Ir para conteúdo

Olá amigo que está de passagem pelo Fórum Turma do Biguá (FTB).

É um enorme prazer tê-lo em nossa casa. O fórum é aberto a todos. Pra nós, tê-lo participando é sempre um prazer. Para utilizar nossa plataforma em sua totalidade, basta clicar em CADASTRE-SE e siga os passos seguintes. É fácil e em poucos segundos você estará interagindo com todos.

Para aqueles que já se cadastraram mas não se recordam dos seus nomes de usuário, SOLICITAMOS QUE NÃO EFETUE UM NOVO CADASTRO. Basta enviar um email para fbigua@gmail.com nos informando os dados que vc se recorda, que em pouco tempo resetaremos seu perfil e enviaremos os dados para você.

Qualquer dúvida basta ser enviada para o mesmo email acima mencionado.

Att. Equipe de Moderação do FTB

Fabrício Biguá Fabrício Biguá

Bem vindo ao Fórum Turma do Biguá

Sinta-se em casa. O Fórum Turma do Biguá há mais de 10 anos é a casa do pescador esportivo. Você encontrará milhares de informações sobre a pesca esportiva, náutica, camping, e tudo o que envolve o esporte mais praticado no Brasil. Contamos com a sua participação para deixar o nosso blog fórum ainda mais interessante. Seja muito bem vindo!!!

Confira os mais de 4.000 relatos postados pelos nossos amigos

Clique aqui e vá direto para a sala dos Relatos de Pescaria. São milhares de belíssimos relatos repleto de fotos, paixão e muito peixe grande. Aproveite para eternizar sua pescaria, publicando detalhes sobre a sua aventura.
Acesse agora

Apaixonados pelo Tucunaré Açu

Adoramos a pesca esportiva em todas as suas modalidades, independente do peixe escolhido, mas temos uma paixão especial pelo tucunaré de olhos vermelhos. Navegue em nossas páginas e saiba tudo sobre eles.

Mas esportividade é a nossa razão de ser

Pequenos, grandes, bagróides, redondos?!?! Não importa.

BASSBOAT BRASIL

Mais uma marca registrada do FTB. O Bassboat Brasil é o único fórum do Brasil que traz tudo sobre os barcos de pesca esportiva de alta performance.
Acesse agora
  • +26 °C
  • Cadastre-se
Fabrício Biguá

[Motores de popa] Saiba como usar, armazenar e muito mais...

Posts Recomendados

 

Tutorial de uso, armazenamento, funcionamento e manutenção de motores de popa de baixa cilindrada.

 

Percebi q vários usuários do fórum tem dúvida de como usar, armazenar, funcionar e manutenir corretamente seus motores de popa de baixa cilindrada. (15hp a 60Hp - todos 2T)

Tentarei criar um tutorial, com a ajuda de vários usuários do fórum, ainda na versão 1.0, para tentar ajudar na medida do possível, já q eu tb não sou especialista no assunto. Se tais passos forem levados em conta 95% dos problemas encontrados pelo utilizador do motor de popa poderão ser evitados/sanados.

Uma providência q julgo de extrema importância é a compra de um horímetro. Esse aparelho é facilmente instalado ao motor e tem por finalidade o registro do tempo de uso, em horas, do seu motor de popa. Com isso vc pode programar toda a manutenção dele.

Procure no Google por horímetro, Sendec, e veja se consegue adquirir um.

160585_400x400.jpg

Vale a dica.

Outra q considero importante é a compra de um "orelhão" ou "telefone" q nada mais é q uma peça onde vc conecta a mangueira de água ao motor para refrigerá-lo, quando fóra da água.

Imagem Postada

1 - Mangueira ligada.

2 - Orelhão ou telefone.

3 - "Mijada"

Vamos ao q interessa.

Para facilitar a leitura de um tópico tão grande e complexo, dividi o assunto nos seguites ítens:

Nas Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento eu falo:

- Para quem não está habituado a manipular motores de popa.

- Para usuários que já manipual bem seus motores de popa.

- Como calcular o arrasto ideal do seu motor.

- Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente

- Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?

Enquanto nas Dicas de manutenção eu falo sobre:

- Como trocar o óleo da transmissão

- Se o seu motor cair na água

- Como descarbonizar seu motor

- Como saber se seu motor está precisando ser retificado?

Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento

arrow::Para quem não está habituado a manipular motores de popa:

1 - Leia atentamente o manual do usuário antes de utilizar o seu motor pela primeira vez.

2 - Esteja devidamente habilitado (arrais amador) antes de utilizar seu motor em águas "públicas".

3 - Jamais, nunca, nem pense em pilotar embriagado.

4 - Apesar de vc estar motorizado ande sempre com o remo, jogo de ferramentas e salva-vidas a bordo.

5 - Utilize sempre gasolina de boa procedêcia e faça a mistura correta de óleo 2T/Gasolina. A mistura ideal de óleo 2T e gasolina deve ser de 1 litro de óleo 2T para 40 litros de gasolina. Para motores novos essa mistura é diferente, mais "gorda/rica", normalmente 1 litro de óleo 2T para apenas 25 litros de gasolina. Consulte o manual específico do seu motor e cheque a mistura ideal para motores novos.

6 - Antes abastecer seu tanque jogue um pouco de combustível dentro, balance o tanque e jogue fora esse combustível com prováveis resíduos do tanque.

7 - Cheque se o motor está corretamente afixado na embarcação.

8 - Use sempre o salva motor, que nada mais é q uma corda amarrada ao mesmo e presa na embarcação. Se por acaso o motor se soltar da embarcação, e isso acontece pode apostar, vc não perderá seu motor.

9 - Use a chave de ligar presa ao braço.

10 - Evite navegar com o acelerador totalmente aberto. Navegue a 80%. Além da diferença de velocidade não ser grande, o consumo de combustível será muito maior.

11 - Navegue sempre com o motor de popa destravado. (cuidado quando for dar marcha-ré).

12 - Mantenha a bordo uma reserva mínima de combustível. Se o piloto vacilar e se esquecer de conferir o tanque e o combustível acabar, uma reserva de 2 litros conseguirá tirá-lo do sufoco.

13 - Proporcionalmente quanto maior a cilindrada de um motor de popa maior será o consumo, né?!?! Essa resposta está ERRADA. Mas pq??? Porque a distância percorrida por um motorzão é muito maior q a pelo motorzinho....então, se um motorzinho for andar aquela mesma distância, com certeza gastará mais combustível. Por uma questão de peso de motor, tipo de embarcação, necessidade de percorrer grandes percursos, tática comercial e afins, ERRONEAMENTE se acredita q motores pequenos são mais econômicos.

14 - ATENÇÃO - Quando o seu motor estiver no cavalete (suporte de motor) funcionando com o auxílio do "orelhão" vc não deve acelerá-lo acima dos 1.500 RPM. A pressão da água na mangueira tem q fazer o seu motor "mijar" durante o funcionamento. Caso contrário ele irá aquecer.

15 - CUIDADO - Não é aconselhável engatar o motor funcionando no cavalete, mas se o fizer certifique-se de que ele está bem preso, não existam pessoas próximas a hélice e não acelere muito. Caso contrário vc poderá ficar sem uma perna.

arrow:: Para usuários que já manipulam bem seus motores de popa

1 - Se o seu motor estiver parado a vários meses/anos, antes de funcioná-lo vc deverá desmontar todo o carburador e checar o estado das juntas, giclês e etc. Se vc aplicou óleo de máquina, (ensinaremos como fazer isso mais abaixo) tem tudo para o sistema estar em boas condições de uso. Ainda assim é interessante dar uma limpada em tudo com querosene ou gasolina.

Retire a(s) vela(s), aplique um pouquinho de óleo (pode ser de máquina tb) na cabeça do pistão(ões) e puxe (algumas vezes) levemente a "cordinha" da partida. Se for guardar o motor muito tempo vc tb poderá fazer a mesma coisa. Tal procedimento tem por finalidade manter a integridade dos anéis, camisa(s) e pistão(ões). Como nosso combustível geralmente é de péssima qualidade, os resíduos de uma má queima podem gerar oxidação de tais peças, e vc, ao tentar ligar o motor sem seguir essa dica poderá riscar a camisa e comprometer a vida útil do motor.

2 - A hélice do motor deve estar sempre em ótimas condições. Amassados, quebrados, trincas e tals farão a transmissão vibrar, perdendo performance e comprometendo a durabilidade e vida útil.

3 - As dimensões da hélice devem ser proporcionais ao tipo de embarcação e sua utilização. Para entender a hidrodinâmica da hélice acesse o link abaixo.

http://www.nautibras.com.br/suporte/texto-007.htm

Antes de ligar o motor:

4 - Conecte a mangueira apenas no tanque já abastecido. Enfie com cuidado uma chave de fenda na esfera do encaixe da mangueira (na outra estremidade) e bombe a "perinha" para q o combustível novo passe limpando toda a mangueira.

5 - Conecte a mangueira no motor...bombe novamente a "perinha" até q ela fique cheia de combustível (dura). Puxe o afogador, acelere um pouquinho e tente a partida.

Antes de guardar o motor:

6 - Jamais guarde o seu motor com resíduos de água suja (barrenta ou salgada) no sistema de refrigeração dele. Dê um jeito de funcioná-lo em água limpa antes de guardá-lo. (orelhão, balde, piscina, etc.)

7 - Deixe-o funcionando até apagar desconectado da mangueira de combustível.

8 - Abra o capacete, retire o copinho/cuba do carburador e puxe a "cordinha" da partida para q todo o resíduo de combustível da tubulação seja "cuspido" fóra.

9 - Solte a mangueira de combustível q entra no carburador e aplique um pouquinho de óleo fino (tipo Singer de máquina) na tubulação. Esse óleo tem por finalidade lubrificar as juntas do carburador e evitar ressecamentos. Quando vc for ligar o motor novamente pela primeira vez ele funcionará muito mais facilmente.

arrow::Como calcular o arrasto ideal do seu motor:

1 - De acordo com o representante e importador dos motores Suzuki no Brasil, qualquer motor carburado, independente do numero de Hps, funcionando em stand by (funcionando parado), gasta 0,275 ml por HP/Hora:

15 Hp x 0.275 ml = 4,13 L/Hora

25 Hp x 0,275 ml = 6,88 L/Hora

40 Hp x 0,275 = 11 L/Hora

2 - Para se chegar ao Arrasto ideal da embarcação, usa-se a regra de 22 a 28 Kg por Hp do motor:

28 Kg x 15 Hp = 420 Kg

28 Kg x 25 Hp = 700 Kg

28 Kg x 40 Hp = 1120 Kg

Então vamos tentar exemplificar essa conta: (aproximadamente)

Barco de Alumínio 5m = 100Kg

Motor de Popa 15Hp = 30Kg

Caixa de Gelo = 20Kg

Motor Elétrico = 4Kg

Bateria 60Amp = 25Kg

Caixas de Isca (3) = 30Kg (já incluído máquina fotográfica, e toda a tralha)

Tanque de Combustível = 25Kg

Pescadores (3) = 240Kg (80Kg cada um)

Total aproximado = 474Kg

....ou seja...vc estará navegando com 54Kg a mais de peso q o ideal...Sua embarcação está sobre carregada, gerando um gasto de combustível maior, e navegando numa velocidade um pouco abaixo da "recomendável". Tenha paciência.

arrow::Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente)

1 - Vamos usar uma fórmula básica.

Citar

RPM X Relação X Passo X 0,0009469 = Velocidade Máxima Teórica

2 - Normalmente os motores de 15hp, 25hp e 40hp tem a relação da engrenagem da rabeta de 2.00:1, ou seja, a cada 2 voltas completas do eixo principal da transmissão a hélice dá 1 volta completa em torno do seu eixo. (os Mercury/Mariner são assim. Já o Sea Pro tem relação de 1.92:1. Cheque a relação do seu motor no manual do usuário)

3 - Usarei o Mercury Sea Pró de 25 Hp para exemplificar:

5600 x 0,521 x 13 x 0.0009469 = 35.91 milhas por hora x 1,85200 = 66,5 Km/h.

Essa é a velocidade máxima do motor navegando sozinho, sem piloto, barco ou outra coisa pra arrastar..kkkkk...

arrow:: Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?

Aqui está um dos maiores segredos em como tirar o máximo desempenho do seu motor/barco e garantir uma longa vida útil do seu motor. Tentarei usar uma linguagem o mais simples possível.

Para fazer esse teste vc precisará de um tacômetro instalado ao motor para saber o giro alcançado.

1 - Coloque o motor na sua embarcação + tanque cheio + 2 pescadores (+ ou - 150Kg).

2 - Já de motor quente acelere ao máximo e veja qual a rotação máxima atingida.

No caso de muito giro.

Citar

Se a rotação máxima do motor (informada pelo fabricante) for ultrapassada com facilidade a sua hélica está PEQUENA. Então vc precisa de uma hélice maior, ou de maior passo.

Veja se vc entende o funcionamento: Se a hélice está girando rápido demais vc precisar usar uma hélice com maior passo, ou q faça maior pressão na água. Aumentando essa resistência a hélice irá girar menos, fazendo o motor atingir o giro ideal, e o aproveitamento motor será maior.

No caso de pouco giro.

Citar

Se a rotação máxima do motor não for alcançada, ou ficar 20% abaixo da máxima, a sua hélice está GRANDE. Então vc precisa de uma hélice menor, ou de menor passo.

Entenda o funcionamento: Se a hélice está girando muito lentamente é pq a hélice está empurrando mais água do q deve, então, ao se diminuir o passo, a resistência feita pela hélice na água tb diminuirá, o giro irá subir, e o aproveitamento do motor será maior.

3 - Normalmente o diâmetro e o passo da hélice vem escrito na lateral dela. O Sea Pro da Mercury, por exemplo, está vindo de fábrica com a hélice 9.9 x 13.

9.9 = diâmetro

13 = passo

4- Faça as contas e veja qual a ideal para o seu motor.

Dicas de manutenção

Obs: O ideal é fazer a manutenção do seu motor a cada 50 horas de uso. (1ª revisão com 20h de uso)

Se precisar abrir o capacete do motor e mexer na parter mecânica dele durante a pescaria o faça perto da margem. É super comum ao se mexer (retirar parafusos, velas, cabos, e etc) deixar cair alguma coisa dentro d'água, então, o faça na margem, é beeeemmmm mais fácil recuperar algo q cair, além de estar melhor apoiado, mais pessoas poderão te auxiliar.

arrow::Como trocar o óleo da transmissão

1 - É ideal trocar o óleo da transmissão a cada 100 horas de uso (eu recomendo metade disso) ou a cada 6 meses de uso.

2 - Esteja com todas as ferramentas e o óleo específico de transmissão a mão. (vasilha para coletar o óleo, chave de fenda grande, seringa e estopas)

3 - Normalmente se indica óleo 90 para a transmissão, mas procure pelos óleos API-GL4 ou GL5. Vários óleos 90 são tipo GL3 ou GL2....ou seja, menos "tecnológicos". Compre o importado.

4 - Retire o parafuso do óleo da transmissão (o de baixo)....deixe todo o óleo escoar. Não jogue o óleo na água. O meio ambiente agradeçe.

5 - Depois retire o parafuso do óleo da transmissão da parte superior.

6 - Os parafusos geralmente são imantados, limpe-os antes de colocá-los novamente no lugar.

7 - O ideal é q vc tenha uma motolínea ou bomba de óleo q consiga "empurrar" o novo óleo de baixo para cima, assim evita-se a formação de bolhas dentro da transmissão, mas empurre o óleo de baixo para cima até q ele escoe pelo orifício superior. Feche os parafusos e pronto.

8 - Caso vc não tenha essa bomba, não tem problema. Feche o parafuso inferior e com uma seringa (sem agulha) coloque lentamente o óleo pelo orifício superior até q ele escoe. Feche e pronto.

arrow::Se o seu motor cair na água

1 - Retire as velas e vire-o de cabeça pra baixo para escoar a água q por ventura estejam na câmara de combustão.

2 - Jogue um pouco de gasolina (pode ser temperada) dentro do(s) cilindro(s), e ainda sem as velas, puxe a partida levemente e lentamente para q seja limpa e lubrificada a(s) câmara(s) de combustão. Repita o procedimento umas 3 vezes.

3 - Leve seu motor o mais rápido possível para um mecânico especializado.

4 - Caso vc esteja em plena pescaria e não tem outro motor, outra saída, e precisa desse, limpe as velas com combustível e deixe-as secar.

5 - Assopre e seque as cabeças dos cabos de velas.

6 - Retire a cuba do carburador, escoe a água/combustível de dentro e com a mangueira do tanque conectado ao motor, bombe a "perinha" e acelere o motor até "cuspir" gasolina nova. Tal procedimento tem por finalidade retirar a água do sistema.

7 - Seque todas as conexões elétricas do motor.

8 - Instale as velas no lugar.

9 - Feche tudo e tente a partida. Caso não dê certo repita todo o procedimento.

10 - Normalmente não entra água no óleo da transmissão, mas vale a pena checar. Se tiver como vc comprar óleo de transmissão nas proximidades ótimo, troca logo, caso contrário seu motor estará em risco. Retire o parafuso de escoamento do óleo da transmissão e veja se o óleo está esbranquiçado (sinal de água misturada com óleo).

arrow:: Como descarbonizar o motor

Obs: Vc irá na verdade descarbonizar a câmara de combustão. (pistão, anéis e cilindro)

Geralmente a cabeça do pistão é porosa e como nossa gasolina é "ótima", a má queima gera resíduos (carvão)...e esses resíduos se aderem na cabeça do pistão. Durante o funcionamento do motor esse carvão fica encharcado de combustível e como a temperatura da câmara é altíssima ele fica incandecente, gerando ainda mais calor a queima e consequentemente uma pré-ignição da mistura ar/combustível. Motor trabalhando mais quente menor será a vida útil. Lembrando q qualquer volume sólido dentro da câmara, no caso o carvão, aumentará a compressão do motor, aquecendo-o e diminuindo tb a vida útil.

1 - Esteja com todas as ferramentas a mão. (descarbonizante de boa qualidade - Wurtz e etc -, chave de vela e pano limpo. Lembrando q descarbonizante pode agredir plásticos, borrachas, amianto, a pintura do motor e outros componentes mais macios)

2 - Funcione o motor até q ele fique quente.

3 - Retire as velas e aplique o desengripante na cabeça dos pistões.

4 - Deixe o desengripante agir por 12h.

5 - Jogue gasolina dentro da câmara. Simule a partida levemente e lentamente (SEM AS VELAS). Alterne o ponto morto superior e inferior do outro pistão e jogue combustível novamente dentro da câmara. (lembrando q quando um pistão está no topo da câmara o outro está embaixo, alterne-os para fazer a limpeza).

6 - Quando vc simular a partida o pistão irá jogar todo o combustível sujo pra cima, uma melequeira só de carvão e gasolina, esteja com muito pano/estopa a mão para não deixar escorrer pelo exterior de todo o motor de popa.

7 - Repita essa lavagem até q saia apenas gasolina limpa da câmara.

8 - Deixe secar por por alguns minutos.

9 - Enquanto a câmara seca aproveite para limpar as velas e deixe-as secar.

10 - Instale novamente as velas e tente a partida.

arrow::Como saber se seu motor precisa ser retificado?

1 - A ferramenta para se checar a compressão do motor é chamada de relógio comparador de pressão de cilindros, ou medidor de compressão.

2 - Leve o seu motor até uma oficina mecânica ou adquira um medidor desses nas lojas de ferramentas.

3 - Retire uma vela do motor e rosqueie o medidor ao cilindro. (as outras velas continuam no lugar)

4 - Simule a partida como se fosse ligar o motor (rapidamente e com força). Claro q a chave de ignição deve estar fora do motor.

5 - Cheque no relógio o máximo de pressão conseguida. Se for inferior a 85PSI seu motor está precisando de trocar os pistões. E se estiver acima de 140PSI ele está com o cabeçote rebaixado, ou com muito carvão sobre o pistão indicando carbonização excessiva.

6 - Repita tal procedimento em todos os outros cilindros e se a diferença entre eles for maior q 10% vc tb deverá retificar o motor.

Bem...espero q tais dicas tenham sido úteis. Deu trabalho, aff. :good:

Grande abraço.

Fabrício Biguá

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom...

Quando for comprar o motor... já tenho todas as dicas para conservação!!! joia::: joia::: joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belo tópico Fabrício.

Achei o lance do horímetro muito interessante, gostaria de saber se pode ser instalado em motores manuais legal:: .

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dica:

Para fazer um "equipamento" para troca do oleo da transmissão: Compre uma saboneteira, aquelas para sabonete liquido que tem no banheiro, ou va a alguma farmacia de manipulação e compre um frasco com a bombinha em cima. Normalmente as roscas tem tamanho padrão, servindo em uma pet de 1 litro. Adapte uma mangueirinha de silicone no bico da bombinha e outra no "pescador", que chegue até o fundo da garrafa. Esta pronto um eficiente equipamento! joia::: joia:::

O teste da Hélice, que eu ja fiz várias vezes e conversei com vários mecanicos, tem que ser com o tanque cheio e apenas uma pessoa, sendo que o giro não pode passar do maximo recomendado pelo fabricante. Alguns motores tem 5500 como limite e outro podem chegar até 6000. Uma dica para tacômetro, caso não queira comprar um relogio, existem alguns multimetros, que no Mercadolivre custam cerca de 70 reais, que tem medidor de rpm para 2, 3 e 4 cilindros, sendo ligados no cabo de vela ou na saida da bobina. Fica bem em conta.

Para trocar o rotor de bomba d'agua é um pouco mais complicado, tendo que soltar a parte de baixo da rabeta. Tem um guia do cambio, que se não for encaixado corretamente pode ocorrer algum dano no motor. Mas assim que conseguir, tiro fotos passo a passo como trocar.

Outra dica, em motores mais antigos, normalmente a mangueira do tanque fica ressecada, e qndo enrolada acaba dobrando e trancando a passagem. Comprar uma nova sai caro pra kct, o que compensa é ir em uma casa especializada em mangueiras, e comprar mangueira utilizada em injeção eletronica, que suportam ate 6psi de pressao interna. Custa cerca de 5 reais o metro. Compre tbm presilhas de pressão, aquelas de metal que fazem pressão com parafuso.

Ja aconteceu cmgo de bater o motor em uma banca de areia/lama e entupir o sistema de refrigeração. Normalmente vai entupir perto do "mijador" do motor. Retire a "tampa" do motor, e siga a mangueira que vai até o mijador, sendo que em alguma parte vai ter um encaixe. Desconecte a mangueira e aponte para fora do motor. Tente funcionar. Se sair água, é o mijador que esta entupido, se não sair, calmaa... desligue o motor e espere um pouco esfriar a agua de dentro. Assopre a parte dela que segue para baixo, ou que é mais arriscado, sugue. Assim com a pressão vai acabar soltando o que esta obstruindo a mangueira. Se for no mijador, um arame fino resolve para desentupir.

Qndo o motor ficou muitooo tempo parado, mais de um ano... o ideal antes de funcionar ele é verificar o rotor de bomba d'agua, que pode estar ressecado, dilatado ou com as pás dele relaxadas, não refrigerando o motor direito. Não vale a pena correr o risco, sendo que uma peça dessas custa em média 25 a 30 reais (as paralelas).

Outra coisa que é bom ter em casa, são aquelas engraxadeiras, com bico para maquinas, que são meio padrões. A cada intervalo de 3 ou 6 meses sempre é bom aplicar graxa. Procure os bicos no motor e bombe até começar a sair em alguma parte. É bom deixar sair a graxa velha. Vair fazer uma melequeira danada, mas nada que um bom pedaço de estopa e um pouco de querosene não limpem. Depois lavar com sabão neutro o motor. Normamente esses bicos vão estar na "mesa", que é onde as partes do motor se articulam e para baixo tbm.

Sempre é bom ter na caixa de ferramentas, uns 2 pinos reservas para a hélice, que normalmente quando acontece de ter que trocar com o barco na água, pode cair, e se não tiver nada em mãos, fica meio complicado ehhehehe.

Velas reservas sempre são uteis. Tenha sempre um jogo ou mais na caixa de ferramentas.

Todo motor de popa deveria vir com relógios de tacometro e horimetro, massss fazer o que né... Já pensei em montar alguma coisa em um canto do barco, uma especie de painel com velocimetro, tacometro, horimetro e medidor de voltagem da bateria. Só que andei calculando, ia ficar salgado o negocio. Mas a ideia do multimetro fica bem em conta, ja ajudando bastante na hora de conferir o rpm do seu motor, pois não é nada recomendavel andar com o giro acima do recomendado.

Tenho uma duvida sobre o Militec. Usava na moto qndo fazia cross, sera que no motor de popa ele cumpre com as promessas? Que a proteção que ele faz é muito interessante, aderindo nas partes metalicas, diminuindo o atrito. Alguem tem algo a dizer?

Vamos lá pessoal, ajudem a fazer um tópico completo!

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Diego, não gosto muito de usar esses "produtos milagrosos" como Militec, B-12 e tantos outros que prometem até andar vários km. sem óleo. A Revista 4 Rodas fez um teste a alguns anos atraz e o resultado foi a retífica. medo:: medo:: medo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vlw turma...Todos nós podemos contribuir....basta começar a jogar no papel q a coisa aparece... alegre::

Show as dicas Diego... aplauso::

Acho q respondem em parte as dúvidas do Artur. Trocar a aranha é uma manutenção um pouco mais complicada, e só recomendo se tiverem experiência e tals...Desentupir é importante, pois vc pode passar aperto durante a sua pescaria, mas se a aranha estragar é bem provável q vc não tenha outra para reparar lá no mato.

E quanto ao Militec....tb já usamos em motos de cross...mas pra te falar a verdade não sou muito fão de produtos milagrosos. Prefiro o recomendado de fábrica e pronto. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Opa ia deixar passando em claro...

Coloca ai:

Óleo Quick Start, fabricante: Wurth (Próprio p/motores náuticos)

Ganhei um tubo deste produto e repasso para a turma.

Produto destinado a facilitar a partida em motores náuticos parados por muito tempo sem utilização.

Mode de usar: Aplicar diretamente na cuba do carburador ou na tbi se for ie (injection electronic), por 20 segundo dando a partida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Perfeito,

Sou totalmente leigo no assunto e não tenho idéia de quanto tempo levaria de leitura e pesquisas na net para assimilar tanta coisa que aprendi neste tópico em tão pouco tempo.

Valeu..Fabrício pela iniciativa e a todos os amigos que ajudaram e continuam apoiando a evolução deste importante tutorial.

aplauso:: aplauso::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício, olá,

me cadastrei (acho que de novo) pq mudei de e-mail, theliobraun53@gmail.com.

Muito bom o tópico relativo a motores.

Como alguém falou, tenho minhas dúvidas quanto à utilização de óleos e outros para descarbonizar câmaras de explosão e pistões. Pelo pouco que conheço de motores, se for o caso o melhor é abrir o cabeçote e fazer a devida limpeza, claro que isso deve ser feito por mecânico competente.

Outra coisa, fazer o teste da hélice (ou DO hélice, como dizem os marujos juramentados) é bastante complicado. Não haveria alguma literatura ou manual que pudesse exclarecer que tipos de hélices poderia ter um determinado motor? Por exemplo, tenho um Johnson 15, aquele branquinho antigo, em excelente estado. Será que poderia haver dicas em algum lugar para tirar essa dúvida? E para o Suzuki 15, modelo novo?

Sei que estou pedindo muito, mas para quem já teve que aguentar vc e o mandi-chorão do seu irmão lá no Macaquinho...

Abs,

Thelio Braun

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício, olá,

me cadastrei (acho que de novo) pq mudei de e-mail, theliobraun53@gmail.com.

Muito bom o tópico relativo a motores.

Como alguém falou, tenho minhas dúvidas quanto à utilização de óleos e outros para descarbonizar câmaras de explosão e pistões. Pelo pouco que conheço de motores, se for o caso o melhor é abrir o cabeçote e fazer a devida limpeza, claro que isso deve ser feito por mecânico competente.

Outra coisa, fazer o teste da hélice (ou DO hélice, como dizem os marujos juramentados) é bastante complicado. Não haveria alguma literatura ou manual que pudesse exclarecer que tipos de hélices poderia ter um determinado motor? Por exemplo, tenho um Johnson 15, aquele branquinho antigo, em excelente estado. Será que poderia haver dicas em algum lugar para tirar essa dúvida? E para o Suzuki 15, modelo novo?

Sei que estou pedindo muito, mas para quem já teve que aguentar vc e o mandi-chorão do seu irmão lá no Macaquinho...

Abs,

Thelio Braun

KKkkkk....seja muito bem vindo Braun....apresente-se melhor na nossa sala de apresentações.

Vc não sabe como é bom ver vc por aqui.

E pra turma q não sabe, o Braun foi quem me mostrou o tucunaré pela primeira vez, isso em 1986, quando pescávamos apenas com colheres...

O cara manda muito.

E Braun, se precisar de ajuda pra postar seu avatar, ou fotos me avise q eu te ajudo. legal::

E quanto ao seu motor....lá em cima, no tutorial, eu falo como se faz para saber a hélice correta para qualquer tipo de motor. Mas vamos lá novamente.

Para isso vc precisa ter instalado um tacômetro (RPM), instalar o seu motor no seu barco, e carregá-lo com 2 pescadores ( + ou - 160Kg ), além do tanque cheio....

Depois de aquecido o motor vc deverá acelerá-lo ao máximo e verificar a rotação atingida.

Se a rotação atingir o máximo, ou um pouco menos ( veja qual é a máxima do seu motor ), é pq a sua hélice está ideal para o seu motor.

Lembrando q se vc fizer posteriormente deslocamentos com apenas 1 dentro do barco ( apenas o piloto ), e com o barco sem carga alguma, essa rotação máxima será ultrapassada, comprometendo a vida útil do motor, então, frouxe a mão.

...mas voltando....se a sua embarcação carregada com 2 pescadores e tals...ficar longe de atingir a rotação máxima ( rotação muito baixa ), é pq a sua hélice está muito grande, ou seja, está criando uma resistência acima do necessário....então, vc terá q diminuir essa hélice para ela girar mais rápido e atingir uma velocidade maior.

...caso ocorra o contrário, o motor ultrapassar a rotação máxima com facilidade, vc deverá aumentá-la para tb aumentar a resistência dela com a água e diminuir a rotação.

Sacou?!?!??

Lembrando tb q temperatura, pressão e umidade do ar interferem no funcionamento dos motores....então, esteja preparado para entender as pequenas oscilações de desempenho sem uma causa "aparente". joia:::

...mas diga aí..quando iremos pescar novamente??!?!?? tchau::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1.

Sobre a descarbonização do motor. Tem um jeito prático de saber quando é necessário?

Existe uma peridiocidade em que isso deva ser feito?

Considerando que uso o motor com relativa frequencia (no máximo 1,5 mês sem uso, geralmente uso a cada 14 dias) e sempre uso podium. Preciso me preocupar com isso?

2.

Sobre a mangueira: as mangueiras dos motores importados (já vi acontecer em Mercury) não aguentam o álcool da nossa gasolina e com o tempo começam a se desmanchar internamente (literalmente). Fica a dica pra procurarem trocar a mangueira o quanto antes. Eu ainda não troquei a minha. ::medo::

3.

Hélice: cuidado com medidores de RPM tabajaras, uma medição errada pode resultar em danos ao trocar o hélice.

Muitos querem melhorar a performance e diminuir o consumo, mas quase nunca fazem a conta de quanto seria a diminuição de consumo em relação ao custo de um hélice novo. É bom pesar isso. Eu ia trocar a do meu (mercury 25 sea pro), mas depois de avaliar bem, resolvi deixar a original mesmo. Ia ter muito custo para quase nenhum aumento de performance e economia mínima.

4.

Nem todos os motores tem filtro de combustível. Para os que não tem, fica a dica de comprar um filtro de combustível (de moto ou carro mesmo) e adaptar ao sistema. Já ajuda a evitar problemas com eventuais sujeiras que entrem no tanque.

5.

Faltou alertar sobre o uso de gasolina velha, erro muito comum da maioria dos pescadores.

6.

Parabéns pelo tópico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

::tudo:: ::tudo:: Tópico show de bola, é só imprimir e começar a utilizar no dia a dia que sem dúvidas irá solucionar muitos problemas..

paranéns Fabricio pelo topico

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

PARABÉNS PELO TÓPICO

SHOW DE BOLA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tutorial de uso, armazenamento, funcionamento e manutenção de motores de popa de baixa cilindrada.

Percebi q vários usuários do fórum tem dúvida de como usar, armazenar, funcionar e manutenir corretamente seus motores de popa de baixa cilindrada. (15hp a 60Hp - todos 2T)

Tentarei criar um tutorial, com a ajuda de vários usuários do fórum, ainda na versão 1.0, para tentar ajudar na medida do possível, já q eu tb não sou especialista no assunto. Se tais passos forem levados em conta 95% dos problemas encontrados pelo utilizador do motor de popa poderão ser evitados/sanados.

Uma providência q julgo de extrema importância é a compra de um horímetro. Esse aparelho é facilmente instalado ao motor e tem por finalidade o registro do tempo de uso, em horas, do seu motor de popa. Com isso vc pode programar toda a manutenção dele.

Procure no Google por horímetro, sendec, e veja se consegue adquirir um.

Imagem Postada

Vale a dica.

Outra q considero importante é a compra de um "orelhão" ou "telefone" q nada mais é q uma peça onde vc conecta a mangueira de água ao motor para refrigerá-lo, quando fóra da água.

Imagem Postada

1 - Mangueira ligada.

2 - Orelhão ou telefone.

3 - "Mijada"

Vamos ao q interessa.

Para facilitar a leitura de um tópico tão grande e complexo, dividi o assunto nos seguites ítens:

Nas Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento eu falo:

- Para quem não está habituado a manipular motores de popa.

- Para usuários que já manipual bem seus motores de popa.

- Como calcular o arrasto ideal do seu motor.

- Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente

- Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?

Enquanto nas Dicas de manutenção eu falo sobre:

- Como trocar o óleo da transmissão

- Se o seu motor cair na água

- Como descarbonizar seu motor

- Como saber se seu motor está precisando ser retificado?

Dicas de utilização, armazenamento e funcionamento

arrow:: Para quem não está habituado a manipular motores de popa:

1 - Leia atentamente o manual do usuário antes de utilizar o seu motor pela primeira vez.

2 - Esteja devidamente habilitado (arrais amador) antes de utilizar seu motor em águas "públicas".

3 - Jamais, nunca, nem pense em pilotar embreagado.

4 - Apesar de vc estar motorizado ande sempre com o remo, jogo de ferramentas e salva-vidas a bordo.

5 - Utilize sempre gasolina de boa procedêcia e faça a mistura correta de óleo 2T/Gasolina. A mistura ideal de óleo 2T e gasolina deve ser de 1 litro de óleo 2T para 40 litros de gasolina. Para motores novos essa mistura é diferente, mais "gorda/rica", normalmente 1 litro de óleo 2T para apenas 25 litros de gasolina. Consulte o manual específico do seu motor e cheque a mistura ideal para motores novos.

6 - Antes abastecer seu tanque jogue um pouco de combustível dentro, balance o tanque e jogue fora esse combustível com prováveis resíduos do tanque.

7 - Cheque se o motor está corretamente afixado na embarcação.

8 - Use sempre o salva motor, que nada mais é q uma corda amarrada ao mesmo e presa na embarcação. Se por acaso o motor se soltar da embarcação, e isso acontece pode apostar, vc não perderá seu motor.

9 - Use a chave de ligar presa ao braço.

10 - Evite navegar com o acelerador totalmente aberto. Navegue a 80%. Além da diferença de velocidade não ser grande, o consumo de combustível será muito maior.

11 - Navegue sempre com o motor de popa destravado. (cuidado quando for dar marcha-ré).

12 - Mantenha a bordo uma reserva mínima de combustível. Se o piloto vacilar e se esquecer de conferir o tanque e o combustível acabar, uma reserva de 2 litros conseguirá tirá-lo do sufoco.

13 - Proporcionalmente quanto maior a cilindrada de um motor de popa maior será o consumo, né?!?! Essa resposta está ERRADA. Mas pq??? Porque a distância percorrida por um motorzão é muito maior q a pelo motorzinho....então, se um motorzinho for andar aquela mesma distância, com certeza gastará mais combustível. Por uma questão de peso de motor, tipo de embarcação, necessidade de percorrer grandes percursos, tática comercial e afins, ERRONEAMENTE se acredita q motores pequenos são mais econômicos.

14 - ATENÇÃO - Quando o seu motor estiver no cavalete (suporte de motor) funcionando com o auxílio do "orelhão" vc não deve acelerá-lo acima dos 1.500 RPM. A pressão da água na mangueira tem q fazer o seu motor "mijar" durante o funcionamento. Caso contrário ele irá aquecer.

15 - CUIDADO - Não é aconselhável engatar o motor funcionando no cavalete, mas se o fizer certifique-se de que ele está bem preso, não existam pessoas próximas a hélice e não acelere muito. Caso contrário vc poderá ficar sem uma perna.

arrow:: Para usuários que já manipulam bem seus motores de popa

1 - Se o seu motor estiver parado a vários meses/anos, antes de funcioná-lo vc deverá desmontar todo o carburador e checar o estado das juntas, giclês e etc. Se vc aplicou óleo de máquina, (ensinaremos como fazer isso mais abaixo) tem tudo para o sistema estar em boas condições de uso. Ainda assim é interessante dar uma limpada em tudo com querosene ou gasolina.

Retire a(s) vela(s), aplique um pouquinho de óleo (pode ser de máquina tb) na cabeça do pistão(ões) e puxe (algumas vezes) levemente a "cordinha" da partida. Se for guardar o motor muito tempo vc tb poderá fazer a mesma coisa. Tal procedimento tem por finalidade manter a integridade dos anéis, camisa(s) e pistão(ões). Como nosso combustível geralmente é de péssima qualidade, os resíduos de uma má queima podem gerar oxidação de tais peças, e vc, ao tentar ligar o motor sem seguir essa dica poderá riscar a camisa e comprometer a vida útil do motor.

2 - A hélice do motor deve estar sempre em ótimas condições. Amassados, quebrados, trincas e tals farão a transmissão vibrar, perdendo performance e comprometendo a durabilidade e vida útil.

3 - As dimensões da hélice devem ser proporcionais ao tipo de embarcação e sua utilização. Para entender a hidrodinâmica da hélice acesse o link abaixo.

http://www.nautibras.com.br/suporte/texto-007.htm

Antes de ligar o motor:

4 - Conecte a mangueira apenas no tanque já abastecido. Enfie com cuidado uma chave de fenda na esfera do encaixe da mangueira (na outra estremidade) e bombe a "perinha" para q o combustível novo passe limpando toda a mangueira.

5 - Conecte a mangueira no motor...bombe novamente a "perinha" até q ela fique cheia de combustível (dura). Puxe o afogador, acelere um pouquinho e tente a partida.

Antes de guardar o motor:

6 - Jamais guarde o seu motor com resíduos de água suja (barrenta ou salgada) no sistema de refrigeração dele. Dê um jeito de funcioná-lo em água limpa antes de guardá-lo. (orelhão, balde, piscina, etc.)

7 - Deixe-o funcionando até apagar desconectado da mangueira de combustível.

8 - Abra o capacete, retire o copinho/cuba do carburador e puxe a "cordinha" da partida para q todo o resíduo de combustível da tubulação seja "cuspido" fóra.

9 - Solte a mangueira de combustível q entra no carburador e aplique um pouquinho de óleo fino (tipo Singer de máquina) na tubulação. Esse óleo tem por finalidade lubrificar as juntas do carburador e evitar ressecamentos. Quando vc for ligar o motor novamente pela primeira vez ele funcionará muito mais facilmente.

arrow:: Como calcular o arrasto ideal do seu motor:

1 - De acordo com o representante e importador dos motores Suzuki no Brasil, qualquer motor carburado, independente do numero de Hps, funcionando em stand by (funcionando parado), gasta 0,275 ml por HP/Hora:

15 Hp x 0.275 ml = 4,13 L/Hora

25 Hp x 0,275 ml = 6,88 L/Hora

40 Hp x 0,275 = 11 L/Hora

2 - Para se chegar ao Arrasto ideal da embarcação, usa-se a regra de 22 a 28 Kg por Hp do motor:

28 Kg x 15 Hp = 420 Kg

28 Kg x 25 Hp = 700 Kg

28 Kg x 40 Hp = 1120 Kg

Então vamos tentar exemplificar essa conta: (aproximadamente)

Barco de Alumínio 5m = 100Kg

Motor de Popa 15Hp = 30Kg

Caixa de Gelo = 20Kg

Motor Elétrico = 4Kg

Bateria 60Amp = 25Kg

Caixas de Isca (3) = 30Kg (já incluído máquina fotográfica, e toda a tralha)

Tanque de Combustível = 25Kg

Pescadores (3) = 240Kg (80Kg cada um)

Total aproximado = 474Kg

....ou seja...vc estará navegando com 54Kg a mais de peso q o ideal...Sua embarcação está sobre carregada, gerando um gasto de combustível maior, e navegando numa velocidade um pouco abaixo da "recomendável". Tenha paciência.

arrow:: Como saber a velocidade máxima alcançada pelo seu motor: (teóricamente)

1 - Vamos usar uma fórmula básica.

RPM X Relação X Passo X 0,0009469 = Velocidade Máxima Teórica

2 - Normalmente os motores de 15hp, 25hp e 40hp tem a relação da engrenagem da rabeta de 2.00:1, ou seja, a cada 2 voltas completas do eixo principal da transmissão a hélice dá 1 volta completa em torno do seu eixo. (os Mercury/Mariner são assim. Já o Sea Pro tem relação de 1.92:1. Cheque a relação do seu motor no manual do usuário)

3 - Usarei o Mercury Sea Pró de 25 Hp para exemplificar:

5600 x 0,521 x 13 x 0.0009469 = 35.91 milhas por hora x 1,85200 = 66,5 Km/h.

Essa é a velocidade máxima do motor navegando sozinho, sem piloto, barco ou outra coisa pra arrastar..kkkkk...

arrow:: Como saber se a hélice do seu motor é a mais apropriada para o seu barco?

Aqui está um dos maiores segredos em como tirar o máximo desempenho do seu motor/barco e garantir uma longa vida útil do seu motor. Tentarei usar uma linguagem o mais simples possível.

Para fazer esse teste vc precisará de um tacômetro instalado ao motor para saber o giro alcançado.

1 - Coloque o motor na sua embarcação + tanque cheio + 2 pescadores (+ ou - 150Kg).

2 - Já de motor quente acelere ao máximo e veja qual a rotação máxima atingida.

No caso de muito giro.

Se a rotação máxima do motor (informada pelo fabricante) for ultrapassada com facilidade a sua hélica está PEQUENA. Então vc precisa de uma hélice maior, ou de maior passo.

Veja se vc entende o funcionamento: Se a hélice está girando rápido demais vc precisar usar uma hélice com maior passo, ou q faça maior pressão na água. Aumentando essa resistência a hélice irá girar menos, fazendo o motor atingir o giro ideal, e o aproveitamento motor será maior.

No caso de pouco giro.

Se a rotação máxima do motor não for alcançada, ou ficar 20% abaixo da máxima, a sua hélice está GRANDE. Então vc precisa de uma hélice menor, ou de menor passo.

Entenda o funcionamento: Se a hélice está girando muito lentamente é pq a hélice está empurrando mais água do q deve, então, ao se diminuir o passo, a resitência feita pela hélice na água tb diminuirá, o giro irá subir, e o aproveitamento do motor será maior.

3 - Normalmente o diâmetro e o passo da hélice vem escrito na lateral dela. O Sea Pro da Mercury, por exemplo, está vindo de fábrica com a hélice 9.9 x 13.

9.9 = diâmetro

13 = passo

4- Faça as contas e veja qual a ideal para o seu motor.

Dicas de manutenção

Obs: O ideal é fazer a manutenção do seu motor a cada 50 horas de uso. (1ª revisão com 20h de uso)

Se precisar abrir o capacete do motor e mexer na parter mecânica dele durante a pescaria o faça perto da margem. É super comum ao se mexer (retirar parafusos, velas, cabos, e etc) deixar cair alguma coisa dentro d'água, então, o faça na margem, é beeeemmmm mais fácil recuperar algo q cair, além de estar melhor apoiado, mais pessoas poderão te auxiliar.

arrow:: Como trocar o óleo da transmissão

1 - É ideal trocar o óleo da transmissão a cada 100 horas de uso (eu recomendo metade disso) ou a cada 6 meses de uso.

2 - Esteja com todas as ferramentas e o óleo específico de transmissão a mão. (vasilha para coletar o óleo, chave de fenda grande, seringa e estopas)

3 - Normalmente se indica óleo 90 para a transmissão, mas procure pelos óleos API-GL4 ou GL5. Vários óleos 90 são tipo GL3 ou GL2....ou seja, menos "tecnológicos". Compre o importado.

4 - Retire o parafuso do óleo da transmissão (o de baixo)....deixe todo o óleo escoar. Não jogue o óleo na água. O meio ambiente agradeçe.

5 - Depois retire o parafuso do óleo da transmissão da parte superior.

6 - Os parafusos geralmente são imantados, limpe-os antes de colocá-los novamente no lugar.

7 - O ideal é q vc tenha uma motolínea ou bomba de óleo q consiga "empurrar" o novo óleo de baixo para cima, assim evita-se a formação de bolhas dentro da transmissão, mas empurre o óleo de baixo para cima até q ele escoe pelo orifício superior. Feche os parafusos e pronto.

8 - Caso vc não tenha essa bomba, não tem problema. Feche o parafuso inferior e com uma seringa (sem agulha) coloque lentamente o óleo pelo orifício superior até q ele escoe. Feche e pronto.

arrow:: Se o seu motor cair na água

1 - Retire as velas e vire-o de cabeça pra baixo para escoar a água q por ventura estejam na câmara de combustão.

2 - Jogue um pouco de gasolina (pode ser temperada) dentro do(s) cilindro(s), e ainda sem as velas, puxe a partida levemente e lentamente para q seja limpa e lubrificada a(s) câmara(s) de combustão. Repita o procedimento umas 3 vezes.

3 - Leve seu motor o mais rápido possível para um mecânico especializado.

4 - Caso vc esteja em plena pescaria e não tem outro motor, outra saída, e precisa desse, limpe as velas com combustível e deixe-as secar.

5 - Assopre e seque as cabeças dos cabos de velas.

6 - Retire a cuba do carburador, escoe a água/combustível de dentro e com a mangueira do tanque conectado ao motor, bombe a "perinha" e acelere o motor até "cuspir" gasolina nova. Tal procedimento tem por finalidade retirar a água do sistema.

7 - Seque todas as conexões elétricas do motor.

8 - Instale as velas no lugar.

9 - Feche tudo e tente a partida. Caso não dê certo repita todo o procedimento.

10 - Normalmente não entra água no óleo da transmissão, mas vale a pena checar. Se tiver como vc comprar óleo de transmissão nas proximidades ótimo, troca logo, caso contrário seu motor estará em risco. Retire o parafuso de escoamento do óleo da transmissão e veja se o óleo está esbranquiçado (sinal de água misturada com óleo).

arrow:: Como descarbonizar o motor

Obs: Vc irá na verdade descarbonizar a câmara de combustão. (pistão, anéis e cilindro)

Geralmente a cabeça do pistão é porosa e como nossa gasolina é "ótima", a má queima gera resíduos (carvão)...e esses resíduos se aderem na cabeça do pistão. Durante o funcionamento do motor esse carvão fica encharcado de combustível e como a temperatura da câmara é altíssima ele fica incadecente, gerando ainda mais calor a queima e consequentemente uma pré-ignição da mistura ar/combustível. Motor trabalhando mais quente menor será a vida útil. Lembrando q qualquer volume sólido dentro da câmara, no caso o carvão, aumentará a compressão do motor, aquecendo-o e diminuindo tb a vida útil.

1 - Esteja com todas as ferramentas a mão. (descarbonizante de boa qualidade - Wurtz e etc -, chave de vela e pano limpo. Lembrando q descarbonizante pode agredir plásticos, borrachas, amianto, a pintura do motor e outros compontes mais macios)

2 - Funcione o motor até q ele fique quente.

3 - Retire as velas e aplique o desengripante na cabeça dos pistões.

4 - Deixe o desengripante agir por 12h.

5 - Jogue gasolina dentro da câmara. Simule a partida levemente e lentamente. Alterne o ponto morto superior e inferior do outro pistão e jogue combustível novamente dentro da câmara. (lembrando q quando um pistão está no topo da câmara o outro está embaixo, alterne-os para fazer a limpeza)

6 - Quando vc simular a partida o pistão irá jogar todo o combustível sujo pra cima, uma melequeira só de carvão e gasolina, esteja com muito pano/estopa a mão para não deixar escorrer pelo exterior de todo o motor de popa.

7 - Repita essa lavagem até q saia apenas gasolina limpa da câmara.

8 - Deixe secar por por alguns minutos.

9 - Enquanto a câmara seca aproveite para limpar as velas e deixe-as secar.

10 - Instale novamente as velas e tente a partida.

arrow:: Como saber se seu motor precisa ser retificado?

1 - A ferramenta para se checar a compressão do motor é chamada de relógio comparador de pressão de cilindros, ou medidor de compressão.

2 - Leve o seu motor até uma oficina mecânica ou adquira um medidor desses nas lojas de ferramentas.

3 - Retire uma vela do motor e rosqueie o medidor ao cilindro. (as outras velas continuam no lugar)

4 - Simule a partida como se fosse ligar o motor (rapidamente e com força). Claro q a chave de ignição deve estar fora do motor.

5 - Cheque no relógio o máximo de pressão conseguida. Se for inferior a 85PSI seu motor está precisando de trocar os pistões. E se estiver acima de 140PSI ele está com o cabeçote rebaixado, ou com muito carvão sobre o pistão indicando carbonização excessiva.

6 - Repita tal procedimento em todos os outros cilindros e se a diferença entre eles for maior q 10% vc tb deverá retificar o motor.

Bem...espero q tais dicas tenham sido úteis. Deu trabalho, aff. joia::: rindo3::

Grande abraço.

Fabrício Biguá

Ainda temos um excelente tópico, de onde partiu a idéia desse tutorial, q vale a pena ser consultado.

Como fazer manutenção de motores de popa em casa.

viewtopic.php?f=3&t=5880

Para quem quiser saber como funciona um motor 4T ou 2T acessem o tópico abaixo. Lá vc encontrará imagens mostrando todos os tempos e etc.

viewtopic.php?f=3&t=6035

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×