Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Bigão

O que é uma Feira de Pesca para você?

Posts Recomendados

O que é uma feira para você?

Após verificar as várias opiniões positivas e negativas que foram citadas aqui no Fórum sobre as feiras de pesca que acontecem em Brasília e Goiânia, resolvi postar uma reflexão a respeito deste assunto. Este post poderá virar uma enxurrada de idéias e opiniões sobre o tema que pode clarear certas opiniões pessimistas e até chegar aos olhos de pessoas que trabalham no ramo da pesca, e, com isso, podem melhorar cada vez mais as feiras.

De acordo com a definição de um dicionário, feira é:

• Um grande mercado que se realiza em épocas determinadas.

• Designação complementar dos cinco dias mediais da semana.

• Exposição de produtos.

Para o site de enciclopédia livre Wikipedia - Uma feira é um local público em que, em dias e épocas fixas, se expõem e vendem mercadorias. Também é uma designação complementar dos cinco dias úteis da semana: segunda-feira, terça-feira, quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira. Do ponto de vista de recreação, uma feira é uma exposição ou um parque de diversões.

Através da definição do Wikipedia e dentro do nosso interesse em questão, podemos subdividir as feiras em duas categorias: as destinadas para o comercio direto com o consumidor final, e a de fins recreativos, para realizar alguma exposição. Lembrando que quem vai definir qual feira deve ser feita é o negócio.

Bem temos na prática alguns exemplos de ambas as categorias de feiras aqui no Brasil. A feira de automóvel em São Paulo mais conhecida como Salão do Automóvel, que é uma exposição dos novos lançamentos no mercado de automóveis, e de vários carros conceitos. Feiras de informática onde você irá encontrar diversas marcas e empresas do ramo expondo o seu produto e serviço. E que só vendem para outras empresas ou órgãos do Governo. Estas são as feiras do tipo exposição onde o consumidor final não consegue chegar e comprar, mas pode entrar para conhecer o que há de novo, mas o acesso desse consumidor só se dá mediante o pagamento de um ingresso. (Há Exceção)!

Já do outro lado, temos os exemplos de feiras como a Feira do tecido, feirão do automóvel usado e Feira da Lua, onde são encontrados diversos lojistas como “expositores” vendendo inúmeros produtos de várias marcas diretamente para o consumidor final. Neste caso o acesso é livre para todos e é feito de forma gratuita. (Há Exceções)

Bem agora vamos ao tema de nosso interesse, feira de pesca! Acredito que no Brasil, o conceito de feira de pesca ainda está apenas engatinhando, isto é, não possui maturidade suficiente para ser realizado em nenhuma das duas categorias. Não há, no mercado nacional, empresas e marcas com força para fazerem uma feira de exposição de produtos por marca, como por exemplo, a ICAST nos EUA onde há stands da Shimano, Daiwa, Abu Garcia, Rapala e etc. E também os lojistas não vão se reunir para fazerem um feirão do tipo Feira da lua só para venderem um pouco mais se eles já possuem a loja deles. Será apenas um custo extra que eles vão ter assumir, como transporte do produto, aluguel do local, e etc.

Por isso acredito que temos aqui uma feira híbrida, com lojistas e empresas de marca dividindo o mesmo espaço, porque eles ainda são micro-empresas, em pequena quantidade e com uma fatia do mercado muito reduzida. Imaginem se a JennerLure, Intergreen, Moro Deconto, Borboleta, Marine Sports, KV e SUMAX conseguem investir $$$ para realizarem uma feira de exposição só de produtos novos para divulgação e eventuais contatos com Lojistas do Brasil todo? Fica inviável né!

Então eles precisam se reunir com lojistas, pessoas do ramo de automóveis, hotéis, navegação, IBAMA, Marinha, Revistas e pescadores esportistas na Mídia para fazer uma única feira, onde a exposição e a venda estão unidas em um único local. Por isso que existe a entrada franca para uns, que receberam de lojistas e expositores o convite e a cobrança de ingresso para outros que apenas passam pelo local e são pegos de surpresa com a feira e resolvem entrar!

O importante é que todos os segmentos do mercado nacional cresçam para atrair o investimento das grandes empresas internacionais para elas lançarem produtos novos para o perfil do pescador Brasileiro, nós!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa Bigão aplauso::

O assunto de feiras de pesca como vc. mesmo falou ainda esta dando seus primeiros passos.

Uma coisa bacana que costuma dizer é que em cada região o publico tem uma mentalidade, exemplo disso é a Adventure Fair que acontece em SP. No início era muito menor, muito mais fraca que hoje, ate escutei amigos de Brasília falando que não voltariam la, pois o que tinha na feira eram os produtos que ja tinham em lojas. Mas ai que entra a mentalidade do povo de uma região. O Paulista aposta em feiras e hoje veja o tamanho da Adventure Fair.

Em Brasília na Expopesca do ano passado fui sem muita vontade, ainda brinquei falando que ia ser uma feira do Paraguai no Parque da Cidade. Mas o melhor da feira foi encontrar os amigos e curtir alguns descontos.

Então a resposta do que é uma feira pra mim é:

Um evento que pode ser pequeno, não depende do que vai ter, mas como tudo nasce pequeno e devemos levar em conta que se o assunto for algo que gostamos, devemos ir sim. Ao menos para dar o apoio, e lembra que mesmo pagando agente ri, conversa, encontra a turma e ainda ganhamos ate alguns brindes.

Abraços e estou indo agora para a feira... so que é para o supermercado buaa::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que pra mim, no caso da feira de pesca, tem que ser um lugar onde as empresas e lojas vão expor seus produtos, não sendo somente lançamentos mas também descontos bacanas para atrair mais clientes. É ter todos os tipos de produtos para pesca, desde o mais barato e fraquinho até o mais caro e top de linha, desde jeito atinge-se todas as classes sociais para um único objetivo: comprar produtos de pesca. Tem que ter um olhar apurado para os que estão iniciando e querem comprar um molinete baratinho, daí ele vai tomar gosto pela pesca e no ano que vem na próxima feira de pesca vai gastar mais para adquirir um produto melhor. Assim as feiras vão crescendo e a pessoa que tomou gosto pela pesca vai comprar um produto melhor.

Quanto a questão de cobrar, digo e repito, eu sou pescador e gosto de pescar. Fui à feira hoje e vou sábado novamente. Pago para entrar porque gosto muito de pesca, mas quem só admira não vai pagar para entrar. Sendo aberta até a titia que tá dando uma volta compra um conjuntinho completo de pesca para o filho, uma linha pra dar de presente pro maridão, e assim vai.

Espero que um dia eles vejam desta maneira. Pois na minha opinião essa feira está fraquinha. Se não me engano só tem duas lojas que vendem iscas. A maioria é stand para excursão de pesca.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente concordo com vc Bigão!!

Lembro-me das primeiras feiras de pesca realizadas aqui em São Paulo.

Era nitido uma separação por setores, um com as empresas demonstrando seus lançamentos e principais produtos (na maioria da vezes importadoras) e um outro setor com um grande numero de lojas do ramo!!!

Era comum aparecer nestas feiras, grandes pescadores de fora do Brasil, para fazerem demonstrações ou somente darem autografos!

Lembro-me claramente de um americano pescando em um mega tanque, construido em cima de uma carreta, com paredes de vidro e alguns black`s dentro!!!ele mostrava diferentes tipos de arremesso, trabalho de iscas e até dicas de como dessenroscar suas iscas!!!

E claro, o comercio era sempre bem aquecido, com as lojas disputando o cliente a tapa nos corredores!!!

Infelizmente não vingou, acho que como vc disse, nossas empresas de pesca ainda estão amadurecendo, o pescador vem aos poucos mudando de perfil e se tornando cada vez mais exigente.

Estamos aos poucos copiando os americanos, acho que algum dia ainda teremos feiras bem parceidas com as deles!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Como eu disse em outro post, não pago prá entrar em loja, porque pagaria prá entrar em feira?

Acho que tá faltando um pouco de bom senso na realização desses eventos. São caros para os lojistas e não apresentam nenhuma grande novidade no mercado. Não à toa, o Estácio desistiu de participar este ano.

Na minha opinião, a cobrança de ingresso só se justifica quando a audiência é maior que a capacidade física do evento, caso dos eventos realizados em São Paulo, por exemplo, onde a população é grande.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Detalhe turma....vcs se esqueceram de uma única coisa.

A Internet.

Não existia internet 15 / 20 anos atrás. Tudo era novidade. Então, todos iam para as feiras se interarem das novidades.

O Google acabou com isso.

Hj quando um lojista expôe um produto, nós já compramos um há mais de mês...hehee....Quantos de nós aqui é q informamos aos lojistas sobre as novidades???

No mais acredito q todos vcs mandaram muito bem.... joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A feira serve como um ponto de encontro entre gerações de pescadores onde eles vão pra trocar ideias sobre tudo relacionado a pesca, quem que nunca foi numa feira e viu um determinado grupo de pessoas falando sobre um assunto e não entrou no meio para discuti-lo ou até mesmo com uma pessoa que esta ao lado quando vcs estão olhando algo de interessante, e é um otimo lugar para fazer suas compras pois tem varias empresas do mesmo ramo com varios produtos novos no mercado e vc tem mais opções para pesquisar e até pedir aquele descontinho rsrsrsrs.

Mas o melhor de tudo e encontrar o amigos parceiros de pesca que vc ja não vê a algum tempo e agora com os foruns de pesca conhecer pessoalmente aqueles que vc troca ideias mas nunca viu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Detalhe turma....vcs se esqueceram de uma única coisa.

A Internet.

Não existia internet 15 / 20 anos atrás. Tudo era novidade. Então, todos iam para as feiras se interarem das novidades.

O Google acabou com isso.

Hj quando um lojista expôe um produto, nós já compramos um há mais de mês...hehee....Quantos de nós aqui é q informamos aos lojistas sobre as novidades???

No mais acredito q todos vcs mandaram muito bem.... joia:::

Opa, você chegou no ponto Biguá.

Feiras de compra sazionais quase não existem mais. Os espaços de exposição e as organizações de eventos se profissionalizaram e hoje são caras.

Grandes feiras hoje (digo as sazionais que dão certo e são bem feitas todos os anos) são aquelas apenas expositivas, demonstrativas. Ou seja, de fornecedores das lojas.

Uma feira que apresenta novos materiais de construção, novas ferramentas, novas técnicas, evoluções, ou mesmo que demonstração de produtos já antigos no mercado que podem ser melhor utilizados.

Ou seja, os moldes das grandes feiras de hoje exigem a presença de Daiwa, Abu Garcia, Marine Sports, etc..., etc..., etc... Coadjuvantes seriam os stands voltados diretamente para o consumidor final.

Aí vem... Com as compras dos lojistas de hoje será que alguma destas marcas vê necessidade de desembolsar para apresentar seus produtos? Feira hoje é apenas desembolso para quem compra o espaço.

No caso das 2 últimas feiras de Goiânia houve 1 grande loja em cada fazendo um "saldão", lucraram pela quantidade, pelo volume de vendas, mas não por preços atrativos.

Não podemos nos esquecer também que o único público não vem dos fóruns, ou seja, nem sempre são pescadores atualizados e atrás dos materiais top de linha. E nestas lojas âncoras vemos promoções de kit de pesca montados por 49,90, e no primeiro dia tem 500 unidades, no último dia tú vê uma pilha com 15 unidades vendendo o saldo à 39,90... Esta brincadeira aí é de R$ 25.000,00 bruto para cada curado de R$800,00 vendida...

Falei demais. suici::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não me atrevo a entrar no mérito do que é uma feira, principalmente de pesca.

O que eu posso afirmar, mesmo assim sujeito a críticas, é que hoje, o que mais inviabiliza a participação do lojista é o preço exorbitante do espaço. Tudo trabalha contra o lojista.

Estacionamento pago, cobrança de ingresso e a política tributária do governo. Não tem lojista que aguenta.

Nós, consumidores, querendo levar vantagem em tudo, como diz o Max, ficamos de longe só apreciando o desenrolar dos fatos. Quando não temos lucro nenhum optamos por não ir, já que o lojista não oferece nada .

Querem um exemplo?... os convites do Fabrício não vão dar prá quem quer ::evil:: ...rsrsrs. Até o Bigão vai... ::evil:: ...calma, Bigão, amigo, amigo....

Sei que vou levar cacetada de todo lado com este comentário. Mas só sei que um convite já é meu. Então só tem 19. seila:: seila::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já que pede vamos tentar fazer uma síntese.

Existem já no Brasil os dois tipos de feiras

Tem uma feira que não lembro o nome no momento, mais e direcionada aos lojistas, que e uma feira itinerante onde você encontra os principais fabricantes nacionais, onde não tem produto importado, ela ocorre a cada mês em um estado, mostrando os nossos produtos para náutica e pesca, desde proteção (salvatagem) , lubrificantes, iscas artificiais, linhas, caiaques e muitos outros produtos, estas feiras ocorrem em salões de eventos de hotéis em espaços reduzidos sem grandes stands, onde apenas divisórias baixas com mesas e cadeiras para as negociações de lançamentos ou pacotes que permitam uma melhor oferta de preço ao consumidor final, onde sempre vem o proprietário da empresa ou um diretor, com vendas exclusivas a lojistas.

E temos estas feiras para consumidores, que termina por mesclar os interesses dos consumidores com ofertas de tudo para náutica e pesca, e alvos de consumo para nos humanos consumidores, que chega a ter caminhonetes e tudo o mais que poderíamos consumir (ate pinga). Estas feiras devido aos autos custos de espaço (quanto melhor localizado mais caro) cobram entradas para acesso. Desta forma tentam minimizar os custos operacionais para os expositores.

Como consumidor eu já vou a feira a procura de novidades lançamentos, e claro grandes promoções, que por muitas vezes nem preciso no momento, mais acabo por aproveitar. Esta e a definição do que seria a feira para mim consumidor, local para encontrar os amigos a fins, e gastar meus suados Reais em mais produtos que talvez nunca venha usar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

resumo:

Um lugar com muitas lojas, muitos estandes, muitas novidades, materiais novos, os básicos a preços muito convidativos...

Local para teste de equipamentos, vídeos e filmes, ou seja tudo relacionado com a pesca esportiva.

Lojas de todo Brasil, e se possível exterior... representantes e etc...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não me atrevo a entrar no mérito do que é uma feira, principalmente de pesca.

O que eu posso afirmar, mesmo assim sujeito a críticas, é que hoje, o que mais inviabiliza a participação do lojista é o preço exorbitante do espaço. Tudo trabalha contra o lojista.

Estacionamento pago, cobrança de ingresso e a política tributária do governo. Não tem lojista que aguenta.

Nós, consumidores, querendo levar vantagem em tudo, como diz o vantagem em tudo, como diz o Max, ficamos de longe só apreciando os de longe só apreciando o desenrolar dos fatos. Quando não temos lucro nenhum optamos por não ir, já que o lojista não oferece nada .

Querem um exemplo?... os convites do Fabrício não vão dar prá quem quer ::evil:: ...rsrsrs. Até o Bigão vai... ::evil:: ...calma, Bigão, amigo, amigo....

Sei que vou levar cacetada de todo lado com este comentário. Mas só sei que um convite já é meu. Então só tem 19. seila:: seila::

Senhor Jonhis, meu caro amigo da idade da Pedra lascada! hauhahuahuauha o grande motivo pelo o qual os convites do Fabrício vão acabar é justamente a minha dignissima presença no evento. desde o começo da semana falo que estarei lá no sabado. E nem vem falar que os convites são de graça pq não tava indo ninguem só porque eu iria. é o contrário. ta indo muita gente só porque eu vou. huahuahuahuahuhauhuahua

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não me atrevo a entrar no mérito do que é uma feira, principalmente de pesca.

O que eu posso afirmar, mesmo assim sujeito a críticas, é que hoje, o que mais inviabiliza a participação do lojista é o preço exorbitante do espaço. Tudo trabalha contra o lojista.

Estacionamento pago, cobrança de ingresso e a política tributária do governo. Não tem lojista que aguenta.

Nós, consumidores, querendo levar vantagem em tudo, como diz o Max, ficamos de longe só apreciando o desenrolar dos fatos. Quando não temos lucro nenhum optamos por não ir, já que o lojista não oferece nada .

Querem um exemplo?... os convites do Fabrício não vão dar prá quem quer ::evil:: ...rsrsrs. Até o Bigão vai... ::evil:: ...calma, Bigão, amigo, amigo....

Sei que vou levar cacetada de todo lado com este comentário. Mas só sei que um convite já é meu. Então só tem 19. seila:: seila::

Senhor Jonhis, meu caro amigo da idade da Pedra lascada! hauhahuahuauha o grande motivo pelo o qual os convites do Fabrício vão acabar é justamente a minha dignissima presença no evento. desde o começo da semana falo que estarei lá no sabado. E nem vem falar que os convites são de graça pq não tava indo ninguem só porque eu iria. é o contrário. ta indo muita gente só porque eu vou. huahuahuahuahuhauhuahua

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...