Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Ivan

Acasalamento de tucunarés

Posts Recomendados

Amigos

Gostaria de saber a respeito do acasalamento dos tucunarés.

Se alguém puder me explicar como funciona, se existe uma época certa ou

se isso varia de região para região, se nos rios eles acasalam na mesma época das lagoas, se os peixes ficam realmente inativos nesse periodo e por ai vai.

Porque o acasalamento esta sendo a minha principal desculpa para quando os peixes estão inativos ninja:: seila:: lingua:: é Claro que falo isso sem conhecimento de causa, é apenas pra me safar das famosas piadinhas heheheh.

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ivan não sou biólogo mais posso contribuir com minha experiência de alguns anos de observação.

Aqui em Brasília e região eles costumam começar a formar os casais nessa época, final de inverno início da primavera... acho que tudo tem a ver com a temperatura da água e início das chuvas. Com a água aquecendo gradativamente eles começam a formar os casais, nesta época ainda temos muita ação, eles ainda estão se alimentando muito, se preparando para a época do acasalamento onde eles param de comer consideravelmente. Eles reproduzem várias vezes nesta época que vai até o final do verão...

Já presenciei casais de azuis com uma nuvem de filhotes de 2 cm ... o casal ficava seguindo a nuvem de filhotes, protegendo-os de ataques das tilápias e outros pequenos tucunarés... Nesta ocasião, joguei uns 5 ou 6 tipos de iscas de superfície na frente deles e não houve sequer reação. Quando joguei uma de meia água e trabalhei ela bem lento passando quase no meio da nuvem de filhotes aí foi diferente, o macho deu um bote na isca Maria The First 90 mas não para comer e sim para espantar..., porém a garatéia ficou presa na lateral da sua boca e foi um show... soltei ele rapidinho e tentei a fêmea, mas ela foi conduzindo os filhotes mais para o fundo a ponto deu perder a visão, e não consegui pegá-la...

Essa é a minha experiência...

Agora eu tenho uma dúvida: Tucunaré coloca ovos ou os alevinos nascem formados? Como é a fecundação? A fêmea coloca os ovos no fundo (ninho) e o macho despeja o esperma em cima ou através da cópula mesmo?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ivan,

Também por observação, e dentro do que você pontua, acredito que por não ser um peixe de piracema, e mais até, territorialista, é necessário existir algum tipo de fenômeno natural que faça com que os casais se juntem para procriar !

Nos rios ( é mais fácil de verificar ), existe o fenômeno das cheias, época em que acontece abundância de alimento, seja para presa, seja para predadores.. Assim entendo que nessas épocas é que os casais aproveitam para desovar e gerar sua prole !

Muitas vezes, por ocorrencia de um "repiquete" ( e isso acontece com alguma frequência nos rios amazônicos ), o peixe para de se mostrar ativo, adquirindo ( a depender do tempo de refluxo da vazante ) um comportamento próximo ao do acasalamento, quando os ataques às nossas iscas são basicamente de defesa... ( será que ninguém "engatou" um tucuna pelo rabo... ? ). Me parece que quando as águas tornam a evidenciar o fluxo de descida, os peixes retornam ao seu comportamento natural ( inclusive o de se alimentarem ).

Na época das águas, quando existe chuva e enchentes, a tendência é de que o ciclo reprodutivo tenha a continuidade esperada pela natureza ! Há uma ação conjunta dos casais, quer em proteger os ovos / alevinos, e um revezamento na questão da alimentação de cada um dos indivíduos...

Nos lagos, certamente o indicativo deverá estar ligado a algo parecido, embora esses peixes tenham capacidade de ( no calor ) ter seu ciclo reprodutivo ampliado...

Mas vamos aguardar Michel, que é do ramo e sabe o que diz para verificar se minhas observações procedem...

arrow:: A pergunta foi boa, meu amigo Ivan ! wink

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Segundo eu me lembro (correndo o risco de ser corrigido pelo Michel ou outro que saiba mais que eu...), o tucuna põe seus ovos em ninhos rasos, bem próximo às margens; onde a fêmea põe suas ovas e o macho os fertiliza em seguida. Esse processo ocorre na época da piracema, com a água bem barrenta e calor (o principal é a água barrenta), após uma migração curta (apenas o suficiente para chegarem a um lugar raso, de águas lênticas, e sem outros predadores como a traíra por perto). É por colocar seus ovos em águas rasas que há o perigo de se perderem os ovos por ressecamento se o nível da água abaixar rápido, como pode ocorrer em represas, durante o periodo de pouco mais de 3 dias até a eclosão que somado ao periodo até a perda do vitelo dá uns 5 dias...

Em ambientes saudáveis, o tucuna terá reservas o suficiente para não se arriscar desnecessariamente atacando presas, durante o periodo de 10 a 14 dias durante o qual eles cuidam dos alevinos recém-nascidos.

Um abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa

Bom analisando a resposta do Bruca e do Kid, percebo que existe uma diferença comportamental entre os azuis do cerrado para os tucunas da Bacia Amazônica, o Bruca observou que o peixe do cerrado inicia sua atividade sexual a partir da primavera e segue até o verão, período de águas mais quentes e propicias para o acasalamento, já o Kid observou que na região amazônica os peixes preferem esperar o inicio da enchente que coincide com o início do verão (inverno amazônico), sendo assim o fator principal para que eles se acasalem é justamente quando as águas aumentam, por lhes oferecerem mais segurança.

Seguindo essa linha de raciocínio, podemos considerar que no Nordeste eles tem a chance de se acasalar mais vezes, já que a grande maioria dos tucunas do estado do Piaui, estão concentrados em lagoas que tem água quente o ano todo e que tem o aumento das águas no início do ano e que dura até meados de junho ::medo:: .

E se acasalamento é igual à diminuição da atividade alimentar, conclui-se que aqui os bichos serão sempre mais manhosos, porque só pensam naquilo hehehhe.

Eu particularmente já observei que por aqui existem 3 bons períodos para pesca, o primeiro é em março, talvez porque já tenha chovido muito e os peixes já estão mais habituados com a "água nova", o segundo período é em meados de agosto, quando a água já esta bem mais baixa e na "caixa" da lagoa, se é que posso falar assim, e por último em novembro/Dezembro, período que antecede as chuvas, então os peixes pegam bem, talvez já esperando um longo período de jejum ou já se preparando para o acasalamento.

Bom, por enquanto são essas minhas conclusões, mas todos nós estamos esperando as observações do Michel para que possamos jogar uma pá de cal neste assunto rsrs.

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Hehe...Bom, vamos ver se eu ajudo então(tudo que já disseram aí acima está perfeito!)

Tucunarés, como a grande maioria dos nossos peixes possuem fecundação externa: a fêmea expele seus ovócitos na água (no caso do tucunaré são adesivos, grudam na estrutura) e depois o macho joga seu esperma em cima (lógico, há excessões: o lebiste - guppy, barrigudinho - o mandubé - fidalgo, palmito, boca larga - tem fecundação interna: o macho tem uma nadadeira, geralmente anal, modificada, e usa esta para introduzir seu esperma na fêmea, que fica grávida depois dá a luz aos filhotes completamente formados).

No ambiente natural (amazonia, araguaia-tocantis) a repodrução acontece durante toda a temporada de seca (é sempre quente, temperatura não influencia). A disponibilidade maior de alimento se dá quanto as águas estão baixas e todos os peixes concentrados nos lagos e calha do rio. Os tucunarés aproveitam a disponibilidade de energia, formam gonadas e concentram a reprodução nesse período. Na cheia, os forrageiros estão dispersos na floresta alagada, então há menos energia para os tucunarés nesse período. Eles não investem em gonadas, apenas se mantêm.

Em lagos de reservatório do sul/sudeste, os peixes comem menos no inverno, então tem menos energia disponível para formar gonadas. Quanto começa a esquentar, voltam a alimentar-se e aproveitam para desovar, assim haverá energia disponível também para os juvenis se desenvolverem.

Nos lagos do centro-oeste e nordeste, o frio não é limitante. Portanto, é de se esperar que haja reprodução em todo o ano. De fato, sempre vejo casais na Serra da Mesa em toda vez que eu vou, e em todos os relatos postados nos fóruns. Ano que vem vamos monitorar isso.

Ainda, os outros peixes de piracema concentram sua desova no início do verão, com o início das chuvas. Assim, nessa época há maior abundancia de pequenos peixes. É de se esperar que carnívoros como o tucunaré também concentrem sua desova nesse período (pico reprodutivo) para que os filhotes aproveitem o alimento fácil.

Na natureza a sintonia é bastante fina...

Sobre dicas de pescaria, o Bruca falou tudo. Além do que ele disse, se eu acho que no local que estou pescando pode haver algum casal (aqui no sudeste/centro oeste), gosto de usar hélices. Tem funcionado bem: outras iscas, ele vem apenas espantá-las. Na hélice, a porrada é forte...O bicho vem para matar mesmo, decidido...

Espero ter ajudado, abraços!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No ambiente natural (amazonia, araguaia-tocantis) a repodrução acontece durante toda a temporada de seca (é sempre quente, temperatura não influencia). A disponibilidade maior de alimento se dá quanto as águas estão baixas e todos os peixes concentrados nos lagos e calha do rio. Os tucunarés aproveitam a disponibilidade de energia, formam gonadas e concentram a reprodução nesse período. Na cheia, os forrageiros estão dispersos na floresta alagada, então há menos energia para os tucunarés nesse período. Eles não investem em gonadas, apenas se mantêm.

Espero ter ajudado, abraços!!

mestre:: MICHEL - AJUDOU PRA CARAMBA - mestre::

SÓ FICOU UMA DUVIDA oloko:: oloko:: O QUE É GONADAS???? morto::

arrow:: Pode ser um misto de "gono" ( às antigas ) com "gemada" ( para sustança ) ! Desculpe Silvio, mas "quicando assim", não tive como evitar... ::evil:: lingua:: anjo::

amigo... amigo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu Michel

A pá de cal foi jogada hehehe, agora você sanou todas as minhas dúvidas.

Bruca, valeu pela dica da hélice, quando perceber que os danados estão acasalando, hpelice neles rsrs.

Abração pra todos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ops, foi mal o "biologuês"...

Silvio, gônadas são os órgãos reprodutores: ovários, nas fêmeas, e testículos, nos machos!

Vixe!! Achei que era aquele cupim na cabeça dos machos...

Valeu turma!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tenho outra duvida sobre a reprodução do tucuna, em criatórios (como os dos pesque e a pague) eles tb se reproduzem???

Com certeza... Tucuna em qualquer lago se reproduz... desde que tenha alimento abundante é claro... de preferência pequenos peixes...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom saber!!!! hehehe ::evil::

meu tio tem uns tanques legais,vo conversar com ele sobre isso!

Se tiver tilápias nele, tranquilo soltar uns tucuninhas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom saber!!!! hehehe ::evil::

meu tio tem uns tanques legais,vo conversar com ele sobre isso!

Se tiver tilápias nele, tranquilo soltar uns tucuninhas...

tem muita, e piaba la é igual praga! hehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe se tem muita piaba, então os bocudos vão fazer a festa.

As tilápias ele só come as menorzinhas, pois um pouco maior (acho que a partir dos 3 meses de idade) a barbatana das costas pode machucar o tucunaré, então ele acaba não engolindo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe se tem muita piaba, então os bocudos vão fazer a festa.

As tilápias ele só come as menorzinhas, pois um pouco maior (acho que a partir dos 3 meses de idade) a barbatana das costas pode machucar o tucunaré, então ele acaba não engolindo.

Será Jhonas que ele só come as pequenas? se só tiver essa espécie no lago, acho que ele come tudo, até porque ele tem a chance de comer a tilápia pela cabeça, a bicha desce igual um quiabo hehehehe.

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe se tem muita piaba, então os bocudos vão fazer a festa.

As tilápias ele só come as menorzinhas, pois um pouco maior (acho que a partir dos 3 meses de idade) a barbatana das costas pode machucar o tucunaré, então ele acaba não engolindo.

Será Jhonas que ele só come as pequenas? se só tiver essa espécie no lago, acho que ele come tudo, até porque ele tem a chance de comer a tilápia pela cabeça, a bicha desce igual um quiabo hehehehe.

Abração

Quem me disse isso foi meu cunhado, que obteve essa informação com seu professor, ele faz Zootecnia na Unesp.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe se tem muita piaba, então os bocudos vão fazer a festa.

As tilápias ele só come as menorzinhas, pois um pouco maior (acho que a partir dos 3 meses de idade) a barbatana das costas pode machucar o tucunaré, então ele acaba não engolindo.

Será Jhonas que ele só come as pequenas? se só tiver essa espécie no lago, acho que ele come tudo, até porque ele tem a chance de comer a tilápia pela cabeça, a bicha desce igual um quiabo hehehehe.

Abração

Faz sentido até mesmo porque já vi vários Biguas ou garças comendo tilápias aqui em Brasília... e eram grandinhas...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Olá faço engenharia de pesca, faço minhas as palavras do michel, e só por motivo de curiosidade, vcs sabem o porque dos Tucunarés terem aquele "cupim" ?

O cupim é uma reserva energética "gordura" para que eles se mantenham durante o periodo em que cuidam dos ovos e filhotes e geralmente é bem maior no macho sendo quase imperceptivel nas fêmeas, e pelo menos aqui na região do lago de Itaipu essa é a melhor época para pesca-los pois com o calor eles ficam mais ativos e os casais estão sempre stressados mau:: cuidando dos ninhos, os bichos atacam mesmo, e por aqui quando avistamos nuvens de filhotes jogamos um popper ou uma isca tipo twitch bait e fazemos passar por dentro da nuvem, que a explosão é certa.

Recomendo a curibinha da deconto com garateias turbinads, a Knucle head jr da creek chub, a nipp i diddee da lur jehnsen ou qualquer outra isca que simule um ataque aos filhotes!!

E só para lembrar quando avistarem uma nuvem evitem pegar os dois peixes do casal, pois eles podem ter dificuldades de encontrar os filhotes novamente. E jamais mate um deles!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...