Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Beto-BH

Cuidado ao procurar um pacote amazônico

Posts Recomendados

Galera......vi esta mensagem no site Fishpoint (www.fishpoint.com.br) e estou passando para cá para servir como alerta aos amigos.

"Olhem os transtornos e a falta de sorte deste grupo.

Um grupo de conhecidos meus foi para Manaus semana passada para uma pescaria no Sucunduri, barco hotel, contratada com um conhecido também, que faz isso há anos.

Ao chegar La não havia van no aeroporto aguardando e foram para o hotel tropical por conta própria para embarcar no barco hotel. Ao chegar lá não estava nem o barco, nem o operador , nem nada. Ninguém sabia dele ou do barco.

Depois de conversar com algumas pessoas e outros operadores, ficaram, sabendo que este operador sumira completamente, deixando para trás nada menos do que 9 grupos fechados e pagos, sem nenhum aviso.

Um dos lesados do grupo, mandou uma correspondência para as lojas de pesca de São Paulo, a seguir,

Caro amigo logista, Eu e meus amigos e mais de 100 outras pessoas fomos roubados por um estelionatário que operava turismo em barcos de pesca em Manaus. Seu nome é João Carlos Reis Gonçalves, vulgo Bolão. Embora a polícia já esteja a sua procura. Achei por bem avisá-lo, procurando assim dar oportunidade para que você previna seus clientes contra possíveis ataques dessa criatura. Abraços.

Depois da surpresa, sem saber o que fazer, e dois dias depois apenas, conseguiram outro barco que naturalmente pagaram tudo de novo e foram para o sucunduri para pescar pelo menos 3 dias.

Além disso, ainda a falta de sorte enorme

Na volta um acidente complicou ainda mais a viagem,. Um deles, o Toninho (Dr. Antonio de Osasco para quem conhece) tomou uma picada de kaba (aquele marimbondo) e 3 minutos depois faleceu com choque anafilático.

Que pescaria hein!!!!

PS - Não tenho confirmação dos fatos todos quanto ao cano que eles levaram, estou apenas passando oq ue ouvi de um deles. Mas de qualquer forma divulgo aqui para que interessados possam tomar cuidado em negociações de pacotes. Cautela e canja nunca fez mal a ninguem..

Tchello"

Que furada heim!!!!!

Abraços

Beto

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:bompost:

Quando já começa a dar zebra e melhor abortar a pescaria, e vendo o ocorrido do falecimento, deveríamos procurar a medicação para termos em mãos, nunca sabemos o que pode ocorrer, qual antialérgico devemos ter para casos como este??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Terrivel mesmo,

lá no araguaia tem demais essa Caba, um marimbondão branco que de noite vem em cima das lanternas. Eu sempre questiono os estagiários sobre problemas com alergia a picadas e no caso se alguem for alergico é obrigado a levar o seu medicamento, geralmente levam Polaramin, se nao me engano.

bração

:bompost:

Quando já começa a dar zebra e melhor abortar a pescaria, e vendo o ocorrido do falecimento, deveríamos procurar a medicação para termos em mãos, nunca sabemos o que pode ocorrer, qual antialérgico devemos ter para casos como este??

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Grande Beto,

Esse é um tema / assunto que precisa ser sempre apreciado / debatido por todos aqueles que pretendem fazer uma pescaria num local distante... ( e não precisa ser na Amazônia ).

As notícias ( e propaganda ) de pescarias fantásticas e ofertas imperdíveis são - quase sempre - uma forma de marketing usada para atração dos "menos avisados", e mais que isso, incautos com relação aos problemas que podem advir de uma escolha indevida ! bang::

Quanto maior for a demanda ( ou "moda" ) por um determinado local ( ou embarcação/operador ), maiores serão as chances de problemas...

De minha parte, que não sou nem dono de embarcação e/ou operador de pesca, mas já me vejo envolvido com esse assunto há anos, verifico que muitas são as vezes que nos entregamos a correr riscos que não necessariamente deveriam ser corridos...

Em qualquer pescaria, entendo que o processo de planejamento prévio passa pela verificação de cercar todas as possibilidades de insucesso, deixando apenas aqueles que não podem ser controlados ( e que não são poucos ), tai como metereologia, repiquetes, e por aí vai, a virem atrapalhar as possibilidades de um bom desfrute do período da própria pescaria, onde até o "pegar o peixe" encontra-se no rol dos "imponderáveis"...

Saber com quem se trata o "pacote", ter referências dos operadores, analisar ( e cobrar ) antecipadamente todas as perspectivas de insucesso, fazem parte ( a meu ver ) de um processo de coordenação que precisa ser cada vez mais incentivado em todos aqueles que investem nessa esquematização de "ir pescar fora"...

Ao longo desse tempo, confesso-lhe que não foram poucas as vezes que nos deparamos com situações inusitadas, algumas das quais que poderiam ter sido facilmente evitadas...

Saber com quem se está lidando, é fundamental, e "exigir seus direitos" ( sempre que possível de forma antecipada ) é uma forma de ser valorizado pelos prestadores de serviço, que passam a se sentir mais "presos" a uma responsabilidade prévia...

Claro que existem os imprevistos, e como diz o próprio nome, são situações que fogem do controle ( qualquer que sejam ), mas a maior parte deles, podem ser "listados" e verificados numa forma de "check list" por ocasião da negociação de contratação dos serviços desejados...

Isso é assunto para "mais de metro", e não é essa a minha intenção no momento ! Digo-lhes apenas que é preciso saber selecionar quem são ( ou serão ) seus prestadores de serviço de forma antecipada, ou, melhor ainda, que se tornem cativos de alguns deles que já demonstraram ser comprovadamente eficientes naquilo que se propuseram, com vocês próprios ou com pessoas que mereçam servir como indicadoras...

Assim sendo, nada há demais em "repetir" uma programação que deu certo, muito até pelo contrário, já que a cada ano ( ou pescaria ), há mais parâmetros de validação e cobrança ! Temos inclusive praticado ( nos retornos ) uma forma de feed back com todas as coisas apontadas pelo Grupo, como forma de indicação ao operador do que precisa ( ou não ) ser melhor cuidado para os demais Grupos ! Todos eles tem agradecido bastante esse tipo de contribuição, e normalmente buscam a melhoria das indicações feitas...

arrow:: Essa é uma forma de melhoria dos serviços para outros grupos de pesca, independente de retornos... ::tudo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tá meio estranho isso....será q esse grupo partiu pra Manaus sem ter falado com o operador na véspera do pacote??? Ou será q ele sumiu justamente no dia da chegada deles?!?!

De qualquer forma o Kid disse tudo com muita propriedade...a experiência de quem comanda um grupo, seja para qualquer lugar do Brasil, é muito importante.

Estamos na torcida para q tudo se resolva da melhor maneira possível. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando já começa a dar zebra e melhor abortar a pescaria, e vendo o ocorrido do falecimento, deveríamos procurar a medicação para termos em mãos, nunca sabemos o que pode ocorrer, qual antialérgico devemos ter para casos como este??

É o seguinte Adhemar,

O mais impotante é o reconhecimento precoce da anafilaxia, para encaminhamento imediato a um hospital. Dois achados são frequentes: urticária e angioedema

Imagem Postada

http://www.mitchellzhomes.com/AZAPAA/angioedema.bmp

Caso não exista hospital há menos de 30 minutos do local, é ideal que o pescador alérgico leve o medicamento com ele. Para o tratamento é fundamental a administração parenteral dos medicamentos (injeções):

- Hidrocortisona, 300mg, endovenosa ou intramuscular

- Dexclorfeniramina (Polaramine), 5mg, endovenosa ou intramuscular

- Adrenalina, 0.1 mg, subcutânea, podendo repetir a cada 5 minutos

Estas medicações devem ser compradas mediante prescrição médica.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabio,

me diz o seguinte....se o caboco estiver lascado lacou:: e achando que vai morrer caveira:: caveira:: lá onde O-FILHO-CHORA-E-A-MÃE-NÃO-ESCUTA chorei:: ele nao vai estar nem ai pra isso, mas para se fazer uma aplicação intravenosa não é indispensavel a presença de um médico? se por um acaso o cara for alérgico a um desses medicamentos ai ele nao vai morrer antes do que de anafilaxia?

por exemplo, soro antiofidico eu sei que funciona assim, tem pessoas q sao alergicas, se aplicar e o sujeito for alergico, ele vai morrer antes do choque anafilatico que do veneno, nao é?

entao o que fazer? arriscar? ou levar um médico mala em toda pescaria?

bração

Quando já começa a dar zebra e melhor abortar a pescaria, e vendo o ocorrido do falecimento, deveríamos procurar a medicação para termos em mãos, nunca sabemos o que pode ocorrer, qual antialérgico devemos ter para casos como este??

É o seguinte Adhemar,

O mais impotante é o reconhecimento precoce da anafilaxia, para encaminhamento imediato a um hospital. Dois achados são frequentes: urticária e angioedema

Imagem Postada

http://www.mitchellzhomes.com/AZAPAA/angioedema.bmp

Caso não exista hospital há menos de 30 minutos do local, é ideal que o pescador alérgico leve o medicamento com ele. Para o tratamento é fundamental a administração parenteral dos medicamentos (injeções):

- Hidrocortisona, 300mg, endovenosa ou intramuscular

- Dexclorfeniramina (Polaramine), 5mg, endovenosa ou intramuscular

- Adrenalina, 0.1 mg, subcutânea, podendo repetir a cada 5 minutos

Estas medicações devem ser compradas mediante prescrição médica.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabio,

me diz o seguinte....se o caboco estiver lascado lacou:: e achando que vai morrer caveira:: caveira:: lá onde O-FILHO-CHORA-E-A-MÃE-NÃO-ESCUTA chorei:: ele nao vai estar nem ai pra isso, mas para se fazer uma aplicação intravenosa não é indispensavel a presença de um médico? se por um acaso o cara for alérgico a um desses medicamentos ai ele nao vai morrer antes do que de anafilaxia?

por exemplo, soro antiofidico eu sei que funciona assim, tem pessoas q sao alergicas, se aplicar e o sujeito for alergico, ele vai morrer antes do choque anafilatico que do veneno, nao é?

entao o que fazer? arriscar? ou levar um médico mala em toda pescaria?

bração

O soro anti ofìdico é proteína de cavalo, ou seja, alguns pacientes podem reconhece-lo como algo estranho e apresentar anafilaxia. Agora a adrenalina e a hidrocortisona sao substâncias produzidas pelo próprio corpo humano, nao tendo este risco. O polaramine pode levar a alguns efeitos adversos, sendo os mais comuns a sonolência e queda na pressao.

Quando a própria pessoa vai se aplicar, deve ser intramuscular na coxa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Beto,

Muito boas essas dicas.

Realmente a gente tem que se preocupar, mas vou falar a verdade... nao foi uma ou duas vezes que já escutei isso nao... foram várias. Aqui em bhte mesmo tem um cara, que já deu cano em muita gente que iria para o pantanal... Acho que nao é só o preco que ajuda nao... é também a sorte, alem da organizacao.

Mas melhor ainda sao as dicas dos remédios...

Minha esposa é veterinária... (minha médica)... heheh.

Este ano fomos para o Xinguzao, eu ela e dois amigos, em setembro, segunda pescaria. Subimos 6 horas de rio, 2 barcos. Um deles bateu a rabeta em uma pedra e quebrou o eixo cardan... bem proximo dos pesqueiros... nao tivemos outra opcao. Acampamos em uma ilha, e ficamos pescando de reboque... (foi o que restou para nao acabar com a pescaria naquela noite).

Armamos acampamento ... e saimos a noite para pescar...

A noite pegamos vários peixes grandes... jaús, pirararas... grandes mesmo.

E lá pelas 4h, fomos dormir. Um palmito que embuchou no anzol foi levado para refeicao do dia seguinte, e ficou secando do lado de fora do acampamento.

Acordamos lá pelas 8h com o zumido de abelhas... deveriam ter umas 5000 abelhas, somente pousadas na minha barraca, do lado de fora... foi assustador ! Igual filme! Nao tinha como dormir... ficamos 4 horas assando dentro da barraca, sem poder sair ...

Abri a barraca devagar, estiquei a mao para pegar a filmadora... tomei 5 picadas do braço... Fui ficando que nem essse foto ai...

Se nao fosse minha veterinária, e essa tal de "cortizona" eu tinha ido pro saco !

A sorte: Lucio conseguiu reacender nosso "fogao" na ilha, com muita folha seca, que espantou as abelhas bem aos poucos, se nao, estaríamos lá até hoje.

Ótimo post dos remédios !

Parabens !

Andrezão

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu enfrentei essas malditas Kaba em minha primeira pescaria. Aconteceu o seguinte: o oréia do piloteiro enfiou a canoa no meio dos galhos de árvore e demops de cara com um casa das malditas. Então começou a gritar..."pula que é kaba". Eu, sem entender nada fiquei na minha. Nessas alturas o piloteiro já tinha mergulado e tentava empurrar a canoa. Ví aquelas abelhas lerdas voando em volta da gente e comecei a espantá-las com o boné. Mais parecia filhote de helicóptero. Matei uma porrada. Meu colega Aderbaaal, lá de Bom Jesus do Norte-ES., se encolheu todo, escondeu o rosto com as mãos mais parecendo uma bichinha assustada. Não deu outra. As abelhas até escolhiam onde picar o coitado, Levou 4 picadas. Como ele não era alérgico ficou uns 3 dias gemendo de dor.

Depois é que fiquei sabendo do risco que é ser picado por uma dessas abelhas/marimbondo.

Foi muita sorte, pois poderia ser pior. Esta foi a forma em que tomei conhecimento da tal Kaba.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Breno,

Isso pode ser evitado tranquilamente. Basta carregar consigo SEMPRE alguns medicamentos básicos, de fácil administração, para contornar esse tipo de problema. É só conversar com um médico de confiança que ele te passa uma lista de remédios para esse tipo de coisa.

O que mais me preocupa e o marimbondo Oo caveira:: caveira::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

:bompost:

Beto,

quanto a operadores caloteiros, todos sabem como evitá-los, mas, na ânsia de uma pescaria dos sonhos e barata, acabam caíndo no conto do vigário.

As medidas de precaução são as básicas e conhecidas por todo mundo, vou só citar duas como exemplo:

- Buscar referências do sujeito (grupos que já viajaram com ele, etc.);

- Checar se quem vende o pacote (agência) pode fazê-lo (se está cadastrado na Embratur e o escambau).

Por muito tempo, eu só fechava os pacotes com a agência do Rubinho (Pescaventura). Depois, fomos conhecendo os operadores e descobrindo quem é sério e quem não é. No fim das contas, eu acho que só compensa buscar um pacote "autônomo" (sem agência envolvida) se for alguma coisa totalmente customizada. Para ir pescar nos esquemas "tradicionais", não compensa arriscar! A agência é co-responsável e os caras tem endereço, CNPJ, telefone e tals. Um "operador" desses não tem nada!

Agora isso também é bom para mostrar como estamos despreparados para operar o turismo de pesca! Sabem como funciona no Chile e na Argentina? O guia de pesca (não é o operador, é o piloteiro!!!) tem que tem uma licença, que só é obtida mediante uma prova! O cara tem que ter o "Arrais" de lá para pilotar barco, noções de 1º socorros, usar bússola, etc...Tinha que existir na Embratur um tipo de licença específica para barcos-hotéis de pesca! Se a gente parar pra pensar, nos jogamos no "ermo do mundo" nas mãos uns caras que só possuem instinto e experiência...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

eu fiquei sabendo disso lah em barcelos msm!!

com um exelente faz tudoKKKKKKKK no barco o Beto!!

e no ano passado fui em uma pescaria organizada por uma loja de pesca que foi organizada por ele, foi tudo certo graças a Deus!!tive sorte então! alegre::

no barco Santana!!

é tem q fik esperto msm!!

abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em casos extremos, onde a pessoa está próxima de um choque anafilático, a traqueostomia com caneta BIC seria uma última opção na tentativa de se salvar um amigo?

Na ausência de remédios intravenosos, posto de saúde e etc...

Algo extremo mesmo como essa que aconteceu... 3 minutos e a garganta do cara fechou...

Será que funciona? blink:: blink::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Meu amigo Bruca, acho que tentar algo em uma situação dessas realmente é muito válido, porem fazer uma traqueostomia para que é cirurgião é uma coisa, agora para quem nunca viu ou nunca teve algum tipo de orientação!!

É um tiro no escuro!!

Ainda mais com uma caneta BIC!!! abços!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...