Ir para conteúdo

O FTB foi atualizado e otimizado.

Antes, para visualizar todas as nossas salas, era preciso descer a barra de rolagem por muito tempo. Isto dificultava a nossa vida, principalmente a dos novos usuários, que não encontravam as salas/assuntos de interesse.

Agora as salas foram transformadas em "sub salas" e incluídas em grandes fóruns.

Esperamos que tenham gostado. :amigo:

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''piraiba''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Bate Papo Geral e Assuntos Correlatos.
    • Selecione a sala abaixo:
  • Pesca em Água Doce
    • Assuntos Gerais (água doce)
    • Equipamentos de Pesca (água doce)
    • Relatos de pescaria (água doce)
  • Pescaria em Água Salgada.
    • Assuntos Gerais (água salgada)
    • Equipamentos de Pesca (água salgada)
    • Relatos de pescaria (água salgada)
  • Pesqueiros (pesca-e-pague), Fly Fishing e Caiaque.
    • Selecione o tipo de pescaria abaixo:
  • Náutica
    • Tudo sobre náutica
    • BassBoat Brasil
  • Eletrônicos
    • Selecione a sala
  • Aprenda a usar o fórum. Entenda como ele funciona.
    • Selecione a sala
  • Anúncios Globais e Anunciantes
    • Anunciantes do FTB. Promoções aos nossos amigos pescadores!
  • Club das 22lbs
    • Galeria 22lbs. Só monstro acima de 10Kg.
  • Pacotes de pesca dos nossos usuários
    • Em Andamento
  • Classificados
    • Selecione a sala abaixo:
  • Grupos Organizados
    • Traga a sua turma de pesca pra cá. É fácil e rápido.

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Nome + Sobrenome (obrigatório)


Localização

Encontrado 32 registros

  1. UMA OPERAÇÃO COMO NUNCA SE VIU ANTES! A NOSSA MAIS NOVA OPERAÇÃO TRÍPLICE FRONTEIRA PROPORCIONARÁ A VOCÊ PESCADOR UMA SEMANA INESQUECÍVEL EM MEIO A AMAZÔNIA MATO-GROSSENSE! AQUI TEMOS OPÇÕES PARA TODOS OS TIPOS DE PESCARIAS, E MAIS DE 20 ESPÉCIES DE PEIXES, ISSO QUE É VARIEDADE NÃO É??? E ALÉM DOS GRANDES BAGRES AMAZÔNICOS, VOCÊ ENCONTRA PAZ EM MEIO A UMA NATUREZA EXUBERANTE DOS RIOS, TAPAJÓS, TELES PIRES, DO PISCOSO RIO JURUENA, E O AFLUENTE BARARATI. E APÓS TANTA ADRENALINA NOS RIOS, VOCÊ TERÁ UM DESCANSO CONFORTÁVEL NA POUSADA E AINDA VAI DEGUSTAR OS MELHORES PRATOS TÍPICOS DA REGIÃO NA COMPANHIA DE SEUS AMIGOS OU FAMILIARES. E AINDA CONTAMOS COM ACAMPAMENTO AVANÇADO NA SELVA! TA ESPERANDO O QUE PRA ENTRAR NESSA OPERAÇÃO INIGUALÁVEL QUE PREPARAMOS PARA VOCÊ??? CONTATOS: WHATSAPP E LIGAÇÕES: (66)99983-8896 - CARLOS (66)99646-5937 - DARA EMAIL: CONTATO@PIMENTAFISHING.COM.BR NOSSO SITE: PIMENTAFISHING.COM.BR ESTAMOS NO INSTAGRAM COMO: @PIMENTAFISHING CURTA NOSSAS PAGINAS, E CONVIDE OS AMIGOS PARA ACOMPANHAREM O MELHOR DA PESCA ESPORTIVA DIARIAMENTE!
  2. BASE OPERACIONAL PIMENTA FISHING TELES PIRES PACOTE DE PESCA A operação abrange 3 rios Localizado na confluência dos rios Teles Pires, São Benedito e Apiacás, hoje considerada o melhor ponto de pesca do Rio teles pires (Abaixo das hidrelétricas) e a operação muito bem elaborada! Base operacional Pimenta fishing Jacareacanga - PA, 68195-000 https://goo.gl/maps/6oraCuNz1h8253DQ9 O receptivo é feito na cidade de alta floresta MT onde se inicia o translado até a pousada no dia seguinte da chegada com uma recepção muito bem organizada. Na chegada uma vam do *hotel Resort floresta amazônica* estará aguardando o grupo desembarcar e o mesmo será levado a uma churrascaria para almoço. Após a vam levará vocês até hotel e a partir daí estarão livres para fazer o que quiserem! https://www.fah.com.br Até as 11:30 do próximo dia onde embarcaremos nas camionetes e seguiremos viagem até a pousada! Serão 160km aproximadamente: são 60km asfalto e 100km de chão Chegaremos no Porto do São Benedito as 15hs aproximadamente e a partir daí será o transfer por água! Desceremos o São Benedito ate o Teles pires e com chegada aproximadamente às 16:30 na pousada! Nossa estrutura: Nossos Apartamentos: Nossa culinária Café da manha Almoço e jantar Incluso no pacote: ➡05 dias de pesca completo em suítes com capacidade de até 04 pessoas ➡Ar condicionado nos quartos ➡chuveiros água quente ➡Wi-fi livre ➡03 refeições diárias (Café da manha, Almoço e jantar) e petisco na chegada a tarde. ➡Bebidas (Agua, Cerveja e refrigerante) livres. Obs.: Cervejas amistel, refrigerantes linha Coca cola. ➡Barcos de 6 metros todos equipados com cadeiras, caixas térmicas, petisco, coletes salva vidas e motorização 15 a 25 HP. ➡Guias devidamente treinado e conhecedor da região ➡Gasolina sem limites ➡Isca branca disponível na época ITENS NÃO INCLUSOS Hotel e refeições em Alta Floresta Translado Alta Floresta/Ponto de apoio/Alta Floresta Isca viva (minhocoçu e tuvira) disponível por encomenda Chumbada (podendo adquirir na pousada) Bebidas destiladas (Pode-se trazer ou encomendar) Carteira de pesca embarcada Datas disponíveis JULHO 03 A 09 - 08 VAGAS AGOSTO 01 A 07 - 08 VAGAS 11 A 17 - 12 VAGAS 18 A 24 - 12 VAGAS 25 A 31 - 12 VAGAS SETEMBRO 10 A 16 - 12 VAGAS 24 A 30 - 12 VAGAS Valores Valor do pacote de pesca: R$ 4.900,00 - 5 DIAS COMPLETO DE PESCA ➡ Formas de pagamento: 20% no fechamento do contrato 40% com 30 dias antes da data 40% com 03 dias da chegada ou em dinheiro na chegada em Alta floresta. Cronograma da operação: 1º dia chegada em Alta floresta com pernoite *não inclusa no pacote* 2º dia sai após almoço com chegada prevista no ponto de apoio às 16:00 3º dia pesca Teles Pires 4º dia pesca Teles Pires 5º dia pesca Teles Pires 6º dia pesca Teles Pires 7º dia pesca Teles Pires 8º dia retorno para alta floresta após café da manhã Uma amostra dos peixes que são capturados em nossa operação: *Obs: A partir do mês de junho incluso 1 dia de pesca no Rio São Benedito: pesca Tucunare e Trairao.* ➡Sai de manhã com almoço no Rio e retorno no final da tarde. Para maiores informações, de valores e datas disponíveis Fale conosco: WhatsApp +55 66 99983-8896 vivo com Carlos E-mail: pimentafishing.destinos@gmail.com BitTorrent.lnk
  3. Carretilha Penn 225LD (made in USA) Valor: R$ 450,00 Carretilha em perfeito funcionamento, com poucas marcas normais de uso conforme fotos. Nunca foi utilizada em água salgada. Adquirida da Pennraiba e portanto com discos de carbono reforçados (10 discos). Está abastecida com 300m de linha multifilamento 4X de 0,47mm. Acompanham todos os acessórios originais (clamp, manuais, caixa e chave). Manivela direita. Freio Lever-Drag. Troco por carretilha perfil baixo com manivela esquerda. Anuncio no ML para facilitar o pagamento se o comprador preferir, mas com a adição dos encargos cobrados pelo site. Moradores de Curitiba podem verificar pessoalmente. https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1213358007-carretilha-penn-225-l-d-direita-made-in-usa-_JM
  4. Grandes e antigos amigos do FTB ! -A muito tempo nao venho aqui ( já fazem alguns anos hein Kid ?! ) , os anos se passaram e muita coisa aconteceu ! Aquele garoto pescador de Piraíbas apesar de estar 'sumido'ainda estou aqui ! Pescando como sempre , e dessa vez com uma novidade ! Nos últimos tempos , estive pescando com muitas pessoas, amigos e amigas que nunca haviam ido a beira do rio , e sempre que eu fazia o convite para uma pescaria a resposta era : "'Pescaar? Ahhhh , não sei nao !" e sempre com muita conversa acabava convencendo as pessoas ! Foi nesse cotidiano que eu reparei uma coisa que eu ainda nao havia reparado ! As pessoas AMAM pescar , mas muitas vezes elas nao sabem como REALMENTE É uma pescaria ! Foi ai então que eu tive a ideia de criar o meu canal no Youtube ! O lançamento será no dia 20 de Fevereiro e estarei tentando mostrar um pouco do LifeStyle da pesca, e nao uma simplesmente incansável busca pelo peixe! Não , é isso ! É muito alem do peixe! Tentarei relatar essa influencia da pesca na vida das pessoas através de Episódios gravados nos Estados Unidos ( estou aqui a um mês e ficarei mais 3 ) . Atravessando da Florida ( Costa Leste ) ate a California ( Costa Oeste ) pescando nos mais diversos Habitats e gravando tudo ! Tentarei mesclar 1 Episodio Brasil e 1 Episodio Estados Unidos, sendo assim episodios semanais! Muita energia positiva , em lugares incríveis atras das mais diversas especies ! Lhes apresento: Carocinho - FISHING VIBES (Se puder , reproduza o video na maior qualidade !) Lançamento: 20/02/2019 Acompanhem mais Stories dessa viagem, cruzando e pescando pelos Estados Unidos pelo Instagram: @fishingvibesbr @carocinho Se gostou da ideia ? Se inscreva no canal e no Insta ! E nao deixe de dar uma olhada e me passar o seu FeedBack ! Obrigado a todos pescadores !
  5. Olá amigos pescadores. Mais uma vez estivemos no melhor lugar do mundo, nossa querida Amazônia. Só que esse ano a Parcerada escolheu fazer uma pescaria diferente das dos tucunarés (mais nem tanto kkk) e fomos atrás das lendárias e famosas Piraíbas do Suriname. Nosso destino foi o Piraíba Lodge, as margens do Rio Courantyne administrado pelo gente finíssima Diógenes Hoffman, da 3HFishing. Fechamos essa pescaria a 2 anos atrás, quando voltamos do Trombetas e o Chefe, como ele é chamado, sempre nos auxiliando e respondendo nossas dúvidas com muita prestatividade. Vlw Chefe, foi top!👊. O ponto de partida é Belém-PA. Depois pega-se um voo comercial para a capital do Suriname, Paramaribo e de lá, no outro dia, um voo fretado pras margens do Rio. Pousando, pega a canoa e sobe o rio 25 min. e tá no Lodge. A pousada é top. Na beirada do rio, com alimentação excelente, conforto, limpeza, tira gosto e cerveja gelada. Tudo e mais um pouco do que a gente precisa pra passar uma semana com vida de rei. Além da nossa turma, foram mais 4 pescadores de SP. Povo gente boa d+++++. A turma: Da dir. p/ esq.: Dudu, Rodrigo, Baita, Guile, Heitor, Eu, Rafão e Rafa . A pousada: A vista: A pescaria: Além da piraíba, também pega dourada, pirarara, surubim, piranha(tem pouca), corvina, tucunaré e até tarpon, por conta da foz Rio Corantyne estar perto da pousada (aprox. 100km) e com isso os tarpons sobem pra procurar comida. E eles foram nossos peixes escolhidos pra se pescar no primeiro dia pois tinha cardume muito grande por perto e lá ficamos o dia inteiro e como ele é muito difícil de se fisgar, apenas um embarcado, várias linhas estouradas e quase todas as iscas artificiais, que já eram poucas, perdidas. Apenas o Rafão deu cagada e tirou um : Logo no segundo dia nós subimos 4hrs rio acima pra um hotel abandonado no meio da floresta pra um dos lugares mais bonitos que já pesquei na vida: a Cachoeira Wonotobo. Lá foi o lugar das piraíbas. Saíram várias, outras várias perdidas e muitas histórias. A cachoeira: São várias quedas d´água correndo entre a mata formando um emaranhado de cachoeiras e poços onde as piraíbas ficam. É impressionante o tamanho e a beleza desse lugar. E tem uma trilha em meio a mata fechada que leva pra cima das cachoeiras. E que a gente não poderia deixar de fazer: O hotel abandonado fica localizado na Guiana, que faz divisa com rio do Suriname, onde os guianos o fizeram pra levar clientes pra observar os pássaros e a cachoeira e que serviu de acampamento de luxo pra gente por 4 dias e 3 noites muito bem dormidas nas redes e escutando o barulho da cachoeira quando o Rodrigão e o Dudu davam um tempo no ronco kkk. A vista: Os peixes: A maior, pega pelo Baita. 02 metros de força bruta: Minha maior, 1.90m: Não sei a ordem dos dias e nem os lugares certos que saíram os peixes por isso coloquei de forma aleatória. E também não me lembro a medidas dos peixes da turma, mais sei que saíram monstras pra eles também. As raras Douradas, que na nossa semana não foram tão raras assim: Essa Dourada do Guile era monstra só que na hora do embarque escorregou e escapou, ficando só a foto da cabeça 2 cores da bitela: Vimos uns tucunas caçando e como a carne é fraca....: Mais algumas fotos: Falo nada Os poço: Na espera dos couros, Baita fazia a festa com os peixin: Nossa Amazônia: E assim foi nossa pescaria atrás das Piraíbas gigantes. Todos nós pegamos os troféus de que fomos atrás. Se fosse aqui no Brasil, acho que iria demorar muitos anos pra todo mundo conseguir tirar o seu. Triste realidade. E nós tivemos muito, mais muito peixe perdido. Mais que o dobro do que pegamos. No meu caso, a minha falta de experiência com esse peixe fez com que eu perdesse seguramente 2 piraíbas gigantes. Uma tomou 60m de linha da minha carretilha em 30s porque havia apenas 180m de linha e são necessários uns 250m(teimosia minha). O outro não consegui tirar o nó da que eu mesmo dei na árvore pra segurar o barco e perdi o peixe na corrida. Uma piraíba de médio porte, toma mais ou menos uns 30, 40m de linha na arrancada. Uma maior toma 50, 60m e tem que sair com o barco atrás. Uma mínima bobeira do pescador o peixe escapa. E também tem a chance do peixe, que estoura a linha nas pedras ou na arrancada, abre o anzol, estoura o leader, quebra vara(aconteceu) e vários outros fatores. Por isso também esse tanto de peixe perdido. Mais eu gostei muito desse tipo de pescaria, já fiz pescaria de couro, mais nunca o dia inteiro. Vou voltar com certeza pra buscar essas monstras que me escaparam. Agradeço a Deus por mais essa oportunidade de fazer o que mais gosto na vida, que é pescar. A minha amada Cris, mãe do meu recém menininho(não foi fácil aguentar a saudade não) pela sua paciência com esse vício. Agradeço muito ao Diógenes e sua equipe pela semana fantástica. O Lodge e a pescaria são fora de série e com uma logística tão complicada, não falta nada e tudo funciona perfeitamente. Parabéns e cada vez mais sucesso meus amigos. Aos meus novos parças vlw d+++++++ turma. Vcs são 1000. Aos antigos foi top revê-los de novo e passar uns dias ai com vcs nesse paraíso. Mais uma pra conta moçada e que venha o Xinguzão e Argentina em 2019. Material mais utilizado: Carretilha ou molinete. Penn, New BG 6500 Daiwa, Thunnus 6500. Varas de 80 a 120lbs. Linha multi 100lbs. Leader 0.90mm na carretilha ou molinete e 1.5mm depois do girador. Espero que gostem e de ter ajudado alguém que queira ir pra lá. Abraço e sempre boas pescarias a todos!!!
  6. Fala rapaziada, Queria compartilhar um pensamento intrigante que ficou na minha cabeça desde segunda feira. Alguém assistiu o programa Momento da Pesca do Johnny Hoffmann no qual ele faz uma pescaria insana de Piraibas, douradas e pirararas de caiaque no Suriname? Pois bem, o episodio foi top. Mas fiquei com uma pulguinha atras da orelha sobre a soltura da monstra piraíba que ele embarcou durante a noite! Da pra perceber que ela estava muito cansada ainda durante a soltura, e não houve um fechamento bonito, com emoção, como normalmente o Johnny hoffmann faz apos suas grandes capturas. A cena eh cortada quando ele esta para liberar o animal q se move com dificuldade. Enfim, fiquei muito com a impressão de que esse peixe nao teve forcas para se recuperar, e ate por isso a cena foi cortada ate de certa forma estranha. Nao sei. Alguém ai mais viu e ficou com essa impressão? Abss.
  7. Caros parceiros, estamos indo para São Felix do Araguaia e alguém me falou que lá perto tem um município chamado Luciara que tem muita piraíba. Alguém conhece e confirma essa informação ? Obrigado desde já por qualquer informação...
  8. RECANTO TELES PIRES Temporada 2017 - Poucas datas disponíveis Local Localizado na confluência dos rios Teles Pires, São Benedito e Apiacás, hoje considerada o melhor ponto de pesca do Rio teles pires (Abaixo das hidrelétricas) Modalidade de pesca Pesca de fundo, pesca de arremesso (bait casting) e Fly fishing. Guias Atendimento considerado muito bom, todos com muito conhecimento na região Uma Expedição de alto nível especializada no incrível Hulk da amazônia (Tambaqui) Período de Pesca Por pertencer ao estado do Pará nesse ponto do rio não tem piracema, porem 100% pesca esportiva! Estrutura Nós contamos com um Loadge bem confortável com higiene e segurança, quartos com 4 camas box, ventiladores e suíte, cozinheira, arrumadeira um amplo restaurante e uma área para recepção após as pescarias com freezers e bebidas geladas. Barcos borda alta e motores de 25HP, Caixas térmicas, cadeiras e coletes salva vidas. Area externa Cozinha e restaurante Sala receptivo apos pescaria Quartos com Suítes Roteiro 1º dia Nosso Pacote Incia em Alta Floresta MT - 170km sendo 50 de estrada asfaltada e 120km estada de chão, feitos com camionetes f250 climatizadas com muito conforto até o porto, apos 40 minutos de lancha até o loadge. 2º ao 6º dia destinado a pesca, 7º dia após café da manha retorno. Detalhes do Pacote Incluso: - Translado* Partindo de Alta Floresta - Refeições - Tuviras e iscas brancas ( peixes ) inclusas. - Lanchas de 6m motorização 25hp com bancos, coletes salva vidas e caixas térmicas para cada dupla de pescadores - Gasolina sem limites - Bebidas: água, cerveja* e refrigerante. *Cerveja conforme especificado em contrato Valor R$ 4.500,00 por pessoa (Grupos de 12 pescadores) Datas 03 a 09 de junho 2018 - valor R$ 4.500,00 - (restam 12 Vagas) 02 a 08 de julho 2018 - valor R$ 4.500,00 - (restam 12 Vagas) 29 a 04 de agosto 2018 - valor R$ 4.500,00 - (restam 12 Vagas) Não incluso no pacote Equipamentos de pesca, licença de pesca, bebidas destiladas, gorjetas e outros itens não citados como incluídos. Maiores informações e detalhes Pelo whatsapp 66 98432-6694 ou pelo e-mail recantoteles@gmail.com
  9. Vc sai pra pescar, onde a maioria das pessoas não se conhecem e encontra pessoas tão bacanas, fazendo grandes amizades. Isso é uma pescaria!!! Primeiramente agradecer a Deus por me proporcionar tudo isso, também ao Grande Carlos operador de pesca, proprietário da famosa empresa pimenta Fishing, que teve essa iniciativa de nos proporcionar uma pesca esportiva sensacional, onde se esforçou muito pra nós atender da melhor maneira possível, se preocupando com cada um do grupo, se estávamos satisfeitos, se pegamos Peixes, a gasolina era a vontade pra ir atras dos monstros dos rios, uma culinária de dar gosto, bebidas extremamente gelada... E claro não deixar de falar do Guilherme Lobo, Vitor, João vitor , Ricardo, João, Barni, Carlão, o grande piloteiro Camisa e também jamais esquecer das outras pessoas q não citei o nome mas fizeram de tudo pra nos proporcionar uma pescaria tão especial... Agora é hora de mostrar e contar a minha aventura na Amazônia. Recepção de um parceiro pimenta fishing uniformizado desde aeroporto até o hangar Voo, "Que vista" Chegada na comunidade recepção do Carlos Subimos em um caminhão adaptado e seguimos para comunidade Descendo Onde tivemos a primeira reuniao e um almoço de boas vindas Após o almoço seguimos para pousada, 31km de estrada para subir nas voadeiras e atravessar o Igarapé partindo pra pousada pousada refeitório aqui nós recepcionava com petiscos e cerveja bem gelada dormitório Nosso jantar na pousada, só gente boa. comida maravilhosa piloteiros sensacionais, conhecem muito o rio. indo atrás dos bitelos meu amigão arrebentou nessa pescaria, teria fechado com chave de diamante se tivesse embarcado a piraíba q arrastou o barco, mas infelizmente ela escapou. grande carlos, vulgo Sergio reis,kkk grande amigo q fiz nessa pescaria. tropa de elite esse é o Barni, outro amigão q fiz nesta pescaria... acertou uma piraíba filhote. os campeões ... acertaram dois jaús com mais de 50kg é uma piraíba filhote.. grandes amigos , pescam muitos anos juntos... viraram meus amigos tbm, quero pescar com eles por muitos anos tbm Pesca e solta , essa é a ideia... o Peixe vale mais dentro d'Água do q fora!!! pai e filho, fazendo um belo dublê de trairão. Meus grandes amigos tbm João Vitor e vitor meu dublê , foi espetacular!!! grande camisa, foi nosso piloteiro, muitas histórias, muitas risadas, cara alegre, sangue bom pra caramba!!! Tamo junto camisa... Meu irmão de pesca, q venham as próximas... E assim termina a minha história aqui pra turma do bigua, indiscutivelmente a melhor pescaria da minha vida... q venham pescarias melhores... rio trombetas 2017... #pimentafishing
  10. No início de 2017 ficamos sabendo através de um amigo (Raimundo) que um novo conceito de barco para a Amazônia estaria em construção. As informações sobre o projeto e as imagens digitais preparadas para divulgação imediatamente nos levaram a decidir pelo Barco Zaltana. Entramos em contato com o Marcel da operadora Pescaventura, que havia fechado algumas semanas na alta temporada de 2017, especialmente em Novembro, que era o mês que nos interessava. A Pescaventura tinha as 12 vagas que precisávamos e fechamos o pacote. Como sempre, nossa turma tem algumas "demandas", que foram prontamente atendidas pelo pessoal do Zaltana e da Pescaventura, com uma pequena diferença de preço que, pelas dificuldades logísticas nos pareceram justas. Assim, garantimos que na nossa chegada iríamos embarcar com nossas bebidas de preferência: 72 garrafas de vinhos e champanhes (enviadas de Curitiba) e mais 432 garrafas longneck de cerveja heineken. Garantia de não passar sede! Embarcamos em Curitiba no dia 03/11/17 com destino a Manaus, onde iríamos pernoitar e encontrar o restante do grupo, que eram 6 clientes das empresas Pescaventura e Alfapesca. Partimos com os seguintes pescadores do grupo ÉNóisNaLInha/Pescadores de Verdade: Osmar, Rogério, Pedro, Zacarias, Luiz Cláudio, Eduardo, Germano, Carlos, Gurlan, João Manoel, Luís Mário e Fernando. Juntaram-se a nós o grupo da Alfapesca com Cristina (grande parceira e pescadora de fly), Kenji (Alfapesca), Pierre, Paulo, Luís Fernando e Dal Cim. Na chegada a Manaus nós fomos levados de Van pelo Jackson para o Hotel Mercure, depois fomos almoçar no Amazônico, fazer compras na Sucuri e iniciar os trabalhos de bar na Cachaçaria da Dedé do Shopping Manauara. Na manhã de sábado, às 06h00 já estávamos a caminho do aeroporto para embarcarmos em um Bandeirantes e um Caravan da Amazonaves. Voos tranquilos de 2 horas e chegamos a Santa Isabel do Rio Negro, onde nos aguardava a equipe de piloteiros do Zaltana (Côco, Paulista, Aldi, Isaac, Rádio, Bari, Ivan, Gato, Maruca e Nildo). Seguimos em caminhão "pau de arara" para o porto com grande ansiedade e expectativa por conhecer o nosso barco hotel. Na chegada já ficamos bastante impressionados, pois o barco é imponente em suas dimensões e cores escuras. Realmente um novo conceito para a região: grande e confortável sala de jantar, mesa de jogos, sofás, televisão e imagem via satélite, suítes com duas camas confortáveis e ar condicionado tipo Split, barcos tipo Bass para pesca com motores de 60 Hps, excelente área de convivência no terceiro piso com direito a ducha, bar,...., e o melhor, tudo novo! A ideia de barco grande parecia ir contra o conceito a muito tempo instalado de barcos estreitos e de pouco calado, mas o calado do Zaltana também é pequeno e as voadeiras do Zaltana, mais velozes, compensam a necessidade de um deslocamento entre pontos de pesca mais distantes (eu medi no GPS a velocidade média real de 45 km/h em nosso barco). A divisão de quartos, barcos e piloteiros é feita por sorteio, não deixando margem para reclamações. As regras do barco e da pescaria também são apresentadas logo na chegada pelo gerente Jeferson e mostram uma preocupação extra com a natureza, como a Cota Zero para comer tucunarés, praticada a bordo e aceita por todos nós. A equipe do Zaltana ainda contava com o Chef Paulo do “Fish Maria” que estava treinando a equipe de cozinha, o Comandante Guilherme, Imediato Negão, garçons Jairo, Jair e Leonardo, camareira Rose, entre outros. Em contato com o pessoal da organização já sabíamos que as condições de pesca tinham mudado muito em duas semanas e que o nível do Rio Uneiuxi, que era nossa preferência, havia subido um bocado. O Zaltana partiu a tarde em direção ao Uneiuxi e nós todos fomos preparar tralhas, conhecer nossos piloteiros (alguns já velhos conhecidos) e iniciar os trabalhos de bar. A Pescaria Às 05h00 da manhã já estávamos acordados e tomando nosso café da manhã, mas tivemos que esperar uma maior claridade e diminuição da neblina para sairmos às 06h00 (uma verdadeira eternidade!). No Zaltana existem duas espécies de concursos. No primeiro, o maior peixe de couro e o maior tucunaré fazem jus a troféus. No segundo, todos os pescadores que capturam tucunarés com pelo menos 20 libras recebem um cobiçado boné preto com a inscrição 20 lb. O primeiro dia não foi nada fácil, com pouca ação na sub e quase sem ação na superfície e para piorar o dia desabou em chuva durante todo o período da tarde. Mesmo assim, alguns tucunas foram embarcados com a utilização de iscas de sub e jigs (principalmente os confeccionados e vendidos a bordo pelo piloteiro Côco) sendo trabalhados rapidamente ou até no corrico. No segundo e terceiro dia o sol ardeu, mas a água não parava de subir. Fomos quase até o lago da placa e pedimos providências ao Jeferson, pois a marcação de nível deixada por eles cerca de 10 dias antes estava debaixo de 1,5 metros de água. Ao meu ver tínhamos que voltar para o Negro, mas deixamos a decisão para a equipe do barco, que acabou concordando e retornamos no final da tarde do terceiro dia, com navegação durante toda a noite e manhã do quarto dia para chegarmos ao Rio Negro. Nem por isso deixamos de pegar alguns belos peixes no Uneiuxi. Tendo saído o primeiro boné preto para o João Manoel e alguns belos exemplares de 16 a 18 libras para várias duplas, com destaque para o Kenji, que insistia na superfície e foi recompensado com belas capturas. Algumas curiosidades neste período ocorreram quando o Pedro largou a vara para pegar uma cerveja, durante o corrico, e bem neste momento (parece que os bichos ficam espreitando) um belo paca de 3 kg puxou levando a vara para a água. O piloteiro Côco não teve dúvida, atirou-se na água recuperando a vara e nadando e recolhendo ao mesmo tempo ainda conseguiu embarcar o peixe. Outra cena hilária foi quando na famosa pescaria de macaco, o jig passou por cima de um galho e caiu na água, sendo pego por um tucunaré - borboleta, e no recolhimento da linha rigorosamente “o peixe subiu na árvore”. Os pescadores Pedro e Luiz Cláudio embarcaram dois belos peixes de couro: um filhote e uma Piraíba com 1,40 metros e estimados 45 Kg. Obs: Faltam “secretárias” ou porta-varas nos barcos, para a pescaria de couro, mas fomos informados que em breve este problema será resolvido. Iniciamos o quarto dia pescando no Uneiuxi e após o almoço já estávamos disparando nossos barcos pelas inúmeras opções do Rio Negro. Serviço facilitado pela velocidade dos barcos tipo bass com motores de 60 Hps. Isto nos deu uma certa vantagem sobre os demais barcos, como o Angatu e Amazon Adventure, que também haviam retornado para o Negro. No final do quarto dia estávamos retornando para o Zaltana quando vimos uma luz piscando no meio do Rio. Achei estranho e pedi que o piloteiro Paulista nos levasse lá para verificar. Encontramos uma voadeira do Angatu em pane seca e com dois pescadores da turma Ratoeiras Team a bordo. Barco e pescadores foram rebocados e devolvidos sãos, salvos e quase sóbrios ao Angatu. No quinto e sexto dia no Rio Negro nos deslocamos por todos os lados e a pescaria ficou mais produtiva, foram ainda embarcados alguns belos açus na faixa de 15 a 18 libras (em especial pelo Gurlan, Eduardo, Kenji, Rogério e Luiz Claúdio). Observação: é triste ver a hipocrisia das autoridades que discutem nosso direito de pescar de modo esportivo, mas permitem que pescadores profissionais acampem nos lagos do rio Negro e espalhem suas redes sem nenhuma fiscalização (vimos isto em pelo menos 3 lagos, ente eles o belo lago da Pedra). Foram diversos Pacas, Açus, Borboletas e Popocas, além de Piraíbas, Filhotes, Pirararas, Bicudas/Cachorro, Piranhas, Traíras e Jacundás que fizeram a nossa semana feliz e nos ajudaram a recarregar as nossas baterias. Também encontramos uma Sucuri enrolada em galho e recolhemos um veado que parecia se afogar (vantagem de ter o vaqueiro Gurlan a bordo para laçar o bicho), mas que tão logo pareceu recuperado foi solto na margem do Rio Negro. Obrigado a todos pela paciência lendo nosso relato, pela companhia de grandes amigos nesta semana, à nossa família por entender nosso hobby preferido, pelos novos amigos que fizemos nas turmas Pescaventura/Alfapesca e Zaltana, pelas disputas de quem pega mais peixe com o Eduardo, pelas divertidas partidas de truco e cacheta, além das intermináveis seções de piadas capitaneadas pelos amigos Luís Mário e Germano. Graças a Deus todos retornamos em paz e com saúde para nossas famílias e prontos para enfrentar a vida e programar novas pescarias.
  11. Olá Amigos Pescadores. Estamos com 2 VAGAS em aberto para pescaria em Barcelos-Am. No Barco hotel Explorer, para 6 pescadores em 3 quartos duplos, sala de jantar climatizada e deck. DATA: 11 A 18 DE NOVEMBRO. Pescadores: 1-Francisco Jr 2-Reservada 13/10 3-Pedrinho Botelho 4-Douglas Andrietta 5-Preto Barcellos 6-Tales Peruchin Incluso no pacote (7 dias de duração, com 6 dias efetivos de pesca): Translados (em grupo) acima descritos. Pensão completa à bordo. Petiscos variados (queijos, azeitonas, pickles, salame, etc…), peixes (fritos, empanados, caldos, etc…), bolinhos variados, etc… Noite do luau. Água mineral (com e sem gas), sucos naturais, refrigerantes {Coca Cola (normal e zero), guaraná Antártica (normal e zero), guaraná regional, agua tônica, cervejas (skol e/ou brahma)}, caipirinha, tudo à vontade. Voadeiras com 2 plataformas, 2 cadeiras, geleira (água mineral, refrigerante e cerveja), motor de popa 25/30 hps, motor elétrico, bateria e guia p/ cada dupla de pescadores. Gasolina necessária para uma boa pescaria. Acomodações em cabines duplas , com ar condicionado. Restaurante com ar condicionado (split), home theater, tv LCD, máquina de gelo potável. Roupa de cama completa e toalhas de banho. Serviço de lavanderia (para roupas de pesca) à bordo. Não incluso no pacote: Passagens aéreas do estado de origem até Manaus e de retorno ao estado de origem. Telefonemas via satélite (temos Iridiun). Hotéis nas cidades Socorro médico. Materiais de pesca. Bebidas aqui não especificadas. Extras de caráter pessoal. Gorjetas e gratificações. Seguro viagem. Licença de pesca. Taxas. Tudo que não estiver mencionado no pacote Valor do pacote: R$6200,00 p/ pescador a partir de Manaus. Fotos de Peixes: Qualquer Dúvida e interesse, estou a dispor. Abraços
  12. Pessoal primeiramente quero me apresentar aqui , sou Joel de Piraju - SP, em 2016 estive pesquisando bastante sobre destinos de pesca e junto com informações do piloteiro Nica do grupo Só Piraíba decidi montar uma pescaria no belíssimo Rio Araguaia para junho de 2017. A região escolhida foi Luciara - MT, aos poucos fui convencendo os amigos sobre a probabilidade de se fazer uma ótima pescaria no Araguaia, grupo montado por 8 pescadores, Joel, Vitor, Osmar, Katatau (irmão), Fiori, Kakalo, Zé Carlos, Fernando. Definimos a pousada Cabana de palha pra ficar. Tralha toda pronta partimos pra viagem, 2 caminhonetes por 2 dias de viagem.. A pousada escolhida nos acolheu muito bem durante a estadia.. vamos pra pescaria, contratamos 2 piloteiros de fora pra piraíba (Nica e Mato grosso), e 02 pra pirarara, locais (matheus, Kabeça ).. Lembrando que foi a primeira vez no Araguaia pra 7 dos 8 integrantes do grupo.. A semana foi de muitas emoções, logo no primeiro dia foram fisgadas 4 pirararas que já serviu pra diminuir a adrenalina do pessoal,no segundo dia o coração do pessoal foi a mil quando saiu o primeiro filhote, Osmar e Vitor tiveram o prazer de fisgar a primeira da semana, que ainda reservava muitas emoções.. por falta de data com o Nica acabei fechando a pescaria com ele na semana do meu aniversário que se deu na quinta dia 08 de junho, cada dupla teria 2 dias de pesca com os piloteiros de Piraíba, estavam eu e meu irmão junto com o Nica no nosso segundo dia das piraíbas, acordei cedo bastante feliz por me sentir felizardo em passar um aniversário pescando no Araguaia, e pedindo a " Deus " que tivéssemos alguma ação durante o dia.. Logo no primeiro ponto não se deu mais que 15 minutos e a vara desceu quase beijando a água, a penn squall 50 era colocada a prova, meu irmão precisou fazer muita força pra tirar a vara da secretária e fisgou ferozmente por 3x, barco a solta começa a briga com a bruta, após uns 15 minutos meu irmão ja com o braço doendo me passou a maior tarefa que já tive, o rio estava baixando e o canal não era muito largo , depois de uns 30 minutos de intensa briga o Nica gritou ''ta enroscada'', confesso que mesmo com 35 graus gelei na hora, e percebi que poderia perder o peixe, depois de uns 5 minutos o Nica mostrando toda sua experiência o peixe soltou do enrosco, encostamos em uma praia e a briga se deu por mais uns 10 minutos até eu conseguir avistar o " Maior " presente de aniversário que poderia imaginar, uma belíssima Piraíba de aproximadamente 2 metros de comprimento. Um troféu que veio coroar a nossa pescaria, onde foram capturadas 27 pirararas, 04 piraíbas , tucunarés, douradas.. E se Deus quiser logo estaremos de volta a essa magnífica região.. Agradecimentos a Pousada cabana de palha, aos piloteiros Nica, mato grosso, matheus e Kbeça.. AMIGOS DA PESCA - PIRAJU - SP Tralha utilizada - varas mariner evolution 40/80 lbs, mariner giant fish 120 lbs, carretilhas penn 6/0, penn squall 50, shimano Tiagra 80,, anzóis mustad 10/0 ( piraíbas ), mariner 12/0 ( pirarara), encastoado 120/150 lbs, girador 100lbs.
  13. Editado pela moderação. Olá Márcio...é um prazer tê-lo em nosso fórum. Sinta-se em casa. Apenas quanto ao seu anúncio, temos uma sala específica para isto. Peço-lhe apenas que dê uma olhada nas regras antes de postar. Aqui a sala a que me refiro: http://www.turmadobigua.com.br/forum/forum/226-convites-de-pescaria/ E aqui as regras para votar dentro dela: http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/32684-regras-leia-antes-de-postar-para-depois-não-reclamar/ Qualquer dúvida é só me mandar uma MP. Abs.. Fabrício Biguá Editado agora por Fabrício Biguá
  14. Editado pela moderação. Olá Márcio...é um prazer tê-lo em nosso fórum. Sinta-se em casa. Apenas quanto ao seu anúncio, temos uma sala específica para isto. Peço-lhe apenas que dê uma olhada nas regras antes de postar. Aqui a sala a que me refiro: http://www.turmadobigua.com.br/forum/forum/226-convites-de-pescaria/ E aqui as regras para votar dentro dela: http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/32684-regras-leia-antes-de-postar-para-depois-não-reclamar/ Qualquer dúvida é só me mandar uma MP. Abs.. Fabrício Biguá
  15. Bom dia, amigos! Organizando a pescaria deste ano, comecei a rever as fotos e vídeos do ano passado. Resultado foi o vídeo abaixo (coloquem na resolução máxima): Seguem também algumas fotos: Local: Rio Araguaia (de Luiz Alves até a Barreira do Colombo) Época: 1 a 6 de maio de 2016 (lua minguante) Turma Zé Itagiba Guia: Adair Pescadores: Heleno e José Barco Hotel Piraíba A pescaria: A minha primeira pescaria no Araguaia foi no ano de 2009. Na ocasião, mesmo sem ter material de pesca adequado e quase nada de técnica, fomos premiados com duas piraíbas. Desde então, foram 5 viagens ao Araguaia, aprendi bastante nas pescarias e aqui no fórum, a tralha melhorou, mas nada da piraíba voltar. Perdemos algumas... Começamos a duvidar se teríamos de novo a mesma sorte... Em 2016 fomos abençoados novamente, desta vez com 2 filhotes e 1 piraíba. Só tenho a agradecer a toda turma, ao meu irmão e companheiro de pesca Heleno, e ao Adair, excelente piloteiro e amigo! A turma leva o nome do meu pai, grande pescador que infelizmente nos deixou para pescar nos rios do paraíso. Conjuntos: Heleno: Vara Intergreen Hematita 80 lbs + Carretilha Shimano Tekota 800 + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,85mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. José: Vara Intergreen Hematita 80 lbs + Carretilha Penn Fathom 60 + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,85mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. Adair: Vara 100 lbs + Carretilha Penn Squall 50 VSW + Cama de multifilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,92mm + Cabo de aço 200 lbs + Anzol 10/0 ou 12/0 + Assistent hook kevlar 350 lbs com anzol live bait 6/0. Conjunto reserva (para as pirararas): Vara Albatroz Dragons 80 lbs + Molinete Daiwa BG 90 + Cama de mulfilamento 100 lbs + monofilamento Max Force 0,82mm + Cabo de aço duplo 150 lbs + Anzol 12/0. Agora é esperar maio chegar para estar de novo com as linhas nas águas desse rio. Abraço a todos!
  16. Olá pessoal sou novo no fórum mas venho seguindo ele a muito tempo. Surgiu uma oportunidade para ir pescar em junho de 2017. Meu sonho é pegar uma Piraíba mas estou com algumas dúvidas de onde ficar. Rio Teles pires VS Araguaia, pousada Mantega e boa para pesca de Piraibas ou Luís Alves seria melhor? Qual pousada?, muita gente tbm fala sobre a asa Branca, como q e para pesca de piraíba? Também ouvi sobre a Kuryala e boa, alguém conhece? Sei q são muitas dúvidas lkkk mas agradeço quem puder responder.
  17. Pescaria entre 28 de setembro e 2 de outubro de 2015 Local - Pousada Meia Lua Piloteiro Josuel ("Zu") Peixe: Piraíba 1,86m Isca: papa terra Peixe fisgado no fim da tarde, brigou até anoitecer Esse ano deixei os açus um pouco de lado pra pescar com o meu pai e Deus me abençoou com essa captura que é um sonho antigo
  18. Olá Amigos Pescadores. Realizamos uma pescaria um pouco difícil pois o inicio da temporada não vem ajudando a todos pelo nível dos rios, mas saíram alguns bons peixes e como sempre a nossa Turma e a equipe da Tayaçu II nota 1000. Nossa Turma. Partindo em busca dos Bocudos. A nossa Casa na Pescaria. Agradecer a todos os parceiros que nos proporcionaram essa ótima viagem em especial a Tayaçu II e a Miraguaia Custom & Service. Vamos lá postar os peixes e a nossa viagem: Francisco Jr e Rodolfo. Vara de 5'8 pés 25lbs custom para hélices da Miraguaia Custom do amigo Renato Badejo. Varas Custom Top da Miraguaia de 25lbs 5'10 e pego na isca Sará Sará do Nelson Nakamura. Luis e Lautaro Butti. Fredy e Athayde. Uma das melhores horas da pescaria o belo luau montado pela ótima equipe da Tayaçu II. Equipe de piloteiros nota 1000 pescar com qualquer um deles de "olhos fechados". Para finalizar agradecer a todos que nos proporcionaram essa ótima semana ao lado dos amigos. Grande Abraço.
  19. TROMBETAS BUDGET LODGE RESTAM POUCAS VAGAS PARA A PROMOÇÃO DE LANCAMENTO! ABRIL - Peixes: Couro (Todos), pacu, trairão, cachorra entre outros R$ 4.900,00 (05 DIAS DE PESCA) Translado manaus/pousada/manaus (Táxi aéreo incluso) Datas: Abril 2017 19 a 25 - 5 dias de pesca - qua/ter (em aberto) – falta 8 vagas 25 a 01 - 5 dias de pesca - qua/ter (em aberto) – falta 8 vagas Incluindo também: - Refeições - Chumbadas e iscas brancas ( peixes ) inclusas. - Lanchas com bancos estofados e plataformas para bait casting. - Bebidas: água, cerveja* e refrigerante. - Pousada com ventiladores e duas camas por quarto *Taxi aéreo e Cerveja conforme especificado em contrato Objetivo Trombetas Budget Lodge é ser o pacote de pesca ideal para quem procura funcionalidade, aliada à um excelente custo-benefício.
  20. OLÁ AMIGOS PESCADORES. VENHO A RELATAR A ABERTURA DA NOSSA TEMPORADA NA PESCARIA QUE FIZEMOS COM A TURMA DO CHICÃO E AMIGOS DO HONDA NA INAUGURAÇÃO DO ÓTIMO BARCO AÇU III PARA 12 PESCADORES EM 6 CABINES, COM SALA DE JANTAR CLIMATIZADA E UMA ÓTIMA EQUIPE DE TRABALHO QUE COM CERTEZA VAI FAZER MUITO SUCESSO E TRAZER MUITAS FELICIDADES A NÓS PESCADORES. . A SITUAÇÃO DOS RIOS ESTAVAM UM POUCO COMPLICADAS, MAS COM A COMPETÊNCIA DA EQUIPE DO BARCO CONSEGUIMOS IR ATRAS E SAÍRAM BONS PEIXES PARA ALEGRAR MAIS AINDA A NOSSA SEMANA AO LADO DOS AMIGOS, PORÉM NÃO RECEBI A FOTO DE TODOS E VOU POSTAR AS QUE TENHO. BELOS AÇUZÕES DO AMIGO BRUNO. PEIXES DE COURO FISGADOS NESSA VIAGEM: REALIZANDO A PESCA ESPORTIVA: ÓTIMAS VARAS DO GRANDE PARCEIRO DA TURMA DO CHICÃO, RENATO BADEJO DA MIRAGUAIA CUSTONS. PARA FINALIZAR O BELO LUAU REALIZADO. QUE VENHAM AS PRÓXIMAS PESCARIAS PELA AMAZÔNIA SE DEUS QUISER, QUALQUER INTERESSE ESTOU A DISPOR... ABRAÇÃO
  21. Galera,não vou postar somente 1 mas sim 2 peixes,os maiores da minha vida até hoje. Apesar de no comprimento haver diferença,1,30 para a pirarara e 1,49m para a piraíba,acredito que os 2 tenham a mesma faixa de peso. Sempre muito difícil dizer o peso sem pesar rsrsrs,mas em 3 pessoas (eu,o parceiro e o guia) chegamos a um consenso aí de cerca de 45kg para cada....Nunca saberemos,mas sempre vamos achar isso kkkk! Ambos pegos no rio Araguaia,em Luiz Alves. Abços!
  22. Olá Amigos Pescadores. Vagas em aberto para a Turma do Chicão a bordo do ótimo Barco hotel Tayaçu II, um ótimo barco com conforto e acesso aos rios hospedando 10 Pescadores. 19/11 a 26/11 4 Vagas em aberto Valor do Barco Hotel R$5440,00 Voo Fretado R$1060,00 Ultimas Pescarias da Turma do Chicão no Tayaçu II: http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/39157-turma-do-chic%C3%83o-em-barcelos-no-barco-h-taya%C3%87u-ii-2015/ http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/34927-turma-do-chic%C3%83o-i-1415-em-barcelos-no-b-taya%C3%87u-ii/ http://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/35225-10%C2%AA-edi%C3%87%C3%83o-da-turma-do-chic%C3%83o-em-barcelos-no-taya%C3%87u-ii/ Pacote: Pacote de 7 dias com 6 dias de pesca. Recepção e 3 tranfers de van para o grupo em Manaus. No Sábado o embarque no aeroporto Eduardinho de Manaus com destino a Barcelos, estimado em 1 hora de voo. Recepção da equipe do barco hotel Tayaçu II no aeroporto e embarque para a estrutura do barco, a turma se acomoda nas suítes com os petiscos e o almoço será servido as 12h00. Após o Almoço a equipe de piloteiros estará aguardando os pescadores para sair para iniciar a pescaria. Domingo a Quinta após as 5h30 será servido o café da manhã e as 6 se inicia a pescaria. Por volta das 12h00 será servido o almoço com a opção de almoçar próximo ao ponto de pesca ou também poderá voltar para almoçar na Lancha. A partir das 18h00 será servido o Happy Hour e o jantar será servido a partir das 20h00. Sexta o café as 5h30 e a partir das 6h00 se inicia a pescaria até as 12h00 que se encerra. Incluso no Pacote: Bebidas (exceto destiladas) Comidas Gasolina Voadeira com 2 plataformas Motor de popa de 25hps Motor elétrico Guia experiente Restaurante e quartos climatizados Não inclusos Passagens aéreas do estado de origem até Manaus e de retorno ao estado de origem. Aéreo: Manaus > Barcelos + Barcelos > Manaus. Telefonemas via satélite (temos Iridiun). Hotel na cidade. Socorro médico. Materiais de pesca. Bebidas aqui não especificadas. Extras de caráter pessoal. Gorjetas e gratificações. Seguro viagem. Licença de pesca. Taxas. Qualquer dúvida e interesse estou a dispor. Email para contato- Franciscoformigoni@gmail.com Abraços
  23. O Reino das Piraíbas Gigantes Por Rodrigo Delage De volta ao Araguaia... rio sertanejo, parente irmão do meu São Francisco... Araguaia, casa de todos os peixes e bichos, território maior... e foi em busca da mãe de todos os peixes que partimos pela manhã ensolarada de junho. Saímos de Belo Horizonte eu, Rodrigo Delage, e o amigo Max Rosa, que iria pela primeira vez ao Araguaia, para nos encontrarmos em Goiânia com os amigos Odirlei Borin e Sr. Osmir, que vinham rompendo de carro pelo interior de São Paulo e Minas Gerais. Desta vez, partiríamos de Luiz Alves para descer o Araguaia até um ponto determinado, a partir do qual seria iniciada a busca pelo maior desafio encourado de nossas águas, a lendária Piraíba. Tetéu e Tatinha, dos irmãos “Só Piraíba”, eram os guias que nos levariam até elas... A descida era por mim aguardada... descortinaria novas águas... novas paragens além daquelas outrora já tanto navegadas. E assim partimos, após uma noite de confraternização em Luiz Alves com os pescadores Diego, Felipe, Dudu... que nos animaram com a notícia de muitas ações... os peixes tinham aberto o comedor... cardumes estouravam por todo o Araguaia. Saindo... ainda no escuro da madrugada... A barra do dia ia pintando de vermelho o céu de estrelas que nos abrigara durante a noite... a medida que clareava, meus olhos começavam a identificar aquelas águas... três furos, barreira da bem-vinda, barreira terra do sol, Fio Velasco... olhei à esquerda e vislumbrei a ilha onde fica a antiga “Pousada do Wilson”, veio à minha lembrança a figura amiga do finado Sr. Wilson, que em tempos já antigos nos recebera em sua simplicidade, marcando em nossa memória um tempo feliz de descobertas e aventuras. A boca do Javaés com sua praia alta já impedia a entrada neste braço do Araguaia, que marca a cabeceira da maior ilha fluvial do mundo. Biguás, biguatingas, garças, colheireiros, craúnas, curicacas, maracanãs, patos corredores aos casais e as gaivotas, donas das praias do Araguaia, cruzavam o céu... Boca do Caracol, do Goiaba, do Comprido, Volta Grande, Rebojinho... Abaixo da Barra do Cristalino, após uma curva, me chama a atenção a movimentação no barco do Sr. Osmir e do Borin, enquanto o Tatinha apontava para a margem. Por questão de segundos, perdi um encontro pelo qual sempre esperei... uma bela onça pintada acabara de atravessar e rio e ganhava a mata... o Sr. Osmir chegou a vê-la... alguns segundos antes, conseguiríamos fotografá-la dentro d’água... Apesar do vento frio que obrigava o uso de agasalho com sol já alto no céu, a onça nos mostrava que os bichos de fora d’água estavam ativos... e pressagiava uma excelente pescaria. Jacaretinga em sua “praia privativa” Na primeira tarde de pesca, não houve ações de peixes grandes, contudo, os Mandubés, Barbados e Douradas pareciam querer nos mostrar que os peixes estavam ativos... era necessário persistir. A manhã seguinte seria conclusiva para decidirmos entre pescar, descer mais ou até subir de volta. Seria uma sondagem determinante... Amanhecendo... “E aí, será que vai sair peixe hoje?” Logo no início da manhã, um excelente sinal foi ver um grande cardume de papa-terras sendo caçado pelos botos na saída de uma ressaca. O ponto foi escolhido para a soltura das linhas e em menos de 15 minutos eu já brigava com uma Pirarara, o primeiro bagrão a nos dar as boas vindas. Mas como nosso alvo não eram elas, fomos caçar outro canto. O Araguaia impressiona pela largura, mundo velho de água... descemos a um ponto onde havia dois “furos”, braços de ilhas que nos permitem pescar em um trecho estreito. Soltamos a linha ao lado de um pé-de-banco onde as Douradas davam caça aos peixinhos, e, em pouco tempo, o alarme da carretilha tocava a música que dispara o coração de todo pescador. Outra Pirarara, que chegou a nos enganar brigando no meio do rio em zigue-zague. Após a soltura, descemos... Borin e Sr. Osmir estavam parados com o Tatinha no braço ao lado e, ao nos aproximarmos do barco, o sorriso no rosto deles não nos deixava dúvidas... tinham acabado de soltar uma Piraíba de exatos 2 metros! A felicidade foi geral... Sr. Osmir, sorrindo feito menino, nos disse que “nunca imaginava que ia ver um peixe desse tamanho”... Alegria total... era a certeza de que o rio pulsava ali, que seria possível encontrá-las... Borin e Sr. Osmir, segurando o batelão... Tatinha e Sr. Osmir... é peixe demaaaais Já no final da tarde, ao longo de uma praia, identificamos outro cardume de papa-terras subindo. Ao soltar as iscas, em pouco tempo, a linha do Max começa a esticar e sua vara deita no secretário... “ferra”! Era sua estreia nos grandes peixes do Araguaia. A briga estava estranha, o peixe parecia muito pesado e subiu à superfície ainda bem longe do barco... “Tetéu, esse peixe está laçado?”, “Tá parecendo...”. Já bem perto do barco, vimos ser uma Piraíba de porte médio, que subiu, deu uma rabanada e se livrou do anzol, que estava preso apenas em sua barbatana lateral, não sem antes nos dar um banho... apesar de não ter pousado para a foto, comemoramos o peixe, que nos deu novo ânimo para o dia seguinte... Araguaia, nome que significa “rio das araras vermelhas” dos carajás, araras em riscos de cores que alçam voo nos céus dos fins de tarde do Beérokan, pincelando tintas que não têm nomes na aquarela dos homens, em rosa, amarelo e carmim. “Roseosins de nuvens, noites do sertão” De novo o amanhecer se deu com um vento firme e persistente, que vinha da virada da lua nova para a crescente... a esperança era de que o peixe continuasse a comer. Paramos os dois barcos emparelhados, no primeiro ponto em que soltamos as linhas, onde os botos continuavam a perseguição às papa-terras, que voavam na fuga desesperada dos ataques. Poucos minutos se passaram até que o Borin tivesse sua primeira ação. Após o peixe deitar o caniço, contudo, a ferrada veio lisa... aooo sensação lazarenta, sô!!! Enquanto elucubrávamos o que de errado tinha sido feito, o peixe resolve conceder nova chance... nova puxada, mas agora com ferrada fatal... a carretilha grita e o barco é solto... no rosto do pescador, congelado estava o sorriso. Outra linda Piraíba embarcada... confesso que eu, nem na mais otimista das previsões, acreditaria nessa fartura de ações. Voltamos ao mesmo ponto onde o Max tinha perdido a Piraíba na tarde anterior. Soltamos as linhas e tivemos nova ação. Desta feita, o Max estreou com pé direito, oferecendo-lhe o Araguaia a sua mais preciosa oferenda... após uma briga de respeito, seguramos nos braços uma linda Piraíba. Max Rosa e sua estreia no Araguaia! Eu e Max Rosa, com a Piraíba Nova soltada de linha e foi a minha vez de ter na ponta da linha esse bagrão. Depois da peleia, encostamos o barco no raso e o peixe subiu... Tetéu chegou a baixar os óculos escuros para melhor divisar... parecia uma Piraíba, mas sua coloração era absolutamente diferente... Coincidentemente, na tarde anterior, falamos da extinta Dourada de couro, peixe que antes da construção da barragem de Tucuruí, dividia com as Piraíbas os canais do leito do Araguaia... Após melhor observar o peixe, chegamos à conclusão de que não se tratava da Dourada... a cabeça da Dourada difere bastante da do peixe que pegamos (uma perfeita Piraíba – Brachyplathystoma filamentosum), porém, quem sabe nesse peixe resistem alguns genes atávicos da extinta Dourada... ou até mesmo um hibridismo que possa ter ocorrido... seria interessante um estudo aprofundado... fica o registro e o alento de que, talvez, alguma Dourada ainda possa estar patrulhando as funduras do Araguaia... A Piraíba dourada... Mudamos novamente de ponto e, já depois do meio dia, paramos em um lindo pé-de-banco, com uma praia à direita... um forte rebojo fazia subirem paneladas de água no degrau que levava à parte profunda. Iríamos tentar pegar alguns Mandubés para o almoço. O barco do Borin já estava posicionado à nossa direita. Soltamos as linhas dos varões e enquanto tentava ferrar algum Mandubé, pude ver a brutalidade com que minha vara pesada foi levada e, antes de que fosse tirada por mim do secretário, a carretilha já esgoelava no alarme. Ferrei o peixe já com a plena convicção de que aquela seria a Piraíba que eu procurava... estava na ponta da linha o meu peixe da pescaria... Soltamos o barco enquanto, em trabalho de equipe, o Max recolhia as linhas e ajeitava as coisas para a briga que se iniciava. Não rumamos na direção do peixe, que tirava linha da carretilha em demonstração da mais pura força e valentia. Enquanto brigava, lentamente o barco era posicionado e direcionado para a parte rasa, a partir de onde seria disputado o cabo de guerra. São estes os momentos pelos quais tanto esperamos e que nos parecem uma eternidade... a ansiedade era para ver a cara do peixe que, após exaustiva batalha, encostava nos braços do guia que entrara no rio para imobilizá-lo. Pulei no Araguaia para também por as mãos na dona daquelas águas. O Borin também entrou para ajudar a levantá-la, pois eu e o Max, sozinhos, não conseguíamos suspendê-la para as fotos. Após me “afagar” dando uma bela lapada na minha cara com sua caudal, o peixe estava pronto para a soltura, absolutamente recuperado. Ao liberá-la, novamente o peixe mostrou sua agressividade, despedindo-se com outro golpe, exibindo a sua força e resistência. Indescritível a sensação... um mergulho no Araguaia para lavar corpo e alma. Max Rosa, eu e Odirlei Borin... com a lendária Piraíba. Tetéu, eu, Rodrigo Delage, e a Fera. Logo após, encostamos para o almoço... vimos que não tínhamos levado o sal... não tem problema, nunca um arroz com carne sem tempero foi tão gostoso... Amanhecendo mais um dia... No dia seguinte, o pau continuou caindo a folha... logo pela manhã, após soltarmos as linhas em um furo bastante estreito, arremessei minha varinha em busca de algum peixinho. Anzolzinho de mandi iscado com uma tirinha de peixe. Não demorou para ferrar alguma coisa que desceu desembestada... “O quê que você ferrou ai, Boy???” Eu: “Solta o barco!”... “É Filhote!” Eu: “Vamo que vai acabar a linha!... Acabou... precisa soltar mais não... pega uma cerveja pra mim aí, Max...” Kkkkkkkk... Em quinze segundos o peixe levou os cem metros de multi 40 libras de minha carretinha... sem chance pra mim!!! À tarde, voltamos à praia onde estava o cardume de curimbas. E o Max estava inspirado... chique demais... nesse período, ele pegou duas Piraíbas, sendo que a segunda, ainda bem pequena, nos dá a garantia de que elas novamente estão se reproduzindo no Araguaia... a natureza deu seu jeito de perpetuar-se. Além disso, ele ainda brigou bastante tempo com outro peixe, mesmo após sua carretilha (uma PENN Squal 30) ter aberto o bico. A carretilha, no seu segundo peixe, quebrou a trava da manivela sem qualquer esforço extraordinário, o que nos causou estranheza, levando a crer tratar-se de algum defeito de fabricação. Mesmo trabalhando com a carretilha quebrada, quando a canoa já estava sendo levada ao raso, a linha quebrou, provavelmente em razão de algum pique ou ralado feito por obra das famigeradas piranhas. Prova de que as Piraíbas estão se reproduzindo no Araguaia. Nesse dia o Borin protagonizou fato até então inédito para mim... em determinado ponto, o peixe bateu em sua isca enquanto ele recolhia a linha, sendo ferrado pela lateral... mais uma bela Piraíba! Imagina o quanto brigou ferrada desse jeito! E depois, eu é que sou o “largo” da estória... kkkkkkk Sr. Osmir e Odirlei Borin, com mais uma bela Piraíba. O retorno ao pouso, após essa fartura toda, era sempre com o estado de espírito em festa, para apreciarmos as mais belas araras vermelhas desenhadas no céu... “e lá se vai mais um dia no Araguaia... o Rio das Araras Vermelhas...” O dia seguinte foi de diversas ações perdidas... inacreditável... o Max e o Tetéu tiveram cinco puxadas que deram condição de ferrada, e apenas um peixe foi fisgado, já no final da tarde... “salvando” o dia com mais um belo peixe... Digo a vocês que não precisava de nada mais... o sentimento era de que fomos presenteados... No derradeiro dia, encerrei a pescaria ainda com uma Pirarara, que foi bem bebemorada durante o dia todo... hehehehe... Borin e Sr. Osmir ainda pegaram várias outras Pirararas, sendo alguns belos dublês... Odirlei Borin, Sr. Osmir e Tatinha, na tensão da briga com um dublê. Resultado da briga. Mais um dos diversos dublês de Pirarara que aconteceram. Eu e minha última Pirarara da pescaria. E assim começamos os preparativos da volta, plenos de espírito. Gratos a todos que fluíram para que desfrutássemos desse presente.... voltávamos com os braços doloridos das batalhas, como que a nos forçar lembrá-las a cada movimento que fazíamos... ao todo foram 9 Piraíbas e 21 Pirararas... Max e mais uma bela Pirarara. Agradeço ao Borin e Sr. Osmir, pela carona, amizade e parceria! Ao Max, por topar a empreitada. Agradecemos especialmente aos Guias “Só Piraíba”, Tetéu e Tatinha, que nos colocaram cara a cara com as feras... Até o próximo encontro, Beérokan...
  24. Olá amigos do FTB; Esse é meu primeiro relato de pescaria aqui no FTB e gostaria de compartilhar um pouco de nossa aventura pelo rio Araguaia. Período: 24 à 30/05/2015 – seis dias e meio de pesca. Local: Rio Araguaia – trecho entre Luiz Alves-GO à São Félix do Araguaia-MT Pescadores: Adair, Cleison, Edson Franco, José Roberto, Macedo, Ricardo, Rogério e Tassio. Guias: Cleiton, Mário, Miguel e Samuel. Estrutura: Barco Hotel Pirarara – http://www.barcohotelpirarara.com.br Na expectativa de repetir nossa expedição de 2013 (www.turmadobigua.com.br/forum/topic/29179-piraíbas-e-pirararas-do-araguaia-biguá-team-amigos), partimos rumo à São Félix do Araguaia na manhã do dia 24/05. O rio estava bem cheio para a época mas, mesmo assim, conseguimos capturar bons exemplares ao longo da expedição. Nosso foco não era exclusivamente os grandes peixes de couro, procuramos fazer uma pescaria diversificada, aproveitando a grande variedade de peixes do rio Araguaia. Ao longo dos 6 dias e meio foram capturadas 3 piraíbas, 11 pirararas e várias bargadas, tucunarés, mandubés, corvinas, cacharas, matrinxãs, bicudas, douradas e barbados. Gostaria de agradecer à todos pela companhia nessa expedição e que venham as próximas aventuras! Um grande abraço à todos. At.
  25. Prezados, Estamos no SURINAME com LODGE e ACAMPAMENTO TOP! Há uma semana em cada local para TURMAS, porém temos três oportunidades para quem vem sozinho em grupos com distintos organizadores: LODGE RIO CORANTYNE : Conheça o Rio: http://www.fishtv.com/programas/momento-da-pesca/rio-courantyne-a-casa-da-gigante-piraiba-1672 SETEMBRO : 4 A 11 - CHARTER INCLUSO - TURMA DO EDSON/JAU-SP OUTUBRO: 9 A 16 - - CHARTER INCLUSO - TURMA DO ANDRÉ/BH-MG - GRUPO FECHADO NOVEMBRO PAGA VOO CHARTER EXTRA $ 3.000,00 por TURMA Piraíbas ( gigantes ), piraras, surubins e tucunarés ( espécie com máximo de 5 a 6 kg ) e até tarpons dependendo da maré. O pacote é: 1 dia : chega de manhã, toma café e visita a loja de pesca que tem lá. Almoça e pega o vôo e lancha para a pousada. 2 a 6 dia : pesca ( 5 dias ) 7 dia é free na pousada ou paga mais USD 150,00 pra pescar o dia inteiro. 8 dia partida ou um dia em Paranimbo para jantar, banho e volta pra casa. refeições, bebidas, chumbadas e iscas naturais inclusas. Lanchas com motor 40 HP Ar-condicionado e internet Apartamento duplos com camas 2 x 1,20 mts . Tarifas: Grupo: 2.600,00 por pessoa em grupo Sinal: U$ 350,00 por pessoa. ACAMPAMENTO TOP - RIO Coppename Conheça o Rio: http://www.fishtv.com/programas/momento-da-pesca/piraiba-em-aventura-no-suriname-1268 DATA: 21 A 27 DE NOVEMBRO - 2 vagas com Diógenes/Carazinho-RS TURMAS NOVAS: 6 PESCADORES. ( Mínimo e Máximo de pescadores ) Trajeto de 1 hora de carro e depois mais 1 hora de lancha. BARRACA DE 6 PESSOAS ONDE SOMENTE DUAS DORMEM EM COLCHÕES NORMAIS. O pacote é: 1 dia : chega de manhã, toma café e visita a loja de pesca que tem lá. Almoça e pega carro e lancha para o acampamento. 2 a 6 dia : pesca ( 5 dias ) 7 dia partida ou um dia em Paranimbo para jantar, banho e volta pra casa. refeições, bebidas, chumbadas e iscas naturais inclusas. Lanchas com motor 40 HP Tarifas: Duas pessoas no barco: US$ 2.000,00 por pessoa. Sinal: US$ 200,00 Piraíbas ( gigantes ) e tucunarés ( espécie com máximo de 5 a 6 kg ) e até tarpons dependendo da maré. CONTATOS INBOX Diógenes Hoffmann (054) 9644-5454/whatsApp
×
×
  • Criar Novo...