Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Bete

Gnatostomíase no Brasil – Relato de só 1 caso - é que n

Posts Recomendados

Não sei se essa é a sala, qualquer coisa coloquem no sala certa.

Gnatostomíase no Brasil – Relato de só 1 caso - é que não nos conhecem !!!!!

Vou relatar nossa experiência com essa gnatostomíase é parasitose endêmica em alguns países asiáticos, causada pela ingestão da

larva do nematódio Gnathostoma sp.

Sempre escutamos sobre os bichos que tem na carne do Tucunaré, e todos diziam não haver problemas eu penso que de fato não tem, mas em um ano o Marco voltou com uma Lesão eritemato-edematosa localizada no quadrante inferior direito do abdômen e muitos outros clientes e amigos também.

No ano passado o Léo voltou assim também, e nesse ano o Dr. Mauro que é um cliente que viajou conosco por 8 anos disse que tinha um medicamento que resolvia, ele havia pesquisado com uma colega, pois ele também retornou da pescaria com isso e seu filho André também.

Eu acho esse post interessante e que todos possam estar atentos a isso.

No Brasil devem ter milhares de casos, mas nunca vamos ao médico ou quando vamos o mesmo não tem conhecimento de tal parasita.

http://www.google.com.br/search?hl=pt-B ... =&aq=f&oq=

Nessa matéria do Google, mostra fotos com as lesões e maneira como essa parasita se mostra.

Gaste 5 minutos e saiba tudo sobre a Gnatostomíase é muito importante.

um abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uhmm....interessante Bete...sempre duvidei q aqueles bichinhos fizessem mal a alguém...hehe..

Já li algumas páginas da doença, e continuo estudando.

Vlw a dica... ::tudo::

E aí....como a turma reagiu ao tratamento????

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uhmm....interessante Bete...sempre duvidei q aqueles bichinhos fizessem mal a alguém...hehe..

Já li algumas páginas da doença, e continuo estudando.

Vlw a dica... ::tudo::

E aí....como a turma reagiu ao tratamento????

Fabricio, o Marco já voltou com esse bicho mais que uma vez, ele fica andando dentro do corpo.

O Léo também fica horrível igual as fotos da matéria.

O Dr. Mauro acabou descobrindo o remédio e da resultado.

Mas sempre que vamos agora, temos pedido para ninguém comer sashimi no barco e sim deixar o peixe no gelo.

Mas nem assim eu como mais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caramba... sashimi de tucuna assado não dá pedal... raivinha::

Pelo jeito os relatos de ocorrências no Brasil ainda são raros... mas já tô com a pulga atrás da orelha... chorei::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Talvez seja interessante eu narrar uma experiência que tivemos.

Em 2004 eu estive na Pousada Mantega (rio Teles Pires) com mais 7 parceiros.

Lá comemos, dentre outras coisas, sashimi de Tucunaré e de Corvina.

No dia seguinte do nosso retorno, toda a turma começou a sentir fortíssimas dores no estômago.

As dores eram tão fortes que três de nós chegaram a ser internados no hospital.

Eu não cheguei a ser internado mas tomei analgésico derivado de morfina para aliviar as dores.

Cada um de nós foi em médico/hospital diferente e nenhum médico soube precisar o diagnóstico.

O meu médico chegou a desconfiar de contaminação por mercúrio mas o exame de sangue afastou essa possibilidade.

As dores duraram quase 1 semana.

Será que foi essa tal Gnatostomíase ???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho bom mesmo Magrelo.

Sashimi com peixe de água doce estou fora!

E peixes dos canais de Cananéia também!!

Nada como um bom atunzinho filetado com suco de laranja.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caramba... sashimi de tucuna assado não dá pedal... raivinha::

Pelo jeito os relatos de ocorrências no Brasil ainda são raros... mas já tô com a pulga atrás da orelha... chorei::

Rogério só tem 1 caso relatado no Brasil, mas eu conheço inúmeros, no ano passado o Dr. Mauro descobriu o remédio, pois todo ano alguém voltava com o problema, mas agora todo mundo esta esperto no grupo.

Talvez seja interessante eu narrar uma experiência que tivemos.

Em 2004 eu estive na Pousada Mantega (rio Teles Pires) com mais 7 parceiros.

Lá comemos, dentre outras coisas, sashimi de Tucunaré e de Corvina.

No dia seguinte do nosso retorno, toda a turma começou a sentir fortíssimas dores no estômago.

As dores eram tão fortes que três de nós chegaram a ser internados no hospital.

Eu não cheguei a ser internado mas tomei analgésico derivado de morfina para aliviar as dores.

Cada um de nós foi em médico/hospital diferente e nenhum médico soube precisar o diagnóstico.

O meu médico chegou a desconfiar de contaminação por mercúrio mas o exame de sangue afastou essa possibilidade.

As dores duraram quase 1 semana.

Será que foi essa tal Gnatostomíase ???

No pessoal que esteve conosco, ninguém foi internado, mas já voltaram com muita diarréia e vomito.

Agora que o bicho é estranho é.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ainda bem que no "Sashimi Caipira" que fazemos na beira do rio não tem esse problema...pois além do suco do limão "cozinhar" o peixe, ainda usamos (além de outros ingredientes) o Wasabi e o gengibre ralado...estes 2 ingredientes tem efeito bacteriológico, além de dar um ótimo sabor no Sashimi.

...Dizem tbem que congelar o pescado por 48 Hs mata estes vermes...mas fazer sashimi de peixe congelado é uma heresia...além de tirar o sabor e a consistência do peixe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Valeu pela dica e o alerta Bete! Já havia pensado na possibilidade, mas nunca quis acreditar nisso rs.

Há uns anos atrás fui à SM e o pessoal do grupo pegou um tucuna de uns 5kg p assar. Critiquei eles por causa do tamanho, mas o bicho ja tava morto. Fui dar uma olhada no peixe que estava no isopor e encontrei umas larvinhas "nadando" dentro do olho do bicho. Agora, imagino que parasitas sejam menos frequentes em peixes de no máximo 2kg. Na dúvida... Só assado mesmo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bete,

a informação é muito importante.

Agora uma pergunta:

O trairão da região amazônica, tem um verme que fica abaixo da pele, chegando na carne branca. (passa a escama, a pele, e ele fica logo abaixo da pele).

Será que é o mesmo ? Ele é visível a olho nú, parece uma "lombriguinha".

[]´s

André

Não sei se essa é a sala, qualquer coisa coloquem no sala certa.

Gnatostomíase no Brasil – Relato de só 1 caso - é que não nos conhecem !!!!!

Vou relatar nossa experiência com essa gnatostomíase é parasitose endêmica em alguns países asiáticos, causada pela ingestão da

larva do nematódio Gnathostoma sp.

Sempre escutamos sobre os bichos que tem na carne do Tucunaré, e todos diziam não haver problemas eu penso que de fato não tem, mas em um ano o Marco voltou com uma Lesão eritemato-edematosa localizada no quadrante inferior direito do abdômen e muitos outros clientes e amigos também.

No ano passado o Léo voltou assim também, e nesse ano o Dr. Mauro que é um cliente que viajou conosco por 8 anos disse que tinha um medicamento que resolvia, ele havia pesquisado com uma colega, pois ele também retornou da pescaria com isso e seu filho André também.

Eu acho esse post interessante e que todos possam estar atentos a isso.

No Brasil devem ter milhares de casos, mas nunca vamos ao médico ou quando vamos o mesmo não tem conhecimento de tal parasita.

http://www.google.com.br/search?hl=pt-B ... =&aq=f&oq=

Nessa matéria do Google, mostra fotos com as lesões e maneira como essa parasita se mostra.

Gaste 5 minutos e saiba tudo sobre a Gnatostomíase é muito importante.

um abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bete qual remedio e recomendado?????

voce cita que tem um remedio mais qual e o remedio?

Vou falar para ela Adhemar e ela liga para o médico e pega o nome do remédio, mas a coisa não é legal mesmo.

Marcão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bete qual remedio e recomendado?????

voce cita que tem um remedio mais qual e o remedio?

Adhemar, eu mandei um e-mail para nosso amigo, ele é médico veja o que ele escreveu:

Beth

é Ivermec (Ivermectina) 2 compr. dose única.

não apareceu mais nada depois desse trabalho e também não vi mais nenhum caso; também todos ficaram com medo e não comeram mais sashimi de tucunaré lá no Araguaia.

Em Sta Fé continuamos a comer e nunca apareceu nada

Em anexo mando novamente o trabalho e lembrando que se recidivar com ivermectina tem outro medicamento, mas tem que tomar por 21 dias.

Todos nós fomos curados só com Ivermec.

Tem uma médica do RJ. que continua estudando isso.

Abr.

Bete

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ih rapá!!! Tem que tomar uma cajibrina de Januária pra matar esses bichos aí!!!! :gorfei: :gorfei:

Brincadeiras à parte, esse negócio é sério mesmo!!!! blink::

:gorfei: :gorfei: :gorfei: É sério mesmo, o Léo já voltou bichado, e o Marco também. Do grupo de um amigo nosso, vários foram hospitalizados.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...