Ir para conteúdo

Renato Abreu

Membro
  • Total de itens

    515
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Histórico de Reputação

  1. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Paulo Pereira de Lima em Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção 2018   
    Boa noite amigos pescadores!
    Saiu a última edição do Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção 2018. Elaborado pelo Instituto Chico Mendes.
    Pra se ter uma ideia, não era lançada uma nova edição deste estudo desde 2008.
    Infelizmente 10% de nossa fauna está ameaçada de extinção☹️ Entre estes, muitos peixes: surubim, matrinchã, mandi moela...
    Notícia boa é que a piraíba e a pirarara não foram incluídos no estudo como ameaçados. (O que de modo algum nos autoriza a matar tais animais, e nenhum outro que não tenha sido citado no texto)
    Resolvi divulgar aqui pois acho importante que todos conheçam as espécies ameaçadas, que se fale sobre isto, que se divulgue. Estamos aqui entre conscientes protetores da natureza e devemos multiplicar esta consciência.
    Grande abraço!
     
    dcom_sumario_executivo_livro_vermelho_ed_2016.pdf
  2. Like
    Renato Abreu deu reputação a Beto Caranha em Melhor piloteiro que a turma já pescou no Rio negro!!!   
    Irmão também com certeza um dos mais tops! Tb tem meu voto!  Faltou vc lembrar de: "Ponta da vara pra baixo! ... Ponta da vara pra baixo! ... Ponta da vara pra baixo! " Não quer que vc deixe o peixe pular de forma alguma... Acho que aprendi com ele a fazer no automático a ponta da vara pra baixo e evitar o peixe grande pular...
     
    "Fera" também é fera!
  3. Thanks
    Renato Abreu recebeu reputação de FabianoTucunare em Melhor piloteiro que a turma já pescou no Rio negro!!!   
    Irmão sem dúvida. Temos outros excelentes sem dúvida como Adriano, Pequiá, Fera, Dinho e outros...mas a pró atividade do Irmão é demais, me ensinou muito ! vai arremessa alí, vamos "pentear esta margem inteira" , vai mais uns alí, mais uns aqui, alí tem peixe bom , escapou um monstro naquele toco semana passada...não te dá sossego, fica puto quando perde peixe...pra mim é ele !
  4. Downvote
    Renato Abreu deu reputação a Lucas Faiçal em Quando a natureza chama busca a privacidade ou faz perto dos outros?   
    Quando bate o aperto na barriga vocês procuram privacidade ou fazem perto dos outros mesmo sem ter vergonha?
  5. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Cristiano Rochinha em “Seleção” pra operar em SIRN a partir deste ano   
    É muito triste quando você já com os seus quase 50 anos ( no meu caso...) desiste do país...eu tenho tido esse sentimento com muita frequência...infelizmente...não só por isso que está acontecendo com SIRN , lugar maravilhoso, lugar com o qual eu sonho sempre...mas isso está acontecendo com tudo neste país...e como disse o Fabrício o problema é o povo ! o povo brasileiro deu errado, não sei quando e como começou , mas deu muito errado ! a corrupção está no DNA do brasileiro, a falta de educação, de respeito, de gentileza e de tudo o que é bom , não faz parte mais de nossa essência , se é que fez algum dia...
  6. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Cristiano Rochinha em “Seleção” pra operar em SIRN a partir deste ano   
    É muito triste quando você já com os seus quase 50 anos ( no meu caso...) desiste do país...eu tenho tido esse sentimento com muita frequência...infelizmente...não só por isso que está acontecendo com SIRN , lugar maravilhoso, lugar com o qual eu sonho sempre...mas isso está acontecendo com tudo neste país...e como disse o Fabrício o problema é o povo ! o povo brasileiro deu errado, não sei quando e como começou , mas deu muito errado ! a corrupção está no DNA do brasileiro, a falta de educação, de respeito, de gentileza e de tudo o que é bom , não faz parte mais de nossa essência , se é que fez algum dia...
  7. Like
    Renato Abreu recebeu reputação de Márcio Costa em Três Marias - Denúncia de pesca irregular   
    faca !!!!!!!!!
  8. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Octávio Amaral em Amazônia - Pescaria frustrada (de novo)   
    kkkk
    Pescar caladinho, é o que estou fazendo a tempos... rs
    Abraços,
  9. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Neco em Amazônia - Pescaria frustrada (de novo)   
    Estou no fórum desde 2007
    Muita gente aqui nem me viu postando nada. Mas já segui o fórum diariamente por anos. Tudo tem seu tempo.
    Pesquei várias temporadas seguidas na Amazônia e há 3 anos estou sem ir ao Rio Negro
    Nos últimos anos (bem mais de três  anos) o nicho do mercado e a crescente demanda de pescadores pra lá vem causando algumas dificuldades. Essas novas regras tentam resolver isso. Muito provavelmente de forma equivocada, mas não estou por dentro pra opinar.
    O que posso opinar é sobre a pescaria na região.
     
    A pescaria no Rio Negro, especialmente em SIRN, é muito seletiva... Não é pra todos os pescadores (isso é muito real)
    Tem muita gente que vai pescar Açu sem nunca ter pego uma traíra no Plug.
    Lógico que esse não é o motivo da frustração de alguns como nossos experientes Kid e Eloy. 
    O que vem frustrando experientes pescadores de maneira direta ou indireta é a famosa MUVUCA. Estou errado?
    Pescaria é assim. Dez dias do peixe e um do pescador. Começar a entender isso não é fácil. Ainda mais se você gastou milhares de reais e está com a expectativas lá na lua.
    A primeira vez que fui pra lá tinha a expectativa de pegar um Açu com mais de 4 kilos. Resultado voltei muito feliz.
    Das outras vezes queria pegar alguns açus e voltei feliz novamente.
    Após ter pego todos os peixes que nem imaginava que pegaria voltei pra lá com a expectativa de descansar da rotina e jogar isca na água... aí o fundamental foi encontrar pessoas com esse mesmo espirito. Isso me custou duas temporadas em grupos heterogêneos e com gente chata.
    Após achar uma turma boa, já fizemos outras pescarias ruins sem perder o ânimo.
    Faz três anos que não vou pra SIRN é o motivo é um só. Não tenho disponibilidade pra fazer várias pescarias ao ano. Se tivesse iria todo ano... Mesmo pra se ferrar no repiquete. Como disse meu amigo Fábio, o importante tem q ser jogar isca na água e como disse o amigo Fabrício, com boas pessoas.
    Estou vendo essa insatisfação geral com bom olhos. Vai ter q haver um equilíbrio no fluxo do pescadores pra região... por enquanto só tem aumentado. Isso é insustentável.
    Se continuasse assim o resultado seria um só. Ou o preço aumentaria acima do razoável ou em breve teríamos dez  barcos operando lá.
    Cair de gaiato em um grupo pra Amazônia com a expectativa alta tem grande chance de te frustrar. Simples assim, não vá.
    Vá pra outros locais... Tem muita opção por aí 
    Eu estou nessa. Dando um tempo.
     
    Assim que a galera perceber como a pescaria lá é de verdade e souber filtrar o q está nas redes sociais um novo equilíbrio tem q ser atingido.
    Aí estarei de volta
     
  10. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Ricardo Nagatomo em POR MENOS PESCADORES INSUPORTÁVEIS...   
    Que bacana sua reflexão meu amigo, meus parabéns, você foi muito feliz e extremamente preciso em TODAS as suas colocações. Estamos muito competitivos e críticos, os verdadeiros valores estão sendo deixados para trás, e o que é pior...parece normal ! não é  ! não me lembro tanto de meus bons peixes como de meus bons amigos ( muitos aqui do FTB) que foram feitos em memoráveis pescarias ! E se me permite o aparte, poderíamos aplicar tudo isso que você colocou não só em nossas pescarias, mas também em nossas vidas ! parabéns pelo texto , muito bacana mesmo ! 
  11. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Ricardo Nagatomo em POR MENOS PESCADORES INSUPORTÁVEIS...   
    Que bacana sua reflexão meu amigo, meus parabéns, você foi muito feliz e extremamente preciso em TODAS as suas colocações. Estamos muito competitivos e críticos, os verdadeiros valores estão sendo deixados para trás, e o que é pior...parece normal ! não é  ! não me lembro tanto de meus bons peixes como de meus bons amigos ( muitos aqui do FTB) que foram feitos em memoráveis pescarias ! E se me permite o aparte, poderíamos aplicar tudo isso que você colocou não só em nossas pescarias, mas também em nossas vidas ! parabéns pelo texto , muito bacana mesmo ! 
  12. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Ricardo Nagatomo em POR MENOS PESCADORES INSUPORTÁVEIS...   
    Por menos pescadores insuportáveis... 
    Aprendi a pescar desde pequeno com meu pai e com meu avô...
    Naquela época as pescarias eram extremamente simples, feitas no Riacho Grande (São Bernardo do Campo) com varinhas telescópicas, usando milho ou capim de isca, pegávamos pequenas tilápias, carás, vez em quando um piau. A Diversão era sempre a mesma, uma alegria imensa de fisgar aquele exemplar (por menor que fosse). A alegria dobrava quando no final do dia percebia que o peixe que peguei era maior que o do meu pai e do meu avô.
    O tempo foi passando, a pescaria se tornou algo muito mais complexo, novas técnicas, novos locais, novas modalidades, novos equipamentos, mas o espírito de buscar o peixe grande sempre nos motiva cada vez mais. Posar com aquele exemplar dos sonhos, fazer um quadro, postar nas mídias sociais... Tudo isso creio que faz parte, acho super bacana compartilhar a emoção sentida com os outros pescadores, eu mesmo leio os relatos e me empolgo com cada narração, com cada captura, ou com cada peixe perdido (sempre os maiores. Rsrs)
    Acho que todos nós, claro que cada um na sua medida, ainda possui esse espírito competitivo dentro de si, sempre estamos querendo bater nossos recordes pessoais, ficamos cada vez mais exigentes, queremos cada vez mais o local mais exclusivo, mais secreto, com melhor nível de Rio... Tudo para buscar o troféu!!!
    Mas será que não estamos exagerando um pouco com essa competitividade??
    Será que não estamos passando dos limites um pouco??
    Será que aquela inveja não esta nos tornando insuportáveis??
    Acho que todos deveriam parar pra pensar um pouco e ver se não estamos deixando nosso ego nos transformar nesse “Pescador insuportável”.
    As vezes vejo relatos, fotos em grupos de whats app de peixes lindos, pequenos, médios, enormes, de coloração fantástica, em locais extremamente preservados e muitas vezes seguidos de comentários do tipo:
    Esse peixe não tem esse peso todo que estão falando...
    Cadê a foto na régua pra provar que tem esse tamanho???
    Esse peixe foi pego na meia água, então não conta...
    Olha o braço do pescador como esta pra frente na foto...
    Será que esse peixe foi pego na isca artificial mesmo???
    Não estou aqui pra julgar ninguém, nem estou falando de ninguém ou de nenhum grupo específico... estou falando no geral, inclusive por muito tempo me policiei para ver se não estava sendo esse “Pescador insuportável”.
    Não seria muito mais bacana se os comentários fossem do tipo:
    Nossa que peixe lindo!!! Quem foi o felizardo por esse feito?
    Nossa que peixe top!! Como ele foi capturado?? Brigou muito?
    Parabéns ao pescador, exemplar como este esta cada vez mais raro.
    Top demais esse peixe, posta mais fotos amigo, compartilhe conosco esse feito detalhadamente.
    Acho que se eu fosse o pescador, me sentiria cada vez mais motivado para responder as questões e continuar postando relatos das histórias, por mais desastrosas que fossem. Rsrs
    O que vejo aqui no fórum é que vários pescadores deixam de postar relatos, justamente por conta desses pescadores insuportáveis, que reparam nas pintas de cada peixe para ver se não tem foto repetida, que fica reparando se o peixe esta com a boca exatamente fechada na foto da régua, enfim, parece que a alegria dele é menosprezar o feito do próximo.
    Estava com uma turma essa semana pescando na Amazônia, não vou citar nome da turma nem local, pois como disse estou falando de uma forma geral, durante uma semana bem difícil de pesca no quarto dia uma pessoa do grupo pegou dois monstros... A noite foi regada a cachaça, sertanejo comendo solto, e uma alegria que contagiou a todos. Que top se fosse sempre assim não é amigos?!
    Já vi pescador torcer para que outros não pegassem peixe maior para que no final o mesmo levasse o troféu de maior peixe... rsrs
    Enfim, deixo aqui esse pequeno texto de reflexão, para todos nós pensarmos como estamos agindo perante essas situações... não estou apontando pra ninguém, muito menos querendo criar algum tipo de polêmica.
    Apenas reflitam....
    Por menos “Pescadores insuportáveis”
  13. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de FabianoTucunare em Vereadores de Barcelos (AM) aprovam por unanimidade lei de proteção do Tucunaré   
    A merda é que se precisar da última instância (STF) vocês podem imaginar no que vai dar né ? vide histórico recente ! desanimador...Putz que pena...e pensar que este país poderia viver só de turismo ! inclusive o de pesca esportiva ! que pena ....
  14. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de FabianoTucunare em Vereadores de Barcelos (AM) aprovam por unanimidade lei de proteção do Tucunaré   
    A merda é que se precisar da última instância (STF) vocês podem imaginar no que vai dar né ? vide histórico recente ! desanimador...Putz que pena...e pensar que este país poderia viver só de turismo ! inclusive o de pesca esportiva ! que pena ....
  15. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Fabrício Biguá em A operadora Riverplate conseguirá operar exclusivamente no Jurubaixi?   
    Kr@lho, Kruel...até q enfim alguém resolveu colocar "no papel" o que eu e vários outros amigos sabemos, mas não conseguimos repassar.
    Seu texto foi perfeito. Parabéns mesmo.
    Eu, que moro na capital do país, vejo aberrações jurídicas a todo momento, imagine o que não ocorre lá pra cima!??! 
    Cheguei a tirar uma print do site da River Plate onde o slogan usado é:
    "Desde 2002 as autoridades brasileiras tem permitido a entrada exclusiva em 12 terras indígenas ..."

     
    Quero ver como eles irão fazer pra explicar isso nos tribunais superiores quando esta merd@ toda for parar lá. 
    Se antes esses conflitos passavam apenas nas mãos de juízes de primeiro grau, ou apenas procuradores substitutos que tb acolhem acordos pra lá de suspeitos (como na época do Unini), vamos ver como este assunto será tratado quando constatarem que esta exclusividade só atende, em sua maioria, povo estrangeiro!?!
    Agora as denúncias irão mudar de lado. A associação dos pescadores esportivos de SIRN está atenta e reunindo todas as informações necessárias para levar o assunto até Brasília. A Associação já levou parte ao Ministério da Justiça (até mesmo na corregedoria deste órgão), e em breve estará disparando pra todos os órgãos de direito.
    Como eu disse, esse assunto vai longe.
    Mas voltando....E como a turma agiu em SIRN??! Seja FOIRN, ISA, IBAMA e etc!??!
    Fizeram uma denúncia ao MPF onde falsamente foi informado que as operações feitas em SIRN eram feitas dentro de terras indígenas.
    Ocorre que lá possui várias terras indígenas próximas...daí o MPF, sem saber onde realmente é TI e onde não é, recomendou a não venda de pacotes dentro de áreas q realmente são TI.
    Como a boca dos 4 afluentes de SIRN (q não são TI), tiveram suas terras delimitadas pela FUNAI em 2015 (carecendo de homologação, registro e posse), foi espalhado na região que a IN03 garantiria os "direitos indígenas" aos ribeirinhos. 
    O GTE/MJ foi criado justamente para rever todos os estudos/delimitações feitas pela FUNAI, ou seja, se a "TI" Jurubaixi-Téa já fosse dos índios, o Ministro não teria perdido o seu tempo e o nosso o dinheiro para criar este Grupo.
    Pior, o IBAMA, um órgão federal e mantido por nós, esteve na região para "avalizar", juntamente com vários outros órgãos, o acordo de exclusividade da River Plate no rio Jurubaixi.
    Eles não aparecem nas fotos das negociações, mas sabem de tudo o q está ocorrendo lá dentro e ainda divulgam q a IN03 vale naquela localidade, ou seja, o IBAMA está fazendo um desserviço ao povo do município. Diz que vai ordenar a pesca na região para evitar o conflito, sendo que a primeira coisa q fez foi avalizar uma operação exclusiva num afluente, deixando de fora centenas de pescadores que estão prontos pra visitar a região, isso, às vésperas do início da temporada de pesca.
    Oras...com o Brasil precisando de estudos e ordenamento em vários rios federais incríveis que estão sendo destruídos, rios de atribuição do IBAMA, pq o IBAMA estaria tão interessado em participar de ordenamento lá no fim do mundo, com a desculpa de que o MPF, FUNAI e etc, recomendaram!??!
    E foi aí q se descobriu que vários estudos feitos pelo IBAMA foram feitos pelo mesmo funcionário nestas áreas de conflito envolvendo TI, envolvendo ISA, envolvendo antropólogas e em alguns casos, envolvendo os locais onde estão as operações da River Plate (coincidência?!?! não sei, mas cabe a associação perguntar pro IBAMA em Brasília!!!). Todo mundo junto nos mesmos estudos, nas mesmas regiões, nos mesmos interesses. Fazem estudos para operações de pesca dentro de TI, mas não tem um brasileiro operando dentro destas terras, ou melhor, como o próprio site da River Plate diz, "operamos em 12 áreas exclusivas". Ah, me esqueci, tem a Acute Angling no Marié...mas, como o Gilbertinho disse, a empresa é Boliviana. ...ou seja, estudo pra beneficiar brasileiro não tem um...rsrs
    Resolver os milhares de problemas em rios que realmente precisam de ordenamento, nada, né!??! Mas resolver conflito pescando, ops, pesquisando nos melhores rios do Brasil, mesmo que seja pra resolver o problema de meia dúvida de envolvidos, aí o IBAMA trabalha ferozmente?!?!
    Marié, Água Boa, Marmelos, Viruá....rapaz, tô pensando em fazer concurso pro IBAMA, só pra pescar nestes rios.
    Aos poucos foram atropelando a CF, e, com aquele jeitinho brasileiro, as aberrações, como esta IN03, foram garantido que os índios não levassem problemas ao judiciário..rsrs.
    Se os índios quisessem apenas suas "terras", certamente não aceitariam essa IN03.
    Como diria a turma da FOIRN, "passou-se o tempo em que o índio se vendia por um espelho"....ok, só deveriam acrescentar q por um avião e algumas Hilux, a IN03 pode ser interessante....rsrs
    Ah, e apenas a título de conhecimento, FOI SUSPENSO O ACORDO DE EXCLUSIVIDADE FEITO NO JURUBAIXI PELA RIVER PLATE...Sim, foi suspenso. Os vereadores e a FOIRN foram até as comunidades ribeirinhas e, quando viram q o acordo não os beneficiava da forma pretendida ($$$), suspenderam o acordo.
    Ah, e o mais interessante é que agora o IBAMA diz que estará fechando o Jurubaixi em setembro e o Uneiuxi em outubro para fazer uma pesquisa por lá....kkkkkkk...Ou irão usar a IN03 pra falar q lá é indígena e a FUNAI fechar, ou vão tentar convencer o município a fechar pq lá é uma APA (Área de Proteção Ambiental). Cara, é uma piada, como o "IBAMA" resolve, com a desculpa de fazer estudo pra organizar a pesca na região, pescar nos melhores afluentes de lá e bem no começo da temporada (onde teoricamente se tem o melhor regime de águas)...rsrsr... Tô quase achando que aquele meu amigo americano tarado por pesca passou no concurso do IBAMA...rsrs
    Eles irão usar o argumento de que é preciso pescar na vazante....mas quero ver eles fazendo estudo na enchente...rsrs..Ops, na verdade eles não tem um estudo feito na cheia. Eu não entendo nada de estudo, mas os entendidos no assunto dizem q um estudo pra ser bem feito tem q se levar em consideração anos de pesquisa, e em diferentes épocas e regimes de água.

    Resumindo...eu não estou aqui pra ficar falando mal do IBAMA. Certamente eles terão boas justificativas para a questão, mas que num quadro geral a coisa é muito estranha, isso é. Mesmo q seja tudo legal, tais atitudes levantam uma suspeita fundada e a associação viu isso.
    Se querem ordenar a pesca, q ordenem...mas o façam de forma transparente. Comecem um estudo sério assim q as operações de pesca se encerrarem....Publiquem o estudo,  conversem, chamem os principais interessados para o debate e deem transparência ao processo. Tenho certeza q isso faria os próprios operadores, vereadores, comunidades ribeirinhas e etc, apoiarem a iniciativa.
    Torço para que a associação consiga ordenar a pesca na região, juntamente com os vereadores/prefeito. E q estas empresas gringas, assim como as TI no Brasil, percam força a cada dia. Precisamos garantir que nosso território seja utilizado por todos nós com igualdade. Esse negócio de proteger negro, pobre, rico, branco, amarelo, bicha, alto, magro, mulher e etc, tem q acabar. Somos todos cidadãos, somos todos IGUAIS...
  16. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a JCKruel em A operadora Riverplate conseguirá operar exclusivamente no Jurubaixi?   
    Pois é Gilbertinho...
    Que bom que agora estás acenando com uma bandeira branca!
    Que bom que agora estás sugerindo um entendimento entre os operadores de turismo no Médio Rio Negro! Por mim, tal entendimento deveria passar por todo o Rio Negro, abandonado como toda a Amazônia pelos (des) governos a ponto de causar prejuízos irreparáveis as comunidades ribeirinhas e aos municípios do interior do Amazonas.
    Só como exemplo, moras numa região em que um estado viu sua área ser reduzida a 20% do seu território por decisão do STJ! No médio Rio Negro já temos 14 reservas indígenas que representam milhões de hectares destinados a indígenas e a outros nem tanto (afinal por lá quase todos tem sangue indígena) de forma que, caso sejam homologadas as TI na região Téa-Jurubaxi, causarão um enorme prejuízo a Santa Isabel e condenarão o município  a um futuro nada promissor: a perpetuação da miséria...
    A estratégia de se criar reservas indígenas para usufruto exclusivo de empresas que atendem especialmente a turistas estrangeiros tem vários problemas, mas destaco a redução das áreas municipais que poderiam no futuro, consolidar turismo, renda e empregabilidade para  muitos, como destaco que  tais procedimentos por ONGs, seus antropólogos  e Cia não devem estar a serviço do nosso país...Tais procedimentos asseguram que acontecendo adversidades climáticas (por exemplo) garantiriam a Amazônia (como um todo) para a ocupação por países estrangeiros!
    Não desconsidere que os trabalhos realizados por institutos e Ongs, durante muitos e muitos anos na região, organizando confederações, federações, fóruns e outras lograram êxito porque o modelo adotado por eles é um sucesso!
    Há casos que a estrutura deles faria inveja a vários sindicatos brasileiros... Além disso proporciona promoção pessoal a índios e pseudo índios a ponto de despertar neles o interesse político como se tornarem vereadores e prefeitos ou tentarem se eleger. Não que seja errado tal procedimento, longe disso, de minha parte considero que é uma ação legítima e promissora, mas hás de convir que a partir deste momento deixam de ser índios para se tornarem  cidadãos brasileiros e, portanto, subordinados as leis pátrias...
    Aí começam verdadeiramente os problemas! Tens o costume de alegar em teus post a  IN/03/FUNAI/2015 como se ela fosse a panaceia das soluções para a pesca esportiva em reservas indígenas, quando na verdade ela é contraditória em vários aspectos e ilegais em outros. Te afirmo que ela não irá sobreviver como está formulada porque não passa do famoso jeitinho brasileiro para burlar a Constituição Federal , o Estatuto do Índio e outras mazelas mais. 
    Os comportamentos derivados destes jeitinhos em breve serão questionados nas esferas superiores porque a IN 03 não tem o dom de revogar o arcabouço legal brasileiro e te asseguro que haverá ações da corregedoria do MPF, da FUNAI e até do próprio IBAMA. Pelo que sei, antes de ações judiciais que parecem se avizinhar há pessoas juntando as provas necessárias para que as correções sejam adotadas por via administrativa, sem prejuízo de eventuais ações penais dos envolvidos. Com a experiência que tens bem sabes que depois das sindicâncias pode ocorrer a abertura de inquéritos administrativos e eventuais punições aos envolvidos, caso sejam servidores públicos... 
    Pois é Gilbertinho, a mim parece que os operadores que você representa têm sido usados pelos institutos sócio ambientais da vida, pelas federações indígenas, pelos fóruns indígenas que foram sendo estruturados ao longo dos anos. As Ongs indigenistas, seus antropólogos e Cia Ltda são por demais conhecidos porque são sempre os mesmos, fazendo as mesmas coisas e buscando incessantemente a criação de novas reservas com fins inconfessáveis, que acabam levando o nada a lugar nenhum! Veja que no entorno de SIRN já existem, aproximadamente  14 reservas indígenas que representam milhões de hectares inalienáveis, indisponíveis e reservados para perpetuar a indigência que este pobre povo amazônico está a viver nesta situação! Que coisa lamentável...

    Por outro lado, para mim está claro que a “galinha dos ovos de ouro” é a pesca esportiva e que os indígenas desavisados estão dispostos a mata-la, dada as tuas considerações sobre a exorbitância que estão a cobrar da River Plate em suas operações em TIs.

    Mas a “festa” parece que vai acabar em função de que eventuais interessados estão dispostos a investigar, coletar provas, fazer denuncias administrativas às corregedorias de cada ente envolvido, enfim passar a limpo tudo que está acontecendo em SIRN. Pasme você, que existem até evidências da pratica de advocacia administrativa em estudos realizados e a realizar por servidores públicos e queira Deus que a River Plate não tenha pago nada a técnicos do IBAMA porque, bem sabes, isso é crime!

    Mas se realmente tens intenção de ajudar no ordenamento pesqueiro do Rio Negro, com todo mundo desarmado, unidos num ideal de construção de um futuro melhor baseado na legalidade, na moralidade e nos princípios básicos que regem a gestão pública meus parabéns e que obtenhas o maior sucesso! Só temo que não tenhas a liderança para juntar tantos interesses contraditórios!
    Em todo o caso vou dar a minha contribuição:
    No teu post colocas: “Não por menos, vemos empresas disputando os mesmos espaços de pesca, como sempre se viu, cada qual objetivando oferecer o melhor produto a seus clientes e aumentar suas receitas, sua clientela e seu próprio status. Uma verdadeira batalha campal, mas o certo é que raras empresas buscam regularizar-se com foco no alcance de áreas preservadas que lhes assegurem maiores receitas e exclusividade em sua exploração. Vale tudo.”

    No caso, a priori, concordo com as tuas ponderações, mas hás de convir que neste vale tudo que te referes é apenas uma escolha e que escolhas costumam gerar consequências... Como as questões em pauta derivam de ações/omissões/jeitinhos de agentes públicos envolvidos (MPF, FUNAI, IBAMA entre outros) que resolveram permitir a pesca em reservas indígenas, a minha interpretação diverge um pouco quanto a forma e legalidade com que isso está ocorrendo.

    Isso porque as ações que determinam a presença do poder público em áreas indígenas são regidas pelos princípios básicos inerentes a gestão pública e, sem querer encher o saco de quem não é afeto a área jurídica, mas para um melhor entendimento de todos, me obrigo a abordar:(o abaixo não é para você que é advogado, mas sim para os leigos entenderem melhor a situação existente em SIRN e firmarem suas próprias convicções).

    Princípio da Legalidade: A Legalidade está no alicerce do Estado de Direito, no princípio da autonomia da vontade. Baseia-se no Art. 5º da CF, que diz que "ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei",  pressuposto de que tudo o que não é proibido, é permitido. Portanto, só podemos fazer o que a lei nos autoriza. Em suma, a CF 88 e o Estatuto do índio proíbem a pesca em reservas indígenas! A FUNAI estaria acima da Constituição e da Lei? Qualquer agente que se distanciar dessa realidade, poderá ser julgado de acordo com seus atos. Aqui cabe ressaltar que não existe previsão de pesca esportiva na legislação federal, logo a IN 03 está transigindo com o direito indígena porque a pesca amadora pode matar 10 kg mais um exemplar segundo a recente Portaria do IBAMA. Podes alegar que se trata de pesque e solte nas TI, mas ainda assim pesca que é proibida, e eu pergunto qual a base legal para a FUNAI estar fazendo isso? Haverá solução para este impasse? É possível que sim, mas é assunto para outro tópico...

    Princípio da Impessoalidade: Todos devem ser tratados da mesma forma, igualitária, logo as ações de exclusividade que alegas no “vale tudo” já viola este preceito constitucional e pior, cria a categoria dos pescadores preferidos e os preteridos. Embora você tente justificar os altos custos operacionais da exclusividade imposta pelos indígenas, só os estrangeiros têm recursos para bancar pacotes em torno de $5.500,00 dólares, impedindo os pescadores brasileiros de conhecer sua própria terra! Considere que a IN 03 da FUNAI que tanto você cita, burla este principio porque é em decorrência dele que temos a licitação como uma das formas corretas de resolver este tipo de problema (existem outras). Não é porque sejam indígenas que podem ter absoluta liberdade de impor suas vontades e violarem a CF88, porque mesmo indígenas são antes de tudo brasileiros, já que são os povos originários! Considere ainda que por serem tutelados pela União não podem a FUNAI e o MPF transigir com o direito deles. Além disso, tal direito limita-se ao usufruto do bem meio ambiente para sua subsistência, mas jamais a Constituição e o Estatuto do Índio deram poderes para transigir sobre direitos exclusivos e inalienáveis que é a segurança alimentar deles. Adiante eu chego lá para tentar provar que a IN foi elaborada em eiva de vícios.

    Principio da Moralidade: significa o dever do administrador de cumprir a lei formalmente, procurando sempre o melhor resultado para os administrados. Pelo princípio da moralidade não basta ao administrador o estrito cumprimento da lei, devendo ele no exercício de sua função pública respeitar os princípios éticos de razoabilidade e justiça. O que a Funai faz é razoável e justo? Não é nem com os índios, quanto mais com os pescadores...

    Princípio da Publicidade: impõe a plena transparência em relação ao comportamento da administração pública.  Parece que até isso tem faltado nas ações de alguns operadores no Médio Rio Negro. Vemos ações obscuras outras beirando os conchavos na busca da tal exclusividade e por parte da FUNAI, o esquecimento de que as leis, atos e contratos administrativos produzem consequências jurídicas fora dos órgãos que os emitem.

    Princípio da Eficiência: nada mais é do que a obtenção do melhor resultado com o uso racional dos meios disponíveis. O mestre Hely Lopes Meirelles nos fala sobre isso da seguinte forma: “o princípio da eficiência se impõe a todo agente público de realizar suas atribuições com presteza, perfeição e rendimento funcional. É o mais moderno princípio da função administrativa, que já não se contenta em ser desempenhada apenas com legalidade, exigindo resultados positivos para o serviço público e satisfatório atendimento das necessidades da comunidade e de seus membros”. No caso, estariam as comunidades ribeirinhas não indígenas e o município de SIRN, sendo atendidos com a infindável tentativa de criação de novas reservas indígenas, que além de suprimir seu território está suprimindo de SIRN e seus habitantes o direito de ter um futuro digno?
    Sabe companheiro, antes que este post se torne um livro vou parando por aqui me dispondo a discutir futuramente a matéria constitucional e o estatuto do índio com quem se dispuser a avançar nas soluções. Tenho também um pedido, isso na condição de idoso, e um dos pioneiros da pesca esportiva brasileira: parar com estudos rápidos pagos por empreendedores do turismo, até porque em meio ambiente nada é tão rápido e nem pouco consistente , e muito menos inconclusivos como vi alguns usados para justificar exclusividade! Se a pesca esportiva não mata, polui pouco ou nada, se é solução econômica para as populações ribeirinhas, índios ou não índios,  por que a hipocrisia de fechar o Jurubaixi para gerar estudos superficiais que não se prestarão para objetivos escusos? 
    Ainda : pelo bem geral de todos, para de ajudar na tentativa de  criar mais reservas indígenas! kkkkkkk
    um grande abraço e #@%&* por teres me tirado da zona de conforto!
     
    Kruel
     


  17. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Wellington BSB em Material AM mais simples - uma lista (não sou dono de nada, imagina da verdade)   
    Um colega aqui do fórum me pediu algumas dicas pra AM ...
    Fiz a relação abaixo ... é simples ... espelha minha visão ... longe de ser a melhor ... aliás, a léguas de ser sequer boa ... espero que sirva pra mais alguém ...
    Abração ...
     
    Bicho, seguinte:
    - compre argolas CCM 130 lbs com trava que vc usará em quase todas as iscas
    - compre argolas CCM 80 lbs com trava
    - vc não falou de hélice ... se for pescar de hélice, compre hélices CCM de 14 cm, com 2 garatéias na barriga ou uma na barriga e outra na cauda ... já vêm com argola e garatéias suficientes ... nas cores que vc quiser ...
    - pra superfície, basta a T20 osso ... nas osso originais, vc vai colocar VMC 6X #2 na frente e atrás com argolas CCM 130 lbs com trava ... compre também as T20 metálicas ... raspe-as para ficar osso e coloque nelas VMC 6X #1 na frente e atrás com argolas CCM 130 lbs com trava
    - subsuperfície, vá de Brava 90 e 110 ... use argolas CCM 80 lbs com VMC 6X #4 na frente e atrás nas 90 e #2 na frente e #4 atrás nas 110
    - meia água use a Aile Magnetic 125 branca com cabeça vermelha com CCM 130 lbs com trava e VMC 6X #1 na frente e atrás
    - Fundo use a Deep-X-300 de preferência VMC 6X #2 na frente e atrás com argolas CCM 130 lbs com trava ... pode usar as X200 com VMC 6X #4 na frente e atrás com argolas CCM 80 lbs com trava
    - Leve jigs de pelo ... uso os do Scotti, mas qq um é bom ... os anzóis mais reforçados são do Flávio Tannus, mas são mais caros ... cor branca com pouco brilho e laranja/vermelha com preto
    - Stick popper borboleta branco com cabeça vermelha com VMC 6X #1 na frente e atrás com argolas CCM 130 lbs com trava
    - Popper Quimera Yara osso VMC 6X #4/0 na frente e atrás com argolas CCM 130 lbs com trava
    - Linha Sufix 832 0,40 mm ou 0,43 mm ou 0,45 mm ... dá pra usar até a 0,34 ou 0,33 mm, com risco seu ...
    - Líder 0,80 mm acima ... ou o risco é seu ...
    - Pra hélice, quanto mais rápida a carretilha, melhor pra vc ... sugiro Zillion 9.1 AMERICANA (cabe mais linha)
    - Varas a seu critério ... use varas rápidas e muito rápidas e ainda mais rápidas ... de preferência ... melhor custo benefício, Enzo da Albatroz ... Se puder, Falcon Cara Peacock Bass 5'7" 30/60 lbs (multi) ...
    Boa sorte!
    Grande abraço,
    Wellington . . .
  18. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Kayro em Algumas reflexões...   
    Kid....muito interessante suas colocações e já com alguma experiência posso concluir que este o outros problemas no nosso amado Brasil são uma consequência de anos de abandono, desmandos, corrupção, incompetência e ....azar ! o maior problema do Brasil de hoje é o brasileiro...
  19. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Kid M em A operadora Riverplate conseguirá operar exclusivamente no Jurubaixi?   
    Prezado Betão (Caranha),
    Entendo suas manifestações, tanto a inicial, quanto essa em que pretende encerrar o tema...
    Me mantive ausente desse tópico até então, por consideração às diversas manifestações que foram postadas.
    Em todas as ações existem as "verdades" e as que "passam por verdades"...
    Você é dos que gostam de tratar a verdade como algo por inteiro, sem meias versões... mas nem todos são assim !
    Não pretendo "ensinar padre nosso à vigário", mas tão somente - como você - fazer o que julgamos ser o correto !
    Para os que já lhe conhecem pessoalmente, isso é uma constatação !
    Para os demais, fica o propósito de vir a conhecê-lo num futuro próximo !
    Dos Mocorongos do Grupo, mesmo sem não mais ser assíduo (para nossa infelicidade), você é um dos mais queridos.
    Pesca muito, cozinha como poucos e é um papo certo para qualquer hora !
    E quanto ao "tema", melhor mesmo é buscar uma outra coisa para postar tópico, pois desse assunto, não vale a pena...
  20. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Kid M em Algumas reflexões...   
    No começo da temporada de pesca do 2º semestre, tenho observado que começa a surgir um "decréscimo" de confirmações em pontos considerados "excelentes", notadamente no alto Rio Negro, embora não deixe de acreditar que essa situação também ocorra em outros locais !
    Sem dúvida alguma, a situação do nosso país, com suas incertezas políticas, econômicas e sociais, é parte dessa equação, e sobre isso não há o que comentar, até por ser este um lugar para se buscar "satisfação" e não "decepção". Mas será mesmo que esse seja um dos principais fatores ? Tenho acompanhado pelo FTB diversas desistências de grupos inteiros, em períodos ditos "excelentes", ou mesmo grupos que não conseguem formar um número mínimo para seguirem adiante ! Os preços praticados subiram (é verdade), mas não tanto para gerarem essa situação ! Também é verdade que a oferta cresceu demasiadamente na região amazônica (soube que existirão "apenas" 55 barco hotéis operando a partir de Barcelos nesta temporada, sem contar com o sistema de pousadas e acomodações ribeirinhas - que crescem a cada ano), e com uma pressão dessas atrás de peixe, por maior que sejam as alternativas de pesca nesse até então "paraíso", desencoraja os que pretendem "buscar seus troféus". Estamos numa etapa "pré-Pantanal" (infelizmente), com a diferença de não existirem (pelo menos de meu conhecimento) indústrias de pescado - substituídas pelas terríveis "geleiras" que devastam tudo !
    Há também a sempre presente "ameaça" de novas leis, impostos e taxas municipais nesses pontos de pesca, que dentro de um custo global, tem pouca influência, mas irritam diante do destino "incerto" que se dá à essa arrecadação (nada de transparência ou melhorias visuais). Para "coroar" todo esse processo nas águas do rio Negro, próximo à SIRN, ainda existem as demarcações de terras indígenas, onde as ações são implementadas apoiadas em decisões/definições que poucos tem conhecimento (no que tange aos operadores, quanto mais aos pescadores). Não entro no mérito do conceito "certo x errado", pois a depender do ponto de vista sempre existirão coisas positivas e negativas em qualquer análise ou forma de definição. Cobro sim, uma evidente transparência e informação prévia àqueles que se programam e investem recursos na busca de um período de "puro prazer" e se deparam com uma situação inadequada e totalmente inversa a que havia sido planejada ! Esse é um conceito básico de respeito e cidadania, coisa que - aparentemente - não estamos acostumados a ter...
    Não foram poucas as vezes que li nesse FTB, falhas operacionais em relatos postados, onde algumas descrições de fatos, passaram a sensação de que "com peixe" tudo se torna "legal e perdoável" ! Mas não é para ser assim ! Precisamos ser mais exigentes nas nossas demandas, até para que os operadores, piloteiros, cozinheiros, donos de pousadas, etc... tenham a certeza de "entregarem o que foi vendido". Quantos de nós já tiveram frustrações por conta de botes inadequados, motores quebrados, guias inexperientes, comida ruim (e consequente "disenteria"), apenas para listar fatos mais corriqueiros...
    Há muita oferta, e através dela, é preciso - SEMPRE - saber selecionar o "produto desejado" ! Haverá sempre um "pacote adequado" dentro das medidas desejadas pelo cliente, e consequentemente um preço disso ! Pode ser mais caro ou mais barato, isso é da regra da oferta x procura, MAS precisa conter a realidade do que será encontrado na pescaria. Naturalmente que não vale pagar por "um fusca" e achar que vai ter "um SUV" ! É preciso o chamado "bom senso", medida essencial para quase tudo na vida...
    Concluindo o tema abordado, entendo que vamos ter em breve, uma nova "repaginação" dos nossos pontos de pesca ! Continuo sem acreditar que nesse primeiro momento seja uma mudança positiva, mas ela será inexorável ! Se fossem adotadas ações como as vistas em Goiás, principalmente no Araguaia, essas mudanças de comportamento seriam mais rápidas e adequadas, porém devo lembrá-los (sem qualquer demonstração de apreço) que continuamos num país onde essas "regras & critérios" tem pouca valia e eficiência, não apenas por falta de fiscalização, mas principalmente por falta de consciência dos próprios pescadores...   
  21. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Marcos Vinicius de Oliveir em Nível do Rio Negro-Temporada 2017-18   
    Marcos, é que ele é tão fissurado , que paga um moleque para ficar com uma régua medindo a cada hora a variação ! kkkkkk , alias 3 moleques...um em SGDC, um em SIRN e outro em Barcelos ...o de Manaus ele dispensou esse ano...kkkkkkk, brincadeira amigo ! ele tem fontes locais ! abç
  22. Downvote
    Renato Abreu deu reputação a Gilbertinho em Pesca no Jurubaxi, quem já foi?   
    Capita, sem problemas, o Fórum é do Biguá, e a ele me submeto. Contudo quero aclarar o seguinte:
    Regularmente visito o site, observando quase sempre (para não dizer sempre) a presença de vários tópicos na página principal que tratam especificamente da pesca. Somente hoje, que o movimento está relativamente fraco, há pelo menos 3 tópicos dessa natureza, postados em diferentes datas e que não foram movidos para outro lugar, como ocorreu em meu caso.
    O problema do link Assuntos Gerais da Pesca, é que os tópicos não observam ordem cronológica e não foi concebido para fornecer informações temáticas, na verdade, ignoro o critério adotado para seu ordenamento (ou organização). Como outros membros, recentemente propus-me voluntariamente a colaborar na construção de um redesenho do site como um todo, porém o assunto foi dado como esquecido ou postergado. Ressalto que após seu comunicado, tentei localizar o tópico que postei para sua nova locação, sem lograr êxito, o que não significa afirmar que não está lá.
    Gostaria que soubesse que as informações que pedi são importantes, já que pretendo pescar no Jurubaxi na próxima temporada. Tenho amigos nas duas comunidades de lá, mas irei somente se a lei permitir e a pescaria valer a pena.
    Finalmente, quero asseverar que vejo no Fórum o mais qualificado ambiente de conhecimento e interação sobre o universo da pesca, status que credito em grande parte à sua visão estratégica, iniciativa e dedicação. Confesso porém estar tomado de uma certa decepção pelo ocorrido, uma sensação incômoda, de me sentir digamos, discriminado, apesar de jamais haver recebido uma indicação negativa por qualquer intervenção que tenha feito no FTB, ao contrário. Ignoro se os colegas, movidos por generosidade, tolerância ou reconhecimento pontuaram sempre positivamente meus comentários, ou abstiveram-se de fazê-los, mesmo os que tratavam de assuntos complexos e polêmicos.
    Como sempre fui um sujeito meio que "desconfiado", quero adiantar ao amigo que, se for visto pela administração do Fórum como persona non grata, por qualquer motivo que tenha passado despercebido, basta acenar para que imediatamente eu dê por encerrada minha participação neste honroso espaço. Quase parafraseando D. Pedro de Alcântara, assevero que "Se for para o bem geral da Nação, eu Vou"           
    Vai um grande abraço.
    Gilbertinho
  23. Upvote
    Renato Abreu deu reputação a Beto Caranha em Pesca no Jurubaxi, quem já foi?   
    Renatão, não vou deixar nenhum amigo perder tempo...
    A real situação é a seguinte... Gilbertinho é consultor de pesca da Riverplate... Pelo que sei, ele é um dos responsáveis por conseguir que a Riverplate pesque nas terras indígenas...
    Ao que consta, ele próprio esteve "panfletando" nas comunidades da boca do Jurubaixi nessa temporada passada... Tentando fazer com que as comunidades "fechem" o rio, para só a Riverplate operar lá! (Só estou repassando como soube... )
    A real intenção, portanto, esta longe de ser ele próprio pescar no Jurubaixi...
     
    Fabrício, me desculpe por ter me manifestado assim... Mas cansa, vim no forum todo dia e ver esse bla bla blá... Essa "p.o.r.r.a" aqui é minha casa! Gosto desse forum demais! Pescar em SIRN é um tesão! Chega de ficar vendo gente avacalhar tudo que eu gosto... Desculpa o desabafo!
     
  24. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Beto Caranha em Pesca no Jurubaxi, quem já foi?   
    Putz Betão....que merda ! tenho até visto os "debates" em que ele se envolve mas nem imaginava este quadro....carai ! valeu o toque ! a gente sempre tenta ajudar quem gosta e defende a pesca esportiva mas no Brasil sempre tem um porém por trás...triste ! grande abraço rei do TAMAKI !!!!!! 
  25. Upvote
    Renato Abreu recebeu reputação de Adalberto Magrao em Suiá miçu   
    Amigo
    Vai depender das chuvas na região...normalmente Abril/Maio ainda está bem cheio, peixe no Igapó. No final de maio, junho, julho rio na caixa e fica bom.Agosto é bem seco e normalmente já fica difícil acessar as lagoas. Isso tudo na teoria, as vezes fenômenos climáticos alteram este regime e fica tudo diferente...mas normalmente é assim. Prepare-se para os trairões do local que são ignorantes !
     
    Boa pescaria
×