Ir para conteúdo
Fabrício Biguá

O que vc faria caso pegasse um recorde mundial???

O que vc faria caso estivesse com o peixe em mãos?  

39 votos

  1. 1. O que vc faria caso estivesse com o peixe em mãos?

    • Fotografo e solto o peixe.
      29
    • Tento de todas as formas homologar o peixe vivo (já tenho uma tática)
      7
    • Mato o peixe e pronto. Pelo menos não deixo ele sofrendo.
      3


Posts Recomendados

Vejo muitos amigos falando sobre a possibilidade de estar com um recorde mundial nos braços.Vcs já pensaram no que esse peixe poderia trazer de bom para vc?Caso vcs peguem o recorde, como se comportariam??? Como fariam para homologar o peixe???Matariam, ou soltariam???Dêem suas opiniões...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Recorde é recorde, e por isso mesmo TEM O DIREITO de permanecer vivo e em liberdade ! Não existe nada mais apropriado do que as lembranças desse feito, mesmo que apenas na memória ! Temo que a satisfação de vê-lo em liberdade, seja maior que o risco de perdê-lo ! Por isso mesmo, a máquina fotográfica deve estar sempre presente, até para convencer "incrédulos", pois NADA substitui a emoção e lembranças ( que serão perpétuas ) de quem o embarcou... Registro de recorde para que ? :lol:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Recorde é recorde, e por isso mesmo TEM O DIREITO de permanecer vivo e em liberdade ! Não existe nada mais apropriado do que as lembranças desse feito, mesmo que apenas na memória ! Temo que a satisfação de vê-lo em liberdade, seja maior que o risco de perdê-lo ! Por isso mesmo, a máquina fotográfica deve estar sempre presente, até para convencer "incrédulos", pois NADA substitui a emoção e lembranças ( que serão perpétuas ) de quem o embarcou... Registro de recorde para que ? :lol:

Kid é o cara, vou fazer uma camiseta com ele estampado... hehehehe

Como não tenho foto de close dele, vou usar uma do Jaques Vagner que dá na mesma, hehehehe...

Brincadeiras a parte, penso exatamente como tú Kid. :lol:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fotografo e solto. Tem um cara que tem um prgrama de pesca e eu não gostava dele de graça, Jair Rigoti. Depois que ele soltou uma piraíba de cento e tantos quilos e que com certeza era recorde, comecei a vê-lo com outros olhos.Alguns dos meus amigos que ainda matam peixe acham que as vezes sou demagogo e não acreditam que eu solto tudo. Acho que isso seria a prova definitiva.Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou falaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrr, não vou falaaaaaaaaaarrrrrrrrr... vou falar..hehehehheSe eu pegasse um recorde de Tucunaré, faria o seguinte :- Montar de alguma maneira, uma estrutura para colocar o peixe no local da captura, claro que não deixaria nenhuma maneira do peixe escapar.- Depois ia até a cidade ligar, para DAIWA, SHIMANO, MARINE SPORTS, enfim, todos que de uma maneira estão envolvidos com pescaria, depois eu ligaria para o melhor RESORT da Amazônia para informar sobre o record... ou seja, eu ia vender a imagem do peixe para quem pagasse mais...hehehehLigava até para o PAPA... eu ia ficar rico, ou então nunca mais pagava pescaria na Amazônia...hehehehhehheheRecord é record galera, não siginifica que temos que matar um peixe deste....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nesse caso ele tinha escolha.....ou soltava ou ia em cana, já que a piraíba é proibida de ser abatida aqui mem Goiás.abs

Fotografo e solto. Tem um cara que tem um prgrama de pesca e eu não gostava dele de graça, Jair Rigoti. Depois que ele soltou uma piraíba de cento e tantos quilos e que com certeza era recorde, comecei a vê-lo com outros olhos.Alguns dos meus amigos que ainda matam peixe acham que as vezes sou demagogo e não acreditam que eu solto tudo. Acho que isso seria a prova definitiva.Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu particularmente, acho que essa historia de recorde é "coisa de gringo".Só aquela burocracia toda de aferição de balança, testemunhas e nao sei o q mais....é só pra facilitar a homologação de recordes dos estrangeiros. Varios recordes ja se mostrarm fraudes, é muito facil brular a IGFA que é uma instituição CAPITALISTA PRÒ-SIONISTA :evil: :evil: . Quem garante q o sujeito nao pegou o peixe numa linha de multifilamento de 100 lb e registra om recorde na categoria 20 lb?Ou pior, se ele pagar um ribeirinho pra pegar um peixao e registrar no nome dele, quem vai saber?Por esses motivos nunca me preucupei com issoEntao se algum dia eu pegar um peixe recorde, eu me limitaria a ficar muito feliz e mostrar a foto para meus amigos. 8)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tiago,

Acredito que devamos ter opinião sobre os fatos que nos rodeiam, e até mesmo algumas "implicâncias"... ( independentemente de serem "certas ou erradas" ). O que não acho legal, contudo, é gerar algum tipo de posicionamento segregacionista num fórum, onde o objetivo maior é a diversão e a busca de entendimento !

Também já me posicionei contra a estória do recorde, mas nem por isso "ataquei" ou "depreciei" quem quer que seja... Entendo que haja espaço para todo mundo, desde que com um mínimo de boa vontade !

Antecipo-lhe eventuais desculpas, mas um dos meus papeis como "moderador", é exatamente fazer com que os objetivos básicos deste fórum permaneçam como prioritários ! Ofender ( quem quer que seja ) não faz parte dessa política de entretenimento !

Desejo-lhe boas pescarias, independente de "balanças", bitolas de linhas e/ou interferências de quem quer que seja, pois os "troféus" verdadeiros são aqueles que nos geram maior prazer...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem pessoal, o meu voto foi o único que foi diferente por enquanto e vou explicar meu posicionamento. A questão do recorde é controvertida pois a grande maioria vê tal registro apenas como um meio de realização do ego pessoal do pescador. Eu discordo disto em alguns casos, em outros concordo plenamente. Eu buscaria o registro de um recorde pois sei que no meio da mídia a pesca esportiva isto é reconhecido e, no caso de um pescador que tenha homologado alguns recordes, pode dar uma projeção para ele que se for bem utilizada pode retornar em benefício dos peixes e da pesca. Quando vc atinge um nível de projeção num esporte, suas opiniões passam a ter mais credibilidade e vc pode utilizar positivamente isto expressando opiniões positivas, seja para o desenvolvimento da pesca amadora e PRINCIPALMENTE para a proteção de nossos peixes, rios e mar. Eu busco ter posicionamentos neste sentido de busca de preservação e acho que homologar alguns recordes pode ajudar. É minha opinião e concordo com aqueles que são contra a homologação de recorde, mas não aceito algumas pessoas (NÃO ESTOU FALANDO DOS QUE VOTARAM, POIS NÃO OS CONHEÇO A ESTE PONTO) que dizem que não matariam um trófeu para homologar recorde e em contrapartida matam peixes em quantidade para se alimentar e até mesmo para presentear conhecidos.AbraçosCuri

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Curi,

Já dizia Nelson Rodrigues que a "unanimidade é burra" ! Entendo seu ponto de vista, embora acredite que o "respeito" que se tem por ser considerado um pescador esportivo tenha muito maior significado no meio da pesca, do que alguns recordes catalogados... Mas certamente que isso é apenas um ponto de vista ! Apenas para corroborar meu ponto de vista ( nada além disso ), não me consta que algumas "celebridades" do cenário de pesca brasileiro ( Rubinho, Nakamura, Gugu, Pepe Mélega, e outros tantos ) tenham se notabilizado pelos recordes capturados, e sim pelas boas práticas de pesca passadas... Mas insisto, é apenas um ponto de vista ! Boas pescarias para você ! :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Curi,

Já dizia Nelson Rodrigues que a "unanimidade é burra" ! Entendo seu ponto de vista, embora acredite que o "respeito" que se tem por ser considerado um pescador esportivo tenha muito maior significado no meio da pesca, do que alguns recordes catalogados... Mas certamente que isso é apenas um ponto de vista ! Apenas para corroborar meu ponto de vista ( nada além disso ), não me consta que algumas "celebridades" do cenário de pesca brasileiro ( Rubinho, Nakamura, Gugu, Pepe Mélega, e outros tantos ) tenham se notabilizado pelos recordes capturados, e sim pelas boas práticas de pesca passadas... Mas insisto, é apenas um ponto de vista ! Boas pescarias para você ! :)

Kid, a fama e o reconhecimento com o grande público independe dos recordes homologados, com certeza. Mas estes recordes abrem espaço na mídia, neste sentido que eu quis dizer que vc consegue espaço para expor suas opiniões. Claro que não vai ser a homologação de recorde que vai fazer o público te considerar um grande pescador. Mas respeito sua opinião com certeza.

Abraços

Curi

Curi

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sabia q esse assunto seria polêmico...hehee.. :lol:

Eu ainda não dei o meu voto...mas postarei parte da minha visão sobre o assunto.

Inicialmente vale lembrar q existem "peixes" e "peixes"...Isso tem q ser levado em conta. :)

Pegar um recorde mundial de lambari (generalizando) é uma coisa...e pegar um recorde mundial de blackbass, onde, além dos 1 milhão de dólares oferecidos para o novo recordista, q podem ser multiplicados rapidamente com uma boa assessoria, o nome do pescador será lembrado nos 4 cantos do planeta.

Inicialmente os amigos podem ter passado batido nessa questão...Mas aí vai outra pergunta.

Caso vc pegasse um blackbass q será o recorde mundial...vcs o matariam???

Bem, por 1 milhão de dólares eu acho tem gente q mata até a mãe..hehee....Imagina um peixe???

Onde eu quero chegar???

Entre o lambari e o blackbass está o tucunaré. Milhões e milhões de dólares são gastos anualmente nos EUA visando a captura dos gigantes amazônicos. Até em casas de apostas norte americanas o peixe é lembrado.

O peixe é mais valorizado lá fora q aqui, em nosso país. As grandes pousadas da região nem fazem questão de receber brasileiros, linhas completas de equipamentos são desenvolvidas exclusivamente para a captura do peixe, grandes associações são criadas lá fora para tratar do nosso peixe, grandes investimentos são feitos em pesquisas, em infra-estrutura, em propagandas, etc..etc..etc....

Um peixe com 12.5Kg pode mudar o rumo da sua vida.

Hj eu só teria interesse em pegar o recorde mundial do bass e/ou do tucuna...O resto..eu soltaria tudo...mas do bocudo...vou falar uma coisa, eu acho q cometeria um crime...kkkkk...

Com uma boa tática de evacuação do peixe, um globalstar a bordo, um alicate aferido, o telefone das maiores empresas fabricantes de produtos de pesca, pousadas, hotéis, barcos hotéis, etc...já é um bom começo.

Fariam de tudo para terem em suas propagandas o recorde mundial.

E agora...consegui mudar a opinião de alguém??? Ou dispensariam uma oportunidade dessas em prol da natureza???hehehee....

Só para colocar mais lenha na fogueira....O recorde de peixes (tucunarés de vários tamanhos) pegos em uma única noite, e por um único zagaieiro (pescador q usa um tipo de fisga para capturar os bocudos enquanto dormem) é de 270Kg. Um colega já pegou 250Kg numa única noite. Tentem imaginar a quantidade de peixes q são mortos por sacanas q não pensam no dia de amanhã????. E aí, vc deixaria de ficar rico e famoso por conta de matar um único peixe????

Compliquei a questão, hein??? :lol: :lol: :lol:

E vamos discutindo a questão... :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

Pescador esportivo x "zagaieiro" ?

menas... meu amigo, menas... :shock:

Não vou nem entrar no mérito do esquema gobalstar, etc... :oops:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

Pescador esportivo x "zagaieiro" ?

menas... meu amigo, menas... :shock:

Não vou nem entrar no mérito do esquema gobalstar, etc... :oops:

Claro q isso foi apenas para colocar lenha na fogueira e nos provocar, os "seres humanos". Muitos fazem a sua parte (pescador espotivo), mas será q na hora em q ele estiver com um recorde nas mãos...e ele se lembrar q os FDP dos zagaieros destroem o q vc não destroiria numa vida inteira de pesca esportiva??? :shock:

E aí...mudou alguma coisa na sua opinião, ou ela continua inalterada??? hehehe... :o

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabrício,

Não vamos ser "hipócritas" ! Seria o mesmo de defender "não comer um tucuna assado" na barranca do rio... Fácil de falar, mas difícil de fazer !

Com relação ao "troféu", tenho certeza de qeu não mudaria meu posicionamento, pois não é disso que "corro atrás..." ! Agora, não me perdoaria se não estivesse com uma máquina fotográfica junto, muito mais pela lembrança da captura, do que pela comprovação desta...

Mas confesso-lhe não ser uma decisão fácil !

Quanto aos "zagaieros", não tem perdão ! Precisamos contudo entender que eles só fazem isso porque têm um mercado recptador do que eles produzem... Imagine se a comercialização fosse proibida... não mudaria o "tom" da conversa ? Não acabaria, mas diminuiría bastante, não ?

Vamos em frente ! Lembrando de que QUERO VER AS FOTOS DOS BRUTOS QUE FOR EMBARCAR AGORA NO CARNAVAL NA AMAZÔNIA ! :D

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não registraria o peixe apenas se fosse uma espécie ameaçada de extinção (primeiro pelo fator biológico, segundo porque é crime). Dificilmente tem como registrar um recorde de peixe grande sem matar o peixe. Peixes de até uns 15 ou 20 kg, dá até para pesar, medir, fotografar e devolver. Maior que isso, acho improvável.Ainda assim eu registraria, por vários motivos: primeiro pelo valor biológico da informação: o tamanho máximo de uma espécie tem utilidade nos modelos de simulação de crescimento e dinâmica populacional. Além disso, existem outras implicações (além das que o Fabrício falou). Um recorde importante capturado pode trazer dividendos para o local de captura. Um exemplo é Vitória/ES. Depois que pegaram os maiores marlins branco e azul do mundo lá, a cidade passou a receber turistas cheios de dólares de todo canto. E se o peixe é diversão para alguns, para muitos outros significa fonte de emprego e renda.Além disso, dependo da espécie, os peixes muito grandes não estão mais no auge da capacidade reprodutiva. Isso vale para o tucunaré. Se chegou ao tamanho de ser recorde, certamente já passou seus genes de "grandão" para a frente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não pensava duas vezes. Fotografava e filmava a devolução do peixe..... E não divulgava o local..... Pra evitar que algum gringo fosse lá matar o bicho.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande alternativa Zuanon !

Depois do posicionamento do Michel, lembrando que o "gene" do troféu já deveria ter se perpetuado... ( no que acho ele ter razão ), ficou aquela sensação de "fazer papel de bobo", mas depois de pensar a respeito, continuo com o mesmo posicionamento de liberar o peixe... :lol:

Certamente "ainda" não tive a oportunidade de embarcar um verdadeiro troféu ( embora existam alguns "fujões", com "iscas penduradas", que possam ter andado perto disso... ), mas daqueles "brutos" que coloquei dentro do bote, confesso-lhes ser difícil resistir ao propósito de libertar aquele guerreiro ! O colorido que lhe foi dado pela natureza ( o que pode haver de mais bonito que o brilho de um "açú" ? ), chega a ser um estímulo a mais para efetivar sua liberação... Esse negócio de "quebrar recorde" é coisa de gente que "compete", enquanto que eu sou da turma que "se diverte"... Respeitemos ( portanto ) ambas as "vertentes"... :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não há nd mais mais prazeroso q devolver um peixe, após uma bela "briga", que devolvê-lo à água, devolveria sem sombra de dúvidas!!!Qnto à mídia, axo que fica-se mais "conhecido", por soltar um exemplar digno de Record, à água, q matá-lo, soh para ter seu nome estampado em uma folha de papel!!!É isso aí galera, respeito a opinião de todos, esta é a minha!!!Abraços!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo em parte com o que o Michel falou. Acredito que esse seja um dos ângulos em que esse assunto pode ser visto. Quanto a importancia do peso máximo em estudos populacionais, o fato do peixe ter 12kg ou 12,250Kg ou ainda 12,300kg, não faz diferença como parâmetro nesses estudos. Muitas vezes essa pequena diferença de um recorde pode estar associada ao "conteúdo estomacal" de um deles, pois um bicho de 12kg engole facilmente um piau de 400g, concordam???Quanto aos "beneficios econômicos" para a região, eles vem sempre acompanhados com os "prejuízos ecológicos", infelizmente. E, particularmente... o prazer que eu sinto ao devolver um grande oponente à água, é muito maior do que um registro oficial e um "certificado gringo". Eu vejo esse lance de homologar records, registrar e competir pelo maior peixe como uma coisa da "cultura americana" onde o indivíduo cresce e é treinado o tempo todo pensando na "competição do mercado de trabalho".... competição por isso ou aquilo....Por isso reluto um pouco em usar o termo "Pesca Esportiva". Eu não vejo como esporte. Não gosto inclusive da idéia de campeonatos de Pesca. Eu pesco porque gosto. Gosto das sensações e dos amigos que me acompanham. Se é o meu parceiro que pegou o maior peixe, vibro tanto quanto se tivesse sido eu. A "Pesca Profissional" não precisa de explicação, mas a modalidade de pesca que eu pratico esta ligada simplesmente a uma atividade que me dá prazer, onde eventualmente pode ser abatido algum exemplar para consumo, e o restante é devolvido para que o impacto seja o menor possivel na população dessas espécies.Por esses motivos sou contra o abate dos grandes exemplares, principalmente para satisfazer o ego do pescador ou para gerar divisas para uma região. Não acho correto vincular o crescimento economico, o turismo, etc à caça de um novo record e consequentemente à morte de mais alguns grandes exemplares.Esta é a minha opinião pessoal, como pescador e como biólogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Zuanon,

Acho que ( mais uma vez ) você abordou um questão importante, que é a forma de comportamento das pessoas quando pescam... ( até escrevi algo que tem a ver com isso em outro tópico ! ). Nada substitui o prazer de ser verdadeiro, principalmente na pescaria... PARABÉNS ! :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Perfeito, Zuanon... Realmente a sua visão foi perfeita. Compartilho da mesma idéia.Muito podem pensar q eu sou um dos malucos "americanizados" hehee....mas é q, caso eu pegue o recorde de tucunaré açu/paca, e apenas esses me interessam, eu não ligaria para os certificados gringos, ou para o status q esse recorde me traria (e olha q é muito status), mas o q eu buscaria com esse recorde seria uma bolsa de pesca integral e vitalícia no Rio Negro Lodge. Só isso...hehee...O q eu queria era poder pescar por lá durante 3 meses direto...hehee....Para o restante dos peixes...estou contigo e não abro....kkkkk....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vejo muitos amigos falando sobre a possibilidade de estar com um recorde mundial nos braços.Vcs já pensaram no que esse peixe poderia trazer de bom para vc?Caso vcs peguem o recorde, como se comportariam??? Como fariam para homologar o peixe???Matariam, ou soltariam???Dêem suas opiniões...

na realidade.. status para mim não vai encher minha barriga..rseu não ligo pra isso... o q me importa é o momento.. a tremedeira nas pernas..rs..fotografo.. solto o peixe pra gerar descendentes..rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu iria fotografar e soltar porque tenho certeza, se fosse essa minha intenção, de que se eu o matasse um dia eu iria me arrepender.

Antes do recorde do Andrea, acho teve um amigo aqui do fórum que pegou um recorde. O Fabricio que divulgou. Fotografou, pesou, mediu, colocou em seu peito pra mostrar o tamanho e soltou. Faria a mesma coisa. Não me interessa se o outro vai matá-lo em seguida. Acredito que esse peixe merece mais a vida por tudo o que ele já passou para chegar até ali e continuar sua caminhada reprodutora, mesmo que curta ou longa(nunca saberemos) do que a fama e conquistas que isso possa me trazer. 

Mas uma dúvida. Hoje em dia ainda precisa matar o peixe para homologar o recorde?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for espécie de importância como um tucuna açu mataria concerteza se fosse um Black bass com 1 milhão de doletas tá é doido mataria rindo atoa danca:: sem mimimi nem chororo. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...