Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Flávio Martins

Projeto: VHF Pescadores da Serra

Posts Recomendados

Antes de postar alguma critica lembre-se que se trata de um projeto que não busca faturar dinheiro algum e que todos os envolvidos doam o tempo que dispõem e conhecimento para isto. As sugestões são bem vindas.

So um rabisco do projeto!

1ª Situação: Prazerosa

Você esta na Serra da Mesa, já são quase meio dia, a fome já aperta e você junto com os parceiros do barco já arrumam as tralhas para irem ao encontro de outro grupo para realizarem um saboroso churrasco em uma boa sombra. Chegando ao ponto no horário combinado, você so nota que tem apenas um barco e que este barco não é o barco onde esta a carne para o churrasco. Ai você pega seu radinho talk about que é uma maravilha em certas ocasiões, mas na Serra com aqueles morros, sua freqüência fica meio falha. As horas vão passando e nada dos camaradas chegarem, tenta mais vezes no radio e nada, pensa em ir atrás dos caboclos mas lembra que a Serra possui milhares de baías e ilhas e deixa pra la. Ai a única solução é: Voltar ao rancho e fazer um miojão sabor Yakisoba!

2ª Situação: Si lascou-se

Seu barco tem uma pane, ai você encosta em uma praia e fica tentando arrumar o motor. Essa praia faz uma baía que fica de frente aonde o pessoal passa para voltar ao rancho. Vai ficando tarde e nada de arrumar o motor. De repente você escuta o som de um motor, e percebe que la longe é um de seus amigos voltando ao rancho para fazer o miojo. O que vc. faz? Grita? Da uns tiros pra cima? Ai se lembra de pegar o talk about, mas quando você pega, seu amigo do outro barco já esta entrando na curva que passa de trás um dos pés da Serra, que de tão alto o talk about não da um sinal de vida.

São so dois exemplos de inúmeras situações que a comunicação em lugares com altimetria muito diferenciada é falha.

A base do projeto:

Com base nestas emergências um amigo que comprou um kit VHF com o rádio 227rb, seguindo o ideal de ligar o aparelho em uma corrente de 220v, instalou também em seu rancho na Serra da Mesa uma antena fixa (diferente do kit), comprou dois HT´s e estes equipam seus barcos. Para aproveitar sua antena de potencia boa, estamos colocando já em testes a triangulação com mais dois ranchos. Um em Colinas, outro em Uruaçu, e assim fechando o triangulo com o rancho pioneiro em Niquelandia.

Ou seja, em um futuro não muito longe, os amigos pescadores terão uma freqüência própria para emergências ou qualquer tipo de informe. Isso com a potencia das ondas VHF.

Pena não estar mais morando em Brasília e acompanhar este trabalho bacana desta turma que já andam vendo a possibilidade de interação com bombeiros, pousadas, policia militar e mais uma galera que quer ajudar.

Em breve mais noticias deste projeto idealizado entre 4 amigos em uma mesa de bar, que aos poucos vai tomando forma e ondas de rádio sob as águas da Serra da Mesa!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente, Flavin... Só quem já passou por algum perrengue que poderia ter sido minimizado com esse serviço, sabe a importância que ele tem!!

Mantenha-nos informado!!

Grande abraço!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente, Flavin... Só quem já passou por algum perrengue que poderia ter sido minimizado com esse serviço, sabe a importância que ele tem!!

Mantenha-nos informado!!

Grande abraço!!

Leo Marrara Traíra, vulgo domador de filhote de Boxer...

ja imaginou vc. pescando la nos canfudós da Serra, naquele lugar onde nem Tucuna nada com medo das Traíras e sua cerveja acaba?

Ai é so pegar o rádio, falar com a patroa no rancho que ela pega a lancha com motor 125hp e vai la levar um isopor novinho... eita trem bão!

Mas enquanto não temos as ondas de rádio, nem rancho, nem patroa com lancha... agente passa sede.

Muito boa a iniciativa, Flávio. Eu já pensei em usar até espelho para fazer contato,,,rsrsrs.

Pois é Mestre João Bigua...

pena mesmo estar longe disso tudo ai e desta empreitada que os caras andam tocando em 3 cidades diferentes. E olha que é ralação, pois, montar uma antena com quase 50 metros, no sol da Serra da Mesa é de lascar. Mas vai compensar, vamos aguardar o trem ficar pronto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Muito interessante o projeto, quem já passou aperto desses, sabe o quanto é importante...

Flavio, a serra da mesa, esta quase toda coberta, com sinal na Br-telecom, isso não tira o mérito do projeto, que acho de muita utilidade... poucos lugares onde pesco que não pega sinal.

Sucesso no projeto

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem melhor que sinal de fumaça. rsrsrs (sorry, num guentei) :gorfei:

A idéia é ótima, vamos acompanhar com atenção.

Não joga fora aqueles rádinhos velhos que vç tá querendo vender pois ainda podem ser úteis.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Flávio,

Aconselho que os teus amigos entrem em contato com o Eriba, (ele tá mais a par) uma vez que o prefeito de Niquelândia, se comprometeu durante o evento do TOPESCA, a anunciar publicamente seu empenho em colocar as torres necessárias para a operação de rádio nos moldes semelhantes aos por ti preconizados.

abs

kruel

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show demais a iniciativa Flávio. Perfect. palmas::

Sobre a necessidade de se ter um projeto desses funcionando, sem comentários. Seria tudo de bom. alegre::

Algumas observações... :amigo:

Rádios VHF com comprimeiro de onda acima de 5m, ou 5W (não sei qual dos dois agora), precisam de homologação do Ministério das Comunicações para serem operados.

Um rádio base, então, q possui em média 50W de potência, aí é q precisa mesmo. Acima dos 50W é preciso inclusive de uma categoria superior para operá-lo.

Pode ser q lá ninguém fiscalize, e tals...mas investir num bom rádio VHF para usá-lo apenas na SM, tb não tem muita finalidade.

Os donos de pousadas na SM é q nadarão "dis costas".

Acredito eu, com a pouca experiência q tenho no assunto, q umas 3 ou 4 torres sejam mais q suficientes para uma triangulação quase q total da SM.

O bom da coisa ser "bancada" pelo Governo...é q poderão ser instaladas placas nas principais vias de acesso ao lago informando a frequência dessa "S.O.S Serra da Mesa".

O ruim é q no dia q o equipamento der pau....lascou tudo...Os donos de pousada é q terão q desembolsar grana para arrumar o equipamento...o q tb não é nenhum bicho de 7 cabeças.

Bem....o q importa mesmo é q alguma coisa está sendo feita para o bem comum.

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...