Ir para conteúdo

Fabrício Biguá

Administrador
  • Total de itens

    14.064
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    88

Histórico de Reputação

  1. Thanks
    Fabrício Biguá deu reputação a Leandro Gofert em Você se considera um bom conhecedor de peixes?   
    Então participe da brincadeira, respondendo abaixo: Qual o nome desses peixes brasileiros de água doce?
     
    1)

    2)

    3)

    4)

    5)

    6)

    7)

    8)

    9)

    10)

    Participe respondendo na ordem numérica, o ganhador recebe um kit de mariolas (sqn)....(kkkkk).
  2. Like
    Fabrício Biguá deu reputação a Kid M em Você se considera um bom conhecedor de peixes?   
    Vamos estimular as "tentativas" (quem sabe acerto algumas...)
     
    1. ?    (Barbado com catapora ?) 
    2. Candiru
    3. Matrinchã
    4. Bargada
    5. Apaiari
    6. Pacu Borracha
    7. Saicanga
    8. Jurupoca
    9. Dourada
    10. Armau
  3. Thanks
    Fabrício Biguá deu reputação a Kid M em Tempo de repensar... (e se cuidar) !   
    CORONA-VÍRUS
     

     
    É sempre difícil e complicado falar de algo "invisível" e letal em muitos casos !
    Propagação rápida ao ponto das pessoas serem impedidas de conviver da forma como sempre o fizeram ! 
    Ainda tem muita gente que não conseguiu "enxergar" a dimensão do que estamos vivenciando !
    Será que "Pandemia" é mais um nome que surgiu com esse terrível vírus cuja origem perdeu a expressão de ser procurada ?
    As redes de notícias apresentam um grande crescente de temor que se transforma rapidamente em terror para quem ouve ou vê.
    Longe de "menosprezar" algo desse porte, ainda mais após ter apresentado resultados catastróficos em outros países...
    Precisamos encarar as coisas como elas são, sem vacilar com as recomendações constantemente passadas pelas autoridades sanitárias.
    Nós brasileiros não somos muito de seguir regras e/ou regulamentos, mas exatamente aí é que reside o perigo maior...
    Evitando me tornar mais um (dos muitos) que vem solicitar atenção e resguardo nas atividades cotidiana, prefiro buscar alternativas.
    Alternativas sim, pois o isolamento já é uma realidade, bem como diversas "tornozeleiras familiares" que nos são aplicadas !
    Gente idosa então, nem pensar em aproveitar os netos sem aulas, sair para um sorvete, ou qualquer coisa fora do perímetro delimitado.
    Netflix, televisão paga (para fugir dos noticiários bombásticos), Zap, bem como PC's... (o que muda pouco na rotina dos aposentados).
    Aos que tem hobbys é hora de exercer o direito de recreação (desde que dentro do perímetro delimitado) e sempre de forma individual...
    Claro que existem muitos programas alternativos na TV ou PC, mas dentro em breve já se tornarão algo difícil de suportar, mas não tem jeito !
    É minha sugestão que voltemos a frequentar mais nosso FTB ! Pode não trazer as "novidades" que esperamos, mas permite tratarmos de assuntos que nos agradam, e preenchem nossos planejamentos futuros ! Quando ? Será que faz alguma diferença neste momento ??
    Diferença faz no exemplificar a responsabilidade de evitar a propagação da praga e isso se faz através de isolamento. Só dessa forma !
    Reveja tópicos antigos, provoquem temas novos, busquem respostas para dúvidas existentes, enfim, para nós usuários do FTB a vida segue como sempre foi, sem vírus, só com a solidariedade e participação de todos nossos usuários interessados em interagir ! Temas "chatos" ? Basta evita-los.
    Não temos ideia por quanto tempo ficaremos nessa imobilidade, mas já sabemos que nada mais será como antes... Principalmente nossas vidas !
    Vamos aproveitar esse "recreio forçado" e aproveitar naquilo que nos traga um mínimo de prazer ! Se for via FTB, ótimo (mas isso não é obrigatório) 
  4. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Edson C. Martins em O Que é um Bom parceiro de Pesca?   
    É verdade, Edson.
    Infelizmente perdemos um grande parceiro de pesca...😪
  5. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Breno Rabelo Carneiro em Onde pescar no corumbá IV 4?   
    Para quem vem de GYN, tem a opção de descer nas pontes do Rio Areia e do Rio Descoberto. Se observar direitinho, próximo as pontes, verá as entradas para acesso ao lago. Geralmente pagamos uns 20 reais ao proprietário e descemos os barcos lá. Isso para quem não quer andar em estrada de chão....
    Agora,  entrando no posto de gasolina lá perto do outlet temos acesso a vários condomínios do lago.
  6. Upvote
    Fabrício Biguá deu reputação a José Jorge em PERSONAL FISHING 3º COLOCADO no 1º TORNEIO INTERNACIONAL DE PESCA ESPORTIVA DE BARCELOS, AM.   
    Olá Amigos pescadores
     
    Venho através desta relatar sobre a participação  da empresa PERSONAL FISHING no 1º TORNEIO INTERNACIONAL DE PESCA ESPORTIVA DE BARCELOS, AM.
     
    O evento do Torneio foi realizado na Praia em frente a cidade de Barcelos, AM nos dias 22 e 23 de Fevereiro 2020 sendo que a competição de pesca foi no dia 23/02 com largada as 06:30 horas e finalização as 17:00 horas. Foram mais de 90 equipes competidora inscritas com diversas embarcações variando entre de Barcos de Alumínio a Bass Boa.

    Foi um torneio bem difícil, pelo nível das equipes compostas por bons pescadores e guias nativos profissionais, tornando a competição bem acirrada, onde alem de competidores amadores estavam competindo também profissionais de renome da pesca esportiva como, Johnny Hoffmann, Ian Solocki, Franklin Kil, Denis Garbo, Paula Mazzuch e outros, assim como também guias de pesca que também participaram como pescadores e operadores de Turismo de Pesca Esportiva que são profundos conhecedores da pesca do Tucunaré Açu criando um cenário extremamente competitivo.  


    PERSONAL FISHING participou com 2 equipes, sendo a EQUIPE 01 nº 37 composta pelos pescadores José Jorge e Franklin Kil com guia Adilson e na EQUIPE 02 nº 40 composta pelos pescadores José Gomes Filho e Herivelto Oliveira da Silva com guia Janio.

    PERSONAL FISHING - EQUIPE 01 com nº 37 composta pelos pescadores José Jorge e Franklin Kil com guia Adilson apresentaram os 3 peixes sendo 72cm, 64cm e 47cm somaram 183 pontos ficando em 12 lugar.






    PERSONAL FISHING - EQUIPE 02 com nº 40 composta pelos pescadores José Gomes Filho e Herivelto Oliveira da Silva com guia Janio apresentaram os 3 peixes medindo 75cm, 74cm e 69cm somaram 218 pontos conquistando o 3º LUGAR no Podium.



     
    Reparem que nas imagens a nossa régua do evento estava com problema pois foi colada a lona na madeira e que a mesma descolou a parte de baixo e portanto estava roubando 1cm de cada peixe, portanto tivemos 3 cm perdidos no total. Mas mesmo assim a Equipe 02 conquistou o 3º COLOCADO no podium.

     
    Este foi o  1º Torneio em Barcelos que as Equipes PERSONAL FISHING participaram e ja estamos nos preparando para o próximo!

     
    Parabéns a todos os Participantes e até o 2º Torneio Internacional de Pesca Esportiva de Barcelos, AM. 
     

     
    José Jorge 
    http://www.personalfishing.com.br

     

  7. Upvote
    Fabrício Biguá deu reputação a Ley em La Zona do paraíso ao purgatório em poucos metros.   
    Boa noite pescadores.
    Conheci o fórum há pouco tempo vou tentar fazer aqui o meu primeiro relato de pescaria.
    Para quem estiver com problemas na visualização do poste por completo no navegador Chome recomendo que usem o Firefox esse funciona normalmente.
     
    Vamos lá já fui pescar nas águas argentinas algumas vezes, entre elas os destinos de Paso de La Pátria, Goya, Empedrado e essa ultima a qual vou relatar a tão famosa La Zona, localizada na hidrelétrica de salto Chico, entre as cidades de concórdia na argentina e salto no Uruguai.
    A La Zona é uma reserva demarcada do paredão da hidrelétrica, a ate 1km abaixo no rio Uruguai, que nasce na junção dos rios Canoas e Pelotas, nas divisas de Santa Catarina com o Rio Grande do Sul. Percorre aproximadamente 1800 km, fazendo as dividas entre Argentina e Brasil e a Argentina com o Uruguai, onde então deságua no Paranazão formando o rio da Prata.
     

     
    Saímos de Porto Alegre por volta da 14:00 horas com o ônibus da Douradobus, atendimento show, motoristas nota 10 bebidas a vontade all inclusive. Por volta das 21:00 horas fizemos uma parada em Rosário do Sul – RS para a janta, todos alimentados seguimos viajem.  Eu estava em uma vaga de encaixe, mesmo sem conhecer ninguém do grupo inicialmente deu para fazer boas amizades já no trajeto.
     




     
     
    Chegamos à pousada La Zona Lodge, por volta das 6:00 da manha fomos recebido pelo Lucas, que prontamente nos recepcionou e encaminhou para os nossos quartos, esses por sinal muitos bons bem arrumados um verdadeiro brinco, em comparado as pousadas de pesca das terras dos hermanos.
     




     
     
     
     
    Arrumamos a tralha, ansiosos por aquele café da manha reforçado, que para nossa infelicidade só era servido as 7:30 triste triste. Chegado então à hora tomamos o café da manhã que em minha opinião, poderia ser melhor e ter mais opções e variações, no entanto foi a mesma coisa durante todos os três dias da estadia.
     

     
     
    Somente as 8:00 da manhã os carros estavam lá, para então nos levar ate o ponto de embarque no camping da Tortuga Alegre, que fica a 2km do local da pousada.
    Nosso pacote era para pescar fora de reserva durante o dia inteiro, adentrando na parte da reserva nos horários de 12:00 as 15:00, bom todos sabem que esse horário não é o melhor para os amarelões, mas é horários que os gringos deixam para nos meros mortais e menos abastados heheheh.
    Vários americanos pescando por lá durante os horários de 8:00 as 12:00 e das 15:00 as 18:00, se você for procurar reservas nessa modalidade, provavelmente vai ter que espera muito tempo, ate surgir vaga principalmente na alta temporada que vai de janeiro ate abril.
     
    Chegamos à beira do rio que estava cheio 3 a 4 metros acima do normal, água suja decorrente das chuvas que caíram aqui nas bandas do Rio Grande do Sul, na semana anterior para piorar todas as comportas da represa abertas jorrando muita água.
     

     
     
    Hora da pescaria, estávamos em dois no barco saímos do canal onde embarcamos, fomos em direção a parte logo a baixo da reserva, primeiro arremesso do dia na artificial senti um tranco. “Eitha (editado) negocio vai ser louco” varinha de 10-20 libras carretilha brisa, depois de uma breve briga um belo Curimba, fisgado pelo lombo não foi nem para a foto o piloteiro apenas jogou na água. Infelizmente essa foi a única ação da manhã em meio a artificiais e morenitas triste triste, mas de olho no relógio a espera das 12:00 horas, quando iria mudar de barco para poder entrar na La Zona. O piloteiro já me recomendou a trocar o equipamento para um kit mais parrudo, disse que a ação lá dentro deveria ser bruta, prontamente montei minha carretilha Titan BG com uma vara de 20-50 libras.
    Chegada a hora voltamos para o local de embarque, o pessoal da pousada já estava aguardando com os almoços dos pescadores, que iriam entrar na reserva no intervalo do das 12 :00 as 15:00. Uns 10 minutos depois chega o Alejandro (piloteiro) com a turma que estava pescando lá dentro pela manhã, turma desceu do barco nos já pulamos dentro, vamos vamos coloca mais morenitas aqui para não faltar, ansiedade a mil heheh.
    Go go enfim devidamente embarcados, seguimos para a reserva, todos os que entram na La Zona, são obrigados a passar no posto da fiscalização da reserva, lá mesmo na hidrelétrica para informar seu nome e numero do documento, para só depois seguir com a pescaria. Finalizados os tramites burocráticos, iscas nos anzóis e borá jogar na água que isca no barco não pega peixe uhuuuu..
     
     

     
    Aqui entra o trabalho fantástico do Alejandro, pense em um cara gente fina piloteiro nota 1000, tiro o chapéu para o trabalho dele simplesmente perfeito, arremessava, fazia as fotos e vídeo tirava os peixes, iscava as morenita, deixava o barco certinho de acordo com a posição dos pescadores, já foi perguntando quem de nos tinha o melhor celular para as fotos, que podia deixar com ele. Arremessava praticamente dentro da boca dos amarelões e logo gritava “peixe, peixe puxa que nem hombre”, só nos preocupávamos em trazer o peixe até perto do barco e fazer a pose para a foto heheheh. Uma fisgada atrás da outra, nunca tive uma pescaria com tantas ações a não ser de lambari, em riacho, em meio a fartura de dourados variando de 3 a 14kg, saio um “hermoso” pintado de 29kg “uhuuuu animal”. Como tudo que bom dura pouco nossas 3 horas lá dentro passaram que foi um piscar de olhos, triste triste, mas valeu cada minuto foi ação do inicio ao fim.
     




























     
     
    Acabado a festa dentro da La Zona, voltamos a pescar fora da reserva na qual ali só saíram poucos bem poucos douraditos todos pequenos. Aventuramo-nos no lado Uruguai do rio, triste triste, infelizmente os hermanos uruguaio ao contrario dos hermanos argentinos não tem as mesmas leis e consciência em ralação ao peixe. Lá a pesca é predatória não se tem nenhum tipo de regra ou cota, a margem do rio no lado uruguaio é minado de redes, espinheis e todo tido de artifícios ilegais para a pesca, triste triste, retornamos ao lado argentino para continuar a pescaria. Seguimos pescando com poucas ações de dourados pequeno pelo resto da tarde, e para nossa infelicidade assim perpetuou todo o segundo dia também.
     


     
     
    Já no terceiro e ultimo dia de pesca não saio nada pela manha inteira, “triste triste”, mas para me livrar do tédio eu ainda tinha mais um período para pescar dentro da La Zona, das 12:00 as 15:00 então sem delongas, chegada a hora trocamos de barco dessa vez o piloteiro era o Elbio, “triste triste”, lá vamos nos começamos a pesca cada um que se virasse com sua vara e posição no barco, que rodava ao sabor da correnteza no estilo “deixa a vida me levar, vida leva eu”, eu e os 2 parceiros tínhamos que passar de um lado para o outro para não embolar linhas varas, etc etc em meio ao caos e dança das cadeiras para não cruzar as linhas umas na outras, entravam alguns dourados enquanto nosso piloteiro estava ocupado mexendo no celular. ate teve ações de vários dourados mais nada comparado com a produtividade do primeiro dia ou do outro barco que estava pescando ao nosso lado com a outra turma com o Alejandro de piloteiro.
     
     




     
    Concluindo quem quiser ter uma boa experiência na La Zona, faça de tudo para ir com o Alejandro. Isso mostra a importância de um piloteiro bom para uma boa pescaria, se em uma área de 500 metros já faz essa diferença absurda na piscosidade, imagine em um rio de quilômetros e quilômetros com água a perder de vista.
    Voltaria a La Zona?
    Com certeza, mas na época certa e com o Alejandro como piloteiro.
    Foi isso pessoal, espero que gostem qualquer informação adicional podem ficar a vontade em perguntar.
    att: Leysle Carneiro (Ley)
     
     
     
  8. Upvote
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Marcel Werner em [mercury] Lançamento do 450hp Racing, 4T, V8. Um monstro!!   
    Semana passada (18/06) a Mercury anunciou ao mundo o seu mais novo motor de popa.
    Trata-se do Mercury 450hp Racing, 4T, V8. Ano passada a Mercury balançou o mercado ao lançar, caladinha, a sua linha ProXS 4T de 6 e 8 cilindros. Os motores chegaram com tudo ao Brasil.
    A sua linha ProXS 2T se manteve no topo do mercado por anos e, mesmo com a concorrência "batendo" sem dó, lançando novos motores (muito bons, diga-se de passagem), a Mercury projetou a nova linha ProXS 4T sem anunciar pra ninguém. Tentem imaginar como a Yamaha e a Evinrude não estão agora, tentando correr atrás do prejuízo?!?! 
    Enquanto não lançam nada, a Mercury conquista o mundo com seus novos motores.
    Vamos as fotos e as especificações.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     
    Especificações: espec_450racing.pdf

     
    - Motor 4.6 Litros, 8 Cilindros.
    - 313Kg o peso com rabeta normal e 318kg com rabeta SportMaster;
    - Opera com combustível comum (89oct);
    - 3 anos de garantia;
    - Alternador de 115amp.
    Acredito q em velocidade máxima, o consumo deve bater nos 130 a 150 Litros por hora. 
    O preço sugerido está entre $ 54.000 e $64.000 dólares, lá nos EUA, ou seja, sem incentivo para o Brasil, o motor vai custar acima dos R$ 200.000,00. 
    Q é uma máquina, não temos dúvidas...mas para poucos. 
  9. Upvote
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Renato Blumenau em Veloster com novo Mercury 300hp V8, 4T...Biguá Boat 6.   
    Gostaria de apresentar o novo Biguá Boat. O sexto bote q montamos. 
    Desta vez farei um pouco diferente, ao invés de postar a lista de acessórios e etc, irei agradecer uma quantidade enorme de amigos q ajudaram a fazer deste projeto, o nosso barco dos sonhos.
    Muitos não tem ideia do quão complexa é a tarefa de montar um barco com esta quantidade de detalhes. São muitos, mas muitos detalhes. Muitas e muitas horas debruçados instalando tudo.
    Iniciou agradecendo a Barcos Megabass pela fantástica máquina fabricada. Todos os detalhes foram rigorosamente implantados. Cor; tubulação interna mais grossa e muito bem fixada; mangueira de ligação entre os cockpits; costura e cores das faixas dos bancos customizados; dentre outros detalhes. O barco saiu perfeito.
    Ao Odne q fez a nossa sétima carreta. A cada projeto novo, mais detalhes e a certeza da evolução dos seus produtos. Freios a disco ventilados nas 4 rodas, berços rebaixados, e muito capricho.
    Marcelo da SportNáutica pelas dicas, confiança e por ter colocado o primeiro (ou um dos primeiros) 300 V8 em nossas mãos. Foi aqui, em Brasília, q montamos o motor. Vlw demais.
    E essa lista é muito extensa: Eduardo Monteiro, Carlos Salsicha, Fábio Neves, Denys Aragão, Márcio Cuca, Fábio Crispim, Freides Leão, Manastarla, e vários outros amigos q ajudaram de alguma forma a finalizar este projeto. Foram peças trazidas do exterior, horas gastas no projeto, dicas, envio de peças e por aí vai...Obrigado a cada um de vcs.
    Ao meu irmão e ao meu pai, nem preciso falar nada. Estamos juntos, trabalhando feito condenados, por 2 meses direto (todo fds)...rsrs. 
    Abaixo postarei algumas fotos sem qualquer tratamento e registradas a noite, sem luz.
    Assim q levarmos o barco pra água (ainda não o fizemos por falta de tempo), estarei postando umas fotos melhorzinhas com os detalhes feitos, aqui para os interessados.
    Espero q gostem...





     
    Agora é conseguir tempo para pescar...rsrsrs....
    Comentem o quanto quiserem....Seja quem gostou ou quem não gostou...
  10. Thanks
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Renato Blumenau em DESAPROVADO. Guia Vitor Silva. Lago de Palmas.   
    Puts...q latada, hein?!?! 🤬
    Sair de casa para receber o q não foi combinado é de lascar.
     
  11. Like
    Fabrício Biguá deu reputação a Kid M em Compartilhando...   
    Não se trata de "propaganda" pois sequer conheço o autor, mas tão somente compartilhar aqui essas aquarelas que me mostraram... 
    Não sei se vão apreciar, mas para mim foi o "toque de sensibilidade" do artista que encantou mais ! Bom proveito 
     
     
     
     
  12. Upvote
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Rogerio_MGA em ExplorerXX - Adentrando o Rio Arirarra   
    Puts, q fera ver esta turma toda reunida...👏
     
    Meus parabéns a todos os pescadores pela aventura e nos presentear com este belo relato. Sempre digo q ler estes relatos daqui 20 anos será algo indescritível, anotem aí.
    Obrigado por compartilha conosco...👍
  13. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Edson C. Martins em ExplorerXX - Adentrando o Rio Arirarra   
    Puts, q fera ver esta turma toda reunida...👏
     
    Meus parabéns a todos os pescadores pela aventura e nos presentear com este belo relato. Sempre digo q ler estes relatos daqui 20 anos será algo indescritível, anotem aí.
    Obrigado por compartilha conosco...👍
  14. Thanks
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Fabricio.Passos em Dicas de captura do grandes bocudos. Dica 3 - A tralha -   
    Possivelmente o mais controverso de todos os temas.
    Por mais equipado que você esteja, ainda continuará pensando. "Será que estou pronto ?"
    Esse pensamento é mais comum do que se imagina. O grande investimento feito no pacote e, a certeza de estar no paraíso dos grandes bocudos, fará com que compre compulsivamente tralhas e mais tralhas.
    Tentarei expôr aqui uma relação de materiais mais "enxuta" possível. Tralha essa que seja próxima da ideal, mas que não acabe ficando sem uso ou te deixando na mão... Vamos lá !
    Qual a tralha recomendada para se capturar os grandes bocudos amazônicos ?
    Antes de entrar no cerne da questão vale lembrar que os vôos realizados entre Manaus/Barcelos/Santa Izabel do Rio Negro disponibilizam muito pouca bagagem aos seus passageiros. Geralmente 13kg ou 15kg para Bandeirantes fretados, e uns 18kg para os vôos comerciais da Trip, portanto, leve apenas o necessário.
    Pese tudo em casa, pois cada quilograma de excesso irá lhe custar por volta de R$ 30,00, além de muita chateação, pois a sua tralha poderá ficar pra trás!
    Muitos pescadores especulam sobre equipamentos mais leves, iscas pequenas, varas de baixa libragem, etc... e até mesmo de que o pescador deve dar chance de fuga ao peixe, "que isso, que aquilo".
    A verdade é uma só. O tucunaré é um peixe que despeja toda a sua força nos primeiros 30 segundos de briga, portanto não o subestime. Imagine um peixe de 10Kg soltando toda a sua força na primeira tomada de linha ? Pois é, este é o peixe que você estará tentando embarcar.



    Na década de 70 e 80 vários pescadores brasileiros ganharam projeção no cenário internacional por quebrarem recordes e mais recordes de tucunarés ( na faixa de 9kg e 10Kg ) utilizando linhas de 10lb, 12lb, etc...
    Mas naquela época os grandes peixes eram facilmente encontrados.
    Perder um ou outro peixe não era grande coisa.
    A distância percorrida para se pegar um grandão era relativamente pequena, e a "especulação" pesqueira não era tão grande como nos dias de hoje.
    Não aconselho ninguém a pescar nessa região, depois de desembolsar boa quantia em dinheiro, a dar chance para o peixe.
    Chegar lá é muito difícil para a maioria dos pescadores brasileiros, então, esteja pronto em cada arremesso realizado.
    Ficar com peso na consciência por ter visto um gigante saltando com a sua isca na cara, lá no meio do lago, depois de ter estourado a sua linha é uma frustração. Não queira passar por isso...hehee.. ( experiência própria ! )
    Separando por ítens a fim de facilitar o entendimento :
    Varas:
    - Devem ser de 25lb, e pronto. Certa feita um tucunaré-paca de 9kg engatou uma "terceira marcha" na ponta da minha linha q eu senti o blank estalando na mão. Acabou que eu tive q dar ponta de vara pro peixe. Caso contrário ele teria estourado a minha vara/linha/isca. Claro q vc pode dar a sorte do peixe correr para o limpo, ou de não estar "com o diabo no corpo" e vc conseguir embarca-lo com uma vara de 14lbs, mas não estamos lá para contarmos com a sorte.
    - O tamanho da vara está condicionado a várias variantes. Já pesquei com varas de 6.3, 6' e, atualmente, só uso 5.7' ou 6´ pés. Como trabalho apenas com a ponta da vara pra baixo e em canoas de alumínio, varas com mais de 5.6' podem ficar tocando na água, borda do barco, e acabam atrapalhando o trabalho de isca, principalmente iscas q exigem um trabalho de ponta de vara pra baixo.
    Encontre o tamanho que mais lhe agrade e seja feliz.
    - Cheque o estado geral da vara antes da sua partida. Todos os passadores devem estar bem presos, o cabo da vara deve ser do tamanho que mais lhe agrada ( ou lhe dê conforto ), e a ponteira deve estar bem fixada.
    - Não vejo a necessidade de se levar mais de 3 ou 4 varas ( no máximo ), desde que de boa qualidade, para a pesca dos grandes tucunarés.
    - Se vai pescar de fundo, leve apenas uma boa vara maciça para mais de 50lb.
    Carretilhas/Molinetes
    - Devem ser de boa qualidade sim !
    Titan 6000 e outras carretilhas / molinetes mais baratos, são bons ?
    Sim, são ótimos, mas podem não aguentar 600 arremessos diários (ou mais) arremessando iscas pesadas (35g pra cima).
    Com 2 ou 3 dias estes equipamentos estarão fazendo barulhos internos, travando, ou algo semelhante.
    Tente levar 2 ou 3 carretilhas de boa marca, como Shimano, Daiwa, Quantum, Abu e etc.
    - As carretilhas / molinetes devem ter capacidade para 80m ou mais de linha. Não que o peixe irá levar isso tudo de uma vez, mas porque você estará constantemente cortando pedaços de linha desgastados, e isso comprometerá a sua pescaria lá para o meio da semana.
    Linhas e Snaps:
    - Use linhas entre 65lb e 80lb multifilamento. A bitola delas gira em torno de 0.38mm, 0.41mm. Eu já vi 03 pancadas seguidas em cima de uma linha 80lb da Power Pró e a linha estourar.. Comigo nunca aconteceu, mas para agradar a "Gregos e Troianos"... uso apenas 65lb.
    - Alguns usam líder de fluorcabono ou de monofilamento 0.50mm, e por aí vai. Respeito a opinião de todos, mas lá não há pedras nos lagos, então, pode usar apenas a linha amarrada diretamente no pitão q eu garanto (claro q uma linha 65lbs ou mais). A "serra" da boca do peixe dificilmente consegue cortar uma linha 4 fios de 65lbs. Agora, de uma forma geral, faça o que você estiver acostumado.
    - A principal vantagem de se usar linhas mais grossas ( 65lb, por exemplo ) é q elas são relativamentes finas ( 0.40 mm ) e se acomodam muito bem no carretel. Em arremessos mais longos e em ferradas de peixes já na borda do barco, elas não "encavalam", consequentemente, não perdem resistência com trancos e não estouram.
    - Se as suas carretilhas estiverem cheias de linha, linhas essas novas, vc não precisará levar mais q 01 carretel de linha sobressalente (300m)...normalmente um carretel de linha aguenta bem o trabalho de 1 semana de pesca.
    - Uso apenas snaps de 100lb da Berkley, isso, quando uso. O problema é q começaram a falsificar estes snap. A partir de 2010 comecei a usar os snaps canadenses da Strengease. O de 120lbs é muito pequeno.
    Iscas / Garatéias / Argolas:
    - A primeira coisa a se fazer é deixar todas as suas iscas pequenas em casa. Elas apenas ocuparão espaço extra nessa viagem. Pode acreditar.
    Lá você usará 10 iscas no MÁXIMO.
    - Isca grande atrai peixe grande ?!
    Pergunta / resposta que você ouvirá o tempo todo.
    Não é novidade que o tucunaré ataca qualquer tamanho de isca, então, isca grande não atrapalha. A maior vantagem que vejo na utilização de iscas grandes é que elas aceitam grandes garatéias.
    - Um "erro fatal" que grande parte dos pescadores comete é o de trocar argolas e garatéias por outras superdimensionadas. Reforçar garatéias e argolas é uma necessidade mas CUIDADO PARA NÃO EXAGERAR e fazer com que suas iscas não trabalhem direito.
    - Garatéias 6x são absurdamente pesadas e possuem "volta do anzol" ( GAP ) com um ângulo muito pequeno, o que dificulta o engate do peixe. Tente usar boas garatéias, como Gamakatsu, Owner, VMC ( Sure Set ), que são 3x ou 4x, dão conta do recado (quando não forçadas pelo pescador) e não atrapalham o trabalho das iscas. Fato é que garatéias pequenas fazem cócegas na cara dos grandes bocudos. Se ele encharutar, ótimo, caso contrário, irá destruir suas garatéias.
    - As cores das iscas devem ser vibrantes e opacas. Cor de osso, barriga amarela, barriga vermelha, alaranjado, são as cores que mais dei / dou sorte.
    - Nunca fiz boas pescarias usando iscas metalizadas, como cromadas e douradas...e também nunca vi os guias comentarem bem delas.
    Zaras/Sticks:
    - São excelentes. Funcionam otimamente quando o peixe está mais manhoso.
    - Devem ser arremessadas mais próximo as margens, estruturas, filhoteiros, e etc. Geralmente o peixe a ataca logo quando cai na água ou nas primeiros 3 ou 5 vezes com que são trabalhadas.
    - Jumpping Minnow da Rebel e Bonnie 115 da Jackall são as duas iscas de superfície mais matadeiras que existem. Coloquem uma garateia tamanho 1 na traseira e outra menor (mas reforçada) na barriga e tenha a certeza que elas pegam mesmo. Claro q existem várias outras iscas show de bola no mercado, como Dr. Spock da KV, SuperSpock da Heddon, as grandes Pencil da Daiwa, , e várias outras q vc está acostumado a usar, são as mais indicadas.
     
    Poppers
    - Boas em qualquer ocasião. O barulho do popper, quando bem feito, só atrai peixão. Infelizmente eu não sei trabalha-los corretamente... ( também não tenho paciência...  )
    - Tb deve ser arremessada o mais próximo das margens, estruturas e filhoteiros.
    - Pop Queen da Maria (tamanho 105 ou 130), Knuckle Head da Cheek Chub, Chug Bug da Storm, são super matadeiras.
     
    Hélices
    - São as minhas preferidas. Apesar de serem menos atacadas, quando o ataque acontece é inesquecível. Exige bom preparo físico do pescador.
    - Chama os peixões que estão "estacionados" no fundo de lagos de média profundidade e podem ser atacadas a qualquer momento. Inclusive lá no meio do lago.
    - Incrivelmente as hélices que fazem aquele barulhinho metalizado ( de metal contra metal ) são mais efetivas que aquelas que só fazem barulho de arrasto na água.
    - Rip Roller da HighRoller (5.5 e 6.25), Woodchooper Slim da Luhr Jensen (q retornou com toda a força ao mercado em 2015), Tucunarex 170 quando trocado os metais, Devassa 140 da Yara, são as mais matadeiras.
     
    Meia Água/Subsuperfície
    - Utilizar apenas iscas de meia na Amazônia, na minha opinião, é frustrante...
    O que mais gosto de ver em minhas pescarias de tucunaré são os ataques frenéticos. Se você quiser qualidade de peixe, use apenas iscas de superfície.
    - Utilizadas apenas quando os peixes não atacam na superfície, ou no caso de refugo.
    - Cristal Minnow da Yo-Zuri, Perversa da Borboleta, Prima da Zagaia e Nikita da Aicás são animais. 
     
    Jigs
    - Bons e grandes Jigs de cor amarela e rabo vermelho são ótimos quando o peixe refuga. Vale a pena levar alguns com anzóis reforçados.
    - Segundo informações recentes os Jigs pretos estão sendo bastante atacados por lá. Tentarei essa cor na próxima pescaria.
    - Existem muitos fabricantes top de jigs....mas os da Xtreme Jig são demais. Pode levar alguns q vc não se arrependerá.
     
     Dicas:
    - Não precisa levar todas essas iscas que foram citadas. Umas 20 / 25 iscas são mais que suficientes para uma boa pescaria.
    - Caso você insista em usar linha fina, aí sim, leve mais iscas. :twisted:
    - Leve 70% de iscas ( e respectivas forma de trabalho - superfície, hélice, stick, popper, etc... ) que realmente gosta, domina e utiliza. Os outros 30% serão de iscas que você "acha" que poderão dar certo.
    - Se possível use a linha diretamente amarrada no pitão. E se for usar snap, use os de 80lb / 100lb da Berkley.
    - O bom trabalho da isca, aliado ao lançamento no lugar correto, serão os responsáveis por 50% do sucesso da sua pescaria.[/b]
    Caixa / Bolsa de Pesca / Diversos
    - Caixas de pesca são mais resistentes, porém as bolsas com caixas plásticas para iscas ( aquelas transparentes ) acomodam melhor o seu material. Particulamente estou migrando para as bolsas de pesca.
    - Carteira de pesca embarcada ( IBAMA )
    - Alicate de contenção com balança aferida é fundamental. Se o alicate tiver aquela fita métrica melhor ainda.
    - Alicate para troca de garatéias. ( com biquinho na ponta )
    - Alicate de corte de grandes garatéias. Pelo menos um da turma deve levar um desses alicates ( tipo alicate de cortar cadeado ).
    - Lanternas compactas e de boa marca. Dificilmente você fará pesca noturna por lá ! Às 18h todos retornam para o barco hotel, e as lanternas grandonas poderão te atrapalhar, e muito.
    - Faca ou canivete. Item obrigatório.
    - Sacos plásticos de lixo de 100 litros. Necessário para proteger bolsas, roupas, tênnis, eletrônicos, etc das constantes pacadas de chuva diárias... 4 sacos são suficientes.
    - Máquina fotográfica. Item obrigatório. Leve cartões de memória suficientes para tirar fotos de alta resolução. Não deixe sua máquina em ambientes refrigerados, pois elas irão embaçar por dentro. Use aqueles saquinhos estanque ( tipo a prova dágua ) São baratos e muito úteis.
    - Filmadora. Se tiver uma compacta e quiser correr o risco da filmagem feita pelo seu parceiro, leve-a...
    - GPS ( Global Position System ). Pra mim um dos mais importantes itens da minha caixa de pesca. Uso desde 1999 e a cada dia gosto mais do aparelho. Leve um compacto e que tenha mapa em sua base. Do Etrex Legend ( azul ) pra cima. Com R$ 300 você compra o Legend que "teoricamente" faz a mesma coisa que os aparelhos mais modernos e coloridos.
    - Capa de chuva de boa qualidade. Item obrigatório.
    - Óculos de sol ( Polarizado é ainda melhor ).
    - 2 jogos de pilhas recarregáveis são suficientes.
    Roupas e calçados.
    - Eu gosto de usar roupas curtas ( camisetas e bermudas ) ! Me empantufo de protetor solar e pronto. É mais fresco e no final do dia você estará bem disposto. Mas existem também aqueles que preferem usar calças e camisas de mangas compridas ! Também é válido, desde que se sinta confortável ( essa é a palavra de ordem ) !
    - Verifique se no seu pacote contratado, eles oferecem serviços de lavanderia. Em caso positivo, três mudas de roupas leves são suficientes.
    - Lembre-se q no Rio Negro não existem pernilogos.
    - Um par de tênis ou Crocs (preferencialmente). Crocs são confortáveis e muito versáteis. Em caso de chuva em plena pescaria, caso esteja de tênis, coloque o dentro de um saco plástico até ela passar. É uma ótima dica...
    - Meias e cuecas para todos os dias da semana.
    - Chinelo de dedo e bonés. Item obrigatório.
    - Leve as roupas que você está acostumado a usar. Lá faz muito calor, lembre-se disso.
     Medicamentos.
    - Geralmente o barco hotél tem um kit de primeiros socorros, mas antibióticos e anti-inflamatórios potentes e modernos podem salvar a sua pescaria. Acerte com o grupo para que apenas 1 pescador leve um kit mais completo. Todos participam da compra.
    - Caso você faça o uso de algum medicamento exclusivo informe ao grupo e leve em maior quantidade.
    - Esteja com as suas vacinas em dia.
    - Gases, mercúrio-chromo, ataduras, gases, relaxantes musculares, anti-térmicos, tesourinha, esparadrapo, anti-séptico, creme para assaduras, Floratil 100 ou 200 ( para flora intestinal ), anti-ácido, e aqueles remédios de uso mais frequentes são importantíssimos. Geralmente 1 ou 2 pescadores do grupo farão o uso de algum desses medicamentos... ( pelo menos essa é a tradição )
    Bem, essa foi a lista mais enxuta q eu consegui postar aqui. Se organizar tudo direitinho esses "itens" ocuparão pouco espaço, pode apostar.
    Espero que isso ajude aos marinheiros de primeira viagem. :wink:
    Um grande abraço. Fabrício Biguá
     
     Dica para os novatos.
    Vai pela primeira vez e está maluco de tanta informação que não sabe quem ouvir ou o q levar?!?!
    Vai a minha dica de caixa de iscas:
    - 03 hélices grandes (15cm em média).
    - 02 PopQueen 105
    - 03 Jummping Minnow cor de Osso.
    - 01 Bonnie 115.
    - 02 Perversas
    - 02 Nikitas.
    - 05 Jigs de pena.
    São 19 iscas q farão a sua pescaria muito, mas muito efetiva. Pode apostar.
  15. Upvote
    Fabrício Biguá deu reputação a Ramon Paz em ExplorerXX - Adentrando o Rio Arirarra   
    Obrigado a todos pela semana fantástica, em especial ao amigo Rogério Araújo que com sua experiência na Amazônia foi essencial para nosso sucesso, agradecer muito a esse fórum onde o pouco que sei foi tudo por aqui ,tenho muita saudade das nossas conversas, infelizmente ando ausente ,muito obrigado ao Fabrício e  Kid, grande abraço a todos!
  16. Upvote
    Fabrício Biguá deu reputação a Rogerio_MGA em ExplorerXX - Adentrando o Rio Arirarra   
    Vindos de Curitiba Amarildo, Gustavo e Roberto chegaram em Manaus na quinta, de São Paulo vieram na sexta o Edson e o Kudaka, eu sai do Paraná na noite de sexta-feira e encontrei a turma no aeroporto as 5hs da manhã de sábado dia 18, e seguimos para Barcelos aonde Ramon Paz, proprietário do barco ExplorerXX nos aguardava ….Com a cultura e a culinária local devidamente apreciadas em Manaus, chegamos em Barcelos e com um roteiro definido .... faltando apenas os atores principais os valentes tucunarés aparecerem......
     

     

     
     
     
    Barco pronto, turma embarcada, seguimos rumo ao  Rio Arirarra, o qual já pescamos no segundo dia, partido dali para dentro do Rio até aonde o barco conseguiu passar, fixando o barco como apoio em um ponto , de onde saímos três dias para pescar, sendo que dois deles subimos quase 2 horas de voadeira, pescando o dia inteiro em pontos do Rio que acreditamos ter pouca pressão de pesca…..
     

     
    O Rio estava na caixa, sem a presença de água nova, com ph em torno de 4,5 e 5,0 em todas as medições feitas, principalmente nas lagoas, que tinham uma coloração de água bem mais escura que a do rio e sem a presença de sedimentos em suspensão …..
     

     

     

     
    Os tucunarés borboletas estavam extremamente ativos atacando sticks, zaras e para nossa alegria hélices, em lagos com cardumes muito grandes, podia pescar um atras do outro o dia todo se assim quisesse….. Nas praias e pontas de ressacas grandes borboletas com comportamento similares aos Açú….a maioria dos peixes entre 3 e 6lbs, mas saíram uns bem grandes como um exemplar de 60cm e 11lbs de encher os olhos pego em uma praia na isca de hélice…..
    Estes tucunarés estavam muito ativos tivemos duplas, que chegaram a pescar quase 300 peixes....
     

     

     

     

     

     

     
     

     

     

     

     
     
     
    Os tucunarés com a coloração Paca, estavam também ativos, tomando conta das pontas dentro das lagoas , atacando as iscas de hélice nestes pontos, e os barrancos com pauleiras do rio, sendo que nestes pontos as iscas stick foram as efetivas….
     

     

     

     

     

     

     

     

     

     
     
     
     
     
     
    Os tucunarés Açus estavam no choqueiro, visivelmente inativos, em locais de difícil acesso, porém em algumas lagoas rasas foi possível capturá-los inicialmente trabalhamos as iscas de hélices nos pontos conhecidos dos Açús, pontas e praias com Drop nas lagoas, fazendo eles se mostrarem e daí vem a captura com sticks ou com Jumping Minow, em outras lagoas trabalhando iscas de hélices, ouvia-se os estrondos em meio a vegetação ( molongós ) aonde estavam chocando, e saíram para fora dos choqueiros, em local aberto e para nossa alegria comendo, e atacando hélices, talvez algum peixe atrasado para a procriação , digo isto por causa do galo na cabeça de alguns machos que capturamos.
    Os Açus variaram de 6 a 12 lbs com alguns peixes maiores na faixa de 80 cm, a mudança de coloração e de comportamento era visível nos Açus de acordo com a incursão dentro do Rio... perto da boca o peixe estava bem escuro ainda, e praticamente sem muitas ações , conforme adentrávamos apareceram peixes mais claros....
    No último dia a pescaria foi na boca do Aracá aonde saíram alguns peixes também, e neste caso estavam com uma coloração mais clara também....
     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     
     
     

     

     

     

     

     

     

     
     
    Nosso amigo Kudaka pegou o maior peixe da pescaria,.... aqui ele soltando a fera...

     
     
     
    Enfim  tivemos uma semana abençoada por Deus, Rio na caixa e sem água nova, fazia tempo que não via, uma semana praticamente sem chuva, amigos fantásticos, boa prosa muita troca de informações muitas risadas ….
     

     
     
    Muita cerveja gelada, um barco extremamente confiável e confortável, uma tripulação sempre pronta a servir e piloteiros extremamente experientes e conhecedores da sua função de guia de pesca nos conduziram com muita segurança o tempo todo....
     

     

     

     
     
     
     
    Concluida mais uma etapa já planejando retorno em setembro, agradeço nominalmente os integrantes desta jornada...grandes companheiros , grandes amigos até próxima 
     
     
    Amarildo Pescoço
    Edson Coimbra
    Gustavo Bizinelli
    Marco Kudaka
    Ramon Paz
    Roberto Borba
     
     
     
     
     
  17. Upvote
    Fabrício Biguá deu reputação a Fábio Espirro em MARIÉ - Janeiro/2020   
    Parceiros, finalmente consegui realizar o sonho de conhecer o Marié e gostaria de partilhar com vocês essa alegria!
    Não pegamos a época ideal mas foi a que coube no bolso pois nessa época a operação é um pouco mais em conta pois é via SGC pela MAP (o hidroavião encarece muito a operação).
    Tem um perrengue grande que são 4h de 115HP de SGC até o encontro com o Untamed. Mas, enfim, tudo vale a pena para realizar um sonho!
    Tudo lá é incrível e valeu cada centavo que pagamos.
    O rio é mágico, o barco é maravilhoso, o serviço é impecável e os gigantes realmente moram lá!
    Já no trajeto da lancha, vimos que não teríamos facilidade pela frente. A água estava na copa das árvores. Disseram que pelo menos 2m acima do nível ideal.
    Então o jeito foi tocar o barco rio acima para ver se pegávamos menos água nas cabeceiras e realmente o TURI estava bem seco.
    No TURI tivemos muita ação de borboletas e dos juvenis pacas mas os cavalos teimavam em não aparecer.
    O pessoal lá dizia que mesmo com água mais alta, o Marié é que iria nos dar os troféus.
    Então resolvemos arriscar com água e tudo e voltamos para o Marié. Foi surpreendente! Todos nós tivemos ação de gigantes e pudemos sentir a emoção que tanto procurávamos.
    Para mim, em especial, a emoção foi dobrada porque além de acertar o meu, meu filho de 16 anos acabou acertando 2 brutos.
    E ainda tem um detalhe que me surpreendeu: lá tem peixe-de-couro demais!!! Todos os dias dedicávamos aquela meia-hora do fim de tarde e sempre tinha ação.
    Pois é isso, parceiros. Eu sei que esse assunto é bem polêmico e muitos aqui não concordam mas quem conhecer o projeto "in loco" vai reconhecer que o trabalho dos caras é muito profissional, muito benéfico para a comunidade indígena e muito promissor para a preservação daquela região. Infelizmente o resultado disso tudo é um preço realmente elevado que acaba restringindo o acesso principalmente a nós brasileiros...
    Enfim seguem as fotos que dizem mais que palavras.
    Abraço a todos e boas pescarias!
     

     

     

     

     

     

     

     

     

     












  18. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Breno Rabelo Carneiro em Torneio de pesca esportiva no Lago Paranoá - Brasília   
    Blz pura, Leonardo...Seja muito bem vindo ao FTB. Prazer tê-lo por aqui.
     
    Sobre o torneio em BSB, particularmente, acho-o muito pouco divulgado (desde sempre). Mas respondendo suas perguntas:
    1 - tilápia e tucunaré...mas já foram vistos cacharas e outros peixes.
    2 - onde tem menos gente e embaixo dos decks.
    3 - onde quiser, desde que não vá arremessar nas pessoas ou locais proibidos (tipo áreas do Governo/PR/VicePR).
     
    Mas pra mim, alguns problemas são recorrentes quanto ao nosso torneio aqui no DF.
    Depois do torneio não se tem uma repercussão interessante que motive os pescadores a voltarem, e a convidarem novos pescadores para o ano seguinte.
    Premiação (q sempre é complicado conseguir, ainda mais nesta crise), mas tb é pouco atrativo.
    Peixes, que é objetivo principal, tb é em baixo número e de tamanho não muito atrativo.
    Lago Paranoá durante o final de semana é repleto de grandes embarcações, o que dificulta muito a pesca e contato pescador vs natureza. 
     
    Sei que organizar um torneio é complexo e exige muita dedicação. Tiro o chapéu para quem dá a cara para bater neste tipo de evento...mas acredito q com um pouco mais de divulgação e ajuste, ele pode sim, se tornar mais atrativo.
     
    😉
  19. Thanks
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Leonardo Barbosa Jacomini em Torneio de pesca esportiva no Lago Paranoá - Brasília   
    Blz pura, Leonardo...Seja muito bem vindo ao FTB. Prazer tê-lo por aqui.
     
    Sobre o torneio em BSB, particularmente, acho-o muito pouco divulgado (desde sempre). Mas respondendo suas perguntas:
    1 - tilápia e tucunaré...mas já foram vistos cacharas e outros peixes.
    2 - onde tem menos gente e embaixo dos decks.
    3 - onde quiser, desde que não vá arremessar nas pessoas ou locais proibidos (tipo áreas do Governo/PR/VicePR).
     
    Mas pra mim, alguns problemas são recorrentes quanto ao nosso torneio aqui no DF.
    Depois do torneio não se tem uma repercussão interessante que motive os pescadores a voltarem, e a convidarem novos pescadores para o ano seguinte.
    Premiação (q sempre é complicado conseguir, ainda mais nesta crise), mas tb é pouco atrativo.
    Peixes, que é objetivo principal, tb é em baixo número e de tamanho não muito atrativo.
    Lago Paranoá durante o final de semana é repleto de grandes embarcações, o que dificulta muito a pesca e contato pescador vs natureza. 
     
    Sei que organizar um torneio é complexo e exige muita dedicação. Tiro o chapéu para quem dá a cara para bater neste tipo de evento...mas acredito q com um pouco mais de divulgação e ajuste, ele pode sim, se tornar mais atrativo.
     
    😉
  20. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Valtolino em Bateria para elétrico e partida   
    Eu uso Moura Boat. Uma das minhas baterias tem 4 anos, e funciona muito bem.
     
    Pelo que entendi a Moura Boat une o q tem de melhor entre a estacionária e a automotiva.
     
    Pode ir sem medo de ser feliz. 
  21. Thanks
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Guilherme Oliveira Barion em Redai encerrando as atividades?   
    Eu deixei para postar apenas agora pq tenho certeza q alguns falariam q temos rabo preso (REDAI é nossa anunciante). Agora com a coisa mais "tranquila" e com os boato desfeito, não vou entrar no mérito do ser caro ou não. Nosso amigo @Octávio Amaral foi preciso nas palavras. Como diria o nosso presidente, "abram a sua empresa para ver o que é bom pra tosse"...
     
    Agora, algo q sempre devemos pensar é o seguinte....E no dia q eu tiver dinheiro e quiser comprar um produto diferenciado??? Onde vou comprar??? O q vou comprar?!?!
    Amigos, quanto mais diversificado o mercado, melhor pra nós. 
    Devemos ter cuidado com o que pedimos...A grande maioria dos produtos de pesca que temos vem de fora. Triste realidade de quem mora num País que não valoriza sua indústria.
     
    Vamos dar valor a nossa possibilidade de escolher o que quisermos, e mais valor ainda em quem acredita e investe em nosso mercado...👍
  22. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Guilherme Oliveira Barion em Qual o papel real das agências e agenciadores de pacotes na Amazônia   
    O Marcel foi perfeito...
     
    Caso o responsável/formador do grupo tenha plena condição de resolver estes "B.Os", eu vou pescar com ele sem o menor problema. Ele está ganhando a free?!?!? Não me importa, gerenciar pessoas dá sempre trabalho e, se o formador do grupo já esteve 1000 vezes naquele local, certamente a experiência dele conta E MUIIITTTOOO. O mínimo é ele ganhar alguma coisa por isso, afinal, ele trocou a pescar por lazer, pela pesca como trabalho (q fica muito mais chata).
    Eu, quando confio no operador e sei q mesmo no caso de falhas ele irá reparar $$$$ o problema, não tenho medo de contratar diretamente.
    Agora, quando tenho 1% de suspeita de que o operador é "complicadinho" e que poderá fazer da minha pescaria um inferno, vou lá em contrato a agência...pois, como disse o Marcel, será corresponsável pelo contrato.
     
    Analise o custo x benefício e desencane com o resto. 
  23. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Edson C. Martins em Qual o papel real das agências e agenciadores de pacotes na Amazônia   
    O Marcel foi perfeito...
     
    Caso o responsável/formador do grupo tenha plena condição de resolver estes "B.Os", eu vou pescar com ele sem o menor problema. Ele está ganhando a free?!?!? Não me importa, gerenciar pessoas dá sempre trabalho e, se o formador do grupo já esteve 1000 vezes naquele local, certamente a experiência dele conta E MUIIITTTOOO. O mínimo é ele ganhar alguma coisa por isso, afinal, ele trocou a pescar por lazer, pela pesca como trabalho (q fica muito mais chata).
    Eu, quando confio no operador e sei q mesmo no caso de falhas ele irá reparar $$$$ o problema, não tenho medo de contratar diretamente.
    Agora, quando tenho 1% de suspeita de que o operador é "complicadinho" e que poderá fazer da minha pescaria um inferno, vou lá em contrato a agência...pois, como disse o Marcel, será corresponsável pelo contrato.
     
    Analise o custo x benefício e desencane com o resto. 
  24. Thanks
    Fabrício Biguá deu reputação a Marcel Werner em Qual o papel real das agências e agenciadores de pacotes na Amazônia   
    Perfeito, mas podemos acrescentar mais. Eu sou operador e optei por aceitar o convite de uma agência para trabalhar na minha agenda. 
     
    Agências não devem ser confundidas com formadores de grupos. 
     
    Agências são empresas constituídas, que irão responder solidariamente em caso de problema que deva ser resolvido em via judicial. Ao comprar numa agência, você tem 2 empresas se responsabilizando pela sua viagem. Exija sempre contrato com a agência - e a agência também tem (ou deveria ter) contrato com a operadora. 
     
    Uma agência que conhece todos os requisitos legais para funcionamento de cada operação de pesca e cobra de todos os seus operadores que cumpram todas as etapas. Você ficaria surpreso de saber a proporção dos pescadores que estão vindo pra Amazônia, por exemplo, com risco de suas pescarias serem interrompidas ou mesmo não acontecerem devido a uma fiscalização. Caso a agência te venda um pacote de um operador e aconteçam problemas, por exemplo: “a operação é ilegal, não tem CNPJ nem as 5284 licenças necessárias, é fechada pela fiscalização e você já pagou” a agência deve ser responsabilizada sozinha. Exija contrato, sempre. 
     
    Caso a operação tenha algum problema técnico ou administrativo (já houve casos em que o barco-hotel virou, outro pegou fogo, empresas que faliram às vésperas da temporada, operador que morreu etc.), a agência fará o possível para que os clientes sejam realocados pra outra estrutura (caso assim o queiram), a fim de aproveitarem a data, os voos já pagos, a expectativa e tudo mais que foi programado com antecedência. Depois, a agência vai resolver com o operador nos bastidores, o que importa é o cliente ser atendido!
     
    A comissão média pedida pelas agências no Brasil é de 10% do preço do pacote. O cliente não paga nada a mais. O operador é que está pagando para:
    1- ter acesso a clientes que ele não teria diretamente 
    2- dar ao cliente uma segurança maior
    3- ter uma segurança extra em caso de problemas que o agente possa ajudar. 
     
    O formador de grupo é um cliente que reúne mais pessoas até formar o grupo do tamanho que a operação comporta, compartilhando a experiência dele de já ter ido antes, ratificando a qualidade da operação de maneira informal, e só. Não se responsabiliza por nada e não tem condições de resolver problemas complexos. Geralmente, o formador de grupo ganha a pescaria dele, vai grátis, o que pode significar até mais do que uma agência cobraria. 
     
    O formador de grupo, se for alguém que agrega conhecimento (que é a única coisa que ele pode fazer), pode ser útil a alguém que está indo pela primeira vez. Eu mesmo, quando pesquei pela primeira vez na Serra da Mesa fui com um grupo, no Lago do Peixe fui com um grupo, em Barcelos fui com um grupo, tudo isso em 2012, daí aprendi o suficiente para me virar sozinho e fechei as próximas pescarias sempre direto, além das vezes que fui pescar sem operador - sim, para que eu pudesse aprender como me tornar um. 
     
  25. Like
    Fabrício Biguá recebeu reputação de Rodrigo de Souza Gonçalves em Redai encerrando as atividades?   
    Eu deixei para postar apenas agora pq tenho certeza q alguns falariam q temos rabo preso (REDAI é nossa anunciante). Agora com a coisa mais "tranquila" e com os boato desfeito, não vou entrar no mérito do ser caro ou não. Nosso amigo @Octávio Amaral foi preciso nas palavras. Como diria o nosso presidente, "abram a sua empresa para ver o que é bom pra tosse"...
     
    Agora, algo q sempre devemos pensar é o seguinte....E no dia q eu tiver dinheiro e quiser comprar um produto diferenciado??? Onde vou comprar??? O q vou comprar?!?!
    Amigos, quanto mais diversificado o mercado, melhor pra nós. 
    Devemos ter cuidado com o que pedimos...A grande maioria dos produtos de pesca que temos vem de fora. Triste realidade de quem mora num País que não valoriza sua indústria.
     
    Vamos dar valor a nossa possibilidade de escolher o que quisermos, e mais valor ainda em quem acredita e investe em nosso mercado...👍
×
×
  • Criar Novo...