Ir para conteúdo

Sandro R. S. Buzatti

Membro
  • Total de itens

    32
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Sandro R. S. Buzatti venceu a última vez em Dezembro 12 2016

Sandro R. S. Buzatti had the most liked content!

Sobre Sandro R. S. Buzatti


  • User Group: Membro


  • Member ID: 2024


  • Rank: Pescador de Lobó


  • Post Count: 32


  • Post Ratio: 0.01


  • Total Rep: 6


  • Member Of The Days Won: 1


  • Joined: 20-01-2010


  • Been With Us For: 3104 Days


  • Last Activity:


  • Atualmente:


Clubes

Profile Fields

  • Sexo
    Feminino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    Sandro S R Buzatti

Informações de Perfil

  • Localização
    Santa Maria - RS.

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Sandro R. S. Buzatti

    FLUVIMAR Boto 500 Plus

    saudações ; após dois anos usando o boto lx 5500 eu só mudaria o suporte para motor elétrico, onde eles colocaram na proa em um suporte dificulta na fabricação da capa protetora e se ficasse uns 30cm para tras na borda lateral não traria problema . é um ótimo barco e só tenho elogios. um grande abraço.
  2. Sandro R. S. Buzatti

    HELICE MOTOR MERCURY 40 HP

    Saudações , onde comprar hélice inox passo 14" para mercury 40 EO hp japones ?
  3. Sandro R. S. Buzatti

    qual marca motor 30 HP comprar?

    Saudações aos participantes deste fórum ; aqui no sul do pais estamos desgostosos da nova série de motores Suzuki . Muito plástico, fragilidade em bomba d'agua,capo plastico,redução drástica na qualidade do motor. Não aconselho aos amigos. opinião de mecânico experiente " vai durar só o tempo projetado em horas se não acorrer qualquer descuido."
  4. Sandro R. S. Buzatti

    [Mercury 40 p/ 50hp] Talvez Você Também Tem Essa Dúvida...

    Rodrigo para fazer a transformação proposta pelo sr. Reginaldo Herrera da TI nautica voce tera um custo de R$ 500,00 adquirindo o curso , uma ferramenta necessária que custa uns R$ 50,00 e a troca da hélice para passo 15 , chegara próximo a 50 hp .Verificando propaganda de vendedores dá para notar que o cinquenta hp varia em torno de R$ 2.000,00 em relação ao quarenta com comando . Ele ja´vem com o power trim e carburação adequada. Existe o porem em função da rabeta que é 20 polegadas bem mais alta que 15" e peso 85 kg. Estranhei a propaganda da Martinelli que esta com preso de R$ 19.000,00 e um pouco mais para um motor mercury 50 hp 2t com cilindrada e peso do 60 hp, 95 kg ,acho que houve erro no anuncio ou realmente este cinquenta 2t é especial. Um abraço a todos.
  5. Sandro R. S. Buzatti

    [Mercury 40 p/ 50hp] Talvez Você Também Tem Essa Dúvida...

    Saudações Fabio ; após dois anos experimentando alterações que resultassem em ganho real de potência descobri que teremos que fazer trocas muito grandes para chegar aos 50 hp. Então resolvi corrigir o possível para obter ganho de potência sem trocar nada e acrescentar sem alterar características originais, lendo as citações do sr.Leonardo rennó verifica-se que o primeiro e grande problema do motor é que não se consegue esgotar os três carburadores. Comigo foi também o primeiro defeito pois comprei da Martinelli ficou seis meses parado e na primeira utilização estava com o segundo carburador travado e terceiro com giglê de lenta entupido , imagina a decepção.Curioso e´que em casa e na assistência funcionava sem carga no oreleã. Comprei na internet três registros de gasolina de bicicletas motorizadas, R$ 15,OO cada e retirei os parafusos de purga dos três carburadores ,fui ao torneiro mecânico e solicitei a confecção de três niples para conectar mangueiras as saídas dos carburadores com a mesma rosca dos parafusos caso queira retornar. fiz uma placa de alumínio para fixar os registros e conectei aos carburadores com mangueiras nitrílicas transparente para gasolina e na saida dos registros conectei a uma saída comum utilizando dois T's mais um pedaço de mangueira para poder puxar a gasolina. Uso um bulbo de borracha para sugar a gasolina dos registros .Falam muito em avanço do ponto mas na realidade vem pre definido em 18 graus na aceleração máxima com variação permitida de +-1 grau oque implica que a haste de ponto tenha ajuste variável minimo. citam 99 mm a 100 mm de centro a centro.Para meu motor ficou melhor 100 mm. Com isso definido acelerando até o encosto fixo avante devemos ajustar a haste da bomba de óleo que deve ficar com seus marcadores alinhados ( //).O manual informa que a seguir devemos ajustar a haste de aceleração ,a segunda de cima para baixo, de forma que o rolete de aceleração tenha folga entre 0´005 a 1,00 mm. com o motor na marcha lenta.Tambem em marcha lenta devemos ajustar o ponto de lenta em -3º +-1º através do parafuso de encosto ,aquele com porca sextavada; ajuste para uma lenta sem trepidações a 950 rpm. Para mecânica a variação de 0,005 a 1,00 mm é gigantesca e permite uma gama de possibilidades. Tentei inúmeros ajustes e cheguei ao ideal para meu barco quando respondeu uniforme o movimento do acelerador do comando a distancia e a resposta de aceleração foi correspondendo redondinha.(obs.:Pode ser usado com manche também). A haste n 2 ficou com 115 mm. usei para obter este ajuste um artificio que foi colocar uma bucha de tecnil de 12 mm de diâmetro com 15 mm de comprimento e furo no diâmetro do rolete encaixado sobre o rolete de aceleração.este recurso faz com que tenhamos maior abertura das borboletas permitindo alcançar giro máximo gradualmente. Testei outras medidas de bucha e não apresentaram resposta gradual,ora eram lerdas ora disparavam sem velocidade proporcional. . Na sequência verifiquei que neste motor podemos ajustar os carburadores individualmente pois o motor trabalha independente cada cilindro como sendo um motor mono cilindro.para isso tem que retirar a haste de equalização,a que une os carburadores , retirar os cabos de vela dos dois carburadores que serão ajustados posteriormente e iniciar dando duas voltas e meia no ar do primeiro carburador.De partida e no parafuso de lenta ajuste +- 950 rpm ,ajuste o ar para o carburador ficar nesta rpm aumentando ou reduzindo até afinar. É bem pouco pois a faixa é 2 e 1/2 +- 1/4 de volta.Desligue o motor e conte o numero de roscas do parafuso de lenta e anote. retire este parafuso com a molinha e instale no carburador nº 3 deixando com mesmo numero de roscas do carburador 1 . coloque o cabo de vela do nº 3 e retire o do um . ar com 2 voltas e meia , de a partida e ajuste igual ao anterior mesma rpm e ajuste no ar até afinar, minima diferença do 1.Desligue e proceda a seguir para numero 2 , repita os passos anteriores colocando o cabo de vela 2 e retirando o 1 e 3. ajuste o numero 2 . Ajustados os três carburadores partiremos para a equalização que consiste em ajustar a abertura simultânea dos três carburadores . volte o parafuso de lenta com a molinha que estará no carburador 2 para o numero um ajustando o numero de voltar do ajuste de rpm anotado no inicio. A haste de ligação dos carburadores tem 90 mm de centro a centro entre os carburadores e deve permanecer com estas medidas. No carburador 2 e 3 existe junto as borboletas de aceleração um parafuso normalmente pintado em azul que tem rosca ESQUERDA frouxa para direita devem ser afrouxados para colocar a haste de ligamento. encoste com a mão ajustando para que comecem a se mover juntas as três borboletas apertem definitivo o parafuso cor azul para esquerda. para verificar o movimento das borboleta dos carburadores retirem a tampa da frente,plastica preta, verifique acelerando manualmente .A seguir ligue o motor que deverá estar levemente acelerado após estes ajustes. deixe aquecer e abaixe o ajuste de lenta no carburador nº 1 que agora comanda os três via haste de ligamento deixe em +- 950 rpm. Com estas modificações atingi o melhor que pude . obs.: instalei também um sensor de temperatura programável que informa a temperatura do motor e desliga conforme você programar. é digital e custa +- R$ 100,00 porque não vem proteção de sobretemperatura neste motor . só vem o alarme de baixo nível de óleo .Existe um furo com rosca entre as velas tampado por tampa plastica ,é o local do sensor de temperatura que está faltando. vou tentar acrescentar fotos para verificarem o exposto acima. Um grande abraço e estou a disposição para discussões e esclarecimentos. obs.: tenho que abrir o capô para esgotar os carburadores porque instalei os registros internamente; acho mais seguro.
  6. Sandro R. S. Buzatti

    [Mercury 40 p/ 50hp] Talvez Você Também Tem Essa Dúvida...

    Saudações Rodrigo; desculpe não ter respondido anteriormente. Resolvi ler as 70 e poucas paginas deste fórum e acabei de reiniciar a leitura quando vi o seu post. Talvez você já tenha até alterado seu motor mas se não o fez acredito que consegui atingir o objetivo que é máximo de rendimento sem alterar fisicamente peças do motor. Inicialmente deve definir se é velocidade ou força que você almeja para dai partir para alterações . Eu fiz uma pesquisa grande e selecionei tudo que li e houvi de bom para não trocar de motor do Mercury para Yamaha que sou fã; agora depois desta pesquisa e ajustes obtidos já me ofereceram um Yamaha zero e acabei ficando com o Mercury 2016. se você quiser posso te ensinar tudo que foi feito para obter o resultado. o custo é muito pequeno,eu gastei em peças e mão de obra uns r$ 200,00 porque precisei de serviço de torno . Sei fazer a transformação do sr. Reginaldo Herera da TI náutica mas por respeito a este profissional não poderei lhe ensinar. Oque desenvolvi com este fórum posso publicar sem constrangimento. Durante A leitura deparei com textos que informam que este motor tem tecnologia de 1980...e que é troglodita,já li a respeito de que é o top porque é super usado em competições onde sofre todo tipo de fuçadas para estourar potência e corresponde. Bom estou a seu dispor . um grande abraço.
  7. Sandro R. S. Buzatti

    HELICE MOTOR MERCURY 40 HP

    Saudações aos participantes do fórum ; experimentei inúmeros passos e diâmetros mas com perdas enormes na rpm final do motor. testei hélices 10 1/4" x 15" ,10 3/8" x 13" ,hélices do mercury americano 40 hp e por fim as do mariner 40 hp 4 cilindros. para o barco que tenho ,um boto lx 5,5 m com 1,15m no fundo do casco e borda de 0,60m a hélice de alumínio que melhor rendeu dentro da rpm máxima (5700) é a original 10 1/4 por 14" anda a 52 km sem carga e 48km com até 5 pessoas . testei por muito tempo e acho que está ótimo considerando que o barco foi construído para passeio . o consumo em velocidade de cruzeiro com carga dá para rodar 80 km / 23 litros . Como descrevi em outro tópico fiz inúmeras alterações e a final que melhor rendeu sem comprometer o motor ficou com os seguintes ajustes. haste do ponto de ignição ,a bem de cima, 100 mm do centro da haste ao centro olhal , 115 mm a haste seguinte de aceleração, a haste de lubrificação deve ser ajustada na aceleração máxima fazendo alinhar a marcação na bomba de óleo ,observe que devem estar alinhado os dois riscos verticais impressos na bomba de óleo. No rolete de aceleração coloquei uma bucha de tecnil de diâmetro 12mm com furo de 9,8mm e 15mm de comprimento. hastes entre carburadores 90mm. ponto de ignição de partida -2º. Penso que atingi o máximo de rendimento para este conjunto. Barco com cinco adultos e tralha de passeio anda a 35 km/h em 3800 a 4000 rpm planando. Motor mercury japônes 40 EO. obs.: fiz o curso para transformar para 50 hp e tendo que alterar ajustes que não concordo porque alteram dados de projeto .optei por buscar estes ajustes porque tenho certeza que não comprometem a vida útil do motor.
  8. Sandro R. S. Buzatti

    (Desaprovado) Para-queda náutica

    saudações ; ao contrario do sr. Moises tive um ótimo atendimento e recebi todos os itens que foram descritos pelo Guto. recebi três brindes ,uma bolsa e chaveiros. pena o ocorrido com o sr. , um grande abraço .
  9. Sandro R. S. Buzatti

    FLUVIMAR Boto 500 Plus

    pessoal; tenho um boto lx 5500 e só me dei conta de que um cinquenta seria melhor depois que recebi o barco e verifiquei que daria para aumentar o espelho de popa e instalar o cinquenta sem problema. tem que ser definido o motor para que a fluvimar faça a popa . o 40 tem 15" e o 50 20" dai a altura do espelho de popa variar em 5 polegadas senão não tem como trocar o motor. com três tripulantes e tralha com um 40 hp anda bem ,25 milhas e em dois . em rio já deu 50km /h. lembrando que tem de ajustar a posição do motor.
  10. Sandro R. S. Buzatti

    DUVIDA MERCURY 40 2 TEMPOS

    Saudações; após ter passado por inúmeras dificuldades com a carburação do mercury 40 hp EO resolvi colocar tres registros pequenos estes de bicicleta motorizada. comprei pela internet ha r$ 15,00 cada um. fui a um torneiro mecanico tornear niples com a rosca dos parafusos de purga dos carburadores e terminal para mangueira de combustivel que liguei aos registros . fiz uma placa de fixação de aluminio para os registros e interliguei as saídas dos registros a uma bomba de gasolina tipo pera de borracha para succionar o combustivel ao abrir o registro. descarto em uma garrafa plastica e utilizar posteriormente. terminaram meus problemas de carburação.
  11. Sandro R. S. Buzatti

    Novo Yamaha 25 XMHS X Novo Mercury 30 HP

    Saudações ; acredito que por ser um barco de 5,50 m sem duvida 30 hp ficara melhor. esta diferença de cinco hp lhe trara disponibilidade de mais ou menos 125 kg em relação ao 25 hp. alem do novo mercury 30 vir do Japão com arranque já instalado como opção. um grande abraço e felicidades com o novo motor.
  12. Sandro R. S. Buzatti

    Motor de Popa - Aproveitamento da energia gerada por ele

    Só para ilustrar; nada se cria e energia elétrica retirada do motor é transformação de potencia mecânica ( hp - perdas por oposição a geração desta potencia ) para gerar 12 volts e 5 amperes são necessários perda de pelo menos 12 v. x 5 a. = 60 w equivalente a 1/11.5 de hp isso quando o motor estiver em seu torque máximo . em baixa rpm a perda aumenta. Para obtermos energia elétrica em motores de pequenas potencias deveriamos utilizar placa solar que convertem outra forma de energia em elétrica e utilização de lampadas de led que consomem baixíssimas potencias. um grande abraço aos participantes deste forum.
  13. Sandro R. S. Buzatti

    Novo Yamaha 15HP

    Saudações; tive a oportunidade de amaciar dois motores . O primeiro um yamaha 25 hp e o segundo um mercury 40 eo. posso lhe garantir que no Yamaha nas primeiras horas de uso verifiquei que o motor tem uma temperatura maior porque as peças estão se ajustando gerando um maior atrito. no yamaha o rotor da bomba d'agua danificou primeiro e é o item que deve ser observado sempre.tenho certeza tambem que deve-se aquecer em lenta e a seguir variar a aceleração de zero ate meia aceleração na primeira hora . verifique se o motor tem um crescente de resposta,esta mais suave ao variar de meia para lenta rapidamente. se esta aceitando sem apagar dá para aumentar a velocidade sempre variando ,acelera no máximo permanece alguns minutos e desacelera permanecendo alguns minutos . também tenho certeza que o procedimento só é necessário no primeiro tanque com o dobro do óleo. Importante também é não sobrecarregar o motor ;isso é o motor deve impulsionar no máximo 25 kg por hp . exemplo.: 15 hp = 15 x 25 kg =375kg. = barco + motor +gasolina + pescadores + carga de agua,bebidas, e tudo mais. Não deveria exceder a 375 kg. após o uso sempre drene o combustivel que restar no carburador porque nossa gasolina gera estragos no carburador e tendo o cuidado de drenar não tera aborrecimentos de ter que limpar carburador em véspera ou em pescaria. um grande abraço e muitas alegrias com este motor.
  14. Sandro R. S. Buzatti

    rolamento fazendo barulho

    Saudações Marco ; gosto muito de mexer em motor de popa. Porem vendo as fotos do teu motor acredito que seria bom você levar para oficina especializada porque o virabrequim deve ser desmontado para trocar rolamentos e tem que ser prensado com exatidão .devido ao estado das velas e parafusos apresentando ferrugem deve ser feito uma manutenção corretiva . Olhando o motor é notório a falta tambem de manutenção preventiva portanto acredito que falta experiência ao proprietário . caso seja você o primeiro e único dono desculpa a franqueza mas ha muito que ler antes de partir para reforma.
  15. Sandro R. S. Buzatti

    Transformação Mercury 40 para 50

    Saudações ;como postei para mim valeu como experiência . O ajuste de ponto para este motor e para o 50hp é 3° negativos em lenta e 18° positivo na aceleração máxima no 40 hp e 24° no 50hp com a trans formação não ha respeito por estes valores nem em lenta e nem na alta. A lenta fica acelerada e a alta tem que ser limitada pela hélice para não ultrapassar o giro. como 50 Km/h com +- 500 kg dá para obter mantendo ajustes do manual de manutenção da tohatsu optei por ajustes deste manual que está disponível na internet gratuitamente. um grande abraço.
×