Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Entre para seguir isso  
Tammer Mendes

Diferença entre pescar na Amazônia em Outubro ou Janeiro.

Posts Recomendados

Boa noite senhores.

 

Sempre vejo os relatos e colegas comentando que os melhores meses de pesca na Amazônia são entre setembro e Novembro. 

 

E este ano pela primeira vez estarei indo dentro da chamada "Temporada Amazônica" vou na Ultima semana de outubro para o Rio Uatumã.

 

Ja fui a Amazônia 3x sempre em Janeiro.  E apesar de ja ter acertado um belo troféu (Açu de 81 cm e mais de 8 kg) Sempre fiz pescarias de razoáveis para ruins. 

 

A minha dúvida é a seguinte qual a real diferença de um mês para o outro??? nível das águas? fome dos peixes? cardumes?

 

alguém pode me ajudar com essa dúvida??

 

abraço e obrigado!

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Tammer,

 

O esquema da Amazônia cada vez mais está mais próximo de "sorte" do que medições climáticas...

A questão da dita "alta temporada" no rio Negro refere-se a uma época em que tradicionalmente as águas dos rios dessa bacia vão abaixando até o curso dos rios (igarapés, etc...) ficar retido dentro das caixas do rio onde correm, evitando misturarem-se com as vegetações que ficam nas margens (e mantém o peixe em local difícil de pescaria).

Também é uma época (ou era...) em que as chuvas eram raras e quando aconteciam não geravam maiores problemas (leia-se "repiquete").

A partir de agosto (apenas como referência) a incidência de enchentes ou chuvas nas cabeceiras dos afluentes não era determinante aos problemas de comportamento dos peixes.

O maior problema da chuva é a tradução (para o peixe) de que pela mudança do "ph" das águas indicam que é hora de reprodução e com isso priorizam o acasalamento do que a alimentação.

Quando essas águas revertem a tendência de esvaziamento dos rios, até mesmo de forma reduzida, o tal "repiquete" é a causa dos "desastres" da pescaria.

Chuvas nessa região deveriam se iniciar apenas a partir de Novembro, seguindo de forma contínua até fevereiro ou março, trazendo o início das cheias.

Como você próprio já vivenciou ao pescar no início do ano, as pescarias se tornam mais difíceis embora ainda possam acontecer !

Difícil mesmo é prever qualquer tendência efetiva de que tal período é melhor que outro, ou até mesmo que determinados meses não funciona a pescaria...

A tentativa de pescar no segundo semestre é uma forma de encontrar menos repiquetes (na verdade seria não encontra-los).

Não sei se lhe respondi adequadamente, mas tentei lhe passar uma visão maior do que é meu entendimento sobre o assunto.

Boa sorte no Uatumã - rio de bastante peixes... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito obrigado pela "Aula" Kid!!... com certeza ajudou muito nas dúvidas!! Valeu mesmo!!

É que a ansiedade vai aumentando conforme a pescaria vai chegando kkkkk e ai surge estas dúvidas valeu!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia !!

 

Eu procuro agendar minhas pescarias tentando minimizar ao máximo os riscos que são mais previsíveis.

Na Amazônia temos 3 fatores importantes que poderão estragar nossa pescaria, quais sejam: cheia, seca e repiquete. 

A cheia e a seca temos como minimizar os riscos evitando inicio e fim de temporada. Isto não quer dizer que não se faça excelentes pescarias nestes períodos..... A ideia é apenas minimizar os riscos .....

Com relação aos repiquetes, ai a conversa muda. Não temos como prever, pois pode acontecer a qualquer momentos!! Por isso que o melhor dos mundos, muito embora seja praticamente impossível, seria fecharmos a viagem na semana da pescaria!!

Particularmente, sempre procuro ir para Barcelos entre a ultima semana de outubro e a primeira semana de novembro, pois neste período as chances de acertarmos pelo menos um nível de agua satisfatório são maiores, ficando a mercê apenas do tão temido repiquete!! Assim,  hipoteticamente, elimino as possibilidades de cheia e de seca!!!

Como muitos dizem, é mais fácil vc errar do que acertar uma boa pescaria na Amazônia! Em compensação quanto vc acerta compensa todas as outras pescarias que não foram tão boas, né !!!

Eu mesmo passei por isso .... De 5 anos ( semanas ) de pesca em Barcelos, 4 foram razoáveis e 1 foi sensacional ( ano passado) !!!

De qualquer forma, o importante para mim, é ir para lá, esfriar a cabeça, bater papo, tomar cerveja e arremessar muita isca na agua!!! Mesmo ruim de peixe mas com muita persistência pegará vários bons exemplares !!! Meu maior tucunaré até hoje foi em 2016 no rio Aracá em pleno repiquete !!!!  Começamos a sentir os efeitos do repiquete na tarde do 4 dias de pesca.... Na manhã do 5 dia, tivemos uma captura apenas de tucunaré, só que ele pesou 9 kg !!!kkkkk

 

um braço e uma ótima pescaria para vc !!! 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Alexandre Gomes de Almeida disse:

Bom dia !!

 

Eu procuro agendar minhas pescarias tentando minimizar ao máximo os riscos que são mais previsíveis.

Na Amazônia temos 3 fatores importantes que poderão estragar nossa pescaria, quais sejam: cheia, seca e repiquete. 

A cheia e a seca temos como minimizar os riscos evitando inicio e fim de temporada. Isto não quer dizer que não se faça excelentes pescarias nestes períodos..... A ideia é apenas minimizar os riscos .....

Com relação aos repiquetes, ai a conversa muda. Não temos como prever, pois pode acontecer a qualquer momentos!! Por isso que o melhor dos mundos, muito embora seja praticamente impossível, seria fecharmos a viagem na semana da pescaria!!

Particularmente, sempre procuro ir para Barcelos entre a ultima semana de outubro e a primeira semana de novembro, pois neste período as chances de acertarmos pelo menos um nível de agua satisfatório são maiores, ficando a mercê apenas do tão temido repiquete!! Assim,  hipoteticamente, elimino as possibilidades de cheia e de seca!!!

Como muitos dizem, é mais fácil vc errar do que acertar uma boa pescaria na Amazônia! Em compensação quanto vc acerta compensa todas as outras pescarias que não foram tão boas, né !!!

Eu mesmo passei por isso .... De 5 anos ( semanas ) de pesca em Barcelos, 4 foram razoáveis e 1 foi sensacional ( ano passado) !!!

De qualquer forma, o importante para mim, é ir para lá, esfriar a cabeça, bater papo, tomar cerveja e arremessar muita isca na agua!!! Mesmo ruim de peixe mas com muita persistência pegará vários bons exemplares !!! Meu maior tucunaré até hoje foi em 2016 no rio Aracá em pleno repiquete !!!!  Começamos a sentir os efeitos do repiquete na tarde do 4 dias de pesca.... Na manhã do 5 dia, tivemos uma captura apenas de tucunaré, só que ele pesou 9 kg !!!kkkkk

 

um braço e uma ótima pescaria para vc !!! 

 

Show de bola dr. Obrigado pela contribuição!!! E é como vc citou.... só de estar na Amazônia ja vale a viagem... e quando sai o troféu intaum... nem se fala. Valeu mesmo. Abraço. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tammer, em termos de pescaria o que muda (ou deveria mudar) seria apenas a pressão de pesca.

Ocorre q todos querem ir logo no começo da temporada. Seja por não conseguirem conter a ansiedade, seja para pegar o período chamado "primeira seca".

 

Fato é q em dezembro a pressão de pesca cai muito. Natal e Ano Novo não dá quase ninguém.

Se o nível estiver bom, sou quase de falar que a pescaria será melhor q no começo da temporada.

E tem mais, como as operações diminuem, numa época de água alta ou fraca de peixe, fica até mais fácil de remarcar a pescaria.

 

Mas não se iluda, as chances de errar a data são muito maiores q acertar...rsrs. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Fabrício Biguá disse:

Tammer, em termos de pescaria o que muda (ou deveria mudar) seria apenas a pressão de pesca.

Ocorre q todos querem ir logo no começo da temporada. Seja por não conseguirem conter a ansiedade, seja para pegar o período chamado "primeira seca".

 

Fato é q em dezembro a pressão de pesca cai muito. Natal e Ano Novo não dá quase ninguém.

Se o nível estiver bom, sou quase de falar que a pescaria será melhor q no começo da temporada.

E tem mais, como as operações diminuem, numa época de água alta ou fraca de peixe, fica até mais fácil de remarcar a pescaria.

 

Mas não se iluda, as chances de errar a data são muito maiores q acertar...rsrs. joia:::

Obrigado Fabrício!!! A expectativa é grande de estar na Amazônia mais uma vez... e por isso mesmo fiz a pergunta a todos vocês mais experientes... para que essa expectativa nao atrapalhe caso os peixes "nao queiram comer" kkkk obrigado pela resposta dr. Grande abraço. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em Barcelos, por exemplo... já fui em final de Setembro, começo, meio e fim de outubro, começo de novembro, meio de janeiro e final de janeiro...

O que percebi?! Que todas foram completamente diferentes umas das outras.. rsrsrs

 

As do começo do ano (Janeiro) a pressão de pesca realmente é bemmm menor... esse ano no final de Janeiro, quase não encontrava ninguém pescando por perto...

Mas também tem a questão do peixe já estar bem ligado nas iscas... peguei vários deles com a boca com sinais de ferrada e cicatrização recente (pesque e solte provando a eficiência).

 

Sabe o que eu tomei de decisão depois essas pescarias?

Eu vou em qualquer uma delas, qualquer data... se puder ir em Setembro eu vou... Outubro? To dentro... Novembro...tô lá... janeiro/fevereiro, me chama que eu vou...kkkk

Bora pescar!!!!


Abração!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 04/09/2019 em 14:34, Octávio Amaral disse:

Em Barcelos, por exemplo... já fui em final de Setembro, começo, meio e fim de outubro, começo de novembro, meio de janeiro e final de janeiro...

O que percebi?! Que todas foram completamente diferentes umas das outras.. rsrsrs

 

As do começo do ano (Janeiro) a pressão de pesca realmente é bemmm menor... esse ano no final de Janeiro, quase não encontrava ninguém pescando por perto...

Mas também tem a questão do peixe já estar bem ligado nas iscas... peguei vários deles com a boca com sinais de ferrada e cicatrização recente (pesque e solte provando a eficiência).

 

Sabe o que eu tomei de decisão depois essas pescarias?

Eu vou em qualquer uma delas, qualquer data... se puder ir em Setembro eu vou... Outubro? To dentro... Novembro...tô lá... janeiro/fevereiro, me chama que eu vou...kkkk

Bora pescar!!!!


Abração!!!

hahahaha Boa Octávio!!! Obrigado pela sua resposta....

importante é estar la... de cara para o Peixe... rsrs 

abraço e bora em outubro para o Uatumã?? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelo convite!

Conheci o Uatumã em 2015, outubro também... fiz uma excelente pescaria, ficou pra história...

Final de outubro estou indo à Barcelos... Fevereiro volto pra lá, Barcelos... rs rs

Ótima pescaria a nós!

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...