Ir para conteúdo

Olá amigo que está de passagem pelo Fórum Turma do Biguá (FTB).

É um enorme prazer tê-lo em nossa casa. O fórum é aberto a todos. Pra nós, tê-lo participando é sempre um prazer. Para utilizar nossa plataforma em sua totalidade, basta clicar em CADASTRE-SE e siga os passos seguintes. É fácil e em poucos segundos você estará interagindo com todos.

Para aqueles que já se cadastraram mas não se recordam dos seus nomes de usuário, SOLICITAMOS QUE NÃO EFETUE UM NOVO CADASTRO. Basta enviar um email para fbigua@gmail.com nos informando os dados que vc se recorda, que em pouco tempo resetaremos seu perfil e enviaremos os dados para você.

Qualquer dúvida basta ser enviada para o mesmo email acima mencionado.

Att. Equipe de Moderação do FTB

Fabrício Biguá Fabrício Biguá

Bem vindo ao Fórum Turma do Biguá

Sinta-se em casa. O Fórum Turma do Biguá há mais de 10 anos é a casa do pescador esportivo. Você encontrará milhares de informações sobre a pesca esportiva, náutica, camping, e tudo o que envolve o esporte mais praticado no Brasil. Contamos com a sua participação para deixar o nosso blog fórum ainda mais interessante. Seja muito bem vindo!!!

Confira os mais de 4.000 relatos postados pelos nossos amigos

Clique aqui e vá direto para a sala dos Relatos de Pescaria. São milhares de belíssimos relatos repleto de fotos, paixão e muito peixe grande. Aproveite para eternizar sua pescaria, publicando detalhes sobre a sua aventura.
Acesse agora

Apaixonados pelo Tucunaré Açu

Adoramos a pesca esportiva em todas as suas modalidades, independente do peixe escolhido, mas temos uma paixão especial pelo tucunaré de olhos vermelhos. Navegue em nossas páginas e saiba tudo sobre eles.

Mas esportividade é a nossa razão de ser

Pequenos, grandes, bagróides, redondos?!?! Não importa.

BASSBOAT BRASIL

Mais uma marca registrada do FTB. O Bassboat Brasil é o único fórum do Brasil que traz tudo sobre os barcos de pesca esportiva de alta performance.
Acesse agora
  • +26 °C
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
Lamana

Sobre marcas de carretilhas...

Posts Recomendados

Pessoal, aproveitando uma deixa do Flávio Martins em outro tópico, venho expor um tema que me intriga.

Qdo falamos de carretilhas, principalmente de perfil baixo, parece não existir outra coisa no universo além de Shimano e Daiwa, e qdo se quer um custo/benefício as Mariner da vida.

Será que outros fabricantes como Abu, Quantun etç tb não fazem bons produtos e que mereciam pelo menos nossa apreciação.

Sou tb um exemplo disto, as carretilhas de perfil baixo que tenho são destas 3 marcas, mas tenho Abus redondas com mais de 15 anos de bom uso.

Vamos lá, mandem bala bang:: .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Lamana, eu penso que no universo da pescaria e materiais de pesca houve uma evolução muito grande, seguido pelos programas de pesca que eram patrocinados por empresas do ramo bem como os apresentadores, sendo assim foram os responsáveis pela divulgação dos equipamentos.

Penso eu, que tudo que envolve mídia sofre uma valorização meio fora do normal.

É lógico que a shimano e daiwa buscaram equipamentos mais leves e de menor desgaste de modo a favorecer a pesca, sendo assim deixando pra trás as outras marcas. joia::: bang::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cito o caso Motorola e Nokia.

No inicio da telefonia móvel, celular, existiam os 2 padrões no mundo: digital e analógico.

O analógico sempre foi domínio da americana Motorola, e o digital foi sendo aperfeiçoado pela finlandesa Nokia.

No final todos sabem que o sistema digital tornou se padrão.

Então a empresa que já havia investido mais nessa tecnologia teve dianteira sobre a outra.

Transferindo para a nossa discussão, eu diria que a Shimano e a Daiwa investem mais em marketing, bolam nomes legais para seus produtos, além de terem reconhecimento à anos.

Porém foram empresas que investiram antes no segmento de pesca esportiva com uso de iscas artificiais.

Todos devem se lembrar como era pinchar com linha monofilamento; perda de iscas, estilingadas, memória e cabeleiras BlackPower terrivies.

Com o advento das linhas multi, foi iniciado o processo de maximização da vendas de iscas articiais, afinal ficou mais facil pinchar.

E os pescadores começaram a exigir equipamentos compatívies; LEVES, DURAVEIS e com DESEMPENHO superior.

Eu acho que neste momento a Shimano e Daiwa estavam melhor preparadas, e por conta disso tomaram a dianteira no segmento, tornando-se referencias.

Veja por exemplo se ABU, Quantum ou Mariner tem algum produto mais leve que a STEEZ Daiwa?

Então qual é o padrão? O padrão é sempre o melhor.

Me desculpem pelo prolongamento da minha opinião.

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entrando na mensagem do Lamana... e sem querer atrapalhar!!!

Quem nunca teve uma carreta Marine... que atire a primeira pedra!!!

Varias pessoas usam os produtos MS... vias de regra é com eles que a maioria dos pescadores começam, seja com carretas, molinetes, iscas artificiais, etc... pois são baratos... e um iniciante, sem saber se vai ou não pegar gosto pela coisa, não vai investir logo no que tem de melhor!!! ( salvo as exceções )

O problema é que a pesca esportiva acaba por ser um esporte elitista... pois quem tem um material de primeira geralmente tem barco, viaja para os melhores lugares de pesca do mundo... e isso não sai barato, então, acaba por investir em produtos de melhor qualidade!!!

Quem investe melhor em marketing acaba assumido a preferência do consumidor...

E quem nunca escutou/leu a frase... "Shimano é a melhor" da boca de outro pescador???

É isso!!! ( Me corrijam se estiver errado ) rsrsrsrsrsrs...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois de três MS adquiri uma Metanium MG7.

Antes, acreditava que a diferença existia, mas não tão significativa.

Mudei meu conceito. É covardia a comparação.

E não estou falando em relação ao peso. Desconsidero isso.

A arremessabilidade é fantástica, principalmente com iscas leves.

O carretel gira demais e não dá cabeleira.

E olha que uso uma bucha ativada, ainda lubrifico ela e a pista, para diminuir eficiência.

Obviamente se paga pela grife.

Mas falando pela minha Metanium MG7, ela valeu cada centavo investido.

Pois o desempenho é demais!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depois de três MS adquiri uma Metanium MG7.

Antes, acreditava que a diferença existia, mas não tão significativa.

Mudei meu conceito. É covardia a comparação.

E não estou falando em relação ao peso. Desconsidero isso.

A arremessabilidade é fantástica, principalmente com iscas leves.

O carretel gira demais e não dá cabeleira.

E olha que uso uma bucha ativada, ainda lubrifico ela e a pista, para diminuir eficiência.

Obviamente se paga pela grife.

Mas falando pela minha Metanium MG7, ela valeu cada centavo investido.

Pois o desempenho é demais!

Por isso que citei... começam com MS...

Não falando pra sairem comprando carretas de determinada marca, mas... quem tem maior investimento e pesquisa sobre as necessidades do mercado geralmente apresenta produtos de melhor qualidade...

Acho que os concorrentes de qualidade inferior também levam sua fatia do bolo... e, atualmente, estão até surgindo carretas de várias marcas com "n" rolamentos, freios, materiais, etc... mas não podemos comparar!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show esse tópico, ainda mais por não haver discussão sem fundamento. aplauso::

Eu fui um grande usuário de Titan 6000. Chegamos a ganhar torneios de arremesso (precisão) em alguns pesqueiros do DF (eu e meu irmão)...isso pq haviam competidores usando Calais e outras máquinas caríssimas. Na época (2000) jamais sonharia em ter uma carreta de "marca".

Sempre comento q melhores equipamentos não farão o pescador melhor ou pior... Naonao::

Acredito q a turma se expressou muito bem aí pra cima, não irei estragar o tópico complementando-o...Carretas caras e tops são uma questão de confiabilidade, qualidade, e é claro, modismo. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ai vou falar uma coisa, minha primeira foi uma Titan HI que tenho até hoje, tenho maior respeito por ela, pois foi quem agüentou o "ralo", lembranças dos dias difíceis. Mas vai além das "MARCAS", são vários detalhes como: tipo de material utilizado na fabricação, qualidade no acabamento, precisão nos ajustes, facilidade de peças de reposição, facilidade no acesso as regulagens, sem contar no ( como citou o Kid M em outro tópico ) "OBJETO DE DESEJO" e ai vai... São muitas as vertentes que levam a adquirir essa ou aquela carreta, e como a Formula 1, você não é o Schumacher das pescarias certo? Mas gostaria de dirigir uma Ferrari dos arremessos? E penso que é assim, você ganha experiência, e com a experiência quer acelerar, lançar mais longe, buscar a precisão nos arremessos e chegar à perfeição, ao conjunto perfeito. É como ir pescar de fusca ( nada contra quem tem, aliás, já tive um também ) e depois ir de S 10, de um jeito ou de outro tu chega certo, mas aqui pra nós... Se você puder vai querer ir de quê?

Forte abraço a todos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A Abu perdeu a moral comigo porque a qualidade do acabamento não é mais a mesma das carretas produzidas há 10 anos (sem contar que não são mais produzidas na Suécia... Seria esta a causa da queda da qualidade?); e a Quantum por conta de um relato de acúmulo de água dentro das engrenagens e corrosão precoce que eu ví no Tucunazul, uma carreta considerada top que eu já nem me lembro o modelo...

Claro que ambas as marcas ainda têm suas qualidades e bons produtos, mas a "mística", a "lenda" se perdeu, ficou no passado!

Para ser honesto, até a Shimano já não é mais aquela depois das engrenagens em duralumínio (e do freio DC que passou por 2 modificações sem que as razões para estas modificações ou as deficiências corrigidas tenham sido bem explicadas... Será que ainda não há problemas precisando de correção?) Antes, um argumento indiscutível a favor da Shimano era a durabilidade, confiabilidade,..., agora eu tenho de "ficar ligado" sobre qual a versão do freio DC que estou comprando (sem saber se não haverá logo uma quarta versão deste freio; o que é plausível já que o freio atual ainda tem o problema de frenagem "hipossuficiente" no início do arremesso, especialmente se a rotação atingida for baixa...), se o modelo usa ou não engrenagens em duralumínio,...

Bom, foi só uma opinião...

Aquele abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

Discordo quando dizem que o marketing é que faz a diferença. Como muitos disseram, comparar uma MS com uma Shimano ou Daiwa é covardia! Eu tive uma Titan Hi e uma Contender 10.000 SS. Foi ótimo pra aprender, assim como pe bom aprender a dirigir em fusca ou numa D-20 velha, mas não se pode comparar esses produtos. É só descobrir quanto investe a Shimano ou a Daiwa em pesquisa e desenvolvimento de produtos e quanto gasta a MS.

O problema de uma carreta dessas se segunda linha é que na hora que você mais precisa ela dá uma cabeleira ou a fricção não funciona direito...

Nesse padrão de fabricantes, em um segundo escalão, incluo a Abu Garcia e a Quantum. São equipamentos muito bons e confiáveis. A Abu, inclusive, tem investido bastante na melhora de suas carretilhas de perfil baixo, com excelentes resultados. Não acredito que seja um demérito da empresa transferir sua linha de produção para a Coréia do Sul, como fez a Abu. Na minha opinião, isso é questão de inteligência. A mão de obra sul-coreana é extremamente qualificada ( muito mais que a brasileira, diga-se de passagem ) e infinitamente mais barata que a sueca.

Abraço!

Gustavo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só um pitaco...

A MS não investe nada em desemvolvimento porque suas carretas são OEM; ela não produz ou desenvolve nada, apenas põe o rótulo... rindo2::

No mais, resta dizer que eu concordo com todos (pode ser que eu tenha dado a impressão de discordar, o que não é o caso...; e pelo o que peço desculpas e esclareço), especialmente o JPSGEAN!

Aquele abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Finalizo minha parte dizendo que todas as marcas tem primeira , segunda e a linha econômica. E acho que todas aquelas fabricadas no japão para o mercado japonês são excelentes, pois o nível de exigência e grau de controle são enormes por lá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Finalizo minha parte dizendo que todas as marcas tem primeira , segunda e a linha econômica.

Bem lembrado não é só porque a marca é conceituada que o equipamento é bom, exitem modelos e modelos, a daiwa tem carretilhas hoje que eu acho uma porcaria, inferiores a modelos da MS.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Só deixando bem claro...

Não comparei MS com Shimano ou outra marca...

Falei apenas que cada um começa, ao menos, com um produto MS!!!

Quanto a discordar ou não...

Oh Moacyr, isso que faz esse espaço ficar cada dia melhor!!!

joia::: joia::: joia::: joia::: joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou dar pincelada também no que diz respeito a material pesado, neste quesito, ou seja, das redondas, ABU e PENN são as únicas opções que tenho na cabeça.

Verdadeiros tratores de máquinas tão simplificadas que chega a ser engraçado.

Até por ter tanta confiança nestas duas me decepcionei tanto com as ABU de perfil baixo que entraram recentemente no mercado, pra mim da mesma qualidade das MS (que acho excelente custo x benefício), porém com preços de SHIMANO.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou dar pincelada também no que diz respeito a material pesado, neste quesito, ou seja das redondas, ABU e PENN são as únicas opções que tenho na cabeça.

Verdadeiros tratores de máquinas tão simplificadas que chega a ser engraçado.

Até por ter tanta confiança nestas duas me decepcionei tanto com as ABU de perfil baixo que entraram recentemente no mercado, pra mim da mesma qualidade das MS (que acho excelente custo x benefício), porém com preços de SHIMANO.

Xande, vc elucidou o tema, acho que é por ai aplauso::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou dar pincelada também no que diz respeito a material pesado, neste quesito, ou seja das redondas, ABU e PENN são as únicas opções que tenho na cabeça.

Verdadeiros tratores de máquinas tão simplificadas que chega a ser engraçado.

Até por ter tanta confiança nestas duas me decepcionei tanto com as ABU de perfil baixo que entraram recentemente no mercado, pra mim da mesma qualidade das MS (que acho excelente custo x benefício), porém com preços de SHIMANO.

Xande, vc elucidou o tema, acho que é por ai aplauso::
Lamana,

Outra coisa que eu queria ter escrito e me esqueci, uma marca que tenho absoluta confiança é QUANTUM, porém esta no que diz respeito a resistência e força é pau a pau com as japonesas e chega até a ganhar em alguns modelos similares, porém é uma marca que tem perdido no quesito peso que hoje au acho que é o grande atrativo de uma carretilha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xandego,

Comparar as Abu perfil baixo com MS é sacanagem... chorei:: chorei::

Eu tenho uma Contender 10.000 SS (aposentada), que até então era o top da MS, e tenho uma Abu Garcia Revo STX-HS e são equipamentos totalmente diferentes... A MS Contender copia o sistema de freio centrífugo da Shimano (certo Moacyr?), só que é tão tosco que os chapéuzinhos não param "abertos"... Aí você tem que tirá-los ou deixá-los todos fechados. Conada

Arremesso, recolhimento, frição, peso, qualidade da construção, acabamento, conforto e design são só alguns critérios que podemos utilizar para comparar as duas e, me desculpe amigo, a Revo leva vantagem em todos! Quanto ao preço, a MS ganha de goleada, mas produz na China e copia equipamento de outras empresas.

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xandego,

Comparar as Abu perfil baixo com MS é sacanagem... chorei:: chorei::

Eu tenho uma Contender 10.000 SS (aposentada), que até então era o top da MS, e tenho uma Abu Garcia Revo STX-HS e são equipamentos totalmente diferentes... A MS Contender copia o sistema de freio centrífugo da Shimano (certo Moacyr?), só que é tão tosco que os chapéuzinhos não param "abertos"... Aí você tem que tirá-los ou deixá-los todos fechados. Conada

Arremesso, recolhimento, frição, peso, qualidade da construção, acabamento, conforto e design são só alguns critérios que podemos utilizar para comparar as duas e, me desculpe amigo, a Revo leva vantagem em todos! Quanto ao preço, a MS ganha de goleada, mas produz na China e copia equipamento de outras empresas.

Abraço!

Grande Gustavo,

concordo plenamente com o que diz que as REVO estariam acima das MS, porém, entrei neste mesmo mérito com um amigo a poucos meses e resolvemos abrir 2 delas, rapaz me impressionou como são parecidas, a ABU está acima, sim, mas beeeeeeeeem pouco viu, a REVO pra mim foi uma decepção, e caso o preço fosse melhor cetamente eu teria outra impressão, pois seria um custo x benefício bacana.

Eu queria chegar é neste ponto, de que o que elas oferecem e o que cobram é muito discrepante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xandego,

Comparar as Abu perfil baixo com MS é sacanagem... chorei:: chorei::

Eu tenho uma Contender 10.000 SS (aposentada), que até então era o top da MS, e tenho uma Abu Garcia Revo STX-HS e são equipamentos totalmente diferentes... A MS Contender copia o sistema de freio centrífugo da Shimano (certo Moacyr?), só que é tão tosco que os chapéuzinhos não param "abertos"... Aí você tem que tirá-los ou deixá-los todos fechados. Conada

Arremesso, recolhimento, frição, peso, qualidade da construção, acabamento, conforto e design são só alguns critérios que podemos utilizar para comparar as duas e, me desculpe amigo, a Revo leva vantagem em todos! Quanto ao preço, a MS ganha de goleada, mas produz na China e copia equipamento de outras empresas.

Abraço!

Grande Gustavo,

concordo plenamente com o que diz que as REVO estariam acima das MS, porém, entrei neste mesmo mérito com um amigo a poucos meses e resolvemos abrir 2 delas, rapaz me impressionou como são parecidas, a ABU está acima, sim, mas beeeeeeeeem pouco viu, a REVO pra mim foi uma decepção, e caso o preço fosse melhor cetamente eu teria outra impressão, pois seria um custo x benefício bacana.

Eu queria chegar é neste ponto, de que o que elas oferecem e o que cobram é muito discrepante.

E outra, eu tenho também uma SS10000 que não está aposentada, é da primeira série dela, meus "chapeuzinhos" estão perfeitos, 3 abertos e 3 fechados, nunca apresentaram problema, a única coisa que fiz nesta carreta foi trocar a loninha de freio que ficou fraca com o tempo. Então é uma questão de amostragem eu acredito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xandego,

Comparar as Abu perfil baixo com MS é sacanagem... chorei:: chorei::

Eu tenho uma Contender 10.000 SS (aposentada), que até então era o top da MS, e tenho uma Abu Garcia Revo STX-HS e são equipamentos totalmente diferentes... A MS Contender copia o sistema de freio centrífugo da Shimano (certo Moacyr?), só que é tão tosco que os chapéuzinhos não param "abertos"... Aí você tem que tirá-los ou deixá-los todos fechados. Conada

Arremesso, recolhimento, frição, peso, qualidade da construção, acabamento, conforto e design são só alguns critérios que podemos utilizar para comparar as duas e, me desculpe amigo, a Revo leva vantagem em todos! Quanto ao preço, a MS ganha de goleada, mas produz na China e copia equipamento de outras empresas.

Abraço!

Caro Gustavo, vc foi um dos poucos a defender as Abus de perfil baixo. Como usuário vc poderia nos falar mais sobre ela. Já notei que vários proprietários estão satisfeitos legal:: .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Xandego,

Comparar as Abu perfil baixo com MS é sacanagem... chorei:: chorei::

Eu tenho uma Contender 10.000 SS (aposentada), que até então era o top da MS, e tenho uma Abu Garcia Revo STX-HS e são equipamentos totalmente diferentes... A MS Contender copia o sistema de freio centrífugo da Shimano (certo Moacyr?), só que é tão tosco que os chapéuzinhos não param "abertos"... Aí você tem que tirá-los ou deixá-los todos fechados. Conada

Arremesso, recolhimento, frição, peso, qualidade da construção, acabamento, conforto e design são só alguns critérios que podemos utilizar para comparar as duas e, me desculpe amigo, a Revo leva vantagem em todos! Quanto ao preço, a MS ganha de goleada, mas produz na China e copia equipamento de outras empresas.

Abraço!

Certo! joia:::

O difícil é provar que é uma cópia... doeu::

Mas que copiaram..., copiaram! vergonha::

Só faltou copiar a qualidade... surtei:: lacou:: suici::

Se bem que me ocorreu que quem copiou foi a fábrica coreana das carretas OEM, afinal, a MS só põe o rótulo... paia::

Dessa vez, a MS é vitima, sendo inocente desta acusação!!!!! rindo2:: anjo:: rindo3::

Ainda em tempo; a Contender que eu tinha também levantava os chapeuzinhos em um único arremesso bomba:: , e a única solução era removê-los para que parassem de pertubar! blink:: Como era nova, eu vendi rapidamente... bang::

Quanto a comparação, tenho a impressão de que a Revo é mais pesada que a Contender (em alguma coisa tinha de ser melhor, né? wink )... Mas não consegui abri a página da Abu para confirmar essa informação antes de postar. Me lembro que a contender SS pesa 235 gramas.

Alguém confirma ou desmente aí?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×