Ir para conteúdo
Renato Barreto

Revista Pesca & Companhia - Publicidade com pesca predatória.

Posts Recomendados

Recebi ontem a revista Pesca & Companhia pelo correio...não gostei de uma foto na capa (parte de traz) de uma publicidade que pega a capa inteira, de uma marca de lancha, na foto o pescador jogando uma tarrafa...p/ uma revista que preza a pesca esportiva, colocar uma foto com um cara praticando pesca predatória, não tem nada a ver.  Totalmente sem noção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Provavelmente esta imagem veio do fabricante dos EUA, onde e comun usar tarrafa para pegar isca viva (lambaris & etc)... não vejo isso como pesca predatoria. Não confundir com tarrafas grandes e de malha grossa que sim podem ter como alvo peixes maiores, e muito pior as grandes redes de "espera" que ficam matando os peixes por asfixia durante as horas que ficam na agua. Estas ultimas tinham que ser proibidas em aguas interiores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com certeza a imagem veio do fabricante em algum outro pais. Fosse minha empresa, a foto seria outra, talvez ela navegando, faz mais sentido quando se quer vender um barco.

Ela lembra um pouco a nova lancha da Calaça, me parece, pelos menos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Provavelmente esta imagem veio do fabricante dos EUA, onde e comun usar tarrafa para pegar isca viva (lambaris & etc)... não vejo isso como pesca predatoria. Não confundir com tarrafas grandes e de malha grossa que sim podem ter como alvo peixes maiores, e muito pior as grandes redes de "espera" que ficam matando os peixes por asfixia durante as horas que ficam na agua. Estas ultimas tinham que ser proibidas em aguas interiores.

 

Pelo menos na imagem diz que a fabrica é no Brasil, e não nos EUA.

Acho que independente do tamanho da tarrafa, pegou mal...o apelo da publicidade podia ser diferente...poderiam muito bem colocar um pescador de fly, de bait , ou simplesmente curtindo a natureza.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com certeza a imagem veio do fabricante em algum outro pais. Fosse minha empresa, a foto seria outra, talvez ela navegando, faz mais sentido quando se quer vender um barco.

Ela lembra um pouco a nova lancha da Calaça, me parece, pelos menos.

 

Olá Thiago, está se referindo a Puma 210 e 190? a diferença e que a Puma e em alumínio hehe

 

10628594_1525463187688874_6088870493668210299019_1485003361734857_702231770812841005820_1432926333609227_1656188877_n.jp

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com certeza a imagem veio do fabricante em algum outro pais. Fosse minha empresa, a foto seria outra, talvez ela navegando, faz mais sentido quando se quer vender um barco.

Ela lembra um pouco a nova lancha da Calaça, me parece, pelos menos.

 

2x

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Renato,

 

Concordo que a Revista poderia ser um pouco mais cuidadosa com o que pretende "vender" como sua imagem !

Refiro-me no entanto ao "merchandise" da lancha ! Independente de onde seja produzida, é propaganda explícita e não deveria ser capa de revista (mesmo que fique na parte de trás - menos mal).

Contudo, entendo o apelo comercial (e financeiro) para que essas edições impressas necessitam receber para continuar existindo... (cada vez mais, estamos no virtual eletrônico).

 

Quanto à tarrafa propriamente dita, discordo ! Alguém já comentou que seria uma malha fina para pegar iscas vivas, coisa que é mais do que comum nas pescas de peixes de fundo, sejam em rio, sejam no mar.

É sempre bom lembrar que a própria natureza se incumbe de fazer a seleção dos indivíduos que conseguirão chegar a fase de falência por morte natural ao longo de sua vida ! O percentual é mínimo.

arrow:: Não podemos (ou devemos) entrar num esquema hipócrita (sou eu que estou dizendo) de achar que a preservação e/ou conservação dos estoques precise ser preservada a esse ponto de não mais usarmos presas naturais que são alimentos naturais das espécies perseguidas esportivamente. A cadeia alimentar das espécies, bem como o porte desde a alevinagem até o seu final, segue por essa regra da natureza ! Quando pescamos de fundo e aproveitamos um pedaço de traíra pescada, ou mesmo algum peixe menor capturado nas iscas artificiais, estamos - na verdade - fazendo algo parecido, só que com um cunho de esportividade ao pescarmos o maior !

 

arrow:: Permito-me (na minha idade) trabalhar mais de forma consciente do que passional ! Pesco, mas não trago para casa. Nem por isso deixo de comer alguns exemplares menores no barranco, pois - para mim - isso faz parte da pescaria ! Saber respeitar os períodos de desova, bem como retornar o peixe onde ele foi capturado, já é parte daquilo que considero como válido para o papel preservacionista que desejamos ter para contribuir com a continuidade dos exemplares livres na natureza ! Não pretendo (ou quero) ser dono de qualquer verdade ( e existem diversas, a depender do ponto de vista), mas cada vez mais busco agir dentro de minhas concepções e da lógica da vida ! Não apenas a dos peixes, mas a minha própria... 

 

arrow:: Em tempo, já deixei de assinar qualquer dessas revistas de pesca, pois praticamente todas se transformaram em balcões de negócios - usa quem quer !  vergonha:: 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora vendo a foto... Eu achei um contra-senso. Poderia ter uma foto diferente. Não aprovei essa foto publicitária. Se bem que nem compro mais revista de pesca rsrs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu gostei da foto, ficou linda. Mas não vende o barco. Acho que pescadores que compram barcos deste tipo estão mais preocupados com o desempenho, espaço e conforto. De qualquer forma acho irrelevante a questão da tarrafa. Serve apenas como uma composição pra dar um ar bucólico. Não demonstra malicia. Tem até um tom de ingenuidade. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu num vejo nada de errado na foto...sinceramente, não consigo ver nada nela, que ligue ao termo " pesca predatoria "!

Sem querer criar polemica, mas dia desses, meu filho viu uma imagem ( se não me engano do amigo Jorel) onde tinham dois peixes todos estrupiados, uma clara critica ao nosso esporte, e ele me mostrou um site que as pessoas eram radicalmente contra a pesca esportiva ! Chamando pescadores esportivos de hipocritas que se somos a favor da natureza, deveriamos jogar nossos equipamentos de pesca fora e procurar outras formas de se divertir.... Tinha fotos de peixes mortos com iscas atravessadas na boca, uma estatistica de quantos peixes morrem apos a soltura, tinha ate uma moça que dizia ter visto no Coração de Pescador, uma imagem de um tucunaré que ficou com a garateia na boca, e outras " provas " mais contra a pesca esportiva ! Chegaram a comparar com brigas de galo, rodeios, vaquejadas onde animais tambem são maltratados pelo homem, em nome do lazer.....

Eu sou contra todo tipo de radicalismo, nem de cá e nem de lá.....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

2 varas encostadas, motor elétrico ...

 

E a tarrafinha ...

 

Bem, aos que não conhecem, em pescarias no Rio Araguaia, todos os dias de madrugadinha, todos os piloteiros aglomeram-se no laguinho em frente à cidade, embarcados, de tarrafa na mão, em busca das iscas ...

 

Antes de autorizadas as tarrafinhas, os piloteiros tb pegavam as iscas, com varinha de mão ... tempo em que a pescaria se iniciava bem mais tarde ... a partir das 9 da manhã ...

 

No meu tempo de Pantanal, era autorizado o uso de tarrafas até malha 7, se eu não me engano, mas com limitação de peso e outras coisas ...

 

Há muito tempo deixei de assinar e ler a revista, exatamente pelo motivo que o Renato citou ...

 

Tato editorial ...

 

Na boa, quem compra uma lancha desse porte não se preocupa de pegar iscas ... embora possa levar uma tarrafinha pra emergência, o pobre anunciante perdeu grande oportunidade de mostrar outras características da lancha ...

 

Mas pior andou o editor ... a revista tem o nome de um programa de pesca com uma ideia pioneira de pesque-e-solte, no longínquo início da déc de 90 ...

 

Deveria ter um apuro maior ... e sem dúvida não perderia o anunciante ...

 

A ideia/imagem de pesque-e-solte ... a tarrafinha de cem reais ... a lancha de cem mil reais ... a revista ... a propaganda ...

 

Tudo misturado ...

 

Leitor desagradado ... pelo menos o Renato ...

 

É isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É, tambem acho que a revista tinha que ser mais cuidadosa porem acho tambem que não dá para condenar como propaganda de pesca predatória, muitos pescadores esportivos usam iscas vivas e se for radicalizar pegar isca com vara de mão, ou tarrafa, tanto faz. E mais ainda quando pescamos com isca viva não estamos matando o peixe (a isca?), e aí? devemos pescar só com artificiais? Tá vendo é muito complicado radicalizar na emissão de julgamentos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito radicalismo................deste jeito sempre afastaremos empresas que possam fortalecer nosso mercado.

Nunca vi ninguém falando que não come atum ou sardinha em lata. Só acho muito radicalismo.

 

Logo estarão exigindo a mudança do nome da Rede Globo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito radicalismo................deste jeito sempre afastaremos empresas que possam fortalecer nosso mercado.

Nunca vi ninguém falando que não come atum ou sardinha em lata. Só acho muito radicalismo.

 

Logo estarão exigindo a mudança do nome da Rede Globo.

kkkkkkkkkkkkkkk  :gorfei:  :gorfei:  :gorfei:  :gorfei:  :gorfei:  :gorfei:  :gorfei:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...