Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Haseyama

Velha Guarda da Pesca Esportiva

Posts Recomendados

Houve um tempo em que quase fui preso pela florestal no Mato Grosso por estar com iscas artificiais na minha caixa de pesca, faz tempo, rsrsrs

A Pesca Esportiva estava em seu começo e alguns abnegados abriram caminho para o mercado que hoje está estabelecido como pesca esportiva. Dentre eles estavam o Rubinho, os irmãos Zillig, Marcos e Matheus, o toninho Lopes da revista Aruanã, Alvaro Mouawad, Quico Guarnieri, Gustavo Reis (o Gugu), Ivan, Irineu Fabrichak (na minha opinião, o pai de todos), anderson Wolupeck, Marcos Migliano, entre tantos outros. Muitos desses, nunca mais ouvi falar, desapareceram do cenário, pararam de pescar??? Sei que alguns faleceram e estão pescando em outras águas..... Queria simplesmente homenagear aqueles que abriram as portas do mundo maravilhos da pesca com iscas artificiais.... Se alguem souber deles ou de mais alguem que não citei... Sei que muitos daqui, por causa da idade, nunca ouviram falar deles, mas forma muito importantes para esse nosso segmento....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala amigo.

Lendo seu post me lembrei da Revista Trofeu,a predileta do meu velho.Tô falando do início dos anos 70.Quem escrevia suas materias fantásticas?

Devorava aquelas páginas e ia dormir sonhando com uma aventura amazônica,no Araguaia ou no Pantanal.Me lembro de uma matéria sobre a pescaria de jaús gigantes,tempos bons.

Quem eram e por onde andam aqueles colaboradores?

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala amigo.

Lendo seu post me lembrei da Revista Trofeu,a predileta do meu velho.Tô falando do início dos anos 70.Quem escrevia suas materias fantásticas?Devorava aquelas páginas e ia dormir sonhando com uma aventura amazônica,no Araguaia ou no Pantanal.Me lembro de uma matéria sobre a pescaria de jaús gigantes,tempos bons.

Quem eram e por onde andam aqueles colaboradores?

Abraço.

Pois é Celso, naquela época ainda existiam inumeros pesqueiros a serem descobertos.... A propósito, a maioria desse pessoal que eu citei escreveu para a revista Troféu Pesca que era de propriedade do Matheus e Marcos Zillig.... Bons tempos....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que lembranças boas... Nos anos 80 li muitas edições antigas da Troféu Pesca, muitos artigos dos saudosos Synesio Ascencio, Irineu fabichak e tantos outros. Também li muito a revista Aruanã...

Recentemente comprei os DVDs do Rubinho, com alguns dos programas pesca & companhia, muito legal mesmo, é interessante resgatar a memória de tantos que prestigiaram a pesca esportiva no Brasil.

O Rubinho segue escrevendo na Pescaventura, o Lester Scalon que surgiu na Aruanã, segue tbém escrevendo na Pesca & Cia., juntamente com o Gugu.

O Anderson Wolupeck segue pescando (vejam em http://www.las.pucpr.br/anderson/) mas acho que não escreve mais em revistas. O Alvaro Mouawad, que também é caçador, segue pescando mas não escreve mais sobre o tema (http://revistapescaecompanhia.uol.com.b ... aspx?c=153).

Da revista aruanã, eu me lembro que tinha até uma loja, mas do Antonio Lopes eu nunca mais ouvi falar no meio da pesca esportiva.

É isso aí, afinal recordar é viver hehehehe

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama,

Parabéns pela iniciativa. Este tema deveria ser mais explorado palmas::

Lamana, pois é, a gente envelhece e bate a nostalgia, rsrsrs....Mas eu queria prestar uma homenagem ás pessoas que desbravaram esse Brasilzão em busca de novos pesqueiros, tempos de fartura mesmo. Eles foram taxados de idiotas por pregar o pesque e solte..... Merecem toda a nossa admiração e respeito..... Valeu!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que lembranças boas... Nos anos 80 li muitas edições antigas da Troféu Pesca, muitos artigos dos saudosos Synesio Ascencio, Irineu fabichak e tantos outros. Também li muito a revista Aruanã...

Recentemente comprei os DVDs do Rubinho, com alguns dos programas pesca & companhia, muito legal mesmo, é interessante resgatar a memória de tantos que prestigiaram a pesca esportiva no Brasil.

O Rubinho segue escrevendo na Pescaventura, o Lester Scalon que surgiu na Aruanã, segue tbém escrevendo na Pesca & Cia., juntamente com o Gugu.

O Anderson Wolupeck segue pescando (vejam em http://www.las.pucpr.br/anderson/) mas acho que não escreve mais em revistas. O Alvaro Mouawad, que também é caçador, segue pescando mas não escreve mais sobre o tema (http://revistapescaecompanhia.uol.com.b ... aspx?c=153).

Da revista aruanã, eu me lembro que tinha até uma loja, mas do Antonio Lopes eu nunca mais ouvi falar no meio da pesca esportiva.

É isso aí, afinal recordar é viver hehehehe

Abs.

J

João, abri o link do Andersom e fiquei muito emocionado,,,, grandes pescarias, o cara pescava de bait, fly, etc..... Esse homem é um baita pescador, queria ter pescado a metade do que ele pescou, rsrsrs... Valeu mesmo, abç!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama, muito legais as fotos do Prof. Wolupeck, hehehe, quando lia os artigos dele nem imaginava que o homem era professor de universidade, e parece que ele segue pescando bem, acho que agora mais no fly.

E quanto aos pescadores esportivos que eram chamados de idiotas quando praticavam o pesque e solte, isso, infelizmente, não mudou tanto, ainda enfrento as caras de espanto dos meus amigos e conhecidos (não pescadores) quando perguntam se trouxe muito peixe da minha última pescaria e respondo que não trago nenhum, pois pesco e solto os peixes...

Popularizar o pesque e solte vem sendo uma luta constante de todos nós, desde a época dos grandes nomes referidos no teu texto, e ainda será assim por muitos anos...

Abs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama,

tenho 26 anos e apesar da minha pouca idade pesco há muito tempo! Já li várias matérias destes autores, em especial do Anderson Wolupeck, na antiga revista trofeu publicava matérias espetaculares sobre diversos assuntos, em especial a pesca de fly, uma façanha em uma época que mal conhecíamos as iscas artificiais e não tinhamos acesso a tecnologia das carretilhas eletricas, linhas multi e cameras digitais...

Não podemos esquecer de mencionar o Eduardo Morgado, pescador "pantaneiro" dos bons, as vezes aparece em alguma publicação por aí...

O Antonio Lopes, da extinta Aruanã, parece que infelizmente faleceu...

Outros autores que me lembro: Genésio de Moura Crispim, Bruno Fronterota, Alécio, Kdu Magalhães, Perci Regis, Sidnei Medeiros, Moreira...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Genésio mora em Ribeirão Preto/SP !

Temos contato com ele, até porque ele já foi pescar conosco por duas vezes !

Mais do que uma grande figura, um excelente amigo ! :amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lembro de um site, o primeiro que ví sobre pesca, acho que o nome era The Fishing World, era muito legal. Isso no início dos anos 90.

As revistas Trofeu Pesca e Aruanã, eu lia na época.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama,

tenho 26 anos e apesar da minha pouca idade pesco há muito tempo! Já li várias matérias destes autores, em especial do Anderson Wolupeck, na antiga revista trofeu publicava matérias espetaculares sobre diversos assuntos, em especial a pesca de fly, uma façanha em uma época que mal conhecíamos as iscas artificiais e não tinhamos acesso a tecnologia das carretilhas eletricas, linhas multi e cameras digitais...

Não podemos esquecer de mencionar o Eduardo Morgado, pescador "pantaneiro" dos bons, as vezes aparece em alguma publicação por aí...

O Antonio Lopes, da extinta Aruanã, parece que infelizmente faleceu...

Outros autores que me lembro: Genésio de Moura Crispim, Bruno Fronterota, Alécio, Kdu Magalhães, Perci Regis, Sidnei Medeiros, Moreira...

Neroo, legal ver pessoas jovens como você se lembrar desse pessoal. Mal comparando é como lembrar de Didi,Canhoteiro, Pelé, Rivelino e tantos outros craques do futebol.....Esses pescadores ajudaram a sedimentar o que se chama hoje de "pesca esportiva". Se ainda os matadores são a grande maioria, o quadro poderia estar bem pior se não fosse pela visão que tiveram em transmitir idéias de conservação, valeu.....

A propósito, você é quem aparece naquele vídeo sobre a retirada dos tampões dos índios da Amazônia, não é??? Posta aqui, se é que já não postou. Legal ver que ainda existem pessoas preocupadas com coisas que não sejam sómente em ganhar dinheiro com a profissão. tudo a seu tempo, não é???? Vendo aquele vídeo desacredito um pouco menos na humanidade, rs, abç!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tenho uma fita de VHS com uma pescaria clássica do Genésio e do Gustavo Reis no rio Comandante Fontoura que deve ter pelo menos uns 15 anos. SE nao me engano só usavam iscas Faria. Era na época do programa Pescadores do Brasil. Muito anos depois quando finalmente pude pescar nesses mesmos locais, foi muito emocionante poder ver as mesmas cenas que eles presenciavam na época.

Genésio mora em Ribeirão Preto/SP !

Temos contato com ele, até porque ele já foi pescar conosco por duas vezes !

Mais do que uma grande figura, um excelente amigo ! :amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama,

tenho 26 anos e apesar da minha pouca idade pesco há muito tempo! Já li várias matérias destes autores, em especial do Anderson Wolupeck, na antiga revista trofeu publicava matérias espetaculares sobre diversos assuntos, em especial a pesca de fly, uma façanha em uma época que mal conhecíamos as iscas artificiais e não tinhamos acesso a tecnologia das carretilhas eletricas, linhas multi e cameras digitais...

Não podemos esquecer de mencionar o Eduardo Morgado, pescador "pantaneiro" dos bons, as vezes aparece em alguma publicação por aí...

O Antonio Lopes, da extinta Aruanã, parece que infelizmente faleceu...

Outros autores que me lembro: Genésio de Moura Crispim, Bruno Fronterota, Alécio, Kdu Magalhães, Perci Regis, Sidnei Medeiros, Moreira...

Neroo, legal ver pessoas jovens como você se lembrar desse pessoal. Mal comparando é como lembrar de Didi,Canhoteiro, Pelé, Rivelino e tantos outros craques do futebol.....Esses pescadores ajudaram a sedimentar o que se chama hoje de "pesca esportiva". Se ainda os matadores são a grande maioria, o quadro poderia estar bem pior se não fosse pela visão que tiveram em transmitir idéias de conservação, valeu.....

A propósito, você é quem aparece naquele vídeo sobre a retirada dos tampões dos índios da Amazônia, não é??? Posta aqui, se é que já não postou. Legal ver que ainda existem pessoas preocupadas com coisas que não sejam sómente em ganhar dinheiro com a profissão. tudo a seu tempo, não é???? Vendo aquele vídeo desacredito um pouco menos na humanidade, rs, abç!!!!

é meu irmão!

hahaha! somos parecidos...

abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala amigo.

Lendo seu post me lembrei da Revista Trofeu,a predileta do meu velho.Tô falando do início dos anos 70.Quem escrevia suas materias fantásticas?

Devorava aquelas páginas e ia dormir sonhando com uma aventura amazônica,no Araguaia ou no Pantanal.Me lembro de uma matéria sobre a pescaria de jaús gigantes,tempos bons.

Quem eram e por onde andam aqueles colaboradores?

Abraço.

Lendo esse post, a sua resposta me fez lembrar que o Marco tem toda a coleção da Troféu Pesca, todas as Bíblias do Pescador. Fitas em VHF do Rubinho, que na época até mesmo quem não era pescador parava para assistir os programas de pesca.

Tudo que ele anunciava vendia e ele tinha um compromisso com o pescador, sempre anunciava coisa legal.

É uma pena hoje, os que estão na midia, trocam de patrocinador toda hora e acabamos não sabendo em quem confiar.

Mas parabéns pelo Tópico, vale a pena lembrar de muitos outros que com certeza tem gente que lembra.

Nós estamos há 20 anos na pesca e muito antes já éramos pescadores e não podia levar as iscas com as garatéias principalmente no Mato Grosso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Haseyama

Eu faço parte da velha guarda da pesca esportiva.

Sou do inicio da pesca com iscas artifiais no Brasil, pois não existiam naquela época 30 pessoas que praticavam a modalidade de pesca de pincho com plugs e outros.

A maioria do pessoal que voce citou acima faziam parte da minha turma e foram meus parceiros ocasionais.

Fui tesoureiro e vice presidente da Apia (Associação de Pescadores com Iscas Artificias) onde tudo teve inicio, tendo sua sede inicial na tapeçaria do Faria.

Lá frequentavam entre outros o Faria,Gugu,Antonio Lopés, Quico,Ivam Imperio,Gregorio,Genesio Crispim,Nelsom Nakamura,Marcos

Migliano,Adamo,Carlos Duailibi.

A liberação da pesca com iscas articiciais no no Brasil e sua inclusão na legislação foi na epoca uma grande vitoria da Apia.

Grande abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Tiago

Tenho uma fita de VHS com uma pescaria clássica do Genésio e do Gustavo Reis no rio Comandante Fontoura que deve ter pelo menos uns 15 anos. SE nao me engano só usavam iscas Faria. Era na época do programa Pescadores do Brasil. Muito anos depois quando finalmente pude pescar nesses mesmos locais, foi muito emocionante poder ver as mesmas cenas que eles presenciavam na época.

Pois é cara, conheço essas imagens ( acredito que sejam as mesmas... ). Posteriormente o Genésio e o Gugu se tornaram sócios num empreendimento alí mesmo no Comandante Fontoura ( distante 4 horas de motor de 15 hp do Xingu ), chamado de Mata Verde, que era um verdadeiro paraíso, e que foi posteriormente literalmente arrasado pelos índios da região ! Roubaram e destruíram tudo... ( ações parecidas com as dos "sem terra" ) uma verdadeira desgraça ! E olha que já nesse tempo, era obrigatório o "catch release" !

O rio não é de um porte que impressiona ( junto ao Xingu ), mas tem uma diversidade de peixes absolutamente inesquecível !

Conhecemos ( Mocorongos ) o Genésio nessa oportunidade ( antes de 2000 ), e o entrosamento foi imediato ! Difícil mesmo era interromper o papo à noite para irmos dormir, tamanho prazer de compartilhar "causos" e "jogar conversa fora"... O cara é SHOW e repetimos a dose com ele na Amazônia, quando o Angatu começou a operar ( na verdade foi o Genésio que nos convenceu a conhecer e usar o Angatu ). Figuraça !

mestre:: doutor::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×