Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Walter Lembi

Membro
  • Total de itens

    163
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

Histórico de Reputação

  1. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Henrique Rossini em Abu Garcia MGX2, Liger 2019 ou BW?   
    Sob meu ponto de vista, se a grana der vai nessa ordem:
     
    1 lugar: Abu Garcia MGX (excelente carreta, leve, parruda, arremessa demais)
    2 lugar: Liger (modelo novo, ótima tb, muito leve e tb boa de arremesso, mas um pouco abaixo da MGX)
    3 lugar: Black Widow (essa fica pra trás das duas primeiras, inclusive custa menos tb)
     
     
  2. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Augusto Mestieri em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    Muito obrigado por usar este vídeo como exemplo, Ajuda muito o canal. Abraços.
  3. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Augusto Mestieri em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    Entrei aqui para ler sobre a Maruri Asgard mas só piadas e discussões sem pé nem cabeça. 
     
    Como ninguém pôs a mão da carreta, achei esse vídeo e posto aqui para contribuição:
     
     
     
     
    ps. não pretendo comprar pois acho que realmente não vale o preço cobrado. Uma pena...
     
  4. Downvote
    Walter Lembi deu reputação a Armando Ito em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    sim ...  ... uheuheuheue
  5. Downvote
    Walter Lembi deu reputação a Armando Ito em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    o Thor .... se aposentou ... o Cap America retornou no tempo ... e o IronMan morreu ... culpa da Marvel ... 
     
  6. Downvote
    Walter Lembi deu reputação a Astra-Taranis em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    Receita de pamonha:
    12 (doze) espigas de milho verde 1 (um) copo de água 2 (duas) xícaras de açúcar 1 (uma) xícara de coco ralado fino 1 (uma) pitada de sal palhas para a embalagem Rale as espigas ou corte-as rente ao sabugo e passe no liquidificador, juntamente com a água. Acrescente o coco, o açúcar e mexa bem. Coloque a massa na palha de milho e amarre bem. Em uma panela grande ferva bem a água, e vá colocando as pamonhas uma a uma após a fervura completa da água. Importante : a água deve estar realmente fervendo para receber as pamonhas, caso contrário elas vão se desfazer. Cozinhe por mais ou menos 40 minutos, retirando as pamonhas com o auxílio de uma escumadeira. Deixe esfriar em local bem fresco. Sirva com café e queijo ralado.
  7. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Astra-Taranis em Nova carretilha Maruri by Nelson Nakamura - Asgard   
    Me recuso a comentar sobre o monstro que o Nakamura foi e é para a pesca nacional. Na boa. Seria só bobagem da minha parte. O japa fala por si só.
    Mas é inegável que ultimamente ele tem colocado seu nome e prestígio na minha opinião de forma equivocada.
    Maruri pode ter evoluído e blá blá blá. Mas eh uma marca secundária, terciária ou até quartenaria .
    Uma pena pra imagem do Nakamura. Ainda que esse produto seja fora da curva, excepcional, etc. A Maruri vende produtos mais baratos para quem busca esse perfil.
    Se a Maruri investir nesse produto, sai fora do perfil de consumo. Ou seja, o produto vai competir com outros consagrados e que gozam de outras vantagens que o nome do Nakamura não vai gerar vantagem.
     
    Enfim, da mesma forma que considerei equivocada a venda daquele barco com o nome dele, considero igual essa carretilha.
     
    Novamente Nakamura é muito maior que nomes em evidência hoje e seu nome deveria ser explorado por ele e pelas fábricas como algo de tal valor, ainda que de baixa venda, que fosse de alto valor agregado... Agora baixa venda e baixo valor agregado não vejo como ideal.
  8. Thanks
    Walter Lembi recebeu reputação de Marcelo Maia em Lote de iscas Grandes (Bomber+Rapala Magnum) R$250   
    Com iscas de 10 a 25 gramas a Shimano SLX arremessa igual a Lubina Black Widow.
     
    Fora isso a lubina é superior em arremesso sim. Até pelos ajustes finos do freio centrifugo. A Shimano SLX a meu ver é uma ótima carretilha, mas não aconselho para iscas leves abaixo de 6 gramas, pois ou dá cabeleira ou arremesso curto (15 metros aprox.).
     
    Qualquer coisa estamos ai. Abraços
  9. Thanks
    Walter Lembi recebeu reputação de Eduardo Guapiaçu em Reformando lancha de pesca   
    Muito legal hein.
     
    Quando estiver 100% finalizado posta mais fotos com ela completa montada
  10. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Fábio Silva em Aprendendo a pescar, fotografar e soltar... LAGO DO PEIXE TO - JANEIRO 2019   
    Show de relato! Parabéns!!
     
  11. Thanks
    Walter Lembi deu reputação a Guto Pinto em 2 ou 4 tempos ?????   
    Isso é uma coisa que muitos não sabem os motores Rabeta Longas( 20 polegadas)  foram feitos pra andar em barcos com  popa altas  , o intuito de ter uma popa mais alta  é pra agua não entrar por trás principalmente em locais com ondas como no mar, tb são utilizados como motores auxiliares em Veleiros devido ao mesmo motivo ,existe no exterior até os extralongos de 25 polegadas.
    O problema que 99% dos barcos usados no Brasil são para motores de rabeta curta( 15 polegadas), se colocar um rabeta longa nesses barcos a hélice trabalha  muito no fundo comprometendo o desempenho e aumentando o consumo .   Outro mito muito comum que ouço é que os motores de 25hp e 40hp tem rabeta longa e são ruins de andar em água rasas, na verdade o tamanho é o mesmo de um 5hp o que acontece que esses motores por serem mais pesados a popa fica mais enterrada quando parados ou em baixa velocidade.  Hoje todos motores até 40hp aqui usam rabeta curta( 15 polegadas) e os acima de 50hp já são todos de 20 polegadas , os rabetas longas abaixo de 40hp tem que encomendar e são usados só como motores auxiliares.   Olhe um rabeta longa colocado no barco correto pra ele.

  12. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Eduardo Sone em Aprendendo a pescar, fotografar e soltar... LAGO DO PEIXE TO - JANEIRO 2019   
    Show de relato! Parabéns!!
     
  13. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Joao Manoel Leonello Lucas em Equipamento Lago do Peixe   
    Intergreen Firestick (ou equivalentes) não pode faltar:
    Cor LD (laranja/dourada)

    e tons de osso/fosco:

    outra violenta é a MARINE SPORTS SAVAGE 85:

     
     
     
     
  14. Like
    Walter Lembi recebeu reputação de Joao Manoel Leonello Lucas em Equipamento Lago do Peixe   
    Usei com mesmo, Splitring, snap de 30lbs e leader 0.60mm YGK
  15. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Guto Pinto em Qual a velocidade do seu barco? Enquete.   
    Animal hein, cadeira eletrica, kkkkkkk
  16. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a GVicentim em Qual a velocidade do seu barco? Enquete.   
    Motor: Tohatsu 30hp(2015)
    Barco: Metalglass- karib 410 (4m)
    Carga: Eu(65kg), e 10l de gasolina..
    Velocidade: O maxímo , com umas pequenas marolas, foi 62km/h medido por GPS celular, barco hp max para 15HP.. da um medo de ir, mas foi tranquilo, os colega com cracker box v8 passo mal hahaha


  17. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Katsumi Teshima em Qual a velocidade do seu barco? Enquete.   
    Motor : Mercury 15hp super.
    Barco: Karib 500 Metalgrass -Locado  na represa de Nazaré Paulista (Atibainha).
    Carga: 2 adultos  e uma criança( cerca de 170 k), mais motor elétrico, bateria e tralha de pesca,etc.
    Condições: sem onda e vento.
    Velocidade: 38km com o peso acima e 40km somente  com 1 adulto (80kg).
    GPS do celular.
  18. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Fabrício Biguá em [Motores de popa] Saiba como usar, armazenar e muito mais...   
    Tutorial de uso, armazenamento, funcionamento e manutenção de motores de popa de baixa cilindrada.
     
    Percebi q vários usuários do fórum tem dúvida de como usar, armazenar, funcionar e manutenir corretamente seus motores de popa de baixa cilindrada. (15hp a 60Hp - todos 2T)
    Tentarei criar um tutorial, com a ajuda de vários usuários do fórum, ainda na versão 1.0, para tentar ajudar na medida do possível, já q eu tb não sou especialista no assunto. Se tais passos forem levados em conta 95% dos problemas encontrados pelo utilizador do motor de popa poderão ser evitados/sanados.
    Uma providência q julgo de extrema importância é a compra de um horímetro. Esse aparelho é facilmente instalado ao motor e tem por finalidade o registro do tempo de uso, em horas, do seu motor de popa. Com isso vc pode programar toda a manutenção dele.
    Procure no Google por horímetro, Sendec, e veja se consegue adquirir um.

    Vale a dica.
    Outra q considero importante é a compra de um "orelhão" ou "telefone" q nada mais é q uma peça onde vc conecta a mangueira de água ao motor para refrigerá-lo, quando fóra da água.

    1 - Mangueira ligada.
    2 - Orelhão ou telefone.
    3 - "Mijada"
    Vamos ao q interessa.
    Para facilitar a leitura de um tópico tão grande e complexo, dividi o assunto nos seguites ítens:
    Nas Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento eu falo:
    - Para quem não está habituado a manipular motores de popa.
    - Para usuários que já manipual bem seus motores de popa.
    - Como calcular o arrasto ideal do seu motor.
    - Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente
    - Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?
    Enquanto nas Dicas de manutenção eu falo sobre:
    - Como trocar o óleo da transmissão
    - Se o seu motor cair na água
    - Como descarbonizar seu motor
    - Como saber se seu motor está precisando ser retificado?
    Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento
    Para quem não está habituado a manipular motores de popa:
    1 - Leia atentamente o manual do usuário antes de utilizar o seu motor pela primeira vez.
    2 - Esteja devidamente habilitado (arrais amador) antes de utilizar seu motor em águas "públicas".
    3 - Jamais, nunca, nem pense em pilotar embriagado.
    4 - Apesar de vc estar motorizado ande sempre com o remo, jogo de ferramentas e salva-vidas a bordo.
    5 - Utilize sempre gasolina de boa procedêcia e faça a mistura correta de óleo 2T/Gasolina. A mistura ideal de óleo 2T e gasolina deve ser de 1 litro de óleo 2T para 40 litros de gasolina. Para motores novos essa mistura é diferente, mais "gorda/rica", normalmente 1 litro de óleo 2T para apenas 25 litros de gasolina. Consulte o manual específico do seu motor e cheque a mistura ideal para motores novos.
    6 - Antes abastecer seu tanque jogue um pouco de combustível dentro, balance o tanque e jogue fora esse combustível com prováveis resíduos do tanque.
    7 - Cheque se o motor está corretamente afixado na embarcação.
    8 - Use sempre o salva motor, que nada mais é q uma corda amarrada ao mesmo e presa na embarcação. Se por acaso o motor se soltar da embarcação, e isso acontece pode apostar, vc não perderá seu motor.
    9 - Use a chave de ligar presa ao braço.
    10 - Evite navegar com o acelerador totalmente aberto. Navegue a 80%. Além da diferença de velocidade não ser grande, o consumo de combustível será muito maior.
    11 - Navegue sempre com o motor de popa destravado. (cuidado quando for dar marcha-ré).
    12 - Mantenha a bordo uma reserva mínima de combustível. Se o piloto vacilar e se esquecer de conferir o tanque e o combustível acabar, uma reserva de 2 litros conseguirá tirá-lo do sufoco.
    13 - Proporcionalmente quanto maior a cilindrada de um motor de popa maior será o consumo, né?!?! Essa resposta está ERRADA. Mas pq??? Porque a distância percorrida por um motorzão é muito maior q a pelo motorzinho....então, se um motorzinho for andar aquela mesma distância, com certeza gastará mais combustível. Por uma questão de peso de motor, tipo de embarcação, necessidade de percorrer grandes percursos, tática comercial e afins, ERRONEAMENTE se acredita q motores pequenos são mais econômicos.
    14 - ATENÇÃO - Quando o seu motor estiver no cavalete (suporte de motor) funcionando com o auxílio do "orelhão" vc não deve acelerá-lo acima dos 1.500 RPM. A pressão da água na mangueira tem q fazer o seu motor "mijar" durante o funcionamento. Caso contrário ele irá aquecer.
    15 - CUIDADO - Não é aconselhável engatar o motor funcionando no cavalete, mas se o fizer certifique-se de que ele está bem preso, não existam pessoas próximas a hélice e não acelere muito. Caso contrário vc poderá ficar sem uma perna.
     Para usuários que já manipulam bem seus motores de popa
    1 - Se o seu motor estiver parado a vários meses/anos, antes de funcioná-lo vc deverá desmontar todo o carburador e checar o estado das juntas, giclês e etc. Se vc aplicou óleo de máquina, (ensinaremos como fazer isso mais abaixo) tem tudo para o sistema estar em boas condições de uso. Ainda assim é interessante dar uma limpada em tudo com querosene ou gasolina.
    Retire a(s) vela(s), aplique um pouquinho de óleo (pode ser de máquina tb) na cabeça do pistão(ões) e puxe (algumas vezes) levemente a "cordinha" da partida. Se for guardar o motor muito tempo vc tb poderá fazer a mesma coisa. Tal procedimento tem por finalidade manter a integridade dos anéis, camisa(s) e pistão(ões). Como nosso combustível geralmente é de péssima qualidade, os resíduos de uma má queima podem gerar oxidação de tais peças, e vc, ao tentar ligar o motor sem seguir essa dica poderá riscar a camisa e comprometer a vida útil do motor.
    2 - A hélice do motor deve estar sempre em ótimas condições. Amassados, quebrados, trincas e tals farão a transmissão vibrar, perdendo performance e comprometendo a durabilidade e vida útil.
    3 - As dimensões da hélice devem ser proporcionais ao tipo de embarcação e sua utilização. Para entender a hidrodinâmica da hélice acesse o link abaixo.
    http://www.nautibras.com.br/suporte/texto-007.htm
    Antes de ligar o motor:
    4 - Conecte a mangueira apenas no tanque já abastecido. Enfie com cuidado uma chave de fenda na esfera do encaixe da mangueira (na outra estremidade) e bombe a "perinha" para q o combustível novo passe limpando toda a mangueira.
    5 - Conecte a mangueira no motor...bombe novamente a "perinha" até q ela fique cheia de combustível (dura). Puxe o afogador, acelere um pouquinho e tente a partida.
    Antes de guardar o motor:
    6 - Jamais guarde o seu motor com resíduos de água suja (barrenta ou salgada) no sistema de refrigeração dele. Dê um jeito de funcioná-lo em água limpa antes de guardá-lo. (orelhão, balde, piscina, etc.)
    7 - Deixe-o funcionando até apagar desconectado da mangueira de combustível.
    8 - Abra o capacete, retire o copinho/cuba do carburador e puxe a "cordinha" da partida para q todo o resíduo de combustível da tubulação seja "cuspido" fóra.
    9 - Solte a mangueira de combustível q entra no carburador e aplique um pouquinho de óleo fino (tipo Singer de máquina) na tubulação. Esse óleo tem por finalidade lubrificar as juntas do carburador e evitar ressecamentos. Quando vc for ligar o motor novamente pela primeira vez ele funcionará muito mais facilmente.
    Como calcular o arrasto ideal do seu motor:
    1 - De acordo com o representante e importador dos motores Suzuki no Brasil, qualquer motor carburado, independente do numero de Hps, funcionando em stand by (funcionando parado), gasta 0,275 ml por HP/Hora:
    15 Hp x 0.275 ml = 4,13 L/Hora
    25 Hp x 0,275 ml = 6,88 L/Hora
    40 Hp x 0,275 = 11 L/Hora
    2 - Para se chegar ao Arrasto ideal da embarcação, usa-se a regra de 22 a 28 Kg por Hp do motor:
    28 Kg x 15 Hp = 420 Kg
    28 Kg x 25 Hp = 700 Kg
    28 Kg x 40 Hp = 1120 Kg
    Então vamos tentar exemplificar essa conta: (aproximadamente)
    Barco de Alumínio 5m = 100Kg
    Motor de Popa 15Hp = 30Kg
    Caixa de Gelo = 20Kg
    Motor Elétrico = 4Kg
    Bateria 60Amp = 25Kg
    Caixas de Isca (3) = 30Kg (já incluído máquina fotográfica, e toda a tralha)
    Tanque de Combustível = 25Kg
    Pescadores (3) = 240Kg (80Kg cada um)
    Total aproximado = 474Kg
    ....ou seja...vc estará navegando com 54Kg a mais de peso q o ideal...Sua embarcação está sobre carregada, gerando um gasto de combustível maior, e navegando numa velocidade um pouco abaixo da "recomendável". Tenha paciência.
    Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente)
    1 - Vamos usar uma fórmula básica.
    2 - Normalmente os motores de 15hp, 25hp e 40hp tem a relação da engrenagem da rabeta de 2.00:1, ou seja, a cada 2 voltas completas do eixo principal da transmissão a hélice dá 1 volta completa em torno do seu eixo. (os Mercury/Mariner são assim. Já o Sea Pro tem relação de 1.92:1. Cheque a relação do seu motor no manual do usuário)
    3 - Usarei o Mercury Sea Pró de 25 Hp para exemplificar:
    5600 x 0,521 x 13 x 0.0009469 = 35.91 milhas por hora x 1,85200 = 66,5 Km/h.
    Essa é a velocidade máxima do motor navegando sozinho, sem piloto, barco ou outra coisa pra arrastar..kkkkk...
     Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?
    Aqui está um dos maiores segredos em como tirar o máximo desempenho do seu motor/barco e garantir uma longa vida útil do seu motor. Tentarei usar uma linguagem o mais simples possível.
    Para fazer esse teste vc precisará de um tacômetro instalado ao motor para saber o giro alcançado.
    1 - Coloque o motor na sua embarcação + tanque cheio + 2 pescadores (+ ou - 150Kg).
    2 - Já de motor quente acelere ao máximo e veja qual a rotação máxima atingida.
    No caso de muito giro.
    No caso de pouco giro.
    3 - Normalmente o diâmetro e o passo da hélice vem escrito na lateral dela. O Sea Pro da Mercury, por exemplo, está vindo de fábrica com a hélice 9.9 x 13.
    9.9 = diâmetro
    13 = passo
    4- Faça as contas e veja qual a ideal para o seu motor.
    Dicas de manutenção
    Obs: O ideal é fazer a manutenção do seu motor a cada 50 horas de uso. (1ª revisão com 20h de uso)
    Se precisar abrir o capacete do motor e mexer na parter mecânica dele durante a pescaria o faça perto da margem. É super comum ao se mexer (retirar parafusos, velas, cabos, e etc) deixar cair alguma coisa dentro d'água, então, o faça na margem, é beeeemmmm mais fácil recuperar algo q cair, além de estar melhor apoiado, mais pessoas poderão te auxiliar.
    Como trocar o óleo da transmissão
    1 - É ideal trocar o óleo da transmissão a cada 100 horas de uso (eu recomendo metade disso) ou a cada 6 meses de uso.
    2 - Esteja com todas as ferramentas e o óleo específico de transmissão a mão. (vasilha para coletar o óleo, chave de fenda grande, seringa e estopas)
    3 - Normalmente se indica óleo 90 para a transmissão, mas procure pelos óleos API-GL4 ou GL5. Vários óleos 90 são tipo GL3 ou GL2....ou seja, menos "tecnológicos". Compre o importado.
    4 - Retire o parafuso do óleo da transmissão (o de baixo)....deixe todo o óleo escoar. Não jogue o óleo na água. O meio ambiente agradeçe.
    5 - Depois retire o parafuso do óleo da transmissão da parte superior.
    6 - Os parafusos geralmente são imantados, limpe-os antes de colocá-los novamente no lugar.
    7 - O ideal é q vc tenha uma motolínea ou bomba de óleo q consiga "empurrar" o novo óleo de baixo para cima, assim evita-se a formação de bolhas dentro da transmissão, mas empurre o óleo de baixo para cima até q ele escoe pelo orifício superior. Feche os parafusos e pronto.
    8 - Caso vc não tenha essa bomba, não tem problema. Feche o parafuso inferior e com uma seringa (sem agulha) coloque lentamente o óleo pelo orifício superior até q ele escoe. Feche e pronto.
    Se o seu motor cair na água
    1 - Retire as velas e vire-o de cabeça pra baixo para escoar a água q por ventura estejam na câmara de combustão.
    2 - Jogue um pouco de gasolina (pode ser temperada) dentro do(s) cilindro(s), e ainda sem as velas, puxe a partida levemente e lentamente para q seja limpa e lubrificada a(s) câmara(s) de combustão. Repita o procedimento umas 3 vezes.
    3 - Leve seu motor o mais rápido possível para um mecânico especializado.
    4 - Caso vc esteja em plena pescaria e não tem outro motor, outra saída, e precisa desse, limpe as velas com combustível e deixe-as secar.
    5 - Assopre e seque as cabeças dos cabos de velas.
    6 - Retire a cuba do carburador, escoe a água/combustível de dentro e com a mangueira do tanque conectado ao motor, bombe a "perinha" e acelere o motor até "cuspir" gasolina nova. Tal procedimento tem por finalidade retirar a água do sistema.
    7 - Seque todas as conexões elétricas do motor.
    8 - Instale as velas no lugar.
    9 - Feche tudo e tente a partida. Caso não dê certo repita todo o procedimento.
    10 - Normalmente não entra água no óleo da transmissão, mas vale a pena checar. Se tiver como vc comprar óleo de transmissão nas proximidades ótimo, troca logo, caso contrário seu motor estará em risco. Retire o parafuso de escoamento do óleo da transmissão e veja se o óleo está esbranquiçado (sinal de água misturada com óleo).
     Como descarbonizar o motor
    Obs: Vc irá na verdade descarbonizar a câmara de combustão. (pistão, anéis e cilindro)
    Geralmente a cabeça do pistão é porosa e como nossa gasolina é "ótima", a má queima gera resíduos (carvão)...e esses resíduos se aderem na cabeça do pistão. Durante o funcionamento do motor esse carvão fica encharcado de combustível e como a temperatura da câmara é altíssima ele fica incandecente, gerando ainda mais calor a queima e consequentemente uma pré-ignição da mistura ar/combustível. Motor trabalhando mais quente menor será a vida útil. Lembrando q qualquer volume sólido dentro da câmara, no caso o carvão, aumentará a compressão do motor, aquecendo-o e diminuindo tb a vida útil.
    1 - Esteja com todas as ferramentas a mão. (descarbonizante de boa qualidade - Wurtz e etc -, chave de vela e pano limpo. Lembrando q descarbonizante pode agredir plásticos, borrachas, amianto, a pintura do motor e outros componentes mais macios)
    2 - Funcione o motor até q ele fique quente.
    3 - Retire as velas e aplique o desengripante na cabeça dos pistões.
    4 - Deixe o desengripante agir por 12h.
    5 - Jogue gasolina dentro da câmara. Simule a partida levemente e lentamente (SEM AS VELAS). Alterne o ponto morto superior e inferior do outro pistão e jogue combustível novamente dentro da câmara. (lembrando q quando um pistão está no topo da câmara o outro está embaixo, alterne-os para fazer a limpeza).
    6 - Quando vc simular a partida o pistão irá jogar todo o combustível sujo pra cima, uma melequeira só de carvão e gasolina, esteja com muito pano/estopa a mão para não deixar escorrer pelo exterior de todo o motor de popa.
    7 - Repita essa lavagem até q saia apenas gasolina limpa da câmara.
    8 - Deixe secar por por alguns minutos.
    9 - Enquanto a câmara seca aproveite para limpar as velas e deixe-as secar.
    10 - Instale novamente as velas e tente a partida.
    Como saber se seu motor precisa ser retificado?
    1 - A ferramenta para se checar a compressão do motor é chamada de relógio comparador de pressão de cilindros, ou medidor de compressão.
    2 - Leve o seu motor até uma oficina mecânica ou adquira um medidor desses nas lojas de ferramentas.
    3 - Retire uma vela do motor e rosqueie o medidor ao cilindro. (as outras velas continuam no lugar)
    4 - Simule a partida como se fosse ligar o motor (rapidamente e com força). Claro q a chave de ignição deve estar fora do motor.
    5 - Cheque no relógio o máximo de pressão conseguida. Se for inferior a 85PSI seu motor está precisando de trocar os pistões. E se estiver acima de 140PSI ele está com o cabeçote rebaixado, ou com muito carvão sobre o pistão indicando carbonização excessiva.
    6 - Repita tal procedimento em todos os outros cilindros e se a diferença entre eles for maior q 10% vc tb deverá retificar o motor.
    Bem...espero q tais dicas tenham sido úteis. Deu trabalho, aff. 
    Grande abraço.
    Fabrício Biguá
  19. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Fabrício Biguá em [Caminhonete para rebocar barco] Impressões de todas.   
    Amigos...compreendo a indignação de todos vcs (q é a minha tb).
    Mas não tem como uma multinacional investir bilhões em um País como o nosso, e lucrar menos q o nosso Governo...rsrs
    Sim, não tem como ela vender um carro por R$ 100.000.00, lucrar apenas R$ 20.000,00 (só como exemplo), e dar R$ 30.000,00 de imposto pro Governo q não fez nada no processo de produção. Concordam?!?!
    Ontem fiz uma compra de R$ 948,00 e no final da notinha estava lá: IMPOSTOS = R$ 386,00
    Isso é uma vergonha. O mercado tem q repor o q vendeu, tem q lucrar, tem q pagar impostos de funcionários, iluminação, energia, e etc, etc, etc, etc....Ou seja, quanto ele jogar em cima do produto pra conseguir pagar essa mamata do Governo?!?!
    Vamos tirar apenas os impostos da compra. Ou seja, dos R$ 950,00 q eu paguei, sobraram R$ 480,00 de lucro bruto pro mercado. 
    Pra pagar todos os gastos, acredito q eles joguem 50% em cima do valor dos seus produtos (em média)...ou seja, R$ 240,00...rsrs
    De uma compra q poderia custar R$ 240,00...daí joga-se o lucro do mercado e mais um imposto justo, estamos pagando R$ 950,00. 
    E isso é pra TUUUDDDOOOOOO.....
    Qual a chance disso dar certo?!?! 
  20. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Gilbertinho em Usina de Belo Monte. A fraude amazônica.   
    Fabrício,
    Em meu ponto de vista, o assunto deve ser dividido em três frentes:
    A primeira, inconcebível, é de natureza criminal. Não é possível tolerar um país eivado de tanta corrupção. Penso que não haverá laja-jato suficiente para levar essa sujeira toda a um nível suportável, já que corrupção é uma praga universal, que no Brasil não encontra limites.
    A segunda, respeita à capacidade de geração de Belo Monte, a dimensão de seu lago e seus impactos ambientais. De início, o país precisa ter eletricidade em volumes que assegurem o fornecimento contínuo para uma população crescente e também para a indústria, atualmente estagnada. A energia hidráulica é nossa principal matriz energética, por vocação.
    Terceira, é irrelevante quantos Maracanãs caberiam na área inundada pela represa, considerando a extensão territorial da Amazônia e do país como um todo. Essa conta não fecha diante das necessidades energéticas de todos nós. Veja que muitos dos que se queixam dos impactos ambientais reclamam dos apagões do sistema elétrico nacional, todo interligado, e quase todos derivam da escassez de energia em certos períodos do ano.  Para finalizar, vejo as opiniões dos midiáticos, famosos e intelectuais como manifestações sem relevância alguma, só o fazem porque nada tem a dizer de útil ou construtivo para a população, melhor seria que fizessem apenas o que sabem fazer, e criticar governos não é uma delas.
    Me vejo como ambientalista de carteirinha, porém não posso ignorar as necessidades humanas. Como geógrafo, entendo que o que há no planeta está a disposição do homem, desde que explorado de modo sustentável. O resto é hipocrisia de quem usa e reclama se não tiver para usar.
    Peço desculpas por contrariar a maioria dos colegas.
    Gilbertinho 
    Após este manifesto, li na uol um artigo sobre as previsões de Nikola Tesla para o século 21, que vem de encontro aos meus argumentos. Transcrevo a seguir:
    "Muito antes do início do próximo século, o reflorestamento sistemático e o gerenciamento científico de recursos naturais terão trazido um fim para todas as secas, incêndios florestais e inundações devastadoras. A utilização universal da energia hidroelétrica e sua transmissão à longa distância vai abastecer todas residências com energia barata e dispensará a necessidade de queimar combustíveis. Sendo que a luta existencial será diminuída, deve haver desenvolvimento motivado por ideais e não questões materiais."    
  21. Upvote
    Walter Lembi deu reputação a Guto Pinto em Araguaia 1970   
    Estou pegando uns albuns antigos do meu pai e começar a fazer uns relatos.  Lembrando pra quem entrou pelo link direto, essa é uma sala vintage onde é permitido fotos que são  "proibidas" em outras salas. 
    Pescaria realizada no Rio Araguaia em 1970, conversando com o Véio acredito que seja na região de Bandeirantes.   Pescaria naquela época era uma aventura daquelas, sem hora e dia pra chegar ou ir embora.  E não era só pescaria sempre associado a caça junto.   A pesca era realizada basicamente por "pinda" e anzol de galho, se na turma toda tivesse um molinete era muito,  lembrando  que eles não eram profissionais, na verdade naquela época a pesca era realizada basicamente dessa maneira.  Não havia conscientização nem informação como hoje.   Caso os moderadores acharem que as fotos forem pesadas, podem deletar sem problema algum
    A Viagem demorava em torno de 48 h, percurso hj que realizamos em 13h .  A turma sempre tinha um caminhão onde iria os barcos motores, tralhas,  freezer, geradores e uma Veraneio "zera" pro pessoal .  Chegando no destino pelo menos mais um dia pra montar o acampamento. 
     Meu pai então com 27 anos. 

     
    Veraneio 

     
    Acampamento

     
    Figurino da época
    38 na cintura e 12 na mão. época que bandido tinha medo de roubar  kkkkkkkkk

     
    Nessa época era comum juntar todos peixes pra separar e carregar, na foto ali era uma Piraíba de 160kg pega na Pinda
     


      Meu Pai não sabia e não sabe nada, típico colete da época, kkkk

     

     


     

     
    Bom é isso , não sou de escrever muito, o correto seria meu Véio relatar, pois tem histórias marcantes em cada uma seja de brigas com onça, acidentes, carros quebrados, caminhão atolado,  barcos afundados, até de pescador que morreu e colocaram  o defunto no frezeer dos peixes  pra não estragar,   daria pra escrever um livro
    Como tudo na vida evolui, hoje meu pai é praticante de pesque solte.   45 anos depois: 

     
     
     
×
×
  • Criar Novo...