Ir para conteúdo
Carlos Vettorazzi

Multifilamento - Barcelos (I)

Posts Recomendados

Aos veteranos de Barcelos e SIRN:

 

Procede a afirmação de que a acidez das águas do Negro e afluentes "encurtam" significativamente a vida útil das linhas de multifilamento, em relação às águas com acidez normal (neutras)?

 

Depois de quanto tempo (dias de pescaria) vocês fazem a inversão da linha no carretel?

 

Obrigado e abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aos veteranos de Barcelos e SIRN:

 

Procede a afirmação de que a acidez das águas do Negro e afluentes "encurtam" significativamente a vida útil das linhas de multifilamento, em relação às águas com acidez normal (neutras)?

 

Depois de quanto tempo (dias de pescaria) vocês fazem a inversão da linha no carretel?

 

Obrigado e abraços!

Sei que não tem nada haver com o tópico mas o que seria a inversão da linha?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tira da carretilha/molinete para um carretel vazio, depois passa prum segundo carretel pra haver a inversão da linha e so assim carrega-se novamente a carretilha/molinete. Essa passagem da carretilha /  carretel 1 e do carretel 1 para carretel 2, eu adapto numa furadeira elétrica, pra agilizar a retirada da linha.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aos veteranos de Barcelos e SIRN:

 

Procede a afirmação de que a acidez das águas do Negro e afluentes "encurtam" significativamente a vida útil das linhas de multifilamento, em relação às águas com acidez normal (neutras)?

 

Depois de quanto tempo (dias de pescaria) vocês fazem a inversão da linha no carretel?

 

Obrigado e abraços!

Não sou veterano mas muitos dizem que a acidez afeta sim a linha.

Eu não percebi isso nas minhas linhas, mas pode ser que algumas marcas sejam mais sensíveis.

Dizem que a Varivas não seria boa neste caso.

 

Acho também que só inverter a linha não mudaria muita coisa se a acidez corroesse, afinal o carretel todo fica molhado.

Mas acho prudente fazê-lo, e faço.

 

 Como em time que está ganhando não se mexe, continuarei na PP verde 65 lbs. e no quarto dia eu inverto.

 

No conjunto de hélice faço diferente: Como eu não uso snap nas Rips, eu sempre estou cortando o nó e descartando a linha esgarçada. Aí perto dos últimos dias fica com bem menos linha no carretel. Então eu reponho com linha nova.

Prefiro assim , porque a pancada do peixe na hélice é bruta demais e não gostaria de perder o peixe "da minha vida" por causa de uma economia tola.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carlos, não sei se minha opinião é válida, não sou um grande experiente de Barcelos, mas eu pesquei a semana inteira com a mesma linha, sem inverter, apenas cortando alguns pedaços quando se desgastam. Inverti somente no ano seguinte, quando voltei pra Barcelos, ficou como nova  aguentou o tranco tranquilo inclusive com um açu de 19lb, nesse caso foi a linha Daiwa Samurai 70lb. Não sei dizer se os outros modelos se desgastam mais, ou menos.

 

Um abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Procede a afirmação de que a acidez das águas do Negro e afluentes "encurtam" significativamente a vida útil das linhas de multifilamento, em relação às águas com acidez normal (neutras)?

 

Depois de quanto tempo (dias de pescaria) vocês fazem a inversão da linha no carretel?

multifilamento ou spectra/dyneema , é uma fibra a base de polietileno ( plastico ) ... acidez baixa comprovadamente altera a durabilidade do fio de polietileno ... ( aliado ao tempo de imersão e exposição ao sol ) ...

essa alteração na durabilidade difere da forma como é industrializada o fio de spectra/dyneema  ... trançada , extrusada , com gel , com fluor  , etc ...

as Power Pro ( 4x ) tem durabilidade maior ( cobertura em gel ) do que as Varivas ( cobertura em fluor ) ... 

multi que "encharcam" mais , tendem a durar menos ( nessas condições ) ...

 

uma forma de "amenizar" isso é logo após a pescaria , imergir a multi em agua neutra/alcalina ... ou borrifar a multi com silicone neutro ( antes ) ...

acredito que "nessas" condições , 6 meses é um tempo razoável para a troca ...

inversão só se necessário ...

 

* toda pescaria , eu lavo e retiro toda a multi ...

 

abrasss

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

oloco professor Ito , toda pescaria tira e lava ???  :choquei:  :choquei:  :choquei:

 

este conceito , se aplica ao mar também ? 

 

Ps.: pesquei uma semana em Barcelos , usei a G-Soul 55 lbs , aquela verde limão , não inverti não , só no caso das hélices , fazia a mesma coisa , sem snap , linha direto no pitão , is cortando conforme o desgaste.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

oloco professor Ito , toda pescaria tira e lava ???  :choquei:  :choquei:  :choquei:

este conceito , se aplica ao mar também ? 

srrsrs .... esqueci de mencionar ... só uso elas no sal ... e meus equipamentos não tem mais que 150m de multi ...

utilizar "todo" fim de semana , é inviável isso ( até pq nem vai dar tempo para secar direito ) ...

minha preocupação é muito mais com o carretel da carretilha/molinete do que propriamente com a multi ...

utilizando na agua doce , não vejo necessidade desse preciosismo todo ...

 

retiro "todo" sal impregnado na multi ... deixo secar à sombra uns 3 dias ... e retiro ...

depois limpo bem o carretel ... lubrifico e recoloco a multi ( depois de bem seca ) ...

 

é preciosismo ? ... claro que é .... mas garanto que minhas carretas/molinetes ( de mais de 2 anos de uso ) eu vendo como "novas" ( parodiando um video ae ... rsrsrs )

 

* tenho PP adquirido em 1999 e tá perfeita ( tirando o desgaste/desbotamento ) ...

 

abrass

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, no meu caso específico eu uso mais o bom senso. Só de pensar que durante uma semana de pesca, às vezes se consegue um exemplar acima de 10 kg, porque eu vou arriscar perder um peixe depois de tanto trabalho?

Se cortar a linha esgarçada e fazer um novo nó dá mais segurança, então, lógico que vou cortar. Com um carretel cheio eu consigo pescar 2 ou três vezes em Sta Isabel. É necessário, apenas, verificar se o nó ficou bem feito, se está bem apertado, se foi o nó correto. Pescador inventa de tudo. Troca a linha, muda de linha, a cor não é boa, uma solta tinta demais e por aí vai. Eu uso a Power Pro 65 lbs e pronto. Nunca me deixou na mão. Alguns dizem que ela é muito áspera. Eu só acho que ela solta tinta demais.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marco Túlio,

 

Ainda com relação a sua pergunta, resolvo minhas inversões de forma bastante simples, veja só :

1. Consigo uma caixa de papelão de boa larga

2. Retiro toda a linha usada do carretel colocando-a dentro dessa caixa

3. Coloco uma segunda caixa ao lado, e transfiro (puxando com a mão mesmo) a linha da caixa 1 para a caixa 2.

arrow:: Com isso, a ponta que ficará primeiro é a que foi a utilizada mais recentemente.

4. Recoloco a linha no carretel, com o uso de um pano para que a linha entre e fique esticada !

arrow:: Parece complicado ? Mas não é ! Dificilmente são mais de 150/180 m de linha por carretel...

 

Importante (fundamental) - fazer isso num local onde não tenha vento, pois é imprescindível que a linha fique dentro das caixas da forma como foi colocada, senão acaba embolando...  ::nada::

Método artesanal (é verdade), mas essencialmente prático ! palmas::

arrow:: Faço isso no início de cada pescaria, e retiro toda linha a cada 2 anos (mesmo que esteja com aparência de boa). Uso Power Pro  ::tudo::  !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, no meu caso específico eu uso mais o bom senso. Só de pensar que durante uma semana de pesca, às vezes se consegue um exemplar acima de 10 kg, porque eu vou arriscar perder um peixe depois de tanto trabalho?

Se cortar a linha esgarçada e fazer um novo nó dá mais segurança, então, lógico que vou cortar. Com um carretel cheio eu consigo pescar 2 ou três vezes em Sta Isabel. É necessário, apenas, verificar se o nó ficou bem feito, se está bem apertado, se foi o nó correto. Pescador inventa de tudo. Troca a linha, muda de linha, a cor não é boa, uma solta tinta demais e por aí vai. Eu uso a Power Pro 65 lbs e pronto. Nunca me deixou na mão. Alguns dizem que ela é muito áspera. Eu só acho que ela solta tinta demais.

 

Concordo com tudo que falou, perfeito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Entendo, poxa vou inventar um mecanisno que faz isso kkkk

Enviado de meu SM-A500M usando Tapatalk

olá Marco,ontem estive na Lucky Moldes,eles vão lançar uma peça show para inverter a linha ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Existe alguma ferramenta para fazer isso ou é desenrrolar e enrrolar novamente na mão?

 

Eu uso uma parafusadeira elétrica recarregável, com um carretel de linha vazio acoplado...É rápido e prático. Ou tbem se vc tiver outra carretilha com a mesma capacidade de linha, é só transferir de uma carretilha p/ outra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Marco Túlio,

 

Ainda com relação a sua pergunta, resolvo minhas inversões de forma bastante simples, veja só :

1. Consigo uma caixa de papelão de boa larga

2. Retiro toda a linha usada do carretel colocando-a dentro dessa caixa

3. Coloco uma segunda caixa ao lado, e transfiro (puxando com a mão mesmo) a linha da caixa 1 para a caixa 2.

arrow:: Com isso, a ponta que ficará primeiro é a que foi a utilizada mais recentemente.

4. Recoloco a linha no carretel, com o uso de um pano para que a linha entre e fique esticada !

arrow:: Parece complicado ? Mas não é ! Dificilmente são mais de 150/180 m de linha por carretel...

 

Importante (fundamental) - fazer isso num local onde não tenha vento, pois é imprescindível que a linha fique dentro das caixas da forma como foi colocada, senão acaba embolando...  ::nada::

Método artesanal (é verdade), mas essencialmente prático ! palmas::

arrow:: Faço isso no início de cada pescaria, e retiro toda linha a cada 2 anos (mesmo que esteja com aparência de boa). Uso Power Pro  ::tudo::  !

Isso é uma opção bem mais facil

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jeito fácil de inverter que eu gosto, com o conjunto armado, joga-se a linha sem nada dentro d água, cuidado pra não enroscar no motor, segurando a ponta da linha,quando terminar coloque a ponta no carretel e recolha denovo, dificilmente ira enroscar.E da pra fazer até em água rápida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Jeito fácil de inverter que eu gosto, com o conjunto armado, joga-se a linha sem nada dentro d água, cuidado pra não enroscar no motor, segurando a ponta da linha,quando terminar coloque a ponta no carretel e recolha denovo, dificilmente ira enroscar.E da pra fazer até em água rápida.

gostei dessa

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...