Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Rubens Sales

Bolha exagerada nos preços dos profissionais de pesca ?

Posts Recomendados

Apesar dos meus 44 anos, sou um pescador relativamente novo, pois não tem 2 anos que de fato me aprofundei e me envolvi e comecei verdadeiramente a

praticar a pescaría esportiva. Neste tempo busquei ler, assimilar, participar de comunidades, comprar revistas, fazer cursos, conversar com pessoas mais experientes, etc..etc..tudo que me permitesse aproveitar mais e melhor este maravilhoso prazer.

Como todo pescador sempre desejamos ir aos melhores lugares atrás dos peixes e isto exige tempo, planejamento e dinheiro, pois convenhamos

entre equipamentos, viagens, estadias, piloteiros, iscas, etc... vai um investimento que não se pode achar desprezível (a não ser que já esteja com a vida ganha e conta no banco com saldo lá no alto) e eu começo a achar - não sei se mais alguém tem esta percepção - que em alguns casos há um certo exagero na cobrança dos valores, em especial a pacotes e/ou guias.

Certamente ninguém trabalha de graça e é justo que haja a devida compensação pela experiência, tempo e estrutura oferecida, mas tenho visto e recebido cotações onde avalio que estes valores estão acima do que sería o razoável, em resumo...há casos de abusos!

Se não vejamos :-

Diárias por pessoa (excluindo o óbvio gasolina, oléo, consumo de alimentos e bebidas) acima de R$ 200,00

+ combustível+óleo dão na média R$ 150,00/200,00

+ hospedagem por pessoa entre R$ 130,00/180,00

+ alguns "detalhes" que dão cerca de R$ 60,00/100,00

Chegamos a média (só pelo menor valor citado) de R$540,00!

Se pelos menores valores, para onde vai então pelos maiores e as grandes

estruturas ?

Dos valores acima penso que :

Barco -> se vão 2 pessoa e cada um paga R$ 200,00 o ganho diário é de

R$ 400,00, multiplicado por 22 dias (como em média de 30 dias, tirando que há outros afazeres e não se pesca todos os dias) chega-se o valor de R$ 8.800,00! Não é um valor ruim, é um ótimo salário, muito acima da média nacional. Claro que o custo do barco tem que ser considerado, mas como todo empreendimento ele deve ser diluído por um tempo e faz parte da base do negócio, não demora está pago e a liquidez aumenta.

Combustível -> se mesmo lá nos confins custa R$ 2.70/2.80 é justo pagar R$ 1.00 a mais por litro como se cobra ? Porque deve-se cobrar (tão) a mais por isto? 50 litros representa R$ 50,00 x 22 dias = R$ 1.100,00 de receita que se somará a diária ...e não vou citar oléo 2t. que a maioría força a barra na cobrança do valor da proporcionalidade de quando comparado o que cada litro de gasolina precisa.

Estadia -> pagar R$ 130,00 onde voce geralmente só dorme, toma banho

e pouco usufrui de fato...não é barato.

Isto porque estou citando e exemplificando que voce já está no local de pesca, pois se considerar o transporte terrestre/aereo, estadia, alimentação e outras coisas mais a conta vai longe....e não é pouco!

Como tudo é medido pela lei da oferta e da procura e há quem cobre porque há quem pague, será que não há uma certa bolhas nos valores ?

Temos como reverter ou ao menos não permitir que a coisa inflacione ainda mais ?

Com dicas dos amigos já fui a Barcelos/AM e antes já tinha ido a região de Epitácio e nas duas com responsabilidade e não fazendo aventura (no sentido da palavra, nada de virar pesadelo e/ou correr riscos sem necessidades) os valores que gastei perto do que eu pagaría foram gritantes!

Vejam, não escrevo desmerecendo o sério e longo trabalho de pessoas que trabalham como guias, barcos-hoteis, hospedagem, etc... APENAS estou

tentando ver se o quê eu penso encontra pensamentos iguais, e como tudo

são apenas impressões - não julgamentos ou sentenças - só intenciono compreender se tenho uma razão ou se devo concluir que EU estou errado e fóra de sintonia.

Gostaría de saber o que pensam os amigos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este assunto demanda de um grande estudo de custos, local que dispõe, variedade de peixes no local (quantidade), logística para atender todos os anseios dos pescadores, e custos para se manter uma equipe na piracema etc etc etc

Não desconsidero tua colocação, mais acho que a logística para ofertar um bom atendimento em muitos casos e muito grande e cara, concordo plenamente que pontos que ficam praticamente dentro da cidade (Epitácio) os custos deveriam ser bem mais em conta.

Vamos aguardar quem sabe as custas passar por aqui, so uma coisinha que fiquei sabendo, tem uma pousada nova que em dois anos de trabalho já vai renovar tua frota de canoas e motores, para continuar oferecendo um ótimo trabalho, imagina o custo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa grande Rubens...e aí, como andam as coisas?!?!

Como foi a pescaria com a patroa lá pras bandas de Barcelos?!?!? Espero q tenha sido tudo em ordem.

Vc tem razão, em parte, nos comentários. Realmente a coisa tem inflacionado bastante.

Vejo vários operadores, principalmente os novatos, entrarem no mercado com preços bem interessantes, mas aí, quando vêem q a porca é mais embaixo, ou q podem ficar "ricos" em pouco tempo, isso por conta da lei da oferta e da procura, começam a "meter a mão" no turista.

A bem da verdade...nós não devemos fazer conta apenas dos gastos q estamos vendo.

Temos q levar em consideração todo o gasto com o desgaste dos equipamentos utilizados, propaganda, funcionários, assim como as despesas trabalhistas, e por aí vai. (é muitttaaa coisa)

Vc foi para Barcelos naquele esquema mais em conta. O q achou?!?!

O esquema mais caro, vamos dizer assim, com uma equipe top de linha, um pacote para 1 semana em barco hotel, com suítes muito boas, e tudo a bordo incluído, gira em torno dos 500 reais a diária, o q não considero fora do mercado.

O q mata lá pra cima é o valor das passagens aéreas.

Agora...se vc for pescar aqui em SM, ou em Epitácio, e pagar a diária do guia na casa dos 70,00, mais o barco completo na casa dos 180,00, mais a estadia na faixa dos 300,00 (para 02 pescadores), mais 1 tanque de combustível na faixa dos 25l x 3,00 = R$ 75,00, mais a cerveja da dupla 12 latas x R$ 2,50 = 30,00, e outras despezinhas e tals....a dupla facilmente irá pagar uns R$ 600,00 / R$ 700,00 a diária para a dupla...o q representaria uns R$ 350,00 por pescador.

Se formos comparar a distância, e toda a logística envolvida numa pescaria, seja no interior do Amazonas, do Pará, do Tocantins, e tals...veremos q as pescarias mais próximas são bem carinhas.

Claro q não estou falando dos 7 mil cobrados num Itapará da vida...ou em 1 mil reais a diária no Mantega, ou 7 mil dólares de um Rio Negro Lodge....Fato é q eles estão com a agenda lotada até o final de 2011...e se fosse tão caro assim, teriam fechado as portas....ehehee...

Assim como vc, eu busco sempre o mais em conta para o meu bolso. Sou assalariado, e ganhar o pão de cada dia não é coisa fácil...mas o q não falta nesse País de desiguais é rico pagando fortuna pra pescar...hehehee...

Eu já me aventurei lá pelas bandas de Barcelos, a fazer uma pescaria mais em conta....mas no final a coisa ficou bem mais simples do q imaginava, e ao final de 10 dias de pescaria, o "cabra" já está pedindo arrêgo...hehee..

Vamos ver o q o resto da turma tem a dizer...

Abs.

Fabrício Biguá

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Custo/Beneficio

Se fizermos determindas contas, vamos pirar! caveira:: Se formos a certo locais, rodando 500, 700, 1000 km de distância, sem contarmos nosso stress da viagem, depreciação do veículo, e fizermos a conta de ida e volta, tais como combustível, pedágio pagando a carreta de seu barco, nos matando nestas estradas miseráveis do PAC criado por políticos salafrários com finalidade de enxerem os bolsos e e se elegerem, veremos que os nossos bolsos ficarão melhores se contratarmos uma operadora, até pq terão responsabilidade sobre todos os riscos de viagem! Quanto aos guias, barcos, piloteiros, etc. devem tb fazer parte do mesmo esquema! Quanto ao esquema, com todo respeito, vai depender do bolso de cada um e, também, o que lhe vão oferecer. Vou dar um exemplo: pescar na AMAZONIA É CARO? Pode ser, mas acho mais caro se vc for, ficar mal acomodado num barco-hotel, com um monte de companheiros roncando e peidando num mesmo dormitório (não falo nem quarto), com um banheiro coletivo e daí por diante! Nesta situação para mim é caro e prefiro ficar em casa! Então nos cabe escolher aonde vamos e com quem! joia::: Se formos mais seletivos, todos ::tudo:: aprendem palmas:: danca::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que pescar é caro isso é, mas como vários pescadores pensam , se eu vou pescar na amazonia que seja inesquecível. E isso reflete em ter um maior conforto e segurança, ou seja pessoal especializado e estrutura, que sem dúvida tem seu custo.

Concordo com o Rubens que seja caro ou exagerado o preço cobrado, mas sem dúvida é o dinheiro mais bem gasto. Caro são os impostos pagos que não geram benefício algum aos cidadãos de BEM.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Rubens

Todo o Hobby é explorado e bem explorado pelo mercado de oportunistas. Qualquer paixão gera uma tabela de preço relativamente alta. Você fala dos serviços e eu incluo o equipamentos, os preços tem variações absurdas.

O desejo e a necessidade de alguem buscar por paz de espirito, sem ter que ser comido por mosquitos e perder uma noite de sono por conta do ronco de um companheiro de dormitorio tem um custo sem limites. Creio que a lei da oferta e procura é muito importante tambem neste segmento. São poucos o investidores, o que faz os atuais nadarem de braçada com todos nos pagando. A passagem aerea creio que deixou de ser o problema, mas valores superiores a um salario minimo por dia para se divertir é pesado para qualquer um de bom censo. Assim, todo aquele pescador, que tiver uma informação valiosa, deveria repartir com os amigos, pois além de incentivar o bom prestador de serviço "essencial" sobreviver, vai forçar pela mesma lei a fazer com que os maus se tornarem bons tambem. Se essa insdustria não para de crescer, vão acabar aprisionando os pescadores principalemente dos grandes centros a pesqueiros mais bem estruturados e com oferta de alguma aventura.

Muito legal você ter levantado este ponto. Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bora lá, vou colocar um outro lado da questão, vou generalizar, até porque não conheço a realidade de cada ponto, mas conheço a realidade de uma pousada no médio Xingú, ou seja, uma pousada a 200Km de terra de qualquer posto de combustível, de qualquer supermercado, de qualquer prestação de serviço de manutenção, e que só é acessível por avião em 3 meses do ano.

É mais do que natural o cliente fazer estes cálculos pra determinar custos e lucro, mas o custo geralmente é muito maior do que se pensa, vamos a alguns fatos quase nunca contabilizados:

1) 1 freatamento de combustível e comida em 200Km de terra custa R$ 2.000 num caminhão 3/4, e um fretamento atende no máximo 2 semanas; Este custo aumenta mais ainda o custo de uma gasolina que na bomba já é R$ 2,90 + óleo 2T, e quem trabalha sério compra óleo náutico pros motores não deixarem seus clientes na mão. Grupo gerador fica ligado com 1 ou com 200 clientes.

2) 1 construção que custa em média R$ 700,00/m2 na cidade, em um local hermo como o citado, com os fretezinhos acima citados custa nada mais, nada menos que R$ 1400,00/m2;

3) 1 frota condizente com o preço médio de R$ 3000,00/semana deve ser trocada com no máximo 2 anos de uso;

4) e estrutura (capital imobilizado) de uma pousada destas não se resume a uma porção de quartos e 1 refeitório, mas sim aos:

a) suítes dos clientes;

b) cozinha, despensa;

c) refeitório;

d) almoxarifado;

e) alojamento de funcionários;

f) demais edículas como rancho a beira d'água, passarelas, etc...

g) no mínimo 2 geradores

h) no mínimo 2, caminhonetes, 1 caminhão, 1 trator traçado e outros equipamentos...

Tudo isso demanda custo de funcionamento e de manutenção. Um detalhe ser ressaltado é que 1 visita de manutenção de ar condicionado split em local remoto como este custa R$ 400,00 para 1 aparelho e R$ 100,00 para cada aparelho adicional, sendo o fretamento do funcionário de responsabilidade da pousada

5) Como foi muito bem lembrado pelo Adhemar, e o período de defeso?? O guncionário custa a pousada seu salário fixo da mesma maneira. O diesel para funcionamento dos equipamentos e manutenção da pousada diminui, mas roda, manter estradas limpas, dar manutenção em rampas, tudo isto gasta diesel...

Aí Rubens, o cliente pode pensar, que se lasque quem gastou com estrutura e tem seu capital imobilizado, eu que não vou pagar por isto se tenho o barateiro que faz seu serviço parecido. Porém este barateiro certamente não te oferece o mesmo conforto, então como comparar o preço. O aventureiro não tem a continuidade na região, a garantia de estar sempre lá instalado e pronto a receber já as reservas para a próxima temporada.

Se isto acontece, logo vem um outro questionamento, AH SE AQUELE LOCAL TIVESSE UMA ESTRUTURA DESCENTE DE TURISMO DE PESCA?? Esta estrutura fixa só existe com o investimento imobilizado. Acho bacana que todos os pontos de pesca tenha opções diversas de prestação de serviços. Mas é muito importante saber diferenciar não só os preços, mas sim o serviço oferecido.

Outro detalhe, o cliente está mais exigente. Tente oferecer hoje em dia para qualquer cliente um motor 15hp, como todas as pousadas trabalhavam a 10 anos atrás. Isso não existe mais, nenhum cliente aceita mais isso. Mesmo que você tenha os pesqueiro a 5 minutos da pousada. Há ainda os barcos, com projetos específicos, com reforço, com plataformas e medidas cada vez maiores, e cada vez mais exigidas, ou seja, com o dobro do preço dos barcos de mercado.

Tem ainda vários outros pontos que posso citar pra diferenciar os serviços e a produtividade de pesca de um pacote, como por exemplo se trabalhar com grupos pequenos, intercalar ao máximo as semanas para dar "descanso"aos peixes, administrar as reservas de modo a conseguir operar com grupos que ocupem pelo menos 70% da capacidade e por aí vai, mas não vamos nos estender tanto.

Xande. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já que é para falar...

Já pesco há bastante tempo ( menos que alguns, contudo... ), e uma das coisas que hoje faço questão, é de que aquilo que me foi ofertado seja disponibilizado da forma como foi contratado ! Esse é um ponto que precisa, desde logo ser pré-estabelecido !

O que aparentemente se trata de uma coisa "óbvia" quase nunca acontece...

Assim sendo, entendo que qualquer esforço feito a título de pescaria fora do nosso ambiente cotidiano, e que envolva um planejamento, organização, comprometimento prévio, precisa ser devidamente correspondido com uma boa estrutura de serviços, para que "a preocupação" e o "desfrute" se restrinja especificamente "ao peixe" !

Claro que existem os menos exigentes, os mais aventureiros, os mais "mesquinhos", os que não se importam com o detalhes ( salvo quando estes atrapalham a pescaria ), e por aí vai...

Desta forma, e de modo geral, é preciso "RACIOCINAR" que estaremos usufruindo de tudo isso ( hospedagem, comida, serviços, equipamentos, guias, etc... ) por POUCOS dias, enquanto que o correto funcionamento de todo esse esquema precisa ser mantido por todo o período da temporada, ou mesmo no decorrer de todo o ano !

Para os que gostam de maior nível nos detalhes, PENSEM no processo de depreciação e disponibilidade das coisas que estão à disposição do pescador ao longo do tempo em que estarão usfruindo daquele serviço contratado ! Motores funcionando sem problemas, logística de abastecimento, serviços com os funcionários, etc... e quanto isso custa para ser mantido ao longo do ano, muitas vezes sem a demanda esperada... ( claro que só pensamos na temporada, e fora dela ??? )

Entendo, e concordo que muitos são aqueles que se aproveitam desse crescente interesse pelo esporte para tirar algum proveito, porém este proveito não chega a ser tão elevado quanto se pensa ser... Antes que pensem diferente, não possuo nem barco / motor, quanto mais qualquer interesse em empresas de pesca...

Vejo sim, em alguns locais, a mudança de comportamento de antigos pescadores profisisonais transformados em "guias de pesca", cuidando mais de preservação, assim como estruturas ofertadas com um grau crescente de conforto e serviços de alimentação que complementam aquilo que se busca ao se viajar ( e esses custos aéreos são caros ) em busca desse período "mágico" em que o que deve importar é o "peixe" e o tempo de conversa e degustação entre os amigos, onde as risadas e brincadeiras são essenciais !

Tudo isso tem um custo, e quanto melhor atendido se é, mais há de se usufruir desse período ! Como em todo lugar e atividade ( principalmente aqui no nosos País ), há muita propaganda que promete o que não pode cumprir, e com isso o que deveria ser algo de intensa satisfação, passa a ser algo de aborrecimento e arrependimento ! Por esse motivo ( principalmente ) é que o melhor a ser feito, é buscar com bastante antecedência informações sobre o Programa em que pretende se incluir, até para ver / saber onde / com quem é que estará "se metendo"...

Concordo com o Fabrício, ao analisar um custo diário de R$ 500 p/pescador num esquema de pesca onde TUDO está incluído, principalmente, botes, piloteiros, combustíveis, bebidas, dormida com ar condicionado, alimentação, e por aí vai...

Será que o "custo x benfício" de algo assim não estaria "de bom tamanho" ?

Por fim e sendo esta uma OPÇÃO PESSOAL, prefiro pescar MENOS, mas de forma completa, do que ficar "correndo atrás" de "jeitinhos" e coisas que deveriam acontecer, mas que "infelizmente", etc e tal...

:bompost:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se vc junta dinheiro por um certo tempo e paga um pacote de pesca e no final vc se sente satisfeito no meu ponto de vista foi um dinheiro bem gasto, agora se vc paga por algo e que no final vc fala (não foi como eu esperava) ai sim ja é um caso a se pensar para os próximos anos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pescar NÃO É caro.

O que é caro é pescar nos lugares consagrados, nos melhores pontos, os maiores peixes...

Por isso que pesco onde posso, nem que seja lambarí, jejejeje

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

De fato percebe-se que as maiores distorções estão aonde não devería ter, pois os lugares mais longes e mais caros como Amazonas/região tem preços

(quase) compatíveis com a logística, dificuldades e as características locais, mas ainda assim creio eu há sim uma gordura que pode ser perdida e isto só se dará se quem tem o poder de mudar (o consumidor) realmente usar sua força de negativa em aceitar e claro, a lei da oferta e da procura é e sempre será a baliza de tudo, e ainda assim a quem possa e tem condições de pagar

o que pedem e esteja se lixando para isto

.

Os points de pesca fóra da região amazônica ao meu ver é que são hoje

as maiores bolhas e tem gente querendo ganhar mais do que sería o justo

e enquanto assim agirem o meu suado dinheiro demorarão um pouco mais

para verem.

Voltei semana passada de Barcelos e tive a sorte de ter um decente e honesto piloteiro/guia que inclusive me levava junto com ele no barco para

abastecer e pagar o combustível, coisa transparente, mas...quantos fazem assim? (já tive o desprazer de ir em um lugar que tiveram a capacidade de me cobrarem 26 litros em um tanque que só cabía 24 e voltou ainda com pelo

menos 2 no reservatório)

Fiquei em esquema simples - acompanhado da minha mulher - em hotel "básicão", mas que tinha privacidade, banho, boa cama e tv por parabólica, como o obejtivo era a pesca e não o turismo foi bom demais e não tive que aturar (deve ser horrível) gente roncado - além de mim - peidos, coisas xulas, conversas altas quando deseja dormir e acordar cedo para....ir pescar!!! É claro que seu eu estivesse nadando em dinheiro ía sem receios no

melhor esquema possível e que o dinheiro pode comprar e pagar, mas como ainda estou na luta, o que economizo invisto em equipamentos de pesca e

outras pescarías, no fim acho que me darei bem.

Gastei muito pouco em relação ao que se pede para se fazer algo mais em esquema de bacana e confesso me senti muito bem em saber, perceber e constatar que é possível SIM pescar na região amazônica sem gastar muito.

Não fiz loucuras e tão pouco fui irresponsável me expondo a riscos desnecessários, ao final pesquei 4 dias, peguei alguns bons exemplares mesmo com cheia, conheci vários lugares de pesca, aprendi muito, tive experiências inesquecíveis, almocei no meio da mata, me distraí, relaxei.....foi bom demais!!!!! ....foi tão bom que antes de aqui postar estava na net comprando (e já comprei) passagens para ir DE NOVO para Barcelos (voo SP/Manaus/SP + Manaus/Barcelos/Manaus com taxas e tudo por R$ 1.600,00 para 2 pessoas) no fim de novembro e já acertei com Dadá que será novamente meu guia, além de já ter se tornado um amigo.

Até lá vou aprendendo mais, conhecendo mais e se Deus quiser terei uma fantástica pescaría!

Vamos ver como o mercado vai caminhar.....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×