Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''SIRN''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Informações de caráter geral do FTB
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Iniciação ao Fórum e Informações Gerais
    • Novos Usuários. Começem por aqui, apresentem-se.
    • Mostre o seu maior peixe. Poste o seu recorde pessoal
    • Tutoriais - Entendendo o fórum.
    • Dúvidas, Sugestões e Críticas ao FTB???
  • Conversas e Descontração
    • Sala do Bate Papo
    • Aniversariantes do Dia
  • Equipamentos de Pesca
    • Varas, Carretilhas/Molinetes, Iscas e Linhas
    • Acessórios de Pesca e Camping
    • Eletrônicos
    • Náutica
    • Poste aqui as fotos do seu barco.
    • Builders. Personalização de Varas, Carretilhas, Iscas e etc.
  • Pesca Esportiva
    • Assuntos Gerais sobre a Pesca
    • Sala Vintage - Fotos e "causos" muito antigos.
    • Pegou as manhas? Quer Ensinar? Compartilhe sua experiência conosco.
    • Relatos de Pescarias
    • Convites de Pescaria
    • Aprovado ou Desaprovado?
    • Ambientalismo e Legislação de Pesca - Cantinho do JCKruel
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • BassBoat Brasil
    • Assuntos Gerais sobre BassBoats.
    • Desempenho, Acertos e Regulagens.
    • Poste aqui as fotos/vídeos do seu BassBoat.
    • Classificados BassBoats.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Classificados de "Tráias de Pesca".
    • Classificados de barcos, motores, carretas, ranchos de pesca, carros, e etc..
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 28 registros

  1. Fabrício Biguá

    Sobre a "licitação" dos rios em SIRN.

    Postei este assunto em outro tópico mas eu não sou cadeado para ficar guardando segredo. Pago meus impostos, não devo ninguém, e acho q todos vocês deveriam saber o q ocorreu neste processo. Na verdade o que ocorreu nessa licitação foi o seguinte: - Uneiuxi = acima da placa, dentro da tribo, uma empresa que nunca esteve em SIRN ganhou a licitação, mas colocou a velha conhecida de guerra pra operar lá dentro, o que é proibido pelo edital. Vai dar rôlo, mas em nada influenciou a pesca por lá, já que o Roçado era TI. - Jurubaixi = o rio foi dividido em duas partes (boca para o meio, e do meio para a cabeceira)...Duas empresas (três, na verdade) ganharam e estarão operando nele. Não posso falar nada sobre estes ganhadores porque os conhecidos operadores de SIRN não ofereceram lances neste rio. - Téa e Aiuanã = apesar de ser considerado "TI", não há comunidade ou povo morando em suas margens. Na verdade foi uma jogada esperta dos órgãos indigenistas para conseguirem arrecadar um trocado futuramente dos operadores. Essa questão da TI que vem ocorrendo no Brasil é muito desgastante. E por ser desgastante, os interessados, os pseudos índios, os caboclos e espertalhões de plantão, estão conseguindo êxito a cada dia. Pior, temos pessoas nossas, sim, pescadores esportivos conhecidos que estão trabalhando em prol deste avanço. São técnicos super capacitados que se venderam para as maracutaias lá de cima. Tem um caso que preciso repassar pra vcs. Estivemos na FUNAI aqui de Brasília para tratar da licitação na região de SIRN. Na reunião, que em princípio achávamos ser séria, foi exposto tudo o q estava ocorrendo lá pra cima, e que aqueles povos precisavam "aproveitar melhor suas terras e águas", que a lei tem evoluído, todo o certame foi lido, e por aí vai....mas um representante da FUNAI, biólogo, e ex-funcionário do Ministério da Pesca (acho q ex) em específico, o cara envolvido nos estudos feitos no rio, disse a todos os operadores que, depois de enviarem as suas propostas, estes não poderiam entrar em contato com as tribos/comunidades ribeirinhas e forçar sua aceitação ou oferecer algum $$$ para não influenciar na licitação. Caso isso ocorresse, a empresa seria imediatamente excluída do processo. Confesso que acreditei na conversa dita por ele. Era um cara que sabia da relação dele com uma quadrilha q tem ganhado projeção lá pra cima...mas, inocentemente, acreditei no trabalho que ele estava desempenhando para a FUNAI. Licitação feita, e foi aí q todos os operadores de Barcelos e SIRN se surpreenderam com a notícia de que uma empresa do Mato Grosso, ou do Pará, havia ganhado a licitação. Ninguém tinha sequer ouvido falar nesta empresa e, na reunião, não havia qualquer representante desta. Pior, no edital estava claro que qualquer consórcio de empresas que quisesse participar, deveria se fundir antes de oferecer lances. E que, ERA PROIBIDO, o repasse da operação do ganhador para terceiros. Ao vasculhar informações sobre esta empresa gananhadora no Facebook, não é que me deparo com fotos e mais fotos daquele "representante da FUNAI" pescando na operação deles?!?! O mesmo cara envolvido nos estudos, envolvido com o cara do IBAMA que fecha rios na cara dura, envolvido com a mesma empresa que fez de tudo para ganhar no Marié, e por aí vai. Ou seja, uma verdadeira quadrilha montada para tomar nossos rios. Turma...muitas empresas gastaram dinheiro acreditando no processo. Muitos saíram de outros Estados para esta reunião na FUNAI... E para acabar de vez com tudo, não é que uma empresa estrangeira passou a anunciar os pacotes lá nos EUA da operação no Uneiuxi?!?! Sendo q não foi ela a vencedora!!! Sim, cara deu a dica para uma empresa estranha a região (em conluio com esta estrangeira), assediou os índios para que aceitassem a proposta ofertada por eles, e de quebra não cumpriu um edital em que ele mesmo trabalhou. É pra acabar mesmo! Os caras fizeram um estudo de esforço de pesca durante 1 única semana no Uneiuxi. A água estava alta, ruim de peixe, usaram um ou dois barquinhos, fizeram um relatório de algo que precisaria de anos de estudo para ser sério. E preparem-se, eles estão ganhando bem $$$ para fazer o mesmo procedimento em outras áreas de todo o Amazonas próximas a TI. Se tem rio bom de pesca, eles fazem estudos fajutos para justificar uma licitação de cartas marcadas. Já disse por aí...Um dia eu vou vê-los todos indiciados e presos. Um dia a casa deles vai cair, pode apostar. Mais uma denúncia foi feita...Eles acham q não vai dar nada, mas, no dia que der, será uma avalanche na cabeça deles. Espero mesmo, que a justiça e a vergonha leve tudo o q eles tem. Aposto q ele espalha por aí que isso é conversa de perdedor e blá-blá-blá...Mas o cara deveria ter vergonha de não se declarar, no mínimo, suspeito no processo. Imagine liderar uma equipe responsável por esta transição destas?!?! Estamos fudidos como povo e nação. Mas torço mesmo, para q os filhos destes FDP nunca consigam pescar um açu de verdade lá pra cima.
  2. Bom dia, amigos do FTB. Estou ofertando algumas vagas avulsas e disponibilizando 1 super data q se abriu em nossa agenda. Lembrando que a turma que fechar esta semana, terá preferência na mesma semana, no ano de 2019. Vamos iniciar pelas vagas avulsas: - Barco: Angatu Mirim - Data: de 24 a 31 de agosto - Saída: Santa Isabel do Rio Negro - Número de vagas: 1 vaga - Barco: Angatu Angatu - Data: de 09 a 16 de setembro - Saída: Barcelos - Número de vagas: 2 vagas E aqui a super semana que se abriu: - Barco: Angatu Açu - Data: de 21 a 38 de setembro - Saída: Santa Isabel do Rio Negro - Número de vagas: 16 vagas * Valor super especial Aguardamos o contato dos interessados através do email barcoangatu@outlook.com Podem falar diretamente comigo. Ainda temos algumas vagas e semanas livres a preço super em conta. Como o Fabrício diz, apesar do pacote não ser barato, a nossa diária ainda é uma das mais baratas de todo o Brasil. Ligue e compare. Abraços, Fernanda Maritan. 0XX 16 3951 1070 0XX 16 99773 6639 http://www.barcosangatu.com.br
  3. Amigos, li em algum lugar que o melhor horário para pesca dos açus é por volta das 12h, com Sol a pico e temperatura bem quente. Estareiem SIRN e gostaria de saber se esta informação procede. Grato
  4. Ainda há esperança. Vereadores de SIRN e Barcelos estarão na próxima terça-feira reunidos com o Ministro da Justiça aqui em Brasília. Vereadores da Câmara Municipal de Santa Isabel do Rio Negro. Charlem de Albuquerque, Evandro Alberto Aquino e Lazaro Teixeira, viajaram para Manaus na manhã desde sábado (14), o destino é Brasilia, onde juntos com mais três vereadores da Câmara municipal de Barcelos irão se encontrar com o Ministro da Justiça Torquato Jardim, a reunião é na tarde desta terça feira (17), no Ministério da Justiça em Brasilia. Entre as pautas está a a demarcação da terras indígenas dos rios dos municípios de médio rio negro. As comissões dos poderes legislativo, levam em mãos relatórios e videos gravados, onde pessoas não concordam demarcações das terras. Atualmente ONGs estariam em posse de aproximante 80% das terras indígenas em Santa Isabel do Rio Negro. Os vereadores ainda visitarão o Ministério da Educação e Ministério da Saúde. Fonte: Prefeitura Municipal de Santa Isabel do Rio Negro - AM. Peço-lhe encarecidamente que leia o que está escrito nestas imagens abaixo (trecho da CPI da FUNAI). Consegui chamar a sua atenção?!?! E isso não é nada. Leiam todos os autos da CPI da FUNAI para vcs cairem da cadeira (o link para download está no final do tópico). Entenda agora o que está ocorrendo em SIRN e em Barcelos. Os vereadores demoraram a agir, mas agora acho q vai. Por sorte a demarcação da Ti-Jurubaixi-Tea acertou, sem querer, o legislativo de Barcelos. Sim, o de Barcelos. Quando os vereadores de Barcelos resolveram agir, conseguiram convencer os vereadores de SIRN dos prejuízos já causados ao município com a demarcação da TI citada acima. Imaginem se a TI for homologada?!?! Lascou-se tudo. Mas vamos pelo começo. O Rio Jurubaixi faz a divisa dos municípios de Barcelos e de SIRN, fazendo com que os vereadores da primeira rapidamente agissem junto ao seu povo ribeirinho que não quer, de forma alguma, a demarcação no município de Barcelos. E porque eles não querem?!?! Pq está mais que provado que estas ONGs só querem ampliar o cinturão indígena do norte do País. O ISA apresentou 82 projetos de 2007 pra cá (num total de 2.5 bilhões de reais), sendo que nenhum destes projetos tirou os indígenas da situação de miséria que alguns vivem atualmente. Vcs se lembram do Rio Unini (reserva extrativista)?!?! Prometeram várias vantagens as comunidades ribeirinhas daquele rio (no fundo queriam extorquir os operadores de turismo). Ocorre que os conflitos foram tantos (entre pescadores profissionais, comunidades e operadores de pesca esportiva gringos e brasileiros), que o judiciário resolveu interceder na briga e proibiu o acesso de todos ao rio. Sabe o resultado disso?!?! Dezenas ou centenas de moradores do Unini estão se mudando para Barcelos. Sim, as comunidades ribeirinhas "faliram" e estão indo pra cidade tentar coisa melhor. Aqui um trecho do depoimento de um morador ribeirinho na CPI da FUNAI. O Sr. Adalberto Rodrigues da Cunha, 63 anos, caseiro e pescador, nascido em Barcelos na Comunidade de Guajará, profundo conhecedor dos rios da região, afirma: “Sou totalmente contra o processo de demarcação em Barcelos, se demarcar vai prejudicar muita gente e gerar um grande mal ao povo de Barcelos. Se demarcar vai ser uma grande calamidade, aqui ninguém tem emprego e todo mundo precisa sobreviver. Não pode ser demarcado. Outros lugares que foi demarcado, o povo foi abandonado, porque aqui vai ser diferente? Como fica o pescador, o piaçabeiro, o extrativista? Quem vai cuidar desse pessoal todo que mora em Barcelos? As pessoas que assinaram a favor de demarcação (ele se refere aos que foram classificados como índios), nem sabem o que vai acontecer depois de demarcado, ninguém tem informação correta de nada. Caboclo é caboclo, índio é índio, concluiu seu Adalberto”. Em Barcelos existem várias associações, tais como de pescadores (esportivos ou profissionais), de piaçabeiros, de catadores de peixe ornamental, de sova, de breu (tipo de seiva q serve para calafetar barcos), e etc...São muitas, mas muitas famílias que perderiam o seu ganha pão com a demarcação das TI. Ocorre que o Rio Jurubaixi faz parte de Barcelos, não tendo o poder público sequer sido notificado ou participado da demarcação sorrateira ocorrida em 2015, o que contraria as condicionantes do STF. Sorrateira porque a FUNAI e ONGs financiadas por gringos agiram rapidamente em SIRN, quando o prefeito e vários parlamentares do município foram afastados/presos por compra de votos e outras falcatruas ocorridas, ou seja, quando o município ficou sabendo, o estudo já estava publicado no DOU, com a versão de antropólogos comprados pela FUNAI. Pior, eles estão ampliando a TI Rio Negro II, que começa em SIRN e vai até a fronteira com a Colômbia e outros países a noroeste, o que também contraria as condicionantes do STF. Essa cambada agiu rapidamente, sem notificar o poder público municipal e fez algumas reuniões com as 03 comunidades ribeirinhas de SIRN (sendo 02 no Jurubaixi e 01 no Uneiuxi). Esta turma liderada pela FOIRN, ISA e outras, fizeram uma lavagem cerebral nestas 3 comunidades no sentido de que ao se tornarem índios, vários direitos seriam garantidos, como cota em faculdades e vários auxílios do Governo (ou seja, quem não quer?!?!). Aquele sofrido povo, q realmente passa necessidades, viu uma super oportunidade de melhorar de vida. Estas ONGs e a FORIN dizem que se os rios forem fechados eles poderão cobrar pedágio das empresas de turismo que "enchem os bolsos de dinheiro as custas do ribeirinho" - isso foi falado em uma reunião em SIRN por uma representante do ISA - ou seja, este Instituto acha q o investimento feito naqueles barcos hotéis deve ter vindo da mesma fonte que banca ele. Eles se esquecem de que os rios do Brasil não pertencem a ninguém - ou melhor, pertence a todos nós, brasileiros. Eles se esquecem que cada um daqueles operadores de pesca que estão lá trabalhando pesado, estão se lascando como todo o empresariado deste País. Eles se esquecem que a economia do município aumenta exponencialmente quando chega a temporada de pesca. O estudo é tão tendencioso (e malandro), que ele quer fechar 02 rios (Aiuanã e Téa) que sequer possuem comunidades ribeirinhas morando ao longo do rio. E sabe o que eles fizeram?!?! Pediram aos moradores do Uneiuxi e Jurubaixi que mandassem alguns ribeirinhos montarem comunidades do Téa e do Aiuanã para justificar a demarcação do estudo feito... Bom é que os vereadores e o COTA já conseguiram o depoimento de alguns destes ribeirinhos que confirmaram esta tática utilizada pela FOIRN e pelo ISA. Além disso ainda fizeram algumas filmagens da turma que vez ou outra aparece no Tea, pois no Aiuanã ninguém quiz montar nada...rsr Pra ajudar, o IBAMA, a convite sabe-se lá de quem?!?! Resolveu atuar na região sobre o pretexto de que estariam ordenando a pesca local. Ocorre que todos lá sabem que essa equipe de técnicos do IBAMA são pescadores esportivos que adoram pescar. Fato é q esta equipe resolveu fazer estudos no Jurubaixi e no Uneiuxi bem no começo da temporada de pesca, fechando os dois rios e prejudicando centenas de pescadores esportivos e as empresas que já haviam vendido seus pacotes de pesca há mais de ano. Esta mesma equipe foi a que fez o estudo lá no Marié, quando empresas gringas saiam aos tapas para ver quem ficava com o "Rio dos Monstros". Desta vez eles ajudaram a fechar o Jurubaixi, dando exclusividade a uma empresa gringa (Eco Liga de Pousadas), sobre o pretexto de que eles ajudariam a pagar os estudos do rio. Por sorte a negociata envolvendo todos os interessados não deu certo. Acredito que as comunidades pediram demais, o q assustou o empresário gringo oportunista, que estava se baseando apenas numa Instrução Normativa da FUNAI (a 003) que não valia de nada em terras não homologadas como indígenas, para assustar os outros operadores de pesca na região. E pra ajudar mais ainda o prefeito de SIRN publicou o Decreto 075/17 onde ele praticamente aceitava a homologação da TI Jurubaixi-Téa, pior, aumentava a taxa de pesca de R$ 30,00 por dia/pescador, para R$ 50,00 por dia/pescador. De R$ 180,00 a semana, agora todos deveriam desembolsar R$ 300,00 ao município. Pior ainda, sim, sempre tem o pior, o decreto dele não regulamentava lei alguma, além do município não prestar qualquer tipo de serviço com a taxa arrecada...rsrs...Piada, né?!? Por intervenção do COTA (Corporação dos Operadores de Turismo do Amazonas), foi dado entrada numa liminar no MPF/AM para derrubar este decreto inconstitucional. Tudo e todos estavam contra os operadores. Em uma reunião ocorrida no começo da temporada para saberem se poderiam ou não trabalhar, ISA, FOIRN, SEMA, representantes destas duas comunidades e empresários, quando as comunidades pediram R$ 100,00 por voadeira que entrasse no afluente, além de 5% do faturamento líquido de cada empresa....Ahhh...além dos R$ 300,00 de cada pescador que estivesse lá durante a semana...ou seja, eles queriam q 05 operadores de pesca na região trabalhassem duro para eles saíssem da miséria (sem fazer nada). Todos os operados foram obrigados a tirar todas as licenças e taxas de turismo/pesca/navegação deste País. Tudo para q o município fornecesse o Alvará. Isso eu achei show, pois todos tem q trabalhar na legalidade mesmo...Na verdade todos os operadores não se opuseram a pagar a taxa de turismo (claro, vem do bolso do pescador), mas se ela fosse realmente usada em proveito dos povos ribeirinhos ou da fiscalização da APA/Tapurucuara, todos ganhariam muito com isto... ....mas os vereadores de SIRN enxergaram a situação maldita que estava se aproximando e resolveram agir. Caçaram o decreto do prefeito antes dele ser derrubado pelo MPF. Além disto eles fizeram um Decreto Legislativo para regular as atividades do executivo, enquanto a Projeto de Lei (já pronto) não é votado na Câmara. Também estão determinando a saída imediata do IBAMA da região, pois, ao invés de ajudar no ordenamento pesqueiro, ele foram lá pescar e deixar tudo pronto para que operadores gringos estejam de "cara pro gol" caso os rios sejam "licitados". Descobriram ainda de onde vem todo este conflito. E foi aí que o COTA apresentou aos vereadores os autos do processo nº 1.13.000.001245/2010-21....onde a FOIRN, ISA, ASIBA, colocaram no mesmo balaio os operadores de turismo misturados com pescadores profissionais, caçadores (carne de caça e tartarugas). Ou seja, fizeram um documento falando dos prejuízos que todos causavam a estas comunidades e o MPF acolheu e mandou instaurar este processo. Eles criaram um conjunto de regras (com a ajuda das ONGs e tals), se esquecendo totalmente que no Brasil já existem leis que tratam disto, passando ainda a cobrar na cara dura dinheiro dos operadores de turismo de pesca, além de fazerem várias exigências aos pescadores profissionais. Fato é que agora os vereadores de SIRN e de Barcelos sabem de onde o tiro veio. Antes eles sabiam das mutretas do ISA mas não sabiam onde o MPF estava nesta história. Agora todos sabem. Excelente saber que agora o poder público está atuando. Eles foram eleitos para representar os interesses do seu povo. Eles sim, devem ordenar a pesca na região com base no que o seu povo quer, e, claro, que respeitando as leis do país. Os conflitos existem pq estas ONGs estão trabalhando para um fim maior, que é o de entregar a Amazônia para outros países. Vcs acham q estou brincando?!?! Mas não é mesmo. Se vcs lerem o autos da CPI da FUNAI vcs ficarão de cabelo em pé... Os vereadores estão de posse de todos estes documentos (e vários outros) e irão apresentar tudo ao Ministro nesta terça-feira. Estamos na torcida para q o Ministro preste a atenção no apelo deles e no perigo que amazônia passa. Em breve posto mais notícias. Ah...tenho toda a documentação aqui para provar o que estou falando. Além disso muita coisa está publicada no próprio Facebook e outras redes sociais. Caso alguém tenha interesse, me avise q disparo. Na verdade vou postar aqui pra baixo para todos vocês saberem exatamente o que estão querendo fazer na região. Estudo sobre os conflitos no Unini (leiam da pg 95 em diante). Relatório dos vereadores contra a demarcação indígena. Autos da CPI da FUNAI (é do cabelo cair em pé). Processo nº 1.13.000.001245/2010-21 (como tudo começou).
  5. Amigos, já se encontra aberta a agenda da temporada de pesca 2018 para a região de Santa Isabel do Rio Negro - AM. Abaixo as informações gerais do pacote. SANTA ISABEL DO RIO NEGRO – AM - OUTUBRO DE 2018 (altíssima temporada). BARCO ANGATU AÇU - para 16 pessoas. PERÍODO: DE 12 a 19 de outubro de 2018 CHEGADA EM MANAUS: 11 de outubro de 2018 (quinta-feira). Embarque para Santa Isabel dia 12 pela manhã.RETORNO A MANAUS: 19 de outubro de 2018 (sexta-feira) pela manhã VALOR DO PACOTE: R$ 5.000,00 (sujeito à alteração)Forma de pagamento: Entrada de 30% no ato da reserva: R$ 1.500,00 Os outros 70% deverão ser pagos em até 20 dias antes da data da pescaria. Recomendo o parcelamento em 9x sem juros (jan, fev, mar, abr, mai, jun, jul, ago e set). Fica a critério de cada um esta forma de pagamento parcelado. Uma oportunidade interessante para quem conhece ou não a região. OS DADOS DO PACOTE:Nosso grupo será composto de 16 pescadores. Serão 6 dias inteiros de pescaria (o q dá uma média de 830,00 a diária num dos lugares mais remotos do Brasil). Pensão completa (hospedagem, alimentação, bebidas, canoas completas, guias e combustível). O que não está incluído no pacote: Equipamentos de pesca, parte aérea, Licença de pesca de SIRN, Bebidas destiladas, Taxa de Turismo, Hospedagem e Deslocamento em Manaus; Gorjetas e outras coisas que vcs já sabem. VISTA DO RESTAURANTE E DA SUITE Fretamento aéreo: De Manaus até SIRN (ida e volta) o grupo embarcará em avião fretado pela empresa. O valor do fretamento só será definido na metade de 2018 quando a empresa dividirá a quantidade de pescadores confirmados pela quantidade de viagens. Assim, teremos um valor definido. Definido este valor o pescador deverá enviar 50% dele para a empresa, devendo os outros 50% serem pagos na semana anterior a pescaria. Os interessados poderão me contatar via email (jbd.camargos@gmail.com), ou via telefone ou whatsapp (61 - 99661 1807). Já estou com alguns interessados confirmados mas aguardo contato da turma para fecharmos todo o grupo. Abs. João Biguá Vagas disponíveis 1.Marcelo Ferreira de Souza Netto 2. Fernando Eustáquio dos Santos Júnior 3. José Reginaldo Simão 4. Antonio Benedido Ribeiro Pinto Júnior 5. Luis Carlos de Lima 6. Guilherme da Silva Júnior 7. Arthur Perrucci Júnior 8. Renan Bergamasco da Silva 9. Orlando Aparecido Lima 10. Valter Nelson Camargo Jorge 11. Ara Garabed Agopyan 12. Luiz Henrique Cussen Cossentino 13. aulo Rogério Ribeiro 14. Heraldo Franci Rocha 15. Cláudio Satoshi Sigemori 16. Wilson Takeshi Hara RESERVAS: 1. ALDO 2. Aldo 3.Francisco 4. Um abraço a todos.
  6. Como todos vocês vem acompanhando, a turma das ONGs vem de todas as forma tentando aumentar o cinturão indígena na região do Rio Negro. O ISA saiu na frente com a demarcação da TI Jurubaxi-Tea no ano passado (a Câmara e a Prefeitura de SIRN comeram mosca)....sendo q 20 dias atrás o Ministro da Justiça deu a posse para as comunidades ribeirinhas/indígenas da região. Está faltando apenas as assinatura do Presidente e homologação das TI para q ela passe realmente as mãos das comunidades carentes daquela região, mas todos nós sabemos das intenções das ONGs e outros países por trás disso tudo. Os parlamentares de SIRN dormiram no ponto e perderam uma excelente oportunidade de aparecerem para salvar o município deles, MAS NÃO O FIZERAM. Ficaram com medo de perder expressão política perante estas comunidades e preferiram se calar. Agora, estão tentando correr atrás do prejuízo, mas a situação preocupa. A grande vantagem de tudo é q a TI-Jurubaxi-Tea, como o nome diz, divide os municípios de Barcelos com SIRN...e o q o ISA não contava, é q ninguém de Barcelos foi comunicado desta demarcação. Essa semana TODOS OS PARLAMENTARES de Barcelos apresentaram um Relatório que vai dar o que dizer no Estado. Já o protocolaram em vários órgãos e estão preparando uma comitiva para falar com o Governador e com os Senadores do AM. Logo em seguida, eles querem vir pra Brasília. Bom mesmo é q a turma de SIRN resolveu se mover e começaram a trabalhar conjuntamente com os parlamentares de Barcelos. A medida q eu tiver mais notícias vou postando aqui pra vcs. Mas abaixo o relatório da Câmara de Barcelos. Vejam q absurdo estas ONGs estão fazendo na região. Quem tiver o interesse eu mando o relatório na íntegra. Tem muita informação que desconstrói os argumentos das ONGs e dos interessados nestas terras indígenas. Mas estamos na torcida para q esta cambada seja desbaratinada pela PF...E q os vereadores dos municípios de Barcelos e SIRN consigam reverter este golpe. Abs..
  7. João Biguá

    AMAZÔNIA 2017 - (SIRN) - ALTA TEMPORADA

    Amigos, já se encontra aberta a agenda da temporada de pesca 2017 para a região de Santa Isabel do Rio Negro - AM. Como uma das maiores reclamações dos amigos pescadores está no valor do pacote, resolvi abrir o convite imediatamente aos amigos do fórum, assim, conseguimos parcelar a pescaria em até 10 vezes. Abaixo as informações gerais do pacote. SANTA ISABEL DO RIO NEGRO – AM - OUTUBRO DE 2017 (altíssima temporada). BARCO ANGATU para 14 pessoas. PERÍODO: DE 13 a 20 de outubro de 2017 CHEGADA EM MANAUS: 12 de outubro de 2017 (quinta-feira)RETORNO A MANAUS: 20 de outubro de 2017 (sexta-feira) VALOR DO PACOTE: R$ 4.800,00 Forma de pagamento: Entrada de 30% no ato da reserva: R$ 1.440,00. Os outros 70% deverão ser pagos em até 20 dias antes da data da pescaria. Recomendo o parcelamento em 9x sem juros (jan, fev, mar, abr, mai, jun, jul, ago e set). O q daria 9 parcelas de R$ 374,00. Uma oportunidade interessante para quem conhece ou não a região. OS DADOS DO PACOTE:Nosso grupo será composto de 14 pescadores. Serão 6 dias inteiros de pescaria (o q dá R$ 800,00 a diária num dos lugares mais remotos do Brasil). Pensão completa (hospedagem, alimentação, bebidas, canoas completas, guias e combustível). O que não está incluído no pacote: Equipamentos de pesca, parte aérea, Licença de pesca de SIRN, Bebidas destiladas, Taxa de Turismo, Hospedagem e Deslocamento em Manaus; Gorjetas e outras coisas que vcs já sabem. VISTA DO RESTAURANTE E DA SUITE Fretamento aéreo: De Manaus até SIRN (ida e volta) o grupo embarcará em avião fretado pela empresa. O valor do fretamento só será definido na metade de 2017 quando a empresa dividirá a quantidade de pescadores confirmados pela quantidade de viagens. Assim, teremos um valor definido. Definido este valor o pescador deverá enviar 50% dele para a empresa, devendo os outros 50% serem pagos na semana anterior a pescaria. Os interessados poderão me contatar via email (jbd.camargos@gmail.com), ou via telefone ou whatsapp (61 - 99661 1807). Já estou com alguns interessados confirmados mas aguardo contato da turma para fecharmos todo o grupo. Abs. João Biguá
  8. Fala Galera, A Buriman Pesca está com operação própria no ALTO RIO JUMA. Uhul... Fica o convite para algumas semanas... Aceitamos pescadores avulsos sem dupla... vamos lá, algumas vagas em grupos de 4 e 5 dias de pesca (R$2.990 e R$3.690 respectivamente): 24 - 29 Setembro 22 - 28 Outubro 28 - 03 Novembro 12 - 17 Novembro >> Detalhes no: www.burimanviagens.com.br/rio-juma Inclui: Transfers Aeroporto de Manaus/ Pousada / Aeroporto de Manaus. 5 pernoites com 4 dias completos de pesca com guia e barco para pesca esportiva equipado com motor 15 à 30hp para dois pescadores. 25 litros de gasolina por barco. Quarto duplo com um banheiro por habitação, pensão completa, bebidas (refrigerante, água e cerveja). *Não Inclui: Bilhete aéreo da origem até a cidade de Manaus, refeições em Manaus, gorjetas, bebidas destiladas, ligações telefônicas, excedente de 25l de gasolina por dia e outros extras não mencionados explicitamente como inclusos. Valeuuuu
  9. Amigos...apesar desse assunto estar sendo (ou ter sido) discutido em vários tópicos do fórum, resolvi criar um específico para o assunto. O q vcs acham do tal do adiamento de pacote de pesca que é feito em Barcelos / SIRN?!?!? Já ouvi várias opiniões, sejam elas de pescadores e operadores, que fizeram com que pensasse da forma q vou postar aqui pra baixo. Esse negócio de adiar uma pescaria (geralmente de um ano para o outro) quando o nível de água não é o ideal, em minha opinião, é uma verdadeira loucura. Me refiro ao operador que, por conta das condições climáticas, cancela a pescaria e oferta ao grupo a mesma semana da temporada seguinte (ou outra livre). Muitos (em 100% dos casos, O PESCADOR) acham que isso é um diferencial positivo dos operadores que praticam este tipo de adiamento. Uns chegam a falar que isso é coisa de operador honesto e q valoriza o seu pescador. Claro q do ponto de vista do PESCADOR, isso é fantástico...afinal, perder 1 semana do nosso precioso tempo para molhar isca não dá, né?!?! O problema é q o PESCADOR não tem ideia do risco q está correndo. Essa "enorme" vantagem poderá ser tornar um problemão daqueles. Explico.. Ah, e o mais engraçado é q já vi alguns amigos aqui do fórum chamando os operadores (estes que não cancelam este tipo de semana ruim) de desonestos, pilantras e etc...por não terem avisado ao grupo que a pescaria poderá ser ruim. Oras, como q um operador pode prever que dentro da temporada o rio estará com nível ruim ou em pleno repiquete?!?! A temporada vai de setembro ao final de fevereiro, como ele irá saber que na terceira semana de outubro o mundo iria desabar em água na região?!?! Do outro lado tem o OPERADOR que numa tentativa de manter seus clientes, pode estar dando um tipo no próprio pé. Explico... Primeiro pq é uma loucura imaginar que um operador faça isso...Em nenhum lugar do mundo se paga por uma hospedagem e ela é cancelada por conta do clima ruim. Imagine vc comprar um pacote pra Fernando de Noronha e, por conta de uma semana chuvosa, o hotel te ligar e sugerir o cancelamento pq as suas fotos ficarão ruins?!?!? Não dá né?!?! Imagine agora um grupo de 10 pescadores enviando R$ 50.000,00 para um operador qualquer (não estou me referindo a nenhum operador em específico, ok?!?!)...pois bem, o grupo vai mandando este dinheiro geralmente durante o ano antes do início da pescaria. Quando chega a pescaria dele este dinheiro já desvalorizou, concordam?!?! E não me venham com essa de investimento, poupança e etc...rsrs...nada se compara a alta nos preços dos combustíveis, alimentos, funcionários e etc...ou seja, os R$ 50.000,00 enviados no decorrer de 1 ano desvalorizaram, e na data da nova da pescaria este mesmo dinheiro já sofreu uma outra depreciação que só é sentida pelo OPERADOR. Todo ano aparecem novas empresas, novos operadores, novas histórias de pescarias mal sucedidas por conta de falhas de operação. É bom frisar q nos 13 anos que eu pesco em Barcelos/SIRN...das 50 empresas que estão lá, apenas umas meia dúzia, ou menos, mantém o mesmo nome/empresa. Todo o restante é formado por empresas que vem de Manaus (grande maioria empresa média/grande), sendo que uma outra boa parte é formada por ex-guias de pesca que montam seu negócio de maneira totalmente informal. Então, é muito bom vc saber exatamente onde e com quem o seu dinheiro ficará. No caso de quebra de contrato, vc tem certeza de que seu dinheiro será devolvido?!?!? Duvido. Imagine agora que um operador 'X", que está lá com o seu dinheiro guardado/parado. Tente imaginar o que ele fará quando o barco dele quebra um gerador, ou quando precisa reformar o barco para uma nova temporada, ou quando precisa trocar os colchões e roupas de cama e banho, ou quando vê que a procura por pacotes de pesca está bombando?!?!? Sabe o q ele vai fazer?!?!? ELE VAI USAR O SEU DINHEIRO. Claro q estou sendo generalista....sei q existem muitos que são controladíssimos e tem o seu negócio organizado, prevendo estes gastos...mas não estou me referindo a estes (q acredito serem a minoria)...mas é certo q ele irá "investir" o dinheiro em outra frente. Na cabeça dele ele conseguirá recuperar os gastos da sua operação com o lucro das outras semanas vendidas (- ou será q estou inventando isto?!?!? ...rsrsr-). Vamos falar um pouquinho mais do operador. Os voos fretados são caríssimos. Para viabilizar o fretamento, ele deve casar os grupos q vão e q voltam da pescaria. Isso fará que o valor caia que quase na metade. Imagine agora quem é q paga a conta em caso de cancelamento do grupo?!?! Este negócio de fretamento, caso seja mal feito, pode levar uma empresa a falência, podem apostar nisto. Quer ver outro problema no fretamento?!?! Grupos q não fecham todas as vagas....Grupos em que há desistência de última hora....Grupos onde um pescador mocorongo perde o voo e é preciso encaixa-lo no avião de algum parceiro (depois este agrado será cobrado de volta...rsr). E quando um pescador resolve pescar por 2 semanas seguidas?!?! O certo seria ele pagar por 2 voos...mas na prática isto nunca ocorre. O prejuízo vai pro operador. Os melhores tripulantes da região exigem garantias de que irão trabalhar por toda a temporada. Quando um grupo deixa de ir, todos aqueles tripulantes deixam de contar com o salário semanal que ganhariam...Em vários casos os operadores racham este "prejuízo" para que os bons não abandonem a operação dele. Bem, estas foram apenas algumas observações q fiz no decorrer destes anos pescando na região. Para finalizar querem uma boa dica?!?! A não ser que vc tenha certeza de que o operador contratado tem "bala" para garantir a sua pescaria no ano seguinte....jamais deixe o seu dinheiro com ele. Perca uma porcentagem do valor total (q seja uns R$ 500,00 de cada pescador) mas tenha o seu dinheiro de volta e a liberdade de remarcar a sua pescaria no ano seguinte. Se vc perde os 500 conto q dei de exemplo acima, isso representará menos de R$ 50,00 por mês que vc terá q desembolsar no ano seguinte. Eu já tive q cancelar minha pescaria de um ano para o outro...mas o meu grupo era o último da temporada, ou seja, consegui convencer o operador que ele praticamente não teria prejuízo com esta remarcação, o q deu certo....mas jamais culpe o operador pelas condições climáticas na região. Se ainda assim quer responsabiliza-lo, sugiro a leitura do tópico abaixo....rsrsr http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/41614-histórico-do-nível-do-rio-negro-em-barcelos/?page=1
  10. Alguém sabe ou tem notícias sobre problemas com a comunidade ribeirinha na região de Santa Isabel?
  11. Ricardo Nagatomo

    Locais de Pesca - Guia de Informações

    Fala galera, blza? Estou montando esse tópico para compartilhar com os amigos alguns locais de pesca que tive o prazer de visitar nesses últimos anos. Vou passar algumas informações e pontos de vista das experiências que tive nesses locais. Vale ressaltar que são visões pessoais, vividas no momento em que estive presente, o que quer dizer que os locais podem ter melhorados ou piorado alguns pontos citados. Gostaria também que os amigos compartilhassem experiências de outros locais ou até mesmo dos locais citados, para que aqueles que estejam procurando ou em dúvida de onde pescar tenham algum tipo de ajuda. Coloquei apenas alguns itens que considero mais importante no momento de escolher minhas pescarias, mas por favor fiquem à vontade de acrescentar o que acharem necessário. Gostaria de deixar claro também que não tenho nenhuma ligação comercial com os locais citados. Abraço a todos e espero que ajude. POUSADA ITAPARÁ – ESTADO DE RORAIMA DATA - NOVEMBRO DE 2012 / JANEIRO DE 2014 / JANEIRO DE 2015 LOGÍSTICA – VOO ATÉ MANAUS, DORME NA CIDADE, NO DIA SEGUINTE VOO EM AVIÃO FRETADO ATÉ A PISTA QUE FICA NA PRÓPRIA POUSADA. HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES, CONFORTÁVEIS COM AR CONDICIONADO, EXCETO NA BASE II (REDONDO), PORÉM LÁ NÃO É NECESSÁRIO PELAS LATERAIS SEREM DE TELAS. NAS DUAS BASES TEM PISCINA. POSSUI INTERNET WIFI NA BASE I. ATENDIMENTO – EXCELENTE ATENDIMENTO, DESDE O PRÉ ATENDIMENTO ATÉ OS FUNCIONÁRIOS DA POUSADA, SUPER ATENCIOSOS E DISPOSTOS A AJUDAR NO QUE PRECISAR. COMIDA – COMIDA SIMPLES, PORÉM MUITO BEM FEITA. SERVEM PETISCOS TODOS OS DIAS NA PISCINA, FAZEM CAIPIRINHA, MUITO BOM MESMO. PILOTEIROS – O LOCAL POSSUI ÓTIMOS GUIAS, TODOS MUITO EXPERIENTES E COM BASTANTE DISPOSIÇÃO PARA AJUDAR A ENCONTRAR O PEIXE. QUALIDADES – A PISTA DE POUSO NA PRÓPRIA POUSADA AJUDA BASTANTE NA LOGÍSTICA. POUSADA SUPER CONFORTÁVEL E COM ÓTIMO ATENDIMENTO. FIZEMOS UMA ÓTIMA PESCARIA NO LOCAL EM 2012, AS OUTRAS DUAS FORAM MAIS FRACAS DEVIDO A CONDIÇÕES CLIMÁTICAS RUINS DEFEITOS – O VALOR É UM POUCO ACIMA DAS PESCARIAS REALIZADAS NA AMAZÔNIA (EM GERAL), NÃO ESTOU DIZENDO QUE É INJUSTO O QUE COBRAM, APENAS UMA CONSTATAÇÃO. FAZEM COM MUITA FREQUÊNCIA A PESCA COM ISCAS VIVAS, O QUE NA MINHA OPINIÃO ATRAPALHA UM POUCO QUEM PESCA COM ISCAS ARTIFICIAIS. ************************************************************************************************************************************************** POUSADA THAIMAÇU – ESTADO DO PARÁ DATA - SETEMBRO DE 2013 LOGÍSTICA – VOO ATÉ CUIABA, OUTRO VOO ATÉ ALTA FLORESTA E APROXIMADAMENTE 3 HORAS DE CAMINHONETE (CARRO BEM PREPARADO PARA O TRAJETO). HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES, CONFORTÁVEIS COM AR CONDICIONADO, ÁGUA QUENTE, EXTREMAMENTE LIMPOS. ATENDIMENTO – O PRÉ ATENDIMENTO NA MINHA OPINIÃO DEIXA UM POUCO A DESEJAR, POIS VOCÊ SÓ CONSEGUE COMEÇAR A PAGAR NO ANO DA VIAGEM, DIMINUINDO O NUMERO DE PARCELAS. O ATENDIMENTO NA POUSADA É FANTÁSTICO, TODOS MUITO ATENCIOSOS E PRESTATIVOS. COMIDA – JÁ PESQUEI EM DIVERSOS LOCAIS, MAS COMIDA IGUAL A DA THAIMAÇU É BEM DIFÍCIL DE ENCONTRAR, EXTREMAMENTE BEM FEITA, BEM VARIADA E TODOS OS DIAS SERVEM ALGUM TIPO DE PETISCO E CALDO ANTES DA JANTA. PILOTEIROS – O LOCAL POSSUI ÓTIMOS GUIAS, TODOS MUITO EXPERIENTES E COM BASTANTE DISPOSIÇÃO PARA AJUDAR A ENCONTRAR O PEIXE. QUALIDADES – O LOCAL QUE ELES SE ENCONTRAM (RIO SÃO BENEDITO COM O RIO AZUL) É UM LOCAL QUE POSSUI UMA RIQUEZA DE PEIXES ENORME, COM MUITA VARIEDADE SEM PRECISAR NAVEGAR MUITO. UM DOS LOCAIS MAIS BONITOS E PRESERVADOS QUE JÁ PESQUEI. ÓTIMA ESTRUTURA, COMIDA EXCELENTE E MUITA EXCLUSIVIDADE. OUTRO PONTO QUE GOSTEI BASTANTE É QUE ESTOU VOLTANDO ESSE ANO EM JULHO PARA A THAIMAÇU, O VALOR PRATICAMENTE É O MESMO AINDA, MESMO SE PASSANDO 4 ANOS DA MINHA IDA AO LOCAL. DEFEITOS – CLARO QUE NÃO É UM DEFEITO, POIS SE ESTA ASSIM É PORQUE O LOCAL VEM ATENDENDO BEM OS PESCADORES, MAS É BEM DIFÍCIL CONSEGUIR VAGA. A COMUNICAÇÃO PRÉ VIAGEM É BEM COMPLICADA E O PROCEDIMENTO DE CONFIRMAÇÃO E PAGAMENTO TAMBÉM. ************************************************************************************************************************************************** RANCHO DO KOJAK – ESTADO DO TOCANTINS DATA – 2012 / 2013 / 2014 / 2015 LOGÍSTICA – VOO ATÉ PALMAS E MAIS 5 HORAS DE CAMINHONETE. HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES, CONFORTÁVEIS COM AR CONDICIONADO, ÁGUA QUENTE. ATENDIMENTO – LOCAL POSSUI UM BOM ATENDIMENTO, OS FUNCIONÁRIOS DO LOCAL SÃO BEM ATENCIOSOS E PRESTATIVOS. COMIDA – COMIDA SIMPLES, PORÉM SUPER BEM FEITA. PILOTEIROS – SEMPRE PESQUEI NO LOCAL COM O GUIA DAVID, QUE INFELIZMENTE NOS DEIXOU PRECOCEMENTE EM UM TRÁGICO ACIDENTE, MENINO DE OURO, EXTREMAMENTE ALEGRE E PROFISSIONAL, MUITAS RISADAS COM ELE. QUALIDADES – O LOCAL EXISTE UMA QUANTIDADE ENORME DE TUCUNARÉ AZUL, BASTANTE PONTO DE PESCA. O RANCHO TEM UM AMBIENTE BEM FAMÍLIAR QUE EU PARTICULARMENTE GOSTO BASTANTE. DEFEITOS – POR SE TRATAR DE UMA REPRESA BEM GRANDE A NAVEGAÇÃO EM DIAS DE VENTO FICA BEM COMPLICADA, POR ISSO ACONSELHO FECHAR BASS BOAT PARA PESCA NO LOCAL, FAZ DIFERENÇA NESSES DIAS. ***************************************************************************************************************************************************** POUSADA ASA BRANCA I (ARAGUAIA) – ESTADO DE GOIAS DATA – JULHO DE 2016 LOGÍSTICA – VOO ATÉ GOIANIA, OITO HORAS DE CAMINHONETE E MAIS 1:30 DE LANCHA RÁPIDA ATE A POUSADA ASA BRANCA I HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES, CONFORTÁVEIS COM AR CONDICIONADO, ÁGUA QUENTE. ATENDIMENTO – LOCAL POSSUI ÓTIMO ATENDIMENTO, FUNCIONÁRIOS SUPER ATENCIOSOS E PRESTATIVOS COMIDA – COMIDA SIMPLES, MUITO BEM FEITA E COM BOA VARIEDADE. PILOTEIROS – FUI EM UMA TURMA BEM GRANDE, PESQUEI COM UM ÓTIMO GUIA (VAL), BEM ESFORÇADO E ATENCIOSO, ALGUNS PESSOAS DO GRUPO RECLAMARAM DE ALGUNS GUIAS. QUALIDADES – O LOCAL EXISTE UMA DIVERSIDADE DE PEIXES FANTÁSTICA E EM BOA QUANTIDADE. VÁRIAS MODALIDADES DE PESCA PODE SER FEITA SEM NAVEGAR MUITO. O RIO CRISTALINO QUE É UM AFLUENTE QUE FICA BEM PRÓXIMO DA POUSADA É LINDO E TEM MUITO TUCUNARÉ AZUL. LOCAL TEM UM ÓTIMO CUSTO BENEFICIO. DEFEITOS – OS QUARTOS SÃO QUÁDRUPLOS, O QUE TORNA UM POUCO MENOS CONFORTÁVEL (NADA QUE ATRAPALHE MUITO) OS BARCOS NÃO TEM PLATAFORMA, ISSO ATRAPALHA UM POUCO NA PESCARIA. A LOGÍSTICA É UM POUCO LONGA, PORÉM BEM ORGANIZADA. ******************************************************************************************************************************************************* POUSADA VIDA DE PEIXE (SERRA DA MESA) – ESTADO DE GOIAS DATA – 2015 / 2016 LOGÍSTICA – VOO ATÉ GOIANIA, QUATRO HORAS DE CAMINHONETE HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES, CONFORTÁVEIS COM AR CONDICIONADO, ÁGUA QUENTE, EXTREMAMENTE LIMPOS E BEM CUIDADOS ATENDIMENTO – LOCAL POSSUI ATENDIMENTO IMPECÁVEL, TODOS OS FUNCIONÁRIOS PRESTATIVOS E ATENCIOSOS. COMIDA – COMIDA DE HOTEL DE LUXO, FEITA POR CHEFE DE COZINHA. MUITO BEM FEITA POR SINAL. PILOTEIROS – A PRIMEIRA VEZ QUE FUI PESQUEI COM O ERIBERT, QUE DISPENSA COMENTÁRIOS. DEPOIS PESQUI COM O OLAIR QUE TAMBÉM É EXCELENTE GUIA. QUALIDADES – O LOCAL POSSUI UMA GRANDE QUANTIDADE DE TUCUNARÉS AZUIS. EM ESTRUTURA DE POUSADA É UMA DAS MELHORES QUE JÁ FUI, TUDO MUITO LIMPO, NOVO E BEM CUIDADO, DESTAQUE PARA A PISCINA QUE É MUITO TOP. COMIDA TAMBÉM É UM CAPITULO A PARTE. DEFEITOS – PESCAR COM BARCO DE ALUMÍNIO EM SERRA DA MESA ATRAPALHA UM POUCO, PRINCIPALMENTE EM DIAS DE VENTO, NA POUSADA A MAIORIA DOS BARCOS É DE ALUMÍNIO, MAS TEM BASS BOAT TAMBÉM. ALGUNS PONTOS DE PESCA ESTÃO UM POUCO LONGE, MAIS UMA VEZ O BASS FAZ DIFERENÇA NESSE QUESITO. ******************************************************************************************************************************************************* BARCO HOTEL ANGATU AÇU (SANTA ISABEL DO RIO NEGRO) – ESTADO DO AMAZONAS DATA – OUTUBRO DE 2015 / OUTUBRO DE 2016 LOGÍSTICA – VOO ATÉ MANAUS, DORME EM HOTEL E NO DIA SEGUINTE VOO FRETADO ATÉ SANTA ISABEL DO RIO NEGRO HOSPEDAGEM – QUARTOS PEQUENOS, COM AR CONDICIONADO. NÃO TEM MUITO ESPAÇO, MAS DA PRA DORMIR TRANQUILAMENTE. BANHEIRO LIMPO E COM BOAS CONDIÇÕES. ATENDIMENTO – LOCAL POSSUI ATENDIMENTO DIFERENCIADO. FUNCIONÁRIOS MUITO PRESTATIVOS E ATENCIOSOS. AJUDAM NO QUE FOR PRECISO. COMIDA – COMIDA SIMPLES, PORÉM MUITO BEM FEITA. UMA BOA VARIEDADE TAMBÉM. PILOTEIROS – TODOS OS PILOTEIROS, SÃO MUITO EXPERIENTES, BEM TREINADOS E PRESTATIVOS. QUALIDADES – A LOCOMOÇÃO DO BARCO HOTEL FACILITA BASTANTE ACHAR A MELHOR CONDIÇÃO DE PESCA E OS FUNCIONÁRIOS DO ANGATU NÃO TEM PREGUIÇA PARA ACHAR ESSA CONDIÇÃO. BARCO EXTREMAMENTE NOVO, BEM CUIDADO E COM MUITA EXPERIENCIA NA REGIÃO, O QUE FAZ TODA DIFERENÇA. DEFEITOS – POR SER BARCO HOTEL É UM POUCO MENOS CONFORTÁVEL QUE POUSADAS OU RANCHOS (NADA QUE ATRAPALHE) **************************************************************************************************************************************************** PEACOCK BASS EXPEDITION (FLUTUANTE RIO CUIUNI) – ESTADO DO AMAZONAS DATA – JANEIRO DE 2017 LOGÍSTICA – VOO ATÉ MANAUS, DORME EM HOTEL E NO DIA SEGUINTE VOO FRETADO DE HIDROAVIÃO ATÉ A PORTA DA POUSADA. HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES COM AR CONDICIONADO. TUDO BEM LIMPO E BEM CUIDADO. ATENDIMENTO – O PRÉ ATENDIMENTO ACHEI BEM CONFUSO E COM POUCA ORGANIZAÇÃO. NO LOCAL OS FUNCIONÁRIOS SÃO EXCELENTES, TODOS MUITO ATENCIOSOS E PRESTATIVOS. COMIDA – COMIDA SIMPLES, PORÉM MUITO BEM FEITA. UMA BOA VARIEDADE TAMBÉM. TODOS OS DIAS TINHA PETISCO. PILOTEIROS – TODOS OS PILOTEIROS, SÃO MUITO EXPERIENTES, BEM TREINADOS E PRESTATIVOS. QUALIDADES – O FLUTUANTE TEM A FACILIDADE DE ESTAR BEM ACIMA NO RIO E O HIDROAVIÃO TE DEIXA NA PORTA, O QUE FAZ VOCÊ PESCAR TODOS OS DIAS EM BONS LOCAIS DE PESCA. LOCAL POSSUI UMA ESTRUTURA MUITO BOA, COM BONS FUNCIONARIOS E GUIAS. BARCOS COM PLATAFORMA GRANDE. DEFEITOS – O PRÉ ATENDIMENTO ACHEI BEM DESORGANIZADO. FALTOU ALGUNS INSUMOS COMO COCA COLA, GASOLINA (DOIS DIAS). ****************************************************************** POUSADA SUIA MIÇU - ESTADO DO MATO GROSSO Data: Julho/2009, Outubro/2012, Setembro/2014 e Setembro/2016 LOGÍSTICA – Fui de Caminhonete 1300 Km de Uberlândia passando por Barra do Garça e Canarana, estrada tranquila e boa ( 176 km de terra ). HOSPEDAGEM – QUARTOS GRANDES COM AR CONDICIONADO. TUDO BEM LIMPO E BEM CUIDADO. ATENDIMENTO – O PRÉ ATENDIMENTO BOM , DONO SEMPRE A DISPOSIÇÃO PARA AJUDAR. NO LOCAL OS FUNCIONÁRIOS SÃO EXCELENTES, TODOS MUITO ATENCIOSOS E PRESTATIVOS. COMIDA – COMIDA BOA E BEM FEITA. UMA BOA VARIEDADE TAMBÉM. PILOTEIROS – É O PONTO FRACO, A MAO DE OBRA LÁ É DIFÍCIL MAS NO ULTIMO ANO MELHOROU BASTANTE. QUALIDADES – POUSADA MUITO BONITA, RIO TEM MUITO TRAIRÃO. OTIMO PARA TURMAS QUE PESCAM DE MODALIDADES DISTINTAS BAIT E ISCA VIVA. POSSUI VARIAS LAGOAS BEM PRESERVADAS (EM 2009 AINDA MATAVA PEIXE, HOJE EM DIA APENAS SE PERMITE ABATE DE TUCUNARE DE MENOR PORTE) E NORMALMENTE SE VE MUITO ANIMAL SILVESTRE( ANTA, ONÇA E ETC) DEFEITOS - BARCOS E MOTORES ESTAO NA HORA DE TROCAR, MOTORES SAO 18 HP E O DESLOCAMENTO PARA MELHORES PONTOS PARA BAIT NOS MESES DE SECA SAO LONGES, DEMORA-SE MUITO CHEGAR NOS PONTOS, POREM ENTENDO QUE MAIOR PARTE DA TEMPORADA SE FAZ NAS LAGOAS DE DIFICIL ACESSO AI O MOTOR 18 SE JUSTIFICA.
  12. Peixe capturado nas praias da Lagoa do Silva no Rio Negro, Santa Isabel do Rio Negro
  13. Pessoal, Acabo de chegar de uma viagem de 10 dias ao Rio Negro, mais precisamente na região de Santa Isabel do Rio Negro, palco dos lamentáveis acontecimentos envolvendo a pesca esportiva em rios pertencentes a terras indígenas, que são praticamente todos os utilizados pelas operadoras de turismo. Na condição de técnico "ad hoc" contratado para apurar as razões da medida extremada adotada pelo Ministério Público Federal no Amazonas, que determinou a imediata suspensão da pesca, além de exigir o cancelamento de grupos já fechados e a contratação de novos grupos, sintetizo a seguir o que apurei, para conhecimento dos colegas do Fórum: 1) No contato com algumas aldeias indígenas da região, tive ciência de que nenhuma delas vinha recebendo quaisquer tipos de benefícios de operadoras e dos poderes públicos municipais e estadual. Falo de contrapartidas financeiras pela cessão dos rios de suas terras para o empresariado do turismo, de nenhuma visitação nas aldeias para comprar produtos do artesanato (abundantes e belíssimos), ou de insumos alimentares produzidos nesses locais, fossem eles considerados exóticos ou comuns, que além de orgânicos, são bastante variados e de excelente qualidade. Por último, verifiquei que o índice de inclusão social dos aldeados nas funções envolvidas nas operações do turismo de pesca é zero. Assim, no que diz respeito às relações das operadoras com os índios, foi bastante justa e até tardia a reação do MPF. 2) De outro lado, somando-se ao problema, e nunca à solução, vêm a ingerência dos poderes públicos, exceto o federal que, por absoluta inépcia, permitiu que o problema alcançasse a atual dimensão. Primeiro, porque a Prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro invadiu a competência exclusiva da FUNAI, instituindo uma jabuticaba denominada Taxa de Turismo para as operadoras, por ocasião de encontros firmados nas aldeias em 2014. A promessa era que os valores apurados na cobrança de tais taxas (inconstitucionais, diga-se de passagem) reverteriam em favor dos indígenas, na forma de projetos, et e tal. Isso nunca ocorreu. Segundo, porque o governo estadual se lançou recentemente na produção de Acordos de Pesca na região, que permitiriam que pescadores (degradadores) das colônias de pesca dos municípios circunvizinhos praticassem sua atividade em trechos zoneados dos rios situados em terras indígenas. Ao menos onde visitei, fechei consenso em contrário. 3) Diante desse quadro abusivo e absurdo, a FOIRN (Federação das Organizações Indígenas do Médio Rio Negro) recorreu ao MPF, resultando na adoção das medidas restritivas que comentei na abertura deste tópico. 4) Conhecendo o funcionamento do Poder Público, adianto que as empresas que se fartaram no Rio Negro e não tiveram nenhum senso de responsabilidade social, terão agora de percorrer um árduo caminho para voltarem a operar nos melhores locais de pesca esportiva na Amazônia. Os requisitos a cumprir não são pequenos, fáceis ou rápidos de atender, vai ser um caos para muitos (pra não dizer todos). Conheço o passo-a-passo, contudo aqui não me cabe orientar empresas, somente membros do Fórum. O certo é que, quando a pesca esportiva retornar às águas das terras indígenas da Amazônia ou qualquer outra região, o retrato será obrigatoriamente o oposto do que aqui relatado. As empresas pagarão pelo ingresso e uso dos rios, o artesanato e a produção local será prestigiada, e passaremos a ver muitos aldeados envolvidos nas atividades gerais nas operações. Nada mais justo. Finalizo este tópico aduzindo que minha visita ensejou a realização de reuniões com as populações das aldeias e propiciou conhecer gente extremamente organizada e trabalhadora como poucas, e vejam que trabalho com muitas comunidades ribeirinhas da Amazônia. Famílias inteiras, "de mamando a caducando" envolvidas no artesanato, e homens cuidando de seus roçados para produzir alimentos de qualidade para o consumo comunitário e venda dos excedentes para o comércio da cidade. Em suma, não fizeram por merecer o descaso com que foram tratados ao longo dos anos, ao contrário. Recomendo cuidados na contratação de pacotes para afluentes do Rio Negro a partir de agora. Verifiquem se os locais oferecidos pelas operadoras não integram terras indígenas, e se integrarem, peçam antes de fechar que enviem documentos que comprovem que a empresa está apta a adentrar tais rios. E não vale licenças de Prefeituras nem do Governo Estadual. Têm de ser do IBAMA, que é quem pode licenciar atividades potencial ou efetivamente poluidoras em terras indígenas. Vai um abraço do Gilbertinho, pescador da Amazônia.
  14. Pedro Dib

    *fechado*

    Fala galera! Infelizmente houveram alguns cancelamentos de última hora na nossa turma de janeiro de 2017 e estou abrindo oportunidade pra vcs com preço reduzido. Barco é o consagrado Tauá AdventureX do Joelson Panga aqui do forum. Barco possui calado bem baixo e permite chegar em pontos de difícil navegação. Estive lá em outubro e a tripulação é sempre elogiada por unanimidade entre os grupos que passam por lá. 06 dias e meio de pescaria. All inclusive. Valor: 4300 + aéreo. Turma: Pedro Dib Rech Raphael Brunold Gustavo Curu Fernando Diógenes Thiagão Taveira Dudu Chagas Ari Zé Augusto Interessados, chamar inbox ou tel/whats (67) 99131-3131. Abxxx!
  15. Pessoal, Notícia de hoje, 13/10/2016!!! Ministério quer suspensão de pesca esportiva em Santa Isabel do Rio Negro ttp://revistapesca.com.br/ministerio-quer-suspensao-de-pesca-esportiva-em-santa-isabel-do-rio-negro/ O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) expediu recomendação para impedir a realização de qualquer atividade de exploração turística ou pesca esportiva em terras indígenas, sem regular autorização dos povos indígenas envolvidos. A recomendação do MPF destaca a proibição de realização destas atividades, sem autorização, nas terras indígenas Médio Rio Negro I, Médio Rio Negro II, Tea, Uneuixi e Yanomami, no município de Santa Isabel do Rio Negro (a 630 quilômetros de Manaus). No documento, o MPF explica que, para que atividades de exploração turística ou pesca esportiva possam ser realizadas em terras indígenas, a autorização deve ser concedida pelos povos indígenas envolvidos, mediante consulta livre, prévia e informada, e pelos órgãos públicos responsáveis pela proteção e promoção dos direitos indígenas e do meio ambiente, como prevê a Instrução Normativa nº 03/2015, da Fundação Nacional do Índio (Funai). As comunidades das terras indígenas Médio Rio Negro I, Médio Rio Negro II e Tea estão em processo de elaboração dos Planos de Gestão Ambiental e Territorial no âmbito da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial em Terras Indígenas, em parceria com a Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn), a Funai e o Instituto Socioambiental (ISA). Em razão disso, não está autorizada qualquer atividade naquelas áreas sem o consentimento livre, prévio e informado das comunidades, os estudos de impacto necessários e a devida regulamentação. Pesca irregular é crime – A recomendação do MPF aponta que a pesca irregular em terras indígenas é crime e produz diversos impactos nas comunidades em que é praticada. “O turismo de pesca esportiva, a par dos impactos socioculturais que pode acarretar, pode trazer também relevantes impactos ambientais, considerando que são necessários infraestrutura e tráfego de pessoas alheias à cultura indígena, bem como a possível influência direta sobre a fauna aquática e outros diversos aspectos”, afirma o documento. O MPF recebeu notícias de que as empresas Amazon Sport Fishing, Marreco Pesca Esportiva, Pesca Esportiva (Barco Tayaçu), Kalua Barco Hotel, DoniPesca, Demini Sport Fishing, entre outras, têm explorado os lagos e afluentes nas terras indígenas de Santa Isabel do Rio Negro, sem autorização. A partir da recomendação, as empresas devem deixar de vender pacotes turísticos relacionados às terras indígenas mencionadas e cancelar os já negociados. Além das empresas, a recomendação também é direcionada à Funai Alto Rio Negro, à Prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro e aos órgãos da administração pública local, para que divulguem o documento, com a afixação da notificação nos estabelecimentos públicos, em especial nos portos e aeroporto do município, de maneira permanente. Na recomendação, o MPF concedeu prazo de dez dias para que as empresas informem sobre o acatamento da medida, encaminhando comprovação do cumprimento da recomendação e informando sobre as atividades que desenvolvem na região. A Funai e a prefeitura municipal também devem comprovar, em dez dias, que divulgaram a recomendação, com relação e fotografia dos locais em que foram afixadas as notificações. Alguém tem mais informações?? Abraço!! Flavio
  16. Alexandre Gomes de Almeida

    Afluentes do Rio Negro em Barcelos ... qual é melhor ?

    Amigos,Admitindo a hipótese que todos os afluentes do rio negro estejam na caixa, sem efeitos de repiques e coisas do gênero.... qual seria o preferidos de vcs com relação a quantidade e qualidade ??? Se puderem escolher para qual afluente seguir, qual seria sua escolha ??? Uns falam que é o Cuiuni, outros preferem o Demeni .... tem ainda o caurés, branco acara...etc.... OPINEM !!!
  17. Barbada imperdível para uma pessoa apenas. Pescaria com o Barco Tauá AdventureX, com Joelson. Um amigo que iria na pescaria com data agendada para 18 a 25 de Setembro, não poderá mais ir e para não sair no prejuízo, está vendendo a sua vaga, que já se encontra quitada junto ao operador. Valor do pacote (all inclusive) é de R$ 4200,00 incluindo o aéreo de Manaus pra Santa Isabel do Rio Negro. Caso nenhum daqui possa ir, mas conhece alguém que gostaria de ir, favor entrar em contato.
  18. Anderson Cristiano Aguayo

    SIRN 08/09 A 16/09

    Pessoal estou com 05 vagas pra pescar em SIRN no barco Angatu Açu entre os dias 08/09 a 16/09. Barco: Angatu Açu Amigos do Biguá, devido a desistência de um grupo estou repassando esta super semana aqui no fórum. Uma data em que a procura é altíssima e as chances das água estarem no nível perfeito são muito grandes. Não deixe pra cima da hora e embarque conosco nesta aventura, Valor de R$ 4.700,00 parte terrestre mais R$ 1.500,00 aéreo de Manaus x Santa Isabel ida e volta, interessados entrar em contato no (45) 9920-3420 (TIM) Confira as vantagens em pescar conosco: Pacote com sistema all inclusive de pensão (parte fluvial em SIRN). 6 dias completos de pescaria, podendo se estender mais meio dia dependendo do rio/roteiro escolhido. Barco inaugurado em set15. Totalmente otimizado e amplo para alcançar as cabeceiras dos rios com total conforto. Nossas pescarias em SIRN sempre atingem a cabeceira do rio (quando em condições ideais de pesca). Há 10 anos operando em SIRN. Levamos o pescador onde o peixe está. Temos os 02 atuais recordes mundiais. Somos a empresa mais antiga em operação na região. Pescaria em Santa Isabel do Rio Negro. Fretamento de aeronave já garantido e exclusivo para os nossos clientes. Barco para 16 pescadores. Pescadores confirmados. 1° FABIO VICENTE 2° ADELIR DINIZ DA ROSA 3° EZEQUIEL DE OLIVEIRA (FATURADO) 4° EVANDRO FERREIRA 5° JEAN CARLOS SCHWENGBER 6° CARLOS HENRIQUE FERNANDES 7° RIVELINO CESAR SCHIOCHET 8° HUGO ALBERTO BENITEZ 9° RODRIGO GHELLERE 10° DARCI AMBONI 11° ANDERSON CRISTIANO AGUAYO
  19. Boaaaaaa tarde galera, Venho convidar a todos para dar um pulo na BURIMAN PESCA de São Paulo: DIA 21/05 (Sab.) às 10h... O apresentador e super técnico pescador Nam Kyu Lee estará na Buriman Pesca e Camping dando um workshop com dicas de arremesso, técnicas variadas e apresentando a nova linha de varas tops da HEARTY RISE... Uma boa conversa, comida e bebidas por nossa conta ok? Valeu RUA DOMINGOS DE MORAES 1045 VILA MARIANA - SAO PAULO - SP ESTACIONAMENTO NO N.1060
  20. FALA TURMA BONITA! Aprovei um novo acessório que para mim é essencial: PROTETOR DE DEDOS... Eu sempre tive uma pegada na carretilha que machuca algumas partes da mão... USO 100% DO TEMPO LUVA DA OWNER com pontas de dedos expostas para poder dar um nó rápido e etc... mas por baixo delas estou usando esses FINGERS PROTECT para evitar aquelas bolhas e cortes durante a semana de pesca... A novidade está no bom preço, qualidade e TAMANHO do produto... a dimensão da faixa/fita é mais larga do que as tradicionais... NÃO TEM COLA... nada de soltar algum tipo de cola durante o dia de pesca... esse material o pessoal também usa para proteger até mesmo materiais sintéticos, cabos de vara e etc... nos EUA usam em bicicletas, camuflar armas e acessórios em geral... segue o link a turma: http://www.buriman.com.br/fita-adesiva-camo-tape.html
  21. O Ministério Público do Estado do Amazonas deflagrou, na manhã desta terça-feira (10), a ‘Operação Timbó’, para combater a corrupção que se instalou através de um grupo organizado, que atua na Prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro/AM. Nos últimos três anos as ações do bando provocaram prejuízo aos cofres públicos de mais de R$ 10 milhões, segundo a assessoria de comunicação do órgão. Conforme o MP-AM, ao longo de apuração, evidenciou-se o envolvimento do prefeito Mariolino Siqueira (PDT), secretários e servidores, assim como de entrepostas pessoas que praticavam atos de execução dos mandos e desmandos praticados no município. De acordo com o MP-AM, foram expedidos quatro mandados de prisão, quatro de prisão temporária e dezesseis mandados de buscas e apreensão do material de informática, eletrônicos, documentos e processos de pagamentos nas comarcas de Manaus. Iranduba e de Santa Isabel. As ações estão sendo realizadas por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO), com o apoio da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (SEAI). O órgão ainda informou que as investigações envolvem desvio de dinheiro público mediante a prática de peculato, lavagem de dinheiro, fraudes e atos de corrupção, visando o enriquecimento ilícito dos membros da “Organização criminosa que atua na Prefeitura de Santa Isabel do Rio Negro/AM”. O MP-AM também comunicou que o rombo foi observado em saques em dinheiro efetuados na boca do caixa, além de transferências bancárias para contas pessoas, movimentados em sete contas da Prefeitura, dentre elas, a da folha de pagamento, no período compreendido entre janeiro de 2013 a janeiro de 2016. Para o ano de 2014, segundo o órgão, o orçamento municipal da Prefeitura de Santa Isabel foi de R$ 24.8000.00,00. Fonte: D24am.com
  22. Blz pura turma?!?! Terminaram o site novo da Angatu. Achei muito legal...uma vez q eu e o Xande estivemos em SIRN no mês de outubro para tirarmos algumas fotos pro site. Gostei muito do visual, mas gostaria da opinião sincera de todos vcs. Se não gostarem, podem meter o malho sem dó...rsrs... A ideia é ajudá-los a ter um site atual e q forneça o máximo de informações com a maior facilidade possível. E aí, o q vcs acharam?!?! http://www.barcosangatu.com.br E vamos postando aí pra baixo...
  23. Boa tarde amigos do Turma do Biguá. Venho informar que estamos com uma única vaga disponível na semana de 22 a 29/11 em Barcelos (01 único pescador). A temporada promete e faremos um preço super especial para o interessado. Barco: Angatu Mirim. Mais informações em nosso site. http://www.barcoangatu.com.br Interessados devem ligar diretamente pra mim. Att. Fernanda 16 99773-6639 barcoangatu@outlook.com
  24. Paulo Andre Tavares Segura

    TUCUNARÉS - VÍDEOS DE PORRADAS NA SUPERFÍCIE

    Bom dia meus amigos!!! Ainda não encontrei nenhum tópico aqui que reúna pequenos vídeos com as porradas mais espetaculares de peixes atacando iscas artificiais na superfície...acho que seria uma ótima maneira de motivar os indecisos a iniciar na arte da pescaria e também como uma espécie de preleção antes da viagem pra pescada....aquele momento pra deixar o pescador com o instinto aguçado e doido pra mandar as iscas na água... 1 - Isca já entrando no meio do rio....e BINGO......porrada top... 2 - Esse é de membro do fórum... BICO DE MOLONGÓ É INFALÍVEL..... 3 - Prêmio por acreditar no ponto de pesca e azar do parceiro...Três arremessos no mesmo lugar...o segundo podem reparar que a meia água passa no nariz dele e nada...depois vem a hélice de novo e POW..... 4 - Uma coletânea pra encerrar, o penúltino ataque é o melhor que já assisti.
  25. Boa noite amigos do Biguá. Em virtude da desistência em cima da hora de um de nossos grupos, a Barcos Angatu vem oferecer no fórum uma fantástica promoção de última hora. Além do baixo valor para uma semana de altíssima temporada, enviamos nosso novo barco pra Santa Isabel. Trata-se do novíssimo Angatu Açu. O novo barco tem o mesmo comprimento q o nosso Angatu, contudo é mais largo, mais confortável, com suítes mais espaçosas e por conta da sua largura, cala menos. Tudo é novo. Venha conhecer a região em uma temporada que promete ser a melhor em muitos anos. Então, aqui vão as informações da promoção. Ponto de Partida: Santa Isabel do Rio Negro. Data da pescaria: De 09 a 16 de outubro (sexta a sexta). Serão 6 dias completos de pesca, podendo estender mais meio dia dependendo de onde o barco esteja ( a combinar com o gerente do barco ). Os pescadores deverão estar em Manaus no dia 08/10 (quinta). O avião fretado partirá às 6h da sexta. Sistema de pensão: All Inclusive (pensão em suíte dupla) + todas as refeições + bebidas frias (água, refri e cerveja) + petiscos + canoa completa com guia + motor elétrico + combustível para um bom dia de pescaria + transfer do aeroporto de SIRN até o barco (ida e volta). Fora do pacote: passagens aéreas, hospedagens, transfers q não informados acima, ligações de satelital, gorjetas, e despesas com materiais de pesca e tudo o q não estiver descrito como incluso. Valor do pacote fluvial: R$ 3.999,00 por pescador blink:: Valor do fretamento de Manaus/SIRN/Manaus: R$ 1.500,00 por pescador Observações: O barco comporta até 16 pescadores, no entanto, o número mínimo de pescadores para que o barco parta é de 12 pescadores. Então, pescadores avulsos podem me ligar e pedir reserva. Até o dia 01 de outubro estarei com uma parcial geral de todos os interessados. Fechou os 12, o barco parte, menos que isso teremos q abortar a pescaria. Traga seu grupo completo e este problema não ocorrerá. Mais detalhes do pacote podem ser solicitados através do email barcoangatu@outlook.com As fotos acima são do barco ainda em fase de acabamento, mas ontem ele partiu novinho pra Santa Isabel. Aguardo o contato dos interessados. Bjs. Fernanda Maritan - Gerente Comercial da Barcos Angatu. barcoangatu@outlook.com 16 99773-6639 16 3951-3610 16 3951-1070
×