Ir para conteúdo

Seja muito bem vindo ao novo Fórum Turma do Biguá.

Como vc pode perceber, o fórum passou por mais uma atualização, além da busca constante por melhorias, a segurança do conteúdo postado por todos nós é levada a sério. 

Torcemos para que você goste do novo visual e, caso encontre algum erro no fórum, por gentileza nos comunique através do fbigua@gmail.com

Desculpe o transtorno e nos vemos em nossas salas.

Moderação do FTB.

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''drone''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Informações de caráter geral do FTB
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Iniciação ao Fórum e Informações Gerais
    • Novos Usuários. Começem por aqui, apresentem-se.
    • Mostre o seu maior peixe. Poste o seu recorde pessoal
    • Tutoriais - Entendendo o fórum.
    • Dúvidas, Sugestões e Críticas ao FTB???
  • Conversas e Descontração
    • Sala do Bate Papo
    • Aniversariantes do Dia
  • Equipamentos de Pesca
    • Varas, Carretilhas/Molinetes, Iscas e Linhas
    • Acessórios de Pesca e Camping
    • Eletrônicos
    • Náutica
    • Poste aqui as fotos do seu barco.
    • Builders. Personalização de Varas, Carretilhas, Iscas e etc.
  • Pesca Esportiva
    • Assuntos Gerais sobre a Pesca
    • Sala Vintage - Fotos e "causos" muito antigos.
    • Pegou as manhas? Quer Ensinar? Compartilhe sua experiência conosco.
    • Relatos de Pescarias
    • Convites de Pescaria
    • Aprovado ou Desaprovado?
    • Ambientalismo e Legislação de Pesca - Cantinho do JCKruel
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • BassBoat Brasil
    • Assuntos Gerais sobre BassBoats.
    • Desempenho, Acertos e Regulagens.
    • Poste aqui as fotos/vídeos do seu BassBoat.
    • Classificados BassBoats.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Classificados de "Tráias de Pesca".
    • Classificados de barcos, motores, carretas, ranchos de pesca, carros, e etc..
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Calendários

Não há resultados


Encontrado 23 registros

  1. [Mavic Pro] O novo lançamento da DJI.

    Galera, alguém viu o novo drone da dji? O mavic pro é um drone ultra portátil, com uma qualidade absurda, acho que vai cair como uma luva pra levar pra Amazônia, pois é muito compacto, além de tudo ele é dobrável! @Fabrício Biguá, acho que vc vai curtir demais esse!! segue um vídeo
  2. Turma...quem de vcs já está usando drones?!?! Qual o modelo tem usado, e se estão gostando e usando em pescarias?!?! E quais as dificuldades encontradas???
  3. [DJI] Spark. O compacto de bolso.

    Amigos...tenho recebido alguns emails e MP da turma me perguntando sobre o novo lançamento da DJI, o Spark. A ideia da empresa foi o de lançar o drone muitíssimo portátil e de fácil usabilidade. Na verdade eles criaram um "selfie drone"...rsrs... Andei olhando uns vídeos e observando alguns comentários, e, em minha opinião, o aparelho é bem "legalzinho", mas, pelo preço sugerido ($499 só o drone/$699 com controle)...não o compraria como um drone de alto desempenho. Particularmente achei a jogada da DJI fantástica. Se hoje os drones já são uma febre, imagine lançar um "dronezinho" show de bola tendo como pegada a possiblidade dele ser pilotado por qualquer leigo em drone!??! Sim, essa foi a jogada fantástica da empresa. Tentem imaginar a quantidade de exibidos e estrelinhas da internet (claro q tb teremos os usuários normais q o comprarão) que não irão comprar esse bicho achando que irão conseguir fotos e vídeos fantásticos com ele?!?! Achei uma jogada de mestre q certamente irá gerar bilhões em faturamento pra empresa. Voltando ao drone Spark. Compara-lo a linha Mavic e Phantom seria uma ofensa, é sério. Apesar de ser bem compacto e leve, as hastes dele não são retrateis, ou seja, ele aberto chega a ocupar mais espaço q um Mavic. Agora, é certo q ele é mais leve, mais estreio e mais compacto. Se ele retraísse as hastes, aff...aí ninguém segura a empresa, pois ele seria do tamanho de um telefone celular "plus". A autonomia de bateria (16min) do Spark é bem menor que a do Mavic (27min). Alcance tb é menor, assim como velocidade final, qualidade da câmera, quantidade de eixos do gimbal e por aí vai. Em termos de máquina, o Spark perde feio. Quanto a usabilidade. Aqui achei o aparelho bem interessante. Ele tem os mesmos comandos da linha Phantom e Mavic, e outros mais. Vi q ele pode ser pilotado pelo controle c/ telefone, ou apenas pelo telefone, mas tb vi q ele pode ser pilotado por gestos. Se isso funciona direito será animal demais. Agora, por experiência própria, acredito q uma pilotagem autônoma NUNCA será tão boa quanto a manual. Talvez o termo NUNCA seja muito pesado, mas ainda vai demorar muito para termos uma pilotagem autônoma perfeita. O que achei mais interessante foi o fato dele utilizar protetores de hélice. Como a propaganda da empresa está focada na utilização do drone em ambientes fechados ou acompanhando de perto o seu utilizador, nada melhor q protetores de hélice para evitar a quebra da aeronave ou o de lesionar alguém. Tem ainda a questão dos obstáculos...Por melhor q sejam os sensores, fios de energia, galhos secos de árvores e etc, podem não ser reconhecidos. Diferenças de nível no terreno tb podem atrapalhar o voo autônomo do drone. Por mais q os sensores de colisão da DJI seja bons, pilotar em ambientes fechados, principalmente com baixa luminosidade, podem ser um problema uma vez q os sensores precisam de luz para funcionar corretamente. Mas a DJI é tão foda, que certamente o software de voo do Spark deve ser muito show de bola. Bem, de forma resumida, o Spark é uma boa opção sim, principalmente para aqueles que não tem muita intimidade com pilotagem, mas tb tenho quase certeza de que ele não tem esta facilidade toda de pilotagem. Por melhor q sejam os sensores, eles não conseguem acompanhar um alvo com perfeição. Agora, uma coisa é certa...este será o drone dos blogueiros... Deem uma olhada neste vídeo abaixo para entenderem o quanto os drones da DJI são animais. Aqui o link direto do site da DJI, onde o Spark é apresentado. http://www.dji.com/spark?from=homepage_banner
  4. Bom dia, amigos! Organizando a pescaria deste ano, comecei a rever as fotos e vídeos do ano passado. Resultado foi o vídeo abaixo (coloquem na resolução máxima): Seguem também algumas fotos: Local: Rio Araguaia (de Luiz Alves até a Barreira do Colombo) Época: 1 a 6 de maio de 2016 (lua minguante) Turma Zé Itagiba Guia: Adair Pescadores: Heleno e José Barco Hotel Piraíba A pescaria: A minha primeira pescaria no Araguaia foi no ano de 2009. Na ocasião, mesmo sem ter material de pesca adequado e quase nada de técnica, fomos premiados com duas piraíbas. Desde então, foram 5 viagens ao Araguaia, aprendi bastante nas pescarias e aqui no fórum, a tralha melhorou, mas nada da piraíba voltar. Perdemos algumas... Começamos a duvidar se teríamos de novo a mesma sorte... Em 2016 fomos abençoados novamente, desta vez com 2 filhotes e 1 piraíba. Só tenho a agradecer a toda turma, ao meu irmão e companheiro de pesca Heleno, e ao Adair, excelente piloteiro e amigo! A turma leva o nome do meu pai, grande pescador que infelizmente nos deixou para pescar nos rios do paraíso. Conjuntos: Heleno: Vara Intergreen Hematita 80 lbs + Carretilha Shimano Tekota 800 + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,85mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. José: Vara Intergreen Hematita 80 lbs + Carretilha Penn Fathom 60 + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,85mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. Adair: Vara 100 lbs + Carretilha Penn Squall 50 VSW + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,92mm + Cabo de aço 200 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. Conjunto reserva (para as pirararas): Vara Albatroz Dragons 80 lbs + Molinete Daiwa BG 90 + Cama de mulfilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,82mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 12/0. Agora é esperar maio chegar para estar de novo com as linhas nas águas desse rio. Abraço a todos!
  5. Espero que gostem pescadores!! Abraço.
  6. A Power Vision é uma conhecida empresa fabricante de drone aéreos (o Power Bee, Egg, e Eye)...e agora resolveu investir no mercado de drones submersíveis lançando o Power Ray. Por ser uma novidade no mercado, temos que respeitar a ideia do fabricante...mas este drone, segundo informações da empresa, mergulha por até 30m de profundidade e ainda consegue monitorar peixes por mais 40m. O problema, é que o usuário terá q soltar o drone na água e largar uma bóia na superfície (esta bóia é q transmitirá informações via wi-fi pro seu smartphone ou tablet)...sendo que a comunicação entre o drone e a bóia é feito por cabo. Imagine agora o pescador soltando o drone em água corrente e este fio arrastando sabe-se lá por onde!?!? rsrsr.... Bem...a Power Vision ainda não soltou nenhum vídeo na web, mas estou curioso pra entender melhor a novidade. O drone ainda filma em 4K, faz fotos em 12MP, tem autonomia de 4h e começará a ser vendido nos EUA no final deste mês. O preço ainda não foi divulgado. Abaixo algumas fotos da novidade e o link do site do fabricante. Para o início de uma tendência até que achei a ideia muito interessante. Para a pesca em lagos e represas, puts, deve ajudar muito. No dia q instalarem um sensor sem fio para transmitir a informação do drone até a boia e um wi-fi de qualidade para retransmitir para o telefone, puts....Show. Para não perder o drone no caso de falta de bateria, bastava uma boia ser acionada quando a bateria atingisse 5% (por exemplo)...O drone boiaria e o controle captaria a sua localização. Assim o cabo seria eliminado. Vamos aguardando as novidades. Assim q sair o vídeo eu postarei aqui pra vcs. E aqui o link do fabricante. http://www.powervision.me/en/html/pv/powerray.html
  7. Amigos...quem não se lembra do vídeo abaixo que foi publicado uns anos atrás?!?! Pois é...na época chegamos a comentar sobre o sonho de consumo que seria este aparelho (Aqui o Link). E qual foi a ideia da marca?!?! Criar um drone/câmera que acompanha-se o usuário que carregava o seu controle (um tipo de relógio de pulso). O aparelho foi uma febre mundial, tanto, que a empresa apostou na captação de dinheiro vendendo um produto que sequer estava pronto. E a coisa deu certo....Com previsão de arrecadar $ 15 milhões de dólares, a Lily acabou arrecadando a bagatela de $49 milhões, o que não foi suficiente para que eles finalizassem o produto. Me lembro que na época o produto fora anunciado por $500 para quem o comprasse até uma data "X"... sendo que depois disso ele seria vendido por $1.000 dólares. Eu mesmo quase que embarquei nesta (uma turma do Brasil se juntou para compra-lo por $500). Mas foi essa semana que a Lily informou aos seus clientes que o projeto do drone foi descontinuado/abandonado. A ideia da empresa é devolver o dinheiro a todos os compradores. Puts, q pena...
  8. [Yuneec] Breeze. Meu primeiro drone.

    Olá Amigos, Recentemente entrei para o time dos Droneiros. Fugindo um pouco do trivial (pra variar)pois não queria nada profissional e acabei por adquirir uma unidade da marca Yuneec de modelo Breeze. Precisava de algo portátil e com bom preço pois ainda acho que este mercado vai evoluir muito nesse sentido. Depois de 6 semanas, as impressões foram as melhores (mesmo não testando em pescarias). Leve e portátil (385gramas e 20x20cm) com um case bem parecido com uma caixa de iscas e que se encaixa perfeitamente em minha bolsa de pesca. Sem título by Rogério Araujo Pinheiro Pinheiro, no Flickr Sem título by Rogério Araujo Pinheiro Pinheiro, no Flickr Excelente imagem (fullHD e 4K para fotos) com câmera móvel. Não possui controle remoto sendo ele controlado na tela do celular/Ipad (inclusive leitura). Modo selfie, follow me, GPS com retorno ao ponto de decolagem facilita bastante... a pilotagem é muito fácil. Duas baterias com 13 minutos de autonomia cada. Só achei que o alcance de 80metros poderia ser um pouco melhor mesmo com proposta de portabilidade. Gostei muito! Óbvio que não se compara com os Phantons, thyphon’s ou Inspires que estão no mercado pois são de propostas bem diferentes, mais para uma boa pescaria vai muito bem... Talvez o Mavic tenha uma proposta parecida, mais o preço é superior. Olha o vídeo demonstração... que massa.
  9. Pescaria de Caiaque Rio Urubú - AM (Drone)

    Galera, vídeo da expedição dos Caiaqueiros de Manaus no Rio Urubú, espero que gostem.
  10. Galera, segue relato da nossa pescaria no rio Mutuca. Espero que gostem. Abraços. https://www.youtube.com/watch?v=_9rHKTmE2gk
  11. [Karma] O novo drone da GoPro.

    Amigos...há poucas horas atrás a GoPro fez um lançamento mundial. A expectativa era grande, afinal, a informação de que a GoPro estaria lançando o seu drone fez o mercado tremer... Ocorre q a própria GoPro não imaginava que demoraria tanto para deixa-lo pronto para comercialização, Na verdade o mercado esfriou com essa demora e ela perdeu o "time" da coisa. Andei sapeando os vídeos do lançamento e vou compartilha-lhos com vcs. Abaixo coloco meus comentários de principiante neste universo...rsrs O produto me surpreendeu por alguns lados mas me decepcionou em vários outros, mas vamos lá. - Portabilidade (ponto +) Mesmo ele vindo com uma pegada muito forte de portabilidade, na prática a mochila dele não é tão compacta assim. Os braços são retráteis, o q ajudou muito, ele já vem com as hélices montadas (o q economiza bons segundos na montagem)...mas a mochila é um pouco larga em virtude dela comportar um controle com tela, o drone e um grip q pode ser acoplado com o gimbal do drone, ser tornando um estabilizador de mão, q já vem no kit. Isso eu achei muito top. Na verdade eles copiaram a ideia do Inspire 1 da DJi q usa a mesma câmera do drone no Osmo. Muito boa a sacada. A mochila é bonita e o fato de vir no kit fará com q o comprador deixe de gastar futuramente para adquirir uma. Mas ainda assim, diria q ele é um pouco mais portátil q o líder de mercado, Phantom da DJI. - Mochila (ponto +) Assim como disse acima, o Karma vem já vem com uma boa mochila no pacote, proposta semelhante ao Phantom 4 (q vem com um case), mas é uma grande vantagem em relação aos Phantom 3. Adquirir uma mochila original da marca, com componentes de qualidade, pode vir a custa algo em torno de R$ 600,00 aqui no Brasil. - Sistema de gripe manual q acopla no gimbal (estabilizador) do drone (ponto +) Acredito q essa tenha sido a única saída da marca para conseguir competir com os DJi. O Karma estará custando $799 (dólares), isso o corpo do drone, controle e grip...mas a CÂMERA NÃO ESTÁ INCLUSA (ponto -)...ocorre q o Karma só é compatível com a GoPro 4, a Hero e com a novíssima GoPro 5, ou seja, quem não tem uma destas câmeras terá q desembolsar uma quantia considerável....ou seja, terá q gastar entre $ 199 e $399...Os novos donos de Karma terão que desembolsar no mínimo $998 dólares para se ter um aparelho pronto pra uso (isso com uma Hero). Ocorre q com esses $ 1000 dólares vc compra um Phantom 3 Professional, o q , em minha opinião, ainda é muito superior ao Karma, e ainda leva 1 bateria extra a mais, ou com mais $200 vc pula logo para um Phantom 4, ou ainda pode adquirir um Osmo e usa-lo como estabilizador junto ao seu telefone celular. - Posição do gimbal/câmera (ponto +) A câmera do Karma vem na frente do aparelho (ao contrário da grande maioria dos drones q vem embaixo), isso garante q durante os voos rápidos, as hélices do drone não apareçam na filmagem. - Câmera GoPro (ponto + e também ponto -) Positivo pq se o usuário usar a nova GoPro 5 (+ 399), ele terá uma câmera à prova d'água. Mesmo o drone não voando debaixo de chuva e tals...caso dê algum pau ou ele caia na água, vc não perderá a câmera e as imagens. Além disso as GoPro são bem mais robustas q as câmeras concorrentes. - Negativo pq o tipo de filmagem das GoPro gera um tipo de imagem grande angular que chamamos de olho de peixe, ou seja, com as bordas deformadas. Esse efeito, de certa forma, é um pouco enjoativo. Imagine filmar com a GoPro usando o drone, e depois no solo vc ainda fazer várias imagens usando ela novamente?!?! O vídeo irá ficar meio q batido demais. Eu, particularmente não gostei. O fato de usar a GoPro tb não me agrada. Por ser uma grande angular, o objeto a ser filmado do drone ficará muito distante, o q obrigará o piloto do drone a se manter mais próximo ao objeto em movimento, ou seja, maior chance de errar e derrubar o aparelho. Pra mim a evolução dos drones virá através de potentes câmeras...anotem aí. Teremos em breve enormes zoom e gimbal com movimentos totalmente independentes do drone, ou seja, vc coloca o drone longe do objeto e passar a captar belas imagens de longe. Essa será a grande pegada, anotem aí. - Controle remoto com tela (ponto +) Muito legal o controle já vir com tela. Apesar de todos nós já termos e usarmos aparelhos smartphone para visualizar as imagens feitas pelo drone, no Karma vc terá um gasto a menos. Ah, e pelo q entendi do vídeo é q o controle compartilha as imagens da tela com outros smartphones próximos (não sei se via wi-fi ou bluetooth), mas achei isso uma boa pegada. O app se chama PASSAGEIRO. - Software nativo (ponto + e também ponto -) Conforme comentamos acima, o controle já vem com tela incluída e tem um visual muito semelhante os joysticks de vídeo games. A GoPro veio com uma proposta simplista demais, em minha opinião. Eles estão apostando no uso do drone por pessoas não tão acostumadas a voar, ou pessoas q tem medo de voar e derrubar o aparelho...mas isso pode ser uma "faca de 2 legumes" em minha opinião. A marca irá atrair muitos iniciantes, mas jamais os usuários intermediários e avançados. Gostei muito do software pelo fato dele ter um simulador bem interessante, mas achei as funções extras (Dronie, Cabo da Câmera, Órbita e Revelar) meio q boquetas. Acredito q só será utilizada, e pouco, a Órbita...as outras 3, além de perigosas (pode trombar com o drone num obstáculo), são fáceis de serem feitos manualmente. - Chegou inferior ao mercado (vários pontos negativos) Aqui q eu achei um tiro no pé da GoPro. Como q um drone, lançado por uma potência mundial como a GoPro, já chega ao mercado como um produto defasado em relação a sua maior concorrente?!?! O Karma é muito, mas muito inferior (em termos de máquina propriamente dita), q os seus concorrentes da Dji. Em minha opinião o drone de entrada da DJI é o concorrente direto do Karma. Pra quebrar o galho da GoPro vou coloca-lo para concorrer com um Phantom 3 Advanced, e mesmo assim o Karma perde feio. Aqui alguns pontos inferiores q considero: Alcance: 1000m do Karma contra 5000m do Advanced. Tempo de voo: até 20min do Karma contra 23min do Advanced. Velocidade: 15 m/s do Karma contra 16 m/s do Advanced. E olha q estamos falando do Phantom 3, q já tem mais de ano no mercado...E olha que a DJI já lançou o Phantom 4, q é muito superior aos 3, e já está com outro lançamento preparado para o final do mês. Bem, não quero assustar a turma q está pensando em adquirir um drone de alta qualidade por um preço interessante....mas assim como a GoPro massacrou o mercado mundial de câmeras esportivas compactas por toda a sua existência, agora ela prova um pouco do seu veneno...rsrs...Pois a DJi não vai mesmo, deixa-la dominar o mercado. Apesar de bem interessante a proposta do Karma, jamais cogitaria a hipótese de troca-lo por um Phantom 4, por exemplo. O Phantom 4 voa 9 minutos a mais q o Karma (o q daria quase 50% a mais de tempo de voo), tem sensor de obstáculo, voa a mais de 90Km/h, um software animal demais...ou seja, a GoPro lançou algo q nasceu muito, mas muito inferior q o seu principal concorrente. Pra tentar justificar o preço, empurrou um bastão compatível com o gimbal do drone para tentar empurrar goela abaixo dos apaixonados pela marca. Se vai colar?!?! Acho muito difícil. Mas é isso...vamos esperar pra ver como serão os primeiros reviews do Karma.
  12. Pesca com Drone - Literalmente

    Essa galera do vídeo usa o Drone pra levar a isca até um cardume de atuns, o resultado é sensacional. Ver no vídeo abaixo. Wagner Lima - aspirante a pescador amador
  13. Abaixo um vídeo feito totalmente com a utilização de um drone. Repare q, apesar de muito bonito o vídeo, ele foi feito exclusivamente com um drone (o q satura o vídeo). O interessante seria apenas que alguns quadros do vídeo tivessem imagens do drone e o restante fosse feito com filmadora "normal", com GoPro e etc...mas abordando outros ângulos. Repare ainda que o piloto do drone está operando o aparelho de dentro do barco (um phantom da DJI)...o q demonstra que o vídeo é amador. Acredito q eles estavam apenas testando o drone e a captura de imagens. De qualquer forma, já deu pra perceber como um drone captura belíssimas imagens. E aí, vai ficar de fora?!?! rsrs
  14. [Drone Fish] Seja muito bem vindos.

    É com enorme prazer que anuncio a todos vcs a criação de mais uma sala em nosso fórum. Trata-se da Drone Fish, uma área/site/sala/grupo, sei lá, destinado ao debate da utilização de drones no mundo da pesca esportiva. A utilização de drones, seja em qualquer área, ainda está engatinhando. Lazer, agricultura, pecuária, fotografia e filmagens, guerras, eventos de todos os gêneros, competições, resgates, entregas, monitoramentos diversos e etc, são alguns exemplos que apostaram nesta utilização e evoluíram exponencialmente nos últimos anos. O que será deste mundo daqui 10 anos é algo inimaginável. Então, mesmo não sabendo onde isso vai dar, o FTB resolveu sair na frente e apostar numa sala q poderá ser futuramente um total sucesso ou um total fracasso....rsrsr (esperamos que seja um sucesso, é claro). E porque resolvemos apostar nisso?!?! Há 1 ano atrás (2015), montar um drone era algo caríssimo e q demandava muito estudo. Pra dificultar ainda mais os drones eram verdadeiros trambolhos. Eram difíceis de serem montados, pilotados, transportados, tinham pouca autonomia e alcance de voo, faziam péssimas imagens e, frequentemente, caiam levando seus donos a loucura. Tudo isso mudou quando a DJI Tecnology (uma espécie de Apple Chinesa) lançou o Phantom 3. Acredito q, a partir daqui, o mercado mundial de drones tenha entrado em outra era. Agora tínhamos um drone de valor acessível (iniciando em $500), totalmente pronto pra voar, com autonomia de voo muito boa (25min) e um sistema de GPS que permitiria voos super seguros até mesmos para o mais novato piloto. Ah, e não para por aí. Qualquer um poderia fazer belíssimas imagens 4k super estabilizadas. Caso houvesse qualquer problema na transmissão dos dados entre o piloto e o drone, este retornava sozinho ao ponto de origem e pousava como um super piloto. E foi com essa popularização que a DJI ganhou o mundo. O destaque fica por conta de um vídeo postado por um pescador australiano chamado Jaiden Maclean que literalmente usou um drone Phantom para pescar alguns atuns. Aliado a várias outras razões que nos apontassem que estava na hora de discutirmos esse assunto que estava nascendo, em pouco mais de 1 mês foram postados em nosso fórum 03 vídeos feitos com a ajuda de drones. A popularização do aparelho chegou aos nossos amigos pescadores que agora contam o aparelho para relatar suas aventuras. E foi assim que a DRONE FISH nasceu. Contamos com a curiosidade de todos vcs e esperamos que em pouco tempo estejamos todos nós voando por aí.
  15. Agora vamos as perguntas básicas: 1 - O QUE É PRECISO PRA COMPRAR UM DRONE??? Apenas vontade e dinheiro...rsrs . Não é preciso de nenhuma autorização para comprar o aparelho. Qualquer um pode comprar. 2 - O QUE É PRECISO PRA PILOTAR UM DRONE OU UM RPA??? (para entender as diferenças - clique aqui - ) DRONE = Não precisa de nenhuma autorização especial, desde que vc respeite as regras impostas pela Aeronáutica/ANAC. RPA = Aqui você precisa observar uma sequência de regras/legislações. Vamos lá. - Observar a Portaria da Aeronáutica. - Observar as regras dos Sistemas de Aeronaves Pilotadas Remotamente - RPAS (ANAC). 3 - VOU USAR O RPA COMERCIALMENTE. COMO DEVO PROCEDER? A nossa legislação ainda está engatinhando. Tivemos alguma evolução em 2015 mas a ANAC está consultando/observando (através de audiência pública) as necessidades dos operadores e fabricantes a fim de criar uma legislação única que resguarde a integridade das pessoas/patrimônio, mas que não impeça a evolução e comercialização dos aparelhos. Então, presta a atenção agora..rrsrsrs Os voos de aeronaves não tripuladas são autorizados pela ANAC. Depois de cumpridas as exigências ela irá emitir para o piloto uma autorização chamada de Certificado de Autorização de Voo Experimental (CAVE). Ocorre q esse CAVE só pode ser emitido se o RPA operar EXCLUSIVAMENTE para fins de pesquisa e desenvolvimento, treinamento de tripulações e pesquisa de mercado. Mas, pelo fato dos drones serem novidade para estes órgãos reguladores, a mesma legislação que regula a emissão do CAVE diz que o CERTIFICADO NÃO PODERÁ SER EMITIDO para aeronaves quem transportam pessoas ou bens COM FINS LUCRATIVOS. Vixi...então lascou-se tudo?!?! É mais ou menos por aí...rss....ou seja, não existe ainda legislação específica que trate a questão. A ANAC considera que um drone/vant/rpa, mesmo não transportando pessoas ou bens, se enquadra na legislação de Voo Experimental. Então, provisoriamente, os usuários de drones que farão o uso comercial do aparelho deverão seguir as mesmas regras para a emissão do CAVE. Estes usuários deverão preencher um requerimento (junto a ANAC) devidamente embasado destacando as características da operação pretendida. Neste requerimento deverá constar todas as medidas adotadas de forma a convencer os técnicos da ANAC de que aquele projeto é compatível com os riscos da operação. A ANAC precisa estar convencida de que aquela aplicação dificilmente causará danos a terceiros, ou que, no caso de causarem, todas as medidas de segurança foram adotadas pelo requerente. Antes de publicarem o deferimento (ou o indeferimento) do pedido, a ANAC poderá realizar uma audiência pública de forma a consultar os envolvidos e o projeto, de forma a sanar dúvidas que por ventura possam existir. Assista esse vídeo abaixo que vc entenderá melhor tudo o que foi dito acima. E isso. Qualquer dúvida poste abaixo.
  16. O que é um DRONE / VANT / RPA???

    Antes de começar a entrar nessa praia, é bom que você entenda um pouco a sopa de letrinhas que envolve os drones. Tentarei postar tudo de maneira o mais didático possível, ok?!? DRONE = vem do inglês "zangão" ou "zumbido". No dia q vc tiver o seu drone vc entenderá o nome. O aparelho zumbe longe...rsrs. Então, chamamos de drone todo veículo aéreo não tripulado. Agora vem o "pulo do gato" que todo mundo confunde. Esse nome é utilizado de forma genérica (pela população civil) em todo o mundo. Ocorre que existe uma infinidade de modelos q custam desde $10, até os super drones de milhões de dólares (usados em guerras). Chamar um modelo de $10 de VANT chega a ser uma brincadeira...rsrs Então, a fim de normatizar o nome DRONE de acordo com órgãos governamentais que gerem o espaço aéreo, os drones são chamados de VANT. VANT = sigla para Veículo Aéreo Não Tripulado. Ou seja, VANT e DRONE são a mesma coisa. São veículos aéreos não tripulados. Daí vc vai me perguntar onde é q está a diferença então?!?! Vamos lá... VANT é nome de uma grande CATEGORIA e, abaixo dela, existem várias outras subcategorias q vão distribuindo os aparelhos de acordo com suas aplicações. Deixa eu explicar melhor pra vc entender. No Brasil ainda NÃO É PERMITIDO o uso de drones que são controlados de forma autônoma (por programas de computadores). Aqui é necessário que um ser humano esteja PILOTANDO o aparelho. Então, aqui no Brasil só são autorizados os voos de VANTs que se enquadram na subcategoria RPA. RPA = sigla do inglês para Remotely Piloted Aircraft ou Aeronave Pilotada Remotamente... Sacaram então o que seria um VANT RPA?!?! Nada mais é q um drone pilotado por alguém. Mas ainda tem mais...vamos lá. A população civil mundial chama os VANTs de drones.... então, para fins RECREATIVOS (áreas isoladas, menos de 120m de altura, sem fins comerciais), todo mundo continua chamando os VANTs de drones. Se um usuário recreativo for fazer o uso COMERCIAL do aparelho ele precisa atender as exigências dos órgãos responsáveis pelo espaço aéreo, afinal, um drone desgovernado pode machucar ou matar uma pessoa, pode danificar o patrimônio de alguém e pode, ainda, entrar em rota de colisão com uma aeronave comercial e fazer um estrago sem precedentes. É aí que um usuário comum, depois de se informar junto a Aeronáutica e a ANAC, descobre que o drone dele, na verdade, é chamado de VANT modelo RPA. Resumindo: DRONE = VANT DRONE = NOME "VULGAR"/ USO RECREATIVO / NÃO COMERCIAL. VANT RPA = UM DRONE DE USO COMERCIAL / PILOTADO REMOTAMENTE POR ALGUÉM. Entenderam aí a sopa de letrinhas?!?! Qualquer dúvida poste abaixo...
  17. Galera, para quem tem dúvidas sobre o nível da represa depois dessa seca histórica de 2015 esse vídeo ajuda. Tem umas imagens legais de drone. https://www.youtube.com/watch?v=zJVN1b-eUO8
  18. E aí galera! FIzemos uma pescaria no Rio Mutuca - AM no ultimo final de semana e saíram bons peixes. Espero que gostem. https://www.youtube.com/watch?v=qIZM73ImaYs Abraços.
  19. Video com os melhores momentos das pescarias que fizemos na AM durante o ano de 2015. Feliz natal à todos! https://www.youtube.com/watch?v=9-A7SmYhFRc
×