Ir para conteúdo
Fabrício Biguá

[Tucunaré Açu] Recorde mundial - NÃO ACEITO - Nov2017.

Posts Recomendados

949c07d9-d383-4d77-8170-a75042bd5ae9.JPG

 

O peixe capturado no final do ano passado no Marié não foi aceito como recorde mundial perante a IGFA.

Chegamos a comentar aqui no fórum a captura feita. Aqui o link:

Segundo o formulário da IGFA, faltou o envio do pedaço da linha utilizado na captura, além do peixe ter sido pesado somente dentro do barco, o que, segundo as regras, não deve ocorrer. O peixe deve ser pesado em terra firme.

IMG_1466.JPG

 

Tenho a certeza q muita fofoca está rolando na internet, mas o que me causa estranheza, foi o fato de o pescador que capturou o peixe ser um membro da IGFA. Não sei se é fofoca também, mas as informações que recebi na época davam conta de que ele (o pescador) era um representante da IGFA no país dele. Como que um representante, conhecedor das regras, daria um "mole" destes!??!

Bem, não foi desta vez, mas vamos todos continuar tentando..:good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já achava essa história estranha antes de negarem a homologação... agora então, confirmei que realmente é muito estranha...kk

Uma operação caríssima... um guia índio e um guia branco, réguas IGFA para homologar os records, bem como o boga grip original, ou seja, estão prontos para isso... e me fazem uma cagada dessas? 

Como disse o @Miron Júnior tem caroço nesse angu...kkk

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que me contaram (não sei se é verdade) mais achei interessante é que a primeira verificação a ser feita é a da balança, ou seja, o processo "passou dessa fase" dando indícios que o peixe realmente tinha o peso que foi divulgado.

Outra coisa interessante é o comportamento dos pescadores perante ao fator "comprimento do peixe", vi pessoas indignadas por conta do peixe ter 14Kgs com apenas 88cm (lembrando que o atual record tem só 6cm a mais com 1Kg a menos). Basicamente os pescadores absorveram cegamente como regra o comprimento do peixe como certeza que ele é o mais pesado, dai fiquei pensando se temos homens com 2 metros de altura mais leves que homens de 1,80 metros, imagina peixes? enfim são opiniões...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Rogério...houve esse boato mesmo.

Claro q é sempre complicado dar peso para o peixe dos outros, principalmente quando o fazemos através de fotos...Em nossa última pescaria eu e o Marquinhos pegamos dois peixes de 83cm na sequência. Um deles tinha 20 libras e o outro 18 libras...Pior, olhando nas fotos eles pareciam ter no máximo 14lbs. oloko::

Agora, um peixe de 31lbs, sério mesmo, tinha q passar fácil dos 90cm.

E só para deixar claro q a grande maioria dos pescadores conhecedores dos Açus que conversei não ficaram com "inveja" do peixe capturado, na verdade o que todos esperam é q um novo recorde aparente ser um monstro. Várias monstros foram capturados desde o último recorde. Verdadeiras jacas, peixes maravilhosos....No fundo, no fundo, este negócio de recorde ficou foi chato....ou melhor, a pesca está ficando cada vez mais chata e os grupos de amigos se desfazendo. :suicide:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Minha humilde opinião:

PRA QUE SERVE UM RECORDE DESSES???doeu::

Pra mostrar pra todo mundo que você tem alicate de 700 conto,tem régua homologada,conhece tudo sobre essa organização IGFA,pesca em lugares caros e é um grande "mestre da pesca"???? E bla bla bla,bla bla bla,bla bla bla.....

Me perdoem os recordistas homologados,sem querer desmerecer ningúem,pois no fundo,conseguir tirar um peixe grande da água realmente exige maestria e o mínimo de experiência....Mas, o que se ganha com isso???? Contar pros amigos que você pegou o maior???Me perdoem novamente,mas pra mim a pesca é muito mais do que isso,tem um significado muito mais importante que essa "competição"....Pra mim a pesca que é algo que busca felicidade nas coisas simples da vida,na Natureza em si.....Não competição....

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

1 hora atrás, Cristiano Rochinha disse:

Minha humilde opinião:

PRA QUE SERVE UM RECORDE DESSES???doeu::

Pra mostrar pra todo mundo que você tem alicate de 700 conto,tem régua homologada,conhece tudo sobre essa organização IGFA,pesca em lugares caros e é um grande "mestre da pesca"???? E bla bla bla,bla bla bla,bla bla bla.....

Me perdoem os recordistas homologados,sem querer desmerecer ningúem,pois no fundo,conseguir tirar um peixe grande da água realmente exige maestria e o mínimo de experiência....Mas, o que se ganha com isso???? Contar pros amigos que você pegou o maior???Me perdoem novamente,mas pra mim a pesca é muito mais do que isso,tem um significado muito mais importante que essa "competição"....Pra mim a pesca que é algo que busca felicidade nas coisas simples da vida,na Natureza em si.....Não competição....

 

Cristiano,

Você tem sua razão. Mas tem gente que gosta, e isso é suficiente. 

O recorde serve para registro do maior peixe, e não para exibição de poder aquisitivo ou de capacidade de lidar com burocracia. E acredite, as pessoas (pelo menos, a maioria) não estão tentando bater recordes para se exibirem, é pelo desafio que foi imposto, que move muitas pessoas e é, em considerável parte, responsável pelo desenvolvimento de muita coisa que nos rodeia. Desafio é importante. 

Por exemplo, eu gostaria de ter recordes registramos em meu nome. Afinal, já superei do Tucunaré amarelo, da Aruanã preta duas vezes, do Vazzoleri uma dúzia de vezes... mas consegui transformar o meu desafio em outro ainda maior, o de levar meus clientes e eles conseguirem bater os recordes, tanto que estamos aguardando a homologação de 2. 

Claro que é caro para um brasileiro médio arcar com os custos de uma solicitação destas, mas para um americano pobre, não é, o processo é feito para a realidade deles, se tivéssemos um equivalente no Brasil, também não seria muito acessível e certamente muito mais corruptível. E a burocracia é chata, mas é importantíssima para a confiabilidade das informações. Se for só de falar, Tucunaré açu de 15 kg tem aos montes, azul de 6 kg tem aos montes...

No processo de recorde da IGFA, não vejo nenhum requisito como desnecessário. Não é como você abrir uma empresa no Brasil e ter que tirar dezenas de licenças inúteis. Existem burocracias boas e ruins. 

Quando eu pego um peixe enorme para a espécie dele, eu me sinto honrado pela oportunidade de encontrar aquele animal, eu reverencio aquela obra da natureza, tem um significado imenso para mim. Eu guardo para sempre na memória, suportada por fotos e, quem sabe, por um certificado de recorde. Afinal, que mal faz adicionar aquele certificado, emoldurado e protegido por vidro, na sua sala e ser “obrigado” a contar a história cada vez que algum amigo lhe perguntar o que aquele pedaço de papel significa?

Forte abraço.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Marcel Werner disse:

 

Cristiano,

Você tem sua razão. Mas tem gente que gosta, e isso é suficiente. 

O recorde serve para registro do maior peixe, e não para exibição de poder aquisitivo ou de capacidade de lidar com burocracia. E acredite, as pessoas (pelo menos, a maioria) não estão tentando bater recordes para se exibirem, é pelo desafio que foi imposto, que move muitas pessoas e é, em considerável parte, responsável pelo desenvolvimento de muita coisa que nos rodeia. Desafio é importante. 

Por exemplo, eu gostaria de ter recordes registramos em meu nome. Afinal, já superei do Tucunaré amarelo, da Aruanã preta duas vezes, do Vazzoleri uma dúzia de vezes... mas consegui transformar o meu desafio em outro ainda maior, o de levar meus clientes e eles conseguirem bater os recordes, tanto que estamos aguardando a homologação de 2. 

Claro que é caro para um brasileiro médio arcar com os custos de uma solicitação destas, mas para um americano pobre, não é, o processo é feito para a realidade deles, se tivéssemos um equivalente no Brasil, também não seria muito acessível e certamente muito mais corruptível. E a burocracia é chata, mas é importantíssima para a confiabilidade das informações. Se for só de falar, Tucunaré açu de 15 kg tem aos montes, azul de 6 kg tem aos montes...

No processo de recorde da IGFA, não vejo nenhum requisito como desnecessário. Não é como você abrir uma empresa no Brasil e ter que tirar dezenas de licenças inúteis. Existem burocracias boas e ruins. 

Quando eu pego um peixe enorme para a espécie dele, eu me sinto honrado pela oportunidade de encontrar aquele animal, eu reverencio aquela obra da natureza, tem um significado imenso para mim. Eu guardo para sempre na memória, suportada por fotos e, quem sabe, por um certificado de recorde. Afinal, que mal faz adicionar aquele certificado, emoldurado e protegido por vidro, na sua sala e ser “obrigado” a contar a história cada vez que algum amigo lhe perguntar o que aquele pedaço de papel significa?

Forte abraço.  

 

Uma das melhores definições sobre o que é capturar um recorde mundial que já tive a oportunidade de ler...palmas::palmas::palmas::

A ideia é essa mesmo....a de valorizar o peixe e não o pescador.

Querem um exemplo de como funciona assim e poucos enxergam a verdade?!?!
A turma q gosta de pescar uma determinada espécie de peixe sabe qual o peso do recorde mundial...mas duvido, duvido, q ele saiba o nome do pescador q o capturou...rsrs...Simples assim.

Só a parte de tucunarés açus de 15kg q vc pulou o "corguinho"....rsrsrs....Azul sim, tem muitos de 6Kg por aí.
Conheço muitos, muitos guias de açus, que antes zagaiavam, que nunca viram açus com mais de 12kg. O cara pescou/caçou açu por mais de 20 anos e nunca, nunca viu um peixe com mais de 12kg. 
Vez ou outra sai uma notícia de tucunarés zagaiados de 14kg por lá...mas muito raramente.

:good:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 horas atrás, Cristiano Rochinha disse:

Minha humilde opinião:

PRA QUE SERVE UM RECORDE DESSES???doeu::

Pra mostrar pra todo mundo que você tem alicate de 700 conto,tem régua homologada,conhece tudo sobre essa organização IGFA,pesca em lugares caros e é um grande "mestre da pesca"???? E bla bla bla,bla bla bla,bla bla bla.....

Me perdoem os recordistas homologados,sem querer desmerecer ningúem,pois no fundo,conseguir tirar um peixe grande da água realmente exige maestria e o mínimo de experiência....Mas, o que se ganha com isso???? Contar pros amigos que você pegou o maior???Me perdoem novamente,mas pra mim a pesca é muito mais do que isso,tem um significado muito mais importante que essa "competição"....Pra mim a pesca que é algo que busca felicidade nas coisas simples da vida,na Natureza em si.....Não competição....

 

Cristiano...tb respeito a sua opinião...só acho q vc misturou um pouco as coisas...rsrsrs

Nada tem haver usar alicate caro, ou ser especialista em IGFA ou estar em lugares caros. Muito menos mestre da pesca. Alguns recordistas, quando capturaram o seu recorde, não tinham a menor pretensão de acertar o maior já registrado.
Alicate de 700 conto é caro aqui, nesse País das bananas..Lá nos EUA ele custa $120, o q é plenamente compatível com um produto de qualidade q ele é. Se ele custasse R$ 120,00, vc acharia caro?
IGFA é confiável pq os caras tratam os recordes como uma biblioteca de informações e não como uma galeria de caprichos. Eles não tem fins lucrativos e não dependem de verbas do governo.
Lugares caros pode até ser, mas pq destruímos o q temos perto de nós. Te mostro fotos e mais fotos de peixes gigantescos capturados próximos as grande capitais, isso, há mais de 30 anos, ou seja, nós que destruímos nossos grandes exemplares...Não foram os recordistas que criaram zonas que só os abastados conseguem adentrar.

O pescador que captura um recorde só ganha uma singela lembrança, que é nada mais, nada menos, que um pedaço de papel....mas o mundo ganha uma informação importante sobre aquela espécie.

Competição de pesca é competição de pesca...Ter a sorte + competência para se acertar um recorde é outra coisa. Quem vai atrás de recorde dificilmente acerta. Como vc diz, pescar é muito mais que competição, que material caro, que blá-blá-blá-blá e outras coisas...Pescar é pescar...todo o resto (inclusive o recorde), é apenas um pequeno detalhe. joia:::

Tira essa mágoa do coração...rsrsr....:gorfei:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Fabrício Biguá disse:

Rogério...houve esse boato mesmo.

Claro q é sempre complicado dar peso para o peixe dos outros, principalmente quando o fazemos através de fotos...Em nossa última pescaria eu e o Marquinhos pegamos dois peixes de 83cm na sequência. Um deles tinha 20 libras e o outro 18 libras...Pior, olhando nas fotos eles pareciam ter no máximo 14lbs. oloko::

Agora, um peixe de 31lbs, sério mesmo, tinha q passar fácil dos 90cm.

E só para deixar claro q a grande maioria dos pescadores conhecedores dos Açus que conversei não ficaram com "inveja" do peixe capturado, na verdade o que todos esperam é q um novo recorde aparente ser um monstro. Várias monstros foram capturados desde o último recorde. Verdadeiras jacas, peixes maravilhosos....No fundo, no fundo, este negócio de recorde ficou foi chato....ou melhor, a pesca está ficando cada vez mais chata e os grupos de amigos se desfazendo. :suicide:

Fabricio, em 2015 eu peguei um gigante em Barcelos, com 93 centímetros... mas foi no auge da seca, e o peixe estava absurdamente magro. Pesou 9,750 kg. 

Pesquei 2 vezes no Marié, e a estrutura dos peixes lá é diferente. Os peixes lá são "quadrados", largos, gordos. Em novembro eu estava lá. O meu grupo entrou logo depois do grupo desse venezuelano. O avião que me levou, trouxe eles embora. O guia que pescou com ele nos contou do peixe e mostrou as fotos. 

Nessa mesma semana eu peguei 6 peixes entre 7,5 a 11,25kg. O maior mediu 86cm e foi esse que passou dos 11kg. Um senhor que estava no barco comigo pegou um de 88cm, e pesou 10kg.  Tem fotos no meu insta...  @paraisodapesca

Acho natural todos nós termos nossos "achismos", mas a verdade é que ainda sabemos pouquíssimo sobre esta espécie. Estudos mesmo, longos, com dados relevantes, pra entendermos sobre o comportamento e a fase do Temensis, não temos nenhum. É com certeza um peixe que vale o investimento.

Abração a todos!

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 horas atrás, Fabrício Biguá disse:

Rogério...houve esse boato mesmo.

Claro q é sempre complicado dar peso para o peixe dos outros, principalmente quando o fazemos através de fotos...Em nossa última pescaria eu e o Marquinhos pegamos dois peixes de 83cm na sequência. Um deles tinha 20 libras e o outro 18 libras...Pior, olhando nas fotos eles pareciam ter no máximo 14lbs. oloko::

Agora, um peixe de 31lbs, sério mesmo, tinha q passar fácil dos 90cm.

E só para deixar claro q a grande maioria dos pescadores conhecedores dos Açus que conversei não ficaram com "inveja" do peixe capturado, na verdade o que todos esperam é q um novo recorde aparente ser um monstro. Várias monstros foram capturados desde o último recorde. Verdadeiras jacas, peixes maravilhosos....No fundo, no fundo, este negócio de recorde ficou foi chato....ou melhor, a pesca está ficando cada vez mais chata e os grupos de amigos se desfazendo. :suicide:

"..No fundo, no fundo, este negócio de recorde ficou foi chato....ou melhor, a pesca está ficando cada vez mais chata e os grupos de amigos se desfazendo."

Voltando das sombras das pescarias para dar os parabéns ao Fabrício, perfeito pensamento!

Por motivos maiores me afastei das competições de pesca, e recentemente estive em um evento de lançamento de uma competição anual. Os questionamentos e as discussões(e bobagens) eram as mesmas e os autores eram os mesmos que me fizeram repensar a participação em competições. Em resumo uma verdadeira guerra de vaidades, pescar é bom, sem regras e com responsabilidade. Pesque,às vezes!Solte sempre!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 horas atrás, Fabrício Biguá disse:

Cristiano...tb respeito a sua opinião...só acho q vc misturou um pouco as coisas...rsrsrs

Nada tem haver usar alicate caro, ou ser especialista em IGFA ou estar em lugares caros. Muito menos mestre da pesca. Alguns recordistas, quando capturaram o seu recorde, não tinham a menor pretensão de acertar o maior já registrado.
Alicate de 700 conto é caro aqui, nesse País das bananas..Lá nos EUA ele custa $120, o q é plenamente compatível com um produto de qualidade q ele é. Se ele custasse R$ 120,00, vc acharia caro?
IGFA é confiável pq os caras tratam os recordes como uma biblioteca de informações e não como uma galeria de caprichos. Eles não tem fins lucrativos e não dependem de verbas do governo.
Lugares caros pode até ser, mas pq destruímos o q temos perto de nós. Te mostro fotos e mais fotos de peixes gigantescos capturados próximos as grande capitais, isso, há mais de 30 anos, ou seja, nós que destruímos nossos grandes exemplares...Não foram os recordistas que criaram zonas que só os abastados conseguem adentrar.

O pescador que captura um recorde só ganha uma singela lembrança, que é nada mais, nada menos, que um pedaço de papel....mas o mundo ganha uma informação importante sobre aquela espécie.

Competição de pesca é competição de pesca...Ter a sorte + competência para se acertar um recorde é outra coisa. Quem vai atrás de recorde dificilmente acerta. Como vc diz, pescar é muito mais que competição, que material caro, que blá-blá-blá-blá e outras coisas...Pescar é pescar...todo o resto (inclusive o recorde), é apenas um pequeno detalhe. joia:::

Tira essa mágoa do coração...rsrsr....:gorfei:

Amigos @Marcel Werner e @Fabrício Biguá,fiz essa postagem colocando o que é realmente minha OPINIÃO PESSOAL,já sabendo que muitos pescadores pensam diferente de mim,cada qual com suas razões,assim como as 2 opiniões bastante coerentes de vocês 2.

Tentar explicar aqui,através de escrita,é meio complicado,mas vou tentar:

O meu pensamento principal sobre esses recordes,é que isso,juntado à muitos outros acontecimentos atuais no mundo da pesca esportiva( que nem vem ao caso pra não estender mais ainda o assunto),só servem pra "tirar um pouco o verdadeiro significado da pesca" pra tirar um pouco daquele brilhantismo e mágica que a pesca sempre nos proporcionou...Vocês lembram quando pescávamos com nossos avôs????De quando fomos à nossa primeira pescaria com amigos e ou parentes longe de casa??? Bom,é isso que estou tentando passar....A evolução da pesca esportiva de forma natural está aos poucos tirando isso,colocando à frente coisas que não acho interessante,como essa busca por recordes,aperfeiçoamento 1000000% da indústria de materiais de pesca etc etc etc.....

Eu mesmo já perdi a conta de quantos tucunarés azuis com 60cm ou mais já peguei ou parceiros de barco pegaram,e nunca sequer tive vontade de tirar foto do peixe sendo medido,simplesmente porque acho que não preciso mostrar pra ninguém quanto mediu ou pesou aquele peixe pelo fato disso ser quase que insignificante pra mim...Quando estou no barco,claro que estou buscando um peixe grande,que pescador que não gosta de pegar peixe grande??? Mas estou na busca daquele peixão pra guardar em minha memória como MEU TROFÉU....A exibição obviamente virá para outros através de fotos,redes sociais etc....Mas guardo aquele momento como um momento meu...Uma espécie de presente da natureza pela minha insistência...Não como um prêmio diante de outros pescadores....

Mais uma vez ressaltando que essa é minha opinião e obviamente sei que muitos não pensam assim,e muito respeito o pensamento de todos.

Bom,talvez vocês até entendam minha resposta como uma "viagem total kkkkkkkk" mas é que pra tentar passar só um pouco sobre o que eu acho da pesca esportiva talvez seja necessário "viajar um pouco nas idéias mesmo"kkkkk....

E @Fabrício Biguá,pode ficar tranquilo que não tenho mágoa no coração não rsrsrs....Nem na vida pessoal tenho mágoa de nada,imagine então na pesca,que é onde vou com um único pensamento: ME DIVERTIR NA BEIRA DO RIO E TODO O RESTO QUE SE FO...AAAA....rsrsrsrs

Abraços!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Prezados Amigos Amantes da Pesca Esportiva.

na minha opinião uma homologação é apenas um detalhe em todo universo que compõe a Pesca Esportiva, como uma carretilha de 5 mil, uma isca de R$ 200,00, uma Pescaria de Hidro Avião e etc, porem quem pega um grande exemplar já é um vencedor e digno de aplausos. Mas o que temos de parâmetros para saber o que é grande, pequeno ou recorde são a instituições serias e com credibilidade que fazem este registro.

Agora para uma instituição tenha essa credibilidade ela tem que ter regras e procedimentos a serem atendidos e quem não se submeter as esses não terá seu grande exemplar homologado, falta sim conhecimento e interesse dos pescadores esportivos em buscar essas informações. No site da IGFA tem as informações e produtos necessários para homologar um recorde.

Se não me falhe a memoria a anuidade custa $ 40 dólares, a Régua em torno de $50 dólares e o Alicate $120 dólares referente as taxas não tenho informação, porem quem paga em media R$ 7.000,00 por uma pescaria na Amazônia (Pacote, Passagens, Materiais de pesca e Despesas com hotel) este investimento é muito baixo.

Para quem não importa com isso digo o seguinte:

"Continue Pescando, sendo Feliz e Divulgando a Pesca Esportiva"

Grande Abraço

Bruno Landim

 

Arquivos Regras IGFA.pdf

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia a todos.

Eu tenho como meu recorde pessoal, uma tucunaré de 21 lbs. ainda não consegui bater os 2 digitos, mas um peixe deste peso já é uma brutalidade. Quando estive no Angatu na minha primeira viagem pude ver a réplica do atual recorde mundial, o que me deixou de olhos arregalados pelo tamanho monstro que deveria ser, o que a meu ver seria muito maior do que este apresentado na foto. Mas deixando isso de lado, acho que que se propõe a tentar homologar um recorde, deve estar ciente das exigências a serem atendidas.

Portanto na minha opinião acho que esse peixe não é merecedor deste novo recorde, por este motivo não foram tomadas as devidas providencias para o envio de todos os itens exigidos pela IGFA. Com isso acho que foi mais um golpe de marketing para promover esta operação de pesca do que qualquer outra coisa, sendo portanto apenas um golpe publicitário.

É o que eu acho.

Espero que este peixe tenha sido liberado vivo!!!!

Abraços

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Independente do peixe ser ou não homologado e de nossas opiniões pessoais, seria muito bacana se a IGFA liberasse os dados referente a esse peixe... falo de fotos de comprimento, altura, largura, fotos da pesagem, modelo da balança etc.

No geral, quem quer record, quer! quem não quer, se diverte também... até mais que os que querem...rs... pouco importa. Mais se eu tiver oportunidade, "Eu quero".

Acredito no ser humano, e se eu ver os dados... acredito no peso e isso pra mim basta.

Na minha mente, sempre imaginei como seria um peixe de 14Kgs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 06/04/2018 em 10:08, Cristiano Rochinha disse:

E @Fabrício Biguá,pode ficar tranquilo que não tenho mágoa no coração não rsrsrs....Nem na vida pessoal tenho mágoa de nada,imagine então na pesca,que é onde vou com um único pensamento: ME DIVERTIR NA BEIRA DO RIO E TODO O RESTO QUE SE FO...AAAA....rsrsrsrs

Abraços!

Na verdade eu penso exatamente como vc...rsrsr...Claro q respeito seu posicionamento. Pra mim, pescar é isso.

Tenho apenas uma régua e um alicate da IGFA como forma de valorizar o peixe. Já vi muito peixe lindo, um verdadeiro monstro, que foi pesado naqueles alicates "meia boca". doeu::.... Ou seja, um peixe que num boga confiável pesaria 11kg ou mais, no meia boca daquele pesou 13kg, desvalorizando-o.

E eu, independente de onde esteja pescando, só uso iscas que eu gosto... Na AM em 99% do tempo uso hélice ou jumping minow, e na Serra da Mesa/Peixe e etc, em 99% do tempo uso Firestick...E isso durante torneio ou não....Se o recorde mundial quiser acertar minha isca, que se vire pra correr atrás dela....kkkkkkk

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, Fabrício Biguá disse:

Na verdade eu penso exatamente como vc...rsrsr...Claro q respeito seu posicionamento. Pra mim, pescar é isso.

Tenho apenas uma régua e um alicate da IGFA como forma de valorizar o peixe. Já vi muito peixe lindo, um verdadeiro monstro, que foi pesado naqueles alicates "meia boca". doeu::.... Ou seja, um peixe que num boga confiável pesaria 11kg ou mais, no meia boca daquele pesou 13kg, desvalorizando-o.

E eu, independente de onde esteja pescando, só uso iscas que eu gosto... Na AM em 99% do tempo uso hélice ou jumping minow, e na Serra da Mesa/Peixe e etc, em 99% do tempo uso Firestick...E isso durante torneio ou não....Se o recorde mundial quiser acertar minha isca, que se vire pra correr atrás dela....kkkkkkk

 

Grande Fabricio,você entendeu exatamente o que eu tentei dizer....Não são todos os que entendem,apenas os apaixonados pela verdadeira PESCA ESPORTIVA mesmo,como nós 2....

Grande abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 06/04/2018 em 11:24, Cesar Benicio disse:

Bom dia amigos

postei aqui um peixe 24lbs com 89cm!!!! Vejo postagem de peixes mais pesados e menores.... acontece....

 

César...eu tb já peguei um de 23.5lbs com 89cm...ou seja, as informações batem.

SIRN_81.JPG

 

O nosso amigo Rodrigo Durante pegou um de 26.5lbs com 90cm, o que considero gordíssimo...

durante01.jpg

 

Agora, eu quero ver alguém pegar outro com 86cm e 31lbs...Isso eu quero ver...rsrs. É muita, mas muita diferença de peso.
O de 29lbs do Zaccherini mediu 94cm...Lembrando q o peixe desidratou por ter sido congelado e descongelado por 2x antes da pesagem oficial.

E volto a frisar pra toda a turma q nos lê....não estou com "dor de cotovelo" ou mesmo feliz pelo fato do novo peixe não ter sido reconhecido, não estou questionando a operação nem nada....Estou questionando unicamente a relação tamanho x peso do peixe.

Podemos usar tranquilamente a referência de que um peixe com 25/26/27lbs ou mais, tem, obrigatoriamente, que medir mais de 90cm.

Nem vou usar como referência o peixe que capturei em 2007 que pesou pouco mais de 26lbs e tinha 94cm...Isso pq naquela época nós apenas medíamos o peixe para termos uma referência rápida do tamanho. Usávamos essas fitas métricas e medíamos o peixe na vertical mesmo...ou seja, certamente não era uma medição confiável...mas serve sim, como referência.

IMG_1416 2.JPG

 

Agora, uma coisa é certa. Quem hoje capturar um açu com mais de 30lbs, que o faça de forma clara, objetiva e transparente. Todos nós sabemos o quanto é fácil fraudar um alicate, mesmo q seja homologado. Basta homologa-lo e em seguida mexer na mola. E olha que muita gente faz isso. Sabemos de pelo menos uma dezena de guias que mexem na mola dos Bogagrips para ganharem as caixinhas mais gordas ao final das pescarias.
Esse alerta serve até mesmo para os operadores de boa fé que sequer sonham que seus guias fazem isto. Mas não sejamos inocentes. Vários pescadores oferecem 500 reais, 1000 reais, alguns chegam a oferecer todo o conjunto (vara, carretilha, linha e isca) ao guia que colocar um peixe de dois dígitos na linha dele. Isso representa 1 mês de salário deles ou mais.

Sempre falo para os meus amigos pesarem seus peixes em dois alicates confiáveis diferentes, preferencialmente com um BogaGrip e depois com outro digital. Chamem outros parceiros de pescaria e usem os alicates deles também. 

Além disso, filmem tudo, filmem de forma que num mesmo quadro apareça o peso do peixe no alicate e o rabo dele...Assim, ninguém terá motivos para fofoquinhas chatas de internet ou roda de pescadores maldosos...rsrs

E q venham outros monstros...palmas::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Encontrei algumas fotos aqui para debatermos mais o assunto.

Este peixe abaixo foi capturado pelo Lance. O peixe pesou 24lbs e passou dos 95cm. Tb foi medido em pé e numa fita. Serve apenas como referência.

0a6aecff-8806-42e5-b692-0089d447440d.JPG

 

Abaixo dois peixes de 23lbs capturados na temporada passada.

93e2519c-1486-4440-a808-54574878c38c.JPG

f2eb7309-cb28-48c4-9c41-ce0e5816de8e.JPG

Reparem na largura daquele de 91cm?!?!

 

Caso alguém tenha aí outras fotos e quiser postar, seria muito interessante sabermos mais sobre o assunto. joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Fabrício Biguá disse:

César...eu tb já peguei um de 23.5lbs com 89cm...ou seja, as informações batem.

SIRN_81.JPG

 

O nosso amigo Rodrigo Durante pegou um de 26.5lbs com 90cm, o que considero gordíssimo...

durante01.jpg

 

Agora, eu quero ver alguém pegar outro com 86cm e 31lbs...Isso eu quero ver...rsrs. É muita, mas muita diferença de peso.
O de 29lbs do Zaccherini mediu 94cm...Lembrando q o peixe desidratou por ter sido congelado e descongelado por 2x antes da pesagem oficial.

E volto a frisar pra toda a turma q nos lê....não estou com "dor de cotovelo" ou mesmo feliz pelo fato do novo peixe não ter sido reconhecido, não estou questionando a operação nem nada....Estou questionando unicamente a relação tamanho x peso do peixe.

Podemos usar tranquilamente a referência de que um peixe com 25/26/27lbs ou mais, tem, obrigatoriamente, que medir mais de 90cm.

Nem vou usar como referência o peixe que capturei em 2007 que pesou pouco mais de 26lbs e tinha 94cm...Isso pq naquela época nós apenas medíamos o peixe para termos uma referência rápida do tamanho. Usávamos essas fitas métricas e medíamos o peixe na vertical mesmo...ou seja, certamente não era uma medição confiável...mas serve sim, como referência.

IMG_1416 2.JPG

 

Agora, uma coisa é certa. Quem hoje capturar um açu com mais de 30lbs, que o faça de forma clara, objetiva e transparente. Todos nós sabemos o quanto é fácil fraudar um alicate, mesmo q seja homologado. Basta homologa-lo e em seguida mexer na mola. E olha que muita gente faz isso. Sabemos de pelo menos uma dezena de guias que mexem na mola dos Bogagrips para ganharem as caixinhas mais gordas ao final das pescarias.
Esse alerta serve até mesmo para os operadores de boa fé que sequer sonham que seus guias fazem isto. Mas não sejamos inocentes. Vários pescadores oferecem 500 reais, 1000 reais, alguns chegam a oferecer todo o conjunto (vara, carretilha, linha e isca) ao guia que colocar um peixe de dois dígitos na linha dele. Isso representa 1 mês de salário deles ou mais.

Sempre falo para os meus amigos pesarem seus peixes em dois alicates confiáveis diferentes, preferencialmente com um BogaGrip e depois com outro digital. Chamem outros parceiros de pescaria e usem os alicates deles também. 

Além disso, filmem tudo, filmem de forma que num mesmo quadro apareça o peso do peixe no alicate e o rabo dele...Assim, ninguém terá motivos para fofoquinhas chatas de internet ou roda de pescadores maldosos...rsrs

E q venham outros monstros...palmas::

Sabemos de pelo menos uma dezena de guias que mexem na mola dos Bogagrips para ganharem as caixinhas mais gordas ao final das pescarias.

Ai ai ai....Dessa eu não sabia...Piloteiro que mexe no alicate pra ganhar caixinha....É cada uma viu....

Se eu pegar algum piloteiro mexendo na minha tralha sem minha autorização,dou-lhe uma remada na cara.....:gorfei:

Oxi,piloteiro forgado.....É cada um que aparece que só por Deus mesmo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma pena, pois os limites teriam aumentando e muito, mas desde o principio vi incoerências nas informações. Não vêm ao caso dor de cotovelo, etc e tal. Vêm o fato de que uma operação badalada, cara, que visa turismo de pesca onde um possível recorde pessoal é o principal argumento de vendas não estar pronta adequadamente para tratar com a questão é preocupante.

Recordes da IGFA são importante "date base" para os que se interessam e por isso devem ter padrões rígidos e regras claras. A meu ver eles são corretos o problema é que as pessoas não lêem a respeito, não se informam, não se preparam para um possível acontecimento de estarem tratando com um exemplar de possível recorde. 

Nunca enfrentei um problema em mais de uma dúzia de solicitações de recorde encaminhadas em meu nome e ou de terceiros que ajudei a fazer. Meu primeiro recorde IGFA foi aceito em 1996 - um Trairão de pouco mais de 10 kg pego no rio Liberdade, MT. Hoje não me preocupo muito com isso, mas quase sempre estou preparado em minhas viagens para tratar com um possível recorde de forma adequada. Já estive com exemplares recordes pego por terceiros que dividiam a embarcação comigo e esses não desejaram realizar o procedimento - queriam ter a foto e soltar rapidamente o exemplar. Também já estive em uma oportunidade que lamentei não estar apto a fazer o procedimento, apesar de o pescador que fez a captura não ser adepto dos registros, mas mesmo assim com um pedaço de linha medi, respeitando a orientação da IGFA e encaminhei ao CEPTA para "data base". 

Alguns mencionam o problema da língua (inglês, no caso), mas há inúmeras matérias, videos, relatos sobre o assunto e há também o site oficial e a ferramenta de tradução que todos com o acesso a web podem usar ! De fato quando ocorre o possível recorde ai todos o querem, mas não se preparam para a possibilidade de e ai surge as teorias de "que serve esse procedimento", etc. Serve para termos referências, para estudos diversos, para comprovação de tamanho máximos de espécies - somente isso não se justifica o fato de o fazermos. 

Enfim há os que gostam e os que não gostam, há os que se preocupam em estar prontos para lindar com a possibilidade de fazer o procedimento caso se faça necessário e infelizmente há aqueles que usam o argumento de recorde para venda de sua operação de pesca e estão longe de estarem preparados para o procedimento de apuração de dados para tal, mas cobram como se estivessem!

Abs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Pepe Melega disse:

Alguns mencionam o problema da língua (inglês, no caso), mas há inúmeras matérias, videos, relatos sobre o assunto e há também o site oficial e a ferramenta de tradução que todos com o acesso a web podem usar ! De fato quanto ocorre o possível recorde ai todos o querem, mas não se preparam para a possibilidade de e ai surge as teorias de "que serve esse procedimento", etc. Serve para termos referências, para estudos diversos, para comprovação de tamanho máximos de espécies - somente isso não se justifica o fato de o fazermos. 

 

Vlw a dica, Pépe....

E aqui...Não é um super tutorial, mas acho q ajuda bastante...
https://www.turmadobigua.com.br/forum/topic/19610-passo-a-passo-aprenda-como-homologar-um-recorde-na-igfa/

joia:::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se registrar depois. Se você tem uma conta, CLIQUE AQUI para postar com a sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Processando...

×
×
  • Criar Novo...