Ir para conteúdo

Posts Recomendados

Buenas amigos pescadores, blza?

 

 

Tive a oportunidade de conhecer a cidade de Alter do Chão no Pará, e suas belíssimas praias de água doce, banhadas pelo Rio Tapajós.

Foi sem dúvida um dos destinos mais bonitos que visitei até hoje. Belíssimas praias de areia branca e água limpíssima compõem o cenário daquele paraíso.

Povo muito receptivo, baixíssimo custo de serviços (alimentação, hotel, transporte) e temos um cenário ideal para desfrutar de bons momentos de relax e contemplação da natureza.

 

 

A viagem já estava uma maravilha e a traia que eu aproveitei pra levar, estava encostada de canto, sem previsão de ser usada, uma vez que numa conversa com um piloteiro de lancha de

transporte de passageiros, fui informado que se a pescaria fosse boa, tiraria 2 ou 3 tucunarés. Achei que não valeria o custo de 50 reais por hora de serviço que ele me cobraria.

 

 

Com o fim da viagem se aproximando, e eu comendo tucunaré todo dia, foi aumentando a fominhagem de pesca, e a cada encontro com o piloteiro, fui barganhando o valor do passeio.

Combinamos que sairíamos na segunda-feira, meu último dia da viagem, e ele me cobraria 150 reais para pescarmos das 10:00 às 14:00. (O que no meio da pescaria foi extendido pra 250 reais para pescarmos até as 19:00 kkkk).

 

 

O resultado, vcs conferem aqui:

 

 

Encontro das águas do Rio Tapajós com o Rio Amazonas

 

PicsArt_1456880793376_zpsuqbqtpmm.jpg

 

 

 

Passeio rápido em Santarém, visitando o mercado municipal

 

PicsArt_1456880652363_zpsy7aefs65.jpg

 

 

 

Pausa também para o açaí, ORIGINAL, com farinha de tapióca

 

PicsArt_1456880924764_zpsvshehcws.jpg

 

 

Agora, seguimos viagem à Alter do Chão, que fica a aproximadamente 30 km de Santarém. 

Primeiro dia, já pegamos praia, e fomos abençoados em presenciar esse lindo por do sol

 

PicsArt_1456853454434_zpsdplijl64.jpg

 

 

 

Mais fotos desse paraíso

 

PicsArt_1456853381428_zpsyhwwvzji.jpg

 

PicsArt_1456853513590_zpsti0dmwir.jpg

 

PicsArt_1457726680478_zpsnwbhzore.jpg

 

 

A culinária local tbm é algo que vale a pena destacar, comemos mto bem todos os dias, e em nenhuma vez pagamos mais de 70 reais por CASAL.  doeu::

 

Tucunaré na manteiga

 

PicsArt_1456880500033_zpsnkso00vu.jpg

 

Charutinho frito, na beira da praia

 

PicsArt_1457726705516_zpsspunwcjx.jpg

 

Banda de tambaqui sem espinha

 

PicsArt_1456845956686_zpsypsff5iu.jpg

 

 

Depois de lamber os beiços, vamos ao que interessa, pesca!

 

Saímos do Lago Verde, onde está localizado o hotel Belo Alter no qual ficamos hospedados e por sugestão do guia Pitó, fomos pescar no Lago do Jurucuí e no Lago do Jacundá.

Ao adentrar os lagos me senti pescando nos lagos de Barcelos, Sirn... A primeira visto, tudo parecia bem promissor.

 

Alguns arremessos e já tenho ação na isca Sará Sará 100, aliás, toda pescaria foi feita com essa isca. Metade na cor osso e metade na cor verde.

Não consegui embarcar o trickzinho mas já deu p animar, afinal, eram os primeiros 5 minutos de pescaria.

 

Segui batendo isca, trabalhando bem rápido a Sará Sará quando tomo uma pancada sinistra na isca, é disso que eu tava falando!!!!

Peixe embarcado, e meu primeiro tucunaré pinima, vai pra foto.

 

PicsArt_1456873441588_zpsp9w6mnag.jpg

 

 

 

Alguns arremessos depois, e novamente porrada na superfície!!!

 

PicsArt_1456873524567_zps1it5qcod.jpg

 

 

Já estava bem satisfeito com a pescaria, com cerca de 6 tucunarés embarcados, todos mais ou menos nesse mesmo padrão, quando decido, próximo ao meio dia, colocar uma Jet 90 e tentar arrancar um bitelo dali.

Delhe ripada pra todo lado, meio do lago, margens, até que chegamos numa pequena ressaca, formada perto do final do lago. Mais de 30 arremessos na ressaquinha e nada. Blza, parece que aqui eles não gostam mto de barulho. Coloco de novo a Sará Sará, e no primeiro arremesso ainda na ressaquinha, POWWWWW, veio um bitelo!

 

PicsArt_1456800074224_zpsu24qxx4k.jpg

 

PicsArt_1456799889865_zpsgpjccvpi.jpg

 

PicsArt_1456873694654_zps0jhasqcq.jpg

 

 

Peixe bonito embarcado e devolvido e a pescaria já estava paga!

Continuo batendo isca e logo se aproxima das 14:00, horário limite da pescaria. Detalhe, que não levamos nada pra essa pescaria. Nem bolacha, nem fruta, nem refrigerante, nem suco, nem ÁGUA! Mas a água dos lagos é mineral! Pode-se beber a vontade, cristalina e pura. Pelo menos isso estava resolvido.

 

Vendo que ainda tinha possibilidade de pegar bons tucunarés naquele grande lago, decido oferecer mais 100 reais pro Pitó, para pescarmos até as 19:00, ele tbm estava curtindo mto a pescaria, vibrando a cada explosão na superfície e captura e aceitou de primeira a proposta.

 

Lá pelas 15:00 já estávamos nós dois sem comer nada e seguimos prum botequinho de beira de praia, pegamos uns refrigerantes, uns tira gostos e voltamos pra bateção de iscas.

 

Saímos do Lago do Jurucuí com 6 tucunarés embarcados, várias porradas na superfície e seguimos pro Lago do Jacundá.

 

Alguns arremessos e escutei um estouro próximo a margem que estávamos nos dirigindo. Decido não fazer mais nenhum arremesso até chegar no ponto e ver se consigo atrair o tucuna com a Sará Sará. Arremesso feito, não deu tempo da isquinha trabalhar por 2 metros e já veio a pancada!!!! Tome linha da carretilha e peixe correndo pro meio do lago. Estava ali meu troféu da pescaria!

 

Alguns minutos depois o bicho pranchou do lado do barco, que aliás, era um lanchinha de transporte de passageiros, reparem nas fotos kkkkk. Improviso total!

 

PicsArt_1456799779188_zps52dlavku.jpg

 

PicsArt_1456799671483_zpshbkzqice.jpg

 

PicsArt_1456800164045_zpspsodi3mw.jpg

 

 

Peixe magro, mas bem comprido,  o maior da pescaria!

 

Peixe devolvido à água e não poderia estar mais satisfeito com o resultado da pescaria.

 

 

Ainda antes de acabar o dia, embarco esse tucuna, que apesar de pequeno, era uma pintura.

 

PicsArt_1456799984697_zps0ipevwoz.jpg

 

 

Assim termina o dia de pescaria. 8 peixes embarcados, muita ação e mais um ponto de pesca que tive a oportunidade de conhecer.

 

 

Espero que gostem do relato, um abraço a todos, e que essa temporada possa nos trazer grandes capturas!

 

 

PicsArt_1456853607569_zpsdepia783.jpg

 

 

 

 

::tudo::  ::tudo::  ::tudo::  ::tudo::

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SHOOWWWW, Pedrão!

 

Lindos peixes, apesar de magros. O pinima é nojento pra pegar na superfície, mas é super veloz, né?

 

Praticamente um "antes e depois" da pescaria do KID nos tempos de D. Pedro, mas pelo jeito continua-se improvisando tudo por lá. rs

 

Parabéns e forte abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SHOOWWWW, Pedrão!

 

Lindos peixes, apesar de magros. O pinima é nojento pra pegar na superfície, mas é super veloz, né?

 

Praticamente um "antes e depois" da pescaria do KID nos tempos de D. Pedro, mas pelo jeito continua-se improvisando tudo por lá. rs

 

Parabéns e forte abraço!

 

 

Fala meu irmão, blza?

 

Exatamente isso que vc falou, o bicho é muito veloz! Tanto na hora do ataque a isca, quanto nas arrancadas. 

Ali falta estrutura até de turismo, apesar de ser um lugar mto bonito, imagina de pesca então... Acho que num tem nada pra essa nossa modalidade ::nada::

Com um barco mais específico, poderíamos chegar a lagos mais afastados e talvez ter ainda mais sucesso com os tucunas.

 

Abraço brod!!

 

**No aguardo do relato do bitelo aí.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Vou acabar me mudando para algum paraíso perdido desses.

Pedro,que lugar bonito.Gosto de locais assim,onde come-se bem,preços justos,natureza preservada...E ainda tem tucunaré !! 

Esse ano,se Deus quiser,eu vou debutar na amazônia.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bacana Pedro!!!   palmas::

 

Parabéns pelo troféu e realmente o local é lindo...

 

joia:::

 

Valeu Marcelo!!

Abs!!

 

 

Pedro, que maravilha hein?

Lugar bonito, comida boa (e barata!), pescaria e uma nova espécie para o currículo. Bom demais!

 

Parabéns e um abraço!

 

Isso ai Carlos, pacote completo hehe.

Lugar lindo mesmo cara, vale a pena conhecer.

Gde abraço.

 

 

 Vou acabar me mudando para algum paraíso perdido desses.

Pedro,que lugar bonito.Gosto de locais assim,onde come-se bem,preços justos,natureza preservada...E ainda tem tucunaré !! 

Esse ano,se Deus quiser,eu vou debutar na amazônia.

 

Valeu Felipão.

É tentador mesmo, é cada paraíso que a gente tem no nosso país que se fosse pra mudar mesmo, opções não iriam faltar.

Legal cara, boa sorte na sua estréia, que seja uma semana bem proveitosa e que de quebra ainda embarque alguns troféus!

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

fala pescador...   que lugar bonito heim...    fica imaginando aqui vc, pegando esses peixes e vibrando no barco kkkkkkkkkk

tua vibe  e muito boa quando vc pega o peixe... teu coração deve bater a 2oo batimentos por minuto

parabéns amigo

showw de relato...

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show de empreitada Pedro, belas capturas e a culinária paraense top demais hein, parabéns 

 

Abraço.

 

Valeu João!!!

Sim mano, de lamber os beiços.

Abs véio.

 

 

Bela viajem Pedro, aproveitou tudo. Parabéns.

Abraço.

Boas pescarias!

 

Isso ae Luiz!!

Valeu mano!

Abs, boas pescarias p vc tbm.

 

 

fala pescador...   que lugar bonito heim...    fica imaginando aqui vc, pegando esses peixes e vibrando no barco kkkkkkkkkk

tua vibe  e muito boa quando vc pega o peixe... teu coração deve bater a 2oo batimentos por minuto

parabéns amigo

showw de relato...

 

kkkkkkkkkkkkk faaaaaaaaaaala meu brother!!!!!!!!!

kkkk cara 200 eu ainda acho que é pouco viu kkk.

É nois meu brother! Vamos mexer outra pescaria junto, c eh uma figuraça!!!!!

Abs, tamo junto.

 

 

Apesar do pouco tempo uma bela pescaria, o relato e as fotos me fizeram participar deste evento, parabéns Pedro. ::tudo::  ::tudo::  ::tudo::

 

Legal Antonio, que bom que o relato conseguiu transmitir esse sentimento.

Obrigado mano.

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que legal em , lindos peixes parabéns ! Um deu água na boca aqueles pratos  fome::

 Valeu Anderson!!

::tudo::

 

 

Por ver varias reportagens sobre a regiao ser o caribe brasileiro, tinha curiosidade de saber como seria de tucunas. Obrigado pelo relato amigo

 

Raimundo, realmente vale muito a pena, com esse bônus ainda de se poder pegar bons exemplares de tucunaré, nem se fala..

Recomendo.

 

 

Muito bacana Pedro! to pretendo ir la este ano, quero ver uma data legal para preços de passagens aéreas e partir! acho que de carro seria muito cansativo!

 

Fala João, eu só fui pq achei uma passagem bem barata. Se não me engano pagamos 450 já contando ida e volta. Vale a pena ficar ligado nas promoções, principalmente depois de um feriado prolongado, que sempre tem oportunidade boa.

Abs!!

 

Show de relato Pedrao!!!!

sua alegria qdo pega o peixe independente do tamanho eh engraçada, continue assim amigo

 

Tamu junto nas proximas pescarias hein !!!!

 

abcs

 

Edu meu brother!!! hehehe é nóis!!!! Janeiro tamo junto em SIRN, dessa vez pra bater o recorde do Girão. 

Vamo regaçá!

 

Top o Relato DIB, parabéns... pela pescaria...

 

Obrigado meu brother pangote!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...