Ir para conteúdo
Kid M

O que procurar numa Carretilha para Amazônia

Posts Recomendados

879368749_DaiwaSteezEXesquerda.png.3a996e91ccba0062b855a6f8a8de902d.png  Avatarpescando-1.gif.bc09693fb79ef6fe6f5bf9e5e61e0377.gif  direita-ttu-100.jpg.3cf38c354731c7deda6365b64412f491.jpg

Ajuda aos que ainda não estão prontos a escolher !

Material para a Amazônia - quais são as recomendações ?

Isso mesmo, hoje são tantas versões e modelos... ::thanks

Para buscar algo mais adequado (funcionamento x custo) o que precisa ser avaliado ?

 

Essa é uma questão que sempre surge aqui no FTB

Respostas é o que mais temos, mas as incertezas perduram...

Não sei dizer por não usar carretilhas, mas posso provocar essa conversa !

Não vamos nos estender nas considerações, mas naquilo que interessa !

Mais rolamentos ? Maior durabilidade ? Menos pesada ? O que mais ??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá 

acho que meus critérios seriam em ordem decrescente de importância :

1 - confiabilidade / durabilidade  

2-  peso / conforto 

3 - drag 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

tem monte gente fala mas das marine spots , na amazonia uso venator lite a a primeira liger que saiu, nunca tive problemas e ja foi umas par de vez pra la,

lembrando o que traz o peixe e a vara e nao a carretilha, ja em referencia ao drag o dedão da uma baita ajuda kkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu iria em projetos com chassi metálico apenas, mesmo vendo vários relatos de pessoas que tiveram resultados positivos com carretas com chassi em grafite/carbono, essa é uma preferência minha, inclusive uso apenas carretilhas de chassi metálico nos azuis, é uma mera preferência pessoal, coroas eu acho indiferente, hoje em dia acho que o que vale mais é a qualidade da forja e da construção da coroa/pinhão do que o material em que elas são feitas, e por fim capacidade de linha satisfatória para a pescaria. 

claro que depende do jeito de pescar de cada um, cada pescador tem seu jeito de pescar (e de destruir seu equipamento também) e vão surgindo novas exigências, eu mesmo já vejo as coroas de latão como obsoletas, para a pesca de artificial em água doce, mesmo sendo mais forte.

Micromodule de alumínio nunca usei em testes de fogo, mas vejo resultados mistos entre a galera que usa, já vi MMUUUUUUITAAA reclamação, mas pouca coroa zuada de fato, e das que estragaram, pelo menos metade, foi mal uso. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Kid M disse:

 

Não vamos nos estender nas considerações, mas naquilo que interessa !

 

Agora sim acredito que estamos nos finais dos tempos, na Europa calor de mais de 50 graus, aqui record de frio no outono e agora o Kid o homem dos mega textos escrevendo NÃO VAMOS NOS ESTENDER 

296357062_3979662305592536_3850257060999952540_n.jpg

Brincadeirinha rsss

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por ordem:

1 - Resistência (conjunto motriz de latão)

2 - Rápida (minimo 8.0:1)

3- Chassi aluminio ou magnésio

4- Peso (no maximo 200gr)

4- Compacta

5- Capacidade de linha (A partir de 100 metros)

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Discutir sobre mal uso? Não é  o tema aqui... se não usar o equipamento adequadamente nada aquenta... VAMOS NOS CONCENTRAR NO TEMA! O que procurar numa Carretilha para Amazônia?

1- Robustes

2- Equilíbrio 

3- Drag

4- Recolhimento 

5- Confiabilidade 

6- Capacidade de linha

7- Conforto

Sistema motriz em latão, dentes grandes, manivela entre 90 e 100 mm, peso em torno de 200 gr, discos de drag em carbono lubrificados com graxa apropriada, recolhimento em torno de 8:1, rolamentos de qualidade onde são necessários, apoio do eixo da manivela, no eixo sem fim, pinhão apoiado em dois rolamentos, rolamentos híbridos no carretel, rolamento anti reverso de roletes finos, knobs em EVA de alta densidade, manter o equipamento limpo e lubrificado, capacidade de linha, sobre capacidade de linha sempre vejo que a recomendação é de 100 metros de linha... acredito que quem faz essa recomendação nunca fez de fato essa medição pois na grande maioria das carretilhas de perfil baixo usadas para pescaria de Tucunarés na Amazônia não tem capacidade de reter mais de 70 m de linha com resistência entre 50 e 60 libras. Vejo muitos pescadores usando carretilhas indicadas para pescaria "finesse" para pescaria de Tucunarés na Amazônia que alem de muito caras não são indicadas para essa pescaria. Forte abraço a todos e ótimas pescarias!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Achei bastante interessante suas colocações caro colega

- Dentes grandes

- Discos lubrificados com graxa apropriada

- Rolamentos de qualidade são necessarios, apoio do eixo da manivela, no eixo sem fim

- Rolamentos hibridos no carretel

- Rolamentos de anti reverso de roletes finos

- knobs em eva de alta densidade

- Manter o equipamento limpo e lubrificado

 Meu caro @Arthur Perrucci Junior fiz um print aqui de tudo que vc escreveu pra eu não esquecer dessas dicas pra quando eu ir pescar na amazônia novamente  vlww parceiro

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Arcer disse:

e agora o Kid o homem dos mega textos escrevendo NÃO VAMOS NOS ESTENDER 

 

Pois é Arcer,

Você deve ter reparado que estou postando menos e mesmo assim focando na objetividade.

Preciso me "reformatar" numa forma que não me torne cansativo (ou prolixo - dependendo de quem for ler...joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, Arcer disse:

Por ordem:

1 - Resistência (conjunto motriz de latão)

2 - Rápida (minimo 8.0:1)

3- Chassi alumínio ou magnésio

4- Peso (no maximo 200gr)

4- Compacta

5- Capacidade de linha (A partir de 100 metros)

 

 

O Arcer resumiu bem, pra lá acho o chassi de alumínio e o conjunto motriz (coroa e pinhão) em bronze (latão) é essencial..... só uma dúvida Arcer... vc por acaso é o Jorel? Gostava muito das postagens dele, principalmente das modificações e as turbinadas que o Jorel fazia nas iscas e postava aqui... se não for desculpa aí heim :good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Renato Barreto disse:

O Arcer resumiu bem, pra lá acho o chassi de alumínio e o conjunto motriz (coroa e pinhão) em bronze (latão) é essencial..... só uma dúvida Arcer... vc por acaso é o Jorel? Gostava muito das postagens dele, principalmente das modificações e as turbinadas que o Jorel fazia nas iscas e postava aqui... se não for desculpa aí heim :good:

Você é o segundo que diz isso outro dia um cara perguntou a mesma coisa fiquei curioso procurei alguma coisa desse Jorel mas não encontrei nada mas perguntei pra uns usuarios  e disseram que era um xarope que ficava arrumando encrenca aqui no fórum, eu sou de paz não arrumo confusão com ninguém só na boa dando uns pitacos nas resenhas de pescajoia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho que pescaria na Amazônia não dá pre resumir num unico tipo de tralha.  Vc tem pescaria lá desde Balbina  de tucunas até seus 4kg até gigantes açus de mais de 8kg

  E outro item fundamental é a frequencia do uso, uma coisa é pescar 1x no ano outra é ir constatemente principalmente pessoal da região.  Uma coisa é usar uma hélice de mais de 30g com multi 50 a 70lbs numa vara 25 lbs outra é usar um jig ou meia agua numa vara de 17 a 20lbs. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/07/2022 em 21:00, Renato Barreto disse:

O Arcer resumiu bem, pra lá acho o chassi de alumínio e o conjunto motriz (coroa e pinhão) em bronze (latão) é essencial..... só uma dúvida Arcer... vc por acaso é o Jorel? Gostava muito das postagens dele, principalmente das modificações e as turbinadas que o Jorel fazia nas iscas e postava aqui... se não for desculpa aí heim :good:

Renato, vi um vídeo há alguns dias sobre a questão dos materiais do conjunto motriz, onde tirei as seguintes conclusões:

 

Latão (bronze)Material mais forte, mais durável, mais pesado.

Alumínio: Material mais leve, menos durável.

Alumínio anodizado: Confere maior "dureza" ao alumínio e maior proteção contra corrosão e desgastes.

 

Talvez esteja resumido até demais e caiba mais algumas considerações. Mas em suma, foi o que entendi. Se tiverem mais alguma contribuição, agradeço 😁

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/07/2022 em 20:58, Arcer disse:

Agora sim acredito que estamos nos finais dos tempos, na Europa calor de mais de 50 graus, aqui record de frio no outono e agora o Kid o homem dos mega textos escrevendo NÃO VAMOS NOS ESTENDER 

296357062_3979662305592536_3850257060999952540_n.jpg

Brincadeirinha rsss

Arcer, a falta de informações mais completas é justamente o que me incomoda. Eu não ligo de ler textão, desde que seja de bom conteúdo... hoje em dia é tudo muito breve, muito rápido, e quase sempre falta qualidade. Eu voto por mais KID's no mundo! 😂😂😂

No meu comentário anterior, por exemplo, resumi em 3 linhas o meu entendimento do conteúdo de um vídeo de uns 15 minutos (se não me engano o vídeo era do Cheddid, inclusive).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 01/08/2022 em 15:26, Carlos Sommer disse:

Renato, vi um vídeo há alguns dias sobre a questão dos materiais do conjunto motriz, onde tirei as seguintes conclusões:

 

Latão (bronze)Material mais forte, mais durável, mais pesado.

Alumínio: Material mais leve, menos durável.

Alumínio anodizado: Confere maior "dureza" ao alumínio e maior proteção contra corrosão e desgastes.

 

Talvez esteja resumido até demais e caiba mais algumas considerações. Mas em suma, foi o que entendi. Se tiverem mais alguma contribuição, agradeço 😁

 

Se o objetivo for uma máquina forte e resistente para os grandes Açus sem dúvida conjunto motriz em latão com o pinhão apoiado sobre dois rolamentos, dentes grandes (quero dizer para correr dos micro dentes) chassi rígido em alumínio, manivela entre 85 e 100 mm sem dúvida é uma boa opção. Lembrando wue o peso dessa máquina será entre 190 e 220 gr.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 28/07/2022 em 21:50, Arthur Perrucci Junior disse:

Discutir sobre mal uso? Não é  o tema aqui... se não usar o equipamento adequadamente nada aquenta... VAMOS NOS CONCENTRAR NO TEMA! O que procurar numa Carretilha para Amazônia?

1- Robustes

2- Equilíbrio 

3- Drag

4- Recolhimento 

5- Confiabilidade 

6- Capacidade de linha

7- Conforto

Sistema motriz em latão, dentes grandes, manivela entre 90 e 100 mm, peso em torno de 200 gr, discos de drag em carbono lubrificados com graxa apropriada, recolhimento em torno de 8:1, rolamentos de qualidade onde são necessários, apoio do eixo da manivela, no eixo sem fim, pinhão apoiado em dois rolamentos, rolamentos híbridos no carretel, rolamento anti reverso de roletes finos, knobs em EVA de alta densidade, manter o equipamento limpo e lubrificado, capacidade de linha, sobre capacidade de linha sempre vejo que a recomendação é de 100 metros de linha... acredito que quem faz essa recomendação nunca fez de fato essa medição pois na grande maioria das carretilhas de perfil baixo usadas para pescaria de Tucunarés na Amazônia não tem capacidade de reter mais de 70 m de linha com resistência entre 50 e 60 libras. Vejo muitos pescadores usando carretilhas indicadas para pescaria "finesse" para pescaria de Tucunarés na Amazônia que alem de muito caras não são indicadas para essa pescaria. Forte abraço a todos e ótimas pescarias!

Li esse seu post e vi descrevendo direitinho Daiwa tatula elite 100. 

Minhas prioridades estão bem alinhadas com a sua, só mudaria o conforto para o topo da lista;

 

Para quem quer uma carretilha que cumpra sua função em sua totalidade achei bem coerente suas definições. SHow! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/07/2022 em 08:29, Kid M disse:

Pois é Arcer,

Você deve ter reparado que estou postando menos e mesmo assim focando na objetividade.

Preciso me "reformatar" numa forma que não me torne cansativo (ou prolixo - dependendo de quem for ler...joia:::

Grande Kid, mudar é sempre louvável e importante para quem quer evoluir, bacana demais, só observe que alguns detalhes podem fazer toda diferença, contudo jamais "lute" com seu perfil natural de se expressar com clareza e muitas informações e cheio de detalhes, ilustrativo com aqueles efeitos de textos coloridos e formatado, e tantas outras características e qualidades que podemos nomear o "Kid da Turma do Biguá" junção de características que formam seu perfil e identidade única, e certamente naturaliza sua didática de se expressar, parte (se não a principal) responsável pelas qualificações de seu perfil e principalmente por contribuir tanto e ajudar tantos amigos pescadores! 

 

Kid M siga firme em seu proposito.

 

Gratidão!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/07/2022 em 23:09, Guto Pinto disse:

Acho que pescaria na Amazônia não dá pre resumir num unico tipo de tralha.  Vc tem pescaria lá desde Balbina  de tucunas até seus 4kg até gigantes açus de mais de 8kg

  E outro item fundamental é a frequencia do uso, uma coisa é pescar 1x no ano outra é ir constatemente principalmente pessoal da região.  Uma coisa é usar uma hélice de mais de 30g com multi 50 a 70lbs numa vara 25 lbs outra é usar um jig ou meia agua numa vara de 17 a 20lbs. 

É mas acho que ele se referia a pesca predominante na Amazônia... (Pesca esportiva de Tucunaré açu em rios e lagos naturais....)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 11/08/2022 em 10:46, Edmar Alves disse:

 jamais "lute" com seu perfil natural de se expressar com clareza e muitas informações e cheio de detalhes, ilustrativo com aqueles efeitos de textos coloridos e formatado, e tantas outras características e qualidades que podemos nomear o "Kid da Turma do Biguá" junção de características que formam seu perfil e identidade única, e certamente naturaliza sua didática de se expressar, parte (se não a principal) responsável pelas qualificações de seu perfil e principalmente por contribuir tanto e ajudar tantos amigos pescadores! 

Valeu Edmar,

Cheguei a ficar "emocionado" com suas afirmações...

Hoje em dia, o número de usuários que postam com frequência, tem diminuído significativamente.

Mas pretendo continuar postando meus pitacos !

Obrigado 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...