Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Paulo Roberto

Vou contar 2 de baiano...(Espero q o Kid M não veja...)

Posts Recomendados

Vs sabem como surgiu o nome Bahia, prá este Paraíso?

Eu explico: Dizem que Cabral quando aqui aportou, fundeou suas naus em um local um pouco distante da praia, aí pegou um KID 350 da levefort, com um motor tohatsu 9.8 hp e chegou a praia... Ficou maravilhado com o que viu... (aquele monte de tchutchuquinha, sorridentes, tudo peladinha).. e aquele monte de rede com todos os varões, deitados nelas, e... nem tavam aí...

Acontece que ao chegar, ele viu que se deslocasse sua Nau, um pouco prá esquerda, ao norte, onde hoje é Nova Cabrália, um pouquinho depois de Coroa Vermelha, a praia possui uma profundidade abissao, de modo que ele poderia fundear seu navio num lugar bem mais próximo da praia. Aí como não queria voltar ao navio, prá orientar seu Imediato, pois tinha que fazer "muitas coisas", e não queria perder tempo, foi falar com o 1º indio que viu, e que tava deitado numa confortável rede. O diálogo que se segui foi mais ou menos assim:

Cabral: Buenas, tche!, mas que tal???

Indio: uhuhuhummm??? (tava dormindo...)

Cabral: Buenas, tche!, mas que tal???

Indio: uhuhuhummm??? (tava dormindo...)

Cabral: Meu amigo, qual o seu nome???

Indio: uhuhuhummm??? Meu nome é BAH !!!

Cabral: Barbaridade, tche!, mas que nome diferente !!!

Indio: uhuhuhummm??? Mas é...

Cabral: Tá bom BAH - Posso te fazer uma proposta ???

Indio: (aí interessou...) - Tá bão qual é ??

Cabral: Preciso que voce vá nadando até aquela nau, e avise meu Imediato prele fundear, ali em Nova Cabrália... é rapidinho...

Indio: uhuhuhummm??? E que BAH, ganha com isto ???

Cabral: Olha BAH, este local é maravilhoso, vai se tornar o maior polo turístico do Brasil, (ou Terra de Santa Cruz), posso te tornar mundialmente famoso...

JÁ QUE VOCE FOI ATÉ LÁ, SÓ PRÁ ME AJUDAR, VOU CHAMAR ESTE LUGAR, EM SUA HOMENAGEM, DE... BAH - FOI...!!!!! diabo:: Que tal,????

Indio: uhuhuhummm??? (já tava dormindo... de novo...)

BAH, categoricamente respondeu:

Olha, MEU REI!!! (ele achou que aquele chapéuzinho do Cabral fosse uma coroa, daí surgiu a expressão...)

BAH, TÁ MUITO CANSADO..., BAH TÁ NESTA REDE SÓ A UMAS 3 LUAS...

BAH... NÃO FOI...

ACHO MELHOR VOCE CHAMAR ESTA TERRA DE...

BAH - IIAAA....

rindo3:: rindo3:: rindo3:: rindo3:: rindo3:: rindo3::

outra:

Por aqui há várias barracas de praia, todas muito lindas, e algumas até com inúmeras árvores, com o ambiente bem preservado, na beira da praia, onde se instalam redes, em que vc além de descansar de sua labuta, pode ir tomando umas, pois o garçon, sempre solícito, está alí perto prá te atender...

Vejam o diálogo que ouvi...

O baiano tava na rede, ao seu lado uma Skol já quente, pois dava muito trabalho encher o copo...

Chamou o garçon, e perguntou???

MEU REIIII !!!!

DIGA !! Voces tem soro antiofídico, aqui na barraca ???

O garçon: MEU DEEUUSSS, !!!!!

O Sr. foi mordido por alguma cobra ????

Não, claro que não!, mas tem uma ali, chegando, pertinho,... pertinho....

rindo3:: rindo3:: rindo3:: rindo3::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu quero saber o que tem de engraçado nessas piadas??

Não são a realidade não????

gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei:: gorfei::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Não tenha pressa, que com calma, a sua hora chega... caveira:: lacou:: diabo::

Me aguarde... alegre:: bomba2 surtei::

anjo:: anjo:: anjo::

PUXA VIDA, VOCE VIU, MEU REEIII!!! ( Eu tinha esperança que vc não visse... anjo:: anjo:: anjo:: )

ACHO QUE AGORA ATICEI A ONÇA COM VARINHA DE PESCAR LAMBARI...

SÓ NÃO ESQUEÇA !: PELO MENOS MANTIVE O RESPEITO!... ( anjo:: )

( será que vai dar certo...??? )

Querido, futuro irmão, ( ou será ex...?? ), to te esperando prá darmos uns pinchos nos Flechões daqui, ( soube que pegaram um com uns 12 kg, há uns 500 mts, aqui de casa, e isto sem barco, alí no pier da balsa que vai prá Arraial D'Ajuda... )

Um abração... ( Saudações Tricolores, o Gremio tá arrazando na Libertadores... ),

( Morram de inveja!!!! Ops: esta expressão é viadesca... Azar, agora já falei... )

Um abração

Paulo

( agora acho que consertei... )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Amigos,

Sou ( sempre - mesmo admoestado ), a favor da PAZ !

Vou deixar para falar dos "gaúchos" numa outra oportunidade, e passar ( para quem não conhece ainda ) um pequena crônica do Arnaldo Jabor, esse crítico recém silenciado pelo poder constituído ( que não vem ao caso nesse momento ) !

A intenção, além de tranquilizar ao meu "quase irmão" ( por estar em Porto Seguro ), é mostrar um pouco do que vem a ser Salvador, nos olhos atentos de um bom observador...

Ai está a crônica de Arnaldo Jabor, num depoimento da Bahia.

Colunista em crise não consegue voltar das férias...

Não consigo ir embora da Bahia. Acabaram minhas férias e continuo aqui. Mesmo que eu viaje depois do Carnaval, levarei a Bahia comigo. Não se trata de louvá-la; quero entendê-la, não com a cabeça, mas com o corpo, com as mãos, com o nariz, entender como um cego apalpa um objeto, entender por que este lugar é tão fortemente estruturado em sua aparente dispersão.

Aí, descubro que, ao contrário, a Bahia me ajuda a "me" entender. Não sou eu quem olha; a Bahia que me olha de fora, inteira, sólida, secular, a paisagem me olha e fica patente minha alienação de carioca-paulista, fica evidente meu isolamento diante da vida, eu essa estranha coisa aflita que está sempre entre um instante e outro, sem nunca ser calmo, inconsciente e feliz como um animal. Na Bahia, vejo-me neurótico, obsessivo, sempre em dúvida, ansioso.

Gostaria de estar na praia de Buraquinho, quieto, dentro do mar, como um peixe, como parte da geografia e não fora dela. Ninguém aqui se observa vivendo. Salvador não é uma "cidade partida" como é o Rio, nem a cidade que expele seus escravos, como São Paulo, que um dia será castigada, estrangulada por sua periferia.

Aqui, de alguma forma misteriosa, os pobres e negros, mesmo sem posses, são donos da cidade. A cultura africana que chegou nos navios negreiros, entre fezes e sangue, parece ter encontrado a região "ideal" neste promontório boiando sobre o mar, batido de um vento geral, para fundar uma cidade erótica e religiosa, plantada nos cinco sentidos, fluindo do corpo e da terra.

Os casarios subiram os montes, desceram em vales por necessidades dos colonos e dos escravos do passado, o espaço urbano foi desenhado pelo desejo dos homens. A Bahia foi o lugar perfeito para a África chegar. Tudo se sincretiza, natureza e cultura. Espírito e matéria se unem como um bloco só, amores e vinganças fluem no sangue dos galos e dos bodes, esperanças queimam nas velas de sete dias, todas as coisas se asmontoam num grande procedimento barroco de não deixar vazio algum, nada que sobre, que fique de fora, nada que isole matéria e gente.

Os deuses não estão no Olimpo; são terrenos e florestas, estão na rua, no dendê, dentro da planta. Consciência e realidade não se dividem, o povo e o mundo são a mesma coisa, e isso aplaca as neuroses, as alienações das megacidades onde o homem é um pobre diabo perdido no meio dos viadutos. Como nas fotos do Mário Cravo Neto, tudo se une em um só bloco: o alvo pato e a mão negra, a mulher nua e a pedra, o nadador, o sol e a água, as frutas, os cestos e as bocas, as plantas e os pés, os búzios e os segredos, os santos e os orixás, as mãos e o tambor, a fome e a carne, o sexo e a comida.

Tenho uma espécie de inveja e saudade desta cultura integrada, dessa sociedade secreta que vejo nos olhares das pessoas falando entre si, uma língua muda que não entendo, tenho inveja da palpabilidade de suas vidas materiais, tenho inveja da grande tribo popular que adivinho nos becos e ladeiras, das pessoas que riem e dançam nas beiras de calçada, que se amam na beira do mar, tenho inveja desta cultura calma que vive no "presente", coisa que não temos mais nas "cidades partidas", sem passado e com um futuro que não cessa de não chegar.

Nesta época maníaca e americana, que se esvai sem repouso, aqui há o ritmo do prazer, a "sábia preguiça solar" de que falou Oswald e que Caymmi professa. A civilização que os escravos trouxeram criou esta "grande suavidade", este mistério sem transcendência, este cotidiano sem ansiedade, esta alegria sem meta, esta felicidade sem pressa. Aqui a cultura vem antes da lei. Aqui o soldado na guarita é um negro com passado e orixás, dentro da roupa de soldado. O bombeiro, o vendedor, o pescador, o vagabundo se comunicam e existem antes das roupagens da sociedade. Até se travestem, se fantasiam de mesmos nos horrendo resorts caretas da burguesia, mas não perdem a alma para o diabo, defendidos pela vigilancia de seus Exus.

A sinistra modernidade tenta adquirir a Bahia, possuí-la, apropriar-se das praias, das ilhas, dos panoramas. Mas mesmo o progresso urbano e tecnológico aqui fica domado de certo modo pela cultura, que resiste a esses embates. Os balneários turísticos aqui me parecem meio patéticos, meio Maiami na vivência luxuosa dos acarajés, camarões e uísques trazidos por serviçais iaôs e mordomos de cabeça feita. Aqui não se vêem os rostos torturados dos miseráveis do Rio e São Paulo: a pobreza tem uma religião terrena costurando tudo. As festas do ano inteiro não são diversionistas, orgiásticas, para "divertir" - são para integrar. As festas têm uma religiiosidade pagã, sem sacrifícios, sem asceses torturados de olhos virados para o céu.

Nada sobrou do barroco europeu sofrido; prosperou o barroco gordo, pansexual, com as frutas, os anjunhos nus, os refolhos e os européis invadindo o convulsivo barroco da contra-reforma, com as curvas carnavalescas nas igrejas cheias de cariátides peitudas, sexies, gostosas, como as mulatas do Pelourinho.

Não é uma sociedade, mas um grande ritual em funcionamento. O Brasil aflito, injusto, imundo, inóspito devia aspirar a ser Bahia. Aqui dá para esquecer o jogo sujo do Congresso em Brasília, revelando a face oculta dos bandidos com imunidade, emporcalhando a democracia, aqui você não morre afogado na enchente da marginal Tietê, nem o Ronaldinho é assaltado com revólver na cabeça. Não conheço lugar mais naturalmente democrático. E, por isso, não consigo ir embora.

Vou comprar uma camiseta "NO STRESS" e ficar bebendo um frappé de coco para sempre.

Arnaldo Jabor, Porto da Barra, Salvador-Ba.

Era assim, mas agora com a administração do PT, estamos com saudades desse passado...

chorei:: buaa:: lacou::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E então?? Não é o que falei...???

Eu Falei, sei que falei...

MORO NO PARAÍSO... NÃO FALEI?, FALEI SIMM!!!!

o JABOUR MESMO FALOU, ( DEITADO NUMA REDE... )

"Vou comprar uma camiseta "NO STRESS" e ficar bebendo um frappé de coco para sempre.

Arnaldo Jabor, Porto da Barra, Salvador-Ba."

Então..., EU FALEI...!!!!

VOCES VIRAM O QUE O jABOUR FALOU DOS GAÚCHOS????

(putz!!! dancei..., não guentei e falei.... Putz, e olhe que eu tava indo tão bem....

Bhá, tche! que oportunIdade perdi..., eu tava indo TÃO BEM...)

Kid, esquece esta coisa de revide... aceita o óbvio...

Voces os baianos, são os únicos que sabem viver felizes... ( mesmo com o PT...) nosoutros só os invejamos... ( Caraca, acho que agora consegui... )

BJUS, Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Ainda mais com ironia... diabo::

Vai pagar dobrado ! bang::

Querido, futuro irmão, ( ou será ex...?? ), to te esperando prá darmos uns pinchos nos Flechões daqui, ( soube que pegaram um com uns 12 kg, há uns 500 mts, aqui de casa, e isto sem barco, alí no pier da balsa que vai prá Arraial D'Ajuda... )

arrow:: Mente, que nem sente... lingua2:: lacou::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Ainda mais com ironia... diabo::

Vai pagar dobrado ! bang::

Querido, futuro irmão, ( ou será ex...?? ), to te esperando prá darmos uns pinchos nos Flechões daqui, ( soube que pegaram um com uns 12 kg, há uns 500 mts, aqui de casa, e isto sem barco, alí no pier da balsa que vai prá Arraial D'Ajuda... )

arrow:: Mente, que nem sente... lingua2:: lacou::

Estive ai tentando pescar neste pier e so tive isca comida por baiacu, e pesquei e bati papo com o Kenje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

arrow:: Ainda mais com ironia... diabo::

Vai pagar dobrado ! bang::

Querido, futuro irmão, ( ou será ex...?? ), to te esperando prá darmos uns pinchos nos Flechões daqui, ( soube que pegaram um com uns 12 kg, há uns 500 mts, aqui de casa, e isto sem barco, alí no pier da balsa que vai prá Arraial D'Ajuda... )

arrow:: Mente, que nem sente... lingua2:: lacou::

OK, vamos ao que interessa. Não acredito que ouvi, ou vi, estas declarações do KID, e eu explico porque: O KID, só pode estar brincando, e então, me pegou direitinho, e até quase que reconheço que mereço... (mais ou menos...), mas vou agora deixar de ser irônico e cínico e ser sincero.

1- Em nenhum momento, pensei ou tentei, debochar, ridicularizar, ou faltar com o respeito de quem quer que fosse...

2- Revisei os textos que postei, e não achei nada de carater pessoal, e sim apenas genérico.

3- Aqui na Bahia, sou muito feliz, tanto que a classifiquei como paraíso... (Embora diáriamente ouça calado as piadinhas dos baianos e mineiros falando da masculinidade dos gaúchos e do caráter das gaúchas...).

4- Só escolhi o KID, porque foi o único Baiano que se apresentou, e pelo fato de ser meu vizinho e moderador do site, eu o encarei como um Leão Rei, que fica suportando as peripércias dos leõesinhos pivetes e novatos... Mas em nenhum momento, me pareceu que faltei com o respeito...(revisei as minhas declarações...)

5-A medida que os amigos iam respondendo, fui me entusiasmando, e (pivetinho), fui tentanto fazer piadas das próprias piadas... (me achando...)

6- Vivo sozinho, sou um cara moralmente (meio-muito) rígido, e achei que tava até agradando, e este site é o meu único entretenimento, atualmente. Pesco com artificiais há uns 18 anos, mas sem orientação nenhuma, e fiquei meio pasmo de ver o conhecimento e dedicação de mais de mil pessoas neste site; pois eu achava que era único. Agora vi que só estou no jardim de infância das pescarias..., não só das pescarias, mas também nas relações pessoais...

O Fabrício, p. ex: falou uma coisa que me deixou pasmo...

Falou (e sei que foi sincero), que escrevo muito bem e que gosto de escrever... Putz!!! Sabe que sempre desconfiei disto??? Mas nunca confiei, muito em mim ??? Não era tema de tópico nenhum, mas me ajudou tanto, numa hora que estava precisando tanto, que vcs nem imaginam... (Grato, Fabrício, vc tá exatamente onde tinha que estar..., muito grato...)

7- Por isto reafirmo: O KID, com sua experiência e perspicácia, só pode estar brincando, ou então, me pegou direitinho, (mas que pegou... pegou!!) e até quase que reconheço que mereço...

8- De qualquer maneira, prá encerrar, fica aqui o registro. - Por Favor: Se em algum momento, ofendi, faltei com a ética, ou se em algum momento desacatei, ou humilhei alguém, peço humildemente mil perdões e desculpas. Posso garantir que em nenhum momento quis ser pessoal, ou maldoso. Mil perdões, e (como já até tinha falado), desisto de entrar no "Boteco do Pescador", (vou apenas apreciar...)

Perdão...

Paulo

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Paulo Roberto !

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK! rindo3:: rindo3:: rindo3::

Para com isso, meu brother...

alegre:: PILHA PURA ! alegre::

As pessoas pensam ( pelo avatar ) que só por conta desse aspecto "varonil" ( ainda na fase obesa, já refeita por uma "bariátrica"... ), sou sempre sério ( na verdade, quase sempre ), mas às vezes tenho meus rompantes de "molecagem"...

Desculpe-me se por algum momento deixei-o apreensivo nos meus tópicos !

Você é "brother", ainda mais com esse passado pescativo na Urca... ( não pode ser rubro negro caveira:: ) !

arrow:: Veja que nem ataquei seu Grêmio, aliás nosso, já que sou sempre tricolor...

Quanto aos Gaúchos, esse é um estigma que é difícil de ser superado...

Não dizem que baiano é "cheio de preguiça", pois é, ... lingua2::

Fique tranquilo my friend, que aqui somos todos SEMPRE pela paz e ótimo relacionamento... ( mesmo com gaúchos - ops, foi mal... ) paia::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

KKKKKKKK!!!!

Po KID, deixou o gaucho borrado de medo!!!

KKKKKKKK!!!!

Paulo tenha sempre em mente que essa galera se ainda não aprontou, vai aprontar!!!!

:gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei: :gorfei:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×