Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fabrício Biguá

Ententendo UHF x VHF x GMRS/FRS... Pra principiante...

Posts Recomendados

Ententendo UHF x VHF x GMRS/FRS... Pra principiante...

-- ------------------------------------------------------------------------------

Depois de participar de uma trilha onde teve um longo percurso deslocamento (rápido) e com um grande número de viaturas, percebi a importância do rádio... Alguns tinham ICOM e outros o velho TALKABOUT... Uma confusão só... Daí surgiram mil e umas dúvidas... e pelo que entendi depois de muito ler... de forma didática... funciona assim...

A denominada "freqüência" é como uma linha telefônica em que você está falando, ou seja um canal de comunicação... sendo o espaçamento de canais é a diferença entre a freqüência de dois canais e essa diferença é geralmente de 12.5 kHz ou 25 kHz...

Já o alcance de um rádio está diretamente ligado a sua potência, a geografia do local de uso e ao uso ou não de repetidoras... e não a freqüência... Você vê na saída de potência RF... ela é a chamada "potência" do rádio, que determina (entre outros fatores externos) o alcance do rádio... é medida em Watts e, para facilitar os cálculos, a cada Watt equivale a aproximadamente um KM de alcance...

UHF, ou ?Ultra High Frequency? - Frequência ultra alta compreendendo a faixa de 300 Mhz a 3 Ghz (1M a 10CM), sendo a banda mais popular os 70CM (430-440 MHZ)... É uma freqüência capacidade de reflexão e penetração em obstáculos feitos pelo homem como aço e concreto dos prédios, pontes e etc, logo, o UHF é mais indicado para rádios que serão usados em meio a obstáculos...

VHF, ou ?Very High Frequency? - Freqüência muito alta compreendendo a faixa de 30 a 300 Mhz (10M a 1M), sendo a banda mais popular os 2M (144-148 MHZ)... É uma faixa melhor para longas distâncias em áreas abertas e zonas não urbanizadas...

Bem dito isso, vamos em frente...

Talkabout - É um UHF, mas na verdade é uma banda FRS (Family Radio Service)/GMRS (General Mobile Radio Service)... Canais variam na freqüência de 460.000 a 470.000 MHz, veja abaixo:

01 462.5625 MHz GMRS/FRS

02 462.5875 MHz GMRS/FRS

03 462.6125 MHz GMRS/FRS

04 462.6375 MHz GMRS/FRS

05 462.6625 MHz GMRS/FRS

06 462.6875 MHz GMRS/FRS

07 462.7125 MHz GMRS/FRS

08 467.5625 MHz FRS

09 467.5875 MHz FRS

10 467.6125 MHz FRS

11 467.6375 MHz FRS

12 467.6625 MHz FRS

13 467.6875 MHz FRS

14 467.7125 MHz FRS

15 462.5500 MHz GMRS

16 462.5750 MHz GMRS

17 462.6000 MHz GMRS

18 462.6250 MHz GMRS

19 462.6500 MHz GMRS

20 462.6750 MHz GMRS

21 462.7000 MHz GMRS

22 462.7250 MHz GMRS

* Custo muito baixo;

* Alcance baixo pois depende do terreno (aberto),;

* Confiabilidade baixa;

* Qualidade de áudio muito baixa;

* Não precisa de licensa de operação.

PX - É chamado de Rádio do Cidadão - serviço de radiocomunicações de uso compartilhado para comunicados entre estações fixas ou móveis, realizados por pessoas físicas, utilizando o espectro de freqüências compreendido entre 26,96 MHz e 27,61 MHz... O PX é regido pela Norma 01A/80, aprovada pela Portaria n° 218-MC, de 23 de setembro de 1980, disponível no endereço www.anatel.gov.br...

* Poucos recursos;

* Alcance aceitavel

* Qualidade de áudio é tao ruim quanto o talkabout;

* Muita gente usa de forma errada e tumultua a conversa;

* Facil para pedir socorro;

* Bom para a estrada;

* A licensa de operação a baixo custo e sem prova.

PY - É chamado de Serviço de Radioamadoré é o serviço de telecomunicações de interesse restrito, destinado ao treinamento próprio, intercomunicação e investigações técnicas, levadas a efeito por amadores, devidamente autorizados, interessados na radiotécnica unicamente a título pessoal e que não visem qualquer objetivo pecuniário ou comercial... o PY é regido pela Norma 31/94, aprovada pela Portaria n° 1278-MC, de 28 de dezembro1994, publicada no Diário Oficial da União de 30.12.94, também disponível no endereço www.anatel.gov.br... Para executar este serviço se faz necessário que o interessado seja titular do Certificado de Operador de Estação de Radioamador - COER...

* Tem ótimo áudio

* Tem excelente alcance

* Extremamente confiável

* Caro;

* Muitas frequências disponíveis

* Tem licença um pouquinho de nada mais cara que a do PX;

* Tirar esta licensa dá algum trabalho pois tem prova.

Por: Murillus - Fórum Brasil 4x4

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Fabrício,

tenho talk about para trilhas, pescaria e atividades onde qualquer um possa operar o rádio.

Tenho VHF que juntamente com a turma do Jeep Clube operamos em 145.180 tal rádio ja me salvou de muitas roubadas.

Exemplo da potência do VHF, no feriado passado fomos para Mambaí, todos com suas viaturas 4x4 e como fui antes fiquei aguardando o comboio na cidade, enquanto curtia o forte sol do nordeste goiano com uma cerveja gelada e uma carne de sol... de repente escutei o rádio chamando. Era o comboio que estava no Sitio da Abadia, a quase 40km de distancia. Como meu rádio é um VHF antigo e sua força é boa por causa da antena, copiei as mensagens e eles me escutavam. Dei dicas sobre a estrada e como chegar ao camping.

Dia 16 agora teremos a prova na Anatel para radio amador VHF.

Muito bom e util!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só para completar, frequências mais baixas tem alcance menor e atavessam barreiras melhor, e frequencias altas tem alcance maior e sofrem maior interferências com barreiras, isso falando dos dois casos com mesma potencia.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É mais ou menos por aí turma...Eu sou rádio amador classe C, uso o prefixo PU2CBC...ou melhor, deixei de operar há uns 3 anos...hehee...muita babaquice na rede...mas a frequência não aumenta o alcançe...e sim, a potência. Eu, aqui em Brasília, chegava a falar em Uberlância (400Km) com um radinho VHF de 5W (145.290), agora, usávamos repetidora, e eu usava uma anteninha externa ligada ao radinho portátil. Era tudo de bom.

Ponto a ponto, com essa minha antena externa eu chegava a falar 20Km mesmo com obstáculos.

Esses radinhos de mão tem, geralmente, 5w de potência...alguns até mesmo...

Para q a coisa funcione bem seria necessário o uso de uma repetidora...mas aí seria inviável por conta do preço e etc.

Uma antena maior e de "maior alcançe" tb seria inviável para quem está dentro de um barco....então, é comprar o melhor radinho e usá-lo em local mais limpo possível....Mesmo q em um trecho vc não consiga falar, em outros falará tranquilamente.

Na nossa última pescaria foi super útil... :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Os rádios da Faixa do Cidadão, conhecidos como PX, e os de Radioamador, conhecidos como PY. Em ambos os casos você terá que estar habilitado pela Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel, órgão responsável pela regulamentação do uso das ondas de rádio no território nacional. Uma terceira opção é o uso de rádios comunicadores portáteis, que não ficam presos ao jipe e nem precisam de habilitação.

Mas não se assuste, o indicativo, como é chamada a identificação dada ao operador da estação de Rádio do Cidadão ou Radioamador (ex: PX1-7955, PY1-ABC) pode ser obtido com certa facilidade. Para maiores detalhes, acesse o site da Anatel onde você encontrará todas as dicas de como tirar seu indicativo.

O PX já vem sendo utilizado pelos aventureiros à longa data, sendo seu uso muito difundido, tanto na cidade como nas estradas. Geralmente eles utilizam o canal 16 por uma razão bem lógica 4x4 = 16. Já o PY apareceu no meio off-road mais recentemente, ganhando a simpatia dos usuários devida principalmente ao som limpos das comunicações, a grande distância que pode ser alcançada via Estações Repetidoras, e aos HT's (Handheld Transceiver), rádios portáteis muito práticos nas mais diversas situações.

A terceira opção é o rádio comunicador portátil, como o rádio Motorola "TalkAbout". A Motorola não é a única fabricante desse brinquedinho, é possível encontrar aparelhos de diversas marcas como Panasonic, Kozzi e outras, em geral com custo inferior ao da Motorola (isso mostra o sucesso desse tipo de rádio por aí afora). Eles operam na faixa UHF 462.5625 a 467.712. São alimentados por baterias alcalinas do tipo palito (AA) portanto não ficam presos ao jipe, permitindo que sejam carregados em caminhadas, trilhas e em passeios não off road, como supermercado ou shopping center. O lado ruim é o custo das baterias que duram 72 horas com 5% do tempo transmitindo e 5% recebendo (dados do fabricante). Esse problema pode ser resolvido com o uso de baterias recarregáveis. Outro limitante é o alcance, de 3Km em campo aberto, diminuindo com a presença de obstáculos físicos (árvores, montanhas, prédios). No entanto para o uso off road este alcance é bem razoável, atendendo na maior parte dos casos.

O que é melhor o PX, o PY ou o comunicador? Na verdade não existe um melhor que o outro para uso off-road. Cada um possui vantagens e desvantagens, e muitos off-roaders acabam optando por ter mais do que um. Para ajuda-lo a entender o mundo das rádio comunicações, fizemos a tabela comparativa abaixo :

Item

PX

PY

Comunicador

Autorização

Retirar indicativo na Anatel (necessário apenas RG e CPF), pagar taxa de R$ 26,83 por estação.

Fazer prova aplicada pela Labre - Liga Brasileira de Radioamadores (fornece apostilas), retirar o COER - Certificado de Operador de Estação de Radioamador na Anatel, pagar taxa de R$ 26,83 por estação.

Não é necessária

Freqüência

De 26,96 à 27,61 MHz (HF), dividida em 60 canais, também conhecida como faixa dos 11 metros

São várias as faixas de freqüência (HF, VHF, UHF, etc). A mais utilizada é a de 144 à 148 MHs (VHF), também conhecida como faixa dos 2 metros

UHF 462.5625 a 467.7125 com espaçamento entre os canais de 12.5 KHz

Modulação

AM - Amplitude Modulada

FM - Freqüência Modulada

UHF - Ultra High Frequency

Potência

No máximo 7 Watts

No máximo 50 Watts

Fixa - 0.5 Watt

Equipamento

Existem diversos modelos para uso móvel (em veículos), no entanto é necessário que esteja homologado. Consulte o site da Anatel

Existem diversos modelos para uso móvel (base e HT's), no entanto é necessário que esteja homologado. Consulte o site da Anatel

Existem diversos modelos de diversos fornecedores, não é necessária homologação.

Antena

Para uso móvel, existem 2 tipos, a de 1/4 de comprimento de onda (2,75 metros) conhecida como "maria mole", e as bobinadas, bem menores.

*Para uso móvel, na faixa dos 2 metros, existem dois tamanhos, as de 1/4 e 5/8 de comprimento de onda (0,5 e 1,25 metros).

Fixa no próprio aparelho.

Alcance

Para curtas distâncias, aproximadamente 10 km, não sofrendo interferência de morros, vales, prédios.

**Para médias distâncias, sofrendo forte interferência de morros, vales, prédios. Via repetidora, pode-se alcançar centenas de quilômetros.

No máximo 3Km, em campo aberto, sofrendo alguma interferência de morros e prédios.

Instalação

***Requer conhecimentos técnicos, principalmente para a instalação da antena, que se for mal feita pode danificar o aparelho.

***Requer conhecimentos técnicos, principalmente para a instalação da antena, que se for mal feita pode danificar o aparelho.

Não necessita instalação.

Custo

O custo de um aparelho simples é baixo. O rádio, mais uma antena maria mole, pode sair por um valor inferior a R$ 200,00.

O custo de um aparelho simples, HT ou base, está na faixa de R$ 500,00 à R$1.000,00, dependendo do modelo. A antena de 1/4 de comprimento de onda sai por menos de R$ 50,00.

O custo de cada aparelho está por volta de R$ 140,00, modelos de fornecedores menos conhecidos no Brasil em geral são mais baratos. Acrescentar o custo das pilhas alcalinas (3) por aparelho.

* Os HT's, quando utilizados no interior de jipes de teto rígido, tem seu desempenho melhorado quando utilizados com antena externa.

** Nem todos os rádios possuem recursos para acionamento de repetidora.

*** É necessária a utilização de um medidor de ?ROE" (razão de ondas estacionárias) para uma perfeita instalação da antena.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

Desculpa "ressuscitar" este tópico, mas é que eu tô querendo comprar dois rádios Icom IC V8 (VHF) para levar nas pescarias. A idéia é carregar um na canoa e deixar outro na base (acampamento, pousada ou barco) para comunicação e segurança. Newton também tá querendo comprar, mas estou em dúvida se eles funcionariam para este propósito...

Pelo que sei, dificilmente ficamos a mais de 30km do barco (linha reta)... Isso daria umas duas horas de navegação ou mais, considerando as curvas dos rios e velocidade dos botes com motor 25hp.

Na última pescaria levamos 4 talkabouts Motorola (amarelinho) e não funcionou... Pilhas fracas, sem sinal, enfim, conseguimos comunicação 1 ou 2 vezes durante toda a pescaria e acho que em uma delas, dava pra ver as pessoas com quem estávamos falando e ainda assim falhava...

Será que esse rádio Icom IC V8 teria melhor resultado?

Esse "radinho" que você fala é um Icom ou é um Talkabout?

Abraço!

É mais ou menos por aí turma...Eu sou rádio amador classe C, uso o prefixo PU2CBC...ou melhor, deixei de operar há uns 3 anos...hehee...muita babaquice na rede...mas a frequência não aumenta o alcançe...e sim, a potência. Eu, aqui em Brasília, chegava a falar em Uberlância (400Km) com um radinho VHF de 5W (145.290), agora, usávamos repetidora, e eu usava uma anteninha externa ligada ao radinho portátil. Era tudo de bom.

Ponto a ponto, com essa minha antena externa eu chegava a falar 20Km mesmo com obstáculos.

Esses radinhos de mão tem, geralmente, 5w de potência...alguns até mesmo...

Para q a coisa funcione bem seria necessário o uso de uma repetidora...mas aí seria inviável por conta do preço e etc.

Uma antena maior e de "maior alcançe" tb seria inviável para quem está dentro de um barco....então, é comprar o melhor radinho e usá-lo em local mais limpo possível....Mesmo q em um trecho vc não consiga falar, em outros falará tranquilamente.

Na nossa última pescaria foi super útil... :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavão....esse Icon q vc quer comprar tb é um radinho de mão (HT). Pouca potência (5W) com as pilhas cheias. Na verdade vc não conseguirá um alcançe muito diferente dos Talkaboult não. Conada

Esses rádios são muito bons, mas com antenas maiores....aí sim, vc conseguirá falar mais longe....ou caso adquira um rádio base, q pode ser tb da própria Icon...mas aí estamos falando em 10x mais potência, ou 50w.

Com um rádio base (50W) no acampamento com uma antena relativamente barata, e do outro lado o HTzinho (5W)...aí sim....vcs falarão longe...acredito q mais de 30Km...

Atualmente os rádio base estão super compactos e baratos. Vale a pena comprar um para usar no acampamento.

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-100958004--radio-yaesu-ft-1802-50-watts-homologado-vend-gold--_JM

Procure no ML por Yaesu 2800...São 65W de potência...Um chuchuzinho..hehee.... rindo3::

José Torres...esse Yaesu aí eu não conheço....mas tenho certeza q é um excelente HT.

Na minha época eu usava um FT11R, q é esse aqui embaixo.

Imagem Postada

Eu usava uma antena externa em casa e o bicho falava uns 20Km diretamente com outro radinho Icon IC-V68 de um colega usava no carro dele. Isso, ponto a ponto, sem repetidora.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

O Yaesu VX-6R tem as seguintes especificações:

VX-6R Transceptor Portátil HT Tri-Band (144/220/440MHz) 5 Watts

•Rádio HT compacto de tripla banda (144/220/440 MHz)

•Ampla faixa de recepção

•Recebe de 504 kHz a 999 MHz (celular bloqueado)

•5 Watts de saída em 144 e 430 MHz e 1,5 Watt em 220 MHz

•Potência ajustável em 0,3/1,0/2,5/5,0 W em 144 e 430 MHz e em 0,2/0,5/1,0 e 1,5 em 220 MHz

•900 canais de memória alfa-numéricos

•Sistema EPCS permite selecionar chamadas apenas de uma estação específica

•CW trainer para treinar telegrafia

•CTCSS e DCS

•Relógio 24 horas incorporado

•Mede apenas 58 (largura) x 89 x 25 (profundidade) mm

•Pesa aproximadamente 270 gramas

•Acompanha carregador de bateria (NC-72), bateria recarregável 7,4 V 1400 mAh (FNB-80LI), antena, presilha para cinto, alça para transporte e manual de instruções original

Com estas especificações, você poderia dizer se ele fala com talkabouts?

É fácil obter a licença da Anatel para operá-lo?

Obrigado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Barco Discovery tinha isso... Só que nas lanchas tinha um radinho fixo, um pouco mais potente. Acho que é uma baita solução, considereando que os preços dos HT estão bem próximos... Só que alguns piloteiros ficavam "brincando" no rádio ao invés de prestar atenção no que estava acontencedo... :gorfei:

Conclusão: alcance só com potência e potência só com repetidora e antenas...

Valeu e abraço!

Ele não compram é por desconhecimento mesmo Gustavo....E largar rádios na mão de guias, aff...imagina?!?!? blink::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É isso aí Gustavo... ::tudo::

E José Torres...o radinho é top...Se for apenas para pescar, nem precisa de autorização...leve o radinho e pronto...Agora, se vc quer usá-lo na cidade, usando repetidoras, aí sim, precisará fazer de uma permissão que vc conseguirá junto a liga de rádio amadores da sua cidade. Pesquise aí q vc encontra.

A licença não tem nada a ver com Anatel....e sim, Ministério das Comunicações. ::tudo::

E vc precisa ver em qual frequência opera os Talkabout q vc está querendo modular...mas acho depois de configurar certinho as frequências de entrada/saída vc consegue falar com eles. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício, só mais uma coisa: você informou na pimeira mensagem acima que as frequências dos talkabouts variavam de 460,000 a 470,000 MHz e segundo as especificações do VX-6R as suas frequencias são 144/220/440 MHz. Mesmo assim, você acha que ele fala com talkabouts?

Eu também ouvi dizer que para falar com talkabouts, ele precisaria ser "desbloqueado".

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício, só mais uma coisa: você informou na pimeira mensagem acima que as frequências dos talkabouts variavam de 460,000 a 470,000 MHz e segundo as especificações do VX-6R as suas frequencias são 144/220/440 MHz. Mesmo assim, você acha que ele fala com talkabouts?

Eu também ouvi dizer que para falar com talkabouts, ele precisaria ser "desbloqueado".

Uhm....José Torres...vou ficar te devendo. Pelo q vc diz, não dá não....mas me lembro q desbloquiei baratinho....Como estou sem modular há uns 8 anos..tô por fóra mesmo.... ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi pessoal, muito bom este site, estou aprendendo muito. Parabéns a todos. aplauso::

Sobre rádio para embarcação, no nosso caso de embarcação miúda ou pequena, VHF é o Rádio! Walktalk 5w alcance em mar aberto e ondas baixas, 2 a 5km, VHF fixo, 25w, até 40km, dependendo da propagação e altura da antena das duas estações.

Precisa ser homologado e registrado na Anatel e fazer prova para Rádio operador Anatel.

Bração

Mutley

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...