Welcome to Fórum Turma do Biguá

Pra nós é um enorme prazer tê-lo em nossas páginas. 
Todo o conteúdo postado por nós é aberto a todos, no entanto, para postar suas dúvidas, dicas, vendas ou para comprar um produto e etc, é necessário que você se cadastre em nosso fórum. 

Sinta-se em casa no fórum onde as turmas se encontram!

Fórum Turma do Biguá ::tudo:: 

Fabrício Biguá

Administrador
  • Total de itens

    11.899
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    36

Tudo que Fabrício Biguá postou

  1. EMISSÃO DA CARTEIRA DE PESCA AMADORA CONSTINUA NO SINPESQ Há duas semanas o site oficial do Ministério da Pesca, foi retirado do ar, permanecendo disponível apenas o link de emissão da carteira de pesca amadorahttp://sinpesq.mpa.gov.br/pndpa/web/pesca_amadora.php, mas até hoje nenhuma informação a respeito ainda tinha sido divulgada por uma responsável do setor, conform noticiado no dia 12/05 Em conversa na manhã dessa terça-feira (17) com o Sr..Kelven Stella Lopes, Coordenador do Núcleo de Planejamento e Ordenamento da Pesca Amadora ( NUPA), ele informou qua a desativação do site do Ministério da Pesca faz parte da adequação e transferência da pasta para o Ministério da Agricultura (MAPA), mas que as emissões do documento ainda continuam a serem feitas normalmente,tanto que em uma eventual busca na internet, o link http://sinpesq.mpa.gov.br/pndpa/web/pesca_amadora.phpaparece como opção para que o pescador possa efetuar o cadastramento e solicitação do documento. Kelven ressaltou que para não haver confusão tanto para qem já solicitou a renovação da carteira de pesca amadora, quanto para quem pretende fazer essa solicitação, o pedido ainda é realizado no link do SInpesq e este ficará ativo até que toda a reformulação e ativação de emissões das carteiras de pesca passem a ser realizadas através do site do ministério da agricultura. Ainda não há previsão de quando as emissões através do site do ministério da agricultura esteja disponível, porém, enquanto essa migração não ocorre, o pescador pode continuar a fazê-lo normalmente através dos links disponibilizados. Fonte: http://www.pescamadora.com.br/2016/05/emissao-das-carteiras-de-pesca-amadora-continuam-no-sinpesq/
  2. Pai...estou sabendo sim. Tem uma turminha lá q tá se juntando a um conhecido operador gringo pilantra querendo fechar a boca DE ALGUNS RIOS ABERTOS a todos. Mas o dele tá guardado...Se ele tá achando q vai comprar rio aberto a todos, deixa ele achando. Essa história está apenas começando...
  3. Q show de imagens, Dini e Bento...Parabéns mesmo pela pescaria. Quando eu crescer quero ser igual a vcs...rsrsr Obrigado por compartilhar a sua aventura conosco e bom demais ver o Mariozan aparecendo novamente na região... Ponto positivo pelo trabalho de postar o tópico e tb estamos compartilhando sua aventura em nosso Face...
  4. Seu tópico estava na sala Anúncios Globais do FTB e foi movido para a sala Assuntos Gerais sobre a Pesca Qualquer dúvida pode me mandar uma MP.
  5. Kkkkkkk.....na verdade todos os tipos estão aumentando a cada dia. Pior, a nível exponencial...rsrs Show!!!!
  6. A pedido do amigo @Astra-Taranis, resolvi falar um pouco sobre ajuste de trim de uma embarcação. Tentarei expor o assunto de forma q todos entendam (do mais inexperiente, até os q entendem um pouco mais). Vamos lá. Todo mundo q compra um motor de popa (seja de 5.5hp a 400hp), ao ler o manual, vê uma figura semelhante a esta abaixo q é muito compreensível. Essa figura acima é alto explicativa. A angulação do motor de popa interfere em muito no comportamento da embarcação. Figura 1. Motor trimado corretamente. Melhor navegabilidade, maior velocidade, maior autonomia. Figura 2. Motor com trim alto/aberto/out. Barco com a proa muito levantada, possibilidade de cavalgar e de entrar água na popa. Figura 3. Motor com trim baixo/fechado/in. Barco com a proa socada na água, maior arrasto, maior consumo, perigoso em marolas. Em motor de popa de baixa cilindrada (até 40hp) onde a regulagem do trim é feita de forma manual, o ajuste é feito no parafuso ou haste de compensação. Veja as fotos abaixo. / Resumidamente é isso: Quanto mais fechado ou próximo estiver a rabeta do motor da popa do espelho de popa do barco, mais pra dentro está o trim. Querem ver um exemplo prático de uso de trim alto?!?! Assistam o vídeo abaixo. No vídeo acima além do barco estar com o trim alto, repare q o centro de gravidade (e o maior peso) está na popa do barco. E porque o barco cavalga??? Com o centro de gravidade mais na popa do barco, a força do motor de popa empurra bico do barco "pro céu"....e, a medida em que ele vai saindo da água, o centro de gravidade muda para o meio do barco fazendo com ele caia novamente na água...Sacaram a mecânica do movimento?!?!?! Ocorre que em canoas de alumínio e embarcações que utilizam motores de baixa cilindrada (digamos até 40hp e menos de 50kg de peso), essa regulagem é feita de forma muito simples e sem muitas "frescuras" ou atenção especial. Vamos agora para motores grandes, barco velozes e ajuste mais fino. Quando falamos em motores maiores e consequentemente velocidades mais altas, o ajuste correto do trim se torna algo imprescindível. Apenas 1cm de abertura no ângulo muita em muito a navegabilidade do barco. A grande maioria dos motores acima de 40hp possuem o ajuste elétrico/hidráulico de trim. Como um simples toque em um botão, um motorzinho inclina o motor de popa (q agora pesa acima de 60kg). Em barcos de alta performance a angulação do espelho da popa influencia no comportamento do barco - e muitos nem sabem disto. Entendendo o espelho de popa de uma embarcação. Espelho de popa é a traseira da embarcação onde o motor de popa vai espetado. Espelho neutro tem angulação de 90º em relação a linha da água ( | ). Espelho negativo tem angulação >90º em relação a linha da água ( \ ). Espelho positivo tem angulação <90º em relação a linha da água ( / ). Vamos detalhar isso aqui pra baixo. Barco com espelho de popa neutro: Imaginemos um espelho de popa totalmente perpendicular a linha da água (90º)...Quando vc fecha todo trim (in), podemos falar e afirmar q o trim está no zero e angulação. Vou postar esta ilustração esdrúxula abaixo só para vcs entenderem melhor a ideia de espelho de popa neutro. Barco com espelho de popa negativo (q representa a grande maioria das embarcações de pesca): Imagine agora um barco com o espelho de popa negativo, ou seja, inclinado pra dentro (vc terá uns 70º de angulação em relação a linha da água)....Se vc fechar todo trim, assim como fizemos no exemplo acima, vc concorda que agora o ajuste do trim estará no -10, ou -20, por exemplo?!?!? Outra ilustração abaixo só para vcs terem uma ideia do que é um espelho de popa negativo. = Repare na figura da direita que se vc fechar todo o trim, o motor vai ficar um pouquinho deitado em relação a linha da água. Barco com o espelho de popa positivo: Ao contrário do exemplo acima, imagine um espelho de popa inclinado pra fora (vc terá agora uns 110º de angulação em relação a linha da água)....Mesmo que vc feche todo o trim, ele estará no +10 ou +20 em relação ao espelho de popa neutro?!?!? Não encontrei uma ilustração pra mostrar pra vcs a ideia, mas acho q todos entenderam. Nos EUA eles levam tão a sério essa questão de inclinação do espelho de popa (em inglês chamam de transom), que uma mesma fábrica vende barcos semelhantes, mas com espelhos de popa com angulação diferentes...Isso pq eles já estudaram o centro de gravidade ideal da embarcação. Veja na ilustração abaixo as diferentes medidas do Transom. = E quando o espelho de popa não permite um ajuste máximo ou mínimo do trim do motor, vc poderá usar uma peça chamada Transom Wedge...q aqui no Brasil nós chamamos de cunha. Esta cunha pode ser negativa (a grande maioria esmagadora dos casos). Veja abaixo. Mas também pode ser positiva (bem menos utilizada). Veja abaixo. No caso dos bassboats ou assemelhados, o q acontece na prática?!?! - Barco cavalgando mesmo com trim todo fechado (in): Neste caso vc pode tentar fechar ainda mais o trim usando uma cunha negativa. Finalizo aqui este tópico q tem existe uma infinidade de informações sobre o assunto. Espero q ele sirva para ajuda-lo a entender um pouco mais o assunto e a encontrar o melhor ajuste do seu barco. Abs..
  7. Turma...aproveitando o texto q postei no tópico de um amigo q estava querendo saber se valia a pena instalar um jack no casco dele, resolvi criar este tópico aqui. Antes de falarmos em jackplate, precisamos entender o que é PAD e o que é GAP. Veja a imagem abaixo. Encontrar a melhor altura do motor em relação ao casco pode ser uma tarefa complicada. O jackplate ajuda a regular esta altura. Jack Plate é uma peça geralmente confeccionada em alumínio que vai entre o espelho de popa e o motor, e que permite o ajuste vertical do motor de popa. E pra que serve um jackplate?!?! - Menor arrasto do motor da água. O jackplate irá levantar o motor na vertical...ou seja, ele irá aumentar ou diminuir o GAP (diferença de altura entre o fundo do casco e centro do eixo da hélice). E pra que eu aumentaria ou diminuiria essa medida?!?! Simples, para diminuir o arrasto da rabeta da água. Imagine vc em um barco em alta velocidade enfiando o braço dentro da água?!?! rsrsrs... A pressão seria enorme, não é mesmo?!?! A rabeta do barco também exerce esta mesma pressão, fazendo com que a velocidade diminua. Uma das funções do jackplate é diminuir este arrasto a medida em q vc vai subindo o motor da água. Assim, de forma prática, vc vai subindo o motor, subindo, subindo até q o arrasto diminua. Por consequência a velocidade final vai aumentar, assim como o giro do motor. Em contra partida, vc pode ir subindo até q a hélice entre (ou se "esconda") atrás do espelho da popa e perca totalmente a pressão na água. Em alguns casos o piloto vai subindo tanto o motor, que a traseira do barco sai tanto da água q chega a perder a pressão (hélice com a água) fazendo com que a proa do barco toque na água e exerça uma pressão maior que a popa, fazendo o barco rodar. Isso é comumente chamando de blow-out. No vídeo abaixo vc verá um exemplo de blow out ocorrido com o nosso amigo Luciano Lumaq na largada do Torneio de São Simão de 2015. Ele vai tirando o jack/motor da água para ter um melhor desempenho. Repare q milésimos de segundo antes dele rodar vc conseguirá ouvir o giro do motor aumentar. Isso é pq a hélice saiu da água e perdeu pressão na água. - Mudança do centro de gravidade (CO) do barco. O centro de gravidade ideal de uma embarcação também influencia na navegação. Se o CO está muito na frente, a proa do barco afunda e irá gerar muito arrasto. Se o CO está muito atrás, a popa enterra na água e o barco começa a cavalgar. Entendendo este princípio vc conseguirá imaginar pq existe jackplate de diversos tamanhos (maioria entre 4' e 16'). Subindo o jack a popa do barco também sobre, consequentemente a proa abaixa um pouco. E vice-versa. O que observei (na prática) sobre a utilização de jackplates nestes últimos anos: - Subir o motor na vertical traz enormes vantagens ao desempenho do barco. Subir o jack em apenas 1 polegada pode representar uma diferença de 2 ou 3 Km/h na velocidade final. Vale muito a pena. Isso com o barco leve (leia mais abaixo). - Sobre o tamanho do jack, pouco ou nada se alterou na performance...Mas atribuo isso ao enorme peso que transportamos em nosso barcos quando em condições de pesca. Já acelerei cascos iguais, como motores iguais, um deles com jack de 4" enquanto q o outro de 16"...e o barco com o jack menor teve melhor desempenho. E pq isso?!?!?! - Barco Leve Imagine o seguinte....Imagine o casco super leve e sem qualquer acessório ou equipamento dentro. Nada de baterias, motor elétrico, carregadores, gelo, nada....Além disso o barco está com 10 litros de combustível apenas para o teste, ok?!?! Imagine agora um motor de 250hp espetado na traseira dele e apenas um piloto magricela ao volante. Vc terá o máximo de desempenho do conjunto. Vc concorda q a medida em q for subindo o jack e trim do motor vc irá tirar o barco quase q completamente da linha da água?!?! Isso mesmo, apenas uma pequena parte da popa irá tocar na água gerando uma excelente velocidade final. Nesta situação vc pode subir o jack ao máximo q o motor dará conta - terá força - de tirar o casco da água. Vc levanta o jack e percebe na hora que o casco que está totalmente fora da água. O casco parece flutuar nesta situação. - Barco Pesado Imagine agora este mesmo barco mas com 3 pescadores de 90kg cada, 120 litros de combustível, 3 baterias de 105amp, carregadores onboard, gelo e bebida, tralhas de pesca, e etc...Vc concorda que, por mais que vc suba o trim e o jack do motor, este mesmo barco não irá sair da água da mesma forma q ele leve?!?!? Por mais que vc suba o jack, o motor não tem força pra tirar o casco da água. Vc vai dando jack e vai percebendo q o desempenho não muda (ou apenas piora)...Isso se dá pq o jack começa a subir mas não consegue tirar a popa da água, a força do motor q deveria apenas impulsionar o barco pra frente começa a se dissipar em outras direções. O melhor desempenho encontrado é com o jack lá embaixo. Nestes casos dizemos que o conjunto está muito pesado, o que representa 95% dos pescadores que estão na água com o objetivo de passar o dia fora PESCANDO. E é por isso q jacks compridos em embarcações pra pesca (muito carregadas) não fazem tanta diferença dos jacks curtos. - ATENÇÃO - pedimos apenas cuidado aos que irão procurar o melhor ajuste do jack. Perder a traseira do barco a 70 / 80km/h é uma coisa...mas perder a traseira andando acima de 130 Km/h é outra. Não faça isto se não tiver prática em navegar nesta velocidade, esteja equipado com colete salva-vidas, use o corta corrente e, se possível, use capacete. Abraços e até a próxima.
  8. Seu tópico estava na sala Dúvidas, Sugestões e Críticas ao FTB??? e foi movido para a sala Assuntos Gerais sobre a Pesca Qualquer dúvida pode me mandar uma MP.
  9. Turma....chegou a hora de tirar uma ondinha...rsrs...Com a ajuda de alguns amigos influentes conseguimos uma noite de tietagem que poucos conseguiriam...rsrsr.. Fiquei muito feliz com o resultado e espero q vcs tb gostem. Ah, se possível, compartilhem com quem gosta de música sertaneja. Basta clicar no botãozinho com o símbolo do Facebook lá no rodapé da página. Agora, no caso de Simone e Simaria...a relação é um pouco mais complicada...rsrs. A turma sabe q sou fã demais da conta das Coleguinhas...rsrs...Num ato totalmente egoísta...nem pensei no FTB... Não fiquem com ciúmes, blz?!?! A relação é antiga...rsrs
  10. Amigos...quando se fala q não compensa usar jack em barcos de alumínio....em 99% dos casos estamos nos referindo a pequenas e leves embarcações. Não há como justificar, enfiar uma peça de valor igual ou maior ao próprio casco, só isso. Ou melhor, além do q foi falado anteriormente, motores de até 60hp dificilmente conseguirão levantar a embarcação DE PESCA da água a ponto de se justificar a instalação de um jack (estamos falando em performance, exclusivamente). Outra coisa q é bom deixar claro. Não existe esta frescura de preconceito entre barco de fibra x alumínio x madeira x plástico ou o q quer q seja...O tipo de barco q estamos falando serve pra pescar. Se fosse pra comer, talvez o tipo de material fizesse diferença...rsrsr. A partir do momento em q a fundo do casco, mesmo q seja de materiais diferentes, mas tenha o mesmo tipo de superfície (pintura, lisura, sem soldas, sem rebites, dobras e etc)...o casco teoricamente deverá navegar da mesma forma. Centro de gravidade tem a mesma definição para todo e qualquer corpo, ou seja, não muda devido a mudança do material utilizado. E é bom q se diga que tudo o q estamos debatendo em torno de barcos, jacks e materiais, está ligado a BARCO DE PESCA E PRA PESCA....Se fôssemos falar em barco para VELOCIDADE E PERFORMANCE, tudo o q estamos discutindo valeria quase nada. Pesca é lazer, é pesca, é beber e comer a bordo. É colocar "tráias" e "tráias", som, e vários esquipamentos que são desnecessários para NAVEGAR. Performance está ligado diretamente a potência e leveza....Se quer andar no limite máximo do seu conjunto, uma coisa é certa...Vc não irá pescar como sempre pescou...rsrs Beijos..
  11. Olha aí onde recaiu a minha escolha...rsrs Ainda não tive a oportunidade de pescar com ela. Sou fã das Aldebaran BSF...Em termos de custo x benefício de carretilha top, acho-as imbatíveis. Mas sou um fã ainda maior dos itens da série Steez (varas, carretilhas e molinetes). Além de belíssimos, são muito bem construídos. Tenho outra carretilha Steez (da antiguinha) aqui q, apesar de ter mais de 5 ou 6 anos de uso, parece ser nova como saída da caixa. Melhor, o estilo não fica velho.
  12. Seja bem vindo, Matheus...A casa é sua. E a fricção deve estar apertada. Não tem mistério enrolar a linha no carretel..apenas dê umas 2 ou 3 voltas no carretel antes de dar o nó. Isso evita da laçada correr sobre o carretel, mesmo com a linha enrolada.
  13. Prontinho Fábio...demorou mas descobri o problema. Quando vc me disse q tinha apenas 0,08Mb de espaço pra postar, fui atrás das configurações de armazenamento do grupo e descobri q cada membro do fórum tinha a cota de 30Mb de espaço para arquivo. Aumentei essa cota para 100Mb...Acho agora vc consegue postar mais fotos. Teste aí....
  14. Seu tópico estava na sala Novos Usuários. Começem por aqui, apresentem-se. e foi movido para a sala Náutica Qualquer dúvida pode me mandar uma MP.
  15. Edu...vc já viu algum fiscal trabalhar a noite?!?!? rsrsr... Nem de dia estamos vendo mais... Mas, respondendo a sua pergunta...aqui vai. Se vai navegar a noite, é obrigatório SIM.
  16. É isso aí...Suba todos os furos e veja o comportamento do barco. Geralmente em barcos de alumínio o eixo do hélice anda bem abaixo do fundo do barco, blz?!?! No próprio manual de instalação do motor vc vê uma foto que demonstra onde deve ficar o eixo do hélice em relação ao PAD. De qualquer forma, teste com ele mais alto e veja se não perde pressão na água e desempenho. Canoas de alumínio geralmente não descolam totalmente da água....ou seja, o fundo do casco gera uma turbulência na água q pode atrapalhar o melhor desempenho da hélice, sacou?!?! Mas teste em várias configurações q vale a pena.
  17. Show de bola. Esse é o R1 ou o R2, Marcão?!?! Pelo desenho do blank é o R1, né?!?!
  18. Q fera....rsrsrs....Parabéns pela captura...
  19. @Fabio Giovanoni e @Gilbertinho...vlw meus amigos. Sobre a pergunta do Fábio... Quanto ao tipo de acionamento existem 3 tipos de jack: - Mecânicos = ajustados manualmente através de porcas, parafusos e catracas. - Hidráulicos = possuem uma bomba hidráulica dentro do casco q manda óleo para um pistão que sobe ou desce o jack. - Eletro-hidráulicos = possuem apenas um motor elétrico-hidráulico fixado no jack q o levanta ou o abaixa. Jack Mecânico. Jack Hidráulico. Jack Eletro Hidráulico. Agora, quanto ao tipo de função, apesar de 90% dos jacks plates apenas levantarem e abaixarem o motor na vertical, existe um da Bob's Machine q além de levantar o motor, tb o afasta do casco. Este jack é chamado de Ajuste Duplo ou Adjustajac. Vendo o vídeo abaixo vc entenderá perfeitamente as funções do jack. Abraços...
  20. @Lúcio Rezende Ferreira....é isso aí. Apenas pra ajudar a turma q nos lê a entender o q é a medida do PAD e o GAP, aqui vai a imagem. Ajustar a altura do jack é tão, ou mais complicado, que ajustar a altura do trim. Quando falamos que não compensa instalar jack em cascos de alumínio, isso se deve, na maioria dos casos, pelo elevado custo do jackplate em relação a casco. Hj um jack de 6" mecânico de boa marca custa na faixa dos R$ 2.000,00, sendo que um 14" hidráulico sai perto dos R$ 10.000,00. Além disso, os ganhos de desempenho podem não ser tão expressivos. No q se refere a cavalgada, puts, testei uma vez num Pantanáutica de 5.5m, com motor 90hp Etec e não adiantou nada. Além disso o espelho de popa da grande maioria dos cascos de alumínio não foram fabricados para suportar o peso e a pressão que o jack juntamente como motor. Se o dono insistir é muito provável q o espelho de popa irá rachar em algum ponto. Então, CUIDADO!!! E pra que serve um jackplate?!?! - Menor arrasto do motor da água. O jackplate irá levantar o motor na vertical...ou seja, ele irá aumentar ou diminuir o GAP (diferença de altura entre o fundo do casco e centro do eixo da hélice). E pra que eu aumentaria ou diminuiria essa medida?!?! Simples, para diminuir o arrasto da rabeta da água. Imagine vc em um barco em alta velocidade enfiando o braço dentro da água?!?! rsrsrs... A pressão seria enorme, não é mesmo?!?! A rabeta do barco também exerce esta mesma pressão, fazendo com que a velocidade diminua. Uma das funções do jackplate é diminuir este arrasto a medida em q vc vai subindo o motor da água. Assim, de forma prática, vc vai subindo o motor, subindo, subindo até q o arrasto diminua. Por consequência a velocidade final vai aumentar, assim como o giro do motor. Em contra partida, vc pode ir subindo até q a hélice entre (ou se "esconda") no espelho da popa e perca totalmente a pressão na água. Em alguns casos o piloto vai subindo tanto o motor, que a traseira do barco sai tanto da água q chega a perder a pressão (hélice com a água) fazendo com que a proa do barco toque na água e exerça uma pressão maior que a popa, fazendo o barco rodar. Isso é comumente chamando de blow-out. - Mudança do centro de gravidade (CO) do barco. O centro de gravidade ideal de uma embarcação também influencia na navegação. Se o CO está muito na frente, a proa do barco afunda e irá gerar muito arrasto. Se o CO está muito atrás, a popa enterra na água e o barco começa a cavalgar. Entendendo este princípio vc conseguirá imaginar pq existe jackplate de diversos tamanhos (maioria entre 4' e 16'). O que observei (na prática) sobre a utilização de jackplates nestes últimos anos: - Subir o motor na vertical traz enormes vantagens ao desempenho do barco. Subir o jack em apenas 1 polegada pode representar uma diferença de 2 ou 3 Km/h na velocidade final. Vale muito a pena. Isso com o barco leve (leia mais abaixo). - Sobre o tamanho do jack, pouco ou nada se alterou na performance...Mas atribuo isso ao enorme peso que transportamos em nosso barcos quando em condições de pesca. Já acelerei cascos iguais, como motores iguais, um deles com jack de 4" enquanto q o outro de 16"...e o barco com o jack menor teve melhor desempenho. E pq isso?!?!?! - Barco Leve Imagine o seguinte....Imagine o casco super leve e sem qualquer acessório ou equipamento dentro. Nada de baterias, motor elétrico, carregadores, gelo, nada....Além disso o barco está com 10 litros de combustível apenas para o teste, ok?!?! Imagine agora um motor de 250hp espetado na traseira dele e apenas um piloto magricela ao volante. Vc terá o máximo de desempenho do conjunto. Vc concorda q a medida em q for subindo o jack e trim do motor vc irá tirar o barco quase q completamente da linha da água?!?! Isso mesmo, apenas uma pequena parte da popa irá tocar na água gerando uma excelente velocidade final. Nesta situação vc pode subir o jack ao máximo q o motor dará conta - terá força - de tirar o casco da água. Vc levanta o jack e percebe na hora que o casco que está totalmente fora da água. O casco parece flutuar nesta situação. - Barco Pesado Imagine agora este mesmo barco mas com 3 pescadores de 90kg cada, 120 litros de combustível, 3 baterias de 105amp, carregadores onboard, gelo e bebida, tralhas de pesca, e etc...Vc concorda que, por mais que vc suba o trim e o jack do motor, este mesmo barco não irá sair da água da mesma forma q ele leve?!?!? Por mais que vc suba o jack, o motor não tem força pra tirar o casco da água. Vc vai dando jack e vai percebendo q o desempenho não muda (ou apenas piora)...Isso se dá pq o jack começa a subir mas não consegue tirar a popa da água, a força do motor q deveria apenas impulsionar o barco pra frente começa a se dissipar em outras direções. O melhor desempenho encontrado é com o jack lá embaixo. Nestes casos dizemos que o conjunto está muito pesado, o que representa 95% dos pescadores que estão na água com o objetivo de passar o dia fora PESCANDO. E é por isso q jacks compridos em embarcações pra pesca (muito carregados) não tem muita utilidade. Voltando a pergunta do Lúcio. Lúcio...cada barco tem um ajuste de trim e jack diferentes. Alguns conseguem navegar com o GAP negativo, ou seja, acima da linha do PAD. Em outros casos (ou na grande maioria dos casos), o GAP é positivo, ou seja, o eixo do hélice trabalha abaixo da linha do fundo do casco. Como se acha o melhor ajuste?!?!?! Resposta = TESTANDO. Se vc leu e entendeu o q expliquei acima, certamente irá saber como regular e encontrar a melhor medida do GAP do seu conjunto. Tente lá e vá postando aqui o progresso do ajuste. Vc verá como é interessante achar a melhor regulagem de uma embarcação. Qualquer dúvida vá postando aqui pra turma ir te ajudando.
  21. Demorou mas saiu...rsrs.. Turma...desde o ano passado estamos usando um New Angler com motor 300hp. Ocorre q o barco ainda precisava de alguns detalhes e enquanto não ajustamos tudo, não postei fotos dele aqui no fórum pra turma conferir. A Quest produziu inicialmente o Angler (chamado de Angler Speed) para voar baixo. Ocorre que este casco (derivado do Stroker americano), possui o centro de gravidade muito atrás (abaixo da base do selim da plataforma traseira)....e isso faz com que o barco, em baixas velocidades, começasse a cavalgar. Como boa parte dos pescadores brasileiros querem voar, mas tb querem pescar...este modelo acabou sendo "mal compreendido"...Mas confesso que qualquer hora dessas eu troco o meu num destes só pra testar. E pq eu tenho este interesse?!?! É pq ele é todo feito em Divinycell...q é um material muito mais leve e resistente que a fibra "comum", ou o processo de aplicação tradicional de fibra...mas isso deixarei para comentar depois. Mas foi assim que a Quest resolveu lançar o New Angler Comfort...q tem um casco mais alto e com o centro de gravidade um pouco mais a frente. O casco tb é bem mais quilhado, que o faz cortar melhor as marolas. Além disso ele possui todas as tampas da plataforma feitas em alumínio, os cockpits foram reestilizados, as plataformas foram levantadas, uma nova escada retrátil tb foi criada e por aí vai. Outra coisa q me fez pesar para a Quest foi o material que eles utilizam na confecção dos seus barcos. Eles usam apenas resinas importadas (da Reichold), o glitter deles é da marca MetalFlake Corp, as mantas de fibra que eles usam são específicas para diferentes locais do barco, a geleira possui um tipo de manta térmica que é aplicada no lado externo da caixa (depois recebe mais camadas de fibra)....e por aí vai. Em pouco tempo passamos a entender melhor o barco e a cada dia gostamos e aproveitamos mais as suas qualidades. Vou postar aqui pra baixo algumas fotos que fiz do barco, sendo que no final do post irei postar os acessórios que instalamos na máquina. Lembro que o intuito deste tópico não é me exibir, ou dar uma "gostosão"...rsrs...Afinal, o que pega o peixe é o trabalho correto de uma isca + a competência do pescador em trabalhar bem o peixe.....barco e qualquer outro equipamento de pesca são apenas detalhes que podem fazer a pescaria um pouco mais produtiva. Mas a minha ideia é compartilhar com vcs um pouco da experiência que tive ao montarmos (eu, meu pai e meu irmão) este conjunto e ainda ajudar quem, porventura, possa estar interessado em montar um barco de alta performance... Mas vamos lá... Especificações dos acessórios instalados: - Casco New Angler com carpete importado. - Motor Mercury Racing 300XS modelo 2017. - Motor elétrico MinnKota Ulterra 80lbs, 24v com Ipilot e base removível da Minnkota. - JackPlate SeaStar de 12" eletro-hidráulico com pistão duplo. - Direção hidráulica Mercury. - Acelerador de Pedal HotFoot. - Sonar Lowrance HDS 9 com LSS-2 e transducer normal. - Carreta Odne trucada, com freio a disco na 4 rodas com pneus 8 lonas. - Catraca Fulton F1 de 3200Lbs. - 03 Catracas BoatBuckled de 2.500lbs. - Todas as lanternas da carreta em led importado. - Rodas de alumínio Ranger STX. - Kit Starter NMEA 2000 Lowrance. - Kit Gateway da Mercury para enviar informações do motor na rede NMEA. - GoFree da Lowrance (wi-fi pra rede NMEA). - Tablet Sony Xperia a prova d'água de 10". - Luz de navegação em inox/led da Marlan. - Carregador Minnkota Onboard Mk-220D. - Alternador Minnkota Onboard Mk-2. - 02 Rodstraps da RodBuckle. - Acabamentos dos cabos de direção importado. - Som Sony Marine 910UX a prova d'água com 4 triaxiais, 01 grave e módulo digital. - Cunhos retráteis em inox. - Puxadores Atwood das tampas. - Kell Guard. - Thru Hull em inox. - Caixa de fusíveis da BlueSea. - 02 chaves de bateria da BepMarine (1 pro barco e 1 só pro elétrico). - 02 bombas de Porão da Atwood modelo Sahara de 1.200GPH. - Painel de botões em Led com botões em inox By Biguá. - Caixa SeaChoice de fusíveis. - Acabamento os aros dos relógios em inox. - Fitas de led em todos os compartimentos. - Botão de trim na proa. - Chave dupla de volante (trim e jack). - Volante em inox Quest. - e outros pequenos detalhes. Peso do conjunto: 1.770kg (sendo 570kg apenas da carreta). Velocidade máxima: 85MPH Consumo: 100 litros por hora totalmente acelerado e 34 litros por hora a 4 mil RPM a 87Km/h. Tanque: 110 litros. Também já postei alguns vídeos do barco em que fiz usando um drone. Como eu disse acima....a ideia foi mostrar o barco para animar aqueles que querem adquirir um semelhante e também para verem quantos acessórios e tempo de trabalho é necessário para se ter um barco completinho. Espero q gostem!!!!
  22. @João Neto...vlw meu amigo. Certamente iremos conhecer a Pousada Martins.. @Rafael Junqueira...vlw meu amigo. E saiba q está pronto para colocarmos na água. Na hora q precisar, tá na sua mão. @Eduardo Nardin...Obrigado. Realmente tudo caro. O problema é q os acessórios q vão nestes barcos são os mesmos utilizados em super lanchas. Além disso, tem muita coisa importada...aí já viu, né!??! A Dilma sempre dando um jeitinho de taxar tudo entre 60% e 200%. Mas não desista do seu barco...Sempre q puder, coloque o bicho na água. E carreta é um dos itens mais importante do conjunto. Já vi muito mais acidente fora da água - na rodovia/estrada de chão - q navegando...rsrs. @Elias Machado ...obrigado meu amigo. @Rodrigo Coutinho...obrigado pelas palavras. E bom demais saber q entendeu a minha intenção em compartilhar as informações do nosso conjunto. Quanto a escolha do barco, show de bola....mas precisando de alguma dica, é só me mandar uma MP q te dou dicas de A a Z pra vc. Já ajudei turma a montar uns 30 barcos e, aos poucos, vamos conhecendo o melhor "caminho das pedras". Atenção redobrada na escolha de tudo para que depois vc precise trocar. Ah, e bom demais saber que o @Marcelo Pupim já tá de olho no seu conjunto...rsr Vlw turma...
  23. Ricardo...Dê uma ligadinha na Custom by Marco e veja lá com ele. Certamente vc encontrará boas opções.
  24. Olá turma... Resolvemos abrir mais uma sala para todos os usuários do Fórum. "Rod Building" é um termo em inglês para os "fazedores" de varas, ou montadores e personalizadores de varas de pesca. Não resta dúvida de que as varas personalizadas são muito "superiores" as varas montadas em linha, afinal, a vara foi montada, ou personalizada pra você, para o seu uso. O que muitos não sabem é que todos os componentes de uma vara possuem características próprias, ou seja, tudo tem que estar em harmonia, e um "Rod Building" é a pessoa mais indicada a dizer o que é melhor ou ideal para você e seu estilo de pesca. Eu comecei a montar minhas varas no ano passado. Montei apenas 2 e me apaixonei pela arte. Essa sala foi criada inicialmente para aqueles interessados, mas pelo pouco número de postagens ela ficou esquecida. Agora, que a coisa está bombando, resolvi abri-la a todos. Também gostaria de agradecer aqui a ajuda do meu grande amigo Roberto Dutra que me iniciou na arte. Obrigado mesmo. Marquinhos, Bigão, João Biguá, Ícaro e Macedão pelos incontáveis FDS fazendo companhia e dando pitacos enquanto enrolavamos passadores....hehee... Marco e Bete pelas inúmeras dicas. Espero que gostem do espaço e se iniciem na atividade de personalizar suas varas. É muito fera e gratificante. Abraços. Fabrício Biguá em nome de Um local onde as turmas se encontram... conversando e fazendo novas amizades!

Sobre nós

O Fórum Turma do Biguá (FTB) surgiu no ano de 2006. Na época os poucos fóruns de pesca que existiam estavam voltados a divulgação de produtos e marcas, ocasião em que o FTB foi criado com a intenção de reunir amigos e grupos de pesca de todo o Brasil sem vinculação a qualquer empresa ou produto..

Cadastre-se

Se cadastrando no fórum você terá acesso a conteúdos exclusivos e ainda poderá postar sua dúvida, opinião, ajuda e etc..