Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Leandro Cps

Tinguá Team
  • Total de itens

    371
  • Registro em

  • Última visita


Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Pimenta Fishing em Alto Trombetas lodge   
    Olá pescadores,

    Em 2015 tive o privilégio de conhecer os meninos da 3H fishing que me apresentou o Rio trombetas e o trabalho que fazem naquela região.

    Naquela época algo começou a mexer comigo e decidi me aprofundar melhor no munda da pesca esportiva e votando de lá já remarquei para 2016 minha próxima pescaria.

    Porem em um ano muitas coisas vieram acontecer, os proprietários da 3H fishing se tornaram meus amigos e meus orientadores para a criação de uma marca, uma marca que no decorrer desse ano se tornara uma empresa voltada ao turismo de pesca.

    PIMENTA FISHING uma operadora de turismo 100% voltada a pesca esportiva, criada sobe esse conceito, o que permite atender de forma eficaz e organizada o interesse de nossos clientes.



     
    Durante todo ano, direcionei vários pescadores para o trombetas, nas operações de pesca da 3H e todos voltavam com relatos surpreendentes, mas meu retorno estava próximo, pois agora iria não como cliente e sim como um profissional em busca de belas imagens e experiências, vivendo nos bastidores da operação.

    Ao chegar em Porto Trombetas, comecei a viver essa incrível emoção de estar novamente em um local simplesmente maravilhoso.



    E como já conhecia toda a operação, comecei a curtir aquele momento como se fosse o ultimo de minha vida, um cenário deslumbrante!



    Ao iniciar a subida do Rio até a comunidade Cachoeira Porteira olhava para detalhes que a um ano atrás eu nem si quer notei, vilarejos de comunidades quilombolas, uma mata praticamente intocável, botos boiando parecendo me dar boas-vindas.



    Ao chegar em CPT foi recepcionado pelo meu amigo e parceiro Jack que me conduziria ao lodge onde as operações da 3H são realizadas, o caminho é outro atrativo aparte, rodamos alguns km em um caminhão devidamente preparado para acomodar 12 pessoas, após esse trajeto atravessamos um igarapé até chegar no tão deseja e esperado trombetas.




    “Alto trombetas lodge” uma estrutura devidamente preparada para receber 12 pescadores, em meio a floresta Amazonica.




    Comecei a pescaria, meu guia com toda sua experiência me levou em um ponto de pesca onde capturei meus exemplares de tucunaré e alguns trairão.







    No segundo dia, conheci 2 meninos de Minas, Tiago e Luiz onde fizemos uma pescaria incrível juntos, subimos o Rio e montamos uma acampamento para aproveitar e explorar melhor aquela região, pescamos juntos os 4 dias restantes, e ai foi um sucesso maior ainda.





    Sessão de fotos

    Cachara

    Trairão

    Jau

    Cachorra

    Pirarara

    Pacu Caminani

    Corvina

    Jundia onça

    Tucunaré  Cichla Tryrorus 


    Melhor pescaria da minha vida sem duvida nenhuma, uma experiência formidável e as imagens, vocês viram, sem comentários

    Finalizo esse relato deixando meus agradecimentos a toda equipe 3H fishing, Jack Hoffmann, Diogenes Hoffman e ao Sandro que trabalho comigo la como Guia e a todos os envolvidos na operação.  








  2. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Fabrício Biguá em Nível do Rio Negro / AM atualizado - Temporada 2016/2017.   
    Olha o tamanho da jaca q saiu.
    Uma pena ñ terem medido com régua da IGFA (q eu saiba).

  3. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Fabrício Biguá em Nível do Rio Negro / AM atualizado - Temporada 2016/2017.   
    Turma....mesmo com a água alta, recebi agora excelentes informações da turma do Angatu.
    Pegaram 6 peixes a cima de 85cm, sendo 2 deles, acima de 90cm.
    Nestes, dois peixes acima de 10kg (2 de 10,5Kg). 
    Puts...e eu aqui...
  4. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a FabianoTucunare em Nível do Rio Negro / AM atualizado - Temporada 2016/2017.   
    ta chegando a minha vez, comesso de outubro, papai do ceu me disse que vai estar top kkkkkkkkkkkkkkkkkk...
    o peixe esta la, cabe o o bom pescador separa-lo da agua... palavras do mestre biguá...
    dessa vez, vou pescar 3 semanas seguidas... já ate aprendi pescar bem com carretilha do lado direito e esquerdo, para não ter perigo de ficar com a mao doendo muito, estou calculando uns 20 mil arremessos em 3 semanas... PESCAR TODOS OS DIAS SEM PARAR PARA ALMOÇAR, rsrsrrsrsrs eita que vou me divertir demaisssssssssss...
    boa temporada  para todos
    obrigado SENHOR POR ESSE PRIVILEGIO...
     
  5. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Fabrício Biguá em Nível do Rio Negro / AM atualizado - Temporada 2016/2017.   
    Boa iniciativa, Kid....
    Temporada 2014 tivemos quase 47.000 visualizações no tópico.
    Temporada 2015 tivemos pouco mais de 43.000 visualizações...
    ...e estamos torcendo para q a temporada 2016 tenhamos ainda mais visualizações.
     
    No início do ano a expectativa era a de que 2016 seria mais um ano de El Ninõ, com temporada sequíssima novamente. Bem, vamos acompanhando.
    Fato é q os últimos 60 dias foram de fortes chuvas na região (o q é de se esperar). Em SIRN estamos com uma enorme vão e ascendente.
    Passamos dos 7m de nível.

     
    Estamos de olho...
  6. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Kid M em Nível do Rio Negro / AM atualizado - Temporada 2016/2017.   
    Abrindo um NOVO TÓPICO para 2016/17
    Este está TRANCADO para novas postagens
    BOA SORTE

    Temporada 2016 / 2017 - início de ansiedade certa, como se pudéssemos adequar o nível das águas !
    Mas torcer para que elas estejam favoráveis, não só se pode, como se deve ! E que venham os AÇÚS !
     
     
  7. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Jorge Augusto Atalla em [Relato] Primeira semana da temporada. SIRN a bordo do Angatu Açu   
    Bom dia pessoal. Já sigo o Fórum há algum tempo, mas acho que
    está na hora de partilhar as viagens e pescarias com vocês, para trocarmos experiências e informações. fizemos uma pescaria na primeira semana de abertura da pesca em Santa Isabel do Rio Negro, entre os dias 26 de agosto a 2 de setembro.
    Condições do rio, anda com muita água, percebemos que seria uma pesca difícil, mas este ano resolvemos mudar para o início e correr o risco, uma vez que nos anos anteriores sempre fomos para o Rio Negro entre os meses de outubro e dezembro.
    de chegada, fomos recebidos pelo pessoal do Angatu, e decidimos entre uma possível pescaria menos difícil no rio negro, ou corrermos o risco de subir um dos afluentes, que tb estavam altos. Mas como já estávamos lá mesmo, fazer o que? Fomos pra guerra.
    Primeiro dia (tarde) de pesca foi bem difícil, mas saímos para preparar os equipamentos e começar a esquentar o corpo.
    Já no segundo dia começaram a sair peixes, médios e bons.
    Sinceramente, dentro das condições de água que encontramos e com muito trabalho a pescaria até que foi boa.
    Seguem algumas fotos da viagem. 
    No balaço geral, mais uma viagem maravilhosa, pessoal do Angatu super atenciosos e competentes, muito trabalho mas grandes emoções.
    É isto. peço desculpas se não estiver postando direito ou se estiver fazendo alguma coisa de errado pois é meu primeiro post.
    Abraço a todos.
     
     


     






  8. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Walter José Souza em Pescaria no Rio Roosevelt - AM   
    Pescaria no Rio Roosevelt – Manicoré – AM - Julho/2016
    Amigos, eu estou devendo essa postagem a tempo. Devido a compromissos de trabalho em São Paulo, só agora consegui reunir as imagens para postar. Eu procurei colocar mais imagens da viagem e da paisagem, já que não tivemos muitos exemplares para foto. Na oportunidade, agradeço ao Fabrício pelo suporte para a postagem das  imagens.
    A viagem foi excelente, não tivemos nenhum contratempo, sequer um pneu furado. O cansaço físico é indescritível, mas valeu a pena. A aventura, o visual da floresta amazônica e o contato com os diversos biomas da região para mim não tem preço. Vi muitas coisas que me entristeceram, entre elas o descaso do governo com a região e a rodovia Transamazônica, o desmatamento, a fragilidade do ecosistema que o homem insiste em destruir, uma beleza quase surreal da mata, dos rios e da fauna que não sabemos até onde resistirá à ganância humana.
    A pescaria foi feita num período de 20 dias, entre ida, permanência e volta. Fomos de ônibus, saindo da região centro-oeste de Minas Gerais. Percorremos uma distância de 3600 km, sendo 290 em estrada de terra – 270 na Transamazônica, após a travessia da balsa em Humaitá, passando por Santo Antônio do Matupi (Conhecido como 180) e percorrendo a partir daí mais 90 km de Transamazônica e 20 km de uma estradinha vicinal. Na volta, fizemos o mesmo percurso.
    Atravessamos Minas Gerais até o Triângulo Mineiro e em seguida os estados de Goiás, Mato Grosso, Rondônia e sul do Amazonas.
    Gastamos 5 dias na ida, com 2 pernoites em hotel e 4 dias na volta, com um pernoite. Ficamos acampados nas terras do Sr. Marcos Lima, às margens do Roosevelt, a cerca de 6 km abaixo da Pousada Rancho Roosevelt, onde pescamos durante 10 dias abaixo e acima do acampamento..
    No local, havia apenas uma construção precária, de madeira, aberta. O que tínhamos de infraestrutura foi basicamente o que levamos, como 2 geradores, freezers, etc.
    O grupo era composto por 16 pessoas, 12 pescadores, 2 motoristas e 2 cozinheiros. Fizemos as compras de mantimentos, cerveja, refrigerantes, destilados e combustível em Santo Antônio do Matupi. Só levamos de Minas 60 litros de cachacinha mineira, tira-gosto e cerveja em lata. O pessoal estava bebendo pouco e sobrou uns 20 litros de pinga.
    A pescaria não foi muito produtiva, com poucos ataques e exemplares pequenos. O maior peixe que pescamos foi um tambaqui de 10 kg. Apesar disso, foi muito divertida. Pegamos diversos jundiás pequenos, mas bastante esportivos. Os tucunarés ficavam nos locais com mais pedras e tivemos poucos ataques. O maior exemplar foi um de 5 kg. Curiosamente, consegui maior produtividade pescando tucunaré no currico, com exemplares entre 2 e 4 kg. As melhores brigas foram com as cachorras e bicudas, a noite, na espera.
    O local onde ficamos estava a cerca de 15 km de uma cachoeira à jusante. A cachoeira era bem alta. Devido ao volume do rio estar baixo, provavelmente os peixes maiores não conseguiam subir até o ponto onde estávamos. Essa foi a explicação do James, guia da região que nos acompanhou.
    Apesar da baixa produtividade, encontramos uma boa diversidade de espécies. Além dos tucunarés, encontramos jundiás, tambaqui, pacu, jatuarana, pirarara, cachara, corvina, bicuda, cachorra, piau, traíra e piranha.
    Além de iscas artificiais, utilizamos iscas naturais. A melhor foi o jejum, um tipo de trairinha de 10 a 15 cm. Essas iscas nós pegávamos na rasura, numa espécie de mangue ligado ao rio. Essas iscas eram efetivas para todos os peixes, tanto tucunaré como outras espécies. As iscas artificiais mais eficientes para os tucunarés foram shads cor osso e holográficas. Iscas de superfície não funcionaram.
    Para os tucunarés, usei varas de 17 lb, carretilhas Scorpion 1000 e linha multi 0,25 mm (40 lb) com lider. Para a pesca de espera utilizei vara de 50 lb, carretilha Revo Toro 60 com linha multi 0,50 (120 lb) e anzol 7/0 encastoado. A minha Penn 309 ficou só no acampamento.
    Próximo ao acampamento pescamos do barranco com varinha de bambú. Pegamos bastante piaus 3 pintas, flamengo e pacu prata até 1,0 kg. Foi mais produtiva que a pesca embarcada. Utilizamos grãos de soja azedos e era só jogar a isca que puxavam com vontade.
    A pesca a noite ficou bastante comprometida, pois o rio possui muitas pedras, algumas submersas mas quase à tona. Isso tornou a nevegação noturna perigosa, já que não conhecíamos bem o rio. Assim, procuramos pescar mais próximo do acampamento, apesar da claridade da lua cheia. Durante o dia, apesar das pedras, conseguimos navegar bem, tomando o devido cuidado com as pedras.
    A viagem foi excelente, não tivemos nenhum contratempo, sequer um pneu furado. O cansaço físico é indescritível, mas valeu a pena. A aventura, o visual da floresta amazônica e o contato com os diversos biomas da região para mim não tem preço. Vi muitas coisas que me entristeceram, entre elas o descaso do governo com a região e a rodovia Transamazônica, o desmatamento, a fragilidade do ecosistema que o homem insiste em destruir, uma beleza quase surreal da mata, dos rios e da fauna que não sabemos até onde resistirá à ganância humana.
    Essa foi uma descrição suscinta da viagem. Não sou um grande escritor/narrador. Portanto, desde já peço desculpas por eventuais erros no texto.
     
    Forte abraço,
    Walter
     
     

    Parte do gupo saindo para a pescaria na cidade Santo Atônio do Monte

    Réplica da Estátua da Liberade em Porto Velho - RO

    Ponte sobre o Rio Madeira em Porto Velho – RO

    Chegada em Humaitá - AM

    Balsa para travessia do Rio Madeira em Humaitá – AM

    Chegada da Balsa e acesso à Rodovia Transamazônica pelo Rio Madeira

    Carreta transportando madeira retirada da floresta pela Rodovia Transamazônica

    Madeira sendo levada para serraria em Santo Antônio do Matupi
     
    Vista da Rodovia Transamazônica

    Vista da Rodovia Transamazônica

    Rio Manicoré, cortado pela Transamazônica

    Aldeia indígena nas margens da Transamazônica

    Bando de araras próximas ao acampamento

    Madeira “inútil” abandonada na floresta

    Mais madeira “inútil” abandonada na floresta

    Estrada que liga a Transamazônica ao acampamento

    Vista do Rio Roosevelt em frente ao acampamento

    Antônio, eu e Geovani

    Borboletas em uma prainha do Rio Roosevelt

    Borboletas em uma prainha do Rio Roosevelt

    Confraternização no acampamento
     

    Confraternização no acampamento

     
    Confraternização no acampamento

    Muqueca preparada pelos cozinheiros Elton e Nestor

    Palmeira de açaí

    Açaí

    Parque Nacional dos Campos Amazônicos – Rio Roosevelt

    Rio Roosevelt

    Jacaré nadando no Rio Roosevelt

    Jacaré em um lago da região

    Rio Roosevelt – Lagarto e Etinho

    Rio Roosevelt

    Poço de cerca de 15 metros de profundidade próximo à Pousada Rancho Roosevelt. Lugar excelente prá pegar enrosco.

    Vista da Pousada Rancho Roosevelt

    Rio Roosevelt

    Rio Roosevelt

    Rio Roosevelt

    Rio Roosevelt em frente ao acampamento

    Celinho com amostra de tucunaré

    Eu com mais uma amostra de tucunaré

    Eduardo com um pequeno cachara

    Eduardo com um borboleta

    Chumbinho e uma corvina

    Eu e um filhote de cachara

    Vista do acampamento a partir da margem do rio

    Uma aranha caçando cerveja

    Levantando acampamento e carregando o ônibus

    Arrumando tudo para pegar estrada

     
    Despedindo do Rio Roosevelt
    a
    Mais um rio cortado pela Transamazônica

    Aldeia indígena às margens da Transamazônica

    Balsa no Rio Madeira – Travessia para Humaitá - AM

    Saindo de Rondônia e entrando no Mato Grosso

    Algodoal no Mato Grosso

    Algodoal no Mato Grosso

    Cafezal em Campos Altos – MG castigado pela geada
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  9. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Gustavo Meirelles em Pescaria em Familia- Suiá Miçu 2014(Ultra atrasado)   
    Leandro,
    Sobre o Jaó é triste pois além de excelente guia e conhecedor do Suia...ele é uma excelente pessoa e já tinha alguns problemas de saúde ...uma pena...melhoras pra ele.
    Abs
    Enviado do meu iPad usando o Tapatalk
  10. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Wagner BH em Pescaria Ilha do Bananal 06/2016   
    Chique demais heim!
    Continue nos enviando esses belos momentos, porque quando não podemos sair para pescar, nos deliciamos com essas narrativas e fotos.
    Depois se possível, nos fala como seria essa diferenciação de trabalhar artificiais para pegarmos peixes de couro.
    Valeu   
  11. Upvote
    Leandro Cps recebeu reputação de Gustavo Meirelles em Pescaria em Familia- Suiá Miçu 2014(Ultra atrasado)   
    Parabéns Gustavo, belas fotos!!

    Realmente é um belíssimo local.

    Quanto ao Jao ele realmente não pilota mais, mudou para Goiânia e após uma queda de moto ficou com alguns problemas na coluna !!

    Abs

    Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
  12. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Ricardo de A S N Marques em [APROVADO - Magazine do Pescador] Acompanhando a compra feita. Vamos lá.   
    Realmente, o Eduardo é um cara diferenciado, tive a oportunidade de o conhecer na feipesca, muito atencioso com os "fãs" kkk
    O que você achou do preço do frete Fabrício? Eu ja namorei algumas coisas na loja mas achei o frete pra SP muito caro..
    Ricardo Marques
  13. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Rafael Giardini em BassBoat GrandBass MegaBass 150 HP 4 Tempos   
    Preço para vender - R$80.000,00
    BassBoat GrandBass MegaBass
    Motor 150 HP 4 Tempos Mercury FourStroke
    Apenas 6 horas de uso!!! Super Silencioso e potente.
    Está na Garantia de Fábrica!
    Ano 2015
    Casco de Fibra GrandBass Prata
    Ano 2011
    Carreta Zero km - Marca Volpato - Nunca pegou estrada
    Ano 2015
    Acessórios:
    Motor Elétrico Minnkota Power Drive V2 I-Pilot - 55Lbs
    Carregador On-Board Minnkota MD-210
    Alternador On-Board Minnkota MD2C
    Bomba de Porão 1100
    Duas Baterias Estacionárias Bosh com apenas 2 meses de uso e na garantia
    Sensor digital de nivel de combustível
    Luz de Navegação Embutida
    Escada Inox traseira
    Rod Bucker duplo para prender Varas de Pesca durante navegação
    Volante Shutt Sport Vermelho
    Marcador Mercury de Nível de combustível
    Som MP3 com Caixa de Som e Alto Falantes
    Rádio Comunicador UHF
    Antena UHF
    GPS Garmim Montana 650 com suporte de navegação
    Jack Plate









  14. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Gustavo Meirelles em Pescaria em Familia- Suiá Miçu 2014(Ultra atrasado)   
    Segue relato da nossa pescaria no Rio Suiá Miçu em Agosto de 2014...Sei que estou sumido  nem entrar no fórum estava conseguindomas, hoje domingão estava organizando fotos e achei as de 2014 que fui no Suiá com meus Pais e Irmão...a Pescaria foi fantástica pois, alem de pescar com a família, o Suiá é um rio Magico com suas paisagens e Beleza impares e novamente fizemos uma excelente pescaria com muito peixe e qualidade também Por isso resolvi compartilhar aqui com todos.
    Como nas outras vezes fomos de carro Próprio de Batatais-SP até a Pousada Suiá Miçu em Querencia-MT um trajeto de entorno de 1600km  feitos em 1,5 dias, estradas estovam boas graças a Deus rsrs no primeiro dia dormimos em Água boa MT e dia seguinte estávamos na pousada no meio do dia apos 3:00hrs de percurso de estrada de chão em boas condições de Querencia a Pousada(175km)...UFa rsrs 
     
     

    Familia/Pescadores

    Angelin saia arvore bastante comum na regiao
    O trajeto de Querencia a Pousada passamos por fazendas e por dois rios de água cristalinas que sao paradas obrigatórias pra contemplar  é possível ver vários cardumes de diferentes especies, oq ja vai aumentando a vontade de esticar as linhas kkkk


    Transparência Rio Darros
     
    Chegando na Pousada fomos muito bem recebidos pela equipe da Pousada e fomos apresentados aos nossos guias nos próximos dias o Jaó(infelizmente fiquei sabendo que ele nao esta muit bem de saude e não esteva mais trabalhando) e o Piau os dois ja conecidos de outras pescaria e muito conhecedores do Suia e afluentes...nos colocaram cara cara com os montros do SUiá miçu .
    Mais tarde chegou o outro grupo de pesca que dividiria a pousada com a gente nessa semana... amigos dodo Interios de Sao Paulo tb...grupo 100% tb, muito gente boa tb. Eles ja postaram seu relato aqui no Forum d 2014 e 2015rsrs ja ate voltaram e eu aqui ainda 
    Vamos a Pescaria!!!
    Pescamos sempre alternando as duplas e guias e a pescaria foi excelente todos os dias. Primeiro dia pescamos mais perto da pousada explorando logos e margens e já saíram bons peixes tucunas de ate 4kg e trairao de ate 11 kg e muita quantidade de tucunas menoes de media 800g a 2kg que é a media que se pega la mesmo mas a quantidade é absurda chegando a mudarmos de ponto atras dos maiores kkk começamos bem

     
    Demais dias pescamos subindo o rio ate região aguas claras e Paranaíba pescando nos lagos e batendo muito nas margens do Suia, Trabalhando 70% com Zaras(Trairão, Zig Zara e JP) e Helices grandes depois foi meia água e tuviras em alguns pontos mas é sacanagem pega um atras do outro quando acha o pondo dos monstros.
    O Rio Paranaíba vale so por suas agas transparentes  e infinitos cardumes que passam debaixo do Barco...tanto que minha mãe quase não pescou esse dia so ficou vendo os peixes logo abaixo do barco, é um aquario natural. e pescar nesse rio é show demais pela pesca no visual...vc vê o peixe , depois vê ele indo atras e dando o bote...e visualiza toda a Briga ,é  inexplicável...pura emoção. Nao achamos os grandes em quantidade só um tucuna de 4 kg e os demais na media de até 2kg.



     
     
    Algumas fotos da pescaria:





     
    2014 no Suiá foi o ano de grandes peixes pra nos... Todos nos pegamos Tucunas acima de 4KG  e Trairoes acima de 8kg .Meu Pai pegou o maior Trairão da pescaria com 13kg na superficie e Eu bati meu recorde de Trairao e Tucuna no Suiá e tudo pego na Superficie...Um tucunaré de respeito de 14lbs(boga original)/6,3kg uma pena que nao medi ele, mas era bem maior que esse na regua(foto acima) que deu 66cm e 11lbs...a emoção e cuidado com peixe foi maior que a curiosidade rsrs e o Trairao de 11kg pego uma zig zarinha.
    Trairão 13kg

    Trairão 11kg


    Piau com Trairão 11kg
    Tucunaré 14lbs/6,3kg

     
    É isso ai pessoal!!!
    Agora esse ano devemos voltar pra la fim de agosto pra ver se os monstros continuam crescendo...nos resta segurar a ansiedade kkkk
    Grande abraço
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  15. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Charles Kleber Rodrigues em PESCARIA RIO GUAPORÉ - POUSADA DO CARLINHOS RO   
    PESCARIA REALIZADA ENTRE OS DIAS 15 A 19 DE JUNHO NO RIO GUAPORÉ REGIÃO DE PIMENTEIRAS D'OESTE - RO, POUSADA DO CARLINHOS
    INUMEROS CACHARAS, PIRARAS E TUCUNAS!
    EXCELENTE PESCARIA, LOCAL MUITO BOM A ESTRUTURA E RUSTICA POREM CONFORTAVEL, ATENDIMENTO OTIMO E OTIMA COMIDA!
     
    TEL POUSADA 069 33422950
    PIRANGUEIRO GUIA LENINE 0698124 1243
    SE ALGUEM UM DIA FOR CONHECER ACONSELHO A LIGAR PARA UM PIRANGUEIRO PARA SABER O QUE LEVAR ANTES.





















  16. Upvote
    Leandro Cps deu reputação a Diógenes Saldanha Hoffmann em Minha experiencia no Trombetas!   
    TROMBETAS JULHO 2016
    Ola amigos pescadores, meu nome é Diógenes Saldanha Hoffmann, este é meu primeiro relato aqui no Fórum do Bigua, quero deixar aqui a experiencia que passei no Rio Trombetas ao lado do meu pai Jacques Hoffmann.
    Esta foi minha primeira pescaria na Amazônia, então eu estava louco pra chegar la e colocar a isca na água, e claro, estando em uma operação dessas, ficando ao lado do meu melhor amigo seria ainda mais empolgante! A viagem começou saindo da minha cidade Carazinho/RS a destino Porto Alegre/RS, la peguei a primeira escala de voo em direção a Guarulhos/SP e depois direção a Belem/PA. No aeroporto conheci a turma com qual daria sequencia na viagem juntos, pescadores de BH, SP e Brasilia, então seguimos viagem na ultima escala pra Santarem/PA de la a lancha rápida para a cidade de Porto Trombetas, dando a ultima etapa para chegar a comunidade PTR ( cachoeira porteira ) todos da turma estavam ansiado para chegar a pousada Arapari, almoçarmos e então ir atras dos MONSTROS do Rio Trombetas.
    Conhecendo toda a equipe de trabalho que nos atendeu durante 5 dias, ai esta uma parte que me chamou muita atenção pessoal que vive la é muito acolhedor, passa muita atenção a todos que chegam la. De todos tive a experiencia de conversar com o senhor Valdir, como diria os gaúchos o capataz da pousada, pude escutar muitas histórias do povo QUILOMBOLA e os costumes deles, ai já pude aproveitar muito desta grande aventura.
    Natureza? Simplesmente inexplicável, local intocável, com animais silvestres a todo momento, e principalmente com os peixes que aquele rio nos deu o prazer de fisgar. No primeiro dia todos estavam apreensivos para pegar o primeiro peixe saímos a meia tarde, fisgamos algumas especies, retornamos a pousada ao anoitecer, local onde já estava nos esperando com uma culinária tipica de la, bem apimentada assim dizer, e uma boa e gelada Cerveja. Dando continuidade no segundo dia fomos pescar saindo cedo, no segundo dia já teve muito peixe, mesmo com a alta do rio, saiu todas as especies que la tem!
    Matando a saudade do meu pai, entre muitas conversas aqui e ali, como o pessoal diz, "bora la" pega um pescado, em primeiro arremesso fisguei o primeiro Tucunaré Porteiro (C. THYRORUS) espécie que apenas existe nesse rio, sem explicação para meu primeiro peixe da pescaria, continuando os arremessos saiu mais tucunarés e ataques baguais dos trairões. Turma seguia satisfeita já com a pescaria, muito peixe na linha, os de couro então, deram show de mais. 
    Partindo já para o terceiro dia de pesca, fui pescar com meu novo amigo, Leandro Cabral, outro apaixonado por pesca, pude conhecer o trabalho dele como customizador de varas, tchê vou falar pra vocês trabalho incrível, varas de ótima qualidade, subimos o rio junto a outra companhia SHOW, piloteiro Marcão, qual fez muitas pescarias ao lado do profissional Johnny Hoffmann, logo nos primeiros arremessos saiu os tucunarés. Fisgadas de trairões e belas pegadas dos grandes tucunarés do TROMBETAS. Neste mesmo dia saiu um dos monstros da pescaria um JAÚ enorme, fisgado pelo Jack, onde tinha ido pescar com o Thiago Caetano, bom essa parte da pescaria sem sombra de duvidas foi uma das mais brutas, estavam os dois na pesca dos peixes de couro, o Tiago acertou um jundia lindo de mais, onde este foi pego por um jau, na medida que foi sendo recolhido, ( segue imagem do estrago ) continuando com a linha na água, e com ainda mais empolgação depois dessa cena, entrou o esperado JAU, Jack fisgou ele e la travaram a briga, segundo o Thiago, esse bicho é doido, embarcado é hora das fotos que seguem abaixo.
    Seguindo aos outros dias de pesca, sem palavras para descrever muito, mas o local te deixa com mais vontade ainda de voltar, isto mesmo estando em baixa temporada de pesca, pude conhecer junto ao meu pai natureza de la, e sem mais, ter os momentos mais inesquecíveis que um filho pode ter ao lado do seu pai, amigo você que tem vontade de ir conhecer este local reserve sua data, com absoluta certeza você ira se encantar com tudo o que o local lhe proporciona.
    Grande abraço a esta turma dos ABOMINÁVEIS, em especial ao grande Lincoln Nunes ( presida ) que organizou a turma pra que tudo saísse perfeito!

    Relato escrito por Diógenes Saldanha Hoffmann ( Pescando Amizades )
    Pescaria realizada durante o período de 06/06 a 13/06 2016.
    Turma dos Abomináveis: 
    Lincoln Nunes, Leandro Cabral, Tiago Caetano, Cristian Caroli, Jorge Choairy, Murillo Brito, Rafael Soares, José Vicente Junior, Rodolfo Marcussi, Diego Papai.
     















×
×
  • Criar Novo...