Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Posts Recomendados

Prezados bom dia!

 

Ontem o operador que está organizando minha viagem para Santa Isabel agora em outubro ligou e informou que a pesca nos rios da região está fechada. Apenas dois barcos conseguiram autorização para pescar na região o Zaltana e o Kalua. Se alguém está com viagem marcada e vai em outra operação já é bom dar uma ligada e ver se irá acontecer mesmo.

 

Abraços

João leonello

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, João.

 

Isso ai não tem a ver com a licitação que ocorreu por lá? pelo que me lembro o @Fabrício Biguá já tinha postado algo sobre isso. https://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/45022-sobre-a-licita%C3%A7%C3%A3o-dos-rios-em-sirn/

 

Lembrei de ter lido algo sobre isso no ano passado tbm aqui:

 

https://www.socioambiental.org/pt-br/noticias-socioambientais/tis-jurubaxi-tea-e-uneuixi-transformam-o-turismo-de-pesca-esportiva-no-medio-rio-negro

 

 

 

 

Terras-Indigenas-Jurubaxi-Tea-e-Uneuixi-transformam-o-turismo-de-pesca-esportiva-no-Medio-Rio-Negro-6.jpg

Terras-Indigenas-Jurubaxi-Tea-e-Uneuixi-transformam-o-turismo-de-pesca-esportiva-no-Medio-Rio-Negro-5.jpg

Terras-Indigenas-Jurubaxi-Tea-e-Uneuixi-transformam-o-turismo-de-pesca-esportiva-no-Medio-Rio-Negro-7-1.jpg

Terras-Indigenas-Jurubaxi-Tea-e-Uneuixi-transformam-o-turismo-de-pesca-esportiva-no-Medio-Rio-Negro-4.jpg

Screenshot 2019-09-13 at 14.36.31.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Trata-se de algo que teria mesmo que acabar acontecendo !

Me refiro à confusão envolvendo áreas "privadas" de pesca !

Não entro no mérito do processo de "concessão" (se é ou não legal).

Como tudo que envolve "esquema de dinheiro", a ausência de transparência é algo presente.

Estive a última vez em SIRN em 2017 com o Angatu Açu e me jurei não mais retornar lá.

Fizemos (seguramente) a pior pescaria de nossas vidas no afluente Téa e no próprio Negro.

Os demais acessos estavam interditados aos barcos, salvo "determinados" que puderam seguir adiante.

Já virou "coisa do passado", mas nitidamente há esquema montado para privilegiar alguns operadores.

Se esse "privilégio" foi obtido de forma legal, menos mal, mas terá sido mesmo... ?

Já estou esperando manchetes de crimes de violência física na região...

CUIDADO aos que irão se aventurar lá !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E quem já fechou pacote com outra embarcação que não é o Zaltana ou Kalua para SIRN? 

Perdeu tempo/dinheiro ? E a expectativa criada?

3 horas atrás, Joao Manoel Leonello Lucas disse:

Prezados bom dia!

 

Ontem o operador que está organizando minha viagem para Santa Isabel agora em outubro ligou e informou que a pesca nos rios da região está fechada. Apenas dois barcos conseguiram autorização para pescar na região o Zaltana e o Kalua. Se alguém está com viagem marcada e vai em outra operação já é bom dar uma ligada e ver se irá acontecer mesmo.

 

Abraços

João leonello

 

 

Joao, pergunta... O operador deu alguma solução a vocês ? Se sim, desculpe a pergunta, mas qual foi ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Octávio Amaral disse:

O operador deu alguma solução a vocês ? Se sim, desculpe a pergunta, mas qual foi ?

Octávio,

Cuidado para não entrar na esparrela de que "irão dar um jeito", pois poderá não acontecer !

Tudo indica que vão descer para a região mais próxima de Barcelos !

Seria mais interessante - NESTE CASO - que embarquem por Barcelos

Boa sorte

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vixe que Barcelos vai ficar uma verdadeira "feira livre" nas áreas de embarque e desembarque !

Melhora se forem num dia de menor fluxo de chegada e saída de lá (sem ser nos sábados ou domingos).

Vai ser conturbada essa temporada de pesca na bacia do Negro !

Pelo menos é grande para atender a tanta demanda !

Sucesso para quem está esperando por isso há um ano !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Kid M disse:

Octávio,

Cuidado para não entrar na esparrela de que "irão dar um jeito", pois poderá não acontecer !

Tudo indica que vão descer para a região mais próxima de Barcelos !

Seria mais interessante - NESTE CASO - que embarquem por Barcelos

Boa sorte

Kid, 

Minha pescaria é em Barcelos... 

O meu receio é de que, além das embarcações já existentes e operando em Barcelos, tenhamos mais concorrência de espaço com essas que virão de SIRN.

 

Eu acho algumas coisas um tanto quanto engraçadas, para não falar outra coisa....

Final de Janeiro/2019 fiquei 11 dias pescando em Barcelos... estava próximo a região do Rio Preto... e avistei uma embarcação (não vou citar qual) que opera em SIRN em uma dessas áreas ai exclusivas, pescando na região de Barcelos.

Ou seja, só eles podem operar em SIRN, mas se eles acharem por bem podem descer e pescar em Barcelos, podem também??? 

 

É uma zona!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 minutos atrás, Octávio Amaral disse:

Kid, 

Minha pescaria é em Barcelos... 

O meu receio é de que, além das embarcações já existentes e operando em Barcelos, tenhamos mais concorrência de espaço com essas que virão de SIRN.

 

Eu acho algumas coisas um tanto quanto engraçadas, para não falar outra coisa....

Final de Janeiro/2019 fiquei 11 dias pescando em Barcelos... estava próximo a região do Rio Preto... e avistei uma embarcação (não vou citar qual) que opera em SIRN em uma dessas áreas ai exclusivas, pescando na região de Barcelos.

Ou seja, só eles podem operar em SIRN, mas se eles acharem por bem podem descer e pescar em Barcelos, podem também??? 

 

É uma zona!

Coincidência ou não,são 2 que estão entre os mais caros do estado...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Octávio Amaral disse:

E quem já fechou pacote com outra embarcação que não é o Zaltana ou Kalua para SIRN? 

Perdeu tempo/dinheiro ? E a expectativa criada?

Joao, pergunta... O operador deu alguma solução a vocês ? Se sim, desculpe a pergunta, mas qual foi ?

Então a alternativa dada por eles foi de pescar em um rio chamado "preto" acima da aldeia algo assim. Mas nunca ouvi falar do lugar. Espero que não desçam para Barcelos se não vai ter até trânsito na água rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
29 minutos atrás, Joao Manoel Leonello Lucas disse:

Então a alternativa dada por eles foi de pescar em um rio chamado "preto" acima da aldeia algo assim. Mas nunca ouvi falar do lugar. Espero que não desçam para Barcelos se não vai ter até trânsito na água rs

Foi exatamente nesse ponto, quase na boca do Preto, que avistei a embarcação licenciada para pesca em SIRN operando.

O preto ainda é região de Barcelos...

O que eu temia, vai acontecer.... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 minutos atrás, Octávio Amaral disse:

Foi exatamente nesse ponto, quase na boca do Preto, que avistei a embarcação licenciada para pesca em SIRN operando.

O preto ainda é região de Barcelos...

O que eu temia, vai acontecer.... 

Preto=Sirn

Padauari=Barcelos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
41 minutos atrás, Joao Manoel Leonello Lucas disse:

Então a alternativa dada por eles foi de pescar em um rio chamado "preto" acima da aldeia algo assim. Mas nunca ouvi falar do lugar. Espero que não desçam para Barcelos se não vai ter até trânsito na água rs

Preto é Barcelos. Afluente do piunzento Padauari. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
25 minutos atrás, Beto Caranha disse:

Preto=Sirn

Padauari=Barcelos

 

21 minutos atrás, Marcel Werner disse:

Preto é Barcelos. Afluente do piunzento Padauari. 

Fala Beto!

 

Até onde sei o Preto ainda é Barcelos.... que vai de encontro com a informação que o Marcel passou também...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
34 minutos atrás, Beto Caranha disse:

Preto=Sirn

Padauari=Barcelos

Pra melhorar minha resposta e não ficar assim tão seca ...  Quando eu comecei a frequentar a região, o Preto era considerado Barcelos ... Porém há alguns anos houve um ordenamento turístico entre Associação Barcelense Dos Operadores De Turismo - Abot e a de Sirn que esqueci o nome agora e ficou decidido que pra adentrar o Preto a embarcação precisa de licença tirada em Santa Isabel e já pro Padauari em Barcelos!

 

Além disso, la no Preto tem 3 comunidades que cobram propina independente de liberação da prefeitura! Campina do Rio Preto cobra 100 e fica logo na boca! Mangueira cobra 100 e fica na parte media! Malalahá cobra 100 tb e fica no pé da cachoeira mais no alto da parte navegável com barco hotel! Pode ate ter mudado novamente ,  mas estou falando com fundamento!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos, blz pura?!?!

 

Já percebi, seja no zap, seja nos fóruns, que há muita informação controversa sobre a pescaria em SIRN. 🤔

Vou tentar esclarecer aos amigos, ok?!?!

 

Sobre o Zaltana e o Kalua pescando exclusivamente no Uneiuxi (somente na área de TI, e não na área de APA), e o no Jurubaixi (todo o rio), respectivamente, vamos lá. No ano de 2015 (salvo engano), foi feito um estudo de demarcação de Terra Indígena (Téa-Jurubaixi) no município de SIRN. 

Este estudo, independente do que eu ache dele, foi enviado para a FUNAI, que por sua vez mandou para o Ministro da Justiça declarar a área como Terra Indígena.

Ocorre q a prefeitura, a comunidade local, as associações (de todos os tipos), deveriam, dentro do prazo de 90 dias, ter contestado o estudo feito. E ISSO NÃO FOI FEITO:choquei:

Na época, pós eleições, houve muita briga na cidade envolvendo as eleições. Não me recordo ao certo, mas tanto o prefeito, como vice-prefeitos, e vários vereadores, foram presos, cassados, e etc. Tudo mutreta de eleição.

Como o "Estado" e o povo não reivindicaram o estudo, o Ministro da Justiça assinou a portaria de declaração da Ti Jurubaixi-Téa. Uma verdadeira aberração, ou seja, 01 única antropóloga fez todo este estrago. Certamente ela estava atendendo os interesses de outros.

Tanto a prefeitura de SIRN, quanto a de Barcelos (q faz limite no Jurubaixi), sequer foram notificados. Coisas de Brasil. 🤢

 

Em 2016 todos os operadores de SIRN ainda conseguiram pescar na região...mas em 2017 o tempo fechou. Foi aí q todos descobriram que a TI Jurubaixi-Téa havia sido declarada.

Muita briga entre todos, sejam operadores, prefeitura, comunidades, agora indígenas, e por aí vai. A FUNAI e o MJ, sequer notificaram os municípios de Barcelos e SIRN, informando que lá agora era considerado TI. Até hoje muitos não sabem o q a declaração representa.

 

Em 2017 foi feito um Acordo de Cooperação Técnica, onde todos os operadores de SIRN não poderiam acessar o Uneiuxi durante 1 mês (o de outubro, o estudioso é pescador conhecido na região, só quer o filé), para q um grupo de "pescadores espertinhos", ligados ao IBAMA, fizessem um estudo de impacto de pesca no rio. Os caras, todos ligados aos "estudos" envolvendo os operadores de pesca estrangeiro, em apenas 10 dias, estipulou que no Uneiuxi "X" pescadores poderiam pescar por semana, e que "Y" pescadores poderiam pescar no Jurubaixi.

Estes "técnicos" do IBAMA, são sempre os mesmos. Os da TI Jurubaixi-Téa foram os mesmos q fizeram os estudos do Marié, e de todos estes rios onde temos gringos operando. Tudo ligado com a FUNAI e com ONGs amazônicas. 

O mais engraçado é q tanto este número "X", quanto o "Y", eram exatamente a capacidade máxima de operação dos gringos. Algo como 8 ou 10 pescadores por semana. Excluindo assim, do processo, empresas como Angatu, Zaltana, ASF, e outras, com barcos de maior capacidade (12 pescadores pra cima).

Mesmo assim foi feito um sistema de revezamento de empresas dentro da TI Jurubaixi Téa. Só poderia 1 empresa de cada vez, entrar num afluente escolhido.

E as brigas continuaram. Já falei aqui há anos atrás, mas sempre friso, um dia estes caras serão presos. 🙌

 

E foi aí que a FUNAI, sob orientação das ONGs do Médio Rio Negro, abriram "licitação" para operação no alto Uneiuxi (TI do Uneiuxi - Roçado, q é TI desde sempre), e do Jurubaixi (2 zonas, do meio até a boca, e do meio até a cabeceira).

Lembrando que a TI na entrada do Uneiuxi (boca até o meio do rio), não entrou em licitação. Os comunitários falaram que não queriam operação no Uneiuxi naquele ano (o que depois se mostrou ser mentira).

 

Foi aí q uma empresa brasileira, que nunca esteve no Rio Negro, ganhou a licitação da TI-Uneiuxi. Os caras operavam lá no Pará...mas por terem amigos ligados a FUNAI e aos estudos que citei acima, ganhou a licitação. Claro jogo de "cartas marcadas". Pior, um monte de operadores "otários" estiveram em Brasília, participando de uma "licitação" que já sabiam quem iria ganhar. 🤮

Ocorre q esta empresa apenas opera no Roçado (com estrutura e parte operacional), mas quem vende os pacotes de pesca pra lá é a River Plate lá nos EUA.

 

No Jurubaixi, a River Plate ganhou a licitação da cabeceira, e o Kalua ganhou a licitação da boca até o meio do rio. VALE INFORMAR A TODOS, QUE TANTO O KALUA, QUANTO A RIVER PLATE, FORAM AS ÚNICAS EMPRESAS QUE DERAM LANCE NA LICITAÇÃO. Nenhuma outra empresa, seja de SIRN, ou de Barcelos, pode chorar, afinal, sequer participaram da lide.

No meio do processo, a River Plate abandonou o barco...e foi aí q o Kalua fez uma parceria para ter acesso ao rio inteiro. NADA DE ILEGAL FOI FEITO.

Quanto ao Aiuanã e o Téa, nenhum dos dois sequer tem comunitários em suas margens. Depois de declarada a TI, vários índios estão saindo de suas tribos em outros locais, e se deslocando para estes, numa tentativa de clara, de "licita-los" em breve...

E esta foi a história envolvendo a pesca em SIRN.

 

Ah, mas foi 2 meses depois, que a comunidade do Tabocal (boca do Uneiuxi), fez uma proposta de trabalho para o Zaltana.

Deixo claro q o Zaltana TAMBÉM NÃO FEZ NADA DE ILEGAL. Na verdade ele estava na hora certa, no lugar certo.

Como era novato em SIRN, não tinha ainda travado qualquer tipo de conflito com a comunidade do Tabocal. Já as outras empresas, sim. Pois sempre q passavam pela porta da comunidade, uma situação de estresse ocorria, seja do lado da operação, seja pro lado da comunidade. Imagina 10 anos passando por ali?!?! Sendo parado pela comunidade?!?! Algumas vezes as operações ajudavam, mas às vezes, não.  O q tb é compreensível, afinal, os pescadores deixavam R$ 250,00 cada, para a Prefeitura ajudar estes comunitários, mas certamente nunca repassou R$ 1,00 sequer para eles deste dinheiro.

 

E foi aí q o Zaltana entrou na jogada. Como era novato e não tinha histórico de conflitos na agenda, acabou sendo procurado para fechar a parceria de pesca. O processo foi homologado pela FUNAI, e pronto. NÃO HÁ NADA DE ILEGAL NO PROCESSO FEITO

Vejo um monte de gente falando besteira de todos os lados ( o q não vai adiantar nada!).🙄

 

Como alguns barcos adentraram na TI depois da licitação, as ONGs denunciaram o acesso a FUNAI como sendo ilegal (apesar do operador ter sido convidado). Aliado a isto, operadores judicializaram o acesso/passagem pela área indígena do Uneiuxi, para pescar na área de APA (do meio do rio até a placa do Roçado). E foi aí q a justiça determinou que nenhum operador de pesca pode acessar TI Jurubaixi-Tea, sem a anuência da FUNAI.

NENHUM OPERADOR PODE ACESSAR. (a não ser as que ganharam a "licitação")...os operados ainda não desistiram de conseguir esta permissão, mas hoje, quem fala que tem acesso ESTÁ MENTINDO!!!. Conada  ou está acreditando q vá conseguir acessar, sem ter certeza de sucesso.

 

Esta é a situação.

 

Quanto a postagem do @Octávio Amaral, claro q concordo que tanto Barcelos, quanto SIRN, são uma zona. Há anos tentamos ordenar a pesca na região (operadores, pescadores e secretarias do meio ambiente). Agora, uma coisa é certa, e vou falar apenas pelo Angatu. 

O Angatu tem sede em Barcelos, nasceu em Barcelos. É a empresa com o mesmo CNPJ a mais tempo em operação em Barcelos e em SIRN. 90% dos guias/tripulação são de Barcelos, assim como toda a mão de obra, manutenção e consumo envolvendo a pesca. Ah, e ainda paga todas as taxas de turismo de Barcelos, mesmo sem operar lá.

Assim como o Angatu, o Kalua também. Me lembro de cruzar o rio, eu no Angatu ou outro barco, vendo o Kalua, Miss Bebel, Amazon Queen, e outros antigos operados q foram ficando pelo caminho, isso lá no início da década de 90. Se fossemos reivindicar áreas de pesca em Barcelos, estes deveriam ser os primeiros a escolher.

 

Por Barcelos ser uma área de livre acesso, TODA E QUALQUER OPERAÇÃO DO BRASIL, pode sim, pescar lá. Acho isso bom?!?! Claro q não. Sou pescador, não operador....mas devemos ter um cuidado especial ao falar/insinuar que as empresas de SIRN "atrapalharão/atrapalhariam" a pesca em Barcelos. Na verdade foram as outras empresas que atrapalharam os que operavam por lá, isso, a mais de 15 anos atrás, e se viram "obrigadas" a correr para SIRN. O q tb não teve nada de ilegal.

Então, se houvesse um ordenamento hoje na região de Barcelos, que priorizasse "X" empresas (em virtude de estudos sobre o impacto de pesca), que nasceram e cresceram lá em Barcelos, certamente muitas empresas novatas q a turma pesca aí, é q deveria ficar de fora do limite estipulado.

Lembrando que estou apenas divagando, turma, blz?!?! hehehee...Não quero criar briga não. Só estou defendendo abertamente quem eu acho q deva ser defendido.

 

Então é isso...esta é história envolvendo a pesca em SIRN. joia:::

Espero ter contribuído com a angústia dos amigos pescadores.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Joao Manoel Leonello Lucas disse:

Então a alternativa dada por eles foi de pescar em um rio chamado "preto" acima da aldeia algo assim. Mas nunca ouvi falar do lugar. Espero que não desçam para Barcelos se não vai ter até trânsito na água rs

Rio Preto pertence a SIRN. Ainda está longe do "poder" indigenista. Lá as comunidades que mandam (e não as ONGs). Então, quem for para lá se prepare. Há 3 comunidades ao longo do rio, cada uma delas cobra R$ 150,00 por canoa/dia de pescaria. Se passar pelas 3, serão R$ 450,00 por dia, por voadeira...rsrs

Falaram isso pro grupo?!?!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...