Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Manoel Renato

PESCA ESPORTIVA EM BARCELOS ESTA ACABANDO

Posts Recomendados

Companheiros, 

Estive agora em fevereiro/2018 pescando em Barcelos.

Eu e meu parceiro Paulinho, alugamos um barco regional  em Barcelos, tendo como mestre e piloteiro o Dinho, que trabalha no ANGATU

Abastecidos, subimos o Negro,  entrando em seus afluentes.  Nãi tivemos sucesso na pescaria, pegando apenas alguns bons exemplares, 

porem nada significativo.

Mas o que nos chamou a atenção foram a quantidade de geleiras, que nada mais são barcos de pesca profissional com enormes freezer e

caixas de isopor com capacidade de armazenar até 5  TONELADAS, de peixe cada um,  que percorrem as bocas dos lagos,  praias e mesmo

leito do Negro,  com  redes de até 500 ms,  e pelo que vimos malha tamanho 8.    Vimos de 20 a 30 dessas embarcações somente no municipio 

de BARCELOS.     Essas embarcações  vem de MANAUS  e  NOVO AIRÃO, numa ida e volta constante.   Enchem o barco,  levam aos compra

dores, e voltam para pesca novamente.    Uma media de 25  dessas embarcações, duas vezes  por mes, são cerca de 250 TONELADAS  de

peixe por mes.   NUM SISTEMA PREDATORIO DESSA MANEIRA NÃO TEM NATUREZA QUE AGUENTA.   

SIRN  conseguiu montar um sistema de fiscalização, concientização,  com apoio de orgaos ambientais, prefeitura, meio ambiente, cnbio,  que

já começa apresentar resultados.

E eu pergunto:   e BARCELOS ?  Legislação parece que tem sim,  mas parece é que falta é interesse das autoridades em implantar uma fiscalização

efetiva.

Senão,  mais 2 ou 3 anos  e  tchau, tchau BARCELOS.    Vou pescar noutro lugar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Triste demais... ja vi isso em 2015.... cadê a fiscalização.  Esse pais e uma vergonha mesmo... enquanto nao acabarem com tudo, nao vao proibir essa situação...  a meca da pesca esportiva está sendo destruída... um paraíso igual Barcelos , ja esta igual o pantanal, so peixes pequenos e pouca quantidade... me parece que esse ano volta a ser cobrado a taxa para os pescadores esportivos em Barcelos.... o que adianta pagar as taxas senao fazem nada para acabar com a pesca predatória.  Com toda sinceridade, se e para continuar assim com toda degradação, seria melhor proibir a pescaria para todos os tipos de pescadores.  Prefiro parar de frequentar do que ver ser tudo explorado e destruído... país de corruptos... onde os governantes se preocupam  com si mesmo... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente meu amigo, é desesperador. Estão acabando com tudo........

eu ja não vou fazem 2 anos para lá, estou mudando de locais, pois ja passei nervoso em ver esse monte de matança e nada acontece.

Barcelos, vai acabar se as autoridades não fizerem algo.

triste mas realidade.

muitos vão falar que é nada disso, que tem muito peixe....besteira

há uns 5 - 7 anos eu ia para lá nem andava muito de barco e pegava tucunares de 8 - 10 kg, agora nem pensar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nos últimos anos tem diminuído consideravelmente o numero de peixes de bom porte na região de Barcelos, e se tornando cada vez mais difícil fazer boas pescarias, os amigos que comecei a pescar nesta região já não vão mais a está região por estes motivos, pouco peixe, muita variação climática e o preço alto das operações, estão pescando em outros locais, isso é um prejuízo enorme para o turismo de pesca da região, mas se os governantes acham melhor um tucunaré morto a R$25.00 reais como vi no mercado do peixe em Manaus, não há oque fazer se os mais interessados não se importam, nos pescadores vamos lembrar das grandes pescarias somente por videos ou fotos... Muito triste essa situação sem fiscalização...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é...

Estive também em Fevereiro/2018 e teve um amigo que foi categórico... não tem mais peixe como antes em Barcelos...

Ele disse que a primeira vez que foi lá foi em 2006... era peixe em abundância.. 

Em outubro/2017 ele também foi conosco e a pescaria foi sofrida... agora em fevereiro/2018 idem..

Ele já falou que não volta mais lá por uns 5 anos, no minimo... ou seja, menos um turista para movimentar a economia na região...

Será que vão esperar que todos os turistas façam o mesmo para tomarem alguma providência..?? não duvido...

Abraços,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso porque os vereadores de Barcelos conseguiram aprovar a lei que proíbe matar tucunaré na região de Barcelos. Não adianta fazer lei e nao fiscalizar. Não há investimentos e muito menos a tentativa de mudar a consciência dos profissionais que dão tiro no pé.

Os operadores de turismo que tinham que se unir e tomar frente dessa mudança, mas parece que não fazem nada.

Primeira vez que fui pra lá foi em 2008 e como disseram os amigos acima, não precisava fazer força pra pegar um tucunaré de 10kgs não. Infelizmente nosso querido rio negro está virando um rio Paraguai. Que pena!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

Quem teve o privilégio de conhecer os arredores de Barcelos no passado, jamais vai se "adequar" a essa atual realidade !

Arrisco inclusive a dizer que se tratava do maior berçário no mundo de tucunarés açus ! Por lá tudo era positivo ! Ph da água, lagos fechados, peixes de forração, inúmeros igarapés e locais de difícil acesso - principalmente para os predadores, enfim, um local onde se chegava pela manhã para iniciar a pescaria e já a tardinha do mesmo dia existiam grandes capturas realizadas, e resenhas intermináveis....

No Angatu, com o próprio Dinho, quantas foram as vezes em que pouco navegamos para encontrar grandes cardumes de pacas, borboletas e açus próximos à Barcelos ! Era até "covardia" jogar uma perversa na água...

Da última vez que lá estive, decidi não mais voltar, tamanha decepção com a predação feita na região (e já fazem mais de 5 anos). Parecia uma avenida engarrafada, o cais da cidade de tantas turmas simultâneas de pescadores... Isso sem contar com os esquemas alternativos de saída e retorno diário à cidade... Antes que perguntem, claro que tinha a "taxa de licença" do Prefeito Beleza e seus assessores... (eram pulserinhas coloridas a serem usadas - um verdadeiro carnaval...).

Havia a "promessa" de evitar a pesca profissional, a limitação de barcos hotéis, e uma série de ações em torno da manutenção do local como "local top" da pesca dos tucunarés, com ampliação da base de emprego e renda para o município e sua população. Tudo não passou mesmo, de mais um ato de corrupção e impunidade desse nosso país...

Pescadores profissionais, chegam a ser piores que os botos, pois conseguem surpreender pelo desperdício e voracidade com que capturam suas toneladas de pescado. E quando chamo de "desperdiçados" é por ter presenciado a "desova" de milhares de quilos de pequenos tucunarés já congelados para "abrir espaço" nos refrigeradores para os tucunas que tinham mais alguns centímetros de comprimento. Uma coisa absolutamente irracional, mas que o mercado da oferta e da procura sustenta...

Há tempos já "advogo" a tese de não comercialização de peixe silvestre. Se acham difícil, comecem evitando que os "geleiros" venham navegar e descarregar seus produtos ! Incentivem a criação comercial dos peixes em locais apropriados para isso ! Vamos perder "o medo de trabalhar", pois só extrativismo, é a liquidação de qualquer espécie...

Mas o tópico é sobre Barcelos, local onde até pouco tempo era de serenidade e convivência amistosa para os que regressavam de uma semana de alegrias. Hoje - a exemplo de outros locais - se tornou "perigosa" em função do consumo de drogas e vagabundagem... Não dá mais prazer pensar em passar um entardecer (sempre encalorado) nos bancos que ficam em frente ao rio Negro, este cada vez mais espoliado de seu conteúdo, mas ainda resplandescente na sua passagem serena...

Quem teve a ventura de conhecer o Barcelosde antes, terá do que se lembrar, mas o dos dias atuais, é melhor esquecer... negativo::    

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boa tarde pessoal, vou comentar sobre o assunto já que estou por lá pelo menos 4 vezes ao ano, não é critica a postagem nem tampouco aos comentários, apenas o que acompanho e acompanhei na inserção da nova lei no final do ano. Não é tudo isso que estão falando... Desde dezembro, o município já vem se organizando e hoje tem um setor específico de fiscalização ambiental coordenado pelo Sr. Benildo França (SEMMA-Barcelos) que tem trabalhado diuturnamente e em parceria com Policia Militar, Exercito, ABOT e outras entidades...

Está sendo feito um trabalho de conscientização junto a côlonia de pescadores local e também um combate ostensivo e de repressão a pesca predatória do Tucunaré-Açu. Concordo que ainda tem muita coisa a ser ajustada para melhorar, mas algo já está sendo feito.

Nas últimas operações realizadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o tucunaré-açu não foi encontrado nas caixas de peixes. A partir da temporada 2018/19, a prefeitura com arrecadação de tributos das empresas de turismo, poderá intensificar esse controle.

Nessa região existem muitas embarcações de piabeiros (pescadores de peixes ornamentais), piaçabeiros, caçadores de tracajás (que utilizam essas redes de malha fina), extratividas que os pescadores associam como sendo geladores Sem dúvidas que barcos que gelam pescado agem na região, mas não nessas proporções.

Os geladores e ribeirinhos ainda podem pescar os pacus, aracus, peixes lisos, etc , mas o Açu a partir da nova lei de preservação, está proibido e a mobilização é grande para impedir que o abate da espécie continue.

Um exemplo que esclarece um pouco o que estou falando, aconteceu nesse domingo quando denuncias foram feitas ao Semma sobre pesca ilegal do Açu no Rio Itu, mas a fiscalização ao abordar os infratores, apreendeu cerca de 1.600 tracajas nas embarcações idênticas a de geladores. (vide o link: http://www.pescamadora.com.br/2018/03/forca-tarefa-apreende-1-600-quelonios-durante-fiscalizacao-no-rio-negro-em-barcelos-am/ )

Entendam que não estou dizendo ou defendendo que não existe a extração ilegal por lá, existe e muito, mas não nessa proporção, o projeto é recente, foi aprovado em novembro e só agora será possível agir, todos têm direito de tirar suas conclusões, mas é preciso entender o que está sendo feito para alegar algo tão importante que afeta uma região turística como Barcelos. Qualquer um que quiser saber mais sobre o que está sendo feito, basta contatar o Ian que é presidente da Abot e membro aqui do fórum.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tomara que estejam colocando em prática a lei e criando novas regras mesmo. Um paraíso daquele não pode acabar. 

Como é bom saber que os operadores estão unidos a causa e vão financiar a fiscalização. 

Se cada operador de Sirn e Barcelos tirar, ou até cobrar a mais no pacote R$100,00 de cada pescador dá pra fazer muita coisa. 

Poderiam tentar criar o açú e outros peixes em cativeiro financiado por essa “taxa” para abastecer o mercado de peixes e acabar de vez com a predação e também repor os peixes no Rio Negro.

Imagina???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 3/18/2018 em 09:25, Manoel Renato disse:

Companheiros, 

Estive agora em fevereiro/2018 pescando em Barcelos.

Eu e meu parceiro Paulinho, alugamos um barco regional  em Barcelos, tendo como mestre e piloteiro o Dinho, que trabalha no ANGATU

Abastecidos, subimos o Negro,  entrando em seus afluentes.  Nãi tivemos sucesso na pescaria, pegando apenas alguns bons exemplares, 

porem nada significativo.

Mas o que nos chamou a atenção foram a quantidade de geleiras, que nada mais são barcos de pesca profissional com enormes freezer e

caixas de isopor com capacidade de armazenar até 5  TONELADAS, de peixe cada um,  que percorrem as bocas dos lagos,  praias e mesmo

leito do Negro,  com  redes de até 500 ms,  e pelo que vimos malha tamanho 8.    Vimos de 20 a 30 dessas embarcações somente no municipio 

de BARCELOS.     Essas embarcações  vem de MANAUS  e  NOVO AIRÃO, numa ida e volta constante.   Enchem o barco,  levam aos compra

dores, e voltam para pesca novamente.    Uma media de 25  dessas embarcações, duas vezes  por mes, são cerca de 250 TONELADAS  de

peixe por mes.   NUM SISTEMA PREDATORIO DESSA MANEIRA NÃO TEM NATUREZA QUE AGUENTA.   

SIRN  conseguiu montar um sistema de fiscalização, concientização,  com apoio de orgaos ambientais, prefeitura, meio ambiente, cnbio,  que

já começa apresentar resultados.

E eu pergunto:   e BARCELOS ?  Legislação parece que tem sim,  mas parece é que falta é interesse das autoridades em implantar uma fiscalização

efetiva.

Senão,  mais 2 ou 3 anos  e  tchau, tchau BARCELOS.    Vou pescar noutro lugar.

Nossa Renato triste ver este relato....o Paulinho deve ter ficado louco!!! Me livrei desta hein.....!!!!

E frustrante ver o que acontece em nossos Rios, o pior 'e que nao esta sobrando mais nada, cada vez mais longe para buscar um abo a pescaria e mesmo assim esta muito dificil de ter sucesso. Me lembro bem dos tempos que era muleque e ia pescar no Tocantins, Rio Javaes, tinha muito mas muito peixe, tucunare era praga nos lagos e hoje ja nao se encontra mais nada por la. Depois passei a ter que ir mais longe, comecamos ir para Rondonia e enfim tambem a pesca comercial acabou com tudo no Guapore e agora na Amazonia...e de desanimar.

 

Manda um abraco para toda turma de Pocos!!!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Infelizmente essa situação não é exclusividade de Barcelos ou do Tucunaré.

Muito antes de pensar em pescar (comecei com uns 15 anos, hoje tenho 31) eu assistia de longe os "arrastões" feitos pelos "barcos atuneiros" próximo a praia da pinheira/SC, era possível ver milhares de peixes sendo devolvidos ao mar já sem vida, pois não era a isca necessária, também a devolução dos "peixe espadas" que faziam estragos nas redes e por revolta, matavam todos "quebrando o pescoço", sem falar nas tartarugas, golfinhos e outras espécies e acabam sendo vítimas desses arrastões.

Até hoje ainda é possível ver cenas como essa, principalmente fora da temporada. 

Inúmeras denuncias foram feitas e nenhuma fiscalização.

Esse é o nosso Brasil.

 

Edit:
Ainda nesta semana estive lá na segunda feira pela manhã e vi os "pescadores artesanais" limpando um filhote de tubarão martelo, não passava dos 50cm.

Mais triste ainda é ver o próprio pessoal local depredando tudo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 horas atrás, Wellerson Santana disse:

Pois é.. quando vi essa noticia logo lembrei desse tópico...

Em 20/03/2018 em 19:56, Luiz Transferetti disse:

Tomara que estejam colocando em prática a lei e criando novas regras mesmo. Um paraíso daquele não pode acabar. 

Como é bom saber que os operadores estão unidos a causa e vão financiar a fiscalização. 

Se cada operador de Sirn e Barcelos tirar, ou até cobrar a mais no pacote R$100,00 de cada pescador dá pra fazer muita coisa. 

Poderiam tentar criar o açú e outros peixes em cativeiro financiado por essa “taxa” para abastecer o mercado de peixes e acabar de vez com a predação e também repor os peixes no Rio Negro.

Imagina???

Essa taxa, pelo o que pude apurar será paga pelo pescador e não pela operação...

Eu pagarei com o maior prazer, mas gostaria muito de ver uma fiscalização nos rios...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, 

Obrigado pela acolhida e interesse pelo que vem ocorrendo.

Fico  feliz de que essa não e so´minha preocupação, mas de grande numero de pescadores amadores.

Mas resumindo,  vai ter leis, entidades interessadas, recursos com a cobrança da taxa pesca, etc., etc...

mas, mas, ai entra o mas.  VAI TER FISCALIZAÇÃO ????  Não é fiscalização no porto, nem nos barcos

de turismo, porque os pescadores amadores já se auto fiscalizam  e tem conciencia do esporte amador.

A fiscalização tem ser feita no Negro, lagos e afluentes para os ilegais que não estarão no porto.

vai ter  ????

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...