Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Michel

Jaúzão no metal jig

Posts Recomendados

Moçada, segue o vídeo da captura de um jaú um pouco "inesperada".

Estava pescando no Xingu, em junho agora. Com o barco na rodada, eu estava pindocando com metal jig (30g), pegando corvinas e cachorras no fundo. De repente entrou um trambolho...Após cerca de 40 minutos apareceu o jaúzão.

A filmagem não está das melhores, mas vai assim mesmo. Da para ouvir bem os "descarregões" da linha na carretilha.

O material que eu usava era o seguinte:

Carretilha Shimano Citica 201

Multi 50lb Whiplash

Vara Tiger Power Intergreen 20lb.

Eu tinha pescado com essa varinha na Amazônia na temporada passada, e peguei tucunas de bom porte com ela. Eu ja tinha ficado fã por sua leveza e robustez. Depois dessa agora, é a minha nº 1 para os "brutos".

Abraços aí pessoal!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tinha visto no Youtube esse dias atras (06 videos né), mas ele agora compilado ta melhor de assistir...

Era qual Metal jig hein? Da aicas? Aqueles utilizados para pesca no mar?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bela Surpresa....é muito massa quando a gente pega um peixe inesperado!!!!!!!!!!!!!

parabéns!

Foi o que aconteceu comigo uma vez em Palmas/TO. Estava na praia da graciosa, numas corredeiras que tem lá, batendo uma isca na corredeira e já havia pego algumas cachorras e um apapá. Derrpende um belo puxão e vai linha, toma linha, peixe bruto! Não saltou, comecei a achar estranho, tava muito forte mesmo...

Quando consegui trazer para perto das pedreiras onde eu estava minha surpresa. Era uma caranha gigante (quase 4 kg), redondo na corredeira puxa MUITO! Mas isso é outro relato. hehehehehe

Foi show.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bela Surpresa....é muito massa quando a gente pega um peixe inesperado!!!!!!!!!!!!!

parabéns!

Foi o que aconteceu comigo uma vez em Palmas/TO. Estava na praia da graciosa, numas corredeiras que tem lá, batendo uma isca na corredeira e já havia pego algumas cachorras e um apapá. Derrpende um belo puxão e vai linha, toma linha, peixe bruto! Não saltou, comecei a achar estranho, tava muito forte mesmo...

Quando consegui trazer para perto das pedreiras onde eu estava minha surpresa. Era uma caranha gigante (quase 4 kg), redondo na corredeira puxa MUITO! Mas isso é outro relato. hehehehehe

Foi show.

Coloca como relato tb....!!!!

Aconteceu comigo em Fev, peguei uma cachara de 9 kg...pescando tucunaré...!

O bigão já colocou da dele de carpa na artificial...

Agora só vale com foto!!!! lingua:: lingua::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bruca, o lance do metal que eu tava usando foi engraçado: nessa pescaria, eu já tinha perdido uns 3 metaizinhos de 30g, inclusive o que eu mais gosto (Jonhny de 30 G cromado da NS), tudo com piranha. Daí coloquei um verdinho, que custou 6 reais num camelô no Rio de Janeiro (artesanal, o cara do camelô quem fazia). Daí arrebentei de pegar peixe com ele também, e nele que entrou o jaú. Depois disso, emprestei uns para o Daniel, que também perdeu.

Daí só sobraram metais de 20g. Tentei usá-los, mas estavam leves demais para a correnteza, e não chegavam no fundo.

Então tive uma idéia mirabolante: peguei dois desses de 20 (um Johny da NS e um olhudo da kakareko que não sei o nome), uni os dois com uma argola em cada extremidade, pus uma garatéia embaixo e um assist hook em cima e pronto...Continuou funcionando do mesmo jeito (ficou feio, mas pegador!!). O Daniel perdeu o dele, daí armamos o mesmo esquema com dois metais de 20 para ele também.

Enfim, resumido: na água doce, suja, pescando entre 15 a 20metros de profundidade, não acredito que a cor ou desenho do metal faria diferença. Acho que os bichos pegavam pelo "brilho", ou barulho e movimento rente ao fundo, ou então porque o metal realmente quicava na cabeça deles!!

Seguem fotos de outras três capturas com os metais "duplos", para não ficar na lenda (corvinas e cachorras pequenas não tiramos fotos)!!

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caramba que invenção! Muito boa essa...

Michel, então tem que vir com o jig quase arrastando no fundo é? deixa ele descer, quando encostar no fundo dá uma recolhidinha? É isso?

Vou testar lá no xinguzão semana que vem.

Valeu pelas dicas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Moçada, valeu aí!!

Bruca e Joelson, trabalho o metal assim: deixo descer embaixo do barco mesmo. Quanto percebo que chegou no fundo, fico cutucando ele lá (erguerndo o caniço energicamente),fazendo com que suba entre meio e a um metro, daí abaixo a vara até que encoste novamente no fundo. E sempre sentindo se ele está no fundo, soltando um pouco mais de linha, ou recolhendo, percebendo o relevo mesmo. Ou então "achar" o cardume na meia água, e trabalhando sempre na mesma altura.

Sigo repetindo esse movimento, sempre com o barco varrendo o pesqueiro. Se tiver correnteza, vai na rodada mesmo, se for água parada, impulsionando com o elétrico.

Se arremessar o metal longe, deixá-lo afundar e vir arrastando no fundo, é praticamente certo que vai agarrar em alguma coisa. Acho que dá para fazer isso, esperar ele cair e recolher continuamente, para que ele trabalhe na meia água (tem um programa do Pesca Alternativa com o Lusca na baía de Sepetiba que eles pescam xaréu assim, da para ver na net). Até tentei isso para cachorras, mas não funcionou não. Os melhores resultados foram no fundo mesmo.

E uma dica: quanto mais fina a linha, melhor a sensibilidade que se tem do fundo. Linha mais grossa gera mais arrasto pela correnteza, é pior para trabalhar.

Eu tava usando uma 50lb pq quis economizar na tralha, e deixei em casa a carretilha com linha 30lb. Mas a de 30lb seria melhor.

Tava com medo de algum índio "invocar" com minha tralha...Hehe, já pensou?

Abraços aí moçada!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Michel

Muito legal esse vídeo, por acaso você fez o relato dessa pescaria?

A propósito, essa pescaria foi a que vocês fizeram com o Anderson (Tato)?

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde Ivan, blz?

Sim, estavamos com o Andreson mesmo. Não fiz relato, pq estava conosco um colega que é articulista da revista pesca esportiva, e ele poderá usar as fotos em alguma matéria.

Abraços aí!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Blz Michel

Ele falou a respeito dessa matéria, mas depois que sair a matéria, coloque o relato aqui pra nós.

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito fera Michel....realmente essa sua pescaria foi demais. Tive a oportunidade de ver a suas fotos dessa pescaria e os baita peixes fisgados pela sua turma. O Xinguzão me surpreendeu. Fantásticas as suas dicas e quanto tiver a chance de usá-las, me lembrarei delas...hehee...

Vlw... wink

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...