Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Leonel Leme Berlini

FIBRA DE CARBONO X CHUVA

Posts Recomendados

Cara... peguei duas chuvas la em RR na ultima pescaria, com mutos raios, etc... e nem paramos de pescar não... deu nada não, viu.

Mas é o que dizem... nem por ser carbono em si, mas sim por vc ta numa area plana e com a vara então, ser o ponto mais alto naquele local.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leonel, o ideal é não pescar quando começa uma tempestade magnética, porém sei que nem sempre dá pra se esconder, não sou perito no assunto, talvez alguém lhe dê uma resposta melhor, mas vamos falar um pouquinho desse assunto.

-a resistência elétrica do carbono (0,000035?m ) é muito menor que a do vidro que é 10.000.000.000?m, sendo que a física diz que quanto menor a resistência maior a condutividade, portanto podemos então concluir que o carbono é um condutor muito melhor que o vidro, por outro lado temos um agravante, se o barco for de alumínio, o alumínio é o quarto melhor condutor elétrico que existe perdendo só para o ouro, cobre e prata, ou seja é mais perigoso pescar com varas de carbono, mas pescar com vara fibra de vidro não te deixará imune a descargas elétricas, lembre-se você está na água, num barco de alumínio, provavelmente você estará molhado e com as varas fazendo trabalho de para-raios, ou seja, pra ter menos chance de ser eletrocutado mantenha as varas na posição mais horizontal possível, mas ainda sim é perigoso.

-Outra dica é saber a que distância os raios estão cortanto o céu e isso é bem fácil de fazer, o som se propaga a 340m/s, ou seja quando avistar o relãmpago, comece a cronometrar, a cada três segundos de contagem temos uma distância estimada de 1km, se avistou o raio e o trovão veio 6 segundos depois o raio caiu 2km dali.

Lugares mais seguros pra se estar numa tempestade magnética:

-veículo não conversível, com teto e colunas em metal: quero apenas comentar um erro por parte das pessoas que é achar que por causa dos pneus o carro é isolado e nada acontece com as pessoas no seu interior se um raio cair no automóvel. Primeiro se o pneu estiver molhado ele deixa de ser isolante, porém mesmo sem as rodas o carro continuará sendo seguro, isto porque um “doidão” chamado Michael Faraday em 1836 descobriu o efeito blindagem com o experimento Gaiola de Faraday, ou seja toda estrutura tipo gaiola metálica (carro, uma armação de ferro de uma laje, um ginásio de esportes, barco metálico fechado, avião e coisas assim) recebem a descarga, porém as pessoas que estão dentro ou debaixo não são atingidas, é o caso do campo de futebol onde o raio cai em uma das traves e quem não sofre nada é o goleiro se estiver debaixo dela, porém os jogadores que estão ao redor sofrerão descarga.

-outra dica: se estiver num local descampado não corra nem se deite no chão, a maneira mais segura é agachar colocar a cabeça entre o joelhos e permanecer com os pés juntos para evitar a Distância de Potencial, quanto mais separados os pés maior a descarga elétrica.

-outra dica: se os cabelos do corpo começarem a arrepiar ou você começar a sentir coceira pelo corpo saiba que você e o lugar estão carregados de carga e um raio está pra cair a qualquer momento (siga os passos da dica acima). OBS: isto não é brincadeira, nem supertição é física eletrostática.

-outra dica: não fique perto de árvores, geralmente a copa delas se carrega muito de eletricidade.

-outra dica: num rio largo vá para a margem de praia ou barrancos como foi dito em respostas de colegas.

Se quiserem saber tudo de raios acessem essa monografia:

http://www.ucb.br/sites/100/118/TCC/1%C ... SRAIOS.pdf

Conheho um pouco disso aí, pois já tomei descarga elétrica próximo de uma cerca, quando estava pescando, não morri porque Papai do Céu disse que não era minha hora, porém passei a respeitar e muito essa força da natureza.

Espero ter ajudado, um grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha chê, pegamos uma baita tormenta de raios semana passada, na ARG, naquele "mundão" de água que é o Paranazão........... ::medo:: caveira:: Na hora encostamos a lancha e esperamos ela passar. Imagina, tu estás no meio de um monte de água, com uma vara feita de material altamente condutor apontada pra cima.... mau:: caveira:: Tá loco, eu não arrisco! suici:: bomba2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sou especialista no assunto, portanto é mero achismo. Se observarem existe uma recomendação escrita na vara de carbono de que ela pode ser condutora de corrente elétrica. Existe um caso registrado de alguem que encostou a vara na rede elétrica e foi eletrocutado, também não sei onde.

Vocês estão dizendo que "pescou debaixo de chuva e não aconteceu nada", mas, se tivesse acontecido estaríamos mandando abraços de pêsames.

Na dúvida é melhor não abusar. Já peguei vários temporais lá na Amazônia e todas as vezes encosto minha tralha de pesca, inclusive as varas, e vou procurar abrigo. Na dúvida é melhor não abusar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se alguém se der mal arriscando-se uma coisa é certa: não vai voltar aqui depois pra contar a história

Pescar com chuva é uma coisa... pescar em meio a uma tempestade com descargas elétricas é outra

Melhor encostar o barco e estar vivo pra tentar pegar mais peixes depois lacou::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pescar com chuva é altamente perigoso!...nestas condições o melhor é baixar as varas e encostar o barco num lugar descampado, longe de cercas e de arvores...e muitas vezes o raio cai quando a tempestade está se aproximando, antes mesmo de começar a chover no local.

Vejam na foto o estado que ficou a vara de fibra de carbono atingida por um raio...se a vara ficou assim, imaginem o quê acontece com quem está segurando... doeu::

Imagem Postada

Vejam a reportagem:

http://www.pescarianoriotiete.com/2011/ ... jam-o.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

... Quando eu pesquei por algum muito tempo em praias vi a uns 100 mts de mim após o estouro um Japonês ser jogado e muito longe já mortinho,esse caso é famoso e tem N casos no MT nos áureos tempo de quando milhares de pescadores frequentava aquelas águas.

Tem o Caso de meu grande parceiro já falecido Sr Romeu, que quando pescava no Guarujá com seu netinho começou a formar uma grande tempestade e ele sabendo o que poderia acontecer começou a recolher sua linha, nem chegou a dar tempo ele só escutou o estrondo e viu seu neto ser jogado longe e a ponteira de sua Mitchel Surf Cast entortar como uma borracha, bem a pouco tempo ainda tinha comigo esta ponteira.Esta foi a sorte dele...vara de surf Cast de 4.50MT acreditamos que ela foi o para Raio heheh, e o principal seu neto não sofreu dano algum e ele somente um pequeno choque.

Comigo e com Dna Bete, foi pescando em Sta. Catarina na praia do Estaleiro, o mesmo rebu se formou, porem só não conseguia-mos pegar no caniço devido a pequenas descargas, e nem estava com relâmpago era somente formação da tempestade, como o seguro e a prudência morreram de velho mandei Dna bete até sair de perto.

Tem casos que aconteceram aqui no Mangue de Santos, porem sem ser fatal. Resumindo pescador não é de borracha e nem super homem e a vara de CARBONO é ótimo condutor de eletricidade e atrator de RAIO ou Faísca

Marcão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

... Quando eu pesquei por algum muito tempo em praias vi a uns 100 mts de mim após o estouro um Japonês ser jogado e muito longe já mortinho,esse caso é famoso e tem N casos no MT nos áureos tempo de quando milhares de pescadores frequentava aquelas águas.

Tem o Caso de meu grande parceiro já falecido Sr Romeu, que quando pescava no Guarujá com seu netinho começou a formar uma grande tempestade e ele sabendo o que poderia acontecer começou a recolher sua linha, nem chegou a dar tempo ele só escutou o estrondo e viu seu neto ser jogado longe e a ponteira de sua Mitchel Surf Cast entortar como uma borracha, bem a pouco tempo ainda tinha comigo esta ponteira.Esta foi a sorte dele...vara de surf Cast de 4.50MT acreditamos que ela foi o para Raio heheh, e o principal seu neto não sofreu dano algum e ele somente um pequeno choque.

Comigo e com Dna Bete, foi pescando em Sta. Catarina na praia do Estaleiro, o mesmo rebu se formou, porem só não conseguia-mos pegar no caniço devido a pequenas descargas, e nem estava com relâmpago era somente formação da tempestade, como o seguro e a prudência morreram de velho mandei Dna bete até sair de perto.

Tem casos que aconteceram aqui no Mangue de Santos, porem sem ser fatal. Resumindo pescador não é de borracha e nem super homem e a vara de CARBONO é ótimo condutor de eletricidade e atrator de RAIO ou Faísca

Marcão

Alguém precisa de mais informação, após este testemunhal?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não sou especialista no assunto, portanto é mero achismo. Se observarem existe uma recomendação escrita na vara de carbono de que ela pode ser condutora de corrente elétrica. Existe um caso registrado de alguem que encostou a vara na rede elétrica e foi eletrocutado, também não sei onde.

Vocês estão dizendo que "pescou debaixo de chuva e não aconteceu nada", mas, se tivesse acontecido estaríamos mandando abraços de pêsames.

Na dúvida é melhor não abusar. Já peguei vários temporais lá na Amazônia e todas as vezes encosto minha tralha de pesca, inclusive as varas, e vou procurar abrigo. Na dúvida é melhor não abusar.

joia::: joia::: joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não é recomendável pescar com tempestades,é perigoso ,mas confesso que não sigo essa recomendação :gorfei: na amazõnia por diversas vezes vi a coisa feia demais.

éÉ só pensar na sua pequenina que voce consegue! :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei:

Marcão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já pesquei umas duas vezes em tempestade na Amazônia, e embora com o parceiro falando que no meio daquelas árvores gigantes seria improvável agente ser atingido, confesso que estava morrendo de medo, mas agora com essas respostas cheguei a conclusão que não pesco em tempestade mais nem F......!!! Minha vida vale muito mais que n troféus!!!!!

Parabéns pelo Tópico e aos amigos que responderam!

Show!

:bompost:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em qualquer lugar plano, seja praia, rio, pasto, estradas, começou a tempestade de raio é procurar um local que você não seja o ponto mais alto mas não ir para debaixo de arvores, o recomendavel é ir para embaixo de um barranco ou semelhante quando está em rios, na praia se tiver em cidade recomendavel sair de volta para cidade, se estiver longe é entrar dentro do carro(Se for um Troller seu carro esquece Troller não são de metal e não da grade elétrica diferente dos carros tradicionais), pastos procurar barrancos também. Tem inúmeros e infinitos casos de pessoas mortas por raio, raio não cai por acaso nas pessoas, mas sim por que a pessoa é o ponto mais alto.

Algumas dicas que aprendi: É extremamente comum um raio cair encima de um carro na estrada, porem o interior não é afetado por descarga elétrica, porem a descarga não sai do carro por conta dos pneus, assim que o primeiro passageiro sair do carro TODA descarga elétrica de um raio será transferida para a pessoa, e ela vai morrer, o que fazer? Simples encostar alguma parte do carro em qualquer coisa que passa corrente elétrica.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Leonel, o ideal é não pescar quando começa uma tempestade magnética, porém sei que nem sempre dá pra se esconder, não sou perito no assunto, talvez alguém lhe dê uma resposta melhor, mas vamos falar um pouquinho desse assunto.

-a resistência elétrica do carbono (0,000035?m ) é muito menor que a do vidro que é 10.000.000.000?m, sendo que a física diz que quanto menor a resistência maior a condutividade, portanto podemos então concluir que o carbono é um condutor muito melhor que o vidro, por outro lado temos um agravante, se o barco for de alumínio, o alumínio é o quarto melhor condutor elétrico que existe perdendo só para o ouro, cobre e prata, ou seja é mais perigoso pescar com varas de carbono, mas pescar com vara fibra de vidro não te deixará imune a descargas elétricas, lembre-se você está na água, num barco de alumínio, provavelmente você estará molhado e com as varas fazendo trabalho de para-raios, ou seja, pra ter menos chance de ser eletrocutado mantenha as varas na posição mais horizontal possível, mas ainda sim é perigoso.

-Outra dica é saber a que distância os raios estão cortanto o céu e isso é bem fácil de fazer, o som se propaga a 340m/s, ou seja quando avistar o relãmpago, comece a cronometrar, a cada três segundos de contagem temos uma distância estimada de 1km, se avistou o raio e o trovão veio 6 segundos depois o raio caiu 2km dali.

-Conheho um pouco disso aí, pois já tomei descarga elétrica próximo de uma cerca, quando estava pescando, não morri porque Papai do Céu disse que não era minha hora, porém passei a respeitar e muito essa força da natureza.

Espero ter ajudado, um grande abraço!

Bela aula joia:::

Pesquisem sobre o chamado "Poder das Pontas" (Efeito Corona) e entenderam um pouco mais, ou não rsrs. ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

não é recomendável pescar com tempestades,é perigoso ,mas confesso que não sigo essa recomendação :gorfei: na amazõnia por diversas vezes vi a coisa feia demais.

éÉ só pensar na sua pequenina que voce consegue! :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei:

Marcão

com certeza Marcão ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não é só com chuva que precisamos tomar cuidado. Conheço um caso de um cidadão que voltava do açude com suas tilápias, com a telescópica esticada nas costas, qdo encostou no fio de alta tensão da propriedade. Morreu eletrocutado. De acordo com os depoimentos dos familiares, nunca andava com a telescópica esticada, ele era muito cuidadoso. Por isso precisamos estar sempre atentos o que fazemos e deixamos de fazer. Vamos absorver as dicas dos colegas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×