Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
ThaisonScopel

Da série: "POUSADAS MATADORAS"

Posts Recomendados

http://www.msnoticias.com.br/?p=ler&id=66916

Pescadores pescam 13 Jaús em algumas horas em Murtinho

Imagem Postada

É comum ouvir dizer que pescadores aumentam sempre um pouquinho à quantidade de pescado. Pois bem, você acreditaria se alguém lhe contasse que um grupo de pescadores fisgaram em poucas horas treze, isso mesmo, treze jaús, em média pesando 40, 50 kilos no município de Porto Murtinho? Pode até parecer mais uma estória hilariante de pescador, mas aconteceu.

A pescaria dos sonhos de muitos aficionados aconteceu, ontem, dia 20, na montante, ou seja, da região da Ingazeira a Foz do Apa (trecho liberado para pesca) no rio Apa.

O piloteiro Emerson Alves Correa (33) que há 12 exerce a profissão de piloteiro no município contou com orgulho que ele e os colegas piloteiros, Firmino Cabalero, Chives Correa auxiliaram um grupo de seis turistas de Santa Catarina que estão hospedados na Pousada Tatuapé (Barracão) e que a maioria dos gigantes de água doce foram fisgados pelos próprios turistas com isca viva, linha 100 e anzol barra/ 9. “Ninguém acredita, mas esta aí. Esta pescaria foi impressionante pois só usamos linha 100, na mão e não preciso nem pegar na carretilha. Tinha uns trinta barcos e todos estavam pegando. A sorte dos nossos turistas é que está tudo filmado e eles vão poder provar a sensacional pescaria que fizeram aqui na nossa cidade ” declarou.

De acordo com o Comandante da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho, o 2° Tenente Luiz Clemente os pescadores foram até a sede da unidade e declaram o pescado.

Informou que no total foram 372 kilos de pescado e que juntos, os dois pescadores profissionais que compareceram no quartel poderiam ter fisgado 800 kilos, conforme cota estabelecida vigente.

O tamanho mínimo para retirada do peixe dentro da legislação de pesca é de 95 cm e o Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies.

O turismo de pesca é a sua principal atividade econômica em Porto Murtinho. Além do Apa, o rio Paraguai é um dos mais piscosos do Brasil.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelizmente essa é a nossa realidade, como a propria materia fala, eles podiam estar com 800Kg de pescado. Thaison infelizmente eles tem a lei que rege a pesca no Brasil

Agora essa frase aqui o reporter falou muita merda.

" Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies."

Penso da seguinte forma, se não sei não falo e muito menos escrevo bobagem...

Abraços e é complicado ver como o Brasil ainda continua andando para tras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos encher a caixa de mensagem deste editor que permite postar esta matéria.

editor@msnoticias.com.br

Este já foi um dos mais piscosos rios brasileiros, mais se continuarem matando as matrizes, ai sim vamos ver eles reclamarem que não pega mais nada, em um trecho da reportagem são turistas do Paraná, mais para a policia o 2° tenente, os matadores sõ pescadores profissionais??

diabo:: diabo:: diabo::

COLOQUEI NO GOOGLE E VEJA QUE OUTROS JORNAIS ESTÃO VANGLORIANDO A MATEREA

http://www.topnewsconesul.com.br/notici ... p?Cod=5185

olha aqui outra materia e neste podemos colocar a nossa opinião

http://www.campograndenews.com.br/cidad ... a-de-coxim Naonao:: ::nada::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ahhh não ... eu que tenho 24 anos de idade já to querendo pendurar as chuteiras..

Não adianta não... como diz o Kruel a gente tá é remando contra a maré e vai morrer na praia.

Quando eu vejo fotos assim, o desanimo bate na hora.

abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.msnoticias.com.br/?p=ler&id=66916

O tamanho mínimo para retirada do peixe dentro da legislação de pesca é de 95 cm e o Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies.

O turismo de pesca é a sua principal atividade econômica em Porto Murtinho. Além do Apa, o rio Paraguai é um dos mais piscosos do Brasil.

O bom é que eles tão afirmando que o ideal é matar os predadores né ... eles ATRAPALHAM e não equilibram o meio ambiente...

É a genialidade mesmo...

Concordo com o Kruel, o negocio é DESISTIR!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sonho em pegar um Jaú!

O que eu realmente não intendo é, o porquê matar tantos peixes desse tamanho?

Para dar para os vizinho? para dar aos cachorros? deixar apodrecer na geladeira?

Porquê não deixa o peixe no rio para procriar e dar felicidades a outros pescadores?

Ô pescadô sem noção rapaz!!!.

Abrs!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Mas que barbaridade, tchê!!! diabo:: diabo:: diabo:: Não sei nem o que falar, sinceramente............. chorei:: chorei:: Se fôssemos um país desenvolvido em sede de pesca esportiva, esses desgraçados estavam todos na cadeia!!! diabo:: diabo:: diabo:: E como disse o Adhemar: quem é o gênio do editor que permitiu (e mais, pois achou lindo!!! diabo:: diabo:: ) a publicação disso???!!! diabo:: diabo:: Por favor..................

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ah...sério...fico tentando levar o conceito de pesca esportiva para os lugares que frequento, mas quer saber?...não adianta Puts nenhuma...todo dia tem um merda por aí orgulhoso de ter realizado uma pescaria "maravilhosa" como esta...isso aqui é terra de ninguém...e que o acaso nos proteja, pq se ainda temos peixes, é pura e simplesmente em função dos desafios que a natureza ainda consegue impor....nossa triste realidade...estou preparando meus filhos pra conhecerem tudo isso o mais rápido possível...daqui algum tempo falaremos de nossas pescarias amazônicas como vemos os mais velhos relatando seus grandes momentos no Pantanal... buaa:: morto::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é normal. Não me impressiono mais! Naonao::

É nossa dura realidade!

Corrupção, propina, depredação altos impostos são comuns no Brasil.

É o meu pais. Tenho orgulho de ser Brasileiro! ::tudo::

Mas é a nossa realidade....

Pra que tudo isso mude, não sei o que fazer....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

http://www.msnoticias.com.br/?p=ler&id=66916

O tamanho mínimo para retirada do peixe dentro da legislação de pesca é de 95 cm e o Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies.

O turismo de pesca é a sua principal atividade econômica em Porto Murtinho. Além do Apa, o rio Paraguai é um dos mais piscosos do Brasil.

O bom é que eles tão afirmando que o ideal é matar os predadores né ... eles ATRAPALHAM e não equilibram o meio ambiente...

É a genialidade mesmo...

Concordo com o Kruel, o negocio é DESISTIR!

Marcelim vc disse tudo matar os pedadores tu me entendeu né bang::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

lacou:: F....

Não condenaria esse pessoal de SC, se eles tivessem abatido "um" desses brutos p levar p casa ( a pesca e abate é permitida ), maaasssss, vão fazer oq com td isso?? Vender na feira?? ::nada::

Complicado...

Não vou vir aki e dizer que não abato nenhum peixe, que sou 100% pesque e solte, eu abato alguns exemplares sim, ou alguém aki nao gosta de um peixinho frito a beira do lago ou rio?? Ou mesmo em casa?? ( mas td dentro da moral e dos bons costumes rindo3:: ) Mas do que estamos falando é de uma verdadeira matança.

.

Uma pena ainda existirem pescadores com esse pensamento.

Mas esse rio nao é uma excessao. No telles pires, regiao da 7 quedas a kz ta bagunçada, vem gente pescar com onibus e voltam com 400, 500 kg de peixe, e nao perdoam nd, vai do pequeno ao grande. Entendo que mtos desses "pescadores" vem de longe, passam horas, as vzs dias dentro do onibus para chegar, e querem levar alguns peixinhos para casa, até ai eu concordo, maassss 400 KG?? Isso nao são alguns,e sim varios peixes. ::nada::

Daki a uns 10 dias vou pescar com minha turma na regiao do teles pires abaixo da pousada manteiga, exatamente abaixo do rio apiacas até a barra do rio São Benedito, vamos passar uma semana la. Td mundo sabe que existe varios tipos de pescadores, e na turma da gente tem esses varios tipos, tem os que nao ligam para trazer peixe p casa, tem os limpa rio, tem os que nao estao em nenhum dos dois tipos citados. Sugeri aos amigos que quem kzer trazer peixe para casa, pode trazer, maass td dentro do permitido, respeitando tamanho e cota, nao dando direito a mais um exemplar como diz a legislação, e dando cota ZEROOOO para PIRAIBAS, PIRARARAS, JAU, CAPARARI, TAMBAQUI, TUCUNARE, PIRANAMBU ae vai sobrar jundia, corvina, cachara, e outros peixes de cardume. Pensando pelo lado dos belos exemplares que se encontram naquela regiao, é bem provavel que se pegue cacharas que preencham a cota de um pescador, e dessa forma o pescador levara apenas um peixe para casa, nao impactando tanto no meio ambiente que tentamos preservar.

Pensei em propor isso aos amigos de pesca, pois assim contentamos a todos, aos que gostam de levar os peixes p casa e aos que nao se importam em nao levar nenhum exemplar. Alguns podem condenar essa situação, mas nao vejo outra forma de resolver esses assuntos.

Grande abço pessoal.

:amigo:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ola !! Amigos

" O EXEMPLO VEM DE CIMA " la do planalto !!! diabo:: diabo:: mau:: mau:: " PESCAR E SOLTAR SEMPRE " joia:::

Forte abraço, :amigo: s.

SIMÕES

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Senhor editor responsável , Josemil Arruda, nos dias de hoje, em que a natureza está agonizante, é vergonhoso ostentar em uma página de jornal, uma carnificina desta.

Cabe ao Comandante da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho, o 2° Tenente Luiz Clemente, sanar algumas questões que geram dúvidas.

Afinal, os dois pescadores são piloteiros o são profissionais? Se São profissionais, os turistas os estavam ajudando? Se são profissionais mas estavam trabalhando como piloteiros, qual é a cota de cada turista? Quanto ao Jaús que atrapalham a reprodução das outra espécies, isso se dá somente ai em MS ou existem outros estudos que mostram essa anomalia de comportamento em outros lugares?

De acordo com o Comandante da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho, o 2° Tenente Luiz Clemente os pescadores foram até a sede da unidade e declaram o pescado.

Informou que no total foram 372 kilos de pescado e que juntos, os dois pescadores profissionais que compareceram no quartel poderiam ter fisgado 800 kilos, conforme cota estabelecida vigente.

O tamanho mínimo para retirada do peixe dentro da legislação de pesca é de 95 cm e o Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies.

Espero sinceramente que um dia (e que esteja bem próximo esse dia), exibir uma matéria dessa, nos moldes em que ela foi escrita, traga indignação e não euforia.

Marlúcio Ferreira

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Senhor editor responsável , Josemil Arruda, nos dias de hoje, em que a natureza está agonizante, é vergonhoso ostentar em uma página de jornal, uma carnificina desta.

Cabe ao Comandante da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho, o 2° Tenente Luiz Clemente, sanar algumas questões que geram dúvidas.

Afinal, os dois pescadores são piloteiros o são profissionais? Se São profissionais, os turistas os estavam ajudando? Se são profissionais mas estavam trabalhando como piloteiros, qual é a cota de cada turista? Quanto ao Jaús que atrapalham a reprodução das outra espécies, isso se dá somente ai em MS ou existem outros estudos que mostram essa anomalia de comportamento em outros lugares?

De acordo com o Comandante da Polícia Militar Ambiental de Porto Murtinho, o 2° Tenente Luiz Clemente os pescadores foram até a sede da unidade e declaram o pescado.

Informou que no total foram 372 kilos de pescado e que juntos, os dois pescadores profissionais que compareceram no quartel poderiam ter fisgado 800 kilos, conforme cota estabelecida vigente.

O tamanho mínimo para retirada do peixe dentro da legislação de pesca é de 95 cm e o Jaú é uma espécie predadora, que se alimenta de peixes menores e dificulta a reprodução de outras espécies.

Espero sinceramente que um dia (e que esteja bem próximo esse dia), exibir uma matéria dessa, nos moldes em que ela foi escrita, traga indignação e não euforia.

Marlúcio Ferreira

::tudo:: Concordo plenamente com o amigo Marlúcio!!! Mas a batalha é longa. Acho que somente com uma mudança séria na legislação,fiscalização, na consciência e educação dos pescadores será possível salvarmos o que ainda resta....se houver tempo... Triste demais!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

E depois reclamam que não se pescam mais peixes como antigamente, justamente por causa de f... como esses que só destroem espécies como essas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É realmente uma grande pena, verificar que tem gente matando o que à natureza leva anos para formar. Mas pelo que eu vejo o progresso no pesque e solte é lento, mas começa a dar resultados. Infelizmente alguns pescadores ainda têm a idéia que se alguns matam ele também tem que matar. Acho que o jeito é continuar denunciando e tentando convencer amigos e parceiros que o melhor é praticar a pesca esportiva.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×