Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Rodrigo Coutinho

TucunaRex Team
  • Total de itens

    129
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

Rodrigo Coutinho venceu a última vez em Abril 8 2018

Rodrigo Coutinho had the most liked content!

1 Seguidor

Sobre Rodrigo Coutinho

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 25-08-1983

Profile Fields

  • Sexo
    Não Informado
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Rodrigo Coutinho
  • Sobre mim
    Homem, casado, ainda sem filhos, trabalho pescando e nas horas vagas sou representante no ramo do agronegócio 😂😂😂. Brincadeiras à parte, gosto muito de pescar, mas ainda tenho muito que aprender...

Informações de Perfil

  • Localização
    Rio Verde - GO
  • Interesse
    Compartilhar e receber informações e dicas sobre pesca...

Últimos Visitantes

944 visualizações
  1. Fabrício, qual a altura da imagens vc costuma baixar! E qual tipo de mapa é melhor ou de sua preferência? Percebi muitas opções!
  2. Boa tarde meus amigos! Belissima discussão. Realmente temos diversos fatores e todos eles de alguma forma já foram citados. Em 2016 comprei meu primeiro barco, uma lancha de alumínio com motor de 90HP. Já em 2017, animado com a ideia de realizar o sonho do Bass Boat, vendi este conjunto de alumínio e completei o valor conseguindo comprar meu primeiro Bass, um Raptor da Xtreme Boats, com motor de 150HP e todos os acessórios possíveis. Esta semana vendi este Raptor... Por que? Qual o motivo? Crise? Custo alto? Na verdade aproveitei uma proposta recebida no meu usado, percebi este movimento do mercado e fiquei preocupado com o fato. A principio, juntarei toda a experiência adquirida até aqui e aplicarei em um novo projeto, um Upgrade, claro com muita cautela e calma! Tenho todos os motivos para não imobilizar um valor como este, sei que se trata de um capital PASSIVO, o custo do próprio barco é alto (casco, motor, motor elétrico, carreta, sonar, acessórios e etc), gasolina e óleo nem se fala, seguro (considero obrigatório), entre outros. Com este dinheiro eu poderia ir diversas vezes para a Amazônia, Argentina, Pantanal, Tocantins e várias outras pescarias! Mas entendam, gosto muito mais de ter o Bass Boat do que tudo isso, colocar meu Bass na água me dá muito prazer... Me respondam uma pergunta, quanto custa uma Ducati, uma Hornet, uma BMW ou qualquer outra moto acima de 1.000 cc? E por que tem tanta gente que compra? mesmo tirando-as da garagem duas ou três vezes por mês. Minha praia é barco, e enquanto eu tiver condições, terei meu precioso Bass por perto! Concordo que o momento é de cuidado. Quanto a venda do usado, me surpreendeu a maneira como vendi o meu. Tenho criado um histórico, onde o meu usado é considerado uma boa opção! Sou criterioso na condução do projeto e muito cuidadoso com o barco em si, assim, quem compra o meu usado, sabe que está comprando um produto primoroso! Obs.: Vi alguns comentários sobre os estaleiros (maiores e menores), e acreditem, casco e carreta são os itens que menos sobem neste tipo de embarcação aqui no Brasil. Já os itens importados como, Motor, Motor Elétrico, Sonar, Jack, Relógios/Computadores de Bordo, Chaves de Trim e Jack no Volante, Pedal Acelerador, Carregadores On Board, entre outros, esses sim, pagamos em dólar mais impostos de importação e de países que não estão em crise, e o mercado da pesca esportiva é extremamente rentável. Abs...
  3. Boa noite! Resta saber quando chegarão no Brasil e como será sua adaptação à nossa gasolina, o que particularmente impossibilita muita gente de manter um motor grande, pois a gasolina normal já é muito cara e as que esse motor exigirá então nem se fala! Att,
  4. Kayro, boa tarde! Na verdade aproveite bastante. O Tayaçu II é um barco de calado baixo, portanto, explore bastante os afluente em Janeiro. Minha dica, é deixar o Rio Negro e entrar nos afluentes, Demeni ou Aracá são boas opções. Se Deus quiser vocês pegarão o nível baixo, o que é comum no mês de janeiro, com exceção de janeiro deste ano que o rio estava muito cheio. A tripulação do barco é top e farão de tudo para proporcionar a vocês muito conforto, a cozinha então é fora de série, é muito boa a comida. Abs e boa sorte!
  5. Tucunarex Team em Barcelos 10/2017 Bom dia meus amigos! Certamente este não será um relato de muitos ou grandes peixes! Mas um relato histórico onde tive o privilégio e o prazer de levar o meu pai e de pescar com ele na Amazônia. Meu pai foi quem me ensinou a pescar, claro, começamos com a famosa linhada de mão passando apenas pela ponteira feita de arame na ponta de uma vara de bambu, e olha só onde já estamos! Ele ficou emocionado do começo ao fim, ao começar pelo aéreo pois ainda não havia viajado de avião, depois pela Amazônia com sua imensidão verde e as cortantes veias do Rio Negro e Afluentes. A pescaria não foi produtiva, poucos e pequenos peixes e Barcelos deixa mais uma vez um gosto amargo e uma provável despedida. Gostaria de agradecer a equipe Tucunarex Team pela amizade e parceria, e claro a toda tripulação e guias do Tayaçú II pelo excelente atendimento prestado à nossa equipe. Equipe: Tucunarex Team; Local: Barcelos/AM; Data: 28/10 a 04/11/2017 Operação: Tayaçú II.
  6. Bom dia meu amigo! É uma pena, que em janeiro vcs tenham mais sorte. Em janeiro deste ano foi uma decepção, a maior cheia dos últimos 20 anos, em uma semana de pescaria no Rio Negro peguei apenas um tucunaré popoca. Depois de amanhã estaremos partindo rumo a Barcelos novamente e me parece que o desafio está lançado, não importa a época, janeiro ou outubro, me parece que o investimento nesta pescaria é muito alto pelo risco de frustração. Vejamos na próxima semana como será o resultado... Não desanimarei, pescarei com muito entusiasmo... Abs...
  7. Boa noite kid! Na próxima semana estarei em Barcelos pela segunda vez. A primeira, em janeiro deste ano, um fiasco, tentarei uma “segunda chance”, se o fiasco se repetir, certamente não voltarei, não em Barcelos ou SIRN com os atuais operadores de pesca, uma ressalva quem sabe para a operação do Eribert (que pelo custo ainda está fora de cogitação), mas quem sabe, outros locais na “Amazônia”... Abs!
  8. Pelo que andei pesquisando a diferença é pequena, mas o drone completo, com controle (no caso do Mavic) e com câmera Hero 6 (no caso do Karma) ficam em média R$6.000,00 no Brasil...
  9. Boa tarde amigos! Estou analisando a possibilidade de estrear no mundo dos drone. A intenção é utiliza-lo tanto no trabalho (agronegócio) quanto é claro nas pescarias. Depois de pesquisar sobre modelos e tamanho, cheguei a conclusão que os compactos são atualmente as melhores opções, sendo assim, cheguei nos dois modelos mais comentados, DJI MAVIC e o GOPRO KARMA. Ao comparar os dois, levei um baita susto, pois a marca chinesa DJI moeu o drone da GOPRO, vejam as imagens abaixo e entendam o que estou dizendo: Não tenho dúvidas de qual comprar, e com um pouquinho de paciência ja pego a nova versão, o Mavic Platinum Abs..
  10. Grande Fabricio, obrigado! Quanto ao manual, muito fraco, não ajuda muito, realizei as instruções nele contidas, porém, nada... O pessoal ja me disse que regular essa opção no G2 é um grande desafio. Verificarei nos tutoriais americanos para ver se encontro alguém que conseguiu e decidiu gravar um vídeo... Sei que o pessoal da concorrência aprendeu a resolver isto, mas é Phodis pedir ajuda pra eles... Abs.
  11. Bom dia amigo! Vc fez uma ótima escolha... Antes de comprar um bass, meu barco era um Metal Forte... excelente barco! Abs...
×
×
  • Criar Novo...