Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Fabricio.Passos

Dourado de 20kg morto em Minas(Compartilhando minha revolta

Posts Recomendados

Pessoal,

Vou compartilhar com os amigos esse video criminoso que me deixa no mínimo revoltado e triste por as vezes ser chamado de pescador.

Pesco neste rio com meu pai e minha família desde a infância, e como vocês podem ver no vídeo, o rio sofre absurdamente com o assoreamento, poluição e empresas em suas margens que não respeitam as leis.

Espero ver o dia em que nossas autoridades apresentem o mínimo de competência na fiscalização e elaboração de leis efetivas.

Desculpem o desabafo, mas esse video é criminoso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara,não consegui ver direito o video,pois trava muito,mas me parece ser um pescador que conheço,com nome de Carlinhos da minhioca,caso seja ele mesmo ele tem uma loja de pesca em BH e é matador do KCT diabo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

SEm dúvida é um grande feito a captura ; Porém grande foi o desrespeito com o peixe, tratando-o com truculência, deixando cair, ou seja sem nenhuma forma de reverência ao rei do rio. chorei:: chorei::

Agora eu me pergunto:

Deve haver um propósito maior, quando o ser supremo, permite que um peixe deste porte morda a isca de um pescador como este ( antítese do pescador esportivo).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É importante considerar que caso o peixe fosse solto, ainda haveria a possibilidade de ele voltar para a água com vida.

Infelizmente, é muito triste ver um tratamento desse com um peixe de grande tamanho, que proporcionou, imagino eu, uma grande, mas GRANDE mesmo, felicidade descomunal para o pescador.

Abraço aos amigos do fórum!

Observação: Devemos fazer a nossa parte. Pescadores esportivos que praticam a pesca esportiva, UNI-VOS!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sabemos onde essas pessoas foram educadas e, infelizmente, todo mundo tem direito a ser ignorante!!! ::nada:: ::nada:: ::nada::

Oquê não poderia acontecer é a falta de leis que façam a proibição desses atos e a completa inexistência de fiscalização adequada lacou:: lacou::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que horror, neste vídeo foi um só, mas neste aqui mataram vários!!!!

Vejam a matança no final e a exibição dos peixes todos mortos.

http-~~-//www.youtube.com/watch?v=BUDYfGCHENs

Digno de nota:

- não são pessoas sem formação ... são jovens e com recursos (a filmagem não foi feita por nenhuma câmera shing ling).

- teve peixe lá exibido por mais de um ...

- interessante a palavra "troveu" ...

Dizer que matança é de "zé ruela" não cabe neste vídeo e muitos outros absurdos que postam com orgulho no YT.

Pesque e solte é ainda muito, mas muuuuuuuuuuuuuuito mesmo, pouco praticado.

E eles vão transmitir os seus comportamentos para os filhos ...

Ilustrando ...

"Vô ... quando eu puder pescar, ainda terá peixes?"

Sim, mas sei lá quantos, mas vamos preservar.

"Vô ... vou fazer a minha parte ... me ensina?"

Imagem Postada

É ... sonhar ainda não paga imposto ...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

enquanto isso, na ''terra dos hermanos'' todo mundo solta um peixe desse, sem pensar duas vezes...

Perfeita observação ... lá eles já entenderam ... chegaremos lá ...

Pelo que acompanho a tantos anos nesse rio Paraopeba, estamos longe dessa realidade, mas também espero ver isso acontecer um dia.

Um abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só um comentário...estava assistindo a este vídeo e o meu filho de 7 anos, isso mesmo 7 anos, ficou indignado com a forma que o dourado foi tratado...Se eu aprendi, meu filho já aprendeu, então com certeza um dia eles aprendem, só espero que não seja tarde demais...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

TRisteza...

Infelizmente temos que ir cada vez mais longe para pescar nossos peixes....

Fico triste pelos meus filhos...

lembro de quando pescava com meus pais.... era cada peixão...

O que será de nossos netos?

Compartilho dessa preocupação Joelson, ainda não tenho filhos e se continuar assim quando tiver não sei onde terei de leva-los para pescar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

enquanto isso, na ''terra dos hermanos'' todo mundo solta um peixe desse, sem pensar duas vezes...

Perfeita observação ... lá eles já entenderam ... chegaremos lá ...

Eh Wellington... creio que este seria o caminho, mas em se tratando de Braziiiillll esquece este tipo de pensamento. Isso poderá acontecer somente se tivéssemos leis extremamente pesadas, mas...... pescadores matadores, profissionais matadores são menos instruídos e VOTAM!!!!!!!!! OK joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

TRisteza...

Infelizmente temos que ir cada vez mais longe para pescar nossos peixes....

Fico triste pelos meus filhos...

lembro de quando pescava com meus pais.... era cada peixão...

O que será de nossos netos?

Compartilho dessa preocupação Joelson, ainda não tenho filhos e se continuar assim quando tiver não sei onde terei de leva-los para pescar.

Do jeito que vai as coisas no Brazzzziiiillll .. vc poderá levá-los em pesque e pague somente... ::nada:: ::nada::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é um ABSURDO, muito revoltante e vergonhoso Conada negativo:: chorei:: ::nada:: Naonao::

Um peixes deste porte, sem dúvidas, deve voltar ao seu habitat. E se outro pescador tiver a mesma sorte, poder fisgá-lo e soltar novamente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que horror, neste vídeo foi um só, mas neste aqui mataram vários!!!!

Vejam a matança no final e a exibição dos peixes todos mortos.

http-~~-//www.youtube.com/watch?v=BUDYfGCHENs

Digno de nota:

- não são pessoas sem formação ... são jovens e com recursos (a filmagem não foi feita por nenhuma câmera shing ling).

- teve peixe lá exibido por mais de um ...

- interessante a palavra "troveu" ...

Dizer que matança é de "zé ruela" não cabe neste vídeo e muitos outros absurdos que postam com orgulho no YT.

Pesque e solte é ainda muito, mas muuuuuuuuuuuuuuito mesmo, pouco praticado.

E eles vão transmitir os seus comportamentos para os filhos ...

Ilustrando ...

"Vô ... quando eu puder pescar, ainda terá peixes?"

Sim, mas sei lá quantos, mas vamos preservar.

"Vô ... vou fazer a minha parte ... me ensina?"

Imagem Postada

É ... sonhar ainda não paga imposto ...

Parabés Fernando... aplauso:: aplauso:: aplauso:: aplauso:: aplauso::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

enquanto isso, na ''terra dos hermanos'' todo mundo solta um peixe desse, sem pensar duas vezes...

Perfeita observação ... lá eles já entenderam ... chegaremos lá ...

Concordo 100%... só que lá foi por força de lei e com fiscalização rigorosa nas intendências (portos), marinha (rio) e el camiñera (estradas). A cultura foi "formada", inclusive para os brasileiros que iam pra lá.

Como disse o Rodrigo, deve haver algum propósito maior para este peixe sair pra ele...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meus amigos, :amigo:

Sempre tem que aparecer alguém com um "contraponto", ainda que para evocar uma reflexão.

Estou me propondo a ser esse alguém, embora - desde já - deixe claro minha posição conservacionista.

Longe de "defender" ações dessa natureza - impensáveis no nosso meio esportivo - é preciso entendê-las !

arrow:: Apenas como "linha de comparação", e melhor compreensão de alguns, recorro a uma época não muito distante em que "fumar" tinha toda a essência requerida pela "moda" reinante. Fumava-se em todos os lugares e oportunidades, sem sequer desconfiar da realidade que havia por trás desse hábito. Haviam os fumantes inveterados e os "passivos", que conviviam com essa realidade. O apelo era tão grande que até se criaram "lendas" que se transformaram em aspectos culturais como o "anúncio do Gérson para o Vila Rica", onde ele dizia que "tinha que levar vantagem em tudo, certo ?" (os mais antigos haverão de lembrar...).

Pois bem, e dentro do que estamos falando, alguns deixaram de fumar, e até se tornaram "anti-tabagistas", mas não conseguiram sair do processo cultural da "vantagem em tudo"... (claro que respeitadas as devidas - e poucas - exceções).

Estamos - com relação à pesca esportiva - testemunhando um novo paradigma, ou melhor, um novo "degrau de consciência" em torno do tema. Assim como no "fumo", muitos de nós já migraram para um novo patamar de consciência, chegando até a "incriminar" atos tão comuns - a muito de nós um pouco mais "velhos"- num passado não distante, do "absurdo" que se comete em "matar peixes" e "depredar os cardumes"...

Volto a insistir que se trata de algo "inquestionável" nos dias de hoje e às pessoas que já têm esse grau de consciência, e quanto às demais ? Aquelas que ainda estão num "mundo de ignorância de conhecimento e bom senso" ? Será que a "culpa" e/ou "responsabilidade" é só delas ? Onde estão as campanhas de esclarecimento e exemplificação necessárias a uma mudança cultural nas pessoas... Lembram-se dos "fumantes passivos" ?? É parecido sem ser igual...

Como muitos aqui no Fórum, também já tive a minha cota de "peixe morto", de "pescarias sem limites" e de outras ações hoje vistas como "barbáries"...

arrow:: Não tenho arrependimento de tê-las cometido ! Tenho sim, é "raiva" pelo tempo que demorei para entender que peixe vivo é muito mais prazeroso do que exibido como troféu !

arrow:: E para terminar, e puxando da memória daqueles que tiveram a oportunidade de acompanhar o início da fase de pesca esportiva no nosso País, acalentada nos seus primórdios por gente como o Rubinho, Gugu, Genésio, Otávio Riota e tantos outros nomes, que nos traziam em programas de televisão dominicais, imagens de peixes sendo liberados após suas capturas e por conta disso sendo nacionalmente identificados como "americanizados" e "inventadores de moda", lembro a todos que este terminou sendo o verdadeiro divisor de cultura que fez com que alguns de nós (poucos diante do conjunto) hoje passasse a ter essa visão conservacionista.

Claro que também no passado, os que "Não fumavam" se sentiam "perturbados" com a "ignorância" dos fumantes (e posso falar disso com tranquilidade, pois fui fumante por 10 anos), mas por mais que falassem do "mau causado", pouco eram ouvidos, ou levados à sério...

Cada vez mais, o grau de consciência NO MUNDO em torno dos recursos naturais passa a impor um novo grau de atitude e posicionamento nas gerações em torno do tema ECOLOGIA. Assim como já tratamos de "poluição", "aquecimento global", "desmatamento", "produtos orgânicos", etc... começamos (ainda que timidamente) a pensar em "estoques pesqueiros" e principalmente, na manutenção silvestre de nossas riquezas, sendo a principal delas (água doce) a que mais trás preocupação ao mundo...

arrow:: Pescar esportivamente vem nesse grupo de mudanças em curso, com velocidade menor que a desejada (principalmente por nós, esportistas), mas é algo inexorável...

Não acredito que tenhamos - obrigatoriamente - que repudiar os atos do feliz pescador que conseguiu a façanha de pegar um douradão de 20 kg. Certamente não aprovamos que esse "peixe-troféu" não tenha retornado para continuar seu ciclo natural de vida, mas será que podemos (todos, ou a maior parte... ) jogar a primeira pedra ??

Sem polemizar, mas como uma "visão diferente" da simples crítica que costumamos postar, esse posicionamento é - como já disse - para sua reflexão e não necessita de provocar sua reação e/ou resposta defensiva !

arrow:: Esse não é (ou jamais será) o meu propósito...

Antes que pensem diferente, digo logo que há muito já solto praticamente tudo que pesco... só fica "o do barranco" para a celebração gastronômica do momento... (afinal, não é atrás disso que estamos, a celebração de ocasiões especiais ?)

arrow:: Não me queiram mal, pois muitas vezes esquecemos que as ações tem mais de uma forma de serem vistas... :amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meus amigos, :amigo:

Sempre tem que aparecer alguém com um "contraponto", ainda que para evocar uma reflexão.

Estou me propondo a ser esse alguém, embora - desde já - deixe claro minha posição conservacionista.

Longe de "defender" ações dessa natureza - impensáveis no nosso meio esportivo - é preciso entendê-las !

arrow:: Apenas como "linha de comparação", e melhor compreensão de alguns, recorro a uma época não muito distante em que "fumar" tinha toda a essência requerida pela "moda" reinante. Fumava-se em todos os lugares e oportunidades, sem sequer desconfiar da realidade que havia por trás desse hábito. Haviam os fumantes inveterados e os "passivos", que conviviam com essa realidade. O apelo era tão grande que até se criaram "lendas" que se transformaram em aspectos culturais como o "anúncio do Gérson para o Vila Rica", onde ele dizia que "tinha que levar vantagem em tudo, certo ?" (os mais antigos haverão de lembrar...).

Pois bem, e dentro do que estamos falando, alguns deixaram de fumar, e até se tornaram "anti-tabagistas", mas não conseguiram sair do processo cultural da "vantagem em tudo"... (claro que respeitadas as devidas - e poucas - exceções).

Estamos - com relação à pesca esportiva - testemunhando um novo paradigma, ou melhor, um novo "degrau de consciência" em torno do tema. Assim como no "fumo", muitos de nós já migraram para um novo patamar de consciência, chegando até a "incriminar" atos tão comuns - a muito de nós um pouco mais "velhos"- num passado não distante, do "absurdo" que se comete em "matar peixes" e "depredar os cardumes"...

Volto a insistir que se trata de algo "inquestionável" nos dias de hoje e às pessoas que já têm esse grau de consciência, e quanto às demais ? Aquelas que ainda estão num "mundo de ignorância de conhecimento e bom senso" ? Será que a "culpa" e/ou "responsabilidade" é só delas ? Onde estão as campanhas de esclarecimento e exemplificação necessárias a uma mudança cultural nas pessoas... Lembram-se dos "fumantes passivos" ?? É parecido sem ser igual...

Como muitos aqui no Fórum, também já tive a minha cota de "peixe morto", de "pescarias sem limites" e de outras ações hoje vistas como "barbáries"...

arrow:: Não tenho arrependimento de tê-las cometido ! Tenho sim, é "raiva" pelo tempo que demorei para entender que peixe vivo é muito mais prazeroso do que exibido como troféu !

arrow:: E para terminar, e puxando da memória daqueles que tiveram a oportunidade de acompanhar o início da fase de pesca esportiva no nosso País, acalentada nos seus primórdios por gente como o Rubinho, Gugu, Genésio, Otávio Riota e tantos outros nomes, que nos traziam em programas de televisão dominicais, imagens de peixes sendo liberados após suas capturas e por conta disso sendo nacionalmente identificados como "americanizados" e "inventadores de moda", lembro a todos que este terminou sendo o verdadeiro divisor de cultura que fez com que alguns de nós (poucos diante do conjunto) hoje passasse a ter essa visão conservacionista.

Claro que também no passado, os que "Não fumavam" se sentiam "perturbados" com a "ignorância" dos fumantes (e posso falar disso com tranquilidade, pois fui fumante por 10 anos), mas por mais que falassem do "mau causado", pouco eram ouvidos, ou levados à sério...

Cada vez mais, o grau de consciência NO MUNDO em torno dos recursos naturais passa a impor um novo grau de atitude e posicionamento nas gerações em torno do tema ECOLOGIA. Assim como já tratamos de "poluição", "aquecimento global", "desmatamento", "produtos orgânicos", etc... começamos (ainda que timidamente) a pensar em "estoques pesqueiros" e principalmente, na manutenção silvestre de nossas riquezas, sendo a principal delas (água doce) a que mais trás preocupação ao mundo...

arrow:: Pescar esportivamente vem nesse grupo de mudanças em curso, com velocidade menor que a desejada (principalmente por nós, esportistas), mas é algo inexorável...

Não acredito que tenhamos - obrigatoriamente - que repudiar os atos do feliz pescador que conseguiu a façanha de pegar um douradão de 20 kg. Certamente não aprovamos que esse "peixe-troféu" não tenha retornado para continuar seu ciclo natural de vida, mas será que podemos (todos, ou a maior parte... ) jogar a primeira pedra ??

Sem polemizar, mas como uma "visão diferente" da simples crítica que costumamos postar, esse posicionamento é - como já disse - para sua reflexão e não necessita de provocar sua reação e/ou resposta defensiva !

arrow:: Esse não é (ou jamais será) o meu propósito...

Antes que pensem diferente, digo logo que há muito já solto praticamente tudo que pesco... só fica "o do barranco" para a celebração gastronômica do momento... (afinal, não é atrás disso que estamos, a celebração de ocasiões especiais ?)

arrow:: Não me queiram mal, pois muitas vezes esquecemos que as ações tem mais de uma forma de serem vistas... :amigo:

Boa amigo Kid! Um aspecto crucial levantado por você.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×