Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Hanako

Barcelos, muito mais que tucunarés

Posts Recomendados

Aprendi a gostar do tucunaré há mais de 10 anos com meu amigo e companheiro de pesca, André Shinzato.

A primeira pescaria foi na Serra da Mesa e eu não conhecia a voracidade e beleza de um ataque desse bruto.

A partir dessa pescaria o tucunaré passou a ser meu mais cobiçado troféu fazendo eu partir em viagens para diversos locais atrás desse bocudo.

Serra da Mesa, Lago do Peixe, Lago São Martins, Araguaia, Ceará no açude Castanhão e Barcelos, a capital mundial do Tucunaré.

Vou a Barcelos pelo menos 1 vez ao ano, sempre pinchando minhas artificiais para buscar os velherões de 8, 9 e 10 kgs.

Esse ano fiz uma pescaria diferente e descobri que Barcelos é muito mais que tucunaré.

Eu, minha esposa e o Piloteiro Dadá subimos o Aracá, que estava muito baixo e nenhum barco conseguia navegar em suas águas. Estávamos sozinhos naquele mundão.

Pegamos muitos tucunarés, nunca vi tanto tucunaré como nessa viagem, pegamos também os grandes de 6, 7, 9 kgs.

Muito legal, mas como sou filho de pescador e que adorava o Pantanal, resolvi experimentar uma pescaria que meu finado pai adorava: a Pesca de Pacús e Piaús com varinnha de mão.

Ficamos na propriedade da Família Gadelha (Op. Allen Gadelha), o Sauadaua, um lugar simplesmente paradisíaco, com água cristalina e com muitas espécies de peixes.

Subi em um barquinho tipo piroguinha como fazem os locais e fomos atrás dos Pacús e Piaús. Mesmo sem ceva a espera não demora mais que alguns miinutos e os peixes já começam a aparecer: Arararipirás, Chidáuas, Pacú Tiuí, Piau Flamengo, Matrinxãs. Uma variedade enorme de peixes e muito esportividade utilizando varinhas de bambus feitas pelos locais. Realmente uma pescaria que me remeteu ao tempo do meu pai no Rio Miranda, Rio Cuiabá, Rio Mogi Guaçu. E ouso dizer que em Barcelos se pega muito mais esses peixes que no Pantanal.

Fomos atrás também dos peixes de couro como o Surubim. O resultado foi rápido. Menos de 5 minutos de espera e o resultado está nas fotos abaixo.

Além da pescaria também fomos focar as pacas e os peixes a noite. Muito legal, mas apenas para observação.

Essa pescaria na primeira semana de Outubro de 2015 foi uma grata surpresa, muitos tucunarés e muita emoção com a pescaria artesanal. Experimentem. Vale a pena tirar um dia para descansar o braço e se emocionar com a briga desses peixes.

 

Um forte abraço e até a próxima.

Eric Hanai (Hanako)

 

IMG_2274_zpss2rt1qth.jpg

 

IMG_2275_zpsvml888vw.jpg

 

IMG_2276_zpsdpwyf2gl.jpg

 

IMG_2248_zpsmw89zid6.jpg

 

IMG_2232_zpsvtltimkz.jpg

 

IMG_2219_zpslcdldrry.jpg

 

IMG_2211_zpsy011fnqb.jpg

 

IMG_2203_zpspbriieh9.jpg

 

IMG_2189_zpsmekvukap.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nossa, que legal, gosto desse tipo de pescaria aí que vc fez! Que belo cachara  palmas:: pegou os tucunarés com piau? Achei top sua pescaria e VAI CORINTHIANS!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...