Ir para conteúdo

Posts Recomendados

Galera sempre tive esta duvida,porque nossos grandes idolos(rubinho,nakamura,lester etc)nao participam de torneios como nos?Ja que sao considerados os melhores deveriam provar isto em campo.como os americanos.veja o kevim van dan

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
OIE Gilberto,
Ponto muito bom, amigo.
Para ser um ídolo, um deve sair e provar em público suas habilidades.
Por exemplo, (Kevin Van Dam), sendo considerado o melhor pescador de Bass do mundo encontrou o Amazônia igualação muito tempo atrás.
 
Van Dam ganhou uma viagem de 1 semana para o Rio Negro para ele e para toda a família, como parte de seus ganhos para 2001.
Sua maior Acu foi 18# e ele ficou muito desapontado.
Então novamente em 2003, ele retornou para uma segunda viagem do RIO NEGRO, provar que ele era um caçador de troféus do real.
O melhor peixe foi # 22.
 
Uma verdadeira história porque eu hospedado ele duas vezes.
Ele pesca todos os dias e mais horas do que qualquer um que conheço.
 
Ele descobriu que "todos os homens são iguais no olho de peixe", como mencionado em outro lugar no fórum.
 
Ele ganhou milhões de dólares se, mas ele lançou uma linha de pesca mais do que milhões de vezes.
Ele é um cavalheiro para seus fãs, enquanto trabalho todos os dias, em lugar de pesca.

::fisherman 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aqui em minas sempre participei de torneios e sempre estava lester ou nakamura e sempre so ficam nos bastidores e nunca competem.seria bem legal se um dia pudessemos competir com tais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz meu maior ídolo, .... me ensinou a pescar ... foi comigo na beira do rio, arrancou minhoca para me ensinar a pescar ... rsss comprou minhas primeiras tralhas .... e quando o encontro ainda fazemos aquela pescaria de barranca para colocar o papo em dia ... paizão ... obrigado por me ensinar a pescar .... te amo !!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz meu maior ídolo, .... me ensinou a pescar ... foi comigo na beira do rio, arrancou minhoca para me ensinar a pescar ... rsss comprou minhas primeiras tralhas .... e quando o encontro ainda fazemos aquela pescaria de barranca para colocar o papo em dia ... paizão ... obrigado por me ensinar a pescar .... te amo !!!

amigo falo bonito demaisss, meu maior e unico idolo, meu paizao, que me ensinou a pescar, ja me levava no Araguaia quando eu tinha 3 anos de idade... Obrigado meu pai tambem, por me ensinar a pescar, ele so nao imaginou que eu ia gostar tanto...ahahha...

abraçossss

Deus nao conta os dias que passamos pescando

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos, precisamos saber separar bem as coisas, ok?!?! Vou postar a minha opinião...e não sei se ela é a mais certa...mas eu vejo tudo isso da seguinte forma.

 

Não temos ídolos pescadores esportivos profissionais.

Temos aqui no Brasil ídolos apresentadores de programas de pesca.

 

Começamos com o Gugu (bom apresentador/bom pescador e pioneiro), passamos para o Rubinho (excelente apresentador e precursor do pesca e solte), fomos pro Nakamura (simplicidade e técnica) e por aí vai.....Me perdoem os outros q não citei...Temos muitos nomes excelentes como o Papa, Hoffman e outra dezena de bons apresentadores...mas todos, são exímios apresentadores de televisão.
Eles se destacam/destacaram como comunicadores....e não como pescadores profissionais.
Eles ganharam/ganham dinheiro e a vida como comunicadores/vendedores/empresários de produtos...e não com torneios.

Talvez, se colocássemos o Kevin Vandam apresentando um programa de pesca, ele não fosse ídolo de ninguém....hehehee..

 

A realidade norte americana é tão diferente da nossa, q chega a dar dó...hehehee...

Os norte americanos amam a pesca esportiva, amam os seus peixes, rios, lagos e a prática da pesca esportiva.

Protegem e estudam a fundo os seus peixes e seus comportamentos.

Investem pesado na preservação do meio ambiente (mesmo já tendo detonado muita coisa).

Consomem muito pescado, mas sabem separar como ninguém o esporte do consumo de peixe na mesa. Piscicultura, manejo, importação, sei lá...só sei q eles consomem muito mais peixe q nós, mas seus rios e lagos cada dia divertem mais e mais pescadores esportivos.
Eles sabem aproveitar os seus recursos hídricos e o respeitam. O preservam para as futuras gerações.

 

A pesca, assim como a caça, foi e/ou é praticada por todos...Até os presidentes (e ex-presidentes) adoram caçar e pesca....Enquanto isso o nosso presidente adora roubar...kkkkk...tem comparação?!?!?
Nosso Governo quer voto, não importa o q precisem fazer. Se eles vendem a mãe, vender nossos rios é a coisa mais simples de se fazer.

Os norte americanos sabem o valor dos seus rios, lagos e peixes....O povo apóia o Governo/Político que protege a natureza...então, o Governo se emprenha em preservar a pesca esportiva.

 

Voltemos aos ídolos.

O BassMaster, mais importante torneio de pesca deles é realizado há anos. Normalmente os lagos são os mesmos, envolvem cidades inteiras, movimenta milhões de dólares e muitas empresas grandes.

Aqui no Brasil ainda engatinhamos na modalidade. Pode ser q exista há vários anos, mas em regiões isoladas e reúnem poucos pescadores.
Testemunho vários organizadores sonhando em criar um torneio nacional...mas nenhum foi posto efetivamente em prática. O Governo não aprova, as empresas não se interessam, e o perfil dos nossos pescadores ainda é aproveitar a pesca esportiva para descansar, divertir, comer peixe, reunir com os amigos....e não o de competir.

Nossos rios e lagos estão sendo cada vez mais destruídos pela pesca profissional e pela falta de fiscalização adequada. 

Nosso povo ainda não tem renda para custear o transporte e toda logística q envolve um torneio nacional....A indústria da pesca esportiva ainda não vê vantagem em bancar e investir pesado em torneios.

 

Bem....poderia passar a noite toda citando as enormes vantagens que os norte americanos tem em relação a nós...hehee...fato é q pouquíssimos de nós teriam condições de atravessar todo o País custeando viagens de pesca, em locais que cada dia tem menos peixes, e por aí vai. E agora vem a pergunta, PRA QUÊ!??! Pra ganhar um motor de popa, um conjunto de pesca ou algumas iscas e camisas?!?! hehehee...Jamais.

Por mais interessante que seja a premiação do torneio, ainda não compensa ser profissional nesta área (viver dela)...então, não tem como comparar os nossos ídolos com os ídolos da Terra do Tio Sam.

 

Então, finalizando, nossos ídolos da TV não tem o mínimo interesse em serem nossos ídolos dos torneios...hehee....

 

Bem...eu acho q é mais ou menos por aí...hehee... ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Aqui está a minha humilde opinião e vale exatamente o que custa-lhe -lo;

 

Fabricio, bateu o prego em quadrado na cabeça, na minha opinião! Muito bem feito.

 

No entanto, no mundo da pesca para Tucanare todo o mundo, (especialmente Acu), um homem que pode ser classificado como um ídolo.
-Envergonha-me como um pescador que seus pares nunca reconheceram sua enorme contribuição para o negócio brasileiro de pesca de Rio Negro e grupos que vão para o Amazonas para aventura ACU todos os anos.

 

é e sempre foi algo sobre pesca que faz todos os homem egoísta e faz com que ele acredite que ele é o mundo é especialista em burlando um organismo pequeno com um cérebro não maior que uma castanha de caju. Isso é se esse homem pescou mais de uma vez em sua vida.
Eu tenho que acreditar que sou melhor que a maioria dos pescadores, você tem que acreditar que você é melhor do que todos os seus amigos, e homens que são totalmente convencidos de que eles são o melhor do mundo inteiro. o que é e sempre vai ser assim".

 

O sujeito que refiro acima como um possível ídolo tem pescado para Acu mais horas nos últimos 12 anos que qualquer 4 outros pescadores combinado, isso é um fato.
Ele trouxe para o barco mais Acu 20#, mais do que qualquer outros 4 pescadores combinados.
Ele tem explorado mais águas e mapeado do Alto Rio Negro que ninguém mais.
Ele provou o mais novo equipamento de pesca para a pesca de Acu melhor do que ninguém.

 

Cada barco hotel ou acampamento promover pacotes Acu hoje no Rio Negro tem um proprietário, Capitão, gerente ou chefe guia que passou algum tempo aprendendo onde, como e quando com este homem. (Incluindo alguns do famos a maioria dos apresentadores de TV do Brasil). Todos.
aqueles que foram favorecidos por esse cara com presentes de livros de mapas, pontos GPS, marcas de terra e técnicas de pesca que agora são consideradas por alguns como especialistas.
Pryor para pescar com ele nunca souberam que mão usar a manivela o carretel, para não mencionar "o que é um rippppppp."

 

Eu simplesmente gostaria de ver um pouco de reconhecimento dado onde o reconhecimento é devida, em nosso mundo de Acu.
Isso é tudo.
"WD"

 

English

 

Here is my humble opinion and worth exactly what it cost you to see it;

 

Fabricio,  hit the nail squarely on the head, in my opinion ! Very well done.

 

However in the world of fishing for Tucanare all over the world, (especially Acu), there is one man who might be classified as an idol.

It embarrasses me as a fisherman that his peers have never acknowledged his huge contribution to the Brazilian business of Rio Negro fishing and groups who go to the Amazonas for ACU adventure every year.

 

There is and has always been something about angling which makes all man an egotist and causes him to believe he is the world’s expert in outwitting a small organism with a brain no larger than a cashew nut. That is if this man has been fishing more than once in his life.

I have to believe I am better than most anglers, you have to believe you are better than all your friends, and there are men who are totally convinced that they are the better of the whole world. “It is what it is, and will always be so”.

 

The fellow which I refer to above as a possible idol has fished for Acu more hours in the last 12 years than any 4 other fishermen combined, that is a fact.

He has brought to the boat more Acu over 20# than any other 4 fishermen combined.

He has explored more waters and mapped more of the upper Rio Negro than anyone. Where

He has proved more new fishing equipment for better Acu fishing than anyone.

 

Every hotel boat or camp promoting Acu packages today on the Rio Negro have an owner, captain, manager, or head guide who have spent some time learning where, how, and when from this man.        All.

There are those who were favored by this guy with gifts of books of maps, GPS points, land marks, and angling techniques who now are considered by some as experts.

Pryor to fishing with him they never knew which hand to use to crank the reel, not to mention “what is a rippppppp.”

 

I would simply like to see a little acknowledgement given where acknowledgement is DUE, in our world of Acu.

That is all.

“WD”  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício e amigos,

Acredito que tenha abordado um aspecto importante e que precisa ser mais compreendido pelos nossos usuários pescadores !
Não há muito como querer se comparar com os EUA nesse tipo de quesito, pois estamos falando de uma cultura focada em observar (e respeitar) aspectos de ecologia, sempre ligados e/ou oriundos do processo educacional que tem ! Também é impossível querer associar (falando agora da grande maioria da população americana) que sua boa qualidade de vida (estou me referindo ao padrão da classe média dominante) permite esse tipo de comportamento ! O hábito de usar e respeitar o ambientalismo é algo que a cada ano passa agregar um número cada vez maior de adeptos ! Todos eles vem nessas atividades, ações esportivas, e como tal, um incremento todo especial que pode e deve ser agregado a sua qualidade de vida pessoal e/ou familiar ! Não vou ficar aqui enumerando essas qualidades existentes nos EUA, mas com riqueza e elevado padrão de vida, todas essas ações ficam mais simples - MAS não nos esqueçamos que essa situação foi alcançada por méritos próprios e construída ao longo de muitos anos de seriedade e perseverança... (não foram poucos os rios e lagos arrasados no passado, bem como a quase extinção da caça por ausência de uma mobilização efetiva da própria sociedade).
Não precisamos querer fazer comparações com nosso estágio nesses aspectos, pois estamos ainda MUITO atrasados a qualquer dessas pretensões...
 
 Mas voltando a questão do tópico, que está interligada ao que comentei acima, as indústrias de produtos esportivos que atuam nos EUA (independentemente de suas origens), sabem que a competção é árdua, e o mercado cada vez mais seletivo, embora farto para abrigar negociações de bilhões de dólares (é bilhões mesmo...). Um dos processos de manter o foco dos americanos nesses temas, onde (pesca) é muito associado, é manter o alto espírito competitivo do seu povo, em busca permanente de melhores resultados. Os torneios portanto, são uma resposta bastante clara a essa demanda, e através deles, se investem (cada vez mais) milhões e milhões de dólares, mantendo pescadores profissionais (não necessariamente "apresentadores" - com todo respeito) ativos praticamente o ano todo, em circuitos de pesca que sequer imaginamos venham existir, e que atraem milhares e milhares de fans a cada etapa (claro que com o suporte de marketing televisivo, cujo retorno comercial é compensador).
Lá os principais pescadores que disputam esses torneios, ganham notoriedade e respeito em obter resultados e acumular a admiração dos seus fans e ou amantes da pesca ! No fundo, existe um enorme trabalho de marketing e suporte para todas essas ações, sempre com cunho comercial, pois é para isso que existem essas ações. Só que lá esses retornos são sempre favoráveis, e as "vendas" acontecem quase que por mera consequência do número de praticantes existente, e da visibilidade que essas ações permitem aos fabricantes e/ou circuitos de pesca envolvidos ! Um enorme "ganha ganha";... Difícil imaginar isso no nosso país, onde até a incerteza de acesso aos locais de pesca (como é o caso de chegar a Barcelos e/ou SIRN - polos de pesca esportiva no Brasil) se tornam obstáculos a serem superados por aqueles (quase considerados "fanáticos") que não se privam de por lá irem pescar !

Nossos "ídolos" de outrora, muitos dos quais já citados, são na verdade "desbravadores" de uma proposta que amadurece com enorme dificuldade no nosso País (do futebol e carnaval...). Verdadeiros abnegados em tornar popular algo que é próprio da nossa população, que é pescar, mas que nunca mereceu ser tratado com esse "status esportivo", penaram (ou penam) há décadas através de patrocinadores para manterem vivas suas idéias (ditas no passado como "ilusões") preservacionistas ! Hoje a divulgação se tornou mais imperiosa com as alternativas dos meios de comunicação, principalmente pela chegada da internet e da quebra do monopólio das imagens de canais de televisão, mas ainda assim, são muito pouco expressivas para o tamanho e potencial de nossos rios, lagos e costa atlântica ! Novamente lembro-lhes que parte de todas essas ações de marketing (e venda comercial de produtos) depende essencialmente do estágio de riqueza (ou disponibilidade) dos possíveis clientes, não apenas para expor produtos, mas principalmente concorrer com os custos dos produtos importados ! Melhoramos um pouco, mas ainda não representamos um filão de maior interesse a esses grandes fabricantes... (avaliem se temos competitividade com outros mercados em expansão, cuja capacidade de disponibilidade financeira para lazer é maior que a nossa). Nessa mesma acertiva, é de se louvar o esforço contínuo de alguns fabricantes brasileiros (alguns deles já associados a empresas estrangeiras) a fornecer material "tropicalizado" e adequado aos pescadores nativos do nosso país ! Não nos esqueçamos (aqui mesmo no FTB) que muito poucos de nós deixa de comprar produtos importados, não apenas por serem MAIS BARATOS (haja impostos a serem pagos...), mas certamente por apresentarem uma melhor tecnologia no que embutem nesses produtos ! É difícil negarmos isso... 
 
 Depois que postei, vi que o WD Allen abordou esse tema dentro de um outro enfoque, não menos importante, mas que também se encaixa dentro do conteúdo que pretendi escrever acima ! Claro que as contribuições são (e sempre serão) importantes, não importando suas origens ! Não me iludo contudo que grande parte delas esteja vinculada a ações comerciais. Claro que é importante que todo o processo de pesca do Açu (ou qualquer outro exemplar) seja protegida de depredação e exploração inconsequente, e que tenha legislação apropriada para ser exercida, embora continue achando (e defendendo) que o problema efetivo é o grau de consciência (ou descaso) conservacionista existente na nossa população. Óbvio que grande parte dessa realidade é devida as reais condições de sobrevivência do nossos ribeirinhos e absoluta falta de cultura e/ou alternativas eficazes para uma mudança efetiva de hábitos, principalmente com a chegada de "turistas" encantados com os pontos de pesca, e com os bolsos forrados de dinheiro e dispostos a qualquer coisa para eternizar a imagem de um troféu embarcado ! Esse é o estágio atual em que nos encontramos por lá... A grande maioria de pescadores que frequenta regularmente esses locais de pesca (Barcelos e SIRN) tem observado o declínio de peixes e o significativo aumento de pescadores na região, ampliando a pressão e matança das matrizes... 
 
 As imagens que vemos nos programas de pesca (já em declínio de diversidade), bem como as que presenciamos nos pontos em que pescamos, representam um índice percentual pouquíssimo significativo dentro desse mundo que insistimos considerar em evolução crescente ! É natural que assim enxerguemos com o crescimento das notícias de maior número de pescadores, grupos, viagens, etc... que se propagam nos Fóruns, Facebook, e congêneres, mas será que eles são tão diferentes assim dos "tempos de antes", quando não se propagavam tanto assim as notícias e informações ? Claro que sim, mas hoje somos uma população bem maior que antes e estamos - mesmo que no galope de um jabuti - evoluindo nessa direção... Espero que os filhos de meus netos possam desfrutar de uma ação de pesca similar às que encontrei nos EUA, e que nossos tucunarés não sejam apenas referências literárias com já são hoje os enormes surubins (pintados) do rio São Francisco... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

      Acho que o Fabrício explanou muito bem a realidade ..falar mais sobre a diferença entre nós e os americanos é chover no molhado.

Acho ainda que: Ganhar um torneio não significa, necessariamente, que é melhor pescador que ninguém........ganhar um torneio não prova absolutamente nada....o fator sorte também influencia, claro que a técnica e conhecimento ajudam, mas......

      Então algum deles participar de um torneio e não vencer, prova o que ? Que são maus pescadores ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Kid foi perfeito....Disse tudo o q gostaria, com as palavras certas...Tu é o cara pra escrever... mestre::

 

Ah, outro detalhe...aqui no Brasil a robalheira nos torneios é quase certa....Lá fora a coisa é mais "em baixo"...inclusive saiu uma matéria na web onde um competidor foi preso após ter sido pego fraudando o torneio.

 

 

Alabama não mexer com os pescadores batota em torneios de pesca do robalo. Outro pescador, Steven Macon de Pell City, Alabama, foi preso e acusado pelo Departamento de Polícia Pell City. Ele supostamente foi capturado em vídeo pelos oficiais Alabama caça e peixe em uma ponta, levando um peixe fora de uma cesta em uma doca e colocá-lo em seu livewell, posteriormente, trazê-lo para as escalas no Torneio D & S no Riverside em Logan Martin em terça-feira, junho 17, em um peixe, robalo grande torneio. Testemunhas locais confirmaram que, assim que ele colocou o baixo na balança, G & F e Polícia Marítima Alabama interveio e fez a prisão. Ele foi levado ao escritório do xerife do condado de St. Clair para a reserva.

Ele foi acusado de adulteração de uma competição esportiva e seu julgamento está marcado para agosto de 2014. Nós vamos atualizar esta história, se nós aprendemos de mais detalhes. Sua página do Facebook foi aparentemente removido recentemente, provavelmente devido ao clamor público de pescadores locais na sua página.

Uma coisa é certa, as pessoas Alabama não brincar com cheaters em torneios de pesca do robalo.Primeiro os cheaters Guntersville  foram presos alguns meses atrás, e agora esse cara em Logan Martin foi filmado e preso.

Nós nunca vamos entender por que alguém iria correr o risco de perder seus privilégios de pesca e sendo ostricized publicamente por algumas centenas de dólares em um torneio de jackpot. Mas estamos felizes que os pescadores relatam comportamento suspeito e esses caras pego.

Link direto: http://www.wired2fish.com/another-cheater-in-fishing-tournament-arrested-in-alabama/

 

O q não faltam são histórias de competidores brasileiros q roubam na cara dura...hehee... suici::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...