Ir para conteúdo

André Rocha

Membro
  • Total de itens

    131
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

André Rocha venceu a última vez em Janeiro 2 2019

André Rocha had the most liked content!

2 Seguidores

Sobre André Rocha

  • Rank
    Já consegue zarar
  • Data de Nascimento 22-05-1984

Profile Fields

  • Sexo
    Masculino
  • Nome + Sobrenome (obrigatório)
    André Rocha

Informações de Perfil

  • Localização
    Itumbiara - GO
  • Interesse
    Pescarias e amizades

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Tópico Bacana!!!! Aqui no GO as iscas que masi apresentaram resultado foram: Superfície - Joker 113 - Chug Bug - Bonnie 95 - Firestick - Duo realis 85 Meia água - Duel Hardcore Flat - Megabass X80 - Squad Minnow - Ripstop - Biruta
  2. Edu, boa tarde. Acredito que se você baixar um pouco mais o motor o giro tende a diminuir ainda mais, como o amigo falou você deve ganhar um pouco mais de arrasto e com isso a perda do RPM. Pelo que falou você só está querendo subir o RPM correto? Se for isso aconselho a testar reduzir o passo da hélice, o pessoal costuma usar a 27 em motores 200 a 250 HP. Se estiver querendo comparar com a marca do barco do seu amigo, o pescador a mais, tralha a mais, tanque cheio e o cockpit que você está carregando sem duvida nenhuma estão comprometendo o seu desempenho quando comparado ao do seu amigo. Tinha um problema parecido com o seu, assim que peguei meu barco o giro do motor não passava de 5200 rpm, eu dava trim no bixo e dai o shine comia solto e eu perdia o controle do barco, estava usando uma Raker 28, pois bem troquei por uma bravo 27 e a questão do giro ficou resolvida. Mesmo assim não estava satisfeito e coloquei um jack hidraulico e ai o giro começou a estourar, assim abaixei 1 furo do motor no jack e ficou bom. Entendo que talvez você queira baixar o motor para conseguir dar mais trim e descolar mais o barco da água, talvez até melhore um pouco o desempenho mas acredito não resolver o RPM, mas o ideal é ir testando, veja o baleamento de peso do barco isso tambem faz muita diferença. Att
  3. Fabricio, boa tarde. Esse ano fui para pousada Sol do amanhã no rio Juma, excelente pousada com um ótimo atendimento. O dono é o Sérgio e ele faz de tudo para agradar os clientes. Fale com ele o contato é o 19 997669962 Att
  4. Valeuuuuu Cristiano, muito obrigado pelas dicas!!!!!!!
  5. Opa, obrigado pelas dicas Jonas, porem você me deixou preocupado havia recebido a informação de que o rio estava secando rápido!!!! Vou para pousada Sol do Amanhã do meio amigo Sérgio. Att
  6. André Rocha

    Rio Juma - Dicas

    Galera, Estou indo para o rio Juma pela primeira vez agora dia 11/09, e gostaria de pedir ajuda dos amigos que já estiveram lá para me indicar quais os modelos e cores de iscas que masi deram resultados assim como material utilizado!!! Desde já agradeço a todos!!!
  7. Galera, Gostaria de deixar aqui um aprovado para o site planeta iscas, fiz meu pedido na terça feira a noite e na quinta feira já estava em mãos. Também gostaria de deixar os parabéns para o Ricardo, proprietário do site. Após a confirmação do meu pedido na terça, ele identificou que não havia mais uma das iscas solicitadas, logo pela manhã da quarta ele já entrou contato via fone se desculpando pelo ocorrido e perguntando se poderia me enviar o modelo escolhido em outra cor. Recomendo!!!!!!
  8. Seja bem vindo Marcos!!! Não deixe de compartilhar com a gente os belos dourados do rio Cuiabá.
  9. Fala Galera, Pesco na represa de Tupaciguara e São Simão, e as 5 isca que mais deram resultado foram: 1- Duel hardcore flat 110 2- Megabass X80 magnum 3- Bonnie 95 4- Squad minnow 85 e 95 5- Firestick
  10. Galera, Gostaria de compartilhar com vocês, um pouco do que foi o evento 1º Encontro de Casais da Pesca Esportiva, que aconteceu nos dias 09 e 10 de novembro de 2018. A ideia de organizar um encontro de pesca para casais tinha como principal objetivo realizar um evento pioneiro totalmente voltado para os pescadores e suas famílias além de difundir a pesca entre as mulheres e promover a pesca esportiva na região. O local escolhido para sediar este encontro foi o Hotel Mágica Visão na Cidade de São Simão - GO. A cidade é conhecida pelo seu belo lago e é claro os grandes tucunarés que o habitam suas águas. Após alguns meses de organização e alguns imprevistos pelo caminho chegou a semana do evento. Tudo estava saindo conforme o planejado, com exceção da chuva que insistia em cair sem dar trégua. Mesmo assim as 22 equipes de Goiás, Minas Gerais e São Paulo não desanimaram e aos poucos foram chegando ao destino. Na sexta feira, 09/11, tivemos um jantar de para recepção e confraternização dos participantes. Neste ponto temos que parabenizar o Hotel Mágica Visão por todos os serviços prestados. Ótima comida e atendimento de primeira qualidade. Durante o jantar o momento foi de total interação, mas o assunto não poderia ser outro que não pescaria, no entanto todos ainda se preocupavam com a chuva e o vento, os menos otimistas já falavam em se reunir para um churrasco no dia seguinte, já os mais otimistas e ligados a tecnologia, olhavam a previsão do tempo nos aplicativos e sites de previsão e confirmavam que iria dar pescaria. O sábado 10/11, amanheceu sem chuva, no entanto com um vento que ainda teimava em atrapalhar um pouco a pescaria. Logo cedo as equipes preparavam seus equipamentos e após um café da manhã delicioso preparado pelo hotel, todos se reuniram para receber os equipamentos e ter as informações necessárias para o torneio. Mesmo com as condições não muito favoráveis, as 08h30h os barcos já estavam na água e todos começaram a navegar em meio algumas marolas. No decorrer do dia as condições mudaram, e depois de praticamente uma semana de fortes chuvas o sol resolveu finalmente aparecer e as marolas deram lugar a um espelho de água no lago de São Simão, com essas condições o resultado não poderia ser outro a não serem belos Tucunarés Azuis, fisgados, medidos, fotografados e devolvidos para água. As 18h30min todos os barcos estavam de volta à rampa de acesso do lago e todos comentavam que ninguém imaginava que o tempo iria colaborar tanto para o sucesso do evento, esta já era a hora de tirar os barcos da água e voltar para o hotel para a entrega da premiação e mais um momento de integração entre os casais de pescadores e suas famílias. Após apuração do resultado das equipes todos os participantes se dirigiram para o centro de convenções do hotel, onde mais uma vez a organização e qualidade do Hotel Mágica Visão surpreendeu a todos com um jantar maravilhoso. Nesse momento foi possível interagir e contar a todos como foi o dia de pescaria. Aqui vale ressaltar um ponto que de maneira geral foi um dos destaques do evento, o desempenho das pescadoras foi excepcional, algumas superando até mesmo os mais experientes, o ambiente foi contagiado com a alegria das mulheres contando sobre suas capturas, muitas delas estavam pescando, fisgando e brigando com os valentes Tucunarés pela primeira vez. E assim finalizamos o nosso 1º Encontro de Casais da Pesca Esportiva, foram dois dias que muito além do prazer de ter o peixe na ponta da linha, pudemos desfrutar de momentos de interação com a natureza e as famílias de cada pescador. Gostaria de agradecer ao André da Alternativa Náutica, ao Miguel da Quest Boats e ao Luciano Lumaq das Carretas LUMAQ, que acreditaram na nossa ideia e nos apoiaram na realização deste evento. Não poderia deixar de agradecer e parabenizar os amigos Daniel Sales e Gabriella Costa de Santa Vitória – MG, que se empenharam muito e organizaram para que tudo ocorresse da melhor forma possível. E que venha o 2º Encontro de Casais da Pesca Esportiva.
  11. Fala Walter, blz? Quando morava em SP costumava ir muito a Ubatuba, principalmente na praia de Itamambuca. Via muita gente pescando no canto direito da praia onde o rio deságua no mar, o pessoal costumava arremessar grandes iscas artificiais, inna 110, da areia para o fundo ou das pedras, não acreditava muito que teriam sucesso até um dia ver um pescador fisgando 3 robalos de respeito dessa maneira que te falei. Outro ponto interessante é a praia da almada, saindo de Itamambuca sentido Rio de Janeiro deve dar uns 25 Km, lá tem uns paredões de pedras interessantes para explorar. Espero ter ajudado
  12. Tenho a mesma opinião dos amigos Ivan e Marcelo, a um tempo atrás fui em um torneio de pesca e meu parceiro me falou sobre essa isca, inclusive ele pescou com ela e pegou alguns peixes no torneio, então acabei adquirindo uma pra mim. Confesso que deixei ela encostado na caixa para estreá-la em uma pescaria que fiz recentemente no rio Juruena, e acabou que não bateu um peixe se que na isca KKKKKKKKKKK e ai acabei mudando. No entanto consegui notar o seguinte, no dia do campeonato que meu parceiro pescou com esta isca, ele fazia um trabalho lento e a isca respondia muito bem, eu não tenho esse costume de trabalhar a isca lentamente, e nas corredeiras do Juruena também não são muito favoráveis para se trabalhar a isca de maneira lenta, e isso pode ter prejudicado a percepção sobre a isca. No mais aqui na região sul goiana e no triangulo mineiro todo muito está falando muito bem sobre a isca, principalmente nessa época em que os tucunas costumam estar em casais, então vou dar mais uma chance e fazer um novo teste.
  13. Boa noite parceiro. Pesco na região de Itumbiara GO, aqui as iscas suspending e jerkbaits estão fazendo sucesso, e como os amigos ai de cima falaram recomendo a duel hardcore flat 110mm ou 95 mm e tambem a megabass x80 magnun isca top demais!!!!
×
×
  • Criar Novo...