Ir para conteúdo
Arthur Perrucci Junior

Como avaliar um bom piloteiro?

Posts Recomendados

Amigos quem já colocou na conta do piloteiro um bom ou mau dia de pesca (talvez não exista mau dia de pesca) ? Basicamente se pegou peixe o guia é otimo se não o guia e péssimo? Essa seria a avaliação de quem não tem a menor ideia do que aconteceu! Vamos lá como avaliar um bom guia de pesca???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Arthur...vários atributos definem um bom piloteiro. Como você disse, se o cara for bom, ele fará um péssimo dia de pescaria valer a pena.

Me lembro q certa feita, isso em 2010, eu estava pescando juntamente com o Fábio Neves, Eloy Fonseca e o finado Mauri (vítima de covid)...mas a região de Barcelos estava tão seca, mas tão seca, q não havia peixe. É sério, não tinha peixe, não chegavam mantimentos, suprimentos, nada...Conseguimos um barquinho regional para subir o Alegria, mas nem chegamos a passar a boca do Cuiuni de tão seco q estava (sim, e de regionaozinho). Tivemos q subir o Negrão mesmo...

Semana complicadíssima, não conseguíamos pegar peixe grande. Pegamos sim, muitas traíras. Elas pegavam riproller no meio dos lagos.

 

Nem uma gota de chuva. Sol de 45 graus na cabeça a semana inteira. Nossos guias eram o Branco e o Iró, seu irmão.

No último dia de pescaria, lá por volta das 15h, todos exaustos, resolvi chamar todos para irmos embora, dizendo q a semana tinha sido show. O Branco vai e me solta: "Peraí, vamos ali num lago secreto q vai sair um monstro lá"....kkkkk....sabíamos q era apenas uma forma de não desanimar o grupo para as poucas horas de sol e de pescaria q ainda nos restavam...Mesmo assim fomos lá. Claro q não pegamos nada relevante, mas ficou marcado como sendo um dos grandes diferenciais dos excelentes guias.

 

😉

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu sempre brinco q gosto de ser enganado por piloteiro , q ele garanta q tem peixe em todo ponto q paramos rsrs

Falarei só de onde pesco mais, no médio rio negro.

Fora a brincadeira,  além de conhecer o local, óbvio,  acho q o bom piloteiro não deixa o pescador desanimar, seja c dicas de iscas p usar , seja c incentivo "dá mais uns arremessos ali q vai sair um bom" entre outras coisas.

Claro que cada um tem seu jeito e não dá p exigir q todos tratem os clientes da mesma forma,  até pq cada pescador tem sua preferência. 

Eu prefiro piloteiro pró ativo, tem quem prefira os mais quietos,  vai de cada um.

Mas duas coisas considero fundamentais , 1 é conhecer e 2 é ter o famoso sangue nos olhos,  nenhum pescador vai reclamar de piloteiro q tenta, não tem preguiça,  insiste e tal. 

Por lá,  quando ta muito bom, sai peixe pra todo mundo, mas quando está ruim o piloteiro faz a diferença. 

Obs: o pescador tem papel importante também na produtividade,  se pescar "mal" vai pegar menos independente do piloteiro rs

Já pesquei bem c piloteiro q considerei mediano e já fiz pescaria ruim c piloteiro q achei excelente. Só peixe não pode ser parâmetro 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

São muitas as características que devemos levar em consideração pra concluirmos se o cara é bom ou não.Vou falar por mim:

Costumo ter bastante sorte quando o assunto é piloteiro...Foram pouquissimos os ruins que eu peguei até hoje.Mas não sei se isso se deve ao fato de eu sempre gostar de fazer amizade com o piloteiro.Isso mesmo....Muitos não gostam de misturar pois estão ali fazendo uma espécie de "negócio" com o piloteiro,ou seja,ESTOU PAGANDO SEU DIA PRA VOCÊ ME LEVAR PESCAR E PONTO FINAL,ou mais ou menos isso....Eu não,sempre que sou apresentado ao piloteiro olho bem na cara dele e digo com toda humildade: MEU AMIGO,ACABEI DE RODAR MILHARES DE KM PRA FINALMENTE CHEGAR AQUI E ME DIVERTIR...MAS ME DIVERTIR MUITO...VOCÊ NÃO FAZ NOÇÃO DA ALEGRIA QUE ESTOU SÓ DE TER CHEGO ESSE DIA.....Pronto,ali normalmente o cara já entende o recado...Entende que a cobrança por um eventual "fracasso de peixe" só recairá sobre ele caso ele faça corpo mole...Caso não pegue peixe,mas ele faça com que eu e meu parceiro nos divirtamos bastante,com segurança e que voltemos embora com uma boa impressão do local e dele,pronto,o serviço dele foi feito com sucesso...Procuro sempre ser amigo do guia e ouvir muito o que eles me dizem...Tenho certeza que em termos de pescaria ele vai ter muito mais a me ensinar do que eu a ele....E o cara mostrando experiência,que conhece o local e as técnicas de pesca,e principalmente ser esforçado,ser aquele guia que vibra junto comigo quando embarco um troféu,esse é verdadeiro guia de pesca pra mim...Já peguei piloteiros inexperientes,que não conheciam muito bem de tralha e mesmo da técnica de pesca que estávamos fazendo,mas o cara sempre sendo esforçado,atencioso e trabalhando com responsabilidade....Em resumo,volto da pescaria amigo da maioria dos piloteiros que pesco....Saber dosar as coisas dentro do barco é importante,mostrar a ele que realmente é você que está pagando pra pescar mas sem nunca,jamais menosprezar qualquer boa atitude ou intenção dele....E por fim,como foi dito pelo @Dudu Chagas,somente não pegar peixe é que nunca levo em consideração...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vou dar minha opinião:

 

Eu dividiria o assunto em duas partes:

1) Operacional: Essa questão na maioria dos casos depende de treinamento, fato que pouquíssimos operadores oferecem aos seus colaboradores.

Proatividade, cordialidade, simpatia, organização, aceio no barco, habilidade de tirar uma simples foto que eu possa fazer um quadro para colocar em casa...etc.

Vou explicar a que me refiro dando um exemplo. Alguns anos atrás, pescando em Barcelos pegamos uma condição de nível de agua bastante alto o que dificultou a pescaria de tucunarés. Como estava muito calor, nos finais de tarde, encostávamos o barco em algum poço para linguiçar, em uma dessas paradas acabei pegando um filhote. Eu nunca tinha pego um peixe daquele tamanho e a noite caiu sem que eu conseguisse embarcar o peixe. Pow, imagina aquele put@ breu, aquele riozão Negro de dar medo de dia(imagina a noite) e um peixe que insistia em não sair da agua e que nem sabíamos o tamanho? Ai entrou a figura do guia em ação! Falei para ele:  Julio, como vai ser com esse peixe? Não to enxergando nada! Vai dar merda!

Ele falou, deixa comigo.

O guia Limpou o barco inteiro, guardou absolutamente tudo, moveu tudo para a popa do barco distribuindo peso, preparou a câmera, sinalizou o barco para o caso de um barco desavisado e quando o peixe veio a tona, ele conseguiu em 2 minutos colocar um peixe de 1,65m em cima do barco, fotografar e soltar o peixe intacto (fotografou sem que eu precisasse explicar para ele onde era o botão de disparo).

Já pesquei em vários lugares e digo que esse tipo de comportamento é absolutamente incomum em operações de pesca até por conta do turnOver.

Óbvio que houve treinamento por parte dos donos do barco.

 

2) Técnico: A capacidade do cara de achar o peixe junto com a força necessária para deixar o pescador estimulado. Dai entra conhecimento do local, capacidade de observação, capacidade do guia de pescar mais de uma espécie de peixe em momentos adversos (veja o caso dos guias de Barcelos, não são todos que conhecem os hábitos dos peixes de couro) como repiquete, disposição de puxar um barco caso haja necessidade de furar um lago e claro..... muita historia para contar pro pescador durante a semana de pesca(rs). Muitos acham que esse item 2 é o suficiente para se qualificar um bom guia... mais a concorrência tá aí, e na próxima o cliente pode escolher uma operação que ofereça ambas as condições.

 

Grande abraço.

 

RP.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em minha opinião, resumidamente um bom piloteiro E GUIA é o que adapta a melhor estratégia de acordo com os gostos dos Pescadores fazendo com que divirtam-se na maior parte do tempo. 

O resto é secundário na minha opinião.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 30/09/2020 em 23:51, Fabrício Biguá disse:

Arthur...vários atributos definem um bom piloteiro. Como você disse, se o cara for bom, ele fará um péssimo dia de pescaria valer a pena.

Me lembro q certa feita, isso em 2010, eu estava pescando juntamente com o Fábio Neves, Eloy Fonseca e o finado Mauri (vítima de covid)...mas a região de Barcelos estava tão seca, mas tão seca, q não havia peixe. É sério, não tinha peixe, não chegavam mantimentos, suprimentos, nada...Conseguimos um barquinho regional para subir o Alegria, mas nem chegamos a passar a boca do Cuiuni de tão seco q estava (sim, e de regionaozinho). Tivemos q subir o Negrão mesmo...

Semana complicadíssima, não conseguíamos pegar peixe grande. Pegamos sim, muitas traíras. Elas pegavam riproller no meio dos lagos.

 

Nem uma gota de chuva. Sol de 45 graus na cabeça a semana inteira. Nossos guias eram o Branco e o Iró, seu irmão.

No último dia de pescaria, lá por volta das 15h, todos exaustos, resolvi chamar todos para irmos embora, dizendo q a semana tinha sido show. O Branco vai e me solta: "Peraí, vamos ali num lago secreto q vai sair um monstro lá"....kkkkk....sabíamos q era apenas uma forma de não desanimar o grupo para as poucas horas de sol e de pescaria q ainda nos restavam...Mesmo assim fomos lá. Claro q não pegamos nada relevante, mas ficou marcado como sendo um dos grandes diferenciais dos excelentes guias.

 

😉

👍

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 01/10/2020 em 01:52, Dudu Chagas disse:

Eu sempre brinco q gosto de ser enganado por piloteiro , q ele garanta q tem peixe em todo ponto q paramos rsrs

Falarei só de onde pesco mais, no médio rio negro.

Fora a brincadeira,  além de conhecer o local, óbvio,  acho q o bom piloteiro não deixa o pescador desanimar, seja c dicas de iscas p usar , seja c incentivo "dá mais uns arremessos ali q vai sair um bom" entre outras coisas.

Claro que cada um tem seu jeito e não dá p exigir q todos tratem os clientes da mesma forma,  até pq cada pescador tem sua preferência. 

Eu prefiro piloteiro pró ativo, tem quem prefira os mais quietos,  vai de cada um.

Mas duas coisas considero fundamentais , 1 é conhecer e 2 é ter o famoso sangue nos olhos,  nenhum pescador vai reclamar de piloteiro q tenta, não tem preguiça,  insiste e tal. 

Por lá,  quando ta muito bom, sai peixe pra todo mundo, mas quando está ruim o piloteiro faz a diferença. 

Obs: o pescador tem papel importante também na produtividade,  se pescar "mal" vai pegar menos independente do piloteiro rs

Já pesquei bem c piloteiro q considerei mediano e já fiz pescaria ruim c piloteiro q achei excelente. Só peixe não pode ser parâmetro 

👍

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 01/10/2020 em 16:39, Cristiano Rochinha disse:

São muitas as características que devemos levar em consideração pra concluirmos se o cara é bom ou não.Vou falar por mim:

Costumo ter bastante sorte quando o assunto é piloteiro...Foram pouquissimos os ruins que eu peguei até hoje.Mas não sei se isso se deve ao fato de eu sempre gostar de fazer amizade com o piloteiro.Isso mesmo....Muitos não gostam de misturar pois estão ali fazendo uma espécie de "negócio" com o piloteiro,ou seja,ESTOU PAGANDO SEU DIA PRA VOCÊ ME LEVAR PESCAR E PONTO FINAL,ou mais ou menos isso....Eu não,sempre que sou apresentado ao piloteiro olho bem na cara dele e digo com toda humildade: MEU AMIGO,ACABEI DE RODAR MILHARES DE KM PRA FINALMENTE CHEGAR AQUI E ME DIVERTIR...MAS ME DIVERTIR MUITO...VOCÊ NÃO FAZ NOÇÃO DA ALEGRIA QUE ESTOU SÓ DE TER CHEGO ESSE DIA.....Pronto,ali normalmente o cara já entende o recado...Entende que a cobrança por um eventual "fracasso de peixe" só recairá sobre ele caso ele faça corpo mole...Caso não pegue peixe,mas ele faça com que eu e meu parceiro nos divirtamos bastante,com segurança e que voltemos embora com uma boa impressão do local e dele,pronto,o serviço dele foi feito com sucesso...Procuro sempre ser amigo do guia e ouvir muito o que eles me dizem...Tenho certeza que em termos de pescaria ele vai ter muito mais a me ensinar do que eu a ele....E o cara mostrando experiência,que conhece o local e as técnicas de pesca,e principalmente ser esforçado,ser aquele guia que vibra junto comigo quando embarco um troféu,esse é verdadeiro guia de pesca pra mim...Já peguei piloteiros inexperientes,que não conheciam muito bem de tralha e mesmo da técnica de pesca que estávamos fazendo,mas o cara sempre sendo esforçado,atencioso e trabalhando com responsabilidade....Em resumo,volto da pescaria amigo da maioria dos piloteiros que pesco....Saber dosar as coisas dentro do barco é importante,mostrar a ele que realmente é você que está pagando pra pescar mas sem nunca,jamais menosprezar qualquer boa atitude ou intenção dele....E por fim,como foi dito pelo @Dudu Chagas,somente não pegar peixe é que nunca levo em consideração...

👍

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 02/10/2020 em 00:01, Rogério Araujo Pinheiro disse:

Vou dar minha opinião:

 

Eu dividiria o assunto em duas partes:

1) Operacional: Essa questão na maioria dos casos depende de treinamento, fato que pouquíssimos operadores oferecem aos seus colaboradores.

Proatividade, cordialidade, simpatia, organização, aceio no barco, habilidade de tirar uma simples foto que eu possa fazer um quadro para colocar em casa...etc.

Vou explicar a que me refiro dando um exemplo. Alguns anos atrás, pescando em Barcelos pegamos uma condição de nível de agua bastante alto o que dificultou a pescaria de tucunarés. Como estava muito calor, nos finais de tarde, encostávamos o barco em algum poço para linguiçar, em uma dessas paradas acabei pegando um filhote. Eu nunca tinha pego um peixe daquele tamanho e a noite caiu sem que eu conseguisse embarcar o peixe. Pow, imagina aquele put@ breu, aquele riozão Negro de dar medo de dia(imagina a noite) e um peixe que insistia em não sair da agua e que nem sabíamos o tamanho? Ai entrou a figura do guia em ação! Falei para ele:  Julio, como vai ser com esse peixe? Não to enxergando nada! Vai dar merda!

Ele falou, deixa comigo.

O guia Limpou o barco inteiro, guardou absolutamente tudo, moveu tudo para a popa do barco distribuindo peso, preparou a câmera, sinalizou o barco para o caso de um barco desavisado e quando o peixe veio a tona, ele conseguiu em 2 minutos colocar um peixe de 1,65m em cima do barco, fotografar e soltar o peixe intacto (fotografou sem que eu precisasse explicar para ele onde era o botão de disparo).

Já pesquei em vários lugares e digo que esse tipo de comportamento é absolutamente incomum em operações de pesca até por conta do turnOver.

Óbvio que houve treinamento por parte dos donos do barco.

 

2) Técnico: A capacidade do cara de achar o peixe junto com a força necessária para deixar o pescador estimulado. Dai entra conhecimento do local, capacidade de observação, capacidade do guia de pescar mais de uma espécie de peixe em momentos adversos (veja o caso dos guias de Barcelos, não são todos que conhecem os hábitos dos peixes de couro) como repiquete, disposição de puxar um barco caso haja necessidade de furar um lago e claro..... muita historia para contar pro pescador durante a semana de pesca(rs). Muitos acham que esse item 2 é o suficiente para se qualificar um bom guia... mais a concorrência tá aí, e na próxima o cliente pode escolher uma operação que ofereça ambas as condições.

 

Grande abraço.

 

RP.

 

 

👍

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 02/10/2020 em 08:05, Edmar Alves disse:

Em minha opinião, resumidamente um bom piloteiro E GUIA é o que adapta a melhor estratégia de acordo com os gostos dos Pescadores fazendo com que divirtam-se na maior parte do tempo. 

O resto é secundário na minha opinião.

👍

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos vou relatar uma experiência pessoal que tem relação com o assunto. 

Em 2018 fui convidado por um amigo que faz parte de um grupo de pesca para pescar em S.I.R.N. fomos em um barco hotel que opera ou operava na região, barco só do nosso grupo sem nenhum desconhecido porem, eu como convidado, pessoal 100% me senti acolhido de pronto a escolha dos piloteiros que foi através de sorteio. Toda operação declara trabalhar com piloteiros experientes e treinados para atender o pescador (na minha opinião isso está longe de ser verdadeiro) más sabemos que sempre tem alguns mais esperientes e gabaritados que outros... fomos sorteados com o piloteiro mais velho rosto marcado pelo sol como quem está na lida a tempos... me dei por satisfeito apesar de ouvir brincadeiras dos piloteiros mais jovens que nem entendi direito pois eu só estava interessado em pescar... tinhamos pela frente 4 dias completos de pesca e a expectativa de pegar um troféu era enorme! O rio estava cheio e a pesca difícil más mesmo assim o primeiro dia de pesca foi bom lugar maravilhoso o guia experiente tudo ia bem até que minha isca (aquela isca) ficou presa em um galho após um tucunaré ter escapado, o guia começou a rodear o galho estavamos sendo acompanhados por dois botos enormes o guia começou a forçar a linha e eu já falando "cuidado estourar a linha que não quero perder essa isca" ele parou e eu pensei "ele vai entrar na água e recuperar a isca que não estava a mais de 2 metros de profundidade " más não ele puxou um facão da mochila cortou uma vara com uma forquilha na ponta e seguiu procurando minha isca... depois de um tempo ele vira e dis "eu já vou falando que não entro na água "... percebam que fomos premiados talves com o único piloteiro quê não entra na água na região amazônica.... como queria continuar a pescaria apesar da relutância e preocupação do meu parceiro entrei na água junto com os botos e recuperei minha isca.... percebi que depois disso o piloteiro ficou quieto com a cara fechada más não dei importância afinal apesar de não ser comum respeito a condição do piloteiro... voltamos para o barco hotel eu não relatei o fato para evitar problemas e no dia seguinte saimos bem cedo para pescar em direção ao rio preto com local e hora marcados para fazer aquele churrasco na beira do rio.... lá pelo meio da manhã fisguei um Açu que pesou 8 kg com aquela isca recuperada por mim no dia anterior... o piloteiro fez tudo certinho o aquipamento aguentou e principalmente o peixe cooperou! Embarcado, comemorado, fotografado e liberado! Estavamos perto da entrada do rio e lá pelas 11:30 eu perguntei o horário e local que iríamos nos encontrar com os outros para almoçar? O piloteiro disse que não tinha gasolina suficiente para subir o rio, claro que não gostamos más já estavamos naquela situação não ia adiantar brigar com o piloteiro.... minha preocupação passou a ser como iriamos avisar os outros, perguntei sobre um rádio e claro pareceu que falei um palavrão... depois o piloteiro disse que o chefe dos piloteiros não tinha avisado onde seria o almoço.... eu já estava a ponto de acabar com aquela mulecagem quando meu parceiro foi apaziguando meus ânimos e concordamos em ficar pescando ali até aparecer alguém da turma... vejam o tamanho da confusão... cada um pagou R$ 120,00 para poder entrar no Rio Preto e pescar o dia todo... meu amigo que promoveu o convite para essa pescaria estava junto com o grupo no almoço  e sabendo como sou exigente com regras de segurança e jamais teria faltado ao almoço sem um motivo falou com os outros que voltaria a nossa procura pois algo havia acontecido isso dito por volta das 14:00 todos retornaram a nossa procura até chegarem aonde estavamos pescando. O simples fato de estarmos pescando já provocou espanto em todos... fomos abordados por todos e o chefe dos piloteiros perguntou ao nosso piloteiro o que havia acontecido? Foi o início do fim..... Depois de mentir descaradamente para o piloteiro chefe e na sequência eu parti pra cima do infeliz chegando muito próximo de enfiar a mão na caro do cidadão ele falou o seguinte..." eu tenho gasolina sábia hora e local do almoço más não fui pois os meninos (piloteiros mais novos) ficam tirando sarro da minha cara" Resultado:

Como convidado no grupo e após ter pego um Açu de 8 kg foi difícil o grupo acreditar que eu e meu parceiro não corroboramos para o ocorrido. Não aceitamos mais o guia pois não passa de um moleque (com seus 50 anos) irresponsável e pedimos outro. Estavamos no fim do mundo e o guia sugerido e disponível erá um local que trabalhava como armador no rio Negro ele sabia tudo de navegação conhecia a região muito bem más não sábia pilotar... ele atropelava os pontos de pesca não tinha paciência e mal sabia pescar... foi frustante... peguei meu trofeu e foi só... pegamos alguma coisa más perdemos metade da pescaria... Então sou muito criterioso na escolha do piloteiro não sou pescador de deixar minha tralha na mão de piloteiro pedir ajuda para iscar ou tirar o peixe da água meus nós sou eu quem faz, espero de um piloteiro o que os senhores sabiamente descreveram em suas declarações. Forte abraço a todos e ótimas pescarias!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 04/10/2020 em 15:56, Arthur Perrucci Junior disse:

Amigos vou relatar uma experiência pessoal que tem relação com o assunto. 

Em 2018 fui convidado por um amigo que faz parte de um grupo de pesca para pescar em S.I.R.N. fomos em um barco hotel que opera ou operava na região, barco só do nosso grupo sem nenhum desconhecido porem, eu como convidado, pessoal 100% me senti acolhido de pronto a escolha dos piloteiros que foi através de sorteio. Toda operação declara trabalhar com piloteiros experientes e treinados para atender o pescador (na minha opinião isso está longe de ser verdadeiro) más sabemos que sempre tem alguns mais esperientes e gabaritados que outros... fomos sorteados com o piloteiro mais velho rosto marcado pelo sol como quem está na lida a tempos... me dei por satisfeito apesar de ouvir brincadeiras dos piloteiros mais jovens que nem entendi direito pois eu só estava interessado em pescar... tinhamos pela frente 4 dias completos de pesca e a expectativa de pegar um troféu era enorme! O rio estava cheio e a pesca difícil más mesmo assim o primeiro dia de pesca foi bom lugar maravilhoso o guia experiente tudo ia bem até que minha isca (aquela isca) ficou presa em um galho após um tucunaré ter escapado, o guia começou a rodear o galho estavamos sendo acompanhados por dois botos enormes o guia começou a forçar a linha e eu já falando "cuidado estourar a linha que não quero perder essa isca" ele parou e eu pensei "ele vai entrar na água e recuperar a isca que não estava a mais de 2 metros de profundidade " más não ele puxou um facão da mochila cortou uma vara com uma forquilha na ponta e seguiu procurando minha isca... depois de um tempo ele vira e dis "eu já vou falando que não entro na água "... percebam que fomos premiados talves com o único piloteiro quê não entra na água na região amazônica.... como queria continuar a pescaria apesar da relutância e preocupação do meu parceiro entrei na água junto com os botos e recuperei minha isca.... percebi que depois disso o piloteiro ficou quieto com a cara fechada más não dei importância afinal apesar de não ser comum respeito a condição do piloteiro... voltamos para o barco hotel eu não relatei o fato para evitar problemas e no dia seguinte saimos bem cedo para pescar em direção ao rio preto com local e hora marcados para fazer aquele churrasco na beira do rio.... lá pelo meio da manhã fisguei um Açu que pesou 8 kg com aquela isca recuperada por mim no dia anterior... o piloteiro fez tudo certinho o aquipamento aguentou e principalmente o peixe cooperou! Embarcado, comemorado, fotografado e liberado! Estavamos perto da entrada do rio e lá pelas 11:30 eu perguntei o horário e local que iríamos nos encontrar com os outros para almoçar? O piloteiro disse que não tinha gasolina suficiente para subir o rio, claro que não gostamos más já estavamos naquela situação não ia adiantar brigar com o piloteiro.... minha preocupação passou a ser como iriamos avisar os outros, perguntei sobre um rádio e claro pareceu que falei um palavrão... depois o piloteiro disse que o chefe dos piloteiros não tinha avisado onde seria o almoço.... eu já estava a ponto de acabar com aquela mulecagem quando meu parceiro foi apaziguando meus ânimos e concordamos em ficar pescando ali até aparecer alguém da turma... vejam o tamanho da confusão... cada um pagou R$ 120,00 para poder entrar no Rio Preto e pescar o dia todo... meu amigo que promoveu o convite para essa pescaria estava junto com o grupo no almoço  e sabendo como sou exigente com regras de segurança e jamais teria faltado ao almoço sem um motivo falou com os outros que voltaria a nossa procura pois algo havia acontecido isso dito por volta das 14:00 todos retornaram a nossa procura até chegarem aonde estavamos pescando. O simples fato de estarmos pescando já provocou espanto em todos... fomos abordados por todos e o chefe dos piloteiros perguntou ao nosso piloteiro o que havia acontecido? Foi o início do fim..... Depois de mentir descaradamente para o piloteiro chefe e na sequência eu parti pra cima do infeliz chegando muito próximo de enfiar a mão na caro do cidadão ele falou o seguinte..." eu tenho gasolina sábia hora e local do almoço más não fui pois os meninos (piloteiros mais novos) ficam tirando sarro da minha cara" Resultado:

Como convidado no grupo e após ter pego um Açu de 8 kg foi difícil o grupo acreditar que eu e meu parceiro não corroboramos para o ocorrido. Não aceitamos mais o guia pois não passa de um moleque (com seus 50 anos) irresponsável e pedimos outro. Estavamos no fim do mundo e o guia sugerido e disponível erá um local que trabalhava como armador no rio Negro ele sabia tudo de navegação conhecia a região muito bem más não sábia pilotar... ele atropelava os pontos de pesca não tinha paciência e mal sabia pescar... foi frustante... peguei meu trofeu e foi só... pegamos alguma coisa más perdemos metade da pescaria... Então sou muito criterioso na escolha do piloteiro não sou pescador de deixar minha tralha na mão de piloteiro pedir ajuda para iscar ou tirar o peixe da água meus nós sou eu quem faz, espero de um piloteiro o que os senhores sabiamente descreveram em suas declarações. Forte abraço a todos e ótimas pescarias!

 

Uhmmm..situação chata, hein?!?! 😒

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quem já pescou nas represas do interior de São Paulo com certeza já teve a experiencia de um péssimo serviço de guia, pode ser que aqui no estado existam bons guias, mas até hoje em todas as pescarias eu nunca sai 100% satisfeito, e digo isso não levando em conta em pegar ou não pegar peixe não, mas sim com relação ao atendimento.

Todas as minhas experiencias aqui no estado foram com guias que assim que chegam nos pontos de pesca atravessam o barco para a proa, onde esta o elétrico, munidos de sua vara e de lá posiciona o barco e pesca mais que os turistas, é incrível como eles conseguem ser tão sem noção a ponto disso. E outra, a bateria do eletrico acabou, então acabou a pescaria, afinal o remo esta lá de enfeite

Porém já tem uns 4 anos que não frequento qualquer tipo de represa do estado, exatamente pelas péssimas experiencias com guias, desde então tenho ido todos os anos para a represa de Balbina, tenho ficado na Ilha do Jeff,e posso dizer que o atendimento lá é muito diferente. Guias super educados e preocupados com a experiencia do pescador, lá não se usa elétrico, o guia passa o dia inteiro com o remo, com sol ou durante a chuva, nunca ouvi um guia reclamar, por muitas vezes o peixe foi para enrosco, os guias mergulham sem nem precisar falar nada, baita atenção durante o almoço, com redes armadas na sombra, preparo de peixe assado e sashimi. Guias quase que profissionais de fotografia e filmagem, com varias dicas de melhor posição e angulo para a foto com o peixe sair legal. Lá eu volto todo ano e no final da pescaria sempre deixo gorjeta com gosto porque o atendimento é 100%

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 06/10/2020 em 17:30, Fabrício Biguá disse:

 

Uhmmm..situação chata, hein?!?! 😒

Muito meu amigo! Vou com o mesmo grupo ágora dia 22 para pousada Salto Thaimaçu e com certeza tudo será diferente!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No último sábado tive uma péssima experiência com um piloteiro na Represa de Três Marias (região de São José do Buriti/MG). Estava em uma pousada e pedi a indicação de um piloteiro e me indicaram este, e, apesar de já conhecer sua fama de "folgado" nos grupos de pesca, resolvi arriscar já que no dia anterior a pescaria havia sido muito fraca. Já de início, ele disse que nos levaria a um lugar a cerca de 30 minutos de viagem com o nosso motor de 15 HP, e na verdade o local ficava a quase 2 horas de barco. Chegando lá, sem me pedir, pegou um conjunto recém comprado, com o cabo da vara ainda no plástico e começou a arremessar, sem muito critério e nem cuidado. Para minha tristeza, com poucos arremessos, ele conseguiu quebrar minha vara em 3 lugares durante um arremesso (a isca ficou presa no barco). Sem querer estragar a pescaria e como eu tinha uma vara reserva, disse que estava tudo bem e continuei a pescar. Mas o piloteiro não parava, agora sem um conjunto para pescar, a cada batida de tucunaré na superfície ele desesperadamente pedia a vara do meu colega emprestada, arremessava, fisgava o peixe e entregava para ele.  No final, já estava praticamente pescando com a vara do meu amigo, que meio sem graça, já demonstrava que queria ir embora para se livrar do piloteiro. Então perguntei se queriam ir embora, e ele, mais que depressa, ligou o barco e retornou à pousada. Péssima experiência, que serviu de lição, um piloteiro pode salvar sua pescaria, como também consegue estragá-la. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já peguei guia acomodado em Serra da Mesa e foi ruim demais. Depois dessa, logo de cara observo se o guia é quieto, se gasta tempo no local, conhecimento dos locais, etc.  No início de Dezembro 2019, estive em Barcelos o rio estava muito cheio e o guia que peguei foi o Zé Bodó que estava no Grupo Super Açú. Mesmo na dificuldade o Zé foi show, um cara bom de papo, vibra quando se pega peixe, não quer saber de ficar gastando tempo com cardume de borboletas, roda demais com o barco a procura dos grandes açús, conhece caminhos para chegar a lagos fechados, ajusta hélice se precisar e por último ele prefere ficar no mato comendo sanduíche do que perder tempo em almoçar no barco (gastasse muito tempo entre ir e voltar ao barco). Para mim foi o melhor guia que peguei até o momento. Muito bom, pois mesmo na dificuldade, peguei vários Açús e graças ao incansável Zé Bodó.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 horas atrás, Irineu disse:

Já peguei guia acomodado em Serra da Mesa e foi ruim demais. Depois dessa, logo de cara observo se o guia é quieto, se gasta tempo no local, conhecimento dos locais, etc.  No início de Dezembro 2019, estive em Barcelos o rio estava muito cheio e o guia que peguei foi o Zé Bodó que estava no Grupo Super Açú. Mesmo na dificuldade o Zé foi show, um cara bom de papo, vibra quando se pega peixe, não quer saber de ficar gastando tempo com cardume de borboletas, roda demais com o barco a procura dos grandes açús, conhece caminhos para chegar a lagos fechados, ajusta hélice se precisar e por último ele prefere ficar no mato comendo sanduíche do que perder tempo em almoçar no barco (gastasse muito tempo entre ir e voltar ao barco). Para mim foi o melhor guia que peguei até o momento. Muito bom, pois mesmo na dificuldade, peguei vários Açús e graças ao incansável Zé Bodó.

Irineu, o Zé Bodó é dos mais conhecidos e respeitados da região. Eduardo Monteiro (programa PURA PESCA, Fishtv) e outros pescadores sempre falam muito bem dele.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...