HighRoller (5.5 e 6.25), Woodchooper Slim da Luhr Jensen (q retornou com toda a força ao mercado em 2015), Tucunarex 170 quando trocado os metais, Devassa 140 da Yara, são as mais matadeiras. Meia Água/Subsuperfície - Utilizar apenas iscas de meia na Amazônia, na minha opinião, é frustrante... O que mais gosto de ver em minhas pescarias de tucunaré são os ataques frenéticos. Se você quiser qualidade de peixe, use apenas iscas de superfície. - Utilizadas apenas quando os peixes não atacam na superfície, ou no caso de refugo. - Cristal Minnow da Yo-Zuri, Perversa da Borboleta, Prima da Zagaia e Nikita da Aicás são animais. Jigs - Bons e grandes Jigs de cor amarela e rabo vermelho são ótimos quando o peixe refuga. Vale a pena levar alguns com anzóis reforçados. - Segundo informações recentes os Jigs pretos estão sendo bastante atacados por lá. Tentarei essa cor na próxima pescaria. - Existem muitos fabricantes top de jigs....mas os da Xtreme Jig são demais. Pode levar alguns q vc não se arrependerá. Dicas: - Não precisa levar todas essas iscas que foram citadas. Umas 20 / 25 iscas são mais que suficientes para uma boa pescaria. - Caso você insista em usar linha fina, aí sim, leve mais iscas. :twisted: - Leve 70% de iscas ( e respectivas forma de trabalho - superfície, hélice, stick, popper, etc... ) que realmente gosta, domina e utiliza. Os outros 30% serão de iscas que você "acha" que poderão dar certo. - Se possível use a linha diretamente amarrada no pitão. E se for usar snap, use os de 80lb / 100lb da Berkley. - O bom trabalho da isca, aliado ao lançamento no lugar correto, serão os responsáveis por 50% do sucesso da sua pescaria.[/b] Caixa / Bolsa de Pesca / Diversos - Caixas de pesca são mais resistentes, porém as bolsas com caixas plásticas para iscas ( aquelas transparentes ) acomodam melhor o seu material. Particulamente estou migrando para as bolsas de pesca. - Carteira de pesca embarcada ( IBAMA ) - Alicate de contenção com balança aferida é fundamental. Se o alicate tiver aquela fita métrica melhor ainda. - Alicate para troca de garatéias. ( com biquinho na ponta ) - Alicate de corte de grandes garatéias. Pelo menos um da turma deve levar um desses alicates ( tipo alicate de cortar cadeado ). - Lanternas compactas e de boa marca. Dificilmente você fará pesca noturna por lá ! Às 18h todos retornam para o barco hotel, e as lanternas grandonas poderão te atrapalhar, e muito. - Faca ou canivete. Item obrigatório. - Sacos plásticos de lixo de 100 litros. Necessário para proteger bolsas, roupas, tênnis, eletrônicos, etc das constantes pacadas de chuva diárias... 4 sacos são suficientes. - Máquina fotográfica. Item obrigatório. Leve cartões de memória suficientes para tirar fotos de alta resolução. Não deixe sua máquina em ambientes refrigerados, pois elas irão embaçar por dentro. Use aqueles saquinhos estanque ( tipo a prova dágua ) São baratos e muito úteis. - Filmadora. Se tiver uma compacta e quiser correr o risco da filmagem feita pelo seu parceiro, leve-a... - GPS ( Global Position System ). Pra mim um dos mais importantes itens da minha caixa de pesca. Uso desde 1999 e a cada dia gosto mais do aparelho. Leve um compacto e que tenha mapa em sua base. Do Etrex Legend ( azul ) pra cima. Com R$ 300 você compra o Legend que "teoricamente" faz a mesma coisa que os aparelhos mais modernos e coloridos. - Capa de chuva de boa qualidade. Item obrigatório. - Óculos de sol ( Polarizado é ainda melhor ). - 2 jogos de pilhas recarregáveis são suficientes. Roupas e calçados. - Eu gosto de usar roupas curtas ( camisetas e bermudas ) ! Me empantufo de protetor solar e pronto. É mais fresco e no final do dia você estará bem disposto. Mas existem também aqueles que preferem usar calças e camisas de mangas compridas ! Também é válido, desde que se sinta confortável ( essa é a palavra de ordem ) ! - Verifique se no seu pacote contratado, eles oferecem serviços de lavanderia. Em caso positivo, três mudas de roupas leves são suficientes. - Lembre-se q no Rio Negro não existem pernilogos. - Um par de tênis ou Crocs (preferencialmente). Crocs são confortáveis e muito versáteis. Em caso de chuva em plena pescaria, caso esteja de tênis, coloque o dentro de um saco plástico até ela passar. É uma ótima dica... - Meias e cuecas para todos os dias da semana. - Chinelo de dedo e bonés. Item obrigatório. - Leve as roupas que você está acostumado a usar. Lá faz muito calor, lembre-se disso. Medicamentos. - Geralmente o barco hotél tem um kit de primeiros socorros, mas antibióticos e anti-inflamatórios potentes e modernos podem salvar a sua pescaria. Acerte com o grupo para que apenas 1 pescador leve um kit mais completo. Todos participam da compra. - Caso você faça o uso de algum medicamento exclusivo informe ao grupo e leve em maior quantidade. - Esteja com as suas vacinas em dia. - Gases, mercúrio-chromo, ataduras, gases, relaxantes musculares, anti-térmicos, tesourinha, esparadrapo, anti-séptico, creme para assaduras, Floratil 100 ou 200 ( para flora intestinal ), anti-ácido, e aqueles remédios de uso mais frequentes são importantíssimos. Geralmente 1 ou 2 pescadores do grupo farão o uso de algum desses medicamentos... ( pelo menos essa é a tradição ) Bem, essa foi a lista mais enxuta q eu consegui postar aqui. Se organizar tudo direitinho esses "itens" ocuparão pouco espaço, pode apostar. Espero que isso ajude aos marinheiros de primeira viagem. :wink: Um grande abraço. Fabrício Biguá Dica para os novatos. Vai pela primeira vez e está maluco de tanta informação que não sabe quem ouvir ou o q levar?!?! Vai a minha dica de caixa de iscas: - 03 hélices grandes (15cm em média). - 02 PopQueen 105 - 03 Jummping Minnow cor de Osso. - 01 Bonnie 115. - 02 Perversas - 02 Nikitas. - 05 Jigs de pena. São 19 iscas q farão a sua pescaria muito, mas muito efetiva. Pode apostar.
  6. Eai amigos das pescarias haha sou novo aqui, gosto pra caramba da pesca esportiva principalmente a dos tucunarés rs, quero umas dicas de equipamentos varas, linhas, carretilha, iscas artificias coringas nas suas pescaria e lugares bom em outras cidades e aqui em Três Lagoas MS.
  7. Fala Galera, Estou montando um MAPA para rotear os melhores pontos de pesca na represa de TRES MARIAS. Alguem ai tem dicas dos melhores locais pra se pescar lá? abraço
  8. Prezados, Sou novo na pescaria com artificial. Além dos Tucunarés na represa de Tres Marias, gostaria muito de saber quais outras represas e Rios próximo a BH, eu posso buscar os Tucunarés e as Trairas. Poderiam me ajudar pls????? Abraço e sintam-se convidados a pescar comigo.
  9. Boa noite a todos do TB. Fiz este tópico pois moro próximo a região e nas últimas vezes que fui o lago estava enchendo frustrando um pouco a pescaria, mas gostaria de saber com relação aos integrantes do TB que pescam no lago, local, resultado de pescarias e estado da represa. Agradeço quem quiser compartilhar experiências.
  10. Boa tarde, eu e a patroa pescaremos na Amazônia pela primeira vez, agora no final de agosto (22/08 até 29/08). Iremos com a equipe do programa Pesca Sem Fonteiras, com barco Amazon Santana I. A pescaria deve acontecer nestes rios: Madeira, Camaiú, Canumã, Acari, Sucunduri, Abacaxis, lagos marginais. Pelo que entendi, as águas começam a baixar por estas bandas, mas este ano parece que a cheia foi muito intensa. Perguntando ao pessoal da expedição, fiquei sabendo que começaremos a pescaria próximos à Nova Olinda do Norte. Estou levando equipamento para peixes de couro e equipamento para os Tucunarés, grande parte adquirida por indicação deste fórum. Descobri que o tipo de tucunaré é o Pinima, não tão grande quanto os açus e que poderei ter uma boa pescaria de peixes de couro. Bom, pesquei muitas vezes, mas a ansiedade está grande, apesar de ter estudado alguma coisa sobre o lugar, sempre restam dúvidas... Se puderem me ajudar, tenho algumas: 1 - Será que o rio estará ruim com a cheia que se deu por lá, alguém possui informações sobre aquela vazante? 2 - Pegarei alguns bons tucunarés? 3 - Essa equipe do Programa Pesca Sem Fronteiras é boa, e o barco? 4 - Se alguém tiver alguma sugestão, informação, dica, testemunho... É mais ou menos isso, obrigado.
  11. Ola pessoal, primeiramente gostaria de agradecer a todos que me auxiliaram com a escolha do local, quais iscas levar e etc....nos post anteriores. Acabamos optando pela estancia Zé tacca, devido as boas recomendações do pessoal do fórum e do ótimo atendimento do Fernando Tacca, sempre disposto a tirar minhas dúvidas (por e-mail e whatsapp). Fizemos essa pescaria de forma familiar (eu, meu pai e meu irmão), com o intuito de passarmos mais tempo juntos. Saímos de São Paulo por volta das 6:00 da manhã de segunda feira, foram 760km e cerca de 9hrs de viajem ( levando em consideração que paramos em vários lugares para tirarmos fotos e paramos também para almoçar), nos divertimos muito o caminho todo. Chegamos na pousada por volta de 15:00 hrs e logo fizemos amizade com o piloteiro Mizael e seu filho Rafael ( "Chiru") que estava lá passando férias com o pai. Já no primeiro dia fomos dar uns arremessos para treinar pois a pousada fica muito próximo da margem. Presenciamos um por do sol de fazer inveja. A pousada é muito tranquila, comidinha caseira, todos muito receptivos. O sr. José e seu filho Fernando , assim como os piloteiros e a dona Elza (cozinheira) são pessoas maravilhosas. Como estava sozinho no barco, o Chiru me acompanhou na pescaria todos os dias. Muleke gente boa, estava passando as férias com o pai que é piloteiro dos bons, o muleke tava aguado pra pescar ... logo que chegamos já fizemos amizade e foi bem bacana a presença dele conosco. Até demos de presente pra ele uma vara e uma carretilha. A vara dele estava sem a ponta e a carretilha dele zuou no 2° dia de pesca. Eu tinha levado uma carretilha titan 6000 esquerda que nunca usei e uma vara reserva que eu nunca usava tambm...Gostamos tando do guri que demos de presente pra ele. Pescamos 3 dias, devido o frio e o vento que atrapalhava muito nas manhãs...tivemos poucas ações, o peixe estava muito manhoso. Mas mesmo assim conseguimos captura-los tanto de manhã quanto a tarde. Deixando um adendo para tarde do ultimo dia de pesca que o barco do meu irmão que foi pilotado pelo Ailton ("Cabeça"), acertaram um ponto muito bom e capturaram mais de 15 tucunarés em uma tarde. Meu irmão ainda acertou um belo azul de 2,6kg. Antes de irmos para lá criei um post perguntando quais as melhores iscas , o pessoal do forum foi bem bacana e me deu dicas ótimas, levei birutas, papa blacks, inna 70, z90, redbull, zigzarinha.....de acordo com os piloteiros nos dias bons..todas funcionam.....mas nesses 3 dias só entrou peixe na brava e na inna 70....kkkkkk.....Os tucunas de lá são viciados na brava ( Marine sports), qualquer cor pega,rsrsr... O pior é que antes de ir pra lá não achei as bravas pra comprar e acabei comprando a RedBUll da Sumax...ela é identica a brava....até a hora de você jogar ela na água...ela parece ser um pouco mais leve e nada mais encima...e num pega nada...rsrs... Tentamos de tdo, joguei todas as iscas, xuxinha(todo mundo falou muito bem), até helice eu tentei.....MAS SÓ PEGA NA BRAVA...RSRS.. Sorte que os piloteiros que são muito gente boa ( Mizael e Cabeça), tinham várias bravas e emprestaram pra gente. A inna 70 transparente que levei tbem pegou, mas 1% em relação as Bravas. No geral gostaria de mandar um grande abraço para todos que me ajudaram com dicas nos posts anteriores, a todos os integrantes da pousada, em especial ao sr. José e seu filho Fernando Tacca, que conseguem manter um ambiente extremamente familiar, agradável, sem frescura e proporciona uma experiencia maravilhosa aos turistas. Pescar é isso...fazer boas amizades, aproveitar ao máximo o contato com a natureza e com as pessoas que gostamos, dar boas risadas e se der...pegar alguns peixes, kkkkk. Segue as fotos do lugar e de alguns peixes que pegamos, algumas estão tão mal batidas que nem da pra postar.....Marinheiro de primeira viajem sofre.rs Da-lhe CHIRUUU...rs Meu irmão.... Meu irmão.... O Véio...kkkk Meu velho ainda pego 2 pinhas dessas, uma ta na foto...rsrs... Sem falar que ele fico buntinhuuu com esse chapéu que eu arrumei pra ele..kkkk Primeiro Tucuna da minha vida..rs Esse eu fiz questão de mostrar a Brava funcionando...rs Filhotinho também sai na foto...rs UM FORTE ABRAÇO A TODOS!!!!
×
×
  • Criar Novo...