Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Eufrásio Tracajá

Falecimento de Denis JAPA Ishikawa - alerta para uso de colete.

Posts Recomendados

Prezados

 

Não sei se já foi comunicado aqui no forum, mas faleceu Denis JAPA Ishikawa, que era usuário do Caterva, num capotamento de barco na quarta-feira (10/09) por volta das 9h30, na Barra do Una, em Peruíbe, no litoral de São Paulo.

Pelo que foi informado os pescadores (02 - um dos quais ainda desaparecido) e o guia estavam sem colete salva vidas, numa zona da foz do rio, onde é comum a ocorrência de correnteza, ondas grandes e redemoinhos.

Fica o alerta para quem pesca em áreas semelhantes sobre a necessidade do uso do colete salva vidas.

Meus sentimentos aos familiares.

links abaixo:

 

http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/09/embarcacao-com-tres-pescadores-vira-e-uma-pessoa-morre-em-peruibe.html

 

http://globotv.globo.com/tv-tribuna/bom-dia-sao-paulo-tv-tribuna/v/barco-vira-com-tres-pessoas-em-peruibe-sp/3622237/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Denis era um grande amigo e parceiro.

 

Uma nota muita triste e realmente um alerta. Sempre achamos que com "nós", não pode acontecer, mas um pescador muito próximo e amigo acabou perdendo a vida.

 

Novamente nossos sentimentos para a família e alerta para os pescadores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O Denis era um grande amigo e parceiro.

 

Uma nota muita triste e realmente um alerta. Sempre achamos que com "nós", não pode acontecer, mas um pescador muito próximo e amigo acabou perdendo a vida.

 

Novamente nossos sentimentos para a família e alerta para os pescadores.

Eu não o conhecia pessoalmente, mas a metade das minhas iscas japonesas foi comprada dele.

Sempre muito cortês e honesto.

Morreu na flor da idade. Uma grande pena.

Que pelo menos tiremos dessa perda a lição de sermos mais rigorosos com os itens de segurança.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente, é uma pena que o colega tenha ido assim...

Sobre segurança, talvez por insegurança minha, esta é a minha primeira preocupação. Toda a família aqui tem colete salva-vidas.... Nem pensar andar sem...

Lamento. Não conhecia o colega, mas vi que era uma pessoa bem querida por todos... Espero que ele esteja se recuperando bem...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meus sentimentos a vossa família, que DEUS esteja sempre com vocês, e que ele siga pela luz e tenha muita paz em sua nova jornada espiritual!

 

 

Que assim seja!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite pessoal,

 

Tive a sorte de conhecer o Denis pessoalmete e lamento muito a sua passagem tão rapida aqui entre nós.

 

Espero que sirva de alerta pra mim e para os amigos pescadores.

 

Abs,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa noite pessoal,

 

Tive a sorte de conhecer o Denis pessoalmete e lamento muito a sua passagem tão rapida aqui entre nós.

 

Espero que sirva de alerta pra mim e para os amigos pescadores.

 

Abs,

Renato e demais amigos

O grande ensinamento que fica duma ocorrência dessa é aumentar o nosso padrão de segurança.

Quantas vezes alguns de nós já enfrentou marolas altas e vento forte pra não esperar 1 ou 2 horas?

Quantos barcos de pesca que vcs conhecem / usam não tem coletes?

Acredito que é um bom momento pra refletir sobre imprudências que cometemos às vezes.

Grande abraço a todos.

E nossos pêsames aos familiares.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente é lamentável. Comprei muitas iscas dele. Trocamos mensagens inúmeras vezes. Fica o alerta: colete é para ser usado, quando nos encontramos navegando.

Esta semana eu estava pescando no Rio Negro - AM,  e é comum os pescadores não usarem o colete salva vidas por lá. Solicitei ao piloteiro que providenciasse um colete pra mim. A gente percebe que eles não acreditam que alguma coisa possa acontecer. 

 

Fica aquí meu abraço de pêsames à família. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

colete sempre, esteja num simples laguinho artificial dentro de um rancho ou numa represa, rio, mar, etc.

 

mesmo sabendo nadar e muito bem (como acredito ser a maioria de todos nós), o colete é fundamental, pois quando acontece um acidente, o desespero é enorme, nisso acontecem problemas , fora que algo pode bater, voar , machucar qualquer um de nós com extrema facilidade. 

 

Uma coisa é voce pular pra agua e nadar até margem, mesmo que esteja há alguns km de distancia, isso é algo programado e pensado, seu corpo reage naturalmente, outra é um acidente é completamente diferente.

 

Enfrentei uma quebra do casco na parte que entra agua pro viveiro em pleno rio, quando percebemos em algo próximo de 45 segundos tudo boiava dentro do barco e estávamos há  menos de 2 cm de naufragar, por sorte conseguimos chegar a margem, fizemos um conserto provisório, voltamos ao rio e 2 minutos depois o conserto se rompeu, novamente o barco inundou, tralha boiando, e a diferenca entre a agua entrar e nao era apenas o lugar q se sentava. É tudo muito rápido e o cagaço é enorme, nessas horas dá caimbra, o corpo não reage, o medo supera a razão. 

 

colete sempre, mesmo com o colete se perde a razão ao se deparar com um acidente, o controle é quase nulo, passamos a instinto e muitas vezes o instinto não é o mais assertivo... 

 

Uma pena o amigo aí falecer e o outro tambem pelo visto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mais um caso...este aconteceu sabado , dia 20/09/2014 , o Dick postou no Face , estou apenas repassando :

 

Ontem o mundo da pesca escureceu um pouco mais triste. Até o momento tempos poucas novidades porém nosso amigo Jefferson (Chaveiro) continua desaparecido nas águas do Lago de Itaipu.

Pelo final da tarde de ontem, quando retornava com seu filho adolescente da pescaria de fim de semana, bateu em um toco. Parou o barco e verificou se estava tudo certo, e continuou navegando. Logo depois o barco deu uma guinada e lançou os dois de cima do barco, sendo que o Jefferson cortou a cabeça e desmaiou. Seu filho conseguiu voltar ao barco e sem direção do motor (quebrou, e por isso a guinada), ficou no motor elétrico tentando buscar seu pai. Infelizmente o mesmo afundou e o filho não conseguiu mais encontrá-lo.

O menino voltou para o clube somente no motor elétrico e avisou ao pessoal para que pudessem retornar ajudar.

As buscas iniciaram imediatamente, e até hoje as 11 da manhã, mesmo com a ajuda dos bombeiros o corpo não havia sido encontrado!

Peço a todos os amigos orações para este nosso amigo que participava sempre na comunidade da pesca, pescando em torneios e nos grupos, sempre muito atencioso e brincalhão. Particularmente, era cliente da minha loja e um amigo. Orem pois mesmo que as chances de encontrá-lo vivo sejam mínimas, talvez seja possível!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Da mesma forma que hoje entramos no carro e colocamos o cinto de segurança, quando eu entro no barco já coloco o colete salva vidas. Eu só tiro quando saio da água. Pesco de colete, mesmo sabendo nadar. Eu peso cerca de 90kg, imagina cair na água e desmaiar, é difícil colocar no barco novamente com esse peso.

Enviado do meu Moto G usando Tapatalk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lamentável o ocorrido.

Meus sentimento aos familiares e amigos do Denis.

Vez por outra temos noticias destes infortúnios. É hora de aprender a lição.

Eu já a prendi. A questão de uns 4 meses pescando na represa Sergio Motta em Anaurilandia, no 

meio das pauleiras o barco bateu num pau submerso. Eu rodopiei no barco e cai na água...fui até o fundo.

Como estava muito frio eu estava vestido como casca de cebola....não foi fácil subir novamente a superfície.

Serviu a lição. Chegando em casa comprei no Ebay um colete Mutang auto-inflável, leve e confortável.

Hoje o uso o tempo todo.

Gastei umas 600 dilmas mas me sinto seguro.

Valeu a aquisição.

Se pensarmos que a vida não tem preço...o investimento vale e sobra troco.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lamentável o ocorrido.

Meus sentimento aos familiares e amigos do Denis.

Vez por outra temos noticias destes infortúnios. É hora de aprender a lição.

Eu já a prendi. A questão de uns 4 meses pescando na represa Sergio Motta em Anaurilandia, no 

meio das pauleiras o barco bateu num pau submerso. Eu rodopiei no barco e cai na água...fui até o fundo.

Como estava muito frio eu estava vestido como casca de cebola....não foi fácil subir novamente a superfície.

Serviu a lição. Chegando em casa comprei no Ebay um colete Mutang auto-inflável, leve e confortável.

Hoje o uso o tempo todo.

Gastei umas 600 dilmas mas me sinto seguro.

Valeu a aquisição.

Se pensarmos que a vida não tem preço...o investimento vale e sobra troco.

Parabéns pelo aprendizado e obrigado por ajudar a divulgar o tema da segurança.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo aprendizado e obrigado por ajudar a divulgar o tema da segurança.

Segurança é tudo Eufrásio.

 

Nós Brasileiros temos o hábito de não levar a sério isso e as tragédias acontecem mesmo.

A pouco mais de um ano na mesma represa que eu cai ocorreu uma tragédia com a morte 

de um pescador esportivo.

 

Lá é frequente ventos e ondas de mais de metro. Por imprudência do pilongueiro que ficou a deriva 

por falta de combustível uma onda virou o barco e o pessoal só foi resgatado 24h depois. Um dos 

pescadores não resistiu tanto tempo e acabou morrendo.

 

A maioria de nós gasta fortunas em carretilhas, iscas, linhas etc e não investimos um centavo na

segurança pessoal.

 

Fica o alerta a todos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Segurança é tudo Eufrásio.

 

Nós Brasileiros temos o hábito de não levar a sério isso e as tragédias acontecem mesmo.

A pouco mais de um ano na mesma represa que eu cai ocorreu uma tragédia com a morte 

de um pescador esportivo.

 

Lá é frequente ventos e ondas de mais de metro. Por imprudência do pilongueiro que ficou a deriva 

por falta de combustível uma onda virou o barco e o pessoal só foi resgatado 24h depois. Um dos 

pescadores não resistiu tanto tempo e acabou morrendo.

 

A maioria de nós gasta fortunas em carretilhas, iscas, linhas etc e não investimos um centavo na

segurança pessoal.

 

Fica o alerta a todos

::tudo::  ::tudo::  ::tudo::  ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×