Ir para conteúdo

Rafael Takahiro

Membro
  • Total de itens

    78
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    4

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Fabrício Biguá em TOCANTINS 2020 - Lago do Peixe e Rio Tocantins - A 1 vez de um iniciante nos rios e lagos!   
    Turma, boa noite!
    Espero que estejam todos se cuidam, da saúde física e mental nessa pandemia. Não está fácil pra ninguém, sorte de quem tem um hobby como esse e pode se apegar a expectativa de futuras pescarias ou tem boas lembranças de uma pescaria passada, como essa que vou relatar!
     
    Ano passado não foi fácil, pra quem trabalha com eventos como eu.

    Em 4 amigos, sendo que um nunca havia arremessado uma carretilha, partimos pra Tocantins, Pousada Rancho do Kojak, com a promessa de uma grande experiência.
    Como tbm me considero iniciante, pesco em rios há menos de 6 anos, sempre tento levar amigos que não pescam em minhas aventuras, acredito que a pescaria pode transformar realidades, descansar a cabeça e proporcionar experiências inesquecíveis.
     
    Combinamos de pescar 5 dias, sendo 2-3 dias no lago do Peixe-Angical e 2-3 dias no rio Tocantins, sendo minha segunda vez nessa pescaria viciante que é das Cachorras na superfície.
     
    Ano retrasado pesquei 1 dia e meio no rio e como só tinha levado equipamento leve (14lbs), sofri demais nas Cachorras e Bicudas, não consegui embarcar quase nenhuma, na vdd só uma, dessa vez levei varas de 17 e 20 lbs também.
     
    A expectativa da turma era grande, iam Cocão e Akira, já pela 2 ou 3 vez no Kojak comigo e o Raffa Igor, que pescaria pela primeira vez em rios e lago, e a primeira vez com carretilha. Por ser mais próximo do Igor, fui a dupla dele nos 5 dias!
     

     
    1º dia -  já fomos pro rio, que estava seco. As notícias no lago também não eram muito boas, muito seco e peixe manhoso, mas quanto mais difícil, mais legal, né?
     
    Meu amigo logo no começo, já pega o jeito da carretilha, como não tem vícios, muito fácil aprendizado! Ele opta pela hélice e meia água enquanto bato as popper e sticks/zara.
    Logo no primeiro ponto, nos primeiros arremessos, já estoura na corredeira uma bela cachorra larga! No Popper da Yara e garatéias reforçadas! Briga boa, olho pro céu e agradeço a Deus e a família por estar ali. Só eles mesmo!
     

     
    Poucas ações, e bate peixe que acaba não entrando ou ficando na garatéia, normal pra cachorras e bicudas.
     
     
    Num ponto de bicudas, estoura uma enorme na Hélice dele, que trava, fica sem ação, não enrolava, nem mexia na vara, parecia o piripaque do Chaves, o peixe salta, vem na direcção do barco e escapa......aaaaaaaaaaaaaah, o primeiro susto dele.....hahaha, muito bom e as pernas tremiam. Estava picado pelo bichinho da superfície. Da artificial. Do rio. Da viagem pra pesca (Até então ele só pescava em pesqueiro).
     
    Mudamos de ponto e meu amigo de isca, como era primeira vez com artificiais, esse primeiro dia, fiz questão dele experimentar todo tipo de isca, ´ra não se acomodar na meia água, afinal, eu queria ele experimentando a explosão de superfície. Ele batendo uma zara da Heddon que ele comprou no escambo sem conhecer, estoura uma caranha que bate duas vezes, toma linha, abre a garatéia e escapa.....hahaha, o menino estava doido! E eu doido tentando entender uma caranha numa zara! 
     
    Eu insistindo num remanso atrás de uma pedra e um baita estouro no popper, briga limpa, força, mas não era Cachorra, nem bicuda, nem apapá, um belo azul, briguento e forte veio pra foto!

     
    Das 10h até umas 15h, as ações foram devagar, almoçamos tranquilos, meus parceiros n tinham conseguido embarcar nada e meu parceiro estava ansioso. Sua hora ia chegar!
     
    Fim do dia já, braços cansados de bater hélice, mais recolhia que trabalhava....rsrs, e estoura uma bicuda enorme! Dessa vez ele firma, briga, vamos descendo a corredeira, adrenalina a mil!!! Abre freio, fecha, segura, dá ponta de vara, levanta, troca de lugar, vai pro fundo do barco e finalmente, ela cansa e vem pra foto! Olha o tamanho da Bicuda! Imaginem a força desse bicho no meio da corredeira. Fiquei muito feliz com isso! E reparem na marca de ataque de peixe no dorso dela, pqp, imagina!
     

     
    Dia 2 - Lago do Peixe
     
    No segundo dia, iríamos pro lago, onde as notícias não estavam boas entre os outros pescadores da pousada. Mas a gente queria mesmo era achar uns cardumes e fazer meu amigo se divertir nos tucunarés! E bóra treinar ele na zara e stick!
     
    Realmente bem poucas ações, muito quente, peixes batiam pra afugentar e difícil definir padrão de alimentação dos azulões.
     
    De manhã só umas 2 ações, Arremesso num raseiro de, no máximo 30cm, e uma estoura na minha bonnie, ele cobre (sim, o bicho até cobrindo já estava com a zara dele) e pega tbm! Dublê!!!!! Não eram grandes, mas a satisfação que tive ao pegar esse dublê com ele é imensurável!!!
     

    Primeiro tucunaré da vida do Raffael!
     
    Bem poucas ações no dia, mas foi bom pq treinamos muito as ações das iscas pra ele ficar acostumado!
     
    Fim do dia, despretenciosamente arremessando pro meio do lago uma pop queen que eu nunca tinha usado, já que mal usava popper (comecei nas cachorras), estoura uma bela azulona!!
     

     
    49cm, mas brigava como um 60tão! rsrsrs, como diz o Beiçola, nosso piloteiro, não importa o tamanho, mas como a gente pegou o peixe!
     
    Dia difícil, mas show de dia!
     
    Dia 3 - Era rio de novo! Estava melhor lá, optamos por ir pro rio e a outra dupla ficou no lago!
     
    Agora sim, devidamente treinado, era dia do Raffa aproveitar melhor a pescada!
     
    Dia beeeem dificil também, insistimos na superfície, tivemos poucas ações, num ponto de Cachorras, consegui o meu trofeú da viagem, num popper antigo da Zagaia, que ganhei!
     

     

     
    83 cm de emoção! Cara, nunca pesquei um açu, mas será que a briga é tão boa quanto de uma cachorra dessa na corredeira?

    Mudamos um pouco pra meia água, o Raffa embarcou uma piranha preta....rsrs, jogou no meio dos rebojos das Cachorras e entrou uma! 
    Como era tudo novo pra ele, nos divertimos!!!
     
    Fim do dia, batendo a tal da famooosa Pop Queen, mais stickando que poppando, estoura um belo peixe na minha linha!
     
    Briga surreal, muita força e velocidade!
     

     

     
    Não medimos a bicuda, pq ela ficou muito estressada e estávamos com medo de perde-la. Solta com sucesso.
    Mais um dia de muito aprendizado!
     
    Tínhamos mais dois dias e eu e o Raffa decidimos fazer mais um dia no rio e um no lago, no último dia.
     
    Dia 3 - Queríamos ir atrás dos lindos e esportivos apapás, também conhecidos como douradas. Não tínhamos visto nenhum cardume nos dias anteriores....mas queria pegar!
     
    Dia bem difícil também, muitos arremessos e poucas ações, e muita escapada também!
     
    Logo cedo, encaixei uma bela cachorra, minha terceira na viagem, média de 1 por dia, fiquei bem satisfeito, pq foi tudo na superfície!
     

     
     

     
    Pensa na briga boa de ter com peixe!!!!
     
    Avistamos alguns cardumes de apapás, mas estavam dificil, no jig tinha bastante ação, mas perdi meu único jig de 15g numa ação na corredeira e ne vi a cara do peixe!
     
    Fomos num ponto diferente, mais profundo, não via pedra, nem ponto de referência nenhum, até brinquei que parecia ponto de corvina....batendo stick e popper pros dois lados do barco, estoura uma apapá gigante na minha Pop Queen!!! Briga demorada, nunca tinha visto desse tamanho, na minha última eram apapás de, no máximo, 50cm.
     

     

     
    As fotos ficaram horríveis, uma pena, mas eu guardo na memória essa briga!
     

     
    72 cm de Apapá!!! Sé looooco!
     
    Fim do dia ainda fomos premiados com outra bitela apapá do meu parceiro, que definitivamente, ficou alucinado!
     

     
    Bitela também de 69cm!
     

     
    Eu peguei mais uma, logo depois da dele, menorzinha, mas saltou demais!!!
    Aaaah, o rio Tocantins, soltamos todos os peixes, espero que vcs sempre preservem esse templo sagrado!
     
    Estávamos mais que satisfeitos com a pescaria no rio! Raffa estava cheio de adrenalina, faltou a cachorra dele, mas não vai faltar oportunidade! Pegou piranha, bicuda, apapá e teve ação até de caranha na superfície!
     
    Dia 5 - Último dia era hora de relaxar no lago do peixe e tentar pegar o maior da viagem, já que não tinha saído nenhum azul maior de 50cm.
     
    De manhã, poucas ações, meu amigo engatou um trick na hélice (ele viciou em pescar de hélice haha).
     

    Trickão abusado!
     
    No almoço, meus amigos relataram que tinham pego um de 60cm e perdido mais dois ou três do mesmo porte, sendo que um levou jig e outro Bonnie limão dos parceiros....tristeza e felicidade juntos!
     
    Piloteiros ganhariam uma caixinha a mais pelo maior azulão, então meu piloteiro Sorriso (Kezin) ficou doido!! Disse que pegaríamos um maior, mesmo quase sem ação até dos tricks, e todos os dias que pesquei com ele (só tinha ido uma vez em 2018), eu tinha pego um 60up.
     
    Fim do dia, aquele ponto guardado pelo piloteiro pras emergências, como ele disse....haha
     

     
    No raseiro, já cantou um azul médio, estouro bonito!! Mas estava loooonge da troféu! rsrs

    17h e pouco já, hora de ir embora, resolvemos bater as iscas voltando no ponto....meu parceiro pegou um jig e eu uma Rapala Xrap, que tb só pra uso emergencial.....
     
    Sinto uma batida forte na meia água, travo a vara, briga comprida, limpa, gostosa....
     

     
    Não é possível!! Parecia grande, será que batia 60cm? Acho que não, mas era quadrado e bravo demaaaaais....medindo, coração a mil.....
     

     
    61,5 cravado! Hahahaha
     
    Último peixe, último arremesso, último dia.....
    Nem acreditei, fiquei até sem graça, parecia gol no VAR!
     
    Alguns peixes dos parceiros:
     

     

     

     
    A maior Cachorra foi deles, de 84cm! Cocão e Sorriso!
     

     
    Na frente meu parceiro, que pela primeira vez, esbanjou categoria, pescou demais, vantagem demais que ele ouve muito, aprendeu muito com os guias Sorriso e Beiçola (o rei do Tocantins!).
     
    Jornada épica! Gostei muito mais de ter levado meu amigo e ter feito ele conseguir uma experiência inesquecível do que pelos peixes, fizemos as contas e foi bem difícil dessa vez, com média de 3 peixes embarcados por barco por dia. Mas foi bem legal, pq entraram peixes de qualidade!!
     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Vara Black Mamba (1st) 17lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Black Mamba (2nd) 14lbs 5´8
    Carretilhas Venator SE, Black Widow e Curado
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Queen 105, Jet 120, Zagaia Mintoauro, Yara Mambinha, Zara Heddon, Olhete KV, Rapala X-rap.
     
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Beiçola, Sorriso, Vera, Kojak, Rally, muito obrigado sempre pela recepção e dicas valiosas!! Viciei nessa pescaria de Cachorra, Bicuda e Apapás, uma pena essa pandemia afetar tanto a saúde de todos e nosso bolso também, esse ano será bem difícil retornar.

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  2. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Erich_TN em TOCANTINS 2020 - Lago do Peixe e Rio Tocantins - A 1 vez de um iniciante nos rios e lagos!   
    Turma, boa noite!
    Espero que estejam todos se cuidam, da saúde física e mental nessa pandemia. Não está fácil pra ninguém, sorte de quem tem um hobby como esse e pode se apegar a expectativa de futuras pescarias ou tem boas lembranças de uma pescaria passada, como essa que vou relatar!
     
    Ano passado não foi fácil, pra quem trabalha com eventos como eu.

    Em 4 amigos, sendo que um nunca havia arremessado uma carretilha, partimos pra Tocantins, Pousada Rancho do Kojak, com a promessa de uma grande experiência.
    Como tbm me considero iniciante, pesco em rios há menos de 6 anos, sempre tento levar amigos que não pescam em minhas aventuras, acredito que a pescaria pode transformar realidades, descansar a cabeça e proporcionar experiências inesquecíveis.
     
    Combinamos de pescar 5 dias, sendo 2-3 dias no lago do Peixe-Angical e 2-3 dias no rio Tocantins, sendo minha segunda vez nessa pescaria viciante que é das Cachorras na superfície.
     
    Ano retrasado pesquei 1 dia e meio no rio e como só tinha levado equipamento leve (14lbs), sofri demais nas Cachorras e Bicudas, não consegui embarcar quase nenhuma, na vdd só uma, dessa vez levei varas de 17 e 20 lbs também.
     
    A expectativa da turma era grande, iam Cocão e Akira, já pela 2 ou 3 vez no Kojak comigo e o Raffa Igor, que pescaria pela primeira vez em rios e lago, e a primeira vez com carretilha. Por ser mais próximo do Igor, fui a dupla dele nos 5 dias!
     

     
    1º dia -  já fomos pro rio, que estava seco. As notícias no lago também não eram muito boas, muito seco e peixe manhoso, mas quanto mais difícil, mais legal, né?
     
    Meu amigo logo no começo, já pega o jeito da carretilha, como não tem vícios, muito fácil aprendizado! Ele opta pela hélice e meia água enquanto bato as popper e sticks/zara.
    Logo no primeiro ponto, nos primeiros arremessos, já estoura na corredeira uma bela cachorra larga! No Popper da Yara e garatéias reforçadas! Briga boa, olho pro céu e agradeço a Deus e a família por estar ali. Só eles mesmo!
     

     
    Poucas ações, e bate peixe que acaba não entrando ou ficando na garatéia, normal pra cachorras e bicudas.
     
     
    Num ponto de bicudas, estoura uma enorme na Hélice dele, que trava, fica sem ação, não enrolava, nem mexia na vara, parecia o piripaque do Chaves, o peixe salta, vem na direcção do barco e escapa......aaaaaaaaaaaaaah, o primeiro susto dele.....hahaha, muito bom e as pernas tremiam. Estava picado pelo bichinho da superfície. Da artificial. Do rio. Da viagem pra pesca (Até então ele só pescava em pesqueiro).
     
    Mudamos de ponto e meu amigo de isca, como era primeira vez com artificiais, esse primeiro dia, fiz questão dele experimentar todo tipo de isca, ´ra não se acomodar na meia água, afinal, eu queria ele experimentando a explosão de superfície. Ele batendo uma zara da Heddon que ele comprou no escambo sem conhecer, estoura uma caranha que bate duas vezes, toma linha, abre a garatéia e escapa.....hahaha, o menino estava doido! E eu doido tentando entender uma caranha numa zara! 
     
    Eu insistindo num remanso atrás de uma pedra e um baita estouro no popper, briga limpa, força, mas não era Cachorra, nem bicuda, nem apapá, um belo azul, briguento e forte veio pra foto!

     
    Das 10h até umas 15h, as ações foram devagar, almoçamos tranquilos, meus parceiros n tinham conseguido embarcar nada e meu parceiro estava ansioso. Sua hora ia chegar!
     
    Fim do dia já, braços cansados de bater hélice, mais recolhia que trabalhava....rsrs, e estoura uma bicuda enorme! Dessa vez ele firma, briga, vamos descendo a corredeira, adrenalina a mil!!! Abre freio, fecha, segura, dá ponta de vara, levanta, troca de lugar, vai pro fundo do barco e finalmente, ela cansa e vem pra foto! Olha o tamanho da Bicuda! Imaginem a força desse bicho no meio da corredeira. Fiquei muito feliz com isso! E reparem na marca de ataque de peixe no dorso dela, pqp, imagina!
     

     
    Dia 2 - Lago do Peixe
     
    No segundo dia, iríamos pro lago, onde as notícias não estavam boas entre os outros pescadores da pousada. Mas a gente queria mesmo era achar uns cardumes e fazer meu amigo se divertir nos tucunarés! E bóra treinar ele na zara e stick!
     
    Realmente bem poucas ações, muito quente, peixes batiam pra afugentar e difícil definir padrão de alimentação dos azulões.
     
    De manhã só umas 2 ações, Arremesso num raseiro de, no máximo 30cm, e uma estoura na minha bonnie, ele cobre (sim, o bicho até cobrindo já estava com a zara dele) e pega tbm! Dublê!!!!! Não eram grandes, mas a satisfação que tive ao pegar esse dublê com ele é imensurável!!!
     

    Primeiro tucunaré da vida do Raffael!
     
    Bem poucas ações no dia, mas foi bom pq treinamos muito as ações das iscas pra ele ficar acostumado!
     
    Fim do dia, despretenciosamente arremessando pro meio do lago uma pop queen que eu nunca tinha usado, já que mal usava popper (comecei nas cachorras), estoura uma bela azulona!!
     

     
    49cm, mas brigava como um 60tão! rsrsrs, como diz o Beiçola, nosso piloteiro, não importa o tamanho, mas como a gente pegou o peixe!
     
    Dia difícil, mas show de dia!
     
    Dia 3 - Era rio de novo! Estava melhor lá, optamos por ir pro rio e a outra dupla ficou no lago!
     
    Agora sim, devidamente treinado, era dia do Raffa aproveitar melhor a pescada!
     
    Dia beeeem dificil também, insistimos na superfície, tivemos poucas ações, num ponto de Cachorras, consegui o meu trofeú da viagem, num popper antigo da Zagaia, que ganhei!
     

     

     
    83 cm de emoção! Cara, nunca pesquei um açu, mas será que a briga é tão boa quanto de uma cachorra dessa na corredeira?

    Mudamos um pouco pra meia água, o Raffa embarcou uma piranha preta....rsrs, jogou no meio dos rebojos das Cachorras e entrou uma! 
    Como era tudo novo pra ele, nos divertimos!!!
     
    Fim do dia, batendo a tal da famooosa Pop Queen, mais stickando que poppando, estoura um belo peixe na minha linha!
     
    Briga surreal, muita força e velocidade!
     

     

     
    Não medimos a bicuda, pq ela ficou muito estressada e estávamos com medo de perde-la. Solta com sucesso.
    Mais um dia de muito aprendizado!
     
    Tínhamos mais dois dias e eu e o Raffa decidimos fazer mais um dia no rio e um no lago, no último dia.
     
    Dia 3 - Queríamos ir atrás dos lindos e esportivos apapás, também conhecidos como douradas. Não tínhamos visto nenhum cardume nos dias anteriores....mas queria pegar!
     
    Dia bem difícil também, muitos arremessos e poucas ações, e muita escapada também!
     
    Logo cedo, encaixei uma bela cachorra, minha terceira na viagem, média de 1 por dia, fiquei bem satisfeito, pq foi tudo na superfície!
     

     
     

     
    Pensa na briga boa de ter com peixe!!!!
     
    Avistamos alguns cardumes de apapás, mas estavam dificil, no jig tinha bastante ação, mas perdi meu único jig de 15g numa ação na corredeira e ne vi a cara do peixe!
     
    Fomos num ponto diferente, mais profundo, não via pedra, nem ponto de referência nenhum, até brinquei que parecia ponto de corvina....batendo stick e popper pros dois lados do barco, estoura uma apapá gigante na minha Pop Queen!!! Briga demorada, nunca tinha visto desse tamanho, na minha última eram apapás de, no máximo, 50cm.
     

     

     
    As fotos ficaram horríveis, uma pena, mas eu guardo na memória essa briga!
     

     
    72 cm de Apapá!!! Sé looooco!
     
    Fim do dia ainda fomos premiados com outra bitela apapá do meu parceiro, que definitivamente, ficou alucinado!
     

     
    Bitela também de 69cm!
     

     
    Eu peguei mais uma, logo depois da dele, menorzinha, mas saltou demais!!!
    Aaaah, o rio Tocantins, soltamos todos os peixes, espero que vcs sempre preservem esse templo sagrado!
     
    Estávamos mais que satisfeitos com a pescaria no rio! Raffa estava cheio de adrenalina, faltou a cachorra dele, mas não vai faltar oportunidade! Pegou piranha, bicuda, apapá e teve ação até de caranha na superfície!
     
    Dia 5 - Último dia era hora de relaxar no lago do peixe e tentar pegar o maior da viagem, já que não tinha saído nenhum azul maior de 50cm.
     
    De manhã, poucas ações, meu amigo engatou um trick na hélice (ele viciou em pescar de hélice haha).
     

    Trickão abusado!
     
    No almoço, meus amigos relataram que tinham pego um de 60cm e perdido mais dois ou três do mesmo porte, sendo que um levou jig e outro Bonnie limão dos parceiros....tristeza e felicidade juntos!
     
    Piloteiros ganhariam uma caixinha a mais pelo maior azulão, então meu piloteiro Sorriso (Kezin) ficou doido!! Disse que pegaríamos um maior, mesmo quase sem ação até dos tricks, e todos os dias que pesquei com ele (só tinha ido uma vez em 2018), eu tinha pego um 60up.
     
    Fim do dia, aquele ponto guardado pelo piloteiro pras emergências, como ele disse....haha
     

     
    No raseiro, já cantou um azul médio, estouro bonito!! Mas estava loooonge da troféu! rsrs

    17h e pouco já, hora de ir embora, resolvemos bater as iscas voltando no ponto....meu parceiro pegou um jig e eu uma Rapala Xrap, que tb só pra uso emergencial.....
     
    Sinto uma batida forte na meia água, travo a vara, briga comprida, limpa, gostosa....
     

     
    Não é possível!! Parecia grande, será que batia 60cm? Acho que não, mas era quadrado e bravo demaaaaais....medindo, coração a mil.....
     

     
    61,5 cravado! Hahahaha
     
    Último peixe, último arremesso, último dia.....
    Nem acreditei, fiquei até sem graça, parecia gol no VAR!
     
    Alguns peixes dos parceiros:
     

     

     

     
    A maior Cachorra foi deles, de 84cm! Cocão e Sorriso!
     

     
    Na frente meu parceiro, que pela primeira vez, esbanjou categoria, pescou demais, vantagem demais que ele ouve muito, aprendeu muito com os guias Sorriso e Beiçola (o rei do Tocantins!).
     
    Jornada épica! Gostei muito mais de ter levado meu amigo e ter feito ele conseguir uma experiência inesquecível do que pelos peixes, fizemos as contas e foi bem difícil dessa vez, com média de 3 peixes embarcados por barco por dia. Mas foi bem legal, pq entraram peixes de qualidade!!
     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Vara Black Mamba (1st) 17lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Black Mamba (2nd) 14lbs 5´8
    Carretilhas Venator SE, Black Widow e Curado
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Queen 105, Jet 120, Zagaia Mintoauro, Yara Mambinha, Zara Heddon, Olhete KV, Rapala X-rap.
     
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Beiçola, Sorriso, Vera, Kojak, Rally, muito obrigado sempre pela recepção e dicas valiosas!! Viciei nessa pescaria de Cachorra, Bicuda e Apapás, uma pena essa pandemia afetar tanto a saúde de todos e nosso bolso também, esse ano será bem difícil retornar.

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  3. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Guilherme Liotti em TOCANTINS 2020 - Lago do Peixe e Rio Tocantins - A 1 vez de um iniciante nos rios e lagos!   
    Turma, boa noite!
    Espero que estejam todos se cuidam, da saúde física e mental nessa pandemia. Não está fácil pra ninguém, sorte de quem tem um hobby como esse e pode se apegar a expectativa de futuras pescarias ou tem boas lembranças de uma pescaria passada, como essa que vou relatar!
     
    Ano passado não foi fácil, pra quem trabalha com eventos como eu.

    Em 4 amigos, sendo que um nunca havia arremessado uma carretilha, partimos pra Tocantins, Pousada Rancho do Kojak, com a promessa de uma grande experiência.
    Como tbm me considero iniciante, pesco em rios há menos de 6 anos, sempre tento levar amigos que não pescam em minhas aventuras, acredito que a pescaria pode transformar realidades, descansar a cabeça e proporcionar experiências inesquecíveis.
     
    Combinamos de pescar 5 dias, sendo 2-3 dias no lago do Peixe-Angical e 2-3 dias no rio Tocantins, sendo minha segunda vez nessa pescaria viciante que é das Cachorras na superfície.
     
    Ano retrasado pesquei 1 dia e meio no rio e como só tinha levado equipamento leve (14lbs), sofri demais nas Cachorras e Bicudas, não consegui embarcar quase nenhuma, na vdd só uma, dessa vez levei varas de 17 e 20 lbs também.
     
    A expectativa da turma era grande, iam Cocão e Akira, já pela 2 ou 3 vez no Kojak comigo e o Raffa Igor, que pescaria pela primeira vez em rios e lago, e a primeira vez com carretilha. Por ser mais próximo do Igor, fui a dupla dele nos 5 dias!
     

     
    1º dia -  já fomos pro rio, que estava seco. As notícias no lago também não eram muito boas, muito seco e peixe manhoso, mas quanto mais difícil, mais legal, né?
     
    Meu amigo logo no começo, já pega o jeito da carretilha, como não tem vícios, muito fácil aprendizado! Ele opta pela hélice e meia água enquanto bato as popper e sticks/zara.
    Logo no primeiro ponto, nos primeiros arremessos, já estoura na corredeira uma bela cachorra larga! No Popper da Yara e garatéias reforçadas! Briga boa, olho pro céu e agradeço a Deus e a família por estar ali. Só eles mesmo!
     

     
    Poucas ações, e bate peixe que acaba não entrando ou ficando na garatéia, normal pra cachorras e bicudas.
     
     
    Num ponto de bicudas, estoura uma enorme na Hélice dele, que trava, fica sem ação, não enrolava, nem mexia na vara, parecia o piripaque do Chaves, o peixe salta, vem na direcção do barco e escapa......aaaaaaaaaaaaaah, o primeiro susto dele.....hahaha, muito bom e as pernas tremiam. Estava picado pelo bichinho da superfície. Da artificial. Do rio. Da viagem pra pesca (Até então ele só pescava em pesqueiro).
     
    Mudamos de ponto e meu amigo de isca, como era primeira vez com artificiais, esse primeiro dia, fiz questão dele experimentar todo tipo de isca, ´ra não se acomodar na meia água, afinal, eu queria ele experimentando a explosão de superfície. Ele batendo uma zara da Heddon que ele comprou no escambo sem conhecer, estoura uma caranha que bate duas vezes, toma linha, abre a garatéia e escapa.....hahaha, o menino estava doido! E eu doido tentando entender uma caranha numa zara! 
     
    Eu insistindo num remanso atrás de uma pedra e um baita estouro no popper, briga limpa, força, mas não era Cachorra, nem bicuda, nem apapá, um belo azul, briguento e forte veio pra foto!

     
    Das 10h até umas 15h, as ações foram devagar, almoçamos tranquilos, meus parceiros n tinham conseguido embarcar nada e meu parceiro estava ansioso. Sua hora ia chegar!
     
    Fim do dia já, braços cansados de bater hélice, mais recolhia que trabalhava....rsrs, e estoura uma bicuda enorme! Dessa vez ele firma, briga, vamos descendo a corredeira, adrenalina a mil!!! Abre freio, fecha, segura, dá ponta de vara, levanta, troca de lugar, vai pro fundo do barco e finalmente, ela cansa e vem pra foto! Olha o tamanho da Bicuda! Imaginem a força desse bicho no meio da corredeira. Fiquei muito feliz com isso! E reparem na marca de ataque de peixe no dorso dela, pqp, imagina!
     

     
    Dia 2 - Lago do Peixe
     
    No segundo dia, iríamos pro lago, onde as notícias não estavam boas entre os outros pescadores da pousada. Mas a gente queria mesmo era achar uns cardumes e fazer meu amigo se divertir nos tucunarés! E bóra treinar ele na zara e stick!
     
    Realmente bem poucas ações, muito quente, peixes batiam pra afugentar e difícil definir padrão de alimentação dos azulões.
     
    De manhã só umas 2 ações, Arremesso num raseiro de, no máximo 30cm, e uma estoura na minha bonnie, ele cobre (sim, o bicho até cobrindo já estava com a zara dele) e pega tbm! Dublê!!!!! Não eram grandes, mas a satisfação que tive ao pegar esse dublê com ele é imensurável!!!
     

    Primeiro tucunaré da vida do Raffael!
     
    Bem poucas ações no dia, mas foi bom pq treinamos muito as ações das iscas pra ele ficar acostumado!
     
    Fim do dia, despretenciosamente arremessando pro meio do lago uma pop queen que eu nunca tinha usado, já que mal usava popper (comecei nas cachorras), estoura uma bela azulona!!
     

     
    49cm, mas brigava como um 60tão! rsrsrs, como diz o Beiçola, nosso piloteiro, não importa o tamanho, mas como a gente pegou o peixe!
     
    Dia difícil, mas show de dia!
     
    Dia 3 - Era rio de novo! Estava melhor lá, optamos por ir pro rio e a outra dupla ficou no lago!
     
    Agora sim, devidamente treinado, era dia do Raffa aproveitar melhor a pescada!
     
    Dia beeeem dificil também, insistimos na superfície, tivemos poucas ações, num ponto de Cachorras, consegui o meu trofeú da viagem, num popper antigo da Zagaia, que ganhei!
     

     

     
    83 cm de emoção! Cara, nunca pesquei um açu, mas será que a briga é tão boa quanto de uma cachorra dessa na corredeira?

    Mudamos um pouco pra meia água, o Raffa embarcou uma piranha preta....rsrs, jogou no meio dos rebojos das Cachorras e entrou uma! 
    Como era tudo novo pra ele, nos divertimos!!!
     
    Fim do dia, batendo a tal da famooosa Pop Queen, mais stickando que poppando, estoura um belo peixe na minha linha!
     
    Briga surreal, muita força e velocidade!
     

     

     
    Não medimos a bicuda, pq ela ficou muito estressada e estávamos com medo de perde-la. Solta com sucesso.
    Mais um dia de muito aprendizado!
     
    Tínhamos mais dois dias e eu e o Raffa decidimos fazer mais um dia no rio e um no lago, no último dia.
     
    Dia 3 - Queríamos ir atrás dos lindos e esportivos apapás, também conhecidos como douradas. Não tínhamos visto nenhum cardume nos dias anteriores....mas queria pegar!
     
    Dia bem difícil também, muitos arremessos e poucas ações, e muita escapada também!
     
    Logo cedo, encaixei uma bela cachorra, minha terceira na viagem, média de 1 por dia, fiquei bem satisfeito, pq foi tudo na superfície!
     

     
     

     
    Pensa na briga boa de ter com peixe!!!!
     
    Avistamos alguns cardumes de apapás, mas estavam dificil, no jig tinha bastante ação, mas perdi meu único jig de 15g numa ação na corredeira e ne vi a cara do peixe!
     
    Fomos num ponto diferente, mais profundo, não via pedra, nem ponto de referência nenhum, até brinquei que parecia ponto de corvina....batendo stick e popper pros dois lados do barco, estoura uma apapá gigante na minha Pop Queen!!! Briga demorada, nunca tinha visto desse tamanho, na minha última eram apapás de, no máximo, 50cm.
     

     

     
    As fotos ficaram horríveis, uma pena, mas eu guardo na memória essa briga!
     

     
    72 cm de Apapá!!! Sé looooco!
     
    Fim do dia ainda fomos premiados com outra bitela apapá do meu parceiro, que definitivamente, ficou alucinado!
     

     
    Bitela também de 69cm!
     

     
    Eu peguei mais uma, logo depois da dele, menorzinha, mas saltou demais!!!
    Aaaah, o rio Tocantins, soltamos todos os peixes, espero que vcs sempre preservem esse templo sagrado!
     
    Estávamos mais que satisfeitos com a pescaria no rio! Raffa estava cheio de adrenalina, faltou a cachorra dele, mas não vai faltar oportunidade! Pegou piranha, bicuda, apapá e teve ação até de caranha na superfície!
     
    Dia 5 - Último dia era hora de relaxar no lago do peixe e tentar pegar o maior da viagem, já que não tinha saído nenhum azul maior de 50cm.
     
    De manhã, poucas ações, meu amigo engatou um trick na hélice (ele viciou em pescar de hélice haha).
     

    Trickão abusado!
     
    No almoço, meus amigos relataram que tinham pego um de 60cm e perdido mais dois ou três do mesmo porte, sendo que um levou jig e outro Bonnie limão dos parceiros....tristeza e felicidade juntos!
     
    Piloteiros ganhariam uma caixinha a mais pelo maior azulão, então meu piloteiro Sorriso (Kezin) ficou doido!! Disse que pegaríamos um maior, mesmo quase sem ação até dos tricks, e todos os dias que pesquei com ele (só tinha ido uma vez em 2018), eu tinha pego um 60up.
     
    Fim do dia, aquele ponto guardado pelo piloteiro pras emergências, como ele disse....haha
     

     
    No raseiro, já cantou um azul médio, estouro bonito!! Mas estava loooonge da troféu! rsrs

    17h e pouco já, hora de ir embora, resolvemos bater as iscas voltando no ponto....meu parceiro pegou um jig e eu uma Rapala Xrap, que tb só pra uso emergencial.....
     
    Sinto uma batida forte na meia água, travo a vara, briga comprida, limpa, gostosa....
     

     
    Não é possível!! Parecia grande, será que batia 60cm? Acho que não, mas era quadrado e bravo demaaaaais....medindo, coração a mil.....
     

     
    61,5 cravado! Hahahaha
     
    Último peixe, último arremesso, último dia.....
    Nem acreditei, fiquei até sem graça, parecia gol no VAR!
     
    Alguns peixes dos parceiros:
     

     

     

     
    A maior Cachorra foi deles, de 84cm! Cocão e Sorriso!
     

     
    Na frente meu parceiro, que pela primeira vez, esbanjou categoria, pescou demais, vantagem demais que ele ouve muito, aprendeu muito com os guias Sorriso e Beiçola (o rei do Tocantins!).
     
    Jornada épica! Gostei muito mais de ter levado meu amigo e ter feito ele conseguir uma experiência inesquecível do que pelos peixes, fizemos as contas e foi bem difícil dessa vez, com média de 3 peixes embarcados por barco por dia. Mas foi bem legal, pq entraram peixes de qualidade!!
     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Vara Black Mamba (1st) 17lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Black Mamba (2nd) 14lbs 5´8
    Carretilhas Venator SE, Black Widow e Curado
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Queen 105, Jet 120, Zagaia Mintoauro, Yara Mambinha, Zara Heddon, Olhete KV, Rapala X-rap.
     
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Beiçola, Sorriso, Vera, Kojak, Rally, muito obrigado sempre pela recepção e dicas valiosas!! Viciei nessa pescaria de Cachorra, Bicuda e Apapás, uma pena essa pandemia afetar tanto a saúde de todos e nosso bolso também, esse ano será bem difícil retornar.

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  4. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Cristiano Rochinha em TOCANTINS 2020 - Lago do Peixe e Rio Tocantins - A 1 vez de um iniciante nos rios e lagos!   
    Turma, boa noite!
    Espero que estejam todos se cuidam, da saúde física e mental nessa pandemia. Não está fácil pra ninguém, sorte de quem tem um hobby como esse e pode se apegar a expectativa de futuras pescarias ou tem boas lembranças de uma pescaria passada, como essa que vou relatar!
     
    Ano passado não foi fácil, pra quem trabalha com eventos como eu.

    Em 4 amigos, sendo que um nunca havia arremessado uma carretilha, partimos pra Tocantins, Pousada Rancho do Kojak, com a promessa de uma grande experiência.
    Como tbm me considero iniciante, pesco em rios há menos de 6 anos, sempre tento levar amigos que não pescam em minhas aventuras, acredito que a pescaria pode transformar realidades, descansar a cabeça e proporcionar experiências inesquecíveis.
     
    Combinamos de pescar 5 dias, sendo 2-3 dias no lago do Peixe-Angical e 2-3 dias no rio Tocantins, sendo minha segunda vez nessa pescaria viciante que é das Cachorras na superfície.
     
    Ano retrasado pesquei 1 dia e meio no rio e como só tinha levado equipamento leve (14lbs), sofri demais nas Cachorras e Bicudas, não consegui embarcar quase nenhuma, na vdd só uma, dessa vez levei varas de 17 e 20 lbs também.
     
    A expectativa da turma era grande, iam Cocão e Akira, já pela 2 ou 3 vez no Kojak comigo e o Raffa Igor, que pescaria pela primeira vez em rios e lago, e a primeira vez com carretilha. Por ser mais próximo do Igor, fui a dupla dele nos 5 dias!
     

     
    1º dia -  já fomos pro rio, que estava seco. As notícias no lago também não eram muito boas, muito seco e peixe manhoso, mas quanto mais difícil, mais legal, né?
     
    Meu amigo logo no começo, já pega o jeito da carretilha, como não tem vícios, muito fácil aprendizado! Ele opta pela hélice e meia água enquanto bato as popper e sticks/zara.
    Logo no primeiro ponto, nos primeiros arremessos, já estoura na corredeira uma bela cachorra larga! No Popper da Yara e garatéias reforçadas! Briga boa, olho pro céu e agradeço a Deus e a família por estar ali. Só eles mesmo!
     

     
    Poucas ações, e bate peixe que acaba não entrando ou ficando na garatéia, normal pra cachorras e bicudas.
     
     
    Num ponto de bicudas, estoura uma enorme na Hélice dele, que trava, fica sem ação, não enrolava, nem mexia na vara, parecia o piripaque do Chaves, o peixe salta, vem na direcção do barco e escapa......aaaaaaaaaaaaaah, o primeiro susto dele.....hahaha, muito bom e as pernas tremiam. Estava picado pelo bichinho da superfície. Da artificial. Do rio. Da viagem pra pesca (Até então ele só pescava em pesqueiro).
     
    Mudamos de ponto e meu amigo de isca, como era primeira vez com artificiais, esse primeiro dia, fiz questão dele experimentar todo tipo de isca, ´ra não se acomodar na meia água, afinal, eu queria ele experimentando a explosão de superfície. Ele batendo uma zara da Heddon que ele comprou no escambo sem conhecer, estoura uma caranha que bate duas vezes, toma linha, abre a garatéia e escapa.....hahaha, o menino estava doido! E eu doido tentando entender uma caranha numa zara! 
     
    Eu insistindo num remanso atrás de uma pedra e um baita estouro no popper, briga limpa, força, mas não era Cachorra, nem bicuda, nem apapá, um belo azul, briguento e forte veio pra foto!

     
    Das 10h até umas 15h, as ações foram devagar, almoçamos tranquilos, meus parceiros n tinham conseguido embarcar nada e meu parceiro estava ansioso. Sua hora ia chegar!
     
    Fim do dia já, braços cansados de bater hélice, mais recolhia que trabalhava....rsrs, e estoura uma bicuda enorme! Dessa vez ele firma, briga, vamos descendo a corredeira, adrenalina a mil!!! Abre freio, fecha, segura, dá ponta de vara, levanta, troca de lugar, vai pro fundo do barco e finalmente, ela cansa e vem pra foto! Olha o tamanho da Bicuda! Imaginem a força desse bicho no meio da corredeira. Fiquei muito feliz com isso! E reparem na marca de ataque de peixe no dorso dela, pqp, imagina!
     

     
    Dia 2 - Lago do Peixe
     
    No segundo dia, iríamos pro lago, onde as notícias não estavam boas entre os outros pescadores da pousada. Mas a gente queria mesmo era achar uns cardumes e fazer meu amigo se divertir nos tucunarés! E bóra treinar ele na zara e stick!
     
    Realmente bem poucas ações, muito quente, peixes batiam pra afugentar e difícil definir padrão de alimentação dos azulões.
     
    De manhã só umas 2 ações, Arremesso num raseiro de, no máximo 30cm, e uma estoura na minha bonnie, ele cobre (sim, o bicho até cobrindo já estava com a zara dele) e pega tbm! Dublê!!!!! Não eram grandes, mas a satisfação que tive ao pegar esse dublê com ele é imensurável!!!
     

    Primeiro tucunaré da vida do Raffael!
     
    Bem poucas ações no dia, mas foi bom pq treinamos muito as ações das iscas pra ele ficar acostumado!
     
    Fim do dia, despretenciosamente arremessando pro meio do lago uma pop queen que eu nunca tinha usado, já que mal usava popper (comecei nas cachorras), estoura uma bela azulona!!
     

     
    49cm, mas brigava como um 60tão! rsrsrs, como diz o Beiçola, nosso piloteiro, não importa o tamanho, mas como a gente pegou o peixe!
     
    Dia difícil, mas show de dia!
     
    Dia 3 - Era rio de novo! Estava melhor lá, optamos por ir pro rio e a outra dupla ficou no lago!
     
    Agora sim, devidamente treinado, era dia do Raffa aproveitar melhor a pescada!
     
    Dia beeeem dificil também, insistimos na superfície, tivemos poucas ações, num ponto de Cachorras, consegui o meu trofeú da viagem, num popper antigo da Zagaia, que ganhei!
     

     

     
    83 cm de emoção! Cara, nunca pesquei um açu, mas será que a briga é tão boa quanto de uma cachorra dessa na corredeira?

    Mudamos um pouco pra meia água, o Raffa embarcou uma piranha preta....rsrs, jogou no meio dos rebojos das Cachorras e entrou uma! 
    Como era tudo novo pra ele, nos divertimos!!!
     
    Fim do dia, batendo a tal da famooosa Pop Queen, mais stickando que poppando, estoura um belo peixe na minha linha!
     
    Briga surreal, muita força e velocidade!
     

     

     
    Não medimos a bicuda, pq ela ficou muito estressada e estávamos com medo de perde-la. Solta com sucesso.
    Mais um dia de muito aprendizado!
     
    Tínhamos mais dois dias e eu e o Raffa decidimos fazer mais um dia no rio e um no lago, no último dia.
     
    Dia 3 - Queríamos ir atrás dos lindos e esportivos apapás, também conhecidos como douradas. Não tínhamos visto nenhum cardume nos dias anteriores....mas queria pegar!
     
    Dia bem difícil também, muitos arremessos e poucas ações, e muita escapada também!
     
    Logo cedo, encaixei uma bela cachorra, minha terceira na viagem, média de 1 por dia, fiquei bem satisfeito, pq foi tudo na superfície!
     

     
     

     
    Pensa na briga boa de ter com peixe!!!!
     
    Avistamos alguns cardumes de apapás, mas estavam dificil, no jig tinha bastante ação, mas perdi meu único jig de 15g numa ação na corredeira e ne vi a cara do peixe!
     
    Fomos num ponto diferente, mais profundo, não via pedra, nem ponto de referência nenhum, até brinquei que parecia ponto de corvina....batendo stick e popper pros dois lados do barco, estoura uma apapá gigante na minha Pop Queen!!! Briga demorada, nunca tinha visto desse tamanho, na minha última eram apapás de, no máximo, 50cm.
     

     

     
    As fotos ficaram horríveis, uma pena, mas eu guardo na memória essa briga!
     

     
    72 cm de Apapá!!! Sé looooco!
     
    Fim do dia ainda fomos premiados com outra bitela apapá do meu parceiro, que definitivamente, ficou alucinado!
     

     
    Bitela também de 69cm!
     

     
    Eu peguei mais uma, logo depois da dele, menorzinha, mas saltou demais!!!
    Aaaah, o rio Tocantins, soltamos todos os peixes, espero que vcs sempre preservem esse templo sagrado!
     
    Estávamos mais que satisfeitos com a pescaria no rio! Raffa estava cheio de adrenalina, faltou a cachorra dele, mas não vai faltar oportunidade! Pegou piranha, bicuda, apapá e teve ação até de caranha na superfície!
     
    Dia 5 - Último dia era hora de relaxar no lago do peixe e tentar pegar o maior da viagem, já que não tinha saído nenhum azul maior de 50cm.
     
    De manhã, poucas ações, meu amigo engatou um trick na hélice (ele viciou em pescar de hélice haha).
     

    Trickão abusado!
     
    No almoço, meus amigos relataram que tinham pego um de 60cm e perdido mais dois ou três do mesmo porte, sendo que um levou jig e outro Bonnie limão dos parceiros....tristeza e felicidade juntos!
     
    Piloteiros ganhariam uma caixinha a mais pelo maior azulão, então meu piloteiro Sorriso (Kezin) ficou doido!! Disse que pegaríamos um maior, mesmo quase sem ação até dos tricks, e todos os dias que pesquei com ele (só tinha ido uma vez em 2018), eu tinha pego um 60up.
     
    Fim do dia, aquele ponto guardado pelo piloteiro pras emergências, como ele disse....haha
     

     
    No raseiro, já cantou um azul médio, estouro bonito!! Mas estava loooonge da troféu! rsrs

    17h e pouco já, hora de ir embora, resolvemos bater as iscas voltando no ponto....meu parceiro pegou um jig e eu uma Rapala Xrap, que tb só pra uso emergencial.....
     
    Sinto uma batida forte na meia água, travo a vara, briga comprida, limpa, gostosa....
     

     
    Não é possível!! Parecia grande, será que batia 60cm? Acho que não, mas era quadrado e bravo demaaaaais....medindo, coração a mil.....
     

     
    61,5 cravado! Hahahaha
     
    Último peixe, último arremesso, último dia.....
    Nem acreditei, fiquei até sem graça, parecia gol no VAR!
     
    Alguns peixes dos parceiros:
     

     

     

     
    A maior Cachorra foi deles, de 84cm! Cocão e Sorriso!
     

     
    Na frente meu parceiro, que pela primeira vez, esbanjou categoria, pescou demais, vantagem demais que ele ouve muito, aprendeu muito com os guias Sorriso e Beiçola (o rei do Tocantins!).
     
    Jornada épica! Gostei muito mais de ter levado meu amigo e ter feito ele conseguir uma experiência inesquecível do que pelos peixes, fizemos as contas e foi bem difícil dessa vez, com média de 3 peixes embarcados por barco por dia. Mas foi bem legal, pq entraram peixes de qualidade!!
     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Vara Black Mamba (1st) 17lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Black Mamba (2nd) 14lbs 5´8
    Carretilhas Venator SE, Black Widow e Curado
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Queen 105, Jet 120, Zagaia Mintoauro, Yara Mambinha, Zara Heddon, Olhete KV, Rapala X-rap.
     
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Beiçola, Sorriso, Vera, Kojak, Rally, muito obrigado sempre pela recepção e dicas valiosas!! Viciei nessa pescaria de Cachorra, Bicuda e Apapás, uma pena essa pandemia afetar tanto a saúde de todos e nosso bolso também, esse ano será bem difícil retornar.

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
     
     
     
     
     
     
     
     
     
     
  5. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Francisco Jr em RIO JURUBAXI- SIRN 24 a 31/10/2020   
    Que pescada TOP!
    Parabéns!!!
  6. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edson C. Martins em Redai Viking ou Majorcraft Speedystyle   
    A nova
  7. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edson C. Martins em Redai Viking ou Majorcraft Speedystyle   
    Galera, decidi ir na Viking 5´8 14 lbs!
    Obrigado pelas opiniões!!
  8. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edson C. Martins em O Que é um Bom parceiro de Pesca?   
    Show de tópico, acho que é bem por aí mesmo, agora parceiro que nem racha a conta, nem é parceiro!
    Tem também o parceiro especialista, que quer dar mais orientações e técnicas que o próprio guia, conhece todo tipo de vegetação e fauna local.....rsrs, conheço alguns e a galera sempre pega no pé, até pq contam muita história! rsrs

    Nota de pesar, em relação ao Angelo, criador do tópico.
    Li o post e imagino que em seu último dia de vida, parou pra pensar nas pescarias que teve, nos parceiros e escreveu este tópico.
  9. Thanks
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Renato Blumenau em DESAPROVADO - Situação difícil - Cancelamento da pesca pelo guia sem devolução do valor pago   
    Hoje nem cobro mais, decidi não perder mais meu tempo! Pus na cabeça pra esquecer....Mas hoje recebi o link de um outro tópico sobre o guia.
    Quando fui pescar com ele, vi vídeos na internet de alguns canais que acompanho e peguei referências com "celebridades" da internet, li relatos aqui no fórum....

    Como pesquei normalmente com ele em abril/2019 e, em Outubro, voltei ao Tocantins e tinha combinado de pescarmos em 6 pessoas com ele, mas aconteceu o que escrevi acima.

    O Guia é o Vitor Silva, de Porto Nacional.
    Não gostaria que acontecesse isso, mas hoje é 10 de fevereiro, mais de 4 meses e ainda não recebi o valor.
    Se me depositar o valor devido, assim que o fizer, venho aqui imediatamente e aviso os amigos de pesca que ele foi correto, atrasado, mas honrou com a palavra.
     
  10. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Renato Barreto em DESAPROVADO - Situação difícil - Cancelamento da pesca pelo guia sem devolução do valor pago   
    Hoje nem cobro mais, decidi não perder mais meu tempo! Pus na cabeça pra esquecer....Mas hoje recebi o link de um outro tópico sobre o guia.
    Quando fui pescar com ele, vi vídeos na internet de alguns canais que acompanho e peguei referências com "celebridades" da internet, li relatos aqui no fórum....

    Como pesquei normalmente com ele em abril/2019 e, em Outubro, voltei ao Tocantins e tinha combinado de pescarmos em 6 pessoas com ele, mas aconteceu o que escrevi acima.

    O Guia é o Vitor Silva, de Porto Nacional.
    Não gostaria que acontecesse isso, mas hoje é 10 de fevereiro, mais de 4 meses e ainda não recebi o valor.
    Se me depositar o valor devido, assim que o fizer, venho aqui imediatamente e aviso os amigos de pesca que ele foi correto, atrasado, mas honrou com a palavra.
     
  11. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Henrique Rossini em Top 10 Iscas do Ano!!!   
    Show, as minhas pra tucunarés azuis!
    1. Bonnie 95 da Jackall (me rendeu dois 60up)
    2. Pop Action 11cm da Monster
    3. M-Action 9cm da Monster
    4. Firestick Intergreen
    5. Jig 10g da Yara
    6. Top Stick da Yara
    7. Rapala X-Rap 10
     
    Pra Cachorra, a campeã: Mambinha da Yara
  12. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Rafael Nunes Lima em Três Marias Espetacular, Dezembro/2019 – Para fechar o ano com chave de ouro – Guia Jaida Machado   
    Baita pescaria, dos sonhos de qualquer pescador!
    E que casal gigante, parabéns!!!
  13. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Eder Nascimento em Três Marias Espetacular, Dezembro/2019 – Para fechar o ano com chave de ouro – Guia Jaida Machado   
    Baita pescaria, dos sonhos de qualquer pescador!
    E que casal gigante, parabéns!!!
  14. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Alessandro Sanches em O Que é um Bom parceiro de Pesca?   
    Show de tópico, acho que é bem por aí mesmo, agora parceiro que nem racha a conta, nem é parceiro!
    Tem também o parceiro especialista, que quer dar mais orientações e técnicas que o próprio guia, conhece todo tipo de vegetação e fauna local.....rsrs, conheço alguns e a galera sempre pega no pé, até pq contam muita história! rsrs

    Nota de pesar, em relação ao Angelo, criador do tópico.
    Li o post e imagino que em seu último dia de vida, parou pra pensar nas pescarias que teve, nos parceiros e escreveu este tópico.
  15. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Fabrício Biguá em Atrás dos azulões goianos de São Simão-GO / Outubro de 2019   
    Turma, boa tarde!

    Instigado pela experiência em julho em São Simão/GO, e com a dica do amigo Tuênio de que a pesca era muito boa em setembro e outubro, resolvemos voltar pra São Simão/GO, dessa vez em 4 pescadores esportivos.
    Como disse em outro tópico, pescamos tucunarés esportivamente há três anos, desde outubro de 2016 e já estamos viciados na pesca de superfície desses lindos e vorazes peixes.
    São Simão possui o diferencial de oferecer diversos tipos de pesca esportiva, em diferentes modalidades, pois é banhada pelo rio Paranaíba e pelo reservatório de São Simão.

    Juntamos 4 amigos e partimos mais de 700km de sp até Goiás.
    Turma muito animada, saímos numa segunda-feira, com previsão de pescar terça, quarta, quinta e sexta!

    Fechamos tudo com o Tuenio pra pescar em dois barcos, com os guias Eder e Chereguini, dois dias na represa de São SImão e dois dias no rio Paranaíba, onde eu particularmente mais gosto, apesar de nunca ter pego bons exemplares lá.
    Chegamos bem no hotel e terça pela manhã já estávamos na água!

    O Eder - guia - tinha nos dito que a pescaria seria diferente, pois os azuis estavam de casal, com boa produtividade durante o dia todo, e baixa produtividade nos horrios de manhã cedo e fim de tarde.
    ´Não sou muito fã de pescaria no visual - caçando o peixe -, gosto mais de ser surpreso pinchando.....então, disse que queria aproveitar o dia todo.
     
    Primeiros dois ou três pontos, nada de ação....a represa estava num nível muito abaixo do que encontramos em julho, e quando encontramos o barco dos amigos Lucas e Akira, nos disseram terem tido boas ações e perdido peixes grandes, com leader estourando e tudo mais, nos deixando animados!

    Logo depois de irmos pro 4 ponto, meu parceiro Fabio já toma um susto na meia água, e um lindo amarelinho aparece pra foto!

     
    Como a gente costuma brincar, uma ação renova nossa energia pra mais uns 300 arremessos, e vamos lá pinchar o Stick!
    Já era mais de 13h e não tido nenhuma ação...

    Passando de frente pra um rancho, vejo uma onda seguindo minha Bonnie e o coração vai a mil, o guia grita não pára de trabalhar a isca, a mão já trabalha sozinha e pronto, estouro na isca, briga limpa e um bonito azul de seus 50cm!!!

     
    O dia estava díficil, avistamos alguns casais, mas estavam muito ariscos e mal chegávamos perto, afundavam.
    Meu parceiro pegou mais um amarelinho e no fim do dia, o guia Eder me conta a história de um um ponto e uma Firestick prateada.....olho na caixa, a Firestick olha pra mim....coloco na linha, 3º arremesso e....inacreditável, um lindo azul estoura na isca, com um lindo por do Sol ao fundo!
     

     

    Peixe com uma coloração incrível na água e que brigou lindo!

    Assim finalizamos o 1 dia, sem muitas ações, mas com certa qualidade no tamanho!!!
    Parceiros do outro barco não tiveram bons resultados de peixe, mas gostaram muito do local e da pesca.

    2 dia!
    Animados com as ações de bons peixes no 1 dia, fomos sabendo que insistindo, eles entrariam!

    Logo meu parceiro começa com bastante ação na meia água, engatando dois ou três bonitos amarelos e um pequeno azul!
     

     
    Como faria duas pescarias de 4 dias em duas semanas, resolvi levar uma carretilha lado esquerdo tb - pesco de lado direito - afim de tentar aprender a pescar com os dois lados, pra não sofrer tanto com as dores de 6-8h de trabalho de Stick-zara-superfície......mas n fui muito bem não, só consegui meia água e jig....rsrs
     
    Mas com insistência, pego meu primeiro peixe com carretilha lado esquerdo:

     
    Pequeno, mas de grande valor emocional! rs

    Insisto num ponto perto de uma cerca e um bonito azul estoura na superfície!!!
    Briga limpa e gostosa, com tomada de linha e gritaria no barco!!!


    54cm

    O Guia Eder diz que o peixe estava de casal, insistimos bastante no ponto e nada....
    Batendo uma rapala pro meio do lago, isca  que sempre salva a pescaria, tenho uma surpresa com uma forte arrancada!
     

     
    O dia estava muito bom e produtivo!!!!

    Já estava dando por satisfeito, quando lanço minha isca despretenciosa num raseiro e ouço um estouro, seguido de uma cantada de linha!!!
    Briga frenética, vai pra pauleira, sai, trava, toma linha, e até que se cansa....vem pra foto, troféu!


     
    Meu recorde de São Simão, 56cm, olha onde foi parar a Bonnie!!!
    2 dia completo com expectativa muuuuito ultrapassada!!!!

    Encontrando meus parceiros do outro barco, fico muito feliz ao saber que eles tinham pego um troféu de 59cm!!!
     

     
    Assim terminamos nossa passagem no reservatório de São Simão, dormimos cedo pq no dia seguinte, começaríamos mais uma bela e mais difícil jornada atrás do azuis no rio Paranaíba!!

    3 dia!
    O rio Paranaíba, que divide os estados de Goiás e Minas Gerais, permite a pesca de uma modalidade um pouco diferente. O grande diferencial pra pegar os tucunarés lá é usando iscas softs, na superfície, com sistema anti-enrosco, no qual aprendi em julho e viciei! Jogar a isca no meio das estruturas e ver o peixe estourando não tem preço. Aliás, tem, o preço é saber que o peixe tem muito mais chances de vencer do que o pescador, o que deixa a pesca esportiva mais atraente!!!!

    Os pontos são mais longes, a navegação é mais cansativa, mas o local é muito bonito!!!
     
    Pescando no meio dos "varjões", em meio às "quisaças" ou "malicias" ou "unhas de gato", precisamos ter habilidade no lançamento da isca, no trabalho e usar o anti enrosco, pra pescaria acontecer e ser efetiva.
    Suei muito na primeira vez pra não ter tanta cabeleira e trabalhar direitinho a isca a fim de atrair o peixe....tirar o peixe é outra história....rsrs
     
    O peixe estava muito manhoso, n estava batendo pra comer e dim pra afugentar, pelo comportamento de acasalar.....nos dois dias no rio, vimos muito peixe grande, diversos casais, e peixes que por achômetro, deviam ter mais de 60cm, mas n conseguimos tirar nenhum.
    O guia é fundamental pois o barco passa com elétrico em  muita estrutura!!!!
     
    Em dois dias, tivemos menos de 15 ações por barco e embarcamos poucos, mas tivemos muita emoção....como emoção não vai pra foto, seguem as fotos dos exemplares que conseguimos embarcar - lembro que todos exemplares foram soltos, nem na beira do rio consumimos nenhuma peixe!
     

     

     

     
    Como disse lá no começo, o "como pegar o peixe" às vezes, pra mim, é muiuto mais importante que o tamanho do peixe, então fiquei muito feliz com a pescaria!!!
    Perdi muito peixe, cheguei a trzzer escama na ponta do off-set, mas perdi as melhores batalhas pro azul nos dias no Paranaíba!!! Ficou somente o desejo de voltar a batalhar com esses bocudos do Paranaíba nas iscas soft!

    O outro barco ainda tirou um bonito azul de 54cm no meio das estruturas, show de coloração!!!
     


    O mais legal disso é amizade feita com os guias e a turma voltar cheia de história!!

     
    Nossa galera começou há 3 anos, mas somos 100% pesque e solte, mas infelizmente em São Simão, nessa época de casal, há muito pescador matando peixe.
    Arpão, rede, embarcado, pescando perto da barragem.....uma pena, pois acabam pouco a pouco com o que a natureza demora anos pra construir.

     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 14lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Rapala X-rap
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
  16. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Eduardo Sone em Atrás dos azulões goianos de São Simão-GO / Outubro de 2019   
    Turma, boa tarde!

    Instigado pela experiência em julho em São Simão/GO, e com a dica do amigo Tuênio de que a pesca era muito boa em setembro e outubro, resolvemos voltar pra São Simão/GO, dessa vez em 4 pescadores esportivos.
    Como disse em outro tópico, pescamos tucunarés esportivamente há três anos, desde outubro de 2016 e já estamos viciados na pesca de superfície desses lindos e vorazes peixes.
    São Simão possui o diferencial de oferecer diversos tipos de pesca esportiva, em diferentes modalidades, pois é banhada pelo rio Paranaíba e pelo reservatório de São Simão.

    Juntamos 4 amigos e partimos mais de 700km de sp até Goiás.
    Turma muito animada, saímos numa segunda-feira, com previsão de pescar terça, quarta, quinta e sexta!

    Fechamos tudo com o Tuenio pra pescar em dois barcos, com os guias Eder e Chereguini, dois dias na represa de São SImão e dois dias no rio Paranaíba, onde eu particularmente mais gosto, apesar de nunca ter pego bons exemplares lá.
    Chegamos bem no hotel e terça pela manhã já estávamos na água!

    O Eder - guia - tinha nos dito que a pescaria seria diferente, pois os azuis estavam de casal, com boa produtividade durante o dia todo, e baixa produtividade nos horrios de manhã cedo e fim de tarde.
    ´Não sou muito fã de pescaria no visual - caçando o peixe -, gosto mais de ser surpreso pinchando.....então, disse que queria aproveitar o dia todo.
     
    Primeiros dois ou três pontos, nada de ação....a represa estava num nível muito abaixo do que encontramos em julho, e quando encontramos o barco dos amigos Lucas e Akira, nos disseram terem tido boas ações e perdido peixes grandes, com leader estourando e tudo mais, nos deixando animados!

    Logo depois de irmos pro 4 ponto, meu parceiro Fabio já toma um susto na meia água, e um lindo amarelinho aparece pra foto!

     
    Como a gente costuma brincar, uma ação renova nossa energia pra mais uns 300 arremessos, e vamos lá pinchar o Stick!
    Já era mais de 13h e não tido nenhuma ação...

    Passando de frente pra um rancho, vejo uma onda seguindo minha Bonnie e o coração vai a mil, o guia grita não pára de trabalhar a isca, a mão já trabalha sozinha e pronto, estouro na isca, briga limpa e um bonito azul de seus 50cm!!!

     
    O dia estava díficil, avistamos alguns casais, mas estavam muito ariscos e mal chegávamos perto, afundavam.
    Meu parceiro pegou mais um amarelinho e no fim do dia, o guia Eder me conta a história de um um ponto e uma Firestick prateada.....olho na caixa, a Firestick olha pra mim....coloco na linha, 3º arremesso e....inacreditável, um lindo azul estoura na isca, com um lindo por do Sol ao fundo!
     

     

    Peixe com uma coloração incrível na água e que brigou lindo!

    Assim finalizamos o 1 dia, sem muitas ações, mas com certa qualidade no tamanho!!!
    Parceiros do outro barco não tiveram bons resultados de peixe, mas gostaram muito do local e da pesca.

    2 dia!
    Animados com as ações de bons peixes no 1 dia, fomos sabendo que insistindo, eles entrariam!

    Logo meu parceiro começa com bastante ação na meia água, engatando dois ou três bonitos amarelos e um pequeno azul!
     

     
    Como faria duas pescarias de 4 dias em duas semanas, resolvi levar uma carretilha lado esquerdo tb - pesco de lado direito - afim de tentar aprender a pescar com os dois lados, pra não sofrer tanto com as dores de 6-8h de trabalho de Stick-zara-superfície......mas n fui muito bem não, só consegui meia água e jig....rsrs
     
    Mas com insistência, pego meu primeiro peixe com carretilha lado esquerdo:

     
    Pequeno, mas de grande valor emocional! rs

    Insisto num ponto perto de uma cerca e um bonito azul estoura na superfície!!!
    Briga limpa e gostosa, com tomada de linha e gritaria no barco!!!


    54cm

    O Guia Eder diz que o peixe estava de casal, insistimos bastante no ponto e nada....
    Batendo uma rapala pro meio do lago, isca  que sempre salva a pescaria, tenho uma surpresa com uma forte arrancada!
     

     
    O dia estava muito bom e produtivo!!!!

    Já estava dando por satisfeito, quando lanço minha isca despretenciosa num raseiro e ouço um estouro, seguido de uma cantada de linha!!!
    Briga frenética, vai pra pauleira, sai, trava, toma linha, e até que se cansa....vem pra foto, troféu!


     
    Meu recorde de São Simão, 56cm, olha onde foi parar a Bonnie!!!
    2 dia completo com expectativa muuuuito ultrapassada!!!!

    Encontrando meus parceiros do outro barco, fico muito feliz ao saber que eles tinham pego um troféu de 59cm!!!
     

     
    Assim terminamos nossa passagem no reservatório de São Simão, dormimos cedo pq no dia seguinte, começaríamos mais uma bela e mais difícil jornada atrás do azuis no rio Paranaíba!!

    3 dia!
    O rio Paranaíba, que divide os estados de Goiás e Minas Gerais, permite a pesca de uma modalidade um pouco diferente. O grande diferencial pra pegar os tucunarés lá é usando iscas softs, na superfície, com sistema anti-enrosco, no qual aprendi em julho e viciei! Jogar a isca no meio das estruturas e ver o peixe estourando não tem preço. Aliás, tem, o preço é saber que o peixe tem muito mais chances de vencer do que o pescador, o que deixa a pesca esportiva mais atraente!!!!

    Os pontos são mais longes, a navegação é mais cansativa, mas o local é muito bonito!!!
     
    Pescando no meio dos "varjões", em meio às "quisaças" ou "malicias" ou "unhas de gato", precisamos ter habilidade no lançamento da isca, no trabalho e usar o anti enrosco, pra pescaria acontecer e ser efetiva.
    Suei muito na primeira vez pra não ter tanta cabeleira e trabalhar direitinho a isca a fim de atrair o peixe....tirar o peixe é outra história....rsrs
     
    O peixe estava muito manhoso, n estava batendo pra comer e dim pra afugentar, pelo comportamento de acasalar.....nos dois dias no rio, vimos muito peixe grande, diversos casais, e peixes que por achômetro, deviam ter mais de 60cm, mas n conseguimos tirar nenhum.
    O guia é fundamental pois o barco passa com elétrico em  muita estrutura!!!!
     
    Em dois dias, tivemos menos de 15 ações por barco e embarcamos poucos, mas tivemos muita emoção....como emoção não vai pra foto, seguem as fotos dos exemplares que conseguimos embarcar - lembro que todos exemplares foram soltos, nem na beira do rio consumimos nenhuma peixe!
     

     

     

     
    Como disse lá no começo, o "como pegar o peixe" às vezes, pra mim, é muiuto mais importante que o tamanho do peixe, então fiquei muito feliz com a pescaria!!!
    Perdi muito peixe, cheguei a trzzer escama na ponta do off-set, mas perdi as melhores batalhas pro azul nos dias no Paranaíba!!! Ficou somente o desejo de voltar a batalhar com esses bocudos do Paranaíba nas iscas soft!

    O outro barco ainda tirou um bonito azul de 54cm no meio das estruturas, show de coloração!!!
     


    O mais legal disso é amizade feita com os guias e a turma voltar cheia de história!!

     
    Nossa galera começou há 3 anos, mas somos 100% pesque e solte, mas infelizmente em São Simão, nessa época de casal, há muito pescador matando peixe.
    Arpão, rede, embarcado, pescando perto da barragem.....uma pena, pois acabam pouco a pouco com o que a natureza demora anos pra construir.

     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 14lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Rapala X-rap
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
  17. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Guilherme Liotti em Atrás dos azulões goianos de São Simão-GO / Outubro de 2019   
    Turma, boa tarde!

    Instigado pela experiência em julho em São Simão/GO, e com a dica do amigo Tuênio de que a pesca era muito boa em setembro e outubro, resolvemos voltar pra São Simão/GO, dessa vez em 4 pescadores esportivos.
    Como disse em outro tópico, pescamos tucunarés esportivamente há três anos, desde outubro de 2016 e já estamos viciados na pesca de superfície desses lindos e vorazes peixes.
    São Simão possui o diferencial de oferecer diversos tipos de pesca esportiva, em diferentes modalidades, pois é banhada pelo rio Paranaíba e pelo reservatório de São Simão.

    Juntamos 4 amigos e partimos mais de 700km de sp até Goiás.
    Turma muito animada, saímos numa segunda-feira, com previsão de pescar terça, quarta, quinta e sexta!

    Fechamos tudo com o Tuenio pra pescar em dois barcos, com os guias Eder e Chereguini, dois dias na represa de São SImão e dois dias no rio Paranaíba, onde eu particularmente mais gosto, apesar de nunca ter pego bons exemplares lá.
    Chegamos bem no hotel e terça pela manhã já estávamos na água!

    O Eder - guia - tinha nos dito que a pescaria seria diferente, pois os azuis estavam de casal, com boa produtividade durante o dia todo, e baixa produtividade nos horrios de manhã cedo e fim de tarde.
    ´Não sou muito fã de pescaria no visual - caçando o peixe -, gosto mais de ser surpreso pinchando.....então, disse que queria aproveitar o dia todo.
     
    Primeiros dois ou três pontos, nada de ação....a represa estava num nível muito abaixo do que encontramos em julho, e quando encontramos o barco dos amigos Lucas e Akira, nos disseram terem tido boas ações e perdido peixes grandes, com leader estourando e tudo mais, nos deixando animados!

    Logo depois de irmos pro 4 ponto, meu parceiro Fabio já toma um susto na meia água, e um lindo amarelinho aparece pra foto!

     
    Como a gente costuma brincar, uma ação renova nossa energia pra mais uns 300 arremessos, e vamos lá pinchar o Stick!
    Já era mais de 13h e não tido nenhuma ação...

    Passando de frente pra um rancho, vejo uma onda seguindo minha Bonnie e o coração vai a mil, o guia grita não pára de trabalhar a isca, a mão já trabalha sozinha e pronto, estouro na isca, briga limpa e um bonito azul de seus 50cm!!!

     
    O dia estava díficil, avistamos alguns casais, mas estavam muito ariscos e mal chegávamos perto, afundavam.
    Meu parceiro pegou mais um amarelinho e no fim do dia, o guia Eder me conta a história de um um ponto e uma Firestick prateada.....olho na caixa, a Firestick olha pra mim....coloco na linha, 3º arremesso e....inacreditável, um lindo azul estoura na isca, com um lindo por do Sol ao fundo!
     

     

    Peixe com uma coloração incrível na água e que brigou lindo!

    Assim finalizamos o 1 dia, sem muitas ações, mas com certa qualidade no tamanho!!!
    Parceiros do outro barco não tiveram bons resultados de peixe, mas gostaram muito do local e da pesca.

    2 dia!
    Animados com as ações de bons peixes no 1 dia, fomos sabendo que insistindo, eles entrariam!

    Logo meu parceiro começa com bastante ação na meia água, engatando dois ou três bonitos amarelos e um pequeno azul!
     

     
    Como faria duas pescarias de 4 dias em duas semanas, resolvi levar uma carretilha lado esquerdo tb - pesco de lado direito - afim de tentar aprender a pescar com os dois lados, pra não sofrer tanto com as dores de 6-8h de trabalho de Stick-zara-superfície......mas n fui muito bem não, só consegui meia água e jig....rsrs
     
    Mas com insistência, pego meu primeiro peixe com carretilha lado esquerdo:

     
    Pequeno, mas de grande valor emocional! rs

    Insisto num ponto perto de uma cerca e um bonito azul estoura na superfície!!!
    Briga limpa e gostosa, com tomada de linha e gritaria no barco!!!


    54cm

    O Guia Eder diz que o peixe estava de casal, insistimos bastante no ponto e nada....
    Batendo uma rapala pro meio do lago, isca  que sempre salva a pescaria, tenho uma surpresa com uma forte arrancada!
     

     
    O dia estava muito bom e produtivo!!!!

    Já estava dando por satisfeito, quando lanço minha isca despretenciosa num raseiro e ouço um estouro, seguido de uma cantada de linha!!!
    Briga frenética, vai pra pauleira, sai, trava, toma linha, e até que se cansa....vem pra foto, troféu!


     
    Meu recorde de São Simão, 56cm, olha onde foi parar a Bonnie!!!
    2 dia completo com expectativa muuuuito ultrapassada!!!!

    Encontrando meus parceiros do outro barco, fico muito feliz ao saber que eles tinham pego um troféu de 59cm!!!
     

     
    Assim terminamos nossa passagem no reservatório de São Simão, dormimos cedo pq no dia seguinte, começaríamos mais uma bela e mais difícil jornada atrás do azuis no rio Paranaíba!!

    3 dia!
    O rio Paranaíba, que divide os estados de Goiás e Minas Gerais, permite a pesca de uma modalidade um pouco diferente. O grande diferencial pra pegar os tucunarés lá é usando iscas softs, na superfície, com sistema anti-enrosco, no qual aprendi em julho e viciei! Jogar a isca no meio das estruturas e ver o peixe estourando não tem preço. Aliás, tem, o preço é saber que o peixe tem muito mais chances de vencer do que o pescador, o que deixa a pesca esportiva mais atraente!!!!

    Os pontos são mais longes, a navegação é mais cansativa, mas o local é muito bonito!!!
     
    Pescando no meio dos "varjões", em meio às "quisaças" ou "malicias" ou "unhas de gato", precisamos ter habilidade no lançamento da isca, no trabalho e usar o anti enrosco, pra pescaria acontecer e ser efetiva.
    Suei muito na primeira vez pra não ter tanta cabeleira e trabalhar direitinho a isca a fim de atrair o peixe....tirar o peixe é outra história....rsrs
     
    O peixe estava muito manhoso, n estava batendo pra comer e dim pra afugentar, pelo comportamento de acasalar.....nos dois dias no rio, vimos muito peixe grande, diversos casais, e peixes que por achômetro, deviam ter mais de 60cm, mas n conseguimos tirar nenhum.
    O guia é fundamental pois o barco passa com elétrico em  muita estrutura!!!!
     
    Em dois dias, tivemos menos de 15 ações por barco e embarcamos poucos, mas tivemos muita emoção....como emoção não vai pra foto, seguem as fotos dos exemplares que conseguimos embarcar - lembro que todos exemplares foram soltos, nem na beira do rio consumimos nenhuma peixe!
     

     

     

     
    Como disse lá no começo, o "como pegar o peixe" às vezes, pra mim, é muiuto mais importante que o tamanho do peixe, então fiquei muito feliz com a pescaria!!!
    Perdi muito peixe, cheguei a trzzer escama na ponta do off-set, mas perdi as melhores batalhas pro azul nos dias no Paranaíba!!! Ficou somente o desejo de voltar a batalhar com esses bocudos do Paranaíba nas iscas soft!

    O outro barco ainda tirou um bonito azul de 54cm no meio das estruturas, show de coloração!!!
     


    O mais legal disso é amizade feita com os guias e a turma voltar cheia de história!!

     
    Nossa galera começou há 3 anos, mas somos 100% pesque e solte, mas infelizmente em São Simão, nessa época de casal, há muito pescador matando peixe.
    Arpão, rede, embarcado, pescando perto da barragem.....uma pena, pois acabam pouco a pouco com o que a natureza demora anos pra construir.

     
    Equipamentos:
    Vara Redai Viking 14lbs 5´8
    Vara Major Craft SpeedStyle 14lbs 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Rapala X-rap
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!

    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
  18. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Marcelo Pupim em TucunaRex Team - Rio sucunduri - Out 2019   
    Que TOP, Marcelo!!
    Parabéns, show de aventura!!!
    Vi o banner de vcs semana passada lá no Kojak!
    Grande abraço!
  19. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Marcos Vinicius de Oliveir em PESCARIA RIO IRIRI - PARÁ   
    Rapaz, que delícia ler esse relato!
    Bom demais, a pesca é muito mais que estar na beira da água!
     
  20. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Cristiano Rochinha em [Relato] FIM DE SEMANA TOP...."Chupa" mundo chato!   
    Disse tudo Cristiano!
    Os equipamentos têm preço, isso que viveu têm valor!! E é muito diferente!!!
    Que show!!!
  21. Thanks
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edmar Alves em MELHORES BLANK'S e VARAS PARA PLUGS DE SUPERFÍCIE   
    Fala Edmar, gosto muito das Redai Viking e Black Mamba, 1 e 2 geração. Tenho e aprovo completamente!
    Extremamente leves e confortáveis.
    Já tive Venator 12lbs, que é mais leve, mas tem a desvantagem de ser menor (5´6). Mas também é muito boa!
    Numa última visita a uma loja, peguei na mão a SpeedStyle e a Benkei da Major Craft, achei bem confortáveis tbm!
  22. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edson C. Martins em São Simão/GO - Julho 2019   
    Fala turma do Biguá!
    Boa tarde!

    Cumprindo minha resolução pra 2019, quero pescar mais e compartilhar mais as experiências desse esporte que fascina com mais pessoas!

    Já com viagem marcada pro Lago do Peixe em outubro, mas com o vício da pesca que não sai da nossa cabeça, resolvemos conhecer São Simão/GO!
    Sem operador ou turismo voltado pra pesca, o que é ruim, mas é bom, pois a pressão é baixa, comecei a pesquisar, pegar algumas dicas com conhecidos e resolvemos ir, de 18 a 21 de julho, frio, e conhecido período de ventos.

    Éramos em 4, porém trabalho e um companheiro com amigdalite fez com que fosse pescar somente com um parceiro, no final!
    Fomos de carro, percorremos mais de 700km de estrada em busca de saciar o vício chamado Tucunaré na superfície. rsrs

    Pra quem não sabe, na cidade de São Simão/GO, há dois tipos de pescaria em dois lugares, para o Tucunaré (amarelo e azul), pescar no reservatório de São Simão, lado de cima da barragem e a pescaria nos "varjões" do rio Paranaíba.
    Como tínhamos 3 dias de pesca, o resolvemos que gostaríamos de experimentar pescar nos dois locais.

    Saímos de SP às 15h de quinta e de madrugada, por volta das 2h da manhã, indo tranquilo, parando quando cansado pra comer e tomar cafés.
    Nos hospedamos num hotel à beira da represa, esticamos os leaders e fomos dormir, pois tínhamos combinado as 07h com o guia no dia seguinte.

    O excelente guia Eder nos esperava num posto da cidade pra enchermos o tanque do barco e partirmos, lá conhecemos tb o Tuênio, da Maré Náutica, fabricante de excelentes embarcações de pesca e o barco era dele.

    No primeiro dia, pescamos no reservatório, poucas estruturas, vento sempre atrapalhando, e como indicação do Eder, pescamos arremessando pra dentro do lago, com iscas de superfície e meia água.
    Já eram 10h da manhã e nenhuma ação e uma vara partida (a titulaaar), por descuido e falta de comunicação.
    Às 10h, resolvo arremessar em direção ao raseiro e estoura um peixe bom. Pena que errou a isca.
    Animamos e resolvi seguir a dica do guia e colocar uma isca verde escuro (Bonnie 95).

    Arremessando pro meio do lago, com água cristalina, um lindo tucunaré azul sai do fundo e estoura na superfície!!!
    Coração a mil, meu parceiro engata a fêmea tb - que escapa - e consigo tirar meu primeiro tucuna goiano!!



    55cm e a isca aí, ó!
    Talvez o azulão mais bonito - em cores - que já pesquei!
    Devidamente solto, claro!! Comecei bem com os tucunas goianos!!!

    Lá pelas 11h, mais um azulão enorme vem no visual e estoura na Bonnie, porém, esse errou a isca e o coração - meu e do guia - quase sai pela boca!
    Meu parceiro tb pegou um bom azul na meia água, que brigou e escapou num salto.
    Até o almoço, fiquei impressionado, pouca ação, porém, só peixe de qualidade.

    Paramos pra almoçar, levamos carne, pão e aproveitamos pra descansar.
     

    Pela tarde, achamos um casal de Amarelos e uma traíra bonita no por do Sol!
     


    Muito vento atrapalhou bastante a pescaria, e tomamos a decisão, seguindo as dicas do Guia Eder, de pescar no rio Paranaíba no dia seguinte, pois lá, pescaríamos em abrigados.

    2 e 3 dia - saímos cedo e às 08h já estávamos pescando, após 1h de navegação.
    Locais abrigados, porém água bem movimentada....pra lá a dica é levar iscas de superfície grandes ou pescar com iscas softs no meio das "malícias", tipo unha de gato, que ficam nas beiras dos abrigados.
    Como nunca tinha pescado com as iscas softs, mas as tinha na caixa, o guia Eder me indicou pra usar a Pop-Action branca que tinha.
    Mal sabia trabalhar e usar, coloquei uma na cor manjuba e montei na forma anti-enrosco e arremessei, ainda receoso com enroscos. Terceiro arremesso e pronto!! Sai o primeiro da vida na isca soft!!!!


    Pequenos peixes, grandes emoções, eeeeeira! rsrs
    A emoção é grande ao capturar um peixe numa técnica nova!!!!

    Daí pra frente, pegamos outros peixes, todos de porte pequeno a médio e vimos algumas ações de peixes grandes, porém sem sucesso.
     






    Esse amarelinho estourou na superfície numa Zig Zarão de 13cm!!! Impressionante a voracidade da espécie!



     
    Detalhe: não matamos sequer um peixe e levamos pão, carne, café, bebidas para os almoços no meio do mato.
    Detalhe 2: guia Eder não pescou.

    Equipamentos:
    Vara Redai Black Mamba 17lb 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Fusion Shad.
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!
    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
  23. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Edson C. Martins em Redai Viking ou Majorcraft Speedystyle   
    Galera, vou adquirir uma nova vara pros azuis de Tocantins e Goiás, farei duas viagens nos próximos meses.
    Já uso uma BM 17lbs e tb uma Viking 20lbs, ambas 5´8, gostaria de adquirir uma vara mais leve, de 14lbs.
    Pescar com sticks como Bonnie 95, Firestick e tbm com Pop-Actions no meio das galhadas.

    O que aconselham?
    1) Viking 14lbs 5´8
    2) Major Speedstyle 5,8 14lbs - impressão de ser mais dura como a Black Mamba
    3) Major Benkei 12lbs 5,8 - acho que o casting n daria pra usar os Sticks.
    Que acham?
  24. Upvote
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Cristiano Rochinha em São Simão/GO - Julho 2019   
    Fala turma do Biguá!
    Boa tarde!

    Cumprindo minha resolução pra 2019, quero pescar mais e compartilhar mais as experiências desse esporte que fascina com mais pessoas!

    Já com viagem marcada pro Lago do Peixe em outubro, mas com o vício da pesca que não sai da nossa cabeça, resolvemos conhecer São Simão/GO!
    Sem operador ou turismo voltado pra pesca, o que é ruim, mas é bom, pois a pressão é baixa, comecei a pesquisar, pegar algumas dicas com conhecidos e resolvemos ir, de 18 a 21 de julho, frio, e conhecido período de ventos.

    Éramos em 4, porém trabalho e um companheiro com amigdalite fez com que fosse pescar somente com um parceiro, no final!
    Fomos de carro, percorremos mais de 700km de estrada em busca de saciar o vício chamado Tucunaré na superfície. rsrs

    Pra quem não sabe, na cidade de São Simão/GO, há dois tipos de pescaria em dois lugares, para o Tucunaré (amarelo e azul), pescar no reservatório de São Simão, lado de cima da barragem e a pescaria nos "varjões" do rio Paranaíba.
    Como tínhamos 3 dias de pesca, o resolvemos que gostaríamos de experimentar pescar nos dois locais.

    Saímos de SP às 15h de quinta e de madrugada, por volta das 2h da manhã, indo tranquilo, parando quando cansado pra comer e tomar cafés.
    Nos hospedamos num hotel à beira da represa, esticamos os leaders e fomos dormir, pois tínhamos combinado as 07h com o guia no dia seguinte.

    O excelente guia Eder nos esperava num posto da cidade pra enchermos o tanque do barco e partirmos, lá conhecemos tb o Tuênio, da Maré Náutica, fabricante de excelentes embarcações de pesca e o barco era dele.

    No primeiro dia, pescamos no reservatório, poucas estruturas, vento sempre atrapalhando, e como indicação do Eder, pescamos arremessando pra dentro do lago, com iscas de superfície e meia água.
    Já eram 10h da manhã e nenhuma ação e uma vara partida (a titulaaar), por descuido e falta de comunicação.
    Às 10h, resolvo arremessar em direção ao raseiro e estoura um peixe bom. Pena que errou a isca.
    Animamos e resolvi seguir a dica do guia e colocar uma isca verde escuro (Bonnie 95).

    Arremessando pro meio do lago, com água cristalina, um lindo tucunaré azul sai do fundo e estoura na superfície!!!
    Coração a mil, meu parceiro engata a fêmea tb - que escapa - e consigo tirar meu primeiro tucuna goiano!!



    55cm e a isca aí, ó!
    Talvez o azulão mais bonito - em cores - que já pesquei!
    Devidamente solto, claro!! Comecei bem com os tucunas goianos!!!

    Lá pelas 11h, mais um azulão enorme vem no visual e estoura na Bonnie, porém, esse errou a isca e o coração - meu e do guia - quase sai pela boca!
    Meu parceiro tb pegou um bom azul na meia água, que brigou e escapou num salto.
    Até o almoço, fiquei impressionado, pouca ação, porém, só peixe de qualidade.

    Paramos pra almoçar, levamos carne, pão e aproveitamos pra descansar.
     

    Pela tarde, achamos um casal de Amarelos e uma traíra bonita no por do Sol!
     


    Muito vento atrapalhou bastante a pescaria, e tomamos a decisão, seguindo as dicas do Guia Eder, de pescar no rio Paranaíba no dia seguinte, pois lá, pescaríamos em abrigados.

    2 e 3 dia - saímos cedo e às 08h já estávamos pescando, após 1h de navegação.
    Locais abrigados, porém água bem movimentada....pra lá a dica é levar iscas de superfície grandes ou pescar com iscas softs no meio das "malícias", tipo unha de gato, que ficam nas beiras dos abrigados.
    Como nunca tinha pescado com as iscas softs, mas as tinha na caixa, o guia Eder me indicou pra usar a Pop-Action branca que tinha.
    Mal sabia trabalhar e usar, coloquei uma na cor manjuba e montei na forma anti-enrosco e arremessei, ainda receoso com enroscos. Terceiro arremesso e pronto!! Sai o primeiro da vida na isca soft!!!!


    Pequenos peixes, grandes emoções, eeeeeira! rsrs
    A emoção é grande ao capturar um peixe numa técnica nova!!!!

    Daí pra frente, pegamos outros peixes, todos de porte pequeno a médio e vimos algumas ações de peixes grandes, porém sem sucesso.
     






    Esse amarelinho estourou na superfície numa Zig Zarão de 13cm!!! Impressionante a voracidade da espécie!



     
    Detalhe: não matamos sequer um peixe e levamos pão, carne, café, bebidas para os almoços no meio do mato.
    Detalhe 2: guia Eder não pescou.

    Equipamentos:
    Vara Redai Black Mamba 17lb 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Fusion Shad.
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!
    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
  25. Like
    Rafael Takahiro recebeu reputação de Fabrício Biguá em São Simão/GO - Julho 2019   
    Fala turma do Biguá!
    Boa tarde!

    Cumprindo minha resolução pra 2019, quero pescar mais e compartilhar mais as experiências desse esporte que fascina com mais pessoas!

    Já com viagem marcada pro Lago do Peixe em outubro, mas com o vício da pesca que não sai da nossa cabeça, resolvemos conhecer São Simão/GO!
    Sem operador ou turismo voltado pra pesca, o que é ruim, mas é bom, pois a pressão é baixa, comecei a pesquisar, pegar algumas dicas com conhecidos e resolvemos ir, de 18 a 21 de julho, frio, e conhecido período de ventos.

    Éramos em 4, porém trabalho e um companheiro com amigdalite fez com que fosse pescar somente com um parceiro, no final!
    Fomos de carro, percorremos mais de 700km de estrada em busca de saciar o vício chamado Tucunaré na superfície. rsrs

    Pra quem não sabe, na cidade de São Simão/GO, há dois tipos de pescaria em dois lugares, para o Tucunaré (amarelo e azul), pescar no reservatório de São Simão, lado de cima da barragem e a pescaria nos "varjões" do rio Paranaíba.
    Como tínhamos 3 dias de pesca, o resolvemos que gostaríamos de experimentar pescar nos dois locais.

    Saímos de SP às 15h de quinta e de madrugada, por volta das 2h da manhã, indo tranquilo, parando quando cansado pra comer e tomar cafés.
    Nos hospedamos num hotel à beira da represa, esticamos os leaders e fomos dormir, pois tínhamos combinado as 07h com o guia no dia seguinte.

    O excelente guia Eder nos esperava num posto da cidade pra enchermos o tanque do barco e partirmos, lá conhecemos tb o Tuênio, da Maré Náutica, fabricante de excelentes embarcações de pesca e o barco era dele.

    No primeiro dia, pescamos no reservatório, poucas estruturas, vento sempre atrapalhando, e como indicação do Eder, pescamos arremessando pra dentro do lago, com iscas de superfície e meia água.
    Já eram 10h da manhã e nenhuma ação e uma vara partida (a titulaaar), por descuido e falta de comunicação.
    Às 10h, resolvo arremessar em direção ao raseiro e estoura um peixe bom. Pena que errou a isca.
    Animamos e resolvi seguir a dica do guia e colocar uma isca verde escuro (Bonnie 95).

    Arremessando pro meio do lago, com água cristalina, um lindo tucunaré azul sai do fundo e estoura na superfície!!!
    Coração a mil, meu parceiro engata a fêmea tb - que escapa - e consigo tirar meu primeiro tucuna goiano!!



    55cm e a isca aí, ó!
    Talvez o azulão mais bonito - em cores - que já pesquei!
    Devidamente solto, claro!! Comecei bem com os tucunas goianos!!!

    Lá pelas 11h, mais um azulão enorme vem no visual e estoura na Bonnie, porém, esse errou a isca e o coração - meu e do guia - quase sai pela boca!
    Meu parceiro tb pegou um bom azul na meia água, que brigou e escapou num salto.
    Até o almoço, fiquei impressionado, pouca ação, porém, só peixe de qualidade.

    Paramos pra almoçar, levamos carne, pão e aproveitamos pra descansar.
     

    Pela tarde, achamos um casal de Amarelos e uma traíra bonita no por do Sol!
     


    Muito vento atrapalhou bastante a pescaria, e tomamos a decisão, seguindo as dicas do Guia Eder, de pescar no rio Paranaíba no dia seguinte, pois lá, pescaríamos em abrigados.

    2 e 3 dia - saímos cedo e às 08h já estávamos pescando, após 1h de navegação.
    Locais abrigados, porém água bem movimentada....pra lá a dica é levar iscas de superfície grandes ou pescar com iscas softs no meio das "malícias", tipo unha de gato, que ficam nas beiras dos abrigados.
    Como nunca tinha pescado com as iscas softs, mas as tinha na caixa, o guia Eder me indicou pra usar a Pop-Action branca que tinha.
    Mal sabia trabalhar e usar, coloquei uma na cor manjuba e montei na forma anti-enrosco e arremessei, ainda receoso com enroscos. Terceiro arremesso e pronto!! Sai o primeiro da vida na isca soft!!!!


    Pequenos peixes, grandes emoções, eeeeeira! rsrs
    A emoção é grande ao capturar um peixe numa técnica nova!!!!

    Daí pra frente, pegamos outros peixes, todos de porte pequeno a médio e vimos algumas ações de peixes grandes, porém sem sucesso.
     






    Esse amarelinho estourou na superfície numa Zig Zarão de 13cm!!! Impressionante a voracidade da espécie!



     
    Detalhe: não matamos sequer um peixe e levamos pão, carne, café, bebidas para os almoços no meio do mato.
    Detalhe 2: guia Eder não pescou.

    Equipamentos:
    Vara Redai Black Mamba 17lb 5´8
    Vara Redai Viking 20lbs 5´8
    Carretilhas Venator Lite, SE
    Linhas 40 lbs

    Iscas mais usadas:
    Bonnie 95, Pop Action 11cm, M Action 9 cm, Fusion Shad.
    Encerramos a pescaria agradecendo bastante a Deus por nos proporcionar mais uma grande empreitada, com pesca, viagem e muita risada garantida!
    Tuênio e Eder, muito obrigado pela recepção e dicas valiosas!! A vontade de pegar um 60UP goiano é tão grande que estou voltando logo!!!
    Quem quiser os contatos pra ir pra lá, só me chamar por MP!
    Grande abraço rapaziada!

    Instagram @rafatako
×
×
  • Criar Novo...