Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Gustavo Martins

Relato pescaria Rio Demeni ? 22 a 28/02/2009

Posts Recomendados

Com bastante orgulho, estou submetendo aqui o meu primeiro relato de uma pescaria depois que me tornei membro do fórum!

Desde que entrei aqui pela primeira vez me encantei com a qualidade das participações, com a educação dos membros, com o respeito ao site e às suas regras, com a precisão e o detalhamento das informações trocadas e com os incríveis relatos feitos.

Sempre tive facilidade em compartilhar meus poucos conhecimentos e experiências em todas as esferas (profissional, acadêmica, pessoal) e encontrei no site um local ideal para fazê-lo.

Segue, na seqüência, meu primeiro relato!

Viagem:

Nossa jornada começou em Goiânia, no dia 20/02. Saímos eu, Gustavo, consultor, e o Rafael, médico e meu cunhado, num vôo com destino ao Aeroporto do Galeão, no Rio, às 19:50. Nosso vôo inicialmente estava programado para Brasília, às 18:30. Por causa dos desmandos da TAM, da falta de competência das nossas autoridades e da impunidade que reina entre as companhias aéreas, fomos jogados nesse vôo e depois de muita briga! Mas vamos deixar esse assunto pra outro dia que hoje é dia de alegria...

Chegamos ao Galeão por volta das 21:30 e pegamos a outra perna do vôo às 22:50, agora direto para Manaus, onde aterrissamos por volta das 02:30, já do dia 21/02. Momento de tensão (recuperação das bagagens) passado, fomos comer alguma coisa e esperar os companheiros que vinham de São Paulo.

Por volta das 04:00 a turma já estava completa! Newton e Rubens (advogados, filho e pai), Marco Antônio (corretor de imóveis e concunhado do Rubens) e Vitor (empresário e também concunhado do Rubens) chegaram bem e com toda a tralha (ponto mais importante)!!! Imediatamente seguimos de táxi para o Aeroclube de Manaus. A programação era partirmos de lá às 06:00 num Grand Caravan fretado com destino a Barcelos. Eita tempo que não passa! Foram 2 ou 3 horinhas que pareceram uma semana!!! Pra completar, a íngua do avião ainda atrasou! Fomos sair era mais de 8:00!!!

Vôo tranqüilo e muito bonito, como esperado. É impressionante a quantidade de floresta praticamente intocada que existe nesse trajeto! Mais impressionante ainda é a quantidade de água! Tanta que nos deixou um pouco desanimados... Apesar de isso não ser novidade para nós, pois vínhamos acompanhando, inclusive por meio desse site o nível das águas da região, ainda tínhamos a esperança de um milagre... Já sabíamos que o Rio Negro estava bufando de água e que se encontrássemos condições boas seria do meio do Demeni pra cima. Pra compensar a frustração, só mesmo a euforia do Vitor e o Marco. Era sua primeira vez sobrevoando a Selva Amazônica!

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

Chegamos a Barcelos por volta das 9:30 e já fomos apanhados pelo Cezar Louzada, proprietário do Demini Sport Fishing (DSF), nosso anfitrião. A história desse barco é interessante. O Cezar, morador de Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, freqüenta Barcelos desde 1996. O fazia como turista, assim como nós, buscando os tucunarés-açu. Num determinado momento dessa jornada, ele adquiriru o Tracajá, esse barco menor que vocês vêem na foto abaixo para seu uso em viagens de pesca esportiva. O Tracajá é um barco regional, como muitos outros do Rio Negro, e foi o barco de apoio na nossa viagem. (Este, em minha opinião, foi um dos principais motivos do conforto que usufruímos no DSF. Toda a gasolina, óleo diesel, piloteiros, motores e boa parte dos mantimentos viajaram no Tracajá. Boa sacada do Cezar!). O Cezar pescou até o ano passado nesse barco, ou sozinho, ou com amigos seus (sortudos!) convidados.

Imagem Postada

Nessa mesma linha, ele decidiu construir o DSF. A princípio para seu uso particular também, o DSF teria uma só cabine com dois beliches, ou seja, capacidade para 4 pescadores. Para nossa sorte, o construtor do barco o fez um pouco mais longo que o projeto, permitindo a construção de mais uma cabine, menorzinha, com um beliche!!! É a mão destino conspirando a nosso favor!!! E foi aí que surgiu a idéia do Cezar de fazer da pesca esportiva sua segunda profissão (ele trabalha com comercialização de mármore no ES) e nos oferecer a oportunidade de pescar nessa beleza de barco!

Chegamos ao DSF só para embarcar as bagagens e conhecer o barco. A vontade era não sair de lá!!! Ficamos apertando o Cezar pra tentar sair mais cedo, mas ainda restavam algumas coisas a serem arranjadas (compras, mantimentos, etc.). Descarregamos e fomos almoçar em Barcelos (vou fazer um comentário mais pra frente sobre a cidade).

Logo após o almoço, por volta das 12:00, embarcamos e partimos, Rio Negro acima, sentido ao Rio Demeni. Tem muita gente que acha chato esse tipo de viagem... Eu, particularmente, adoro! Acho que faz parte, pra ajudar entrar no clima! Você vai arrumando a tralha, lembrando as outras pescarias... e discutindo as táticas!

Enquanto navegávamos, mais uma vez, constatamos que os níveis de água tanto do Rio Negro quanto da foz do Demeni estavam muito acima do normal. Porém, tínhamos informações seguras de que rio acima as condições iam melhorar. E após 18 horas de navegação, acordamos e tivemos uma grata surpresa: praias e barrancos!!!

Imagem Postada

Primeiro Dia de Pesca:

Apesar de ainda não estarmos pescando na porção ideal do Demeni, já nos deparamos com bons exemplares. Outro ponto importante que vale ser destacado é o rodízio de duplas e piloteiros, que sempre faz parte das nossas pescarias. O primeiro é uma questão de gosto (sempre queremos pescar com todos), o segundo é fundamental, pois como nós, pescadores, sabemos, nem sempre somos agraciados com os melhores piloteiros. Esta atitude equilibra a pescaria para todos.

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

Imagem Postada

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0791.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0432.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0491.jpg

Segundo Dia de Pesca:

Já num ponto mais alto do rio percebemos melhora no nível das águas e no tamanho dos peixes.

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1091.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0981.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0951.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_0921.jpg

Para recompor as energias, almoçamos uma moqueca de tucunaré preparada na fogueira às margens do Rio Demeni. Atendendo a pedidos (mais especificamente do Rafa, que até hoje tá sonhando com essa moqueca), segue abaixo a receita da ?Moqueca à lá Demeni?:

1 tucunaré de 2kg pescado na hora;

2 tomates;

1 cebola;

3 dentes de alho;

cebolinha;

azeite;

limão;

sal;

e coentro.

Peça pro piloteiro limpar o peixe e cortá-lo em postas. Tempere-o com sal e limão. Fatie todos os outros ingredientes (menos o sal, o limão e o azeite!!!) e arrume na panela nessa ordem: azeite (bastante), alho, coentro, cebolinha, cebola, sal, o peixe, os tomates em rodela, sal de novo, azeite de novo e fogo! Sem dó!!! Em 10 minutos tá pronto!!!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1001.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1031.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1041.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1052.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1071.jpg

De volta ao trabalho, duas iscas já começaram a despontar: Tairão verde limão ou branca e Perversas amarela, osso ou branca da cabeça vermelha (valeu a dica, Kid M)!!!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_221.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_291.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_321.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_331.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_351.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_371.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_511.jpg

Terceiro e Quarto Dias de Pesca:

Já no ponto ideal do Rio, sem dúvida, foram os dois melhores dias de pesca para todas as duplas! Ápice da pescaria!!!

No terceiro dia, em dupla com o Vitor, peguei 53 tucunarés!!! Muitos Tauás (nome que o pessoal de lá dá a um tucunaré que lembra o nosso amarelo daqui...), é verdade, mas alguns peixes excelentes. E o segundo tucuna do Vitor no dia, iniciante na pescaria amazônica, foi um de 4 kg, pego em uma Tan Tan verde, laranja e amarela que eu tinha lhe dado no começo da manhã! Ele só pescou com ela!!!

(Vou ficar devendo pra semana que vem as minhas fotos desse dia. Tiramos tudo com a máquina do Vitor e ele ainda não conseguiu passa-las pra mim).

Eu, obedecendo à minha estratégia, comecei o dia pescando com iscas sub (muito produtivas) e meia água (pouco produtivas), mas o TOP foi atingido com a trairão branca!!! Depois de ter pego muitos peixes com a Perversa, parti pra Trairão!!! Fui premiado com um tucunão de 6 kg!!!

(Fico devendo a foto pra semana que vem)

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_163.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/rafael_61.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/rafael_53.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/rafael_42.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/rafael_21.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_611.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_591.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_531.jpg

A dupla Newton ? Rafael lavou a égua no quarto dia!!! Eles foram num lago central de difícil acesso. Foi quase 1 hora de um tal de ?empurra barco?, ?carrega barco?, ?corta árvore?, ?espinho nos pés?, ?cuidado com as arraias?, mas no final valeu à pena... Foram 12 peixes acima de 4kg, sendo 2 dubles com peixes acima de 5kg. Isso tudo em menos de 3 horas de pescaria. Neste mesmo dia, pra fechar com chave de ouro, ainda pegaram um dublê de pirararas (18 e 22kg)!!!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_623.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_713.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_671.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_721.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_761.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_821.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_871.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_901.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_971.jpg

Eu e o Rubão também tivemos bom dia. Tucunarés toda hora ?porrando? nossas iscas!!! E uma, em especial, fez a diferença! Era uma Rapala, sub-superície, comprada por ele numa promoção em Ciudad del Leste!!!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1122.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1201.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1221.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1361.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1391.jpg

A Pirarara:

Ao fim do dia, cansado do dia de arremessos, ouvi do Rubens a proposta ?vamos pescar peixe de couro??. Confesso que não estava a fim... Queria é chegar no barco, tomar um banho, um uísque, jantar e dormir. E pra completar, estávamos sem iscas!!! Mas não podia desagradar o companheiro! Nessa hora lembrei que tínhamos passado por um ?piranhódromo?, onde tínhamos pego umas piranhas cavalas e perdido algumas iscas. Voltamos lá, pegamos uma piranha (monstra, de uns 2 kg) e rumamos pro poço. Logo que encostamos, chegaram o Vitor e o Marco, um pouco frustrados... Na verdade eles estavam putos!!! Eles, ou melhor, o Marco e o piloteiro, tinham empurrado barco (e o Vitor) por mais de duas horas pra entrar num lago e não pegaram nada!!! Logo que eles saíram, preparamos as iscas (pedaços do lombo da piranha) e as lançamos. As iscas enroscaram e tivemos que ir até /elas e mudar o ponto.

Feito! Iscas na água novamente, noite já escura, carretilhas no alarme... De repente, o alarme da Abu Garcia 7500 começou ?trtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrtrt.....?!!! Confesso que sou muito cabaço nessas horas! Ainda peguei a vara e perguntei pro Rubão: ?que que eu faço??. A resposta foi a mais sábia possível: ?trava a carretilha e na hora que ponta da vara encostar na água, você ferra!!!? Veio na minha cabeça a imagem de duas pessoas: Rubinho e Rafa!!! Os dois são os mestres na ferrada! Ferram com tanta força, que é capaz de arrancar a mandíbula do peixe!!! Igual aqueles desenhos, que o tubarão fica sem a ?dentadura?!!! Acho que vai acontecer isso qualquer hora... O Rafa tem que torcer pra acertar a ferrada, por que se não, capaz de cair dentro do rio! Aliás, ele quase caiu várias vezes!!! Hahahah

Pois é, ferrei! Não com tanta força, mas ferrei! E começou a briga!!! Eu nunca vi um peixe tomar tanta linha e tão rápido como este!!! A vara Evolution 80lbs parecia uma varinha de bambu! A frição da carretilha parecia não existir! Não tinha absolutamente nada que eu pudesse fazer! E a pirarara foi pro pau (literalmente)! Ela se enroscou de tal forma que parecia que minha linha estava amarrada num Caterpillar D6 no fundo do rio... Aí entrou a sabedoria do piloteiro. Sabendo que não havia outra forma de tirar o peixe de lá, ele pegou a linha (uma Power Pro multifilamento 150lbs) na mão e começou a puxar, fazendo com que o peixe saísse do seu esconderijo. Só que quando ele saía, restava pra mim a tarefa de não deixar ele voltar... Aí é que tá! Não tinha jeito! Era muita força! A frição simplesmente não segurava... O Rubens, precavido que é, logo sacou um esparadrapo da sacola e se ofereceu a enrola-lo nos meus dedos. Primeiro foi o esquerdo. Dedo no carretel e nada! Ela continuava tomando linha! Pedi pra ele enrolar no direito! Ela passou a tomar menos linha...

Mesmo assim, tivemos que repetir isso (o Antônio puxava na linha, com a mão e eu tentava segura-la na vara e carretilha) umas 6 ou 7 vezes... Ela sempre voltava pra ?toca?!!! Restou-nos somente uma alternativa: enrolar a linha no trancão do barco e tentar arrastar o peixe pra longe de seu refúgio. Corríamos o risco de a linha, ou o empate, ou o girador, ou o anzol, estourarem. Mas não havia outra saída! Linha enrolada no trancão, motor de popa devagarinho e conseguimos afastá-la do famigerado pau! Aí, finalmente, consegui recolher um pouco de linha (com os dois dedos no carretel!) e domina-la. Ela já não tinha mais força pra nada, coitada...

E após 1:15 de briga, o bicho veio a tona!!! Não acreditei quando vi aquele peixe! Até então não sabíamos se era uma pirarara ou uma piraíba (supúnhamos ser pirarar, já que as piraíbas tendem a brigar no limpo). O Antônio rumou pra uma praia logo em frente ao poço e embicou a canoa na areia. Eu desci correndo, ainda preocupado em manter a linha esticada. Apesar de exausta, quando eu bobeava ela ainda me tomava um pouco de linha!

O próximo a saltar foi o Antônio. Ele estava tão eufórico quanto eu! Depois ele me disse que, apesar de já pescar com o Cezar a alguns anos, nunca havia conseguido tirar uma pirarara desse tamanho.. O cara parecia uma criança! Acho que ele ficou mais alegre que eu!!!

Ela tinha aproximadamente 1,50m e segundo as estimativas do Rubens (que já pegou uma de 37kg em outra pescaria) e do Antônio, devia pesar uns 60kg. Arrastamos ela pra uma praia, fotografamos e depois de cerca de 15 minutos de recuperação, devolvi a bichona pro seu lar!

Fiquei ainda um tempo naquela praia, com a água no meio na perna, tentando entender o que tinha acontecido... Pensei por alguns momentos e entendi que sou um ser humano privilegiado, por ter condições de fazer uma pescaria desse tipo, junto com meus grandes amigos, em meio à mais exuberante e intocada floresta do planeta... E agradeci a Deus por me permitir isso! E, pedindo a Ele licença, me ?batizei? naquelas águas... Abracei meu novo amigo, o Antônio, e meu grande amigo, o Rubens. Senti que eles, assim como eu, também estavam tocados por aquele momento! Vou guardar esses minutos, todos eles, pro resto da minha vida!

Os aplausos devem ser todos pro Antônio e pro Rubens! O Rubens, logo após eu fisgar o peixe, pegou um também, enquanto recolhia a linha. Prontamente, sem saber o que tinha na ponta do anzol, ele cortou sua linha, mostrando um desprendimento e solidariedade que nunca serão esquecidos! E o Antônio, que nunca tinha visto uma pirarara deste tamanho, mesmo tendo nascido por ali, foi dedicado até o último minuto de briga à captura desse monstro!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1512.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Rubens_392.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1532.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1651.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1641.jpg

Quinto e Sexto Dias de Pesca:

Já descendo o Rio, voltando para Barcelos, ainda tive um excelente dia de pesca com o Newton. Ao todo foram 42 tucunarés, muitos Tauás, Boboletas e Pacas, é verdade, mas uns 10 peixes acima de 3 kg...

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_1101.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_1062.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1801.jpg

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Gustavo_1702.jpg

O último dia foi o meu pior... Estávamos no Demeni a algumas horas da boca do Rio Aracá. Nesse lugar, a água já estava dentro do mato e praticamente não vimos praias ou barrancos. Até as 17:00, eu não tinha pego sequer um tucunaré! Nenhum!!! O Marco Antônio, meu parceiro do dia, já havia pego alguns, inclusive de bom tamanho. Fui salvo pelo gongo, num local de mata alagada, com muito enroscos e pequenas ?locas? para arremessarmos nossas iscas... Saquei um Jumping Minnow (fiel à estratégia!!), vara custom by Jansen 5?10?, carretinha Steez e dei meu melhor nos arremessos! Fui punido com alguns ?macacos?, mas logo fui recompensado por uns 4 ou 5 pacas pequenos, mas vorazes!!! Um desses, após um arremesso perfeito (eita falta de modéstia!) estourou na isca três vezes antes de conseguir abocanha-la...

A dupla Newton ? Rafael, juntos de novo por uma tramóia que eles armaram, foram pra boca do Aracá tentar pegar um gigante. Pegaram o peixe abaixo, que não era tão gigante assim, mas valeu!

http://i584.photobucket.com/albums/ss286/gustavomartins/Newton_1242.jpg

Conclusão:

Não fizemos uma pescaria de gigantes. Sabíamos, porém, desde o começo que não o faríamos. Não houve, portanto, frustração por não termos pego nenhum peixe com mais de 7kg, como muitos podem pensar.

O que fizemos, porém, foi uma baita pescaria de peixes entre 3 e 7! Pegamos muitos peixes nessa faixa, tivemos ações durante todos os dias e quase o dia todo (exceto em alguns breves momento de calmaria), pescamos muito, nos divertimos demais, fomos MUUUUUUIITO bem atendidos e servidos pelo Cezar e sua equipe e eu ainda peguei o maior peixe da minha vida!!!

Palmas merecidas pro Cezar, que pela mão do destino se transformou num empresário da pesca esportiva, dono de um conhecimento extraordinário do Rio Demeni e de uma idéia de, por meio de um barco de calado baixo, proporcionar a nós, turistas-pescadores, um show de semana de pescaria!

Com certeza recomendo o programa pra vocês! E não deixem de levar as tralhas para peixes de couro!!!

P.s.: Peço desculpas pelo tamanho do relato! Ainda ficou menor que eu gostaria...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Puts Gustavo q show de pescaria. Peixe é apenas um detalhe. Apesar de não ver monstros de tucunarés vibrei ao ler o seu relato. Todo a euforia, agonia e adrenalina vc conseguiu repassar nesse breve texto.

Parabéns pelas fotos, pelo relato e pela excelente pescaria.

Tê-lo em nosso fórum, sempre participativo, positivo e formador de boas opiniões é um prazer inenarrável...heee....Parabéns pescadores. aplauso:: palmas::

Tb vi q vcs pegaram ótimo tempo. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu caro amigo pescador!!! sua pescaria foi magnifica!!!

Como muitos ja diseram e vãol repetir!! os peixes são consequencia!!!

e mesmo assim eles apreceram e grande numero e boa qualidade!!!

este ano realmente foi muito dificil tirar um tucunaré acima de 7 kg!!!

o importante é que fica o gostinho para a proxima!!!

Parabéns!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito show o relato!!!

Depois do anúncio da prévia... ficou muito bem elaborado!!!

Parabéns!!! joia::: joia::: joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Matou a pau Gustavo! aplauso:: doutor::

Adorei esse dublê! Os peixes parecem irmãos... joia::: legal::

Imagem Postada

Se o primeiro foi assim quem dirá os próximos hein!

Obrigado por compartilhar conosco. Bração! mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Gustavo !

Com bastante orgulho, estou submetendo aqui o meu primeiro relato de uma pescaria depois que me tornei membro do fórum!

Desde que entrei aqui pela primeira vez me encantei com a qualidade das participações, com a educação dos membros, com o respeito ao site e às suas regras, com a precisão e o detalhamento das informações trocadas e com os incríveis relatos feitos.

Sempre tive facilidade em compartilhar meus poucos conhecimentos e experiências em todas as esferas (profissional, acadêmica, pessoal) e encontrei no site um local ideal para fazê-lo.

Depois de palavras tão generosas como as suas, só nos resta também dizer que para nós do FTB, é motivo de MUITO ORGULHO ter alguém como você, abrilhantando nosso dia a dia por aqui !

arrow:: Gente como você, é que sustenta nosso propósito de fazer desse local algo diferenciado, onde a alegria e o prazer de participar seja o motivo de todas as participações, lembrando-se sempre do respeito e seriedade que acompanham a boa educação e o bom senso das pessoas de/do bem !

Quanto ao seu relato, falarei sobre ele mais adiante ! Ficou SHOW !

palmas::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

Show de relato!!! muito bem detalhado!!!

Saiu uns tucunas bacanas... chegou com estilo em seun primeiro relato.

Parabéns!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rapaz, que pescaria boa. Tá de parabéns pela pescaria.

Que relato bem elaborado, que fotos bem feitas. Pirarara gigante rapaz e o parceiro mostrou que realmente estava alí para ajudá-lo cortando a linha. joia:::

mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grnade gustavo, nãotive tempo ainda de ler o Relato, pois estou no Trabalho. Mas só pelo que vi das fotos rapidamente, a pescaria foi excelente. Muitos peixes e um bela pirarara.

Com certeza vocês fizeram uma baita pescaria na AM nessa temporada.

um grande abraço, e depois eu comento o relato. Após lê-lo é claro. legal:: legal::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavo!!!!

To sem palavras....o RELATO ficou maravilhoso....!!

Te juro que fiquei emocionadíssimo com a história da Pirarara, Sério!!! Uaauuuuu!!! doeu::

Cara, a pescaria foi Sensacional, muito peixes, todos lindos, mesmo não saindo nenhum trofeuzão, o que importa? Com tantos peixes e a alegria de vocês estampadas em cada foto já valeu a pescaria..!!!

Em tempo: Parabéns pelas fotos, pois, valorizaram o peixe como ele é.... mostrando o tamanho real e sua beleza.... tem gente que vai pra lá...e o só o olho do peixe é maior que a cabeça do pescador...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

SHOWWWWWWWW!!%A

SHOWWWWWWWW!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois desse relato não há mais nada que eu possa falar a não ser dar os efusivos parabéns ao meu amigo e parceiro Gustavo. Ele conseguiu demonstrar perfeitamente o sentimento de cada um dos pescadores do nosso grupo.

Gustavão, você acaba de ser eleito (cargo vitalício) o redator oficial do grupo.

Por fim, em meu nome, do meu pai e dos meus tios, agradeço a sua companhia em mais uma pescaria. Que venha a próxima!!!

Valeu garoto,

Grande abraço.

Newton

Tralhas utilizadas por mim:

arrow:: Conjunto 1

Vara Fenwick HMX, 5?6?, 25 lb, customizada pelo Jansen

Carretilha Daiwa Zillion

Linha Power Pro 65 lb

arrow:: Conjunto 2

Vara Lamiglass 5?8?, 25 lb, customizada pelo Jansen

Carretilha Shimano Curado 200E

Linha Power Pro 65 lb

arrow:: Conjunto 3

Vara Rapala Platinium, 5?6?, 20 lb

Carretilha Shimano Chronarch 50 mg

Linha Power Pro 50 lb

Iscas mais utilizadas: trairão (verde), perversa (cabeça vermelha, osso, amarela) e rapala subwalk (obrigado pela dica Kid M)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

surtei:: surtei:: FIQUEI MALUCO - surtei:: surtei::

palmas:: palmas:: ESTE RELATO DA PIRARARA E AS FOTOS - SENSACIONAL - danca:: PARECIA QUE EU ESTAVA NO BARCO E PULEI NA PRAIA. danca:: danca::

joia::: joia::: GUSTAVO - OBRIGADO POR ESTE MOMENTO joia::: joia:::

doutor:: PARABENS doutor:: - mestre:: SENSACCCCIIIIOOOONNNNALLLLLLLLLLL mestre::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos Gustavo e Newton,

Hora dos "Pitacos" :

Outro ponto importante que vale ser destacado é o rodízio de duplas e piloteiros, que sempre faz parte das nossas pescarias. O primeiro é uma questão de gosto (sempre queremos pescar com todos), o segundo é fundamental, pois como nós, pescadores, sabemos, nem sempre somos agraciados com os melhores piloteiros. Esta atitude equilibra a pescaria para todos.

arrow:: Isso é algo que todas as turmas/grupos de pesca deveriam fazer ! Acaba com qualquer possibilidade de desentendimento, por mais que as pessoas sejam amigas, e acrescento que as duplas podem ser previamente arrumadas e os piloteiros sorteados !

arrow:: Outro ponto importante ( já ressaltado ), é que uma pescaria dessas é algo feito para interação e convívio do Grupo, motivo maior para que todos pesquem com todos... aplauso::

arrow:: Já fazemos isso nos Mocorongos há algum tempo, e fico feliz de ver que isso também acontece com outros Grupos ! Parabéns !

palmas::

Para recompor as energias, almoçamos uma moqueca de tucunaré preparada na fogueira às margens do Rio Demeni. Atendendo a pedidos ( mais especificamente do Rafa, que até hoje tá sonhando com essa moqueca ), segue abaixo a receita da ?Moqueca à lá Demeni?:

1 tucunaré de 2kg pescado na hora; 2 tomates; 1 cebola; 3 dentes de alho; cebolinha; azeite; limão; sal;e coentro.

Peça pro piloteiro limpar o peixe e cortá-lo em postas. Tempere-o com sal e limão. Fatie todos os outros ingredientes ( menos o sal, o limão e o azeite!!! ) e arrume na panela nessa ordem: azeite ( bastante ), alho, coentro, cebolinha, cebola, sal, o peixe, os tomates em rodela, sal de novo, azeite de novo e fogo! Sem dó!!! Em 10 minutos tá pronto!!!

arrow:: Absolutamente fantástico o visual apresentado ! Saboroso só de olhar... fome::

No nosso "esquema" ( baiano é diferente ), teríamos um complemento de "leite de côco" e um pouco de "azeite de dendê", sem esquecer da pimentinha... Outro ponto certamente complementar, seria a farinha fina, diferente da regional ! Uma hora dessas lhe mostro como se faz o "tucuna à Mocorongo", que lembra essa sua receita... legal::

arrow:: A captura da Pirarara "monstra" é um relato de tirar o fôlego ! Fantástico !

Conclusão:

Não fizemos uma pescaria de gigantes.

Sabíamos, porém, desde o começo que não o faríamos.

Não houve, portanto, frustração por não termos pego nenhum peixe com mais de 7kg, como muitos podem pensar.

O que fizemos, porém, foi uma baita pescaria de peixes entre 3 e 7!

Pegamos muitos peixes nessa faixa, tivemos ações durante todos os dias e quase o dia todo ( exceto em alguns breves momento de calmaria ), pescamos muito, nos divertimos demais, fomos MUUUUUUIITO bem atendidos e servidos pelo Cezar e sua equipe e eu ainda peguei o maior peixe da minha vida!!!

Pois muito bem, meus amigos, essa é a conclusão que deveria ser uma constante aos que vão desfrutar das pescarias na Amazônia, e em particular no Rio Negro e seus afluentes ! Nem sempre se encontram os peixes de dois dígitos ( aliás, eles estão ficando cada vez mais difíceis de serem encontrados ), mas nem por isso uma pescaria que apresente exemplares menores pode ser considerada com "abaixo do esperado" ! Pelo contrário ! Entendo ( se me permitem ) que tiveram um excepcional "custo x benefício" visa vis as condições de nível das águas encontrados ! Mesmo assim, souberam tirar partido do que encontraram, e mais que isso, voltaram felizes e satisfeitos com o proveito que tiveram ! Parabéns, principalmente pelo exemplo que dão ! mestre:: mestre::

Por fim, com tantas fotos assim, é "imprescindível" que atualizem seus avatares...

lingua2::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Gustavão, sem muitas delongas, muito fera o relato e as fotos, sem palavras para definir o q vo6 fizeram nesta empreitada. sucesso e q venha mais, aquele abraço a todos que participaram. aplauso:: aplauso:: palmas:: palmas:: praia::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Felipe,

A danada era monstra, né? Nunca achei que eu fosse pescar um troço desse tamanho!

Abraço!

Fabrício,

Bondade sua, amigo! É uma honra participar do FTB!!! Acho que tenho muito a te agradecer pelas dicas, pelos posts e por tudo que você e toda a Turma viabilizam nesse site. Elas foram fundamentais para que fizéssemos uma pescaria melhor! Abração!

Vini,

Concordo plenamente com você! Tudo que envolve a pescaria é legal demais! E obrigado pelas palavras! Abraço!

Jean,

Muito obrigado pelas palavras!

Kleverson,

Valeu! Realmente foi um show de pescaria!

Sgambatti,

Obrigado!

Obrigado Pedro!

Beto,

Valeu demais! E as varinhas do Jansen deram um show à parte!!! Você pescou com a sua??? Abraço!

Valeu, Bruca! Esse negócio dos peixes serem parecidos é uma coisa que me intriga... Acho que um dia vão descobrir que o tucunaré tem parte com camaleão!!!

Joelson, obrigado! Realmente pegamos muitos peixes legais!

Marquinhos,

Obrigado mesmo! Para alguns leigos pode parecer uma baboseira, mas só quem já pegou um monstro, seja de qualquer espécie, sabe, né? Fico feliz por ter trazido à tona essa emoção tão boa! Foi legal demais!

Abraço!

Newton,

Valeu demais por tudo! Da preparação à parceria durante a pescaria, foi tudo nota 10!!! E seu pai é INDISPENSÁVEL!!! Vamos ainda fazer muitas! E obrigado por levar seu Tio Marco!!! Sem ele nossas estatísticas de peixes grandes cairiam muito!!! Heheheh... E valeu por ter levado o Vitor!!! Fizemos uma baita dupla aquele dia! Abraço procê! Bora pescar na semana santa??? Vamos levar as patroas???

Silvio,

Muita gentileza da sua parte! Fico muito contente que você tenha sentido isso!!! Fico até emocionado por ter causado esse sentimento em alguém, pois era exatamente assim que eu me sentia quando via e lia relatos, matérias e os programas de pesca que me ?fisgaram? pra pesca esportiva! Abraço!

Lamana, Obrigado!

Eribert, obrigado! Vindo de um profissional como você, me sinto honrado!

Abrigado, Adhemar!

Kid M, valeu pelos elogios! Muito obrigado pelas dicas também! Ninguém do grupo estava dando muita atenção pras Perversas, Primas e Subwalk quando estávamos preparando as tralhas e foram as iscas com maior produtividade! Super-dica!!!

Quanto ao rodízio, como eu disse, acredito ser fundamental. Já dei sorte e azar com essa história de piloteiro fixo e quando estamos pescando entre amigos, nos dois casos é ruim! Quando você pega o ?melhor?, fica mal, pois acha que seus amigos estão descontentes por não terem dado tanta sorte. E quando pega o ?pior?, também fica, pois não pega nada!

Quanto à moqueca, sem entrar em polêmicas, adoro as duas! Quando vai camarão, seja na mista ou na moqueca só de camarão, acho que o dendê e o leite de côco são fundamentais. Mas também gosto do ?estilo capixaba?, mais leve... Mas chega dessa conversa, se não os caras vão mandar a gente pro site da Ana Maria Braga!!!

Realmente demos sorte no que diz respeito às águas. Na verdade, foi um pouco mais que sorte... O Newton descobriu que o fim de fevereiro o nível das águas é bom em quase todos os anos. Competência do Newton! Além disso, o esquema com um barco de calado menor foi fundamental. Por último, o Cezar não teve dó do óleo diesel! Ele navegou demais! Subiu o Demeni até onde deu e foi justamente onde pegamos os melhores peixes. Competência do Cezar!

Vou atualizar o avatar!!! Hehehe... Ponho a da pirarara ou a do tucunaré amarelão???

Abraço, mestre! Valeu demais!

Ferreira, obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show!!!!

Blz de peixes e não tem nada de pequenos... Já deu pra cansar os braços, se deu!!

E essa pirarara, que quié isso!!!!!! doeu::

Já tem um tempão que estou atrás de um bicho desses. Já bati na trave... rindo3::

No mais, um relato de tirar o fôlego, que nos leva até a beira do rio, dentro da canoa com vc!!

Parabéns a vc e ao seu grupo, que soube tão bem promover a interação e o convivío do grupo, formando e reforçando os laços de amizade.

Abraço,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...