Ir para conteúdo
Guilherme S

Não tem mais jeito, estou apaixonado pela pesca e as dúvidas só aumentam quanto aos equipamentos.

Posts Recomendados

Boa noite amigos do FTB!!

 

Aqui no RS é difícil achar um lugar bom para pesca esportiva, e isso me fez esquecer dessa enorme paixão que é pescar por um bom tempo.

 

Quando fui pela primeira vez a Argentina (2011), na primeira fisgada aquilo tudo voltou como um raio!! E desde lá eu não consigo mais esperar a próxima oportunidade de pescar!!

 

O que acontece é que estou cada vez mais buscando pesqueiros diferenciados para saciar essa fome! E isso me leva ao tópico e as dúvidas que surgem na hora de formar conjuntos de pesca para as diversas modalidades existentes.

 

Eu tenho hoje algumas coisas que me trouxeram até aqui, uma carreta Abu Revo Toro NaCl 60hs e duas varinhas, uma daiwa aird 12-25lbs 6,6'' e uma hunter fish 651 mh 6,5 30lbs. (Comprei as varas depois de ler e reler umas 10x o tópico do junos sobre os dourados. 

 

O que fiz nesse tempo foi me apaixonar pelas artificiais, peguei meu primeiro dourado numa duel aile magnet 105f ano passado na argentina e meu primeiro tucuna azul numa rapala shad rap ft esse ano no pantanal - ms.

 

Essa carreta que tenho uso para rodar e para corricar, gostaria de montar um novo conjunto mais leve para artificiais, até pq fica trocando tudo para cada modalidade de pesca é um saco!!

 

Tenho estudado muitos tópicos daqui mas não consigo me decidir de jeito nenhum!!

 

Andei vendo várias opções de carretas, e acredito que a vara pode ser indicada a partir dessa escolha para obter um conjunto equilibrado.

 

Se fossem montar um conjunto para baitcast, qual montariam?

 

Sobre as opções, são tantas que um pescador novato se perde!!

 

Venator: Leve e com bom arremesso, preço mais em conta, com uma vara de boa ação e leve poderia formar um conjunto que não fosse "judiar" o pescador.

  99d3524d-329a-4263-8a49-d3f49db2ca14_zps  arrow:: 15bbacdf-bf88-4f3b-85cb-24c8f070154c_zps

 

Tatula Type R / HD: Confiável e com boa capacidade de linha, arremessa muito, posso até puxar hélices na amazônia segundo mestre Gusso, o que a tornaria uma coringa. O peso maior é um fator contra.

99d3524d-329a-4263-8a49-d3f49db2ca14_zps  arrow:: 48e05a20-64f1-4461-94b8-5cb76a9a80e6_zps

 

Zillion Type R: Consagrada, nem preciso falar mas o preço compensa? Peso maior também.

99d3524d-329a-4263-8a49-d3f49db2ca14_zps  arrow::  c73851f0-2261-4cf9-b9d6-c99f061795b6_zps

 

Steez / Aldebaran / Abu mgXtreme: o topo das levinhas, vale a pena investir? Não vi muita coisa sobre elas. Sei que são tops, então gostaria da opinião de vocês.

99d3524d-329a-4263-8a49-d3f49db2ca14_zps  arrow::  f25a16f3-ef80-4840-baa1-267385491d27_zps  arrow::  285f4031-17ca-4382-b7ad-b7294001785a_zps  arrow::  7d76e5f9-5eef-482f-a550-520225e48b9a_zps

 

Abu Revo Stx: Meio termo e questão de peso, vejo muita gente elogiando.

99d3524d-329a-4263-8a49-d3f49db2ca14_zps  arrow::  ccdaea08-e3fe-4390-ad12-77f4630a2c46_zps

 

Incluiriam alguma nessa lista? 

 

Quero deixar claro que não conheço pessoalmente nenhuma delas, gostaria de saber qual vocês me indicariam e com qual vara formariam o conjunto.

 

Obrigado por me ajudarem, mesmo sem muita gente aqui saber, tudo o que é escrito acaba ajudando muito o pessoal que está começando. O FTB é uma verdadeira enciclopédia da pesca.

 

Abraço a todos os amigos!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Guilherme sou apaixonado tb por pesca e esse ano tive um pouco mais de tempo e condições para começar a investir, também pesquisei muito e desses conjuntos listados acabei comprando a Abu revo 3 stx que enviei para o Eduardo Chedid colocar abec 7 nela, a carretilha ficou sensacional, ótimo arremesso, leve, boa capacidade de linha é um drag muito forte , tb tenho a Tatula TypeR vc falou do peso

Mais a carretilha é tão boa é tão macia que com

Uma vara equilibrada vc não sente essa diferença, estou mais do que satisfeito com as duas,tanto que minha irmã veio dos EUA esses dias e ela me trouxe a nova Tatula a CT que já mandei para o Eduardo Chedid fazer review nem usei ela ainda mais como gostei tanto da anterior pedi esse modelo para fazer o terceiro conjunto, obviamente que viram o pessoal mais experientes para dar suas opiniões, mais eu como comecei a investir mais em equipamentos esse ano estou mais do que satisfeito...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Primeiramente bom dia,

 

 

 

Sobre as carretas, de longe eu ficaria com a tatula type r, não por ser a melhor até pq não sei se existe a melhor pois tem gente que gosta de carreta mais robusta e tem quem goste de carreta mais leve, mas por ser equilibrada entre valor e robustez, entre outros fatores eu ficaria com a type r (não possuo a type r só pra constar que não to puxando pro lado dela por possuir e sim por gostar dela).

 

Uma coisa que vc tem q levar em conta é a pegada, outra coisa o freio, ja passei muita raiva com falta de freio, isso se tu pegar peixe de 3-4 kg pra mais, até uns 3 kg qualquer freio original funciona de acordo mas ja tive problema com freio então fica de olho, o certo é testar.

 

Outro fator é o peso, se vc pescar 2 3 horas, uma carreta de 220 gramas te atende bem, agora, se vc pretende pescar embarcado e ficar horas a fio no rio/lago, esquece, a não ser que vc tenha uma embarcação top de linha, vai por mim, cada grama faz diferença, inclusive na vara.

 

Eu, particularmente (lógico) incluiria na lista a nova black widow, freio bom, leve, robusta, arremessa bem e não fica devendo em nada no quesito pegada, é muito bom de pescar com ela. Antes de comprar alguma outra procure pegar uma em mãos, pra mim é o melhor custo x benefício hoje pois gosto de carretilha leve e robusta, raras são assim pela faixa de preço da black widow.

 

 

Outra opção é a sumax orion 12000, o único problema (que não é problema) é que ela é pesada e o freio segura muito ela depois que se pega prática, eu tirei um ímã da minha e ficou bem melhor, essa carretilha é bem construída, só usando pra saber, a única coisa que eu não curto é o peso, mas como ja falei anteriormente, vai do gosto pois a type r tbm é pesada em comparação a uma liger da vida, se o peso nao te incomoda não vai achar nada melhor que ela ate 500 reais.

 

Então fica a teu critério, eu iria de black widow + vara albatroz viper I 1,68m, e se tu não tem problema de peso na carreta colocaria a sumax 12000 no lugar da black widow por ser um ótimo custo x benefício

 

Se grana nao for problema = tatula

 

Sou de SC, por aqui só tem as dentuças e algumas saicangas, se souber de lugares aqui do sul que tiver mais peixes esportivos me avisa que estou a procura  danca::

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigo Guilherme sou apaixonado tb por pesca e esse ano tive um pouco mais de tempo e condições para começar a investir, também pesquisei muito e desses conjuntos listados acabei comprando a Abu revo 3 stx que enviei para o Eduardo Chedid colocar abec 7 nela, a carretilha ficou sensacional, ótimo arremesso, leve, boa capacidade de linha é um drag muito forte , tb tenho a Tatula TypeR vc falou do peso

Mais a carretilha é tão boa é tão macia que com

Uma vara equilibrada vc não sente essa diferença, estou mais do que satisfeito com as duas,tanto que minha irmã veio dos EUA esses dias e ela me trouxe a nova Tatula a CT que já mandei para o Eduardo Chedid fazer review nem usei ela ainda mais como gostei tanto da anterior pedi esse modelo para fazer o terceiro conjunto, obviamente que viram o pessoal mais experientes para dar suas opiniões, mais eu como comecei a investir mais em equipamentos esse ano estou mais do que satisfeito...

 

Obrigado pelo insight Rodrigo! Eu me preocupei somente pelo fato de ficar o dia todo arremessando e essas mais de 200 gramas pudessem pesar, na verdade eu já tinha até me decidido pela tatula mas a questão do peso me fez pensar melhor, aí acabei me decidindo por mais umas 4 carretas diferentes e sempre tinha algum fator que me fazia mudar de ideia, foi o que me levou a criar este tópico.

 

Se fosse pra escolher entre as duas (revo 3 stx e tatula type r), qual você pegaria? E com que vara montaria o conjunto?

 

 

Primeiramente bom dia,

 

 

 

Sobre as carretas, de longe eu ficaria com a tatula type r, não por ser a melhor até pq não sei se existe a melhor pois tem gente que gosta de carreta mais robusta e tem quem goste de carreta mais leve, mas por ser equilibrada entre valor e robustez, entre outros fatores eu ficaria com a type r (não possuo a type r só pra constar que não to puxando pro lado dela por possuir e sim por gostar dela).

 

Uma coisa que vc tem q levar em conta é a pegada, outra coisa o freio, ja passei muita raiva com falta de freio, isso se tu pegar peixe de 3-4 kg pra mais, até uns 3 kg qualquer freio original funciona de acordo mas ja tive problema com freio então fica de olho, o certo é testar.

 

Outro fator é o peso, se vc pescar 2 3 horas, uma carreta de 220 gramas te atende bem, agora, se vc pretende pescar embarcado e ficar horas a fio no rio/lago, esquece, a não ser que vc tenha uma embarcação top de linha, vai por mim, cada grama faz diferença, inclusive na vara.

 

Eu, particularmente (lógico) incluiria na lista a nova black widow, freio bom, leve, robusta, arremessa bem e não fica devendo em nada no quesito pegada, é muito bom de pescar com ela. Antes de comprar alguma outra procure pegar uma em mãos, pra mim é o melhor custo x benefício hoje pois gosto de carretilha leve e robusta, raras são assim pela faixa de preço da black widow.

 

 

Outra opção é a sumax orion 12000, o único problema (que não é problema) é que ela é pesada e o freio segura muito ela depois que se pega prática, eu tirei um ímã da minha e ficou bem melhor, essa carretilha é bem construída, só usando pra saber, a única coisa que eu não curto é o peso, mas como ja falei anteriormente, vai do gosto pois a type r tbm é pesada em comparação a uma liger da vida, se o peso nao te incomoda não vai achar nada melhor que ela ate 500 reais.

 

Então fica a teu critério, eu iria de black widow + vara albatroz viper I 1,68m, e se tu não tem problema de peso na carreta colocaria a sumax 12000 no lugar da black widow por ser um ótimo custo x benefício

 

Se grana nao for problema = tatula

 

Sou de SC, por aqui só tem as dentuças e algumas saicangas, se souber de lugares aqui do sul que tiver mais peixes esportivos me avisa que estou a procura  danca::

 

To vendo que esse tópico vai pender pra Tatula hein, obrigado pelo ótimo post angonese! 

 

Como não tenho uma carreta mais leve (a minha tem 315 gramas), não sei a real diferença que essas gramas fariam num dia inteiro arremessando.

 

Realmente esqueci da nova black widow, somente 162 gramas. Interessante, vou pesquisar sobre ela.

 

Sobre pesqueiros, o pessoal aí de sc costuma muito pescar no mar, saem uns brutos! Vejo sempre uma turma com quem já pesquei tanto na argentina como no pantanal, que é aí de balneário camboriú, postando fotos de peixes muito bons!  ::fisherman  ::fisherman

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Guilherme a Abu revo 3 Stx é ótima e o peso bem atrativo tb, quando eu peguei ela fiquei um pouco decepcionado com o arremesso, mais depois que mandei para colocar os abec7 ficou show de bola, o problema é que de fábrica eles mandam essas carretilhas com muita graxa o que acaba atrapalhando um pouco o arremesso, aí fiquei com receio de eu mesmo mexer aí mandei para o Eduardo Chedid aqui do fórum e ela ficou um canhão, ela tem os dois freios magnético e centrífugo o que é quase impossível fazer cabeleireiras ela é muito precisa bem acabada e bem macia, se a tua preocupação é peso vai nela, eu uso ela com uma vara Venator 5'6 pés... Ficou demais , agora eu não posso deixar de dizer que sou gamado na Tatula TypeR ela arremessa muito, eu tenho mão pequena e gosto da pegada dela, é questão pessoal tá, muito macia show de bola tb, tanto uma quanto a outra eu estou muito feliz com a aquisição, as duas são muito versáteis até porque contam com um excelente drag inclusive acho que dá Abu é até maior que dá Tatula, ela é um pouco mais cara mais o investimento valeu muito a pena, se quiser mandar mensagem in Box posso fazer vídeo das duas rodando e te enviar , lembrando que minha Abu está tunada por isso Vera que irá girar muito mais, posso te passar o contato tb de onde comprei as duas o preço foi o melhor que achei na internet e o pessoal bem seguro valeu a pena , se precisar de algo mais estou aí abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

salve

 

aqui tem um video de um cara que tambem gosta da bw nova, tem pouco video dela mas que explica bem só esse e um do JH:

 

 

 

 

 

ouvi falar tbm na saint plus sole 150 MAS não conheço, não posso opinar sobre ela

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parceiro....todas que vc citou sao belas carretilhas! Dentre elas, NA MINHA HUMILDE opinião, acho as revos stx um show, gosto tanto que tenho 2 delas! Peso bom, drag bom, arremesso bom, acho ela top demais, sem contar que se bem cuidada vai durar um bom tempo! EU iria de stx! Lembrando, tenho uma aldebaran destas ultimas de 135grs, animal tb! Mas ja é finesse demais para alguns peixes, ja a revo encaixa em QUASE tudo rs....

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dessas só pude testar a venator e posso te dizer que arremessa muito e super leve, imagino a SE que ainda não consegui usar.

Olha peso da carretilha influência muito na pescaria se tu vai arremessar durante todo o dia, uma mais pesada te cansa bem mais!

Enviado de meu SM-G355M usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Guilherme desculpe demorar um pouco a opinar , mas prefiro por aqui pois pode servir de parâmetro para mais gente .

Das indicadas acima TODAS  vão casar bem com o que quer , massss , sempre existe um né , kkkkk , o peso delas vai influenciar bastante no desgaste físico depois de 600 arremessos por dia.

A venator é uma carretilha boa e considerada intermediária  ( se bem que acho ela própria para os tucunarés do Sudeste ) , já tenho alguns relatos e peguei aqui 2 com defeito depois de pescarias na Amazônia .

As tatula e zillion seriam para os dourados , mais parrudas e pesadas , puxam uma casa , porém o calcanhar de Aquiles delas é o peso a partir de 225 gramas , Hoje pesco com conjunto totalizando 260 gramas (vara + carreta + linha) e mesmo assim vai um dorflex no final do dia , se atente a isso.

As top de MG seriam as mais indicadas e sem dúvida as melhores , pesos abaixo dos 170 gramas na maioria delas isso ajuda muito mesmo na sequência iria de daiwa , abu garcia e shimano ( nunca fui apaixonado pelas shimano) aí vai de acordo com o preço e oferta.

O que vejo hj em dia é uma baixa nas abu garcia , as revo estão com preço muito bom , confira , aldebaran , core , pixy , steez , são categorias a parte em preço e sim entregam o que oferecem.

Outro fator importante fuja das sv (daiwa) ou bfs (shimano) o carretel é muito raso e vai caber pouca linha, se engatar um bruto terá problemas.

Do mais vale pesquisa de mercado mesmo , abraços !!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Guilherme desculpe demorar um pouco a opinar , mas prefiro por aqui pois pode servir de parâmetro para mais gente .

Das indicadas acima TODAS  vão casar bem com o que quer , massss , sempre existe um né , kkkkk , o peso delas vai influenciar bastante no desgaste físico depois de 600 arremessos por dia.

A venator é uma carretilha boa e considerada intermediária  ( se bem que acho ela própria para os tucunarés do Sudeste ) , já tenho alguns relatos e peguei aqui 2 com defeito depois de pescarias na Amazônia .

As tatula e zillion seriam para os dourados , mais parrudas e pesadas , puxam uma casa , porém o calcanhar de Aquiles delas é o peso a partir de 225 gramas , Hoje pesco com conjunto totalizando 260 gramas (vara + carreta + linha) e mesmo assim vai um dorflex no final do dia , se atente a isso.

As top de MG seriam as mais indicadas e sem dúvida as melhores , pesos abaixo dos 170 gramas na maioria delas isso ajuda muito mesmo na sequência iria de daiwa , abu garcia e shimano ( nunca fui apaixonado pelas shimano) aí vai de acordo com o preço e oferta.

O que vejo hj em dia é uma baixa nas abu garcia , as revo estão com preço muito bom , confira , aldebaran , core , pixy , steez , são categorias a parte em preço e sim entregam o que oferecem.

Outro fator importante fuja das sv (daiwa) ou bfs (shimano) o carretel é muito raso e vai caber pouca linha, se engatar um bruto terá problemas.

Do mais vale pesquisa de mercado mesmo , abraços !!!!

 

Caro Eduardo,

 

Tenho duas carretilhas Venator, uma modelo comum e uma SE, que ainda nem usei. 

Gosto muito do "serviço" dela durante a pescaria. Tenho também uma Tatula Type-R e uma Lubina GTO, mas atualmente gosto mais de pescar com a Venator, pelos arremessos mais macios, pela pegada e pela leveza. A danada também me dá "sorte", mas isso não vem ao caso. KKkkkkk

 

Confesso estar um pouco preocupado. Vi seu review sobre o problema da oxidação em água salgada, mas quanto a problemas com peixes maiores, no caso dos tucunarés amazônicos, eu ainda não sabia.

 

Propagandas a parte, o JH fez muitas pescarias de Açus amazônicos e de Dourados com elas. Passa realmente uma imagem de resistência absoluta, apesar do chassi de carbono. Eu como fã do JH, tratei de comprar logo a minha, assim como foi com as minhas outras, Tatula Type-R e Lubina GTO, que ele também usa desde a 1ª temporada no Momento da Pesca. Para nós do interior que não participamos de grupos de pesca, somos um tanto "caipiras", esses programas são referência absoluta na hora de montar a "traia". Acredito que seja o caso de muitos pescadores Brasil afora.

 

Poderia nos explicar melhor sobre esses casos que você pegou?

 

Acredito que a Venator hoje seja uma das mais vendidas no Brasil, pelo custoxbenefício, pela referencia do JH e pela publicidade no programa da Fish, é claro. Muitos como eu devem estar em dúvidas, e apreensivos neste momento. 

 

Existe algo que possa ser feito para "reforçar" essas carretilhas? Rolamentos melhores? Algum tipo de Tunning?

 

Como no meu caso, que gostei tanto da Venator comum que comprei a SE, mas agora tenho receio de uma quebra precoce. Seria o caso de evitar usar para peixes maiores ou um reforço nelas seria possível?

 

Aproveitando, existe opção de Tunning para a Tatula Type R ficar mais leve ou mais solta? Rolamentos melhores? Acho ela um pouco carregada nos arremessos, apesar do TWS. Talvez por causa do freio magnético.

 

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Eduardo,

 

Tenho duas carretilhas Venator, uma modelo comum e uma SE, que ainda nem usei. 

Gosto muito do "serviço" dela durante a pescaria. Tenho também uma Tatula Type-R e uma Lubina GTO, mas atualmente gosto mais de pescar com a Venator, pelos arremessos mais macios, pela pegada e pela leveza. A danada também me dá "sorte", mas isso não vem ao caso. KKkkkkk

 

Confesso estar um pouco preocupado. Vi seu review sobre o problema da oxidação em água salgada, mas quanto a problemas com peixes maiores, no caso dos tucunarés amazônicos, eu ainda não sabia.

 

Propagandas a parte, o JH fez muitas pescarias de Açus amazônicos e de Dourados com elas. Passa realmente uma imagem de resistência absoluta, apesar do chassi de carbono. Eu como fã do JH, tratei de comprar logo a minha, assim como foi com as minhas outras, Tatula Type-R e Lubina GTO, que ele também usa desde a 1ª temporada no Momento da Pesca. Para nós do interior que não participamos de grupos de pesca, somos um tanto "caipiras", esses programas são referência absoluta na hora de montar a "traia". Acredito que seja o caso de muitos pescadores Brasil afora.

 

Poderia nos explicar melhor sobre esses casos que você pegou?

 

Acredito que a Venator hoje seja uma das mais vendidas no Brasil, pelo custoxbenefício, pela referencia do JH e pela publicidade no programa da Fish, é claro. Muitos como eu devem estar em dúvidas, e apreensivos neste momento. 

 

Existe algo que possa ser feito para "reforçar" essas carretilhas? Rolamentos melhores? Algum tipo de Tunning?

 

Como no meu caso, que gostei tanto da Venator comum que comprei a SE, mas agora tenho receio de uma quebra precoce. Seria o caso de evitar usar para peixes maiores ou um reforço nelas seria possível?

 

Aproveitando, existe opção de Tunning para a Tatula Type R ficar mais leve ou mais solta? Rolamentos melhores? Acho ela um pouco carregada nos arremessos, apesar do TWS. Talvez por causa do freio magnético.

 

Abraços!

 

Fala Gustavo de fato a venator é uma boa carretilha e defendo isso , mesmo achando que a normal (primeira série) melhor que a se depois de instalados rolamentos cerâmicos , mas como disse já peguei algumas aqui moídas por dentro sim , conjunto motriz é uma das causas ,se bem que é melhor moer um conjunto motriz que estourar um corpo né.

Como o freio dela é multidisco e oferece um drag muito alto , e na Amazônia os açus são implacáveis , o uso continuo dela acaba por moer os internos .

O uso indicado pra lá de fato seria uma carreta de MG estrutura mais forte e conjunto motriz em bronze aí sim poderá abusar delas , abraços.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala Guilherme desculpe demorar um pouco a opinar , mas prefiro por aqui pois pode servir de parâmetro para mais gente .

Das indicadas acima TODAS  vão casar bem com o que quer , massss , sempre existe um né , kkkkk , o peso delas vai influenciar bastante no desgaste físico depois de 600 arremessos por dia.

A venator é uma carretilha boa e considerada intermediária  ( se bem que acho ela própria para os tucunarés do Sudeste ) , já tenho alguns relatos e peguei aqui 2 com defeito depois de pescarias na Amazônia .

As tatula e zillion seriam para os dourados , mais parrudas e pesadas , puxam uma casa , porém o calcanhar de Aquiles delas é o peso a partir de 225 gramas , Hoje pesco com conjunto totalizando 260 gramas (vara + carreta + linha) e mesmo assim vai um dorflex no final do dia , se atente a isso.

As top de MG seriam as mais indicadas e sem dúvida as melhores , pesos abaixo dos 170 gramas na maioria delas isso ajuda muito mesmo na sequência iria de daiwa , abu garcia e shimano ( nunca fui apaixonado pelas shimano) aí vai de acordo com o preço e oferta.

O que vejo hj em dia é uma baixa nas abu garcia , as revo estão com preço muito bom , confira , aldebaran , core , pixy , steez , são categorias a parte em preço e sim entregam o que oferecem.

Outro fator importante fuja das sv (daiwa) ou bfs (shimano) o carretel é muito raso e vai caber pouca linha, se engatar um bruto terá problemas.

Do mais vale pesquisa de mercado mesmo , abraços !!!!

 

Obrigado pelas dicas Eduardo!

 

Pode me falar com que conjunto você pesca para somar somente 260gr?

 

Outra coisa, olhei alguns reviews da tatuta ct type r, acredito que você também vai fazer um certo?

 

Será que não seria o caso de esperar por ela? Eu iria de tatula type r sem dúvida não fosse o peso. Até pq ela se encaixaria em mais modalidades de pesca.

 

Qual revo você indicaria? Pode informar a referência também? Tem tantos modelos diferentes de cada modelo que a gente se perde.

 

Obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Guilherme,

 

Seja bem vindo ao universo da pesca esportiva e do FTB também. Além de tudo que já relatou, tenho certeza estar se descobrindo em uma atividade de gente bacana e bem humorada. Os benefícios são incontáveis. Espero que a gente se conheça pessoalmente um dia, pois você vai ver que os amigos virtuais também acabam se encontrado por causa da pesca, coisa não muito comum em outras atividades.

 

Então vamos falar também de Shimano e Quantum, assim completa as "4 grandes" do mundo, já que falaram mais das Abu e Daiwa. É curioso que podemos até começar a distinção falando que Abu e Daiwa utilizam sistemas anti-cabeleira magnéticos, enquanto as Shimano e Quantum usam o sistema centrífugo. Isso é fundamental saber, pois no Brasil em geral venta muito, freio centrífugo se comporta bem melhor nessa situação, além de exigir menos regulagens, até a MS se dobrou a isso recentemente. Também não sofre oxidação por ser plástico e só uma pista metálica, outra vantagem.

 

Enquanto a Daiwa faltou à aula de ergonomia (só são redondinhas na mão as Pixy e Alphas), a Abu trabalhou bem nisto, as carretilhas têm ótima pegada, assim como as da Quantum, mas a Shimano é quem prima por isto e dá um banho nas outras.

 

Daiwa

arrow:: A única Daiwa que tenho é a Pixy Type-R, melhor Daiwa que conheço. Miudinha, super solta, linda demais, bom freio, enfim, só elogios. Magnético bom com vento ajudando, contra o vento nem tente arremessar longe que não vai, haja nó. No mais, só alegrias. Não gostei dela no reel seat da vara Steez, fica melhor no modelo ECS da Fuji que é o mais lisinho, reto.

arrow:: Alphas é Pixy maior e vice-versa, são excelentes carretilhas em todas as versões. Sou louco pela Alphas Ito Ai, pela lateral transparente, queria mesmo que as duas laterais fossem assim para ver as engrenagens girando, me sinto uma criança imaginando, se existisse eu já teria comprado.

arrow:: A nova Zillion TWS é ainda mais solta, o magnético só existe a partir do 3 (0=0, 1=0, 2=0, 3=1, 4=5 doeu:: ), o que é ótimo, pesca no 3 e ajuda no dedo que vai bem, velocidade 9.1 apaixonante, drag perfeito nas tomadas de linha, funcionamento super suave, mas em 2 dias não consegui achar a alça pra segurar, parecia uma batata quente na mão, péssimo formato, um tijolo (de quadrada, o peso não me incomodou mesmo com uma vara custom). Fiquei imaginando aquela qualidade numa Alphas com corpo de magnésio, aí provavelmente eu teria uma Daiwa entre minhas preferidas. Ah, pega pouca linha para o tamanho que tem, suficiente mas esperava mais. Quando vi pensei que mudaria finalmente de opinião, mas continuo inimigo das Zillion. Na próxima, quem sabe.

arrow:: Tatula tijolo. Fim. Não gostei de nada na carretilha. E só usei a Type-r.

arrow:: Steez TOP de maciez, drag macio etc., apesar de baixinha é gordinha, não gostei da pegada. Também não arremessa bem contra o vento. Enquanto a maioria dura a vida toda, algumas quebram do nada, não entendo.

 

Quantum

arrow:: A Quantum tem uma carretilha que já não é novidade há muito tempo e nenhuma outra marca conseguiu ou quis tentar fazer parecido: a Exo é absolutamente incrível, uma carretilha muito pequena e um absurdo de forte, feita de alumínio e levíssima devido ao conceito "Exo Skeletal", acho que se temos que falar em custo vs benefício, essa tem o melhor do mundo. Carretilha TOP com preço de intermediária. Para não dizer que não tem defeitos, a tampa lateral pode fugir, a minha pulou na água que nem vi a hora, li que resolveram após as primeiras reclamações colocando uma trava, não sei, mas a minha é do tempo que tinha esse inconveniente e nem disco de freio eu precisei trocar. Drag sobra demais, muita linha mesmo no menor modelo, ótima velocidade, enfim, vale demais a pena olhar essa.

arrow:: A série Energy também tem excelente viabilidade, coisa boa mesmo! São baratas, uma barbaridade de soltas no arremesso, a Quantum parece trabalhar forte no desenvolvimento dos carretéis. Drag também sempre muito forte e muito macio devido ao multi discos com cerâmica, metal e carbono, desgaste não vejo, mesmo com muito uso. Outras séries no mesmo chassis também são muito boas. Tem a Tour Edition, um patamar acima, anos atrás tive uma e não entendi a diferença de preço, na prática era a mesma coisa, fiquei com a Energy. Agora a Tour é MG, não conheço pessoalmente, deve ser coisa boa.

arrow:: Kinetic, Smoke, Accurist, sempre foram mais simples, intermediárias, não sei como tá hoje.

 

Shimano:

arrow:: Tem a melhor carretilha do mundo que é a Antares, nada se iguala em desempenho desde que foi criada, só da versão mais recente tenho duas (Antares HG). Se você não se importa com peso de 225 gramas e preço não é um empecilho, não tem outra carretilha para pensar.

arrow:: Aí vem a caríssima Metanium que é a melhor das carretilhas de porte médio, bem leve, ultra velocidade, muito resistente, exceto pelo conjunto motriz que não suporta ritmo intenso, trabalho pesado (Amazônia), a minha tem 1200 horas de tucunaré e tá parada de novo pelo mesmo motivo, falta de coroa e pinhão que não vendem no Brasil, tô tentando nos EUA. Perfeita para hélices, mas vai trocar muita coroa e pinhão. Drag perfeito quando novo, queria que tivesse multi discos para ser mais suave, Carbontex "come a parede da coroa". Metanium é desempenho, não força, e ao contrário do que dizem não é uma carretilha finesse, precisaria comprar o carretel Yumeya BFS e micro rolamentos, aí fica adaptada para finesse e seria a finesse mais rápida do mundo.

arrow:: Das pequenas, a carretilha mais leve do mundo é a Aldebaran, mais uma vez a Shimano na dianteira, até a ergonomia é diferenciada, o chassis dela empurra o dedo para o meio da carretilha, fazendo ela ficar bem no meio da mão, é indescritível. Tem força pros tucunarés fora da amazônia tranquilo, boa carga de linha 30 lb, bom drag, tudo de bom essa carreta, se vai aguentar meu ritmo só o tempo dirá.

arrow:: Chronarch é uma equivalente americana da Metanium, desempenho quase igual, durabilidade supostamente menor.

arrow:: Scorpion/Curado/Cítica são carretilhas muito fortes e mais da porrada, tendem a ser pra vida toda. Só são tidas como carretilhas de luxo no Brasil, onde seu preço é alto, lá fora são populares e com preços populares também. São carretilhas para quem não quer ter surpresas, escolhas equilibradas, as mais recomendadas do mercado.

arrow:: Caenan/Casitas são carretilhas de entrada da Shimano. Caenan antiga era raazoável, a nova veio na mesma plataforma do lançamento Casitas. A minha Casitas nem chegou em casa ainda, logo estarei testando. Já vi ambas na mão e parecem ser ótimas opções. A Caenan tem preço mais interessante, mas se for importar vá de Casitas.

 

Quando compramos as Shimano mais recentes, como Curado, Antares, Aldebaran, vemos de cara que não são tão soltas quanto a geração anterior, mas depois de umas duas ou três horas de uso mostram a que vieram, espalha a graxa que vem bastante não sei porque. Mesmo assim, a sensação é que são mais presas no arremesso, eu estou usando a Aldebaran e dá um nó na minha cabeça, eu penso que tá arremessando pouco e a isca cai bem mais longe do que eu esperava (arremessos longos), também não existe igual em questão de arremessar contra o vento, comportadíssima.

 

O problema das Shimano é o alto preço e total indisponibilidade de peças, devido ao desserviço que presta a CGK, importadora oficial da marca. Relatos não faltam na internet, a boa notícia é que nossos customizadores já possuem algumas peças e se você conhecer alguém nos EUA é fácil obter as peças pelo site oficial da Shimano lá e a pessoa te envia, pena que também são caríssimas, tipo trocar parachoques de Hilux. Assistência de todas as importadas é ruim ou ausente, mas só a da Shimano/CGK consegue ser insuportável. Quem pesca mais do que 3 ou 4 vezes por ano tem que levar isso em consideração e não se estressar, eu já me acostumei.

 

Falei mais da Shimano porque dessas eu conheço bem, foram as que duraram mais. A primeira carretilha que vi na vida foi uma Chronarch 100A, nas páginas de uma revista. Eu era criança. Vim conseguir uma (porém 101A, esquerda) 15 anos depois. Mais gostosa de usar que muita carretilha moderna, apesar do peso e tamanho de uma perfil alto nos dias de hoje.

 

Abu Garcia

arrow:: Usei muito a Revo MGX e tenho saudade. Impecável, levíssima, muita linha (para o seu tamanho), muito freio, parece um brinquedo de tão pequena. Fantástica.

arrow:: Demais Revos, todas tratores, valem muito a pena, só não me agrada o freio magnético. Há quem goste e daí não tem muito erro com nenhuma Revo. São escolhas "centrais" na minha opinião. Super equilibradas.

 

Comecei a escrever e não parei mais, acabei fazendo um resumo comparativo das experiências que já tive, o que foi uma surpresa pra mim. Vai ter gente dizendo "pensei que era um review do Chedid". kkkkkkkkkk

Deixo review de verdade para ele que sabe fazer, eu sou usuário, o especialista em manutenção é ele.

 

Finalmente, uma dica importante sobre comentários das pessoas: carretilha não arremessa, então vamos interpretar certo. Quem arremessa é a vara, a carretilha ajuda ou atrapalha. Para ajudar, o giro do carretel tem que ser livre e balanceado, o próprio carretel tem que ser leve e o sistema anti-cabeleira deve ser capaz de cumprir o que se propõe a fazer. Quando alguém falar "a carretilha TAL arremessa muito", interprete da melhor forma. Na maioria das vezes ele não sabe que a vara é que arremessa. Quando sabe, fala errado para se fazer entender.

 

Um grande abraço e muito sucesso nas pescarias!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

^ realmente a exo é sensacional

 

sobre freio não discuto pq tem gente que gosta de um tipo e gente que gosta de outro tipo

 

mas eu me adaptei muito com freio centrifugo, magnético nunca vou me adaptar, ja tentei mas me parece que ele oscila muito dependendo do dia =\ peguei por prática controlar no dedo a saída de linha sempre só com centrífugo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em Friday, April 29, 2016 at 16:14, Marcel Werner disse:

Guilherme,

 

Seja bem vindo ao universo da pesca esportiva e do FTB também. Além de tudo que já relatou, tenho certeza estar se descobrindo em uma atividade de gente bacana e bem humorada. Os benefícios são incontáveis. Espero que a gente se conheça pessoalmente um dia, pois você vai ver que os amigos virtuais também acabam se encontrado por causa da pesca, coisa não muito comum em outras atividad

Então vamos falar também de Shimano e Quantum, assim completa as "4 grandes" do mundo, já que falaram mais das Abu e Daiwa. É curioso que podemos até começar a distinção falando que Abu e Daiwa utilizam sistemas anti-cabeleira magnéticos, enquanto as Shimano e Quantum usam o sistema centrífugo. Isso é fundamental saber, pois no Brasil em geral venta muito, freio centrífugo se comporta bem melhor nessa situação, além de exigir menos regulagens, até a MS se dobrou a isso recentemente. Também não sofre oxidação por ser plástico e só uma pista metálica, outra vantagem.

 

Enquanto a Daiwa faltou à aula de ergonomia (só são redondinhas na mão as Pixy e Alphas), a Abu trabalhou bem nisto, as carretilhas têm ótima pegada, assim como as da Quantum, mas a Shimano é quem prima por isto e dá um banho nas outras.

 

Daiwa

arrow:: A única Daiwa que tenho é a Pixy Type-R, melhor Daiwa que conheço. Miudinha, super solta, linda demais, bom freio, enfim, só elogios. Magnético bom com vento ajudando, contra o vento nem tente arremessar longe que não vai, haja nó. No mais, só alegrias. Não gostei dela no reel seat da vara Steez, fica melhor no modelo ECS da Fuji que é o mais lisinho, reto.

arrow:: Alphas é Pixy maior e vice-versa, são excelentes carretilhas em todas as versões. Sou louco pela Alphas Ito Ai, pela lateral transparente, queria mesmo que as duas laterais fossem assim para ver as engrenagens girando, me sinto uma criança imaginando, se existisse eu já teria comprado.

arrow:: A nova Zillion TWS é ainda mais solta, o magnético só existe a partir do 3 (0=0, 1=0, 2=0, 3=1, 4=5 doeu:: ), o que é ótimo, pesca no 3 e ajuda no dedo que vai bem, velocidade 9.1 apaixonante, drag perfeito nas tomadas de linha, funcionamento super suave, mas em 2 dias não consegui achar a alça pra segurar, parecia uma batata quente na mão, péssimo formato, um tijolo (de quadrada, o peso não me incomodou mesmo com uma vara custom). Fiquei imaginando aquela qualidade numa Alphas com corpo de magnésio, aí provavelmente eu teria uma Daiwa entre minhas preferidas. Ah, pega pouca linha para o tamanho que tem, suficiente mas esperava mais. Quando vi pensei que mudaria finalmente de opinião, mas continuo inimigo das Zillion. Na próxima, quem sabe.

arrow:: Tatula tijolo. Fim. Não gostei de nada na carretilha. E só usei a Type-r.

arrow:: Steez TOP de maciez, drag macio etc., apesar de baixinha é gordinha, não gostei da pegada. Também não arremessa bem contra o vento. Enquanto a maioria dura a vida toda, algumas quebram do nada, não entendo.

 

Quantum

arrow:: A Quantum tem uma carretilha que já não é novidade há muito tempo e nenhuma outra marca conseguiu ou quis tentar fazer parecido: a Exo é absolutamente incrível, uma carretilha muito pequena e um absurdo de forte, feita de alumínio e levíssima devido ao conceito "Exo Skeletal", acho que se temos que falar em custo vs benefício, essa tem o melhor do mundo. Carretilha TOP com preço de intermediária. Para não dizer que não tem defeitos, a tampa lateral pode fugir, a minha pulou na água que nem vi a hora, li que resolveram após as primeiras reclamações colocando uma trava, não sei, mas a minha é do tempo que tinha esse inconveniente e nem disco de freio eu precisei trocar. Drag sobra demais, muita linha mesmo no menor modelo, ótima velocidade, enfim, vale demais a pena olhar essa.

arrow:: A série Energy também tem excelente viabilidade, coisa boa mesmo! São baratas, uma barbaridade de soltas no arremesso, a Quantum parece trabalhar forte no desenvolvimento dos carretéis. Drag também sempre muito forte e muito macio devido ao multi discos com cerâmica, metal e carbono, desgaste não vejo, mesmo com muito uso. Outras séries no mesmo chassis também são muito boas. Tem a Tour Edition, um patamar acima, anos atrás tive uma e não entendi a diferença de preço, na prática era a mesma coisa, fiquei com a Energy. Agora a Tour é MG, não conheço pessoalmente, deve ser coisa boa.

arrow:: Kinetic, Smoke, Accurist, sempre foram mais simples, intermediárias, não sei como tá hoje.

 

Shimano:

arrow:: Tem a melhor carretilha do mundo que é a Antares, nada se iguala em desempenho desde que foi criada, só da versão mais recente tenho duas (Antares HG). Se você não se importa com peso de 225 gramas e preço não é um empecilho, não tem outra carretilha para pensar.

arrow:: Aí vem a caríssima Metanium que é a melhor das carretilhas de porte médio, bem leve, ultra velocidade, muito resistente, exceto pelo conjunto motriz que não suporta ritmo intenso, trabalho pesado (Amazônia), a minha tem 1200 horas de tucunaré e tá parada de novo pelo mesmo motivo, falta de coroa e pinhão que não vendem no Brasil, tô tentando nos EUA. Perfeita para hélices, mas vai trocar muita coroa e pinhão. Drag perfeito quando novo, queria que tivesse multi discos para ser mais suave, Carbontex "come a parede da coroa". Metanium é desempenho, não força, e ao contrário do que dizem não é uma carretilha finesse, precisaria comprar o carretel Yumeya BFS e micro rolamentos, aí fica adaptada para finesse e seria a finesse mais rápida do mundo.

arrow:: Das pequenas, a carretilha mais leve do mundo é a Aldebaran, mais uma vez a Shimano na dianteira, até a ergonomia é diferenciada, o chassis dela empurra o dedo para o meio da carretilha, fazendo ela ficar bem no meio da mão, é indescritível. Tem força pros tucunarés fora da amazônia tranquilo, boa carga de linha 30 lb, bom drag, tudo de bom essa carreta, se vai aguentar meu ritmo só o tempo dirá.

arrow:: Chronarch é uma equivalente americana da Metanium, desempenho quase igual, durabilidade supostamente menor.

arrow:: Scorpion/Curado/Cítica são carretilhas muito fortes e mais da porrada, tendem a ser pra vida toda. Só são tidas como carretilhas de luxo no Brasil, onde seu preço é alto, lá fora são populares e com preços populares também. São carretilhas para quem não quer ter surpresas, escolhas equilibradas, as mais recomendadas do mercado.

arrow:: Caenan/Casitas são carretilhas de entrada da Shimano. Caenan antiga era raazoável, a nova veio na mesma plataforma do lançamento Casitas. A minha Casitas nem chegou em casa ainda, logo estarei testando. Já vi ambas na mão e parecem ser ótimas opções. A Caenan tem preço mais interessante, mas se for importar vá de Casitas.

 

Quando compramos as Shimano mais recentes, como Curado, Antares, Aldebaran, vemos de cara que não são tão soltas quanto a geração anterior, mas depois de umas duas ou três horas de uso mostram a que vieram, espalha a graxa que vem bastante não sei porque. Mesmo assim, a sensação é que são mais presas no arremesso, eu estou usando a Aldebaran e dá um nó na minha cabeça, eu penso que tá arremessando pouco e a isca cai bem mais longe do que eu esperava (arremessos longos), também não existe igual em questão de arremessar contra o vento, comportadíssima.

 

O problema das Shimano é o alto preço e total indisponibilidade de peças, devido ao desserviço que presta a CGK, importadora oficial da marca. Relatos não faltam na internet, a boa notícia é que nossos customizadores já possuem algumas peças e se você conhecer alguém nos EUA é fácil obter as peças pelo site oficial da Shimano lá e a pessoa te envia, pena que também são caríssimas, tipo trocar parachoques de Hilux. Assistência de todas as importadas é ruim ou ausente, mas só a da Shimano/CGK consegue ser insuportável. Quem pesca mais do que 3 ou 4 vezes por ano tem que levar isso em consideração e não se estressar, eu já me acostumei.

 

Falei mais da Shimano porque dessas eu conheço bem, foram as que duraram mais. A primeira carretilha que vi na vida foi uma Chronarch 100A, nas páginas de uma revista. Eu era criança. Vim conseguir uma (porém 101A, esquerda) 15 anos depois. Mais gostosa de usar que muita carretilha moderna, apesar do peso e tamanho de uma perfil alto nos dias de hoje.

 

Abu Garcia

arrow:: Usei muito a Revo MGX e tenho saudade. Impecável, levíssima, muita linha (para o seu tamanho), muito freio, parece um brinquedo de tão pequena. Fantástica.

arrow:: Demais Revos, todas tratores, valem muito a pena, só não me agrada o freio magnético. Há quem goste e daí não tem muito erro com nenhuma Revo. São escolhas "centrais" na minha opinião. Super equilibradas.

 

Comecei a escrever e não parei mais, acabei fazendo um resumo comparativo das experiências que já tive, o que foi uma surpresa pra mim. Vai ter gente dizendo "pensei que era um review do Chedid". kkkkkkkkkk

Deixo review de verdade para ele que sabe fazer, eu sou usuário, o especialista em manutenção é ele.

 

Finalmente, uma dica importante sobre comentários das pessoas: carretilha não arremessa, então vamos interpretar certo. Quem arremessa é a vara, a carretilha ajuda ou atrapalha. Para ajudar, o giro do carretel tem que ser livre e balanceado, o próprio carretel tem que ser leve e o sistema anti-cabeleira deve ser capaz de cumprir o que se propõe a fazer. Quando alguém falar "a carretilha TAL arremessa muito", interprete da melhor forma. Na maioria das vezes ele não sabe que a vara é que arremessa. Quando sabe, fala errado para se fazer entender.

 

Um grande abraço e muito sucesso nas pescarias!

Comprei a curado 70 e parece muito que ela é mais" presa  " Que as antecessoras mesmo depois de ter limpado os rolamentos , daqui uns dias vou testar ela na pratica vamos ver se o arremesso é melhor!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Giovane Savioli disse:

Comprei a curado 70 e parece muito que ela é mais" presa  " Que as antecessoras mesmo depois de ter limpado os rolamentos , daqui uns dias vou testar ela na pratica vamos ver se o arremesso é melhor!

É questão de costume. Também tive essa impressão sobre a Aldebaran no primeiro dia, mas depois vai ficar muito boa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em Thursday, June 16, 2016 at 14:04, Marcel Werner disse:

É questã70o de costume. Também tive essa impressão sobre a Aldebaran no primeiro dia, mas depois vai ficar muito boa.

Rapaz depois quebsaiu toda a graxa do rolamento ficou ligeira ein , o arremesso da curado 70 ebda aldebaran deve ser parecidos !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/04/2016 at 16:14, Marcel Werner disse:

Guilherme,

 

Seja bem vindo ao universo da pesca esportiva e do FTB também. Além de tudo que já relatou, tenho certeza estar se descobrindo em uma atividade de gente bacana e bem humorada. Os benefícios são incontáveis. Espero que a gente se conheça pessoalmente um dia, pois você vai ver que os amigos virtuais também acabam se encontrado por causa da pesca, coisa não muito comum em outras atividades.

 

Então vamos falar também de Shimano e Quantum, assim completa as "4 grandes" do mundo, já que falaram mais das Abu e Daiwa. É curioso que podemos até começar a distinção falando que Abu e Daiwa utilizam sistemas anti-cabeleira magnéticos, enquanto as Shimano e Quantum usam o sistema centrífugo. Isso é fundamental saber, pois no Brasil em geral venta muito, freio centrífugo se comporta bem melhor nessa situação, além de exigir menos regulagens, até a MS se dobrou a isso recentemente. Também não sofre oxidação por ser plástico e só uma pista metálica, outra vantagem.

 

Enquanto a Daiwa faltou à aula de ergonomia (só são redondinhas na mão as Pixy e Alphas), a Abu trabalhou bem nisto, as carretilhas têm ótima pegada, assim como as da Quantum, mas a Shimano é quem prima por isto e dá um banho nas outras.

 

Daiwa

arrow:: A única Daiwa que tenho é a Pixy Type-R, melhor Daiwa que conheço. Miudinha, super solta, linda demais, bom freio, enfim, só elogios. Magnético bom com vento ajudando, contra o vento nem tente arremessar longe que não vai, haja nó. No mais, só alegrias. Não gostei dela no reel seat da vara Steez, fica melhor no modelo ECS da Fuji que é o mais lisinho, reto.

arrow:: Alphas é Pixy maior e vice-versa, são excelentes carretilhas em todas as versões. Sou louco pela Alphas Ito Ai, pela lateral transparente, queria mesmo que as duas laterais fossem assim para ver as engrenagens girando, me sinto uma criança imaginando, se existisse eu já teria comprado.

arrow:: A nova Zillion TWS é ainda mais solta, o magnético só existe a partir do 3 (0=0, 1=0, 2=0, 3=1, 4=5 doeu:: ), o que é ótimo, pesca no 3 e ajuda no dedo que vai bem, velocidade 9.1 apaixonante, drag perfeito nas tomadas de linha, funcionamento super suave, mas em 2 dias não consegui achar a alça pra segurar, parecia uma batata quente na mão, péssimo formato, um tijolo (de quadrada, o peso não me incomodou mesmo com uma vara custom). Fiquei imaginando aquela qualidade numa Alphas com corpo de magnésio, aí provavelmente eu teria uma Daiwa entre minhas preferidas. Ah, pega pouca linha para o tamanho que tem, suficiente mas esperava mais. Quando vi pensei que mudaria finalmente de opinião, mas continuo inimigo das Zillion. Na próxima, quem sabe.

arrow:: Tatula tijolo. Fim. Não gostei de nada na carretilha. E só usei a Type-r.

arrow:: Steez TOP de maciez, drag macio etc., apesar de baixinha é gordinha, não gostei da pegada. Também não arremessa bem contra o vento. Enquanto a maioria dura a vida toda, algumas quebram do nada, não entendo.

 

Quantum

arrow:: A Quantum tem uma carretilha que já não é novidade há muito tempo e nenhuma outra marca conseguiu ou quis tentar fazer parecido: a Exo é absolutamente incrível, uma carretilha muito pequena e um absurdo de forte, feita de alumínio e levíssima devido ao conceito "Exo Skeletal", acho que se temos que falar em custo vs benefício, essa tem o melhor do mundo. Carretilha TOP com preço de intermediária. Para não dizer que não tem defeitos, a tampa lateral pode fugir, a minha pulou na água que nem vi a hora, li que resolveram após as primeiras reclamações colocando uma trava, não sei, mas a minha é do tempo que tinha esse inconveniente e nem disco de freio eu precisei trocar. Drag sobra demais, muita linha mesmo no menor modelo, ótima velocidade, enfim, vale demais a pena olhar essa.

arrow:: A série Energy também tem excelente viabilidade, coisa boa mesmo! São baratas, uma barbaridade de soltas no arremesso, a Quantum parece trabalhar forte no desenvolvimento dos carretéis. Drag também sempre muito forte e muito macio devido ao multi discos com cerâmica, metal e carbono, desgaste não vejo, mesmo com muito uso. Outras séries no mesmo chassis também são muito boas. Tem a Tour Edition, um patamar acima, anos atrás tive uma e não entendi a diferença de preço, na prática era a mesma coisa, fiquei com a Energy. Agora a Tour é MG, não conheço pessoalmente, deve ser coisa boa.

arrow:: Kinetic, Smoke, Accurist, sempre foram mais simples, intermediárias, não sei como tá hoje.

 

Shimano:

arrow:: Tem a melhor carretilha do mundo que é a Antares, nada se iguala em desempenho desde que foi criada, só da versão mais recente tenho duas (Antares HG). Se você não se importa com peso de 225 gramas e preço não é um empecilho, não tem outra carretilha para pensar.

arrow:: Aí vem a caríssima Metanium que é a melhor das carretilhas de porte médio, bem leve, ultra velocidade, muito resistente, exceto pelo conjunto motriz que não suporta ritmo intenso, trabalho pesado (Amazônia), a minha tem 1200 horas de tucunaré e tá parada de novo pelo mesmo motivo, falta de coroa e pinhão que não vendem no Brasil, tô tentando nos EUA. Perfeita para hélices, mas vai trocar muita coroa e pinhão. Drag perfeito quando novo, queria que tivesse multi discos para ser mais suave, Carbontex "come a parede da coroa". Metanium é desempenho, não força, e ao contrário do que dizem não é uma carretilha finesse, precisaria comprar o carretel Yumeya BFS e micro rolamentos, aí fica adaptada para finesse e seria a finesse mais rápida do mundo.

arrow:: Das pequenas, a carretilha mais leve do mundo é a Aldebaran, mais uma vez a Shimano na dianteira, até a ergonomia é diferenciada, o chassis dela empurra o dedo para o meio da carretilha, fazendo ela ficar bem no meio da mão, é indescritível. Tem força pros tucunarés fora da amazônia tranquilo, boa carga de linha 30 lb, bom drag, tudo de bom essa carreta, se vai aguentar meu ritmo só o tempo dirá.

arrow:: Chronarch é uma equivalente americana da Metanium, desempenho quase igual, durabilidade supostamente menor.

arrow:: Scorpion/Curado/Cítica são carretilhas muito fortes e mais da porrada, tendem a ser pra vida toda. Só são tidas como carretilhas de luxo no Brasil, onde seu preço é alto, lá fora são populares e com preços populares também. São carretilhas para quem não quer ter surpresas, escolhas equilibradas, as mais recomendadas do mercado.

arrow:: Caenan/Casitas são carretilhas de entrada da Shimano. Caenan antiga era raazoável, a nova veio na mesma plataforma do lançamento Casitas. A minha Casitas nem chegou em casa ainda, logo estarei testando. Já vi ambas na mão e parecem ser ótimas opções. A Caenan tem preço mais interessante, mas se for importar vá de Casitas.

 

Quando compramos as Shimano mais recentes, como Curado, Antares, Aldebaran, vemos de cara que não são tão soltas quanto a geração anterior, mas depois de umas duas ou três horas de uso mostram a que vieram, espalha a graxa que vem bastante não sei porque. Mesmo assim, a sensação é que são mais presas no arremesso, eu estou usando a Aldebaran e dá um nó na minha cabeça, eu penso que tá arremessando pouco e a isca cai bem mais longe do que eu esperava (arremessos longos), também não existe igual em questão de arremessar contra o vento, comportadíssima.

 

O problema das Shimano é o alto preço e total indisponibilidade de peças, devido ao desserviço que presta a CGK, importadora oficial da marca. Relatos não faltam na internet, a boa notícia é que nossos customizadores já possuem algumas peças e se você conhecer alguém nos EUA é fácil obter as peças pelo site oficial da Shimano lá e a pessoa te envia, pena que também são caríssimas, tipo trocar parachoques de Hilux. Assistência de todas as importadas é ruim ou ausente, mas só a da Shimano/CGK consegue ser insuportável. Quem pesca mais do que 3 ou 4 vezes por ano tem que levar isso em consideração e não se estressar, eu já me acostumei.

 

Falei mais da Shimano porque dessas eu conheço bem, foram as que duraram mais. A primeira carretilha que vi na vida foi uma Chronarch 100A, nas páginas de uma revista. Eu era criança. Vim conseguir uma (porém 101A, esquerda) 15 anos depois. Mais gostosa de usar que muita carretilha moderna, apesar do peso e tamanho de uma perfil alto nos dias de hoje.

 

Abu Garcia

arrow:: Usei muito a Revo MGX e tenho saudade. Impecável, levíssima, muita linha (para o seu tamanho), muito freio, parece um brinquedo de tão pequena. Fantástica.

arrow:: Demais Revos, todas tratores, valem muito a pena, só não me agrada o freio magnético. Há quem goste e daí não tem muito erro com nenhuma Revo. São escolhas "centrais" na minha opinião. Super equilibradas.

 

Comecei a escrever e não parei mais, acabei fazendo um resumo comparativo das experiências que já tive, o que foi uma surpresa pra mim. Vai ter gente dizendo "pensei que era um review do Chedid". kkkkkkkkkk

Deixo review de verdade para ele que sabe fazer, eu sou usuário, o especialista em manutenção é ele.

 

Finalmente, uma dica importante sobre comentários das pessoas: carretilha não arremessa, então vamos interpretar certo. Quem arremessa é a vara, a carretilha ajuda ou atrapalha. Para ajudar, o giro do carretel tem que ser livre e balanceado, o próprio carretel tem que ser leve e o sistema anti-cabeleira deve ser capaz de cumprir o que se propõe a fazer. Quando alguém falar "a carretilha TAL arremessa muito", interprete da melhor forma. Na maioria das vezes ele não sabe que a vara é que arremessa. Quando sabe, fala errado para se fazer entender.

 

Um grande abraço e muito sucesso nas pescarias!

Post top! Parabéns!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

olha, apesar de antigo o tópico, pensei que ninguem iria falar da minha paixão atual!!! Quantum!!!!
comecei conhecendo o demonio da tazmania em pessoa, smoke quantum 100.

muitos criticam pela pintura, que acaba sendo uma chatice sim, mas como é solta, é um absurdo!!! é ruim que até você acostumar o arremesso dela, é muita cabeleira!!! há os que dizem que tem o carretel pequeno e não cabe linha, mas isso depende. claro que o valor pesa, mas eu uso a ygk gsoul 8 fios de 40 lbs, são exatamente 135mm de linha no carretel e fica perfeito, certinho sem problema algum.

ai pescando com um piloteiro perto de taubate, conheci a exo............... bixo, apanho ainda pra elas, como não tenho mais pescado com frequencia, sempre fico sofrendo na regulagem..... mas posso falar? tenho uma 100 e uma exo 200.... que carretilhas maravilhosas!!!!!!!!!!!! leve, bonita, soltinha que só!!!!

 

ainda assim, a pegada da smoke, pro tamanho da minha mão, é melhor. a exo não tenho problemas, mas o corpo da msoke é mais gostosa rsss, encaixa na mão que uma belezinha!!!!

 

vara? apesar de ter refugado a compra de uma, meu irmão já está na segunda dele (a primeira ele quebrou ¬¬), r-type!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! que real seat, pena que só.... e para a pesca do susdeste, tranquila!!!! claro que é média e pode atrapalhar em trabalho pra iscas como hélice, mas eu fui pra três marias e usei uma reformada, com uma popper vulcan 100, que delicia cara, a smoke com a r-type é um sonho de peso!!!!

mas atualmente o que cabe ao meu bolso e atende o custo x beneficio, eu uso uma tdt 5,3" de 17 e uma clarus de 5,6" de 15. a clarus acho um pouco pesada, nem sei quanto pesa, mas em relação a resistência, ela é muito boa, mas quero trocar ela, mesmo nova, quero pegar uma 5,3 e mais leve que ela. a tdt é bonita e bem gostosa de se usar!!!

estou atrás de varas resistentes e boas principalmente para superficie, minha tara, as poppers trabalhando!!! quem sabe um dia eu troque ou compre uma carretilha mais rápida (9:1) para hélice, mas hoje deixo pras poppers que com 7:3 me atende bem o recolhimento.

 

a, esqueci de citar, já usei muito ms e um pouco shimano, mas atualmente pro meu bolso cabem as quantum!!!! já tive lubina especial jh, bw, brisa, curado!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara eu hoje tenho uma Scorpion 71hg e uma varinha liger 5"8 15 lbs q uso pra tucuna azul e principalmente amarelo..E atende muito bem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...