Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''relato''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 16 registros

  1. Beleza Amigos Pescadores, venho relatar a nossa pescaria a Bordo do Tauá Mirim com os Amigos da Turma do Chicão no mês de Outubro em SIRN. Embarcando no aeroclube de Manaus com destino a SIRN. A Pescaria foi um pouco difícil pois os peixes estavam manhosos e os rios acima do nível ideal, muita persistência grande parte da pescaria para conseguir levantar os Açus as batalhas foram principalmente na hélice valeu a pena para ter o que mais esperávamos, as pancadas. Nosso amigo Athayde com esse belo Açu para começar a Pescaria. Começaram a sair Açu para mim, do segundo dia em diante: Outro Belo Açu do Athayde. Em uma lagoa saíram 4 açus pretos, para começar bem o dia de pescaria. 1º 2º 3º 4º Fredy com seus tucunas na nossa pescaria. Rodolfo com o seu bonito Açu em relação a tamanho e coloração. Na parte final da Pescaria Acertamos alguns pontos que saíram alguns bonitos Tucunarés, principalmente na hélice. Agradecer aos amigos da Pescaria e ao grande piloteiro Sr. Neto, conhece muito a região. Agradecer a Deus os Amigos e a direção do Tauá Mirim e que venham as próximas pescarias da nossa TURMA já com saudades... Abraço
  2. Bom demorei 1 ano para fazer este relato da pescaria mais louca que ja fiz , a mais aventureira a mais arriscada a mais tudo rs.. mas vamos la. Em setembro de de 2018 abri mao de ir mais uma ano para barcelos , para fazer uma pescaria no rio iriri -PA , 6 meses de preparacao atraas dos gigantes trairoes e o que mais tivesse que vir rs.... so que em 10 de agosto ,sofri um acidente de moto vindo a quebrar a clavicula , esquerda meus amigos da viagem imediatamente foram ate o hospital nao para saber se eu estava bem, mas pra saber se eu poderia ir na viagem ou ninguem iria rs...... atestado de 40 dias e viagem marcada para 23 dias apos o acidente , como era a esquerda ou seja o braco que uso para recolhimento , fui assim msm de tipoia e tudo rs , mas eu iria nem que fosse com um braço só . Saimos de goiania em duas camiontes toda equipada com todo tipo de coisa que puderem imaginar , 6 pescadores e rodamos cerca de 30 hrs sem parar ate a cidade de sao felix do xingu , la alugamos as canoas ,metemos no suporte que levamos em cima da camionete, atravessamos o xingu e 'investimos' mais 28 hrs para rodar 230 km, isso mesmo menos de 10 km por hr de media , nao existia estrada , o corpo ja nao aguentava mais tanto saculejo era como pescar em alto mar com dias agitados rs.... mas enfim chegamos , sem durmir em uma cama a 3 dias apenas banco de tras e com carro andando quem conhece a regiao vai confirmar meu relato. Fizemos uma pescaria de tudo é um rio extremamente farto , com variedade imensa de peixes , trairao , tucunare , bicuda de metro , pintado aos monte , cachorra,piau ,pacu borracha , ou seja tinha diversao pra tdo gosto . pegamos o rio um pouco cheio ainda o que nao e normal , mas mesmo assim fizemos uma otima pescaria. NOTA: chegando la achavamos que mais ninguem poderia estar em um lugar tao no meio do nada , mas surpreendentemente tinha e ao contrario de nos que somos praticantes do pesque solte , eles estavam de caminhao 6 freeezers e muitos metros de rede atravessando o rio em varios pontos , fora arma e tudo mais , tudo peao de um fazendeiro que mandou eles la pra matar o que desse para levar para os amigos. foi triste de ver , mas no ultimo dia passamos a faca na rede toda haahhahaha e saimos vazado. vou lembrando e vou colocando aqui rs... na ida paramos em uma currutela para almocar já la pra dentro da cultura, tinha dois caminhões de gado parado os motoristas da mesma fazenda a base do ribite e sei la oq mais , saímos depois deles do restaurante , derrepente um dos caminhões estava la parado no meio da estrada que so passa um , sem embreagem , la vamos nos amarrar cabo de aço no caminhão e amarrar uma camionete na outra pra puxar o caminhão para tras e abrir um espacinho p passarmos , la se foi mais de 1 hora parado e muita terra na cara . ACHAM QUE ACABOU?? NAO MEUS AMIGOS , O OUTRO CAMINHAO TAMBEM DEU PAU UNS 2 KM A FRENTE E BEM NA PONTE , VOCES CONSEGUEM IMAGINAR A CENA? KKKKKKKKK EU NAO SABIA SE SORRIA OU SE CHORAVA KKKKKK , MAS COM A EXPERIENCIA DO PRIMEIRO , FIZEMOS A MESMA COISA , DETALHES OS MOTORISTAS BEBADOS SO FALARAM : SE QUISEREM RETIRAR PQ EU NAO COLOCO A MAO , VOU BEBER. ARRASTAMOS E DEIXAMOS O CAMINHAO LA MEIO NO MATO MEIO NA ESTRADA. AINDA A 200 KM DE GOIANIA UM PEQUENO BURACO PRA ATRASAR AINDA MAIS A VIAGEM , BRASIL BRASIL!!! EM GURUPI PARA COMPRAR UM NOVO PNEU. JA NA BALSA AS 3:00 ATRAVESSANDO O RIO XINGU NA CIDADE DE SAO FELIX DO XINGU. DEPOIS DE UMAS 15 HRS RODANDO NA ESTRADA DE CHAO , OLHA O NIPE DO MEU AMIGO ... RSRSRS ,PIOR QUE TODO MUNDO TAVA DO MESMO JEITO RS.... MAS VAMOS LA FALTAVAM APENAS MAIS ALGUMAS HORAS. JIBOIA NA BEIRA DA ESTRADA MOSTRANDO TODA SUA BELEZA , SO NOS COUBE PARAR E ADMIRAR E AJUDAR A TIRAR DA ESTRADA. QUASE CHEGANDO FALTANDO APENAS 70 KM , CERCA DE 10 HRS E A BALSA NAO ESTAVA LA KKKK, O JEITO FOI ARRISCAR E VER SE ESSE 4X4 FUNCIONAVA MSM 20180922_165852.mp4 ULTIMA CIDADE , OLHA O NIVEL DA BOMBA DE COMBUSTIVEL , O FRENTISTA DISSE QUE GRAÇAS A DEUS COLOCARAM UMA BOMBA PRA PUXAR O COMBUSTIVEL , PQ ATE UNS DIAS ANTES ERA NA MANIVELA , O BRAÇO DELE DIREITO ERA MAIS GROSSO QUE O ESQUERDO KKKKKK. VAMOS AOS PEIXES........ A GRANDE MAIORIA FICOU NA NA CAMERA DO MEU PARCEIRO E ATE HOJE NAO PEGUEI COM ELE , DEPOIS EU POSTO AQUI QNDO ELE ME PASSAR ESQUECI DE DIZER QUE NO SEGUNDO DIA EU RETIREI A TIPOIA O MEDICO ME LIBEROU CASO ME SENTISSE CONFORTAVEL PQ O OSSO JA HAVIA COLADO NO OUTRO , POREM NAO HAVIA SOLIDIFICAÇAO ,OU SEJA ELE SUPORTARIA UM MOVIMENTO LIMITADO , MAS NAO ACEITARIA DESAFORO. POIS BEM NO 6 DIA VOLTANDO ANOITE DA PESCARIA ,LA É UM RIO COM MUITAS PEDRAS , ACHAMOS UMA NO CAMINHO E VOEI LA PARA A PONTA DO BARCO E POR EXTINTO COLOQUEI A MAO PARA NAO CAIR DE CARA , FEITO, O OSSO DESCOLOU E ACABOU COM A GRAÇA RS..... NA VOLTA CHOVEU NO ULTIMO DIA DE PESCARIA , TIVEMOS DIVERSOS ATOLEIROS , USAMOS A MOTO SERRA UMAS 4X DEVIDO AS ARVORES QUE CAIRAM NA ESTRADA , MAIS O PIOR FOI QNDO NA ULTIMA ARVORE A GASOLINA DA MOTO SERRA ACABOU E ONDE ESTAVA O COMBUSTIVEL? EXATAMENTE LA NO FUNDO DO BOLSAO DA CAMIONETE DENTRO DO COMPARTIMENTO QUE FIZEMOS PARA NAO TER RISCO DE VAZAR , EMBAIXO DE TUDO ISSO QUE PUDERAM VER NA FOTO , E DETALHE DEBAIXO DE CHUVA EM UMA ESTRADA QUE SO PASSAVA A CAMIONETE , COM MATO CHEIO DE ESPINHO E EU COM UM BRAÇO SÓ PRA AJUDAR EU TAVA MAIS PRA MAESTRO . MAS VALEU A PENA CADA KM RODADO , TENHO UMA HISORIA E TANTO PRA CONTAR PARA O MEU GURI. ABRAÇOS E SE DEUS QUISER EM NOVEMBRO ESTOU INDO A BARCELOS MAIS UMA VEZ E COM MAIS UM RELATO , MAS LA É LUXO NÉ PAE , BEM NUTELLA MESMO RS...... SEGUE UM VIDEO QUE AMIGO DO GRUPO FEZ PARA YOUTUBE. https://www.youtube.com/watch?v=2zCvjZMNm1Y
  3. Pescaria da Turma do Chicão em Novembro 2018 em Barcelos no Rio Negro. Apesar de estar vindo repiquete fizemos uma boa pescaria com bons Açus no rio Negro com boas ações nas iscas de Hélice na primeira semana de pesca com os Amigos Allan e Rodolfo. Quando chegamos na região do Preto e Padauari e a quantidade e qualidade dos peixes foram caindo, portanto já começamos a descer novamente. Que após a volta onde os meus melhores peixes começaram a sair em lagos. Abração aos Amigos e que venham se Deus quiser as Próximas da Turma do Chicão...
  4. Decidi postar o relato da minha ida pra Três Marias por um motivo. Alertar os pescadores para se ligar em pontos que deixei de lado. Nos organizamos desde Março para ir em Três Marias pescar uns tucunarés e desestressar dessa vida do judiciário. Fomos em 3, viagem agradável, pistas muito boas partindo de Catalão-GO. Sempre achei que a questão da lua não influenciava, inclusive vi um tópico a poucos dias que falava disso, e fomos, em plena lua nova. Pousada muito receptiva, apesar que acho que não ligam pro tipo de pesca que vc vai fazer, a sorte que não vi ngm matando nada e não tem estrutura pra matadores. Foi bom ver o lago cheio, quando fui ano passado estava vazio, mas tinha muita estrutura, e dessa vez apenas espraiados e aqueles espinhos. Achei os pequenos nessa rasura, e fomos atrás dos grandes. Percebemos que o lago estava completamente lotado.. claro feriado prolongado, mas era mais que o normal. Andamos cerca de 60km pra longe da pousada atrás de lugares mais promissores, com menos redes, e com menos pescadores, o que nao aconteceu. Voltamos pra pousada e descobrimos, teriam varias etapas de campeonato nessas datas, inclusive divido em dias a etapa feminina e a masculina. Pescamos por 3 dias e decidimos deixar de lado e ficar apenas navegando e bebendo HAHAHAHAHA Enfim, pescaria é mais que pegar peixe.. mas da próxima vez procuro me iterar de quantos campeonatos terão por lá kkkk
  5. Amigos, Terminei sem postar qualquer relato da nossa (Mocorongos) pescaria de 2017. Foram tantos contratempos e chateações, que me esqueci do elementar básico de toda pescaria, que é o de desfrutar aquilo que se tem (ou se encontra). Tradicionalmente viajamos em "bando", quase sempre em grupos fechados, mas desta feita pudemos compartilhar a presença e amizade de diversos amigos aqui do Fórum, coordenados pelo João Biguá no sempre majestoso Angatu Açu ! Já falamos muito daquilo que não funcionou, mas desta feita gostaria de apresentar-lhes o vídeo abaixo, realizado por um dos novatos que levamos (+ um primo no Grupo), e que já é a terceira geração a participar dos Mocorongos, pois além do Pai (o careca presente em grande parte do vídeo), também o Avô é integrante do Grupo, na verdade nosso Decano com 88 anos de muita experiência e alegrias. Possivelmente alheio às conturbações, e envolvido pela mágica da floresta e rios amazônicos, sua estreia aconteceu com ações de "tecnologia" dentro do Grupo, já que vinha filmando (Go Pro) o dia a dia, e terminou por editar esse material que compartilho com vocês ! Retornando aos meus comentários "já batidos", vejam como uma "visão diferenciada" pode alterar todo um posicionamento sobre as condições de pesca na semana em que estivemos por lá ! Foram poucas capturas - é verdade - mas sempre disputadas e curtidas ! Que possamos "aprender" a fazer uma limonada de frutas ácidas, e desfrutar de um sabor (se não o desejado), nem por isso amargo ! https://youtu.be/OLgo36Krvxc
  6. OLÁ AMIGOS PESCADORES. REALIZAMOS UMA PESCARIA EM BARCELOS, NO RIO NEGRO E NOS SEUS AFLUENTES COM GRANDES AMIGOS NO BARCO HOTEL EXPLORER, EM BUSCA DOS GRANDES AÇUS. OS RIOS ESTAVAM COM O NÍVEL UM POUCO ACIMA DA MÉDIA PARA A DATA, MAS ESTAVAM ABAIXANDO BEM PORÉM NÃO ESTAVAM MUITO ATIVO OS PEIXES. FRANCISCO JR PRETO BARCELLOS PEDRO BOTELHO DOUGLAS TALES OBRIGADO A TODOS OS AMIGOS. E QUE VENHAM AS PRÓXIMAS PESCARIAS... ABRAÇÃO..
  7. Retornando depois de 01 ano longe da minha amada Amazônia, posto algumas fotos da Pescaria realizada em SIRN a bordo do Angatu Mirim!! Pescaria ralada, Rio Negro e afluentes cheios, Sorteio de Rio(prisao), Peixe inativo/ chocando, espalhado no igapó e tudo que é dificuldade, grupo já saindo nos cascos(revoltados)! Tudo já abordado e falado em relatos e comentários! Subimos, ou saímos para aventurar...!! Kkkkkkk!! Fomos avisados que subiríamos o afluente Aiuanã, primeira tarde! Rio muito bonito porém bufando, quase ninguém pegou nada, o afluente parecia totalmente inativo! Mesma noite voltamos para o Negro sem destino(opções), resolvemos arriscar!! Pescaria semelhante ou identifica a do mesmo período do ano passado, descemos a região do Atauí! Exploramos algumas lagoas e paranãs dessa região e no próprio Negro!! Acertei pouco Peixe, porque 90 % usei isca de hélice! Até porque não adiantou tentar nada diferente! Às vezes que usei jigs em filhoteiras( e vi muitas) só serviu para afugentar o Peixe! Bom mesmo eh a porrada na hélice! No terceiro dia peguei 02 açus “bons”, um paca de 10 lbs, e um de 13 libras! E perdi um lindo açu que deu uma cabeçada na yara 3 garateias, sim, cabeçada, a isca voou uns 3 metros no ar e o Peixe pulou uns 2 metros, cadê a gopro ligada nessa hora(da zero pra mim)?? Kkkkkkk!! Lugar promissor Paranã do piriquito!! Quarto e quinto dia, pouco Peixe e piorando a medida que descíamos! Retornando a SIRN, resolvi fazer a Pescaria sozinho no Japueri até final do dia! Sem sucesso no Japueri e depois de dias puxando a hélice literalmente com a vara no “suvaco”, resolvemos pescar em duas lagoas na volta para SIRN, o piloteiro me convence a não largar a hélice! E dizia, “capricha no arremesso na entrada dos igapós”, fazia arremessos curtos com puxadas lentas, às vezes 5 vezes no mesmo lugar!! E derepente, pow, pancada linda, Peixe vai para o pau, piloteiro mergulha, e isca cravado no galho, “quase quebro a vara de raiva”, dei um grito! PQP! Desistir?? Nada, descendo mais um pouco, no mesmo lago, outra pancada, dessa vez o paca eh capturado, 13 lbs...!! Logo em seguida outro açuzinho de 10 lbs...!!Festa...!! Insistência do piloteiro resolvemos voltar ao ponto do açú perdido, mas perto de um “cabelo de nega”, arremesso insistentemente e powwww!! Peixe leva muita linha, lá vai piloteiro mergulhar de novo! O cara fica quase 2 minutos afundado! Pütz, pensei será que se afogou! Larguei a vara e me preparei literalmente para mergulhar tb e tirar o corpo!kkkkk!! E de repente o piloteiro joga o açú pelo rabo no barco, kkkkkkk! Susto da Puts!!! Kkkkk!! Bogo o bicho e grito, grito muitooooooo!!! Caraioooooooo...!! Comemoração forte! Lágrimas...!! Lindo açu de 18 lbs!! Muita comemoração com piloteiro Edilson!! Top demais!! Lugar?? "Lago do Mama"! Mesmo lugar que segundo ele o Fabricio e o Marquinhos pegaram Peixe bom!! Bem esse é o meu relato!!!Ano que vem tem mais!!! Agradeço ao pessoal do Mirim, ao meu parceiro Nicola que pescou comigo esses dias, ao reencontro com amigos Cristiano e Cassio! E ao novos amigos Taylor e Navega!! Salve Amazônia! Brasil acima de tudo! * Equipamento utilizado: Varas: Rapala Gold 5’6 e 6’0 25 lbs, Venator 5’6 25 lbs, black mamba Redai 17 lbs; Carretilhas: Abugarcia(revo), daiwa(tatula), MS Venator e Venator SE; Linhas multifilamento: Powerpro e triumph 60 e 65 lbs; Iscas: hélices yara diversas cores 3 garateias e 2, T20 osso, Curiscos, perversas e jigs!!
  8. Olá Amigos Pescadores. Venho relatar a primeira viagem da temporada na temporada 2017/2018 em Barcelos-Am a bordo do barco Hotel Explorer, na Turma de Amigos Francisco Jr, Ramon, Toninho, Mario, Pedro e Maurinho. Almoçando para embarcar. Como planejado partimos com o Barco hotel com destino ao rio Cuiuni/Alegria. Já no rio Cuiuni. A pescaria foi muito boa tanto no conforto e a recepção do Barco Hotel com os Amigos, portanto nos últimos 2 dias veio o repiquete do Alegria. Um dos dois maiores que peguei na Pescaria. Muitas ações nas iscas de hélice, que é sempre o que os fanáticos como nós esperamos o ano todo para que aconteça com as varas Custons do Renato Miraguaia. Para finalizar agradecer as fotos da noite da pizza e do Luau e agradecer a Turma... Agradecer os amigos que me receberam bem no grupo... Abração
  9. Fui conhecer o Rio Juma afluente do Rio Madeira com a Turma do Choma de Curitiba no período entre os dias 19 e 24/09/17. Ficamos hospedados no Lago do Maçarico na Pousada Amazon Rain Forest do amigo Douglas por sinal muito bem montada com uma equipe dedicada e que fez de tudo para que nossa estadia fosse a mais agradável possível. Nossa turma de 22 pescadores do Paraná e Santa Catarina, amigos que pescam juntos há muitos anos. Alguns que estiveram no ano passado no mesmo local e tiveram uma pescaria memorável com excelentes peixes nos deixaram cheios de expectativas. Chegando na pousada no dia 19 a noite as notícias não eram muito animadoras pois houve uma chuva forte e com uma grande queda de temperatura que chegou a 28°C ( o que é muito frio para a região). O rio estava uns 2 metros acima do ideal e os peixes estavam sentindo muito essa variação e as perspectivas não eram as melhores. Sabe quando bate aquela dúvida em relação a data escolhida para a pescaria: será que não chegamos cedo demais? Será que vai entrar peixe? Só restava esperar e torcer. No primeiro dia de pesca saímos cedo para um local chamado Boto, próximo a pousada. No caminho um alerta, havia uma grande quantidade de peixes grandes boiando no rio, eram tucunarés açus e pacas grandes, uma verdadeira lástima. Segundo o guia eles morreram devido ao frio. Chegando no ponto de pesca, iscas na água e pouquíssima ação como era de se esperar. Nada na superfície, nada na meia água, alguma ação de peixes pequenos nos jigs que salvaram o dia, apenas os jigs pequenos e sem aquela extensão no rabo. Na parte da tarde o tempo começou a esquentar e o sol saiu rachando, o Lago do Maçarico estava acordando...a ação que era rara começou a aumentar gradativamente. Chegou o fim da tarde e retornamos a pousada com uma certeza que o segundo dia seria melhor. No segundo dia fomos pescar no alto Juma pois segundo os relatos do pessoal da pousada era lá que estariam os maiores exemplares. Fomos num local chamado Boca do Furo do Madeirinha há 1h 45min aproximadamente da pousada. Chegando lá, meu parceiro Choma pegou seu equipamento de fly e logo nos primeiros arremessos conseguiu fisgar um bom exemplar. Eu estava tendo pouca ação nas iscas maiores tentei hélices, poppers, zaras, meia água e nada... Então o guia vendo que eu estava com a caixa cheia de iscas grandes de 12 a 17 cm, me emprestou uma brava 90 com costas preta e barriga prata e boca vermelha... Eu pensei, vou tentar a isca do guia fazer o que? Testei a bravinha do Lucas... Ele me disse 3 toques rápidos e fortes e uma pausa e repete: pip pip pip... pip pip pip ... pip pip pip... pip pip pip ... pip pip pip... pip pip pip ... e POW! Era minha primeira ação um tucunaré paca bruto que deu uma briga muito boa e que já valeu a viagem. Vai uma dica se você está “pipoqueiro” no barco e não consegue o primeiro peixe enquanto o parceiro pega um atrás do outro, relaxe fique tranquilo e peça uma isca emprestada do guia. Comigo funcionou e depois disso foi só alegria. Era ação sem parar, só porrada, entraram tucunas de 2 a 7 kg e até algumas aruanãs, piranhas e traíras. Na hora do almoço o Douglas e sua equipe prepararam comida e bebidas e levaram redes para o pessoal dar uma descansada de 15 minutos para então voltar para a pescaria. Tivemos uma tarde com muita ação e bons peixes retornando para a pousada com os braços doloridos mas com um grande sorriso no rosto e com a certeza de que no outro dia voltaríamos à Boca do Furo do Madeirinha. No terceiro dia amanheceu chovendo e quando chegamos ao nosso ponto mágico já tinha 2 barcos de colegas da nossa turma em cima do pesqueiro. Então ficamos numa outra ponta que o piloteiro disse que havia peixe grande também. A ação não demorou a acontecer nas meia águas pequenas e jigs e pegamos uma grande quantidade de peixes nesse dia batemos o recorde com mais de 50 peixes. No sábado último dia de pescaria resolvemos fazer uma pescaria mais próxima à pousada no Igarapé Santo Antonio, um local muito bonito e com muita ação pegamos muitos peixes na meia água e nos jigs a tarde quando não havia mais braço resolvemos partir para o corrico com meia água e impressionantemente pegamos mais vários tucunarés de bom tamanho e um deles acredito que seria meu troféu de dois dígitos que escapou (como sempre o maior sempre escapa mas esse com certeza tinha uns 12kg). Nunca tinha visto cardumes de tucunarés se alimentando dos pequenos peixes e estourando na superfície, foi lá que percebemos que a pesca esportiva e a conscientização da cultura de preservação é muito importante e está dando ótimos resultados naquela região. Ficamos muito impressionados pela beleza da região, pelo atendimento da Pousada Amazon Rain Forest e do Douglas, tivemos um excelente atendimento, ótima estrutura, comida excelente, guias muito bons e o local realmente excepcional que nos faz sempre sonhar com aquele troféu que pode aparecer a qualquer momento. VID-20170926-WA0065.mp4
  10. Olá meus amigos do forum. Esse ano mudamos o roteiro. Ao inves de ir para Barcelos com translado de Manaus, resolvemos partir de Manaus. Com isso pesquisamos e fizemos o pacote com o Barco Hotel Manaia Fishing, de propriedade do Marcio Worth Barco muito confortavel, com capacidade para 10 pescadores, em 5 camarotes. Partimos do Porto do Hotel Tropical e seguimos cerca de 18 horas para o Jauaperi, divisa com Roraima. Fomos recepcionados pelo Marcio e sua tripulação, sempre gentis e atenciosos para com nossa estadia. Alimentação Farta e muito gostosa Sairam muitos peixes, em media 60 peixes por barco por dia. Sendo o maior de 6,0 kg e muitos na faixa de 4 kg Artur Giu Gugu Véio do Rio Ray Mandubé Nicola Ratão Garrote Magrão Mais fotos de peixes Pirarara na artificial nunca tinha visto Chegando nas lagoas, pura aventura Almoço Basico Visita à Comunidade Noite de Lua Cheia, sinônimo de Luau a beira do Rio Agradeço a Deus, Nossa Sra . e toda minha familia em propiciar momentos tão bons em minha vida Obrigado Marcio e toda Tripulação do Barco Hotel Manaia pela acolhida. Me senti em casa. Valeu moçada da Equipe de Pesca Jaburu e até a próxima Se alguem precisar de informações, só mandar MP que passo todas coordenadas
  11. TORRESMO AÇU EM SIRN - OUT/2016 Data: de 07 a 14 de outubro de 2016. Local: Santa Isabel do Rio Negro - AM. Operador: Angatu Pescadores e Fotos: Caio Pinelli, Ricardo Nagatomo, Edu Camargo, Raimundo, Rodrigo Durante, Marlon, Douglas, Alberto Megda, Moacyr, Thiaguinho, Fábio Neves, Denys Aragão, Jivago, Japonês Preto, Xande e eu. Mais uma vez a Turma do Torresmo Açu se reune para mais uma aventura. Ausente desta vez, apenas o nosso amigo Rogério Severino, muito bem representado pelos amigos Jivago e Japonês Preto...além do grande parceiro de pesca Fábio Neves e Denys Aragão, parceiros de outras datas, mas pela primeira vez integrando a turma do Torresmo Açu. Besteira falar de todos os preparativos que envolvem estas aventuras. Talvez, melhor ou tão bom quanto pescar, é a interação da turma durante o ano de preparações. Por conta desta pescaria na AM, não são raras as vezes q surgem outras 2 ou 3 pescarias menores durante o ano, viagens em família, feiras e etc. Enfim chegou a data tão esperada. A farra começou nos aeroportos do Brasil...rsrs...primeiro ponto de encontro dos amigos q partiram de Goiânia, São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e etc. Sorte a cerveja custar R$ 10,00 cada (long neck)...rsrs. + + Todos já em Manaus e, a convite do manauara Ricardo Biaggi, partimos para a Restaurante Tambagrill. Juntos, 14 pescadores do Angatu Açu (Caio e Raimundo já estavam em SIRN) e outros 14 do Angatu, unidos para tomar chopp gelado, saboreando cubos de tapioca, isca de pirarucu, costelas de tambaqui, dentre outros. Ah, curiosamente, neste dia foi o aniversário do Thiaguinho e do meu pai, João Biguá. + Do Tambagrill o roteiro é certo. Sucuri Pesca para completar a tralha já exagerada, hotel, depois uma costela de tambaqui ao lado do Teatro e cama. 5h da manhã todos reunidos no Eduardinho para o embarque nos voos regionais. 02 aviões Caravan e 01 Bandeirantes para levar os 36 pescadores dos 03 barcos (Açu, Angatu e Mirim) para SIRN. Após 2h e meia de voo perfeito, chegamos em Santa Isabel do Rio Negro. A turma q deixava a pescaria da semana anterior não dava sinais de ânimo. Muitos deles estavam saindo "dedão" da pescaria. O temido repiquete chegara com força na região. As notícias eram desesperadoras. Todos os operadores de Barcelos e SIRN estavam lutando por um pedaço da região do Atauí, Boca do Padauari/Preto, Pedral e Paranã da Floresta. Alguns nos recomendaram q voltássemos pra trás...rsrs (brincadeira, é claro), mas estávamos com mais de 15 garrafas de scott, 10 de Campari, vodka, vinhos, pingas top, além de 06 picanhas Maturatas, contra-filé maturado, queijos, salames e muita, muita chumbada para pesca de fundo...kkkkkk... Fato é q não adiantava mais chorar. E lá fomos nós, na boleia do nosso "ônibus leito" que nos levaria para a margem do Rio Negro, coisa de 10 minutos no máximo. Chegando as margens percebi que o Negrão não havia cedido as chuvas, ao contrário. A marca que havia feio na semana anterior estava uns 5cm a 10cm mais alta. Sim, o Negrão havia abaixado, daí a importância de se fazer marcas próprias em locais certos. Como as informações são sempre contraditórias, marcas fixas são sempre uma boa saída para definir o roteiro a ser escolhido. Esta turma pesca junta a mais de 04 anos. Geralmente subimos sempre o mesmo afluente. O problema é q de acordo os amigos do Angatu Açu e Mirim q estiveram neste mesmo afluente na semana anterior, as águas do afluente havia subido uns 40cm. O q já era alto, agora estava altíssimo. O q fora realmente constatado. Eu q estive pescando no mesmo lugar 02 semanas atrás, constatei agora q não havia praias pra fora. Sim, tudo estava debaixo da água. Condições repassadas ao grupo quando todos falaram: "Biguá, foda-se o nível, vim aqui para pescar, beber e me divertir. Se eu acertar um único peixe grande, estarei realizado, se não, bebo até cair..."...kkkkkk....A escolha mais acertada seria descer ou subir o Negro, mas a turma bateu o pé, pois não queria dividir "cabeças" e "rabos" de praia com outras 300 voadeiras, nem navegar todos os dias por 3h atrás de peixe. A turma queria almoçar e beber juntos...rsrss...e foi aí q desencanei com o resultado final da pescaria e partimos rio acima. O Andrea (nosso amigo recordista mundial e sócio do barco), seguiu conosco até a manhã do sábado. Ele estava conosco em virtude do chefe da tribo distante 250km rio acima, havia pedido sua ajuda para subir até a sua casa. Ele estava na cidade para as últimas eleições. Andrea subiu com o índio, um guia e por lá ficou até a tarde de quarta-feira. Meu pai q estava com outros 13 pescadores no Angatu seguiu logo atrás de nós. E assim foi a nossa pescaria...15 amigos únicos, todos com um único objetivo, o de pescar e se divertir. Peixe foi o quarto, a quinto ou o sexto objetivo. E turma unida, feliz e desencanada só tem um resultado, o sucesso. Todos os guias do barco são ANIMAIIIIISSSS DE BOM. Conhecem tudo e mais um pouco. Nesta semana não resolvemos fazer o costumeiro rodízio de guias justamente pelo fato da turma conhecer bem cada um dos q lá estavam, e a coisa fluiu ainda melhor q nos outros anos. O resultado está aqui pra baixo. Fabão e Denys acertaram esse belo dublê. O mais interessante é q fisgaram os peixes simultaneamente. Os dois peixes correram para o meio do rio, mas um subiu e o outro desceu...rsrs....Imaginem a agonia dos caras?!?!? kkkkkk... Pescar peixes de couro na região ainda será uma febre, podem anotar aí. É impressionante a facilidade de se fisgar belas piraíbas/filhotes por lá. Lá se acerta mais piraíbas que pirararas....incrível, mesmo. A turma encostava por menos de 2h no final da tarde e sempre acertava uma. Certo dia saí com o Andrea e o Tiaguinho para tentarmos pescar de maneira semelhante a utilizada pela turma do Araguaia (solta-se a isca na água e toca o barco uns 150m acima, até apoita-lo)...mas vcs acreditam q não acertamos nenhum peixe!??! Lá a turma poita o barco e arremessa de cima dele mesmo...rsrs...E sempre acertam. Mas estamos programando uma pescaria de peixes de couro lá pra cima...Aguardem as novidades... + E a pescaria foi assim...pouco peixe, alguns bons, 84cm, 82cm, 81cm, mas todos capturados com muita, mas muita dificuldade. Entre um período e outro de pesca, turma sempre reunida e animada. + = Praia das latas.....rsrsrs Finalizado o rango, lá ia a turma bater isca. + + + + + Aqui o sistema é bruto....rsrs + + + Este foi um pequeno resumo do que foi a nossa semana de pesca na AM. Muitos irão pensar q foi muito bom de peixe...mas lembremos que estávamos em 16 amigos. Pescamos 6 dias e a coisa foi extremamente difícil. Alguns amigos não acertaram peixes bons, mas, o melhor de tudo, foi o espírito do grupo. Este se manteve o mesmo desde a véspera da pescaria. Iria postar aqui alguma característica especial de cada um dos amigos, mas puts, certamente seria injusto. Geralmente temos algum amigo q se destaca positivamente na pescaria, mas este grupo está muito, mas muito acima da média. A tripulação do Angatu Açu, assim como a operação em si foram excepcionais. Não tivemos um "A" para reclamar. Comida fantástica, bebidas diversas e super geladas, guias super experientes, motores de popa, elétricos, voadeiras impecáveis, e o nosso garçom?!?! O Val dormia 1h/2h da manhã e às 5h estava de cara limpa fazendo mistos e servindo nosso café. Caipirinhas, Caipiroscas, Wiskies sempre com gelo limpo, queijos e salames bem cortados...Tudo perfeito. Verdade seja dita, a tripulação inteira trabalhou de forma impecável. Fizemos excelentes imagens com a ajuda de um drone mas estou sem tempo para editar e postar aqui no relato...Prometo q em breve postarei pra turma. No mais, fica aqui um abraço a todos os amigos do grupo e não vejo a hora de nos reunirmos novamente.... Fui...
  12. Olá amigos, este é meu primeiro relato. Na verdade já faz muitos anos que acompanho o fórum mas nunca fui muito de participar, vou melhorar neste sentido agora que me cadastrei... De fato, no meu caso (assim como na vida de muitos aqui), a pesca esta totalmente ligado a vida familiar. Meu pai sempre foi aquele pescador simples, cresceu na roça, cresci mesmo em São Paulo ouvindo as modas de Tião Carreiro e Pardinho, Milionario e José Rico entre muitos outros. Então pescar com meu pai sempre foi uma opção gostosa na minha infância. Fui crescendo e perdendo essa paixão pela pesca. A historia se torna curiosa quase 20 anos depois com o nascimento do meu filho Ricardinho, hoje com 10 anos de idade. Quando ele tinha 5 anos, assistiu um video no youtube sobre iscas artificiais. Até então eu nunca havia o incentivado a pescar, a verdade é que com o interesse dele, ele que com 07 anos quem me ensinou a usar carretilhas, a trabalhar iscas artificiais, a pescar e soltar. Fez isso comigo, e fez isso com o avô. Meu pai era do tipo pega o peixe e bota no congelador, nao importa o tamanho, não importa a especie, não importa a quantidade. Não o fazia por maldade, era mais falta de instrução de esclarecimento. Tenho na memoria quantas vezes sai na rua e os garotos jogando bola enquanto o Ricardinho treinando arremesso na calçada, com um parafuso amarrado na linha. Diante de todos esses anos de dedicação, eu e meu pai planejamos fazer uma viagem a amazonia, que era o sonho dele. Em contato com um amigo aqui do forum, o João Medeiros, do site Historia de Pescador, no qual meu filho é fã, ele nos ajudou de bom coração na montagem do material e na escolha do local pois era importante um estrutura preparada para receber também uma criança que na epoca tinha 9 anos. Rio Sucunduri foi o destino escolhido, no mês de setembro de 2015, Vila Nova Amazon do irmão Victor Vilanova foi operação eleita pra nos ajudar neste sonho. Então, bóra pras fotos (como tirei muitas, vou postar 10% delas) : Saindo de São Paulo... Já em Manaus, conhecendo a cidade e descanso no grande hotel Tropical... Partindo de Manaus para Nova Olinda onde embarcaremos no Angler Boat da Vila Nova Amazon cabines com ar condicionado e banheiro... Já a bordo do Angler. Conforto e alegria em meio a natureza... e resenha com novos amigos. Fiz amizades que levo no coração pra sempre.. trataram meu pai e meu filho como se fosse a familia deles Ricardinho preparando a tralha enquanto subiamos o Madeira. Um dia de viagem, tempo se sobra para fazer amigos, aprender e se preparar... saindo para o primeiro dia de pesca.. uma emoção que nao sei descrever.. tres gerações realizando o mesmo sonho... Momentos marcantes... Nem na hora do almoço (farto) o garoto dava um tempo... mulher ribeirinha na sua luta diária...um exemplo... Vida simples... "gangue" reunida... Antoniel nosso guia indo tirar o peixe do enrosco e tirando a isca do macaco..rs A operação do Victor é sensacional. Voadeiras novas, os guias são extremos conhecedores do local, com uma paciência e sensibilidade fora do comum. Ficamos encantados... nosso guia foi o Antoniel, rapaz incrivel, aprendi muito com sua forma de levar a vida. O Ricardinho fez um diario dos dias que estivemos lá. Ele guarda isso a 7 chaves, até hoje nunca consegui ler..quem sabe um dia..rs Em setembro do ano passado, quando chegamos ao sucunduri estava tudo muito cheio ainda, alagado, ainda sim todos os dias tivemos muitas capturas. Foram 5 dias de pesca, então vou postar abaixo um resumo dos peixes que capturados nestes dias como eu quem tirava as fotos enquanto pescava, só consegui tirar mais fotos dos peixes deles praticamente, segue alguns, espero que gostem; Antes do Ricardinho, esse ia pra geladeira... essa foto diz muito... Uma pequena pausa aqui, pois no penultimo dia de pesca o Ricardinho na parte da manha por só pescar com superficie nao havia obtido exito pegando apenas 2..3 peixes pequenos. Aquele, até o momento era o pior dia. Após o almoço estavamos arremessando num local a pedido do Antoniel, eu com meia agua junto com meu pai ja tinhamos arremessado no local mais de dez vezes, eu guardei a vara e pedi pro guia mudar de local pois ao me ver ali ja estava esgotado. Foi então que no ultimo arremesso do Ricardinho, usando uma zig zara, escutamos uma pancada numa parte super rasa...a carretilha fazia um barulho absurdo com a tomada de linha, estava ali o troféu da pescaria. Não seria só o maior peixe do Ricardinho, mas seria o maior da temporada no barco. Ele trabalhou o peixe sozinho, sofreu, sofri junto até embarcar o gigante Pinima... pernas bambas ...alma lavada... Deus resolveu premiar o mascote da turma com o troféu. Houve festa e regozijo naquela noite quando nos reunimos. Eu e meu pai também aproveitamos pra tirar fotos com o gigante; Ainda pegamos mais alguns : Realizados porém cansados...rs Quero agradecer a Deus em primeiro lugar, ao meu pai e meu filho por plantar em meu coração esse esporte maravilhoso. Agradeço ao João Medeiros pela parceria e amizade, também quero a agradecer ao Eduardo Monteiro do programa Pura Pesca, que numa feira de pesca ano passado conheceu o Ricardinho e de lá pra cá tem incentivado ele nesta caminhada, assim como o querido Jhonny Hofman, que tem abraçado o garoto desde esta mesma feira e tem sempre o acompanhado de perto, ao Victor Vilanova pelo esforço em nos atender com amor, ao nosso guia Antoniel que se transformou num grande amigo e irmao e não posso deixar de agradecer a este fórum pois contribuiu e muito com as informações aqui disponilizadas. Eu já era extremamente próximo do meu filho e do meu pai, após essa aventura tudo ficou ainda mais estreito. Jamais esqueceremos aqueles momentos. Material que usamos; Iscas; as que mais usamos : Zig Zara ( a campeã),Rover 128, Intergreen Arari , Curisco 110, Perversa, Biruta 110, Borá 12, Inna 110, Xrap 12, Jig e Devassa Varas; enzo 20 libras 5,6 / enzo 25 libras 5,6/ enzo 25libras 6 ‘ / Vara Black widow 5,6 25 libras Carretilhas; Venator, Scorpion 1500, Citica, Chronarch ci4+ e Bw Linha PP 65
  13. OLÁ AMIGOS PESCADORES. VENHO A RELATAR A ABERTURA DA NOSSA TEMPORADA NA PESCARIA QUE FIZEMOS COM A TURMA DO CHICÃO E AMIGOS DO HONDA NA INAUGURAÇÃO DO ÓTIMO BARCO AÇU III PARA 12 PESCADORES EM 6 CABINES, COM SALA DE JANTAR CLIMATIZADA E UMA ÓTIMA EQUIPE DE TRABALHO QUE COM CERTEZA VAI FAZER MUITO SUCESSO E TRAZER MUITAS FELICIDADES A NÓS PESCADORES. . A SITUAÇÃO DOS RIOS ESTAVAM UM POUCO COMPLICADAS, MAS COM A COMPETÊNCIA DA EQUIPE DO BARCO CONSEGUIMOS IR ATRAS E SAÍRAM BONS PEIXES PARA ALEGRAR MAIS AINDA A NOSSA SEMANA AO LADO DOS AMIGOS, PORÉM NÃO RECEBI A FOTO DE TODOS E VOU POSTAR AS QUE TENHO. BELOS AÇUZÕES DO AMIGO BRUNO. PEIXES DE COURO FISGADOS NESSA VIAGEM: REALIZANDO A PESCA ESPORTIVA: ÓTIMAS VARAS DO GRANDE PARCEIRO DA TURMA DO CHICÃO, RENATO BADEJO DA MIRAGUAIA CUSTONS. PARA FINALIZAR O BELO LUAU REALIZADO. QUE VENHAM AS PRÓXIMAS PESCARIAS PELA AMAZÔNIA SE DEUS QUISER, QUALQUER INTERESSE ESTOU A DISPOR... ABRAÇÃO
  14. Olá, como vai, segue fotos da pescaria que fiz no rio araguaia em Luiz Alves , estávamos tentando a Piraíba mais dessa vez ela não bateu no anzol, porém brigamos com algumas pirararas no canal do rio que deram um show, e quase saiu um dublê de pai e filho só que a minha pirarara achou um garrancho no meio do rio seguem as fotos: Segura tio Zezé, esse é bruto, ops, é arraia" Picanha ou mandubé? Meu pai descansando. Piloteiro Adair. Aeee paizão aí pega mesmo! Meu pai soltando a pirarara. Lambari frito com cerva gelada é top demais... Agora a coisa ficou séria kkkkkkkkkkkkk Eis a MONSSSSSTRA, não era a Piraíba mais parecia, quase me enganou, mas tá valendo! Rango da hora! Frango caipira! Tuiuiu bitelo.
  15. Pescaria Final da Turma do Chicão na Temporada 2015\2016, novamente voltamos na Pousada Tupanaçu no Rio Aracá em busca dos Grandes Açus. O rio estava muito baixo e subimos de lancha de Barcelos a Pousada com parada no acampamento montado pela Pousada. Os Amigos no relato são, Francisco Jr, Robson Bruka, Ademir, Jerri, Lobinho, Toninho e Marcelo. Peixes da Turma: Bichos de estimação da Pousada: Poucas Vagas em Aberto em Outubro na temporada 16\17 no Alto Aracá, Pousada na Turma do Chicão. Abs
  16. Fala, galera do FTB! Então, para começar, queria dizer que o título do relato está certo e eu que estou mega atrasado :gorfei: Esta pescaria foi realizada entre os dias 3 e 7 de março, só que de 2014! Na minha última participação aqui no fórum (que já faz um tempo), eu expliquei que vida de Pré-Vestibulando é corrida demais e não me sobra tempo pra quase nada; a galera do grupo do Whatsapp FTB - Oficial manjava da minha situação ahauhauahuaha Mas até o Whatsapp eu tive que excluir para ter tempo de fazer minhas tarefas - vício é phod... Queria deixar aqui minha homenagem ao amigo e ídolo Roque Fernando Bola, mais conhecido como Rosque Véio ou Mestre Ancião :gorfei: Ae Rosque, dessa vez eu demorei um ano mesmo para postar ahahahahahaha Quanto ao relato, quem me conhece sabe que eu gosto muito de escrever e sempre fazia um relato independente pro Turma do Biguá, mas como dessa vez a falta de tempo não vai me permitir, vou deixar o link do relato que está no meu blog e espero que vocês me entendam! Não sei nem se pode mais postar relato direcionado aqui; se não puder, peço desculpas à moderação. Quem quiser ler, aqui está: http://pescariamineira.blogspot.com.br/2015/03/as-gigantes-piraibas-do-araguaia-busca.html Críticas e sugestões são sempre bem-vindas. Espero que gostem! Vou deixar uma foto abaixo para ilustrar, foi a única que eu consegui URL para postar aqui. O restante, com vídeos e detalhes da pescaria estão no blog! No mais, vou tentar ficar mais presente por aqui... Abração a todos palmas:: ::tudo::
×
×
  • Criar Novo...