Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fábio Neves

*** Pescaria de Piaparas no Rio São Francisco ***

Posts Recomendados

Pescaria de Piaparas no Rio São Francisco

Julho de 2010

Local: Ibiaí-MG

Onde Ficamos: Pousada Rural Nevada

Participantes: Fabio Neves, Élio Idalgo e Romildo (guia)

Durante um almoço de família, o meu tio Élio me falou que estava louco para pescar umas piaparas e que estava de folga nos próximos dias. Como também estava de férias, aceitei o desafio e decidimos buscar esta esportiva espécie.

O local:

A piapara tem corpo prateado com nadadeiras amarelas e três manchas negras na lateral. Pertence ao gênero Leporinus e está presente nas bacias do São Francisco e do Prata.

Imagem Postada

Ela habita locais de água limpa e corrente, e de preferência com fundo rico em pedras. Aqui em São Paulo temos algumas opções clássicas para a pescaria desta espécie, como o rio Paraná (Castilho-SP e Paulicéia-SP) e o rio Grande (Orandiuva-SP). Entretanto, devido ao clima frio optamos por tentar a sorte no Rio São Francisco, na cidade de Ibiai-MG.

Foram cerca de 680 km e sete horas de viagem em estrada bem conservada até Pirapora-MG, onde pernoitamos.

Imagem Postada

No dia seguinte foram mais 65 km até a Pousada Rural Nevada, o nosso ponto de apoio durante os três dias de pescaria. O grande diferencial desta estrutura é o trajeto percorrido exclusivamente em estrada asfaltada.

http://www.pousadaruralnevada.com.br/

Seguem abaixo os 3 pontos de pesca que exploramos, os quais eram basicamente corredeiras rasas e ricas em pedras.

Imagem Postada

A preparação:

Faziam mais de cinco anos que eu não me dedicava à pesca desta espécie, e não me lembrava do trabalho que dá a arrumação da tralha. Eu, um típico pescador de tucunaré, estou acostumado a comodidade de pegar os estojos de iscas artificiais e as varas com carretilhas e cair na estrada em cinco minutos. Só para vocês terem noção, vou descrever a pequena lista de apetrechos que utilizamos nesta pescaria.

Material de pesca:

Varas 12 a 17 lb, com ponta fina e sensível, porém com ação rápida nos 2/3 iniciais, para poder evitar que o bicho vá para as pedras. Uma maior para a pesca de espera (cerca de 6’) e outra menor para a prática da rodadinha (4,5’). É fundamental levar suporte para uma das varas e dispositivos salva-varas, os quais podem ser uma cordinha fina amarrada ao barco.

Imagem Postada

Carretilhas que comportem pelo menos 100 metros de linha multifilamento de 17 a 25lb. A modalidade da rodadinha exige a utilização de carretilha (ver técnica a diante). Já a de espera pode ser praticada com molinete sem prejuízo em relação à produtividade.

Linha multifilamento fina para ter pouco arrasto perante a correnteza, fazendo com que o chumbo chegue mais facilmente ao fundo. Além de mais fina a linha de multifilamento tem menor elasticidade, tornando o conjunto mais sensível à ação do peixe.

Esta linha dever ser conectada ao girador e este ao líder de fluorcarbono (35 lb) e, finalmente, ao anzol pequeno equipado com um encastoado de 3-4 cm de arame fino.

O chumbo deve ser esférico e de vários tamanhos, com o objetivo de se adaptar às diversas profundidades e velocidades da água. Ele deve correr livre na linha. Alguns pescadores utilizam um amortecedor de borracha entre o chumbo e o girador, evitando que o chumbo atrite contra o nó do mulifilamento.

Imagem Postada

Iscas: é fundamental a grande variedade de iscas, pois o peixe é bastante seletivo e o seu cardápio pode variar bastante de acordo com a situação de pesca.

arrow:: Salmão

arrow:: Milho cozido ou em conserva

arrow:: Coração de frango

arrow:: Minhoca

arrow:: Caramujo

arrow:: Polenta

arrow:: Salsicha (principalmente se estiverem ocorrendo ações de caranhas)

arrow:: Massa de pequi (a receita secreta do Tio Élio segue abaixo)

Para as iscas mais friáveis, como o salmão, o caramujo e a minhoca, aconselha-se o uso do Elastricot, dificultando a retida da isca pelo peixe.

Imagem Postada

O caramujo foi a isca de destaque em termos de tamanho de peixe, já o milho cozido e a massa de pequi em relação ao número de ações.

Imagem Postada

Imagem Postada

Receita da massa de pequi:

1 xícara de fubá

1 xícara de farinha de trigo

100 gramas de poupa de pequi

1 xícara de água

Misturar e sovar bem a massa, até ficar homogênea. Fazer pequenas bolinhas (ideais para o anzol a ser utilizado) e cozinhar em água fervente por cerca de 5 minutos (até boiar na panela). Guardar em recipiente arejado, misturado com um pouco de fubá de milho.

Ceva:

Imagem Postada

Diariamente utilizamos a seguinte proporção:

10 kg de milho cozido

2 kg de quirela de milho

2 litros de sangue bovino

Mistura-se tudo e dispensa-se através de canhão cevador, como o ilustrado abaixo.

Imagem Postada

Além disso, levamos cadeira, poita de metal, galões para poder líberar a poita e o cevador no caso de precisar soltar o barco (peixe grande), guarda-sol, passagua, caixa geladeira e motor de popa.

A técnica:

Existem duas técnicas básicas para se pescar a piapara: a espera e a rodadinha.

Para a prática da espera se utiliza um saquinho de papel biodegradável para carregar a chumbada. O conjunto bóia até o ponto desejado, quando se deve dar um puxão na linha e deixar a chumbada afundar. Esta vara fica no porta-vara até que o peixe realize uma ação. Para que o pescador tenha tempo de fisgar o peixe, deve-se utilizar iscas mais duras nesta modalidade, como o coração de frango e o caramujo.

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1521.jpg

A rodadinha consiste em varrer o fundo do rio, utilizando-se a força da correnteza. Ela exige bastante atenção e sensibilidade do pescador para poder sentir o momento exato da ação do peixe.

Esta ilustração do número 166 da revista Pesca e Cia sintetiza bem a técnica.

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/Untitled-1.jpg

O resultado:

A água extremamente fria e o vento constante atrapalharam bastante o resultado da pescaria. Foram capturadas cerca de 20 piaparas em três dias de pesca. Perdemos vários peixes de bom porte. Alguns procuraram as pedras e o material não resistiu, e outros que foram literalmente roubados pelos dourados durante o trabalho de captura. Seguem algumas fotos:

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1543.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1541.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1540.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1538.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1537.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1524.jpg

Este foi o troféu da pescaria, pesando cerca de 3 kg (6,5 lb), o qual foi fisgado na modalidade de espera com caramujo inteiro. A isca estava a mais 50 metros do barco e o peixe tomou mais de 30 metros de linha na primeira corrida, nos obrigando a soltar o barco, visto a iminente falta de linha na carretilha.

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1527.jpg

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1528.jpg

Concluindo:

A pescaria de piapara é modalidade extremamente técnica e esportiva, necessitando grande adaptação do pescador às condições de pesca e a atividade do peixe.

Mas que eu prefiro o estouro de um tucunaré na superfície eu prefiro... sem dúvida!! surtei::

http://i259.photobucket.com/albums/hh315/fabioneves/IMG_1531.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas que eu prefiro o estouro de um tucunaré na superfície eu prefiro... sem dúvida!!

UFA!!! Achei que estava trocando de time!!!!

Boa Fabião, parabéns pela pescaria.

bela piapara aquela de 3 kilos!!

e sem comentar na aula que vc postou, as ferias te fizeram bem!!!

abços!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha o Fabão anda gostando de pescar no Velho Chico em...

Cara que piapara chique, imagino um peixe desse na pesca de barranco deve ser quase impossivel de tirar dagua...

Agora o relato esta muito top, uma verdadeira aula de pesca de piaparas, acho que deveria ir para os melhores do forum, uma consulta pra quem quiser entrar pro ramo.

Agora vc não levou nenhuma isca pra pegar uns douradinhos???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

VINI

Uma vez afetado pelo Bait Casting, não tem mais volta!

Teve uma hora que estávamos em 5 barcos num ponto pescando piapara. Do nosso lado tinha pai e filho. De repente o moleque alopra com o pai e começa a pinchar isca de superfície (zara, popper e hélice), as quais raramente capturam dourados. Perguntei pra ele o era aquilo e ele me falou que era protesto, porque queria ter ido para 3 Marias pescar tucunaré!!!

:gorfei: :gorfei:

Imagem Postada

Wellington, Ícaro, Airton e Adão

Obrigado pelos comentários. Também me lembrei da infância, pescando em corrégo com varinha de bambú.

Tchedu e Poppozão

A pressão de pesca sobre os dourados está gigante naquela região. Só para ter idéia, o quilo do bicho no açougue de Ibiaí custa entre R$ 20,00 e R$22,00 (baixa oferta).

Você tem de navegar desviando dos anzóis e redes armados para pegar o bicho.

Vi apenas duas capturas de dourados pequenos, rodando o barco com isca viva (tuvira).

O melhor point para o dourado é a região de São Romão, perto da barra do Paracatu, mas duro é enfrentar os quase 100 km de terra.

Diego e Tiago

Acho que a cor estava destacada devido ao baixo nível do rio. Observei fenômeno semelhante com o tucunaré amazônio (rio cheio = peixe sem cor)

Felipe

Você não precisa de tutorial para tucunaré... Você já é PhD no assunto.

Vê se anima e monta um para nós!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

FÁBIO, quem não sabia pescar Piapara com esta Enciclopédia aprendeu, grande editorial!

Agora não dá para ir no Velho Chico e não tentar um dourados, não dá, eu faria igual ao moleque, ia ficar treinando arremesso com artificiais.

Costumava pegar Piaparas no Rio Batalha, afluente do São Marcos na divisa de Minas-Góias 80 Km após Cristalina.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nó, mas que show de cores destas piaparas hein Fábio, puuuuuuutz, muito chique!!! praia::

Esperinha das mais bacanas!! Show!! Sem contar que é a pescaria top pra pinguinha hein... Pena que tú não toma, kkkkkkkkkkk... :gorfei: :gorfei:

Bração meu irmão, a propósito, sua isca já deve ter seguida... heheheh... Levantadeira de trairão! diabo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas que eu prefiro o estouro de um tucunaré na superfície eu prefiro... sem dúvida!!

UFA!!! Achei que estava trocando de time!!!!

Boa Fabião, parabéns pela pescaria.

bela piapara aquela de 3 kilos!!

e sem comentar na aula que vc postou, as ferias te fizeram bem!!!

abços!!

:gorfei: :gorfei: :gorfei: Vini....ia comentar a mesma coisa....brincadeira Fabão...rs

Agora que aula de como pescar essa espécie muito esportiva, lembrei dos meus tempos de adolescência...rs

Abraços e parabéns pelo excelente relato!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabião,

Realmente uma aula de pesca da piapara. Também me fez lembrar das minhas primeiras pescarias.

Parabéns pelo excelente relato.

Grande abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapais..... uma pescadinha dessas eu num injeito não..... é claro que o bait é muito mais emocionante, mas uma pescadinha de ceva, pescar com vara lisa, molinetinho ultralight pros lambaris..... num injeito não.

Show de aula Fabão.... tá chegando a temporada do Velho Chico aqui em 3 Marias.... vambora?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belo topico,muito didatico!

Essa piapara da bacia do chico é uma espécie diferente da que ocorre na bacia do prata.

No Rio Paracatu,os ribeirinhos e até a policia ambiental falam que essa espécie se chama piau verdadeiro.

Parabens!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...